Obras da avenida Marginal Poti Sul retornam nesta sexta-feira (27)

Após uma paralisação formal devido ao período chuvoso, a Prefeitura de Teresina, através da Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas Sul (SAAD Sul),  irá retomar as obras na Av. Marginal Poti Sul ainda nesta sexta-feira (27).  A obra está orçada em R$27.521.499,08 com fonte de recursos do banco CAF  (Banco de Desenvolvimento da América Latina). O prazo de conclusão da obra é de nove meses.

Atualmente a obra possui 20% de execução, faltando ainda a conclusão do sistema de drenagem, pavimentação, iluminação, acessibilidade, ciclovia e sinalização.

Em toda a sua extensão, a Marginal Poti Sul irá interligar as importantes avenidas: Av. Gil Martins, Av. Dep. Milton Brandão, Av. Mestre Dezinho, Rua Elesbão Veloso, Av. São Raimundo, Av. Manoel Ayres Neto, Av. Higino Cunha, Av. Marechal Castelo Branco. O novo corredor irá passar pelos Bairros: Ilhotas, Cristo Rei, Três Andares, Catarina, Bela Vista, São Lourenço e Parque Sul.

O Superintendente da SAAD Sul, Juca Alves, informou que as equipes técnicas estão trabalhando para resolver os possíveis entraves na execução da obra, para que tudo seja feito no prazo estabelecido, e comentou ainda sobre a importância da obra.

“Estamos resolvendo todos os impedimentos para que esta obra importante obra de mobilidade urbana seja entregue dentro do prazo estabelecido. Este novo corredor vai ligar a zona sul à zona leste de Teresina, e irá melhorar significativamente o trânsito da nossa capital”, apontou Juca Alves.

Em Brasília, Dr. Pessoa se reúne com agência francesa e banco dos Brics em busca de recursos

Cumprindo agenda administrativa em Brasília, o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, realizou nesta quarta-feira (25), uma série de audiências administrativas com o objetivo de atrair recursos para a capital piauiense. Integrou a comitiva o secretário de planejamento de Teresina, João Henrique Sousa e a chefe de gabinete do prefeito, Sol Pessoa.

O prefeito se reuniu com o banco NDB (New Development Bank), o Banco dos Brics. No encontro, foi apresentado uma carteira de investimentos na cidade na área da infraestrutura.

De acordo com secretário de planejamento, João Henrique Sousa, as demandas já foram apresentadas em reuniões anteriores ao banco, e que a visita de cortesia do prefeito Dr. Pessoa serve para reforçar as demandas já apresentadas, além de apresentar novas perspectivas de investimentos em Teresina.

“Estamos otimistas. Em breve deveremos ter mais investimentos externos para nossa cidade. Demos grandes passos e esses recursos, ao chegarem, devem ser investidos na educação com a construção de novas creches e no projeto de interligação das bacias do rio Poti”, destacou o secretário de planejamento.

Dr. Pessoa também esteve na Secretaria Nacional de Aviação Civil, com a deputada federal Marina Santos, para tratar de demandas referentes ao Aeroporto de Teresina. A reunião tratou sobre projetos que aumentem a verticalização da cidade devido à proximidade do aeroporto com o centro.

Além disso, o prefeito se reuniu com executivos da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD). A conversa com os representantes do banco europeu reforçou a necessidade de linha de crédito para investimentos na produção agrícola da zona rural de Teresina.

Dr. Pessoa finalizou a agenda de reuniões com uma audiência no CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina). A principal pauta discutida foi a retomada da obra da Marginal Poti Sul, zona Sul de Teresina. A obra será retomada nesta sexta-feira (29), com recursos já assegurados pelo banco. A obra está orçada em R$ 27.521.499,08 e tem prazo de conclusão de nove meses. Além da obra da Marginal Poti Sul, O CAF deve ser financiador de outras obras estruturantes em Teresina.

