A inciativa chega para somar esforços à administração municipal no sentido de orientar a população sobre o que fazer com o seu lixo eletrônico Fotos(Ascom/Semam)

A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMAM), Ministério do Meio Ambiente e Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos (ABREE), inaugurou, dia 21 deste mês, a Central de Logística Reversa de Eletroeletrônicos. O Projeto Recicla Codipi foi a cooperativa escolhida para realizar o armazenamento do descarte destes produtos que, uma vez reunidos em quantidades significativas terão a destinação final ambientalmente correta.

A inciativa, além de incluir Teresina na seleta lista de capitais eleitas pela associação para o projeto, chega para somar esforços à administração municipal no sentido de orientar a população sobre o que fazer com o seu lixo eletrônico. Lixo este que ainda tem vida útil, como apontado pelos representantes da ABREE e pelo secretário de Qualidade Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, André França, presente à cerimônia na sede do projeto, no bairro Santa Maria da Codipi, zona Norte da capital.

Logística reversa

“Costumo dizer que a oportunidade aparece para quem está pronto. Parabéns à Recicla Codipi por estar apta a receber esta chance. A partir de agora, Teresina entra no mapa da logística reversa. Esse descarte, graças à parceria com a ABREE, passa a ter o destino certo. Não mais o terreno baldio, não mais o rio”, afirmou André França.

“Isso, ao mesmo tempo, significa para a indústria mais sustentabilidade, já que a fabricação de novos produtos, a partir da matéria reciclada, proporciona mais eficiência energética, menor consumo de água, menor emissão de gases de efeito estufa”, concluiu André.

“Após o recebimento do descarte, os parceiros da ABREE recolhem os materiais no local e encaminham para a manufatura reversa, que realiza a desmontagem dos produtos para a reciclagem. Com cada um fazendo sua parte, cuidamos do meio ambiente. Com isso e o apoio da população, que pode a partir de agora fazer o descarte correto destes produtos aqui ou em qualquer um dos 16 pontos de recebimento espalhados pelo Estado, todos listados no nosso site, estamos colaborando com a saúde do planeta”, disse Tamara Monteiro de Figueiredo, relações institucionais da ABREE.

Soma de esforços

Na ocasião, além de placa comemorativa, Tamara, em nome da ABREE, conferiu junto ao secretário municipal de Meio Ambiente, Luis André de Arruda Mont’Alverne, uma homenagem em forma de troféu. “A ABREE chega para somar. Aumenta a capacidade de trabalho da cooperativa, ajuda a diminuir o impacto ambiental criado a partir do descarte errado destes resíduos e colabora para uma maior conscientização do cidadão teresinense, cada vez mais ciente de que também precisa fazer a sua parte”, discursou Luis André. “A SEMAM segue atenta a este movimento e pretende unir forças para o bom desenvolvimento de uma parceria que já nasce tão sólida e promissora.”

“Só temos a agradecer. Começamos em 2019 e logo tínhamos 40 famílias cooperadas, conseguindo renda por meio do trabalho aqui, que somava cerca de 70 toneladas de resíduos coletados todo mês. Hoje, são 70 famílias. Com esse acordo, esse número aumentará”, declarou Antônio Paz, presidente da JISMAC , Centro Social da Juventude – Recicla Codipi,