Multidão acompanhou o primeiro dia da Paixão de Cristo de Teresina

Paixão de Cristo encenada pela Companhia Ato de Teatro, do bairro Lourival Parente Fotos(Ascom/FMC)

Com investimentos da Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), por meio das ações de descentralização da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), foi realizado, nessa quarta-feira, 6, o primeiro dia do espetáculo Paixão de Cristo, realizado pela Companhia Ato de Teatro, formado por atores do bairro Lourival Parente. A primeira noite de encenação ocorreu no Parque Lagoas do Norte, que fica no bairro Matadouro e contou com a presença de dezenas de moradores da região, que atentamente acompanharam cada passo dos atores que lá representaram um pouco da história da morte e ressuscitação de Jesus Cristo.

Para Ênio Portela, presidente da FMC, que também prestigiou o espetáculo, o público presente confirmou que a gestão municipal vem acertando em descentralizar suas atividades culturais, levando a cultura para mais perto do povo. Ainda de acordo com o presidente, o mesmo espetáculo deverá ocorrer em outras regiões da cidade, gerando mais oportunidades para aqueles que desejam acompanhar um pouco dessa linda história de Jesus Cristo.

“Iniciamos aqui no bairro Matadouro e nesta quinta-feira (7), iremos para o bairro Mocambinho, no dia 10 será a vez da Nova Ceasa, isso com a encenação promovida pela Companhia Ato de Teatro. No dia 12, teremos na Câmara Municipal de Teresina, o lançamento da Paixão de Cristo do Grupo de Teatro do Monte Castelo, que de 13 a 15 deste mês, estará se apresentando no Espaço Cultural Wall Ferraz, no bairro Monte Castelo, evento que também tem apoio da Prefeitura de Teresina”, confirma Ênio Portela.

Para Dilcon Carvalho, ator e diretor da Companhia Ato de Teatro, o apoio da gestão municipal tem sido fundamental para que a companhia pudesse voltar aos palcos, após o período mais rigoroso da pandemia do Coronavírus. Ele conta que ficou feliz com o apoio dado e garante que, para 2023, a companhia pretende atender um número maior de comunidades a fim de levar o espetáculo para todas as zonas da cidade.

“Estamos levando até o povo um resumo dos últimos momentos de Jesus Cristo na terra, mostramos a sua morte como também a sua ressurreição. Foi muito bom voltar a ter esse contato direto com o povo, ver os olhos atentos de cada um e, no final, sermos aplaudidos de pé”, conta Dilcon Carvalho.

Ao lado da família, Maria José parabenizou a Prefeitura de Teresina por ter escolhido o Parque Lagoas do Norte para receber uma das encenações da Paixão de Cristo. Ela conta que a atitude da gestão municipal levou as pessoas até o parque e gerou renda para alguns moradores da comunidade que aproveitaram a movimentação para comercializarem seus produtos.

“Esperamos que o prefeito Dr. Pessoa continue olhando por esse parque tão lindo, é muito bom termos aqui essas opções culturais, pois, para muitos de nós, é impossível ir para locais distantes acompanhar apresentações como esta”, fala Maria José.

Para mais informações sobre as ações da Prefeitura de Teresina na área da cultura, basta acessar o site da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves que é o cultura.pmt.pi.gov.br, as informações também estão disponíveis na página cultura_the no Instagram e Cultura Teresina no Youtube.

Orquestra Sanfônica de Teresina fará concerto no Palácio da Música

Na próxima quinta-feira (07/04), será a vez da Orquestra Sanfônica de Teresina (OSTHE), com seus 18 integrantes retornarem aos palcos com suas apresentações públicas pela capital. Com um concerto que pretende emocionar os amantes do som que sai de uma sanfona, os membros da OSTHE prepararam um amplo repertório para comemorar esse retorno.

