Firmino nomeia 55 professores efetivos para a rede municipal de ensino

A Prefeitura de Teresina publicou nesta segunda-feira (28) a portaria de nomeação de mais 55 professores para a Rede Municipal de Ensino. Os docentes foram aprovados no concurso público de 2019 e integrarão o quadro permanente da Secretaria Municipal de Educação (Semec).

São 31 professores de 1º Ciclo, que serão encaminhados para turmas da Educação Infantil e anos iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano). Também 24 professores de 2º Ciclo, que atuarão nas turmas dos anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º), com a disciplina de Língua Portuguesa. Os profissionais trabalharão com carga horária de 40h.

De acordo com a secretária municipal de Educação, Kátia Dantas, os docentes, agora oficialmente nomeados, serão fundamentais para a qualidade do ensino nas escolas novas. “Passamos por um processo de expansão das matrículas, entrega de escolas novas. Tudo isso só funciona bem com a garantia do professor em sala de aula. Portanto, os novos profissionais são muito bem vindos”, declarou a secretária.

Confira aqui a portaria de nomeação.

Alunos em alfabetização na Rede Municipal de Teresina assistem aulas de reforço na TV

Alunos do ciclo de alfabetização das escolas da Prefeitura Municipal de Teresina estão recebendo aulas de reforço no regime de atividades não presenciais. A programação é do Alfa e Beto na TV, que oferece apoio aos alunos do II Período da Educação Infantil e 1º e 2º ano do Ensino Fundamental, que ainda estão na condição de “não leitores”. A transmissão acontece diariamente através da Rede Vida Educação.

Na Educação Infantil, cerca de 2 mil alunos de 178 unidades de ensino participam das atividades. Nas turmas do Ensino Fundamental, 305 alunos, de 28 escolas, assistem às aulas com acompanhamento direto dos Assistentes de Alfabetização do município. Todos os dias, os assistentes motivam as crianças para que participem ativamente das ações no contraturno escolar. O objetivo é oferecer mais uma oportunidade aos alunos que não conseguiram desenvolver as habilidades básicas de leitura e escrita.

“O reforço na alfabetização não é novidade em Teresina, mas pela primeira vez temos essa ação acontecendo totalmente de forma virtual”, conta a coordenadora de Alfabetização da Secretaria Municipal de Educação (Semec), Carmem Portela. Segundo ela, já é uma prática na Rede Municipal de Teresina oferecer atendimento aos alunos por meio de intervenções individualizadas, realizadas pelo Assistente de Alfabetização, com o propósito de reforçar o trabalho pedagógico nas dificuldades vivenciadas pelos alunos. “Isso acontecia no ensino presencial e não poderia ser negligenciado no ensino remoto”, completa Carmem.

As aulas tiveram início em outubro e seguem até o fim do ano letivo, em fevereiro. A programação inclui vídeos didáticos, jogos e atividades que motivam a participação dos alunos. Os mais desmotivados são chamados individualmente pelos Assistentes de Alfabetização e estimulados a continuar tentando.

Prefeito entrega nova CMEI e alcança marca de 30 creches inauguradas em oito anos

Rômulo Piauilino

O prefeito Firmino Filho inaugurou, nesta sexta-feira (18), a trigésima creche implantada pela Prefeitura de Teresina no período de 2013 a 2020. O Centro Municipal de Educação Infantil Eduardo Campos fica localizado no Residencial Santa Isabel, zona Leste, e atenderá 250 alunos de 6 meses a 5 anos, com berçário de tempo integral. Ao todo, a capital conta com 167 creches. Ainda nesta manhã, foram entregues também as ampliações de outras duas unidades na zona Sul.

“Com essa inauguração, fechamos 30 creches entregues à população, o que aumentou consideravelmente a capacidade de atendimento da educação infantil na cidade. Também ampliamos a oferta em inúmeras unidades já implantadas”, destacou o prefeito.

