Doutor Pessoa entrega 80 unidades habitacionais a moradores da zona Norte e celebra 100 primeiros dias de gestão

 

Fotos: Rômulo Piauilino / Semcom

O prefeito de Teresina Doutor Pessoa iniciou a celebração dos seus primeiros 100 dias de gestão entregando 80 unidades habitacionais do residencial Parque Brasil a famílias atendidas pelo Programa Lagoas do Norte e pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação.

Estiveram presente na solenidade seis famílias que representaram também os outros beneficiados para que não houvesse aglomeração na solenidade. Na ocasião, o prefeito comentou a alegria de poder proporcionar mais dignidade com a casa própria.

“Estamos muito felizes de poder garantir a essas famílias esse sabor da cidadania porque a casa, o lar, são muito importantes para qualquer pessoa. A nossa gestão agora, chegando nos 100 primeiros dias, começa a entregar os benefícios para a população, principalmente àqueles que mais precisam”, destacou o prefeito.

Além das famílias beneficiadas, estiveram presentes o secretário municipal de Planejamento e Coordenação, João Henrique Sousa, o vice-prefeito e secretário de Finanças, Robert Rios, o secretário municipal de Governo, Adolfo Nunes, o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Edmilson Ferreira, a superintendente da Saad Norte, Ana Paula, a secretária municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas, Eliana Lago, o presidente da Câmara Municipal de Teresina, Jeová Alencar, e o líder do prefeito na Câmara, vereador Renato Berger.

O secretário João Henrique Sousa destacou a importância do Programa Lagoas do Norte no atendimento às famílias que vivem em áreas de risco. “Esse instante é muito simbólico para a comemoração dos 100 primeiros dias da gestão do Dr. Pessoa. Este ano já reafirmamos o desejo da continuidade do Programa Lagoas do Norte que traz um simbolismo enorme para a cidade e a entrega dessas 80 unidades habitacionais é uma demonstração do trabalho voltado para o povo que precisa de atenção e cuidado”, declarou.

O diretor geral do Lagoas do Norte, Bruno Quaresma, explicou que o residencial é apenas uma das opções ofertadas pelo programa às famílias atendidas. “O que o programa faz é dar oportunidade a essas pessoas para que elas possam melhorar suas vidas, indo morar em uma casa ou apartamento seguros, sem risco de alagamentos, sem risco das paredes ou do teto caírem. A continuidade desse trabalho é que vai proporcionar uma melhoria de vida para todos que precisam”, disse.

A dona de casa Francisca Iara Alves, que vivia na Vila Apolônia, contou como está sendo a transformação da sua vida com a nova residência. “É um sonho porque eu vivo com a minha mãe, idosa e cadeirante. Na minha casa não tinha nem banheiro, eu dava banho nela no quintal. Então, agora, nossa vida vai mudar muito”, relatou emocionada.

O secretário Edmilson Ferreira contou como é a parceria entre a Semduh e o Lagoas do Norte. “Esse é um trabalho integrado do Programa Lagoas do Norte com a Semduh e a Semplan, no qual todos os serviços estão sendo instalados, como a iluminação pública, a limpeza da área e a entrega das chaves nesse momento. A partir de agora, essas famílias já poderão fazer a mudança para o Parque Brasil. Isso significa mudar de uma situação de risco para um imóvel digno e honrado, onde essas famílias podem ter uma vida melhor daqui para frente”, ressalta o secretário da Semduh, Edmilson Ferreira.

O residencial é composto de 1.022 unidades, entre casas e apartamentos, e foi construído pelo Lagoas do Norte em parceria com a Caixa Econômica Federal através do Minha Casa, Minha Vida. Projetado pela equipe do programa, as casas e apartamentos têm padrão elevado em relação aos demais empreendimentos da Caixa no restante do país. Além das unidades terem uma metragem maior (49m²), o residencial é dotado de toda a infraestrutura necessária para garantir qualidade de vida às famílias.

Ele possui rede de esgotamento sanitário com estação de tratamento, abastecimento de água com reservatório próprio, ruas asfaltadas, iluminação, áreas verdes e outras áreas destinadas à construção de escolas. Além disso, possuem várias escolas, unidade de saúde, comércio, hospitais e rede de transporte nas proximidades.