Para o maestro Ivan Silva, este será um retorno marcado por muitas emoções, isso por conta da orquestra ter passado quase dois anos sem realizar apresentações com público, público este que dá mais gás para que os sanfoneiros continuem a manter viva essa tradição nordestina. Ele conta ainda que este retorno também mexe com o emocional dos integrantes da OSTHE, pois mesmo sabendo que a internet aproxima as pessoas, um concerto onde o público não está na plateia, oferecendo calor humano, não tem a mesma emoção.

“Ao longo destes dois anos participamos de ensaios, apresentações virtuais e outras pequenas apresentações por diversos pontos da cidade, foi uma experiência nova que tivemos que viver por conta do momento pandêmico. Agora, vamos aos poucos retornando nossas atividades com o público presente, por isso esperamos que os teresinenses compareçam ao nosso concerto, para que juntos possamos fazer uma bela festa”, conta o maestro Ivan Silva.

O concerto da Orquestra Sanfônica de Teresina ocorre nesta quinta-feira (07/04), às 19h, no Palácio da Música, que fica localizado na Rua Santa Luzia, 1241 – Centro/Sul. A entrada do concerto é gratuita, devendo o público fazer o uso de máscara de proteção e atender todas as outras medidas de proteção exigidas pelos órgãos de saúde.

Foto: Divulgação (FMC)

A Orquestra Sanfônica de Teresina comemora neste ano, 09 anos de existência, a mesma é um projeto cultural desenvolvido pela Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), através da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC). Para mais informações sobre este projeto, bem como os demais projetos realizados pela gestão municipal na área da cultura, basta acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br ou seguir a página @cultura_the no Instagram.

Foto: Divulgação (FMC)

Bolachada: evento irá reunir amantes do vinil na Ponte Estaiada

Evento vai reunir amantes do vinil na Ponte Estaiada Foto(Ascom/FMC)

O Complexo Cultural da Ponte Estaiada, que fica localizado no bairro de Fátima, na zona Leste de Teresina, receberá, no próximo sábado (2), o “Bolachada”, evento que reunirá teresinenses amantes do vinil. O evento é gratuito e ocorrerá a partir das 16h, tendo o participante a oportunidade de vender ou trocar seus vinis, além de participarem de exposições e audições de suas bolachas.

Segundo Ênio Portela, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), durante o “Bolachada”, o participante poderá doar alimentos que serão revertidos para famílias carentes de Teresina, principalmente aquelas que foram vítimas das cheias dos rios e lagos. Para o gestor da cultura, o evento também é uma oportunidade para encontros em familiares, tendo o visitante as várias opções de lazer em um só espaço.

“Estamos saindo de algumas restrições sanitárias, por isso nossa expectativa é de que as famílias voltem a se encontrar nesses ambientes abertos da capital. Além disso, continuaremos a atender a determinação do prefeito Dr. Pessoa de continuarmos investindo em artistas locais, que foram os mais afetados com as medidas restritivas devido a pandemia do coronavirus”, conta Ênio Portela.

Para Ednardo Leão, produtor geral do evento, o “Bolachada” é um evento que também contará com apoio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC) e diversos outros parceiros, tudo para garantir um ambiente completo para os visitantes. De acordo com o produtor, o apoio da Prefeitura de Teresina está sendo fundamental para a realização do evento, tão esperado pelos amantes do vinil.

“Além do vinil, teremos discotecagem com DJ Barão e XSony, e ainda apresentações de Rigo e Roque Moreira. Será um evento totalmente familiar, por isso fazemos o convite para que todos venham participar”, comenta Ednardo Leão.

Para mais informações sobre o “Bolachada”, basta acompanhar as redes sociais da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, (@cultura_the no Instagram) e (Cultura Teresina no Facebook e no Youtube). As informações deste e de outros eventos também estão disponíveis no site cultura.pmt.pi.gov.br.

