CMEI Vila Bandeirante monta rede de apoio emocional para equipe escolar e pais

Fotos: Ascom Semec

A pandemia trouxe uma série de problemas emocionais que dificultam as atividades mais simples do dia a dia. Com as aulas presenciais suspensas desde o ano passado, muitos profissionais da educação, alunos e pais começaram a lidar com sentimentos como medo, angustia e depressão. Para oferecer ajuda nessa fase difícil, o CMEI Vila Bandeirante montou uma rede de apoio emocional, espiritual, social e físico.

A psicóloga Ana Cléa Moura atende de forma voluntária professoras e outros servidores do CMEI, no formato online. O trabalho é de fortalecer o grupo, ouvindo suas demandas profissionais e pessoais. “Procuro manter a equipe da escola fortalecida, saudável, para assim podermos apoiar as famílias”, conta a diretora Nordely Noronha.

Para os pais, o CMEI oferece o serviço de capelania escolar. Dois capelões atendem presencialmente na escola, por horários agendados, com assistência emocional e espiritual. São profissionais capacitados para ouvir e aconselhar.

“Não é psicologia, é aconselhamento, um ombro amigo”, explica o capelão Jório Ferreira. Durante os encontros, que têm como base a fé, os pais podem desabafar e até recebem orientações para que busquem outros especialistas. “Estou à disposição para ouvir e dialogar sobre como está sendo a rotina da família durante a pandemia. Então busco falar também de Deus, não sobre religião, mas o poder da fé. Motivo, encorajo e reforço a importância de seguir todos os protocolos contra a disseminação do coronavírus”, disse o capelão.

Segundo a diretora, a escola cumpre um papel fundamental na comunidade, e a rede de apoio tem surtido efeitos positivos. “Sabemos que muitos pais estão desempregados, cansados e abalados, isso reflete no desempenho das crianças em relação ao acompanhamento das aulas remotas. A partir dessas iniciativas humanizadas, conseguimos perceber um fortalecimento dos laços, gratidão por parte das famílias, pois sabem a escola está presente em todos os momentos. A participação dos alunos nas atividades, então, ganhou força. Dessa forma também gostaríamos de deixar a ação como ideia para outros CMEIs. Nos colocamos à disposição para auxiliar na ampliação desse trabalho por Teresina”, finalizou Noderly.

Funcionários da Semec participam de treinamento de rotinas de trabalho

A Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) deu início na manhã desta segunda-feira (10) ao I Ciclo de Reuniões e Treinamentos para Melhorias de Processos e Evoluções Tecnológicas. O objetivo é potenciar as informações do Sistema de Gestão Integrado e-governe, plataforma de integração entre todos os órgãos da administração pública.

“O intuito do treinamento é preparar os servidores da Secretaria para a automatização dos processos administrativos, usando um sistema corporativo. Isso será feito de forma continua e visa o amadurecimento das rotinas de trabalho alinhadas às tecnologias e ferramentas de gestão corporativa, que integradas, trarão cada vez mais eficiência e eficácia ao trabalho dos gestores municipais da educação”, explica a secretária executiva de Gestão da Semec, professora Edileusa Sampaio.

O treinamento, que acontece até a próxima quinta-feira (13) está sendo executado pela empresa RGM Tecnologia, que presta consultoria à Semec. Serão abordados cinco módulos nesta capacitação: Veículos; Contratos; Requisição e Compras; Bens Moveis; e Almoxarifado.

“Destes módulos o que a Semec ainda precisa implantar é Bens Móveis e Almoxarifado. O primeiro trata sobre cadastro, manutenção e informações referentes aos bens patrimoniais, além do controle e gerenciamento de todos os bens móveis. Com relação ao Almoxarifado, é otimizar o balanço das entradas e saídas de materiais no órgão, assim como a prestação de contas com a contabilidade”, diz Ramon Vaz dos Santos, analista de sistema administrativo da RGM Tecnologia.

“Uma vez que todos os módulos estejam funcionando ativamente, o resultado será economia de recursos, agilidade e otimização dos processos e uma maior integração entre os setores”, finaliza Edileusa Sampaio.

Semec convoca 62 professores substitutos para turmas de 6º ao 9º ano

A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semec) está convocando 62 professores substitutos, que irão contribuir nas unidades de ensino da Rede Municipal. São docentes das áreas de língua portuguesa, matemática, ciências, geografia, história, artes, ensino religioso, inglês e educação física.

