Prefeitura estuda possibilidade de PPP para construção de mais escolas em Teresina

Ascom/Semec

A Prefeitura de Teresina vem buscando alternativas para ampliar a oferta de vagas nas unidades de ensino do município para crianças de até três anos de idade, faixa etária em demanda crescente. Recentemente vem sendo discutida a possibilidade de firmar uma Parceria Público Privada (PPP) na área da Educação, principalmente para a construção de creches modernas na capital.

Nesta semana, o secretário municipal de Educação, Kleber Montezuma, e sua equipe técnica conversaram com representantes da Secretaria Municipal de Concessões e Parcerias (Semcop) para avaliar o projeto. Foram discutidos aspectos importantes da ideia, como a busca por parceiros locais, custos e logística. A proposta inicial é de construção de pelo menos 20 Centros Municipais de Educação Infantil.

Na prática, a concessão administrativa deixa a cargo da iniciativa privada toda a estruturação e manutenção dos espaços, cabendo ao poder público os serviços pedagógicos. A parceria ampliaria rapidamente o número de vagas, com garantia de atendimento gratuito e de qualidade, como já acontece nas escolas da Prefeitura.

Gestores da Educação Infantil acertam os últimos detalhes para início das aulas nos CMEIs

Ascom/Semec

Os diretores dos Centros Municipais de Educação Infantil de Teresina estão com tudo pronto para o início do novo ano letivo, no dia 03 de fevereiro. Hoje (27), o grupo participou de uma reunião com técnicos da Secretaria Municipal de Educação (Semec) para organizar os trabalhos.

Este ano, o planejamento da Educação Infantil continua sendo focado nos primeiros passos para a alfabetização das crianças. Neste quesito, Teresina é referência nacional com excelentes resultados nas habilidades de leitura e escrita dos alunos ao final do II Período. O objetivo é ter 100% das crianças alfabetizadas aos 6 anos de idade.

Outro destaque para 2020 é a reformulação do currículo da Educação Infantil. A comissão responsável pelas discussões já deu início ao processo e deve entregar em julho o documento com as novas diretrizes, à luz da Base Nacional Comum Curricular.

O secretário municipal de Educação, Kleber Montezuma, aproveitou o encontro com os diretores para agradecer o empenho dos profissionais. “Fazem um trabalho incrível, superando desafios e alcançando ótimos resultados. Temos um time dedicado trabalhando pelas crianças de Teresina”, disse. Montezuma também informou sobre as matrículas para crianças de 3 anos, anunciando em breve a liberação da lista de vagas. “Como todos os anos, realizamos as matrículas por etapas, garantindo que a lei seja cumprida. Já estamos com quase tudo pronto para divulgar, nos próximos dias, as turmas que serão abertas para essa faixa etária”, afirmou.

Teresina dá início ao processo de reformulação do currículo da Educação Infantil

Ascom/Semec

Os municípios brasileiros têm até o ano de 2021 para apresentarem suas reformulações do currículo da Educação Infantil. Enquanto isso, Teresina planeja lançar o documento seguindo as novas diretrizes ainda este ano. A Secretaria Municipal de Educação (Semec) já deu início às discussões, com expectativa de lançamento para o mês de julho.

Professores, pedagogos, diretores e técnicos da Semec estão alinhando o currículo de Teresina às novas diretrizes da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Na prática, as escolas devem avançar na ideia de que a criança é o centro do processo de aprendizagem. Para isso, o documento vai orientar os educadores a olharem para as formas particulares que bebês e crianças se apropriam do conhecimento e de novas experiências.

Assim como o processo de reformulação do Ensino Fundamental, o currículo da Educação Infantil passará por uma ampla discussão, absorvendo olhares diversos. Ao final da reformulação, a comunidade escolar estará afiada com as novas diretrizes, seguindo para o campo prático.

A coordenadora desse processo na Semec, Celina Lira, explica que os professores dos Centros Municipais de Educação Infantil já conhecem boa parte das novas diretrizes.