O CMEI Eduardo Campos tem capacidade para atender 250 alunos de 6 meses a 5 anos, com berçário de tempo integral. Com investimento de R$ 2,1 milhões oriundos do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE) e da Prefeitura de Teresina, o CMEI possui oito salas de aulas climatizadas, pátio coberto e sala multimídia. O nome é uma homenagem a Eduardo Henrique Accioly Campos, economista e ex-governador de Pernambuco, candidato a presidência da república em 2014.

A secretária municipal de Educação, Kátia Dantas, ressalta que o alto nível de qualidade das creches municipais, com estrutura e material de construção diferenciados, permitem mais conforto e uma melhor experiência para todos. “Quando o professor e o aluno têm um espaço adequado à sua disposição, o processo de ensino e aprendizagem se desenvolve de forma mais eficaz. Isso reflete diretamente nos resultados positivos que alcançamos nos índices de avaliação da educação”, explica.

O prefeito entregou também as ampliações de duas creches na zona Sul. Os CMEIs Tia Francisquinha e Bom Jesus/Wall Ferraz ganharam mais salas de aula climatizadas, banheiros novos, cantina e pátio coberto. O investimento nas duas obras foi superior a R$ 900 mil, com recursos próprios da Prefeitura de Teresina.

A dona de casa Andreia Santos tem um filho de cinco anos que já está matriculado no CMEI Tia Francisquinha há dois. Ela comemora as melhorias na creche e comenta como é bom para a educação do seu filho ter uma escola bem estruturada como essa. “Ele entra aqui às 7h da manhã, sai às 11h20 e têm um ótimo aproveitamento. A equipe da creche também está de parabéns, as professoras são ótimas e têm elogiado bastante a evolução do meu filho nos estudos. É muito gratificante”, comentou durante a solenidade de inauguração.

PMT prioriza educação infantil e inaugura mais uma CMEI na zona Norte

Rômulo Piauilino

A educação infantil tem sido prioridade para a Prefeitura de Teresina, que hoje tem 90% das suas crianças sendo alfabetizadas aos seis anos de idade. A melhoria estrutural tem acompanhado o crescimento dos índices positivos na capital, e, nesta quinta-feira (17), a Prefeitura inaugurou mais um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI), na zona Norte de Teresina. O CMEI João Batista Brito de Melo, localizado no Parque Brasil I, tem capacidade para receber 300 crianças, do berçário ao II Período.

Durante a solenidade, o prefeito Firmino Filho lembrou que a educação infantil é importante na trajetória escolar das crianças e por isso deve ser priorizada. “Nessa nova modelagem e nesse novo padrão das CMEIs da Prefeitura de Teresina, essa é a mais bela creche da cidade. Nós avançamos muito no ensino fundamental, mas também avançamos muito na educação infantil e é graças a essa expansão que, por exemplo, a meninada está aprendendo com cinco, seis anos de idade e sendo alfabetizada na idade certa, o que é um ganho fantástico para a educação dessa meninada”, afirmou.

A secretária municipal de Educação, Kátia Dantas, afirma que as inaugurações dos últimos dias representam o compromisso e a responsabilidade da Prefeitura de Teresina com a educação. “A educação infantil sempre tem uma demanda e uma necessidade crescente por novas vagas e tem sido uma alegria concluir a nossa gestão entregando para a cidade mais vagas para atender nossas crianças”, afirmou.

O CMEI possui dez salas de aula climatizadas, sala de leitura, refeitório, solário, sala de professores, banheiros com acessibilidade e pátio coberto. O investimento foi de R$ 2.463.724,25 do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e da Prefeitura Municipal de Teresina.

Prefeito inaugura creche no Residencial Judite Nunes que vai atender até 300 crianças

Rômulo Piauilino

O Residencial Judite Nunes, na zona Sul de Teresina, agora conta com uma nova creche para crianças de 0 a 3 anos de idade. Na manhã desta quarta-feira (16), o prefeito Firmino Filho inaugurou o Centro Municipal de Educação Infantil Dom Miguel Fenelon Câmara Filho, que tem capacidade para até 300 alunos. O investimento na obra foi de R$ 2,5 milhões, com recursos do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE) e da Prefeitura Municipal de Teresina.