Projeto Vem Para o Teatro reuniu artistas e o povo nos teatros municipais

Encerrou no domingo (27/03), a primeira edição do Projeto Vem Para o Teatro, evento que teve como objetivo apoiar os artistas locais e ainda gerar opções culturais para a população teresinense. O projeto foi realizado simultaneamente no Teatro João Paulo II, que fica na zona Sudeste, e também no Teatro do Boi, situado na zona Norte da capital.

Durante dois dias, mais de 20 artistas se apresentaram para o público que compareceu às casas de espetáculos, marcando o retorno das atividades culturais com um maior público, isso após quase dois anos seguindo normas mais rígidas por conta da pandemia do coronavírus. De acordo com dados repassados pelas direções das duas casas, mais de 2 mil pessoas prestigiaram o evento, que agora fará parte do calendário cultural do município.

De acordo com Ênio Portela, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), o projeto foi realizado após determinação do prefeito Dr. Pessoa, que quer uma proximidade maior do povo com as casas de cultura do município. Para o presidente, a atividade foi considerada um sucesso, já que foi bem abraçada pela população teresinense.

“Devido ao sucesso, já orientamos nossos técnicos a viabilizarem a segunda edição do Projeto Vem Para o Teatro, tudo feito com contratação de artistas locais, movimentando a economia e ainda o cenário cultural, que tanto foi afetado por conta das medidas de isolamento social”, confirma Ênio Portela.

A diarista Manoela Silva, esteve com os netos em uma das apresentações realizadas no Teatro do Boi, ela conta que há anos não visitava o teatro e que viu no projeto a oportunidade de mostrar para os netos um pouco da cultura de Teresina. Ela afirma ainda que a gestão municipal está acertando ao apoiar os artistas da cidade, principalmente aqueles que moram na zona Norte.

“Fiquei feliz ao chegar aqui e ver os talentos da minha região se apresentando no palco, isso deixa a gente com esperanças de que a cultura possa ajudar a tirar muitos dos jovens do caminho da criminalidade”, conta Manoela Silva.

A artista Hulda Lopes, do Estúdio Dança Arte 2, foi uma das atrações do Teatro João Paulo II, para ela a proposta da Prefeitura de Teresina foi bem aceita pelo meio artístico, visto aos problemas causados pela pandemia, onde a classe foi a primeira a ser afetada com as mudanças. Ela conta que está torcendo para que outras oportunidades sejam oferecidas aos artistas, isso a fim de garantir o apoio necessário para que o artista possa continuar divulgando sua arte.

“Dentro do projeto foi comemorado o Dia do Circo e ainda o Dia do Teatro, isso fez com que fosse criada várias oportunidades para os artistas das mais diversas áreas. Queria aqui parabenizar ao município por ter oferecido essa oportunidade e dizer que o grupo a qual ela faz parte, sempre estará a disposição para participar de iniciativas que visem valorizar a arte”, conta Hulda Lopes.

Para mais informações sobre as ações realizadas pela Prefeitura de Teresina na área da cultura, basta acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br. As informações também podem ser acessadas no instagram @cultura_the.

Museu da Imagem e do Som trará espaços públicos para produções e exposições audiovisuais em Teresina

Os serviços de reforma e ampliação para abrigar a estrutura do Museu da Imagem e do Som (MIS) e uma pinacoteca no Centro de Teresina, seguem avançando e estão em fase de colocação de forros.

A revitalização do local, que já chegou a funcionar como sede da Câmara Municipal, está sendo realizada pela Prefeitura de Teresina, através da Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD) Centro.

Segundo o superintendente Roncalli Filho, a entrega da obra pronta para a população ocorrerá ainda neste ano. Ele acrescenta que são pelo menos R$ 8 milhões em investimentos, por meio de recursos do Banco do Brasil, para transformar o prédio que estava abandonado em um novo ponto turístico e pólo para a educação e cultura teresinense.