Os professores atuarão em turmas do Segundo Ciclo, 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental. As aulas permanecem no sistema remoto, sem previsão de retorno presencial. Com a lista já divulgada no Diário Oficial do Município, os convocados têm 30 dias para enviar a documentação necessária à Secretaria Municipal de Administração e Recurso Humanos (Sema), no e-mail crd.sema@gmail.com.

“Esses professores chegam para suprir a necessidade de profissionais em disciplinas variadas, e nos fortalecem na missão de superar dificuldades educacionais geradas com a pandemia. Estamos ainda no início do ano letivo, buscando todas as estratégias para manter os alunos conectados com a escola”, destaca o secretário municipal de Educação, professor Nouga Cardoso.

Foto: Ascom Semec

CMEIs homenageiam mães com ações criativas

Foto: Ascom Semec

A sexta-feira (7) nas unidades de ensino da Rede Municipal foi marcada por comemorações em alusão ao Dia das Mães. Mesmo sem atividades presenciais, os CMEIs estão abertos para entrega de material impresso. Para surpreender as mamães, as equipes escolares usaram a criatividade e cumpriram os protocolos em ações repletas de carinho.

No CMEI Dona Maria de Jesus, zona Leste, as professoras enviaram desafios para os alunos cumprirem com suas mães durante toda a semana. Cada dia uma tarefa diferente: desenhar a mamãe, fazer uma massagem ou criar receitas juntos.

Para Antônia Rodrigues, diretora do CMEI Nossa Senhora da Paz, zona Sul, as homenagens são uma forma de agradecer a parceria e declarar o amor à todas as mães. “Um gesto singelo para mostrar o amor às mamães”, destaca.

Já no CMEI Chico Xavier, localizado na zona Sudeste, o tema “Mãe Maravilha” destacou os superpoderes dessas mulheres que se dedicam às crianças diariamente, com afeto, proteção e amor. A escola montou um espaço para fotos e convidou as homenageadas para um lanche, cada uma em um horário diferente.

“Achei essa ação maravilhosa, porque nos valoriza. Durante a pandemia redobramos o trabalho com os filhos em casa, descobrimos que somos mil e uma utilidades. É muito bom saber que a creche reconhece nosso valor e nos apoia”, disse Mauricélia Sena, mãe do Francisco Yuri, aluno do I Período do CMEI Chico Xavier.

Alimentação escolar: Semec divulga resultado da Chamada Pública da Agricultura Familiar

Foto: Ascom Semec

A Comissão da Chamada Pública da Agricultura Familiar, organizada pela Secretaria Municipal de Educação (Semec), divulgou o resultado do julgamento das documentações de habilitação, dos projetos de vendas e das amostras inscritas no procedimento.

A Chamada Pública trata da aquisição de gêneros alimentícios da agricultura familiar destinados ao preparo da alimentação oferecida aos alunos da Rede Municipal de Teresina em 2021. As amostras foram apresentadas às nutricionistas da Semec na última semana de abril, sendo todas aprovadas pela equipe. Porém, de acordo com os documentos de habilitação, a Comissão apontou 13 classificadas e uma associação desclassificada.

A próxima etapa é a assinatura do contrato, com vigência de 12 meses. Os produtores são responsáveis pela entrega dos gêneros alimentícios semanalmente nas unidades de ensino.

EDITAL DO RESULTADO DA CHAMADA PUBLICA

Semec terá plataforma digital para prestação de contas das unidades de ensino

Foto: Ascom Semec

Uma reunião entre a Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) e a RGM Tecnologia, nesta quinta-feira (06), discutiu a implantação do Portal de Prestação de Contas do órgão. Participaram o representante da empresa de consultoria e funcionários do setor de Finanças da Secretaria.

O objetivo é acabar com o uso de papel no processo de prestação de contas das 318 unidades de ensino da Rede Municipal de Ensino. A plataforma está em desenvolvimento e deve começar a funcionar no prazo de 90 dias.

“Nesta primeira etapa, toda a rede de ensino vai repassar as informações e relatórios solicitados pela Gerência de Finanças da Semec eletronicamente. Num segundo momento, toda a prestação de contas deve ser realizada exclusivamente por meio da plataforma, com a informatização dos processos e a integração com o e-governo, que contempla todos os órgãos da administração pública”, explica Juliano Dorneles, consultor da RGM.

“A prestação de contas do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e outros recursos recebidos pelas unidades de ensino, assim como toda a movimentação financeira, passarão a ser disponibilizadas exclusivamente na plataforma digital. O prazo estipulado pelo Governo Federal, através do Ministério da Educação, é janeiro de 2022. Portanto, até lá o Portal de Prestação de Contas deve estar em pleno funcionamento”, afirma a secretária executiva de Gestão da Semec, professora Edileusa Sampaio.