Firmino ressaltou a importância de entregar mais uma obra na educação. Segundo ele, espaços como esse dão asas à imaginação das crianças. “É assim que a magia do aprendizado acontece. Filho de pobre tendo acesso à educação de qualidade, em uma creche mais bonita que qualquer outra da rede privada. Creche não é mais só um espaço onde as mães deixam os filhos enquanto trabalham, agora é um lugar de aprendizado real, das habilidades cognitivas e emocionais”, disse o prefeito.

A creche recebeu o nome em homenagem ao arcebispo emérito de Teresina. Durante a inauguração, o padre Tony Batista exaltou o projeto educacional da capital e abençoou o espaço. “Não existe maior investimento para a cidade do que o investimento na educação. Essa é a melhor forma de homenagear Dom Miguel, com uma escola tão bonita”, elogiou. A escola possui 10 salas de aulas climatizadas, sala de multimídia, refeitório, solário, banheiros com acessibilidade e pátio coberto.

Segundo a secretária municipal de Educação, Kátia Dantas, 14 grandes obras da educação serão entregues à cidade até o fim do mês. “Estamos deixando tudo pronto para acolher as famílias da comunidade e dar início à construção de sonhos. Fazer bem feito o que nos propomos pelo futuro da cidade. Esse é o nosso legado”, concluiu Kátia.

Prefeitura de Teresina inaugura obras e oferece mais 699 vagas na rede municipal de ensino

Rômulo Piauilino

A rede municipal de ensino ganhou 699 vagas com a entrega de três grandes obras da educação em Teresina, todas em benefício da educação infantil. Na manhã de hoje (14), o prefeito Firmino Filho inaugurou o Centro Municipal de Educação Infantil Jonas Pereira da Silva, entregou a ampliação do CMEI Júlio Romão e a reforma e ampliação do CMEI Planalto Uruguai.

“O ensino infantil é essencial para que possamos ter uma educação de sucesso. Entregamos para cidade um modelo de educação que é referência nacional, que conquistou o primeiro lugar dentre as capitais brasileiras, e acredito que esse é um grande legado que precisa ser seguido ao longo do tempo”, disse o prefeito Firmino Filho durante a solenidade.

No Parque Manoel Evangelista, o Centro Municipal de Educação Infantil Jonas Pereira da Silva, atenderá preferencialmente crianças de 0 a 3 anos. A creche foi toda construída com tecnologia inovadora que reduz as altas temperaturas, um investimento de quase R$ 3 milhões.

“Estamos entregando para a comunidade o nosso compromisso de melhorar a educação, especialmente relacionada à ampliação de vagas. Com a entrega do CMEI Jonas Pereira da Silva, no Parque Manoel Evangelista, conseguiremos atender 224 crianças de 0 a 3 anos. Essa era uma reivindicação das mães e é com muita alegria que a gente consegue atender isso hoje”, ressaltou o prefeito.

Firmino Filho entregou ainda a obra de ampliação do CMEI Júlio Romão, no Alto da Ressurreição. No local, foram construídas seis novas salas de aula, dobrando a capacidade de atendimento. “O Júlio Romão é um CMEI de referência que atendia a 300 crianças. Estamos dobrando o número para 600 vagas e cumprindo o desafio de atender a demanda da educação infantil nesta região da cidade”, disse a secretária municipal de Educação, Kátia Dantas.

A reforma e ampliação do CMEI Planalto Uruguai também foi entregue na manhã desta segunda-feira. O espaço foi totalmente transformado para atender 250 alunos do Maternal ao 1º ano. São cinco novas salas climatizadas, refeitório, pátio coberto, banheiros com acessibilidade, depósitos, jardim, pintura em todo o prédio e a entrada modificada. “O CMEI Planalto Uruguai possuía uma estrutura tímida e atendia 75 alunos. Agora, ele está todo adequado de acordo com o protocolo da Prefeitura para o recebimento dos alunos assim que as aulas retornarem, ganhou cinco salas de aula novas e toda uma estrutura repaginada”, acrescentou Kátia.

