Prefeitura de Teresina lança Edital de Chamamento Público para artistas

Inicia na próxima segunda-feira (29/11), as inscrições do Edital de Chamamento Público para a seleção de artistas em diversas áreas culturais que deverão atuar em atividades públicas realizadas pela Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), órgão responsável pela fomentação das políticas públicas voltadas para o setor cultural no município de Teresina. O edital vem em meio a uma necessidade de se valorizar o artista local, que foi o primeiro a ser abalado com as medidas restritivas adotadas por conta da pandemia do coronavírus.

De acordo com Ênio Portela, presidente da FMC, serão agraciados neste edital, artistas das áreas de dança, teatro, circo e stand-up, onde cada selecionado terá que participar de uma atividade pública no mês de dezembro, sendo os mesmos contemplados com um cachê no valor de R$ 2 mil reais.

“Nesta etapa os artistas terão até o dia 31 de dezembro deste ano para serem chamados para participarem de atividades realizadas ou patrocinadas pela Prefeitura de Teresina. Essa foi a forma encontrada pela gestão para que de forma democrática, sejam escolhidos os prestadores de serviços que irão participar das atividades culturais”, conta Ênio Portela.

As inscrições para o edital seguem até o próximo dia 02 de dezembro e devem ser feitas na sede da FMC, que funciona das 07h às 13h, na Rua Félix Pacheco nº 1440, Centro/Sul. Todas as dúvidas sobre o processo devem ser consultadas no edital que está disponível no link (DOCUMENTOS), do site cultura.pmt.pi.gov.br.

Foto: Ascom FMC

Programa Abrace Nós disponibiliza 61 vagas de emprego para PCD’s no mercado de trabalho

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), com o Programa ‘Abrace Nós’, está disponibilizando 61 vagas de emprego para pessoas com deficiência no mercado de trabalho. Serão feitos cadastros a estas vagas na segunda edição do Programa “Teresina Cuida de Você”, que ocorrerá neste sábado (27), das 8h às 14h no bairro Portal da Alegria.

O Programa Abrace Nós mantém parcerias com seis empresas, sendo elas públicas e privadas, que oferecem vagas para pessoas com deficiências.

Foto: Ascom Semcaspi

Janete Caminha, Coordenadora do Programa Abrace Nós, ressalta a importância do programa para a população PCD de Teresina.

“O Programa abriu um leque de opções para as pessoas com deficiência. A iniciativa é do coração do prefeito e vem para fazer com que essas pessoas com deficiência saiam do oculto, para estarem visíveis. Por que elas são capazes! Elas têm condições de fazer um curso, de trabalhar e elas se destacam quando são incluídas no mercado de trabalho”, pontuou.

Ricardo Oliveira, apoio técnico da coordenação da Semcaspi, comenta sobre a seleção e vagas disponíveis.

“Para as vagas de trabalho, nós participamos na seleção dos cadastros de acordo com os perfis que as empresas mencionam e fazemos as medições para as entrevistas e processos de seleção. Atualmente, nós estamos com aproximadamente 61 vagas em processo de seleção com as empresas”, pontuou.

VAGAS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

· Agente de Backoffice 10 Vagas

· Atendente Jr. 10 Vagas

· Operador de Call Center 05 vagas

· Agente de Saneamento 05 vagas

· Representante de atendimento 10 vagas

· Auxiliar de Almoxarifado 02 vagas

· Empacotador 04 vagas

· Repositor 04 vagas

· Operador de caixa 04 vagas

· Demonstrador 04 vagas

· Frentista 01 vagas

· Estoquista 02 vagas

Alunos da Escola Municipal Valter Alencar participam da última revisão antes da prova do Saeb

Os alunos da Escola Municipal Valter Alencar estão na reta final de preparação para a prova do Saeb, o Sistema de Avaliação da Educação Básica, que nessa escola acontece segunda-feira (29). As provas estão sendo aplicadas em datas diferentes em cada unidade de ensino do Brasil, até o dia 10 de dezembro. Nesta sexta-feira (26), a escola, localizada no Planalto Uruguai, realizou uma mega revisão no pátio.