“Tivemos proveitosas reuniões. Viemos a Brasília em busca de mais investimentos para desenvolver ainda mais a nossa Teresina, não esquecendo da zona rural. Já retornaremos com os serviços na Marginal Poti Sul ainda nesta semana e acreditamos que em breve as nossas tratativas tenham resultado e que logo estaremos com novos investimentos na cidade”, ressaltou Dr. Pessoa.

CMEI Júlio Romão lança projeto com contação de histórias para incentivar leitura

Para desenvolver as habilidades de leitura e escrita com os alunos de forma divertida, o Centro Municipal de Educação Infantil Júlio Romão, localizado na zona Sudeste de Teresina, lançou o projeto Alfabetiza Júlio: eu leio, eu conto e foi assim. Durante todo o ano, as crianças serão desafiadas com atividades que estimulem o hábito de ler.

O projeto faz parte do Alfabetiza Teresina, um pacto da Secretaria Municipal de Educação (Semec) com as unidades de ensino para fortalecer as ações direcionadas ao ciclo de alfabetização. As escolas usam a criatividade para chamar a atenção dos alunos e despertar a paixão pelos livros.

No lançamento do Alfabetiza Júlio, a equipe escolar mostrou um pouco das atividades que planeja realizar, com dramatizações, contação de história, poesia e muita música. O Coral da Semec fez uma participação especial do evento.

“Vamos utilizar bastante ludicidade para incentivar o envolvimento dos alunos, com o objetivo de assegurar a aquisição das habilidades inerentes a cada idade”, declara a diretora do CMEI, Francisca Cereja.

Fotos: Ascom Semec

E.M Padre Ângelo Imperialli promove palestra sobre frequência escolar

No retorno das aulas 100% presenciais, pais de alunos da Escola Municipal Padre Ângelo Imperialli, localizada no bairro Santa Lia, zona Leste de Teresina, participaram de uma palestra de orientação e sensibilização da importância de a criança manter a frequência escolar.

“A palestra, proferida pela conselheira tutelar Tatiane Meireles, foi voltada para pais de alunos do 1º ao 3º do Ensino Fundamental. Esta é uma ação da unidade de ensino para minimizar a infrequência do aluno no ambiente escolar, mostrando que o aprendizado é prejudicado quando a criança falta às aulas”, explica a diretora da escola, Dilza Lopes.

Na ocasião, a conselheira tutelar conversou com alunos do 4º ano sobre o projeto MPT na Escola, iniciativa nacional do Ministério Público do Trabalho que busca implementar uma série de ações voltadas à promoção de debates nas escolas sobre a erradicação do trabalho infantil. Neste ano de 2022, 140 escolas piauienses, estaduais e municipais, participam do projeto em Teresina e mais nove municípios.

“Faz parte da missão da Secretaria Municipal de Educação (Semec), além de garantir as aulas, promover ações com orientações aos pais e alunos sobre temas pertinentes ao aprendizado, ao desenvolvimento e à proteção das crianças”, afirma o secretário municipal de Educação, Nouga Cardoso.

CMEI Padre Pedro Balzi lança projeto de leitura “Ouvindo e Contando, estamos só começando…”.

Estimular a leitura e a escrita das crianças na idade certa tem sido o objetivo do Programa Alfabetiza Teresina, uma parceria da Semec com as unidades de ensino da Rede Municipal para o desenvolvimento da leitura das crianças no ciclo de alfabetização.

Na manhã de hoje (25), o CMEI Padre Pedro Balzi lançou o seu projeto de leitura, criado pela pedagoga Lilia Cristina, denominado de “Ouvindo e Contando, estamos só começando…”.

Com o objetivo de cumprir a proposta do Programa Alfabetiza Teresina, o projeto tem o intuito de despertar na criança o prazer da leitura e consequentemente da escrita através de recursos pedagógicos.

Fotos: Ascom Semec

O projeto de leitura tem como temática cantigas e contos infantis e teve sua abertura com a presença da comunidade escolar e com a dramatização da temática com os professores. Na oportunidade, as crianças vivenciaram todos os espaços que serão efetuados o projeto, tendo a disposição todos os recursos pedagógicos que serão utilizados durante o ano.

