Praticar o que se aprende em sala de aula e incentivar a inovação. Foi assim que os alunos do Programa Cidade Olímpica Educacional estiveram cedo da manhã de sábado (20) lançando protótipos de foguetes, no Setor de Esportes da Universidade Federal do Piauí (UFPI).

A turma estuda astronomia no programa criado pela Prefeitura de Teresina para aprofundar os conhecimentos dos alunos de alto rendimento. São alunos de escolas municipais de Teresina que assistem aulas aos sábados e participam de competições de conhecimento nacionais e até internacionais.

Os foguetes lançados pelos estudantes são de fabricação própria, com material descartável, e fazem parte da Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG). O desafio é construir e lançar, obliquamente, foguetes, a partir de uma base de lançamento, o mais distante possível.

A coordenadora do Cidade Olímpica, Elinalva Barbosa, conta que o lançamento é o ápice de todo um trabalho construído nas aulas de astronomia e robótica. “Eles constroem levando em consideração o aprendizado em sala de aula, com apoio dos professores e uma dedicação incrível. O Programa Cidade Olímpica desperta talentos, trabalha habilidades e fomenta essa busca pelo conhecimento. Esse momento também é super divertido, porque podem experienciar as teorias”, declara Elinalva.

O primeiro protótipo foi lançado pelo secretário municipal de Educação, Nouga Cardoso. Entusiasta do Cidade Olímpica, ele participou da atividade e conversou com os alunos sobre a importância de buscar sempre novos desafios. “O que essa turma faz é incrível. Certamente o Programa é uma vitrine para a Secretaria Municipal de Educação (Semec) e leva o nome de Teresina mundo afora. Esses meninos e meninas nos enchem de orgulho, então é nossa obrigação continuar estimulando”, afirma Nouga.