As casas possuem sala, cozinha, dois quartos, banheiro adaptado e área de serviço. Os apartamentos têm a mesma planta e metragem. Os prédios são dotados de área social, estacionamento e gradio. As famílias que já exerciam algum tipo de atividade econômica dentro de casa em seu endereço de origem, como mercearia, marcenaria, oficina, dentre outros, são beneficiadas com lotes maiores e podem receber capacitação para recompor sua atividade no novo endereço.

FMS prossegue vacina da Covid-19 para 78 e 77 anos com segunda dose

Foto: Rômulo Piauilino / Semcom

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) prossegue esta semana com a vacinação contra a covid-19 para atender vários públicos.
Nos drive-thru o atendimento aos idosos será apenas com segunda dose na sexta-feira (16) para as pessoas com 78 anos e no sábado (17) para idosos de 77 anos.

Durante a semana, de segunda a sexta-feira, pela manhã e tarde, o atendimento é para as pessoas agendadas pelo site http://vacinaja.fms.pmt.pi.gov.br. Estão sendo vacinados profissionais de saúde em 6 locais: Centro Lineu Araújo, Faculdade CET, UNIFSA Leste, Uninassau Sul, Facime e auditório da FMS.

A vacina também é aplicada nas Unidades Básicas de Saúde não Covid para idosos e pessoas com deficiência com 60 anos ou mais e com duas comorbidades. Os acamados são atendidos por equipes volantes de vacinação e nas UBS da zona rural, a vacinação segue estratégia específica que pode ser na UBS ou outro local de fácil acesso.

A coordenadora da Campanha de Vacinação contra a Covid-19, Emanuelle Dias, explica que todas as etapas da vacinação seguem a logística determinada pelo Ministério da Saúde.

“Nesta semana estamos atendendo profissionais de saúde, acamados por equipes volantes, pessoas com deficiência com 60 anos ou mais e com duas comorbidades e os drives irão funcionar na sexta e sábado”, disse a coordenadora.

A dentista, Marilia Batista, tomou hoje a dose da vacina e diz ser um momento de conquista. “Estou feliz ao tomar a dose da vacina e me sentir protegida ao exercer o meu trabalho”, diz.

Prefeitura de Teresina lança “IPTU Verde” com descontos que variam de 5% a 20%

A política ambiental de Teresina é uma prioridade da atual gestão municipal. Com base na Política Nacional do Meio Ambiente (Lei 6.938/1981), a Prefeitura, através da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semam), lançou o selo ecológico “IPTU Verde”.

Esse será mais um instrumento para que o cidadão não apenas evite poluir, mas também busque implementar estratégias de energia renovável e tecnologias sustentáveis.

O Plano de Governo estabelece que, através do IPTU Verde, as residências e edificações que investirem em tecnologias e modelos sustentáveis em seus projetos de construção ou reforma, vão ser certificadas e obterão descontos progressivos no imposto, de 5% a 20%.

“O IPTU Ecológico vai favorecer diretamente o desenvolvimento sustentável e beneficiar com descontos as construções que se preocupam cada vez mais com os impactos que causam ao Meio Ambiente. Na expedição do “habite-se”, o imóvel será fiscalizado e será emitida a certificação junto à SEMAM/SAAD que dará direito ao desconto no IPTU”, explicou a secretária Elisabeth Sá.

A aplicabilidade do desconto progressivo atenderá a critérios específicos e à implementação das benfeitorias “ambientais” no imóvel. Serão estabelecidas regras para o cidadão pontuar em cada ação sustentável.

“O desconto, por sua vez, deve ser concedido de acordo com os custos de implantação das medidas de sustentabilidade, nos percentuais de: 5% (Selo Bronze), 10% (Selo Prata), 15% (Selo Ouro) ou 20% (Selo Diamante). As medidas alternativas de sustentabilidade aptas a gerarem o desconto são aquelas relativas às dimensões água, energia, enfrentamento às mudanças climáticas, mobilidade, permeabilidade ou resíduos.”, pontuou Jerônimo Permínio, auditor da secretaria de Finanças.

FMS contou com 120 profissionais para executar vacina de domingo (11)

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) executa em Teresina todas as campanhas de vacinação. No caso da vacina contra a Covid-19, somente no último domingo (11), foram cerca de 120 pessoas trabalhando nos dez postos de drive-thru. São coordenadores, supervisores, pessoal de apoio administrativo, motoristas e na rede de frio, onde as vacinas são armazenadas foram três técnicos especializados. Esse número é superior nos dias da semana quando o atendimento também é feito nas Unidades Básicas de Saúde e outros pontos de vacinação.