A diretora do CMEI Padre Pedro Balzi, Neide Silva, explica a forma de atuação do projeto para a Secretaria Municipal de Educação (SEMEC), “Por meio do projeto, o aluno vai vivenciar ambientes literários, através de muitos livros e dos recursos pedagógicos, fazendo a criança aprender brincando”.

Neide Silva ainda contou à SEMEC que o projeto inicia agora e finaliza em dezembro com a preparação de um musical todo realizado com as crianças do projeto.

UPA Promorar implementa projeto para aprimorar atendimento

O projeto Lean ajuda os profissionais em questões, desde a gestão até o atendimento Foto(Ascom/FMS)

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Promorar promoveu, na manhã de hoje (25), sua reunião de avaliação da implantação do projeto Lean, que está em andamento na unidade. Trata-se de uma metodologia que tem por objetivo aprimorar o fluxo de cuidados com os pacientes e organizar a rede de assistência, aumentando a eficiência das equipes.

O projeto Lean ajuda os profissionais em questões, desde a gestão até o atendimento, formas de abordar o paciente, como diminuir filas e como gerir um hospital ou uma UPA em geral. Durante a reunião, os gestores da UPA Promorar apresentaram dados de atendimento, manejo de recursos humanos e logística para diagnosticar os problemas atuais e sugerir soluções baseadas nas ferramentas do projeto.

“Nosso objetivo é aprimorar o atendimento juntamente aos profissionais, fazendo-os pensarem em equipe e chegarem a uma forma de promover um andamento melhor”, explica Gilberto Albuquerque, presidente da Fundação Municipal de Saúde. Ele garante que a gestão da FMS como um todo está presente para acompanhar as dificuldades e buscar as soluções dos problemas encontrados.

O projeto Lean nas UPAs é uma iniciativa do Ministério da Saúde conduzido pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Na rede de Teresina, ele já foi implementado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), em sua primeira etapa – chamada Lean nas Emergências – e agora segue em desenvolvimento nas três UPAs do município.

“Esperamos que a população possa perceber as melhorias que estamos trazendo, pois teremos bons resultados no atendimento de urgência e emergência muito em breve”, garante Gilberto Albuquerque.

Setor industrial teresinense representa 50,2% do total de indústrias do Estado

O Dia da Indústria é celebrado anualmente em 25 de maio. Nesta data a homenagem é destinada aos espaços de produção de maior representação para as economias nacionais: as indústrias. Também conhecidas como o “Setor Secundário” de um país, as indústrias podem abranger os mais variados tipos de mercados, desde os alimentícios até os de vestuário, por exemplo.

Em Teresina, em levantado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o setor industrial representa 50,2% do total da Indústria do Estado, gerando R$ 2,89 bilhões de reais em valores agregados, onde o Piauí obteve R$ 5,77.

Os dados mostram que Teresina, possui metade do produto industrial, e 16.670, pessoas empregadas no setor industrial segundo o Relatório Anual de Informações Sociais (RAIS em 2020), representando, 55,74% do total empregado no Piauí, que possuía 29.906 empregados pela variável estoque, em 2020.

“Em um ano e meio de gestão do prefeito, Doutor Pessoa, foram beneficiadas três indústrias, com a previsão de 59 empregos diretos e 100 indiretos, com o montante previsto de R$ 5,9 milhões de investimentos a serem empregados, os segmentos apoiados são: fabricação de aguardente derivado de cana-de-açúcar; fabricação de artefatos de palha e fabricação de implementos rodoviários”, explica o gerente de Planejamentos e Projetos da SEMDEC, Fábio Camelo.

A cidade dispõe de Legislação n.º 2.528 de 23 de maio de 1997, que incentiva a implantação e atração de novos empreendimentos industriais, comerciais e prestadores de serviço de hotelaria, e também conta com incentivos locacionais, que são os dois Polos Empresariais, fomentando assim, o desenvolvimento local.