“Já utilizamos algumas dessas mudanças em sala de aula, mas agora passamos oficialmente ao processo de reformulação para que esse documento guie todos os planejamentos pedagógicos. Formamos um grupo, montamos o cronograma e vamos discutir tudo à luz da BNCC, trazendo novidades como os campos de experiência, algo essencial para o aprendizado das crianças”, conta Celina.

Diretores do Ensino Fundamental recebem orientações sobre novo ano letivo

Os diretores das escolas municipais de Teresina já estão se preparando para o novo ano letivo, que tem início dia 3 de fevereiro. Antes dos primeiros encontros de planejamento da comunidade escolar, a Secretaria Municipal de Educação (Semec) reuniu os gestores para repassar orientações gerais sobre o trabalho em 2020.

O encontro no Centro de Formação Odilon Nunes contou com a participação de 178 diretores de escolas do Ensino Fundamental e também Centros Municipais de Educação Infantil que possuem turmas de 1º e 2º ano.

A equipe da Semec apresentou gráficos com análises sobre os simulados e provas aplicadas no ano passado, fazendo uma projeção dos resultados futuros. As metas devem entrar no planejamento pedagógico das escolas.

O secretário municipal de Educação, Kleber Montezuma, elogiou o trabalho dos diretores e pediu dedicação especial às ações de desenvolvimento da leitura e escrita. “Temos metas bem definidas e vamos iniciar mais um ano letivo com tudo planejado para alcançar os objetivos. Esses diretores são grandes líderes, todos os dias lidam com situações diversas e o que temos recebido são muitos elogios pelo apoio incondicional que dão aos sonhos dos alunos”, disse o secretário.

 

Equipe da EJA da Prefeitura percorre os bairros em busca de quem deseja retornar aos estudos

Ascom/ Semec

Com matrículas abertas nas escolas municipais de Teresina para a Educação de Jovens e Adultos (EJA), uma equipe de coordenadores da Secretaria Municipal de Educação (Semec) está mobilizada, buscando quem abandonou os estudos. A missão é convencê-los a voltar à sala de aula em 2020.

São mais de três mil vagas, em 30 unidades de ensino, aguardando jovens e adultos que, por algum motivo, pararam de estudar. Além das aulas diferenciadas, pensadas para estimular esse público específico, os alunos matriculados participam de cursos profissionalizantes de Empreendedorismo, Ocupações Administrativas, logística ou Telesserviços.

Durante as buscas, o grupo percorre as comunidades distribuindo panfletos, colando cartazes e explicando como funciona a modalidade. O diálogo é para fornecer informações e chamar para efetuarem as matrículas antes do início do período letivo.

“Percebemos que muitas pessoas não sabem dessa oportunidade, então explicamos que as aulas são gratuitas, geralmente no período noturno, com material didático e cursos profissionalizantes que podem ajudar na busca por novas fontes de renda para as famílias. Temos inclusive turmas de alfabetização, para quem abandonou a escola mesmo antes de aprender a ler”, explica a coordenara de EJA na SEMEC, Ana Vitória Carvalho.

RELAÇÃO DAS ESCOLAS MUNICIPAIS- EJA

Fundação Lemann quer fortalecer parceria com a Prefeitura de Teresina

Rômulo Piauilino

Especialistas da Fundação Lemann estão em Teresina apresentando para o prefeito Firmino Filho, para o secretário municipal de Educação, Kleber Montezuma, e para a equipe de técnicos da Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) os resultados dos trabalhos executados em dois anos de parceria.

Desde o início da parceria, em 2018, a Fundação oferece suporte nas ações da Secretaria para melhorar suas práticas como um todo, apoiando e alinhando as ações relacionadas ao acompanhamento pedagógico, ao currículo e à comunicação da Rede com as escolas.