Fotos: Ascom Semec

A avaliação permite que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) realize um diagnóstico da educação básica brasileira e de fatores que podem interferir no desempenho do estudante. O resultado será um indicativo da qualidade do ensino e oferece subsídios para a elaboração, o monitoramento e o aprimoramento de políticas educacionais com base em evidências.

Na revisão da E.M. Valter Alencar, professores da unidade de ensino e convidados relembraram os principais conteúdos cobrados na prova do Saeb. De acordo com a diretora Erika Louise, 95 alunos do 9º ano participaram da atividade. “Trouxemos os melhores professores de língua portuguesa e matemática para reforçar o conteúdo com os alunos, resolvendo questões e dando aquela força de motivação”, disse a gestora.

Um dos convidados foi o professor de matemática Jailson Ramos, que preparou um material exclusivo para a turma. “Abordamos um conteúdo diversificado para garantir que se saiam bem na prova”, disse o professor.

O secretário executivo de Ensino, Kleytton dos Santos, esteve na escola conferindo de perto o momento de revisão. Kleytton conversou com os alunos e explicou a importância dessa avaliação. “Vocês são responsáveis pelo sucesso da escola de vocês. Estão preparados e vão mostrar que Teresina tem um ensino de qualidade. Boa prova, eu acredito em vocês”, finalizou o secretário de Ensino.

Prefeitura anuncia aprovação para Construção da Casa da Mulher Brasileira em Teresina

A Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal de Planejamento, anunciou mais um avanço na chegada da Casa da Mulher Brasileira em Teresina. É que a Superintendência da Caixa Econômica no Piauí autorizou a licitação para a Casa na capital. De acordo com a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres, a previsão é que as obras se iniciem no primeiro semestre de 2022.

“Teresina terá um espaço com todos os órgãos e entidades de defesa da mulher e isso têm sido defendido pelo Prefeito Dr. Pessoa e por nós que compomos a gestão. Temos muita alegria de anunciar esse feito e de trazer esse espaço tão importante para a cidade e para as Teresinenses”, explicou João Henrique Sousa, secretário Municipal de Planejamento.

O anúncio foi feito durante o lançamento da “Campanha Somos” – Todos Pelo Fim das Violências Contra às Mulheres, realizada pela Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM).

A Casa da Mulher Brasileira de Teresina tem a proposta de ser um espaço de acolhimento e busca facilitar o acesso de mulheres que se encontram em situação de violência à serviços especializados de atendimento, nesse espaço elas vão receber o suporte necessário para enfrentar essa situação de vulnerabilidade social. A Casa terá estrutura para dar suporte desde a recepção dessas mulheres e vai contar também com acompanhamento psicológico disponível para essas mulheres que se encontram em situação de violência.

“Nós precisamos muito desse espaço para acolher, apoiar e dar suporte às mulheres da nossa cidade. Elas pedem socorro e a Casa trará esse amparo que tanto buscamos e estamos prontos para acompanhar de perto a implantação. Estamos ao lado do prefeito Dr. Pessoa para buscar um diálogo mais direto com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos para alavancar o projeto”, explica a secretária Karla Berger.

A implementação da Casa da Mulher Brasileira em Teresina acontece por meio de ações integradas da Superintendência das Acordo Descentralizadas (SAAD) Centro, SMPM e Semplan. A obra contou com um investimento de R $5,9 milhões. O local será um espaço que disponibilizará atendimento e apoio para mulheres em situação de violência doméstica. Atualmente o modelo está implementado em sete capitais: Curitiba, São Paulo, Campo Grande, Fortaleza, São Luis e Boa Vista.

Foto: Divulgação (Semplan)

Semcaspi promoverá Teresina Cuida de Você no Bairro Portal da Alegria neste sábado (27)

A população do bairro Portal da Alegria e regiões adjacentes, da zona Sul de Teresina, receberá a segunda edição do Teresina Cuida de Você neste sábado (27), no Centro Esportivo Unificado Ana Maria Rego (CEU/Sul), de 8h às 14h. O evento é idealizado pela Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) e contará com a parceria de mais de 20 iniciativas, públicas e privadas.

O Teresina Cuida de Você ofertará mais de 100 serviços gratuitos, entre eles: o cadastramento e atualização do Cadastro Único, emissão de documentos, pendências com a Águas de Teresina e Equatorial. O evento contará com a presença dos CRAS que tirarão dúvidas sobre o Auxilio Brasil e Vale Gás para a população da zona Sul.