Prefeitura discute PPP de creches e resíduos sólidos para Teresina

 

A Prefeitura de Teresina, a equipe do BNDES e de Concessões e Parcerias discutiram o projeto de Parceria Público Privada (PPP) para a construção e operação de novas creches para crianças de até três anos e a retomada da consulta pública da concessão de resíduos sólidos. O encontro aconteceu nesta quarta-feira (5), no Salão Nobre da Prefeitura.

O secretário municipal de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN), João Henrique Sousa, acredita que os trabalhos da parceria fortaleceram os serviços prestados pelo município. “Esse modelo de desenvolvimento de projetos traz ao município um melhor desenvolvimento de atividades para o município. Em discussão hoje, tratamos de educação e resíduos sólidos. Assuntos que merecem muita atenção e temos o total desejo de, na gestão do Dr. Pessoa, encaminhar trabalhos como esse para fortalecer os serviços prestados no município”, disse João Henrique Sousa.

Wesley Callegari, secretário do Programa de Parcerias de Investimento (PPI) do Ministério da Economia, acredita no impacto positivo do projeto de creches na cidade de Teresina. O órgão é responsável por intermediar a contratação.

“Teresina tem sido uma grata surpresa para todos nós do governo federal pela maneira como tratam os assuntos da comunidade. Ter o privilégio de vir aqui e me reunir com a gestão do município é extremamente vantajoso para todos nós, pois saímos daqui com a certeza de que os projetos importantes das creches e do tratamento de resíduos sólidos vão acontecer e terão um trato especial da prefeitura de Teresina, e nós estamos aqui para prestar total apoio”, pontuou.

Educação

A parceria tem por finalidade a construção, modernização e operação de até 40 novas creches na capital piauiense. A concessionária, ainda a ser definida, irá construir e prestar os serviços para funcionamento. A coordenação geral é da Prefeitura e a coordenação de estruturação é realizada pelo BNDES em parceria com o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI).

O secretário municipal de Educação, Nouga Cardoso, comentou o projeto de PPP de creches. “Um grande presente Teresina está recebendo com essa ação da gestão municipal, juntamente com o BNDES e o ministério da Educação. Vai ser um incremento de mais de seis mil vagas para as nossas crianças através das novas creches”.

Resíduos Sólidos

Durante a reunião, a equipe ainda discutiu a reabertura de consulta pública para a Parceria Público-Privada (PPP) de Resíduos Sólidos. O objetivo do projeto é adequar o setor na cidade às determinações da Política Nacional de Resíduos Sólidos e dar um melhor tratamento ao lixo domiciliar urbano e rural coletado na capital.

A proposta da parceria abrange todo o processo de coleta, transbordo, transporte, tratamento e manejo dos resíduos sólidos, além de incentivos para que se realizem campanhas educativas sobre reciclagem e consumo consciente.

“Teresina tem vários desafios. Hoje, nós encaminhamos três deles: creches, tratamento de resíduos sólidos e a nossa drenagem. Nós ainda temos outros desafios, como o transporte coletivo público, para buscarmos sempre a melhor solução para população”, concluiu o vice-prefeito de Teresina, Robert Rios.

 

Semec inicia na quinta-feira(06) entrega de kits de alimentação para CMEI´s da Zona Sul

A Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal de Educação (Semec), realiza nesta quinta e sexta-feira, dias 06 e 07 de maio, distribuição de kits de alimentação escolar para alunos dos Centros Municipais de Educação Infantil da zona Sul da capital. Serão atendidos 7.224 alunos de 58 creches. Os recursos são provenientes do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE com contrapartida da Prefeitura Municipal de Teresina.

“Organizamos um cronograma de distribuição dos kits. Os alunos dos CMEIs das zonas norte, leste e sudeste já foram contemplados, agora é a vez da zona sul. Ao todo serão entregues cerca de 90 mil kits de alimentação para que os estudantes continuem em casa, já que as aulas permanecem de forma remota, devido a Covid-19”, afirma a secretária executiva de Gestão da Semec, professora Edileusa Sampaio.

Os alimentos são equivalentes às refeições que eram servidas nas escolas, incluindo produtos da agricultura familiar. O kit contém arroz, leite, proteína, frutas, verduras e outros produtos que eram consumidos pelas crianças na rotina escolar, essenciais para que tenham um bom desempenho nas atividades.