O objetivo, segundo o secretário de Educação, é aprimorar cada vez mais os processos pedagógicos no âmbito das escolas. “A conversa hoje com o prefeito Firmino Filho foi para resgatar os trabalhos que vêm sendo realizados, os êxitos que temos obtido, e, sobretudo, a reafirmação do compromisso com essa parceria, que é importante para a educação do município. O trabalho realizado junto com a Fundação Lemann fortalece a gestão no âmbito da Secretaria de Educação e das escolas, além da qualificação dos trabalhos realizados com os alunos, coordenadores pedagógicos e professores. Os ganhos são imensos para as crianças que estudam na rede municipal”, explica.

Durante o encontro, os técnicos da Fundação Lemann apresentaram os objetivos a serem desenvolvidos em 2020 e falaram das metas. “Teresina vem realizando um ótimo trabalho em relação à educação, é referência entre as capitais do Brasil, refletindo no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). O objetivo do Programa Formar é ajudar a aperfeiçoar as práticas que vêm sendo trabalhadas, fortalecendo o trabalho da secretaria. Nestes últimos dois anos, temos conseguido dividir experiências que estão fortalecendo os trabalhos das escolas, beneficiando na educação dos alunos”, conclui Guilherme Antunes, diretor do programa Formar, da Fundação Lemann.

Com nota superior a 900, alunos do Unitodos vivem expectativa pelo resultado do Sisu

A Secretaria Municipal da Juventude (Semjuv) está comemorando mais um excelente resultado no Enem dos estudantes que participaram do programa Unitodos. Este ano, 16 alunos obtiveram nota superior a 900 na redação e agora vivem a expectativa de conquistar uma vaga na universidade por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que já está com as inscrições abertas.

Hellen Thayara de Oliveira é uma das alunas que conseguiu 960 pontos na redação. Ela espera conquistar uma vaga em Direito na Universidade Federal do Piauí (Ufpi). “O Unitodos foi importante demais, eu queria me preparar, mas não conseguia me concentrar, então neste sentido foi um auxílio primordial para melhorar meu desempenho. A minha expectativa é boa por conta da nota de corte da edição anterior, nós sabemos que sempre tem uma diferença, sobe um pouco, porém creio que vou conseguir a pontuação necessária”, disse.

O Unitodos possibilita que jovens da rede pública municipal se preparem para o Exame Nacional do Ensino Médio com aulas em 34 polos da cidade. Gustavo Lucas Ferreira obteve 980 pontos e sonha em cursar educação física. Ele reiterou a importância do Unitodos na sua preparação, principalmente nas disciplinas que tinha maior dificuldade. “As expectativas são boas por conta do meu desempenho na redação. O preparatório me ajudou principalmente nas disciplinas”, afirmou.

Outra estudante que teve um ótimo desempenho, com 960 pontos, foi Maria Viviane de Jesus, ela indicou que o Unitodos a auxiliou bastante em disciplinas como física e biologia. O seu desejo é cursar medicina veterinária.

A coordenadora do programa, Cássia Mendes, detalha quais são os requisitos para que um aluno se inscreva no preparatório, apontando a preocupação da Prefeitura de Teresina em alavancar o desempenho dos alunos de escolas públicas, de modo aumentar o índice de aprovações. “Nosso público-alvo são alunos oriundos de escolas públicas, é uma política pública educacional da gestão municipal, e o prefeito de Teresina tem tido essa sensibilidade de dar a oportunidade aos jovens que não podem pagar um curso preparatório”, frisou.

O secretário municipal da Juventude, Zé Filho, detalhou que a Prefeitura vem trabalhando com os alunos desde a base, fortalecendo o ensino para que eles possam conquistar a tão sonhada vaga na universidade. “É uma satisfação muito grande poder ajudar no futuro desses alunos, trazer uma política pública de resultados para a juventude. A Prefeitura de Teresina tem um trabalho grande na educação desde a base, e a tendência é o Unitodos crescer a cada ano”, concluiu.