O secretário da Semcaspi, Allan Cavalcante ressalta a importância do evento para a população que vive em regiões mais afastadas dos serviços da Semcaspi e dos demais parceiros.

“O Programa Teresina cuida de você é uma ação social importantíssima que nasceu do sentimento do prefeito. Nasceu do desejo do prefeito de levar o serviço onde as pessoas não tem acesso, aos bairros mais longínquos, nas localidades mais longínquas, para que aquela população que ao longo da semana não tem oportunidade de acessar esses serviços, mas que no sábado terão acesso”, esclareceu.

Eduardo Aguiar, secretário executivo de Políticas Integradas da Semcaspi, falou sobre as diversas parcerias do evento.

“Será uma diversidade de serviços que estaremos fornecendo. Serão 12 secretarias parceiras, 25 serviços ofertados por outros parceiros que não são secretarias. Então é um grande serviço para a população de Teresina”, pontuou.

PROGRAMAÇÃO

Além dos serviços oferecidos pela Semcaspi e pelos parceiros, o evento contará com uma programação cultural e esportiva no palco. Dentre as atrações estão: Orquestra Sanfônica de Teresina, Grupo de Zumba, Corpo de Baile do Teatro do Boi e outros.

08:00h ABERTURA OFICIAL

08:30h ALONGAMENTO SEMEL MARLY

08:50h APRESENTAÇÃO PROFESSORES CARACTERIZADOS – MINNIE E PALHAÇOS

09:10h GRUPO DE ZUMBA – PROF. JUAN DOUGLAS (CEU NORTE)

09:40h CERIMONIAL DO PREFEITO

10:00h GRUPO MUDANÇA JOVEM E JOVENS EM AÇÃO CRAS LESTE IV

10:10h GRUPO INFANTIL TUTU BALÉ CRAS LESTE I

10:20h GRUPO DE ZUMBA – PROF. JUAN DOUGLAS (CEU NORTE)

10:50h CORPO DE BALÉ DO TEATRO DO BOI

11:10h ORQUESTRA SANFÔNICA DE TERESINA

Foto: Divulgação (Semcaspi)

Indígenas venezuelanos recebem ação educativa para evitar mendicância com crianças

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), por meio da Gerência de Direitos Humanos (GDH), realizou, na madrugada desta quinta-feira, (25), ação educativa nos abrigos dos indígenas venezuelanos. A iniciativa teve como objetivo orientar e informar aos acolhidos sobre o crime de praticar a mendicância na companhia de crianças.

A ação educativa contou com a participação dos conselhos tutelares, a 1ª Vara da Infância e da Juventude, às promotorias, do Ministério Público do Piauí, da Polícia Militar do Piauí, Guarda Civil Municipal e da Secretaria Municipal de Trânsito (Strans).

Segundo Eduardo Aguiar, secretário executivo de Políticas Integradas da Semcaspi, a ação não foi punitiva, mas sim educativa, por disseminar o contexto da lei brasileiro.

“Nós sabemos que a prática de mendicância é presente dentro do município de Teresina e a gente precisa, necessariamente, reduzir este processo, ou seja, fazer com que esta prática com as crianças seja completamente dirimida da situação em que estamos vivenciando, hoje. Esta ação teve um saldo muito positivo e a gente sai cheio de expectativas em relação a melhorias deste padrão em relação à população de venezuelanos que está em processo de mendicância”, pontuou.

André Santos, gerente de Direitos Humanos, conta que esta é a segunda ação educativa e que pretende conscientizar os venezuelanos a não levar as crianças para o trabalho de mendicância nos sinais.

“É uma ação que já vem acontecendo e esta é a segunda que realizamos. Desta vez, pedimos a parceria da Strans, porque na primeira ação que fizemos, identificamos que existe um grupo de taxistas que fazem o transporte irregular de crianças, numa quantidade excessiva, colocando em risco a integridade delas e deixavam nos sinais para a prática da mendicância. Foi uma ação que teve muito êxito, pois nós conseguimos conversar com os venezuelanos e mostrar para eles, de fato, que as leis brasileiras não permitem este tipo de trabalho, que eles submetem as crianças venezuelanas”, esclareceu.