Isso porque, conforme explica Roncalli Filho, após a conclusão dos serviços, a estrutura do prédio passará a contar com salas especiais para a edição de vídeo, gravação de som, triagem, revisão de filmes, digitalização e fotografia.

Incremento na estrutura

Para além das produções, o local também terá espaços para exposições, com salas de projeção, locais para exposição e atividades culturais e lojas.

O novo prédio contará também com uma biblioteca, restaurante, auditório, e cafeteria e salão externo.

Obras em andamento

O superintendente relata que as obras de reforma ocorrem em duas etapas, sendo a primeira de restauração, modernização e ampliação na parte de infraestrutura e depois as instalações na fase final, que será a de museologia.

Para Roncalli Filho, obra trata um ambiente novo, contemplando exposições culturais e eventos grandes. “Nosso objetivo é que essa seja uma obra para a modernização e de inovação na parte cultural do estado do Piauí, uma importante contribuição da gestão do prefeito Dr. Pessoa para os artistas e também para que as pessoas tenham um local para ver as exposições, estudar e ter uma programação de lazer com a família e amigos”, destacou.

Balé da Cidade de Teresina realiza workshop sobre comunicação não-violenta

Nesta quarta-feira (23), os integrantes do Balé da Cidade de Teresina participaram do workshop “Derrubando muros Construindo Pontes com a Comunicação Não-Violenta”, ministrado pelo comunicador social Yako Guerra. O workshop trouxe a comunicação como um processo para estabelecer uma conexão consciente através da empatia e compaixão entre as partes como uma perspectiva diferente com relação à própria forma de se relacionar.

Para Chica Silva, diretora do Balé da Cidade, esse tipo de ação colabora para que os membros da companhia possam ter uma melhor relação com a comunicação, principalmente a realizada por meio das mídias digitais. Segundo a diretora, por conta da pandemia, muitos dos trabalhos realizados por eles foram de maneira virtual, fato que alterou a visão dos membros quanto a encarar novos desafios.

“Trabalhamos em grupo e nos expressamos na nossa dança. Pensamos em buscar um conhecimento para agregar a companhia por inteiro, como um grupo. Amadurecer a nossa comunicação é uma forma de evoluirmos juntos”, explica Chica Silva.

Segundo Yako Guerra, as pessoas estão muito habituadas a entrar em conversas, discussões, conflitos sempre para ganhar, convencer o outro, tentar mostrar que está certa, que o ponto de vista dela é o correto.

“Então, treinamos aqui a nossa capacidade de entrar em conversas, primeiro para compreender, se abrir, se conectar com o que está vivo no outro, com que o outro está precisando, ainda que eu discorde depois disso, mas pelo menos me abro para compreender. Pensamos juntos estratégias para desenvolver isso, com exemplos de cada um do Balé”, explicou Yako Guerra.

O Balé da Cidade de Teresina é uma companhia de dança pública, mantida pela Prefeitura de Teresina, por meio de um contrato de gestão entre a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves e a Associação dos Amigos do Balé da Cidade de Teresina.

Foto: Divulgação (FMC)

Projeto Vem pro Teatro reunirá diversos artistas de Teresina

Teatros municipais voltam a oferecer atrações culturais Fotos(Ascom/FMC)

Artistas teresinenses estarão participando do Projeto Vem pro Teatro, que acontece, no próximo sábado (26) e no domingo (27), no Teatro João Paulo II, na zona Sudeste e no Teatro do Boi, localizado na zona Norte de Teresina. De forma gratuita, o projeto visa aproximar ainda mais a população das casas de espetáculos, que por dois anos estiveram com suas portas fechadas por conta das restrições exigidas devido ao momento pandêmico.

Ênio Portela, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), conta que as casas de espetáculos foram as primeiras a serem afetadas com as restrições e que agora, com a flexibilização de algumas medidas sanitárias, a Prefeitura de Teresina pretende retomar a movimentação desses espaços. Para o presidente, essas medidas além de oferecer opções culturais para a população, também servirão para valorizar o artista local dando a eles oportunidades de gerarem renda às suas famílias.