Com esse serviço, foram vacinados 4.100 pessoas na faixa etária de 67 anos e mais. Esses dados preliminares são feitos pelo levantamento por frascos após o encerramento da vacinação, porque os dados registrados pelo Ministério da Saúde são divulgados em 24 horas pelo relatório do SI-PNI.

O trabalho envolve vários profissionais na logística, desde a retirada das câmaras frias até a aplicação. A diretora de Vigilância Sanitária da FMS, Amariles Borba, destaca as etapas nesse procedimento das vacinas contra a Covid-19. “É um trabalho planejado com todos os detalhes, porque vacina é um produto que deve ser mantido a qualidade para ter eficácia”, diz.

A diretora enumera os procedimentos específicos:

1) São conferidas as temperaturas de todas as geladeiras e anotadas em um mapa de temperatura, contendo as temperaturas de momento, a máxima e a mínima. Isto deve ser realizado antes que se abra a geladeira;
2) É feita a ambientação e temperatura dos gelox (substitui o gelo comum com vantagens: permanece mais tempo congelado, é reutilizável);
3) A responsável por cada ponto de vacinação informa a quantidade de doses que necessita;
4) É feito lançamento da saída de doses no sistema de controle e em livro de protocolo e no final do expediente é feita a prestação de contas dos frascos vazios;
5) O responsável pela vacinação também leva uma quantidade de seringas de acordo com o número de doses;

O trabalho envolve vários profissionais na logística, desde a retirada das câmaras frias até a aplicação Fotos9Ascom/FMS)

Prefeito Dr. Pessoa entrega 80 casas do Programa Lagoas do Norte

Dando início ao cronograma de obras a serem entregues nos primeiros 100 dias de gestão, o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, fará, nesta segunda-feira (14), a entrega das chaves de unidades habitacionais do residencial Parque Brasil a famílias atendidas pelo Programa Lagoas do Norte e pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação – Semduh. A solenidade está marcada para às 12h, na sede da Unidade de Projeto Socioambiental, localizada no prédio do Parque Lagoas do Norte.

Estarão presentes seis famílias beneficiadas com unidades habitacionais, como forma de evitar aglomerações. Atualmente, o Lagoas do Norte e a Semduh estão atendendo mais de 80 famílias que deverão se mudar em breve para as novas unidades.

O residencial é composto de 1.022 unidades, entre casas e apartamentos, e foi construído pelo Lagoas do Norte, em parceria com a Caixa Econômica Federal, através do Minha Casa, Minha Vida. Projetado pela equipe do programa, as casas e apartamentos têm padrão elevado em relação aos demais empreendimentos da Caixa no restante do país. Além das unidades terem uma metragem maior (49m²), o residencial é dotado de toda a infraestrutura necessária para garantir qualidade de vida às famílias.

Ele possui rede de esgotamento sanitário com estação de tratamento, abastecimento de água com reservatório próprio, ruas asfaltadas, iluminação, áreas verdes e outras áreas destinadas à construção de escolas. Além disso, possuem várias escolas, unidade de saúde, comércio, hospitais e rede de transporte nas proximidades.

As casas possuem sala, cozinha, dois quartos, banheiro adaptado e área de serviço. Os apartamentos têm a mesma planta e metragem. Os prédios são dotados de área social, estacionamento e gradio. As famílias que já exerciam algum tipo de atividade econômica dentro de casa em seu endereço de origem, como mercearia, marcenaria, oficina, dentre outros, são beneficiadas com lotes maiores e podem receber capacitação para recompor sua atividade no novo endereço.

“Estamos avançando na entrega das unidades habitacionais para que possamos garantir a essas famílias mais qualidade de vida porque esse é o objetivo do Lagoas do Norte. Mais de 600 unidades já estão ocupadas por famílias que antes viviam em condições precárias, em casas alagadas. E estamos também trabalhando na formatação de um planejamento social para ser desenvolvido com essas famílias, com o objetivo de incentivar a sociabilidade e estimular o desenvolvimento econômico, geração de renda e a convivência harmônica”, destaca Bruno Quaresma, diretor geral do Programa Lagoas do Norte.

O residencial possui 1.022 unidades, entre casas e apartamentos, e conta com uma infraestrutura completa de drenagem, rede de esgoto, abastecimento de água, ruas asfaltadas com capacidade para receber o sistema de transporte público. A obra iniciou em 2018, teve investimento de mais de R$ 107 milhões e é financiada com recursos do banco mundial.