Para a população que tem interesse em denunciar ocorrências de crianças, inclusive, venezuelanas, na prática da mendicância deve acionar o Disque ou para a Semcaspi pelo contato (86) 31314500 e indicar onde a prática está acontecendo.

Institucionalização

André Santos ressalta que na última sexta-feira, (19), houve a institucionalização de três crianças venezuelanas, por serem submetidas pelos pais à prática da mendicância.

“Não é o desejo do município institucionalizar crianças. Até mesmo por isso gera além da despesa, uma responsabilidade muito grande para o município. Mas não podemos intervir nas ações dos conselhos tutelares, haja visto, que eles têm este poder, são autoridades para fazer as referidas institucionalizações. Então, cabe a nós acatar as decisões e fica a cargo da Justiça decidir o rumo destas crianças conforme as leis brasileiras”, pontuou.

Foto: Divulgação (Semcaspi)

Programa de alfabetização de Teresina é escolhido como modelo para apresentação em Congresso de Educação em Porto Velho

A educação de Teresina tem resultados que impressionam Brasil afora. É o caso do Programa Alfabetiza Teresina, que está sendo apresentado como modelo de alfabetização no V Congresso Municipal de Educação de Porto Velho. O secretário executivo de Ensino da Secretaria Municipal de Educação (Semec), Kleytton dos Santos, embarcou para Rondônia para apresentar aos congressistas, nesta quinta-feira (25), dados sobre as estratégias para a educação na idade certa.

O programa vem sendo desenvolvido na Rede Municipal de Ensino desde 2018, em turmas do II Período da Educação Infantil, além do 1º e 2º ano do Ensino Fundamental. A ação alcança 25.443 alunos e envolve monitoramento, formação, avaliação, um plano de ensino bem estruturado e expectativas de aprendizagem.

Fotos: Ascom Semec

“Em Teresina, a preparação dos alunos para a alfabetização começa aos 5 anos de idade, respeitando o processo de direitos de aprendizagem e desenvolvimento alinhados à BNCC. Fomos convidados para apresentar como isso funciona com sucesso, alcançando ótimos índices de alfabetização na etapa certa”, disse o secretário Kleytton.

De acordo com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), a alfabetização das crianças deverá ocorrer até o segundo ano do ensino fundamental, com o objetivo de garantir o direito fundamental de aprender a ler e escrever.

Defesa Civil consolida parceria com os Bombeiros Militares

Nesta quinta-feira (25) o Secretário Municipal da Defesa Civil – SEMDEF, Carlos Ribeiro, esteve reunido no Gabinete do Comando Geral do Corpo de Bombeiros do Estado do Piauí, sob o comando do Cel. José Arimatéia Rêgo de Araújo, para tratar sobre parcerias na realização de vistorias.

“A parceria com os Bombeiros Militares é fundamental para garantir agilidade na liberação dos processos de alvarás. As empresas poderão ter mais celeridade nos procedimentos legais, ocasionando assim mais empregos e renda à nossa capital”, afirmou do secretário da SEMDEF, Carlos Ribeiro.

A ocasião contou com a presença do Superintendente da Strans, Major Claúdio Pessoa, do Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), Marcelo Eulálio, e do Gerente de Operações da SEMDEF, Marcos Rolf, onde consolidaram a parceria entre os órgãos.

 

 

Secretaria da Mulher realiza abertura da “Campanha Somos” – Todos Pelo Fim das Violências Contra às Mulheres

A Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM) realizou nesta quinta-feira (25) a abertura da “Campanha Somos” – Todos Pelo Fim das Violências Contra às Mulheres. A solenidade aconteceu no Salão Nobre da Câmara Municipal de Vereadores de Teresina.

A Campanha visa a promoção do acesso à informação acerca do que são e como se dão as violências contra as mulheres. Ao longo da programação dos 21 Dias de Ativismo pelas Mulheres, serão divulgados os canais da rede de enfrentamento e canais de denúncia existentes em Teresina de acolhimento à mulher em situação de violência.

Fotos: Ascom SMPM

De acordo com a Secretária Karla Berger, o foco da campanha é buscar mulheres teresinenses, contemplando sua pluralidade de raça e etnia, classe social, identidade de gênero e sexual, orientação sexual e geração. Segundo Karla, será um momento de chamarmos atenção da cidade pelo engajamento de todas e todos pelo fim das violências.