O Polo Empresarial Norte foi criado pela Lei Municipal nº 3.492/2006, possuindo 221 hectares, o referido Distrito Industrial se encontra em fase de estruturação de sua infraestrutura física. Apesar disso, já se encontram instaladas duas empresas: A Crown fabricante de latinhas de alumínio realizou investimentos da ordem de R$ 200 milhões, e a Eco Empreendimentos produtora de mudas de eucalipto.

O Polo Empresarial Sul surgiu no início da década de 1990, a lei nº 2.515, de abril de 1997 estabeleceu a sua criação, com autonomia própria, residências, zonas de comércio, serviços e indústria compatíveis com as necessidades dos habitantes. O referido distrito industrial está localizado no Km 13 da BR 316, zona Sul de Teresina, possui 143,92 hectares. Sua implantação tem como objetivo a atração de empresas que venham a fortalecer a economia local, por meio da geração de emprego e renda.

Nos polos se encontram várias empresas operando gerando sinergia entre si com suas atividades complementares e por disporem de uma infraestrutura comum. A doação de terrenos e a política de incentivos fiscais têm possibilitado ganhos de competitividade e possibilitado a expansão das plantas industriais das unidades produtivas.

“Temos a previsão de instalação de mais três indústrias, uma unidade produtiva de ARLA, que é um reagente composto por 32,5% de uréia de alta pureza em água desmineralizada, transparente, não inflamável e não tóxico, que serve para reduzir a emissão de gases de escape dos veículos movidos a diesel; a segunda seria criação de uma unidade de Termoplástico, onde a injeção de termoplásticos é um processo que envolve um polímero que se torna viscoso e moldável em altas temperaturas e a última é a uma empresa especializada em oferecer soluções em energia para diversos segmentos do setor produtivo, se encontra com a fabricação e instalação de Grupos Geradores Elétricos”, conclui o gerente.

Prefeitura de Teresina inicia revitalização da Praça do Cuscuz

Os serviços na Praça do Cuscuz iniciaram nesta semana. O local já foi limpo e a poda de árvores também já foi realizada Fotos(Ascom/Saad Norte)

A Prefeitura de Teresina, por meio da Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD) Norte, está realizando a revitalização da Praça do Cuscuz, localizada no bairro Monte Verde.

A ação faz parte do projeto “Essa Praça é Sua”, onde equipes da SAAD Norte realizam, a cada 15 dias, melhorias nas praças de Teresina. No dia 17 de maio, a prefeitura entregou a Praça do Santa Sofia toda revitalizada e arborizada.

Os serviços na Praça do Cuscuz iniciaram nesta semana. O local já foi limpo e a poda de árvores também já foi realizada. Atualmente, as equipes estão reutilizando pneus para fazer uma escadaria com o objetivo de melhorar a acessibilidade dos moradores que vão utilizar a praça como espaço de lazer.

Mudas de plantas também vão ser plantadas no local. Posteriormente, será realizada a pintura das rampas e da área da academia popular.

A Praça do Cuscuz ainda vai ganhar bancos novos, lixeiras e reparos no calçamento. Para o superintendente Daniel Carvalho, da SAAD Norte, o projeto “Essa Praça é Sua” é muito importante para os moradores da região e outras praças também vão ser contempladas com o projeto.

“Entregamos na semana passada a Praça da Santa Sofia, junto ao Canal do Mocambinho e já iniciamos a revitalização em outra praça. A ação não vai parar, outras praças também vão receber melhorias na gestão do prefeito Dr. Pessoa”, destacou o superintendente Daniel Carvalho.

FMS treina profissionais das Unidades Básicas para expandir Programa de Combate ao Tabagismo

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina, por meio da Diretoria de Atenção Básica (DAB), visa expandir o Programa Municipal de Combate ao Tabagismo, que já existe na unidade hospitalar do Parque Piauí. Amanhã, 26, a partir das 10 horas, as Equipes de Saúde da Família da Unidade Básica de Saúde do Monte Verde começarão treinamento.

“Na ocasião, também participarão apoiadores de todas as regionais de saúde, por que nosso intuito é expandir o Programa de Controle do Tabagismo para todas as regiões da cidade”, explica Gardene Lacerda, coordenadora da regional Centro/Norte de Saúde.