“Este retorno é motivo para comemorar passamos muito tempo sem vivenciar espetáculos nos teatros, nas nossas casas. O prefeito Dr. Pessoa é um grande entusiasta da cultura teresinense, e já nos pediu um plano de retorno gradual das atividades nos teatros, bem como a realização de eventos em comunidades urbanas e rurais, isso a fim de oferecer cultura de forma igualitária para todos os municípios”, comenta Ênio Portela.

Para o cantor André Veras, um dos artistas que irão se apresentar no Vem pro Teatro, o apoio da Prefeitura de Teresina neste momento é muito importante para o artista local, principalmente para aqueles que vivem apenas da cultura. Para o cantor, essa vai ser uma oportunidade para os artistas voltarem a se aproximar do público, além de dar mais visibilidade ao nosso trabalho.

“Fico muito feliz por ter sido chamado para participar desse evento, ainda mais sabendo que é algo que valoriza o trabalho do artista da terra, aquele que nasceu aqui e que tanto luta para divulgar a sua arte. Espero a presença de todos vai ser uma festa bonita, uma oportunidade de reencontro”, conta André Veras.

Este retorno das atividades nos teatros contará com mais de 20 atrações abordando todos os públicos, desde o infantil com os palhaços Bolim & Bolão até o adulto com Janaina & Banda e ainda André Veras e Forró Alazão.

Veja a programação:

Sexta-feira (26)

Teatro do Boi

SHOW INFANTIL – BOLIM & BOLÃO – 17H.
CORPO DE BAILE DO TEATRO DO BOI – 17:40H.
ESPETÁCULO INFANTIL – JOÃO TRANCOSO – 18H.
GRUPO DE DANÇA – 19H.
SHOW MUSICAL – JANAINA & BANDA – 20H.

Teatro João Paulo II

ESPETÁCULO INFANTIL : O SAPO SEVERINO – 17H.
CIA. DANÇA EFICIENTE : ESPETÁCULO PLENITUDE – 18H.
GRUPO DE CULTURA AFRO AFOXÁ : “DAI-ME LICENÇA” – 18:20H.
GRUPO OPEQ: ESPETÁCULO – LENDÁRIO PIAUIENSE – 18:50H.
GRUPO IRENO GOMES: ESPETÁCULO – DANÇA QUE TEMOS FEITO – 19:30H.
GRUPO THE FLAVOR BATLE : ESPETÁCULO – DANÇA URBANA – 20H.
SHOW MUSICAL: JAMILLY REIS IN TRIO – 20:30H.

Sábado (27)

Teatro do Boi

CIA. TALISMÃ DE CIRCO – 17:30H.
TRUPE EQUILIBRISTA: BOTANDO SENTIDO – 18H.
GRUPO DE DANÇA – 18:40H.
TRUPE DE PONTA CABEÇA – ALÉM DA LONA – 19H.
SHOW DE HUMOR – JACKSTÊNIO – 19:40H.
SHOW DE HUMOR – KATIA PICOLÉ – 20:10H.
SHOW MUSICAL – MACHADO JR & BANDA – 20:40H.

Teatro João Paulo II
MÁGICO ZARON : 17:30H.
KARLA SOUSA: ESPETÁCULO DE DANÇA – VIAGEM NO CORPO BARCO – 18:20H.
GRUPO ARTE 2: ESPETÁCULO DE DANÇA “POSE” – 19H.
GRUPO MUVUCA THE: DANÇA URBANA – 19:40H.
SHOW MUSICAL : ANDRÉ VERAS E FORRÓ ALAZÃO – 20H.