“A Campanha Somos representa uma luta histórica de mulheres que lutaram para que momentos como esses fossem realizados”, frisa Karla. “Temos travado batalhas difíceis, mas que vêm sendo olhadas pelo olhar sensível do Dr.Pessoa. Nosso prefeito tem diariamente pegado nas nossas mãos e dando todo o apoio possível para que a gente possa lutar com as ferramentas certas por uma política que cuida das nossas mulheres”, destacou durante discurso de abertura da solenidade.

Ainda durante o evento, o Secretário de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN), João Henrique, anunciou mais um avanço na chegada da Casa da Mulher Brasileira em Teresina. A Superintendência da Caixa Econômica no Piauí autorizou a licitação para a Casa da Mulher Brasileira em Teresina.

“Temos certeza que será um projeto muito positivo para a cidade, de forma ímpar direcionado às figuras femininas teresinenses”, pontua o secretário. “Precisamos reforçar essa luta pelas mulheres e combater a violência dentro e fora de casa. Teresina terá um espaço com todos os órgãos e entidades de defesa da mulher e isso tem sido defendido pelo prefeito e por nós que compomos a gestão”, reforçou João Henrique Sousa, secretário Municipal de Planejamento.

A implementação da Casa da Mulher Brasileira em Teresina acontece por meio de ações integradas da Superintendência das Acordo Descentralizadas (SAAD) Centro, SMPM e Semplan. A obra contou com um investimento de R $5,9 milhões. O local será um espaço que disponibilizará atendimento e apoio para mulheres em situação de violência doméstica.

Dr. Pessoa se reúne com vereadores para discutir novo plano previdenciária para os servidores de Teresina

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, se reuniu, nesta quinta-feira (25), com um grupo de vereadores, no Palácio da Cidade, para discutir a implantação de um novo plano previdenciário dos servidores municipais. A medida visa readequar o regramento municipal ao federal e solucionar o déficit atuarial do Instituto de Previdência do Município de Teresina (Ipmt).

 

O encontro aconteceu no Salão Nobre / fotos: Rafael Sérgio

Na ocasião, o chefe do executivo municipal enfatizou que, apesar das mudanças seguirem as mesmas diretrizes estabelecidas pela Reforma da Previdência, aprovada ainda em 2019 pelos deputados federais e senadores, as tratativas com os representantes do legislativo local buscam alternativas para reduzir os impactos sobre o vencimento dos servidores.

“Não é uma determinação minha, mas do Congresso Nacional, que precisamos acatar sob o risco de sermos penalizados. Vamos fazer a reforma, mas seguindo o nosso modelo. Estamos estudando formas para que as mudanças sejam implantadas da melhor maneira, sem afetar tanto os servidores, principalmente os que ganham menos”, disse Dr. Pessoa.

Pela nova regra nacional, a alíquota de contribuição dos servidores da rede municipal de Teresina com a previdência precisa ser de no mínimo 14%. Além disso, a idade mínima para aposentadoria passa a ser de 62 anos para mulheres e 65 anos para homens, bem como um período de contribuição previdenciária, fixado em 25 anos sendo 10 anos de serviço público.

“É uma reforma feita pela União e que os municípios também são obrigados a fazer, sob pena de ficar inadimplente e perder a transferência de recursos federais. Nossa preocupação é com os servidores que ganham menos, queremos uma maneira de amenizar o aumento da alíquota de contribuição”, pontuou o vereador Renato Berger, líder do prefeito na Câmara Municipal.
O projeto também objetiva o equilíbrio das contas públicas. Em 2020, o rombo na previdência municipal foi de quase R$ 6 bilhões em déficit, ou seja, a prefeitura precisou destinar este valor para cobrir a insuficiência financeira do IPMT e garantir o pagamento de aposentadorias e pensões, comprometendo investimentos em outras áreas como saúde e educação.

“É uma iniciativa que deve atender à Constituição Federal, mais especificamente à Reforma da Previdência. É importante dizer que o município de Teresina está até atrasado em relação a essa discussão, pois parte dela já deveria ter sido feita há dois anos. Nosso prazo para readequação termina agora em novembro”, explica Esdras Leitão, presidente do instituto.