As casas possuem sala, cozinha, dois quartos, banheiro adaptado e área de serviço Fotos(Ascom/Semduh)

 

Semcaspi já expediu mais de 900 cartões Passe Livre no primeiro trimestre

Foram emitidos 903 cartões Passe Livre para Idosos e pessoas com deficiência, no período de Janeiro a Março de 2021. (Foto: Ascom/Semcaspi)

A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Cidadania, Políticas Integradas e Assistência Social (Semcaspi), emitiu 903 cartões Passe Livre para o público alvo, que são Idosos e pessoas com deficiência, no período de Janeiro a Março de 2021. Somente no mês de março, foram expedidos 267 cartões, 175 para idosos e 92 para pessoas com deficiência.

De acordo com os dados de 2021 levantados pela Gerência de Cidadania da Semcaspi, foram contemplados com o Passe Livre, 521 idosos e 342 pessoas com deficiências.

Wellington Oliveira, gerente do Núcleo de Cidadania, explica que o Passe Livre atende dois grupos específicos, garantindo a gratuidade no transporte público de Teresina.

“O benefício do Passe Livre é voltado para pessoas idosas e pessoas com deficiência e é de suma importância, especialmente, para pessoas de baixa renda poderem se deslocar, em busca de atendimentos de saúde e os próprios assuntos pessoais, que só eles podem resolver. O Passe Livre ajuda muito essas pessoas que não têm condições de pagar um transporte particular”, esclareceu Wellington Oliveira.

Foram emitidos 903 cartões Passe Livre para Idosos e pessoas com deficiência, no período de Janeiro a Março de 2021. (Foto: Ascom/Semcaspi)

Veja como emitir o Passe Livre

As pessoas que querem obter o benefício do Passe Livre devem se dirigir a uma das 19 unidades do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), portando RG, CPF e comprovante de residência. O público-alvo é de idosos a partir de 65 anos, e pessoa com deficiências.

Para pessoas com deficiência, é necessário além do RG e CPF, possuir renda familiar per capita de até um salário mínimo e meio por pessoa, apresentar laudo médico emitido pela rede SUAS, que pode ser expedido pelo Lineu Araújo, CEIR, CEID, Apae ou pelo Areolino de Abreu e ser residente em Teresina.

Já para os idosos o critério é ser residente do município de Teresina e possuir mais de 65 anos de idade.
Após cumprir todos os requisitos solicitados para o benefício, o requerente agendará no CRAS de sua região uma data para o recebimento do Passe Livre na sede da Semcaspi, que fica localizada na Rua Álvaro Mendes nº 861 (Centro/Sul).

Projeto de lei cria Fundo Municipal de Segurança Pública

Foto: Ascom GCM

O prefeito de Teresina, Doutor Pessoa, assinou o projeto de lei que cria o Fundo Municipal de Segurança Pública (FMSPT). O projeto que prevê entre outras coisas, a construção da sede própria da Guarda Civil e a implantação do Colégio Militar de Teresina, foi assinado nessa quinta-feira (08) e segue para a Câmara Municipal para apreciação dos vereadores.

Nixon Frota, coordenador Municipal de Segurança Pública Social e Patrimonial, explica que a proposta garante a viabilidade da política de Segurança Pública que vai permitir parcerias para captação de recursos a serem investidos, por exemplo, na aquisição de viaturas, armamento adequado e capacitação da Guarda Civil Municipal (GCM).

“Através do projeto, vamos poder receber recursos, a exemplo do Governo Federal, que serão aplicados na política de segurança pública e na elaboração de um plano de Segurança Pública. O Fundo Municipal permite que a GCM adquira novas capacidades, competências e entregue um serviço de qualidade à população”, explica Frota.

O coordenador de Segurança Pública Municipal destaca que FMSPT vai permitir inovações tecnológicas voltadas para a segurança preventiva.

“Políticas, programas e projetos sociais relacionados com a Segurança Pública da cidade, além da aquisição de viaturas, armamento adequado, capacitação dos recursos humanos”, disse Nixon Frota.

Arsete realiza visitas à zona rural de Teresina

A diretoria técnica da Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos de Teresina (ARSETE) e a equipe da Coordenadoria de Relações com o Usuário (CRU) realizaram visitas à zona rural de Teresina, com objetivo de compreender a percepção do usuário sobre a prestação dos serviços na zona rural, bem como para divulgar o trabalho e importância da agência.

O trabalho de divulgação é realizado através da distribuição de folder contendo orientações deixa-os cientes dos seus direitos e deveres. Também nessas visitas, um mapeamento das estruturas físicas, poços tubulares e reservatórios está sendo realizado a fim de avaliar suas condições de funcionamento.