Os alimentos serão entregues aos pais nos próprios CMEIs, por meio de agendamento de horários, com o objetivo de evitar aglomerações. Os gestores das unidades de ensino estão contatando os responsáveis para organizar a ação.

Atividades de protagonismo juvenil ajudam alunos da Rede Municipal na pandemia

Ensinando mais que português e matemática, as escolas da Rede Municipal de Teresina estão levando à rotina de aulas remotas temáticas que podem ajudar a refletir sobre emoções, família e vida. A disciplina protagonismo juvenil, por exemplo, é ministrada em unidades de tempo integral e vem mostrando bons resultados mesmo com atividades à distância.

Foi na aula do professor Francivaldo Alves, com alunos da Escola Municipal Prof. Ubiraci Carvalho, que a aluna Fantiny Paixão emocionou a todos ao compartilhar um resgate da sua história pessoal. Ela, que é autista, montou um portfólio com fotos e legendas sobre momentos especiais da infância.

O trabalho foi uma proposta lançada pelo professor para a turma do 6º ano. A ideia era construir um caderno do autoconhecimento, estimulando o aluno a perceber qualidades e defeitos, olhando para o passado com foco no futuro.

“A Fantiny fez algo realmente emocionante. Buscamos trabalhar com atividades nesse formato, onde possam construir respostas subjetivas e refletir sobre a temática, tudo com uma intenção”, conta Francivaldo.

Segundo o professor, a disciplina protagonismo juvenil oferece caminhos para os alunos serem mais autônomos. “Dialogamos principalmente sobre projetos de vida. Estamos em um momento único de pandemia, muito delicado, especialmente para esses jovens que estão isolados quando normalmente deveriam estar exercitando a socialização. É importante saber que não estão sozinhos e podem tomar suas próprias decisões, baseadas em valores que ajudamos a compreender”, explica.

Para Carla Paixão, mãe da Fantiny, as atividades estão contribuindo bastante para o desenvolvimento da filha. “Ela tem dificuldade em realizar algumas tarefas, mas amou essa ideia e está bem empolgada com os aprendizados do professor Francivaldo, mesmo sem nunca ter conhecido pessoalmente”, conclui a mãe.

Foto: Ascom Semec

Alunos da E. M. Delmira Coelho integram PROFESP e passam a receber cestas básicas

Fotos: Ascom Semec

A Escola Municipal Delmira Coelho Machado, localizada no bairro Buenos Aires, zona norte de Teresina, começou este ano a participar do Programa Forças no Esporte (PROFESP), realizado em parceria com o Exército Brasileiro. Na manhã desta quinta-feira (30), 25 alunos receberam cestas básicas entregues pelo 25º Batalhão de Caçadores, como forma de auxiliar na alimentação de famílias impactada pela pandemia da Covid-19.

“A parceria começou em 2019. Hoje demos início ao Programa nesta escola, atendendo um grupo de alunos do 7º ano do ensino fundamental. Por conta da pandemia, as atividades estão temporariamente suspensas, mas assim que possível estarão de volta presencialmente”, explica Keyla Cardoso de Sousa, gerente de Assistência ao Educando da Semec.

A Escola Municipal Deputado Antônio Gayoso, no bairro São Joaquim, também faz parte da iniciativa. Os alunos receberão cestas básicas mensalmente do 2° Batalhão de Engenharia e Construção (2°BEC).

O Profesp é uma parceria do Ministério da Defesa com a Secretaria Municipal de Educação (Semec) e visa a redução de riscos sociais, o fortalecimento da cidadania e da inclusão social por meio do acesso à prática de atividades educacionais e esportivas socialmente inclusivas nas Organizações Militares (OM) no contraturno escolar. Também oferece uma alimentação saudável e de qualidade, reforço escolar, palestras, campanhas educativas e desenvolvimento de habilidades profissionais.

“O programa é um suporte ao aprendizado, principalmente para aqueles alunos que têm uma dificuldade de acesso às aulas remotas, por falta de celulares ou de acesso à internet. São aulas de português e matemática para reforçar o aprendizado dos nossos alunos, e quando as atividades puderem ser presenciais, os estudantes terão acesso às demais ações oferecidas pelo Profesp no contraturno escolar”, ressalta a secretária executiva de Gestão da Semec, professora Edileusa Sampaio.

Para participar do Profesp, os alunos são selecionados levando em consideração um trabalho de pesquisa junto ao desempenho escolar, relacionamento com a família e questões de vulnerabilidade.