O tabagismo é uma doença crônica e epidêmica que causa dependência física, comportamental e psicológica. Em Teresina, a população que deseja parar de fumar tem acesso gratuitamente ao Programa de Combate ao Tabagismo, que atualmente é realizado pelo setor de Serviço Social do Hospital Municipal da Criança, que fica no bairro Parque Piauí e conta com uma equipe multidisciplinar.

“O tratamento, que dura cerca de um ano, concilia terapia em grupo e uso de medicamentos”, explica Alba Valéria Batista, coordenadora do programa na unidade hospitalar do Parque Piauí.

Ao iniciar o tratamento serão realizados quatro encontros semanais no primeiro mês com objetivo de promover a cessação do tabagismo. Em seguida são realizados dois encontros quinzenais e dez mensais, com objetivo de prevenir recaídas ou tratá-las caso aconteçam para que os pacientes se mantenham sem fumar.

Atualmente, cerca de 1 bilhão de pessoas em todo o planeta são fumantes. Uma em cada dez mortes de adultos está relacionada ao tabaco. Somente no Brasil, morrem cerca de 200 mil pessoas por ano por doenças relacionadas ao tabagismo. “O tabagismo é um grave problema de saúde pública. A nicotina do tabaco causa dependência química similar à dependência de drogas como cocaína e é um fator que causa quase 50 diferentes doenças incapacitantes e fatais. Os malefícios do cigarro não são apenas individuais, mas também coletivos”, afirmou Alba Valéria Batista.

Operação de combate à dengue é prorrogada e ações integradas acontecem nas zonas Norte e Sul

Exército auxilia no combate à dengue em Teresina Fotos(Ascom/Semduh)

A Prefeitura de Teresina continua, por meio de uma ação integrada, coordenada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), com a operação de combate à dengue na capital.

Durante os meses de abril e maio, mais de 10 mil imóveis foram visitados pelos agentes de endemias da Zoonoses e efetivo do Exército; equipes de limpeza da Prefeitura intensificaram a limpeza urbana; e reeducandos do regime semiaberto do sistema prisional do Piauí atuaram nos serviços de capina e varrição em escolas municipais.

“A operação integrada gerou bons resultados, mas o trabalho precisa continuar. Pedimos a colaboração da população teresinense, tanto no sentido de permitir a entrada dos agentes e dos militares, quanto no sentido de investigar a própria casa, evitando deixar pontos de água acumulada. Os índices da doença ainda são altos e estamos trabalhando para reduzir esses números. A dengue mata”, alerta o coordenador da Operação de Combate à Dengue, secretário Edmilson Ferreira.

No período de 13 a 20 de março, agentes da Zoonoses e militares do 25º  BC visitaram 10.329 residências de nove bairros e encontraram 804 focos do mosquito da dengue/chikungunya. Os bairros Jacinta Andrade e Vale do Gavião foram os locais com maior índice de focos.

Ao todo, 40 reeducandos da Secretaria de Justiça do Piauí continuam atuando na limpeza das escolas públicas municipais. Até o momento, foram visitadas 29 escolas.

A operação continua durante esta semana onde serão visitadas residências dos bairros Três Andares, Monte Verde, Extrema, São Lourenço e Mafuá, além de mais 14 escolas municipais.

O reforço do Exército Brasileiro é uma parceria da Prefeitura de Teresina para agilizar as ações de combate à dengue. Para que o trabalho fosse possível, os militares participaram de um treinamento com as equipes do Centro de Zoonoses, no qual receberam orientações sobre como identificar focos do mosquito Aedes Aegypti.

Denúncias relativas a terrenos baldios que podem ter foco de dengue devem ser feitas às Superintendências de Ações Administrativas Descentralizadas (SAADs), pessoalmente ou por telefone. Já os casos de lixo colocado em via pública devem ser denunciados para o Programa Lixo Zero, pelo Whatsapp 86 9.9402-3074. As denúncias são anônimas. O denunciante deve enviar informações, fotos e/ou vídeos da ação.