A equipe da CRU, representada pelo técnico em regulação, Dhiêgo Figueirêdo e o coordenador da Arsete, Israell Cavalcante, vistaram os povoados Taboca do Pau Ferrado, Boa Hora e Cacimba Velha. Agência informa ainda, que as devidas providências estão sendo adotadas para melhorar a qualidade do serviço prestado à população.
O coordenador de relações com usuários, Israell Cavalcante, identificou junto à comunidade as dificuldades no abastecimento de água. Os moradores deixaram claro que o problema agrava-se principalmente nos períodos secos, uma vez que não há chuva para aliviar o problema de falta de água.

“Os moradores relataram a nossa equipe que sofrem com a falta de água e isso compromete a vida da comunidade. Este e outros problemas serão sanados o mais rápido possível”, disse Israell Cavalcante.

Fotos: Ascom Arsete

SAAD-Leste inicia limpeza dos cemitérios para o Dia das Mães

A Prefeitura de Teresina, por meio da Superintendência das Ações Descentralizadas Leste (SAAD-Leste), iniciou nesta sexta-feira (09) a limpeza nos cemitérios do bairro Morros e Santa Mônica.

A ação visa preparar o local para receber visitantes por conta do Dia das Mães, data esta comemorada no segundo domingo do mês de maio. O trabalho dos agentes de limpeza, inclui roço, capina manual/mecanizada, podas, remoção do material produzido, varrição e pintura.

Segundo o gerente de serviços urbanos da SAAD-Leste, Renato Lopes, próximo ao dia das mães será feito um “pente fino”, que é a limpeza de acabamento, com pintura de muros e meio fios. Ele ainda enfatiza os cuidados que os visitantes devem ter com a Covid-19.

“As equipes escaladas para a limpeza permanecem prestando o atendimento com a determinação de extremos cuidados de prevenção à Covid-19. E para cumprir as medidas de segurança sanitária, a SAAD-Leste vai disponibilizar pias com sabão. Pedimos para que o visitante leve seu próprio álcool em gel e mantenha o afastamento mínimo de 2 metros, para não gerar aglomeração”, explicou Renato Lopes.

Quanto ao acesso aos cemitérios, no portão de entrada terá agentes que irão inspecionar se as pessoas estão usando máscaras e se todas as medidas de proteção individual estão sendo respeitadas.

Além do policiamento local, um outro aspecto também de igual importância é a fiscalização dos ambulantes, que serão submetidos à organização de venda externa e controle de acesso.

SEMEC ofertará mais de 1800 vagas com novos CMEIs

Seis novos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI´s), da Secretaria Municipal de Educação (Semec), passarão a funcionar na capital ainda este semestre. As escolas têm capacidade para atender mais de 1800 crianças, inicialmente com atividades remotas.

Os novos Centros são: Dom Miguel Fenelon Câmara Filho, no Residencial Judith Nunes, Bairro Pedra Miúda, zona Sul de Teresina; CMEI Noé Cerqueira Fortes, na Rua José Migueladad, 8844, Bairro Portal da Alegria, zona Sul; o terceiro é o Professor Roberto Gonçalves de Freitas, na Avenida Rosana Neres S/N, Parque Brasil, zona Norte.

Os demais são o CMEI Eduardo Henrique Accioly Campos, na Rua Aristides Saraiva de Almeida, S/N, Bairro Santa Isabel, zona Leste; João Batista Brito de Melo, localizado na Rua 09, S/N, Parque Brasil, zona Leste; e Jonas Pereira da Silva, na Rua Cesar Negreiro, Bairro Novo Horizonte.

“As novas unidades de ensino somam 56 salas de aula para atendimento de crianças de 6 meses a 05 anos e 11 meses de idade, distribuídos nos turnos manhã e tarde”, explicou o secretário de Educação, professor Nouga Cardoso.

Das 56 salas, 12 serão destinadas às crianças em fase de berçário. “As salas constituem-se em ambientes planejados para estimular o desenvolvimento e a participação ativa do alunado nas atividades educacionais orientadas pelo currículo infantil da Rede”, destacou o secretário.

Os novos CMEI’s resultam da parceria entre o Governo Federal e Prefeitura de Teresina, por meio do Proinfância (Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil), garantindo o acesso de crianças à creche e escolas de educação infantil da rede pública.

Fotos: Ascom Semec