Após 15 anos, Teresina volta a sediar um dos maiores encontros regionais de biblioteconomia

Iniciou ontem (21), e segue até a próxima sexta-feira (25), a XXV edição do “Encontro Regional dos Estudantes de Biblioteconomia, Documentação, Gestão e Ciência da Informação da Região Norte e Nordeste – EREBD”, evento organizado pelos alunos e professores da Universidade Estadual do Piauí e que conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC). Por conta da pandemia do coronavírus, este ano os organizadores do EREBD priorizaram a realização do evento de forma remota, isso para garantir a segurança dos participantes, principalmente daqueles que ainda não se sentem confortáveis em participar de atividades em ambientes fechados.

De acordo com Mateus Moreira, membro da Comissão Organizadora Geral e estudante de Biblioteconomia, o evento tem como objetivo promover a integração, troca de experiências entre pesquisadores, professores, alunos e debater o tema central “O protagonismo do profissional da informação no séc. XXI: Tempos de luta e resistência”. Para ele, é preciso que os profissionais dessa área ocupem cada vez mais o espaço e que para isso, o ideal é a troca de experiências, e a busca constante de aprendizado.

“A importância desse evento é o compartilhar, o aprender e o poder de conhecer, ainda que remotamente, os diversos alunos de biblioteconomia de outros estados, como também a demonstração de interesse de participação de estudantes de outros países, mostra que Teresina vem seguindo no caminho certo, quanto a busca pela valorização pelo bibliotecários”, conta Mateus Moreira, afirmando que após 15 anos, Teresina, volta a sediar o EREBD.

Segundo Ênio Portela, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, o prefeito Dr. Pessoa vem buscando meios para aumentar o número de profissionais de biblioteconomia nas bibliotecas públicas de Teresina, inclusive abrindo espaço para estudantes realizarem estágios nas casas de estudo espalhadas pela cidade. Ainda de acordo com o gestor, Teresina vem se destacando a respeito desse tema e que por isso a FMC vem garantindo apoio para a realização do EREBD.

“A Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves é o órgão público municipal responsável pelas bibliotecas públicas pertencentes ao município, por isso fizemos questão de parabenizar essa atividade que só engrandece a capital piauiense. Além do apoio, também disponibilizamos uma apresentação da Orquestra Sinfônica de Teresina, a fim de mostrar para os participantes de outros locais, um pouco da nossa cultura”, conta Ênio Portela.

O encerramento do EREBD, ocorrerá no próximo dia 25/03, às 19h30, no palácio da Música, isso com uma noite repleta de premiações e que contará com alguns convidados de forma presencial, como professores do curso e profissionais da área. Parte da programação está sendo transmitida pelo canal CABIBLIO UESPI no YouTube, que é gerenciado pela comissão organizadora do evento.

Evento irá homenagear artesãos e mulheres em shopping da capital

Neste sábado (19), se comemora o Dia do Artesão, e para celebrar a data, ocorrerá no Teresina Shopping, no Bairro Noivos, na zona Leste de Teresina, o “Viva a Arte”, evento que este ano tem como tema “artesãos que criam, mulheres que fazem”. Ainda dentro da programação, ocorrerão diversas atividades gratuitas voltadas para celebrar o Mês da Mulher, as mesmas irão iniciar às 18h e seguem até às 22h.

Durante o evento, terão sorteios de prêmios, talk shows com Cláudia Claudino e Jousy Lima, além de show com Lene Alves e banda, e o melhor do forró raiz com a banda As Fulô do Sertão, além da apresentação do Coral das Mulheres Empreendedoras. Para quem for ao shopping, o local já está disponibilizando uma feirinha com exposição de diversos produtos feitos por 18 artesãos da capital.

De acordo com Jousy Lima, uma das organizadoras do “viva a arte”, o evento que ocorre todos os anos, tem como objetivo principal homenagear as mulheres empreendedoras, porém por conta do Dia do Artesão, resolveram anexar essa homenagem extra as pessoas que trabalham com artesanato em Teresina. Jousy Lima lembra ainda que o evento é realizado pela Associação Federação das Microempresas do Piauí e da Associação de Pequenos Empreendedores do Estado do Piauí, com o apoio de diversos parceiros.