Quem comemora as melhorias feitas em todo o ambiente escolar é a manicure Ana Verônica, que tem dois filhos de 3 anos matriculados no CMEI. “É muito bom ter uma escola dessas perto da gente. Temos uma segurança de chegar do trabalho e encontrá-los aqui em segurança. O atendimento é bom, todos os profissionais são muito prestativos, explicam direitinho, e sempre que temos dúvidas eles estão disponíveis para ajudar”, contou.

Professores aprendem em live a aplicar avaliação de sentimentos

Muitas estratégias educacionais estão passando por transformações para funcionarem à distância. Em Teresina, o Programa Diálogos Socioemocionais nas Escolas, desenvolvido em 25 escolas da Prefeitura, também precisou se adaptar. Em janeiro de 2021 os alunos farão uma autoavaliação sobre suas emoções, mas dessa vez por meio de uma ferramenta virtual.

Para entender melhor o novo formato da autoavaliação formativa, professores, diretores e coordenadores pedagógicos participaram de uma live coordenada pelo Instituto Ayrton Senna e a 3GEN, parceiros da Secretaria Municipal de Educação (Semec) na realização do Programa Diálogos Socioemocionais.

O Programa vem ajudando alunos a refletirem sobre a importância do equilíbrio de emoções e a trabalharem competências necessárias para a formação humana. Sempre no início do ano, as turmas respondem em sala de aula um questionário sobre seus sentimentos. As respostas servem como bússola para o trabalho dos professores. Dessa vez, o teste será online, priorizando habilidades como foco, curiosidade para aprender, empatia, tolerância à frustração e tolerância ao estresse.

“Esse é um programa que faz toda a diferença para os alunos. Poder falar abertamente sobre sentimentos e se conhecer melhor é algo que ajuda, e muito, a melhorar a qualidade de vida desses jovens. A avaliação formativa no início do ano é um instrumento que permite o professor conhecer sua turma com foco no desenvolvimento socioemocional”, explica Celina Lira, coordenadora do Diálogos Socioemocionais no município.

De acordo com Juliana do Candian, especialista do IAS, o novo formato de autoavaliação é uma adaptação necessária para o regime de atividades não presenciais. “Sempre percebemos um grande engajamento dos professores de Teresina nas ações. A ferramenta avaliativa não é novidade para as escolas, mas sim a aplicação dela online para falar com o aluno sobre sentimentos. Os professores vão poder desenvolver esse importante trabalho mesmo à distância, com a mesma qualidade no planejamento e execução das ações”, concluiu.

Semec entrega alimentação escolar para mais de 20 mil alunos da zona Sul

Ascom/Semec

As escolas da zona Sul de Teresina realizam, até esta sexta-feira (04), a entrega da alimentação escolar para 20.522 alunos que continuam participando das atividades de forma não presencial. Todas as 48 unidades de ensino da Prefeitura Municipal de Teresina, com turmas do ensino fundamental, farão a distribuição dos gêneros alimentícios correspondentes às refeições que eram servidas na rotina escolar.

Os alimentos foram selecionados pela equipe de nutricionistas da Secretaria Municipal de Educação (Semec). Frutas, verduras, biscoito, macarrão, legumes, proteína, entre outros gêneros, compõem os kits, com pelo menos 30% de mantimentos provenientes da agricultura familiar. “Os pais foram convocados para receberem os alimentos com horário agendado, para evitar aglomeração”, explica a nutricionista Maristela Barros.