“Serão oportunidades de parabenizarmos as mulheres e ainda valorizar o artesanato local, além de curtir o bom som das mulheres que se destacam na música teresinense. Vai ser uma linda festa, por isso é importante que a população, principalmente as mulheres compareçam ao shopping para prestigiar o evento”, conta Jousy Lima.

Entre os parceiros, está a Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), que através da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), está garantindo parte da estrutura do evento, bem como levando as atrações culturais. Para Ênio Portela, presidente da FMC, essa atividade é de grande importância para o município, pois segue uma linha de apoio ao pequeno empreendedor, apoio que segundo ele, é cobrado constantemente pelo prefeito Dr. Pessoa.

“Teresina tem muitos homens e mulheres empreendedores, a Prefeitura de Teresina vem se destacando por estar ligada diretamente ao apoio a esses profissionais. Por uma determinação do prefeito Dr. Pessoa, vários órgãos da gestão municipal vem realizando atividades que venham a valorizar o pequeno empreendedor, dando mais visibilidade para que eles possam fechar negócios que levem renda para suas famílias”, conta Ênio Portela.

Lene Alves e Banda é uma das atrações do evento.

PROGRAMAÇÃO

18h – Solenidade de Abertura

18:30h – Apresentação Cultural com As Fulô do Sertão

19h – Talk Show – Tema A Mulher e o Empreendedorismo – Dra. Cláudia Claudino

19:30h – Sorteio de Brindes

19:40h – Lene Alves e Banda

20h – Talk Show – Tema Artesanato no Piauí – Jousy Lima

20:30h – Sorteio de Brindes

20:40h – Lene Alves e Banda

21h – Apresentação do coral das Mulheres Empreendedoras

21:30 -Encerramento Show Lene Alves e Banda

Após dois anos, a Orquestra Sinfônica de Teresina faz concerto de lançamento da Temporada 2022

Devido a pandemia do coronavírus, a Orquestra Sinfônica de Teresina passou dois anos seguindo as restrições nas apresentações. Agora, retornando de forma gradual, volta a lançar uma temporada completa e com diversas apresentações por toda a capital e interior do estado.

A abertura da temporada acontece no próximo dia 24 de março, no Sesc Cultural, localizado na Avenida Raul Lopes, Bairro Noivos, na zona Leste de Teresina. A entrada será gratuita, porém limitada a 300 lugares, ainda por conta das restrições impostas pela pandemia.

De acordo com o maestro Aurélio Melo, o evento contará com um concerto apresentado em forma de “trailer” do que virá no ano de 2022, com canções eruditas e populares, contando também com as apresentações especiais que marcarão o ano da Orquestra Sinfônica.

“É um prazer receber o nosso público, poder apresentar nossos concertos depois de tanto tempo de incertezas. A participação dos teresinenses é essencial para o sucesso da OST e nós somos muito gratos por todo o carinho que recebemos por onde passamos”, conta o maestro Aurélio Melo.

Para participar do evento, é preciso que os interessados compareçam ao Sesc Cultural para adquirir o ingresso, que estarão disponíveis a partir de segunda-feira (24), nos seguintes dias e horários:

– Dias 21, 22, 23 e 24 de março, das 9h às 17h

– Endereço: Avenida Raul Lopes, 513, bairro Noivos.

Cada pessoa poderá pegar até quatro ingressos, que terão que obrigatoriamente serem apresentados na portaria.

A Orquestra Sinfônica de Teresina realiza um forte trabalho de popularização da música erudita através da execução de canções populares. A Orquestra Sinfônica de Teresina é mantida pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, isso com a finalidade de desenvolver um trabalho artístico-educacional, promovendo apresentações em teatros, colégios e praças.

Foto: Divulgação (FMC)