Na Escola Municipal Jornalista João Emílio Falcão, bairro Santo Antônio, a diretora Socorro Carvalho afirma que a equipe organizou a entrega para as famílias no turno da tarde, alcançando 960 alunos do 1º ao 9º ano. “Continuamos com as aulas à distância e os kits chegam como suporte para as famílias, com frutas, verduras, tudo de qualidade, como servíamos na escola. Tudo pronto para receber os pais”, informa a gestora.

Ela informa que a distribuição já aconteceu nos CMEIs e escolas da zona Norte. Depois da zona Sul, as próximas serão Leste e Sudeste, finalizando todo o processo na semana que vem.

Ascom/Semec

Prefeito autoriza mudança de nível para quase mil profissionais da rede municipal de ensino

Ascom/Semec

O prefeito Firmino Filho anunciou o pagamento de todas as mudanças de nível para professores e pedagogos que foram protocoladas até agosto de 2020. Cerca de mil servidores das categorias da rede municipal de ensino receberão os valores referentes à progressão e promoção já no contracheque deste mês.

A mudança de nível é um benefício do Plano de Cargos e Salários do Magistério Público de Teresina concedido de acordo com o cumprimento dos requisitos exigidos em lei, dentre eles o efetivo exercício do magistério por, no mínimo, dois anos. “Temos trabalhado para regularizar todas essas mudanças de nível, mais que justas, para os educadores, que tanto se esforçam e fazem da educação de Teresina a melhor entre todas as capitais do país. Uma boa notícia que temos o prazer de dar agora neste mês, quando se comemora o Dia do Professor”, destacou a secretária municipal de Educação, Kátia Dantas.

Segundo o secretário municipal de Administração e Recursos Humanos, Nonato Moura, a estimativa do incremento mensal na folha é de R$ 251 mil. Além da implantação das progressões e promoções do magistério, a Prefeitura de Teresina está retomando, gradualmente, os pagamentos que haviam sido suspensos durante os meses mais rígidos da pandemia do novo coronavírus.

“Na folha referente ao mês de setembro, por exemplo, retomamos o pagamento da primeira parcela do 13º salário, que havia sido suspenso para os servidores que gozaram férias entre maio e setembro deste ano. Tudo isto está sendo feito de forma planejada e responsável, conforme a capacidade orçamentária do município que ainda sofre os impactos econômicos gerados pela pandemia”, conclui Nonato Moura.

Educação de Teresina é escolhida modelo de autogestão e professora vai participar de live

O Instituto Ayrton Senna realiza na próxima quinta-feira (13) uma live com o tema “Autogestão: foco e determinação para atingir objetivos na educação”, e convidou Teresina para falar do assunto. Quem vai dar uma aula é Juliana Malherme, professora de história e projeto de vida da Rede Municipal de Ensino.

A transmissão ao vivo acontece a partir das 16h no canal do Facebook do Instituto e também pela plataforma Zoom. Esse é o terceiro episódio da Live Volta ao Novo, organizada com o apoio do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed). A ideia é promover uma troca de saberes entre educadores e especialistas sobre a importância das competências socioemocionais na vida de todos, especialmente no contexto da pandemia causada pelo novo coronavírus.

Segundo a vice-presidente de Educação do Instituto Ayrton Senna, Tatiana Filgueiras, Teresina é, atualmente, a Rede mais capacitada para falar sobre essa temática. “Quando pensamos em promover um diálogo sobre autogestão, a educação de Teresina é nossa referência, não tem quem desenvolva melhor essa relação de foco, responsabilidade e autonomia no gerenciamento de compromissos e execução das ações para atingir objetivos”, destaca Tatiana.

Também participam da live o vice-presidente de Desenvolvimento Global e Comunicação do Instituto, Emilio Munaro, bem como a gerente-executiva de Articulação, Inês Kisil. O trio deve pontuar questões sobre determinação, projetos de vida, liberdade e autonomia, revelando o poder da autogestão para vencer os desafios da nova rotina.

Clique no link para se inscrever:

https://iasbr.zoom.us/webinar/register/2015966502736/WN__uozgd4EQKyyAARxpFdVeg