Equipe brasileira com piauiense conquista medalha em competição de matemática na Romênia

Os estudantes selecionados para representar o Brasil na 12ª Romanian Master of Mathematics voltaram para casa satisfeitos com a medalha de bronze. Na turma, um piauiense se destacou, recebendo menção honrosa pelo desempenho. Pablo Andrade é ex-aluno de escola municipal em Teresina e uma das estrelas reveladas pelo Programa Cidade Olímpica Educacional.

A competição de matemática aconteceu em Bucareste, reunindo mais de 100 estudantes de 19 países. Participaram apenas os melhores da Olimpíada Internacional de Matemática (IMO), com dois dias intensos de provas.

Os nomes do time brasileiro foram definidos pela Comissão Nacional de Olimpíadas de Matemática. Todos são medalhistas em diversas olimpíadas e cursam o ensino médio. Essa é a 21ª medalha de bronze conquistada pelo Brasil, que ocupa o 13º lugar geral no ranking.

 

Estudantes das escolas da Prefeitura de Teresina retomam as aulas do curso de programação

Ascom/Semec

O que começou com o objetivo de mostrar aos alunos o mundo tecnológico, está ganhando espaço nas escolas municipais de Teresina e este ano avançou para desafios ainda maiores. Nesta segunda-feira (02), o Programa Letramento em Computação deu início às atividades de 2020 com o Módulo II para os alunos veteranos e o Módulo I para os estudantes novatos no programa. Entre as novidades está à expansão do número de alunos, passando de 11 turmas para 33 e de 352 alunos para aproximadamente 1.148 alunos.

As aulas de Letramento em Computação gratuitas para alunos de escolas públicas municipais são uma iniciativa da Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) em parceria com o Instituto Ayrton Senna (AIS), Universidade Estadual do Piauí (UESPI) e Centro Unificado de Inovação Aplicada (CUIA).

A coordenadora do Programa, Luciene Castro, explica que os bons resultados geraram a ampliação do número de participantes para mais de mil alunos, que a partir de agora estão pensando e praticando programação de computadores. “Os jovens surpreenderam tanto no Módulo I, que a próxima etapa será desafiá-los na construção de jogos e aplicativos”, disse.

Ascom/Semec

Instituto Alfa e Beto tem programa de redação exclusivo para Teresina

Ascom/Semec

Teresina tem apresentado novas demandas educacionais e exigido cada vez mais de seus parceiros novidades criativas para melhorar o desempenho dos estudantes da Rede Municipal. Nesse sentido, o Instituto Alfa e Beto criou um programa exclusivo para o desenvolvimento das habilidades em língua portuguesa, mais especificamente em redação.

Hoje (28), professores do 1º ano do Ensino Fundamental participaram de uma capacitação com a especialista Dayhane Paes, professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro e formadora do IAB. O objetivo é preparar os docentes para fortalecer estratégias de leitura e escrita com os alunos que estão em pleno Ciclo de Alfabetização.

Dayhane conta que estava ansiosa para dialogar com os professores, porque admira o trabalho de alfabetização realizado na capital. “Escuto muito falar de como Teresina tem alcançado resultados incríveis na alfabetização das crianças. Em 2020 temos um público diferenciado no 1º ano, são crianças que já leem com fluência, agora vamos desenvolver a habilidade de escrever textos incríveis também”, garantiu a especialista.

O programa de redação possui um material próprio que foi distribuído aos professores durante a capacitação. Formadores, diretores, coordenadores pedagógicos e técnicos da Secretaria Municipal de Educação (Semec) também já participaram das formações.

Equipes escolares utilizam aprendizado de Libras para desenvolver estratégias de inclusão

Ascom/ Semec

Os educadores estão cada vez mais empenhados em desenvolver estratégias para incluir seus alunos, como os que aprendem Libras para apoiar os surdos. Na Rede Municipal de Teresina, as equipes escolares estão indo além. Mais que dominar a Língua Brasileira de Sinais, professores, diretores e pedagogos estão aprendendo a construir a rotina escolar de uma forma inclusiva.

A Secretaria Municipal de Educação (Semec) está oferecendo uma capacitação para ensinar as equipes escolares a montar o planejamento pedagógico já incluindo o ensino de Libras. A turma aprende metodologias de ensino e compartilha ideias de projetos que disseminem a língua de sinais por toda a comunidade escolar.

Os participantes do curso já passaram pela formação básica e intermediária de Libras oferecida pela Semec. A fluência torna o próximo passo mais fácil, que é elaborar estratégias para melhorar a comunicação dos alunos surdos com todos que participam da rotina da escola.

“No curso treinamos técnicas de interpretação e tradução, pensando em ações desde a Educação Infantil até o Ensino Fundamental, para dentro e fora da sala de aula”, conta a formadora Ludmila Venâncio.

Segundo Ludmila, é importante lembrar que as metodologias de ensino são diferentes para um aluno surdo e um ouvinte, o que exige sensibilidade dos educadores. “O que estamos fazendo é planejando formas de levar a Libras, que tanto ajuda o surdo a se sentir incluído, para todo o fazer pedagógico.”, conclui.

Professoras do Maternal II recebem formação para trabalho estratégico na Educação Infantil

As novas professoras de turmas do Maternal II da Rede Municipal de Teresina participam nesta quinta-feira (27) de  capacitação no Centro de Formação Odilon Nunes, recebendo orientações para o trabalho na Educação Infantil do município. As 137 estagiárias atuarão em turmas formadas com crianças de 3 anos de idade.

O encontro é para apresentar a sequencia didática de 2020 e os objetivos de aprendizagem da criança. O trabalho realizado nos Centros Municipais de Educação Infantil é famoso por estimular as crianças à leitura e escrita com brincadeiras, jogos e contações de histórias, apresentando resultados de excelência na alfabetização dos alunos.

De acordo com a gerente de Educação Infantil da Secretaria Municipal de Educação (Semec), Sammya Ribeiro, é importante alinhar o time para que potencializem as habilidades das crianças em sala de aula. “Temos um planejamento estruturado para todo o ano, ajudando as crianças a entenderem regras básicas de convivência, se reconhecerem como parte do mundo, produzir arte e até experimentar tentativas de escrita”, conta Sammya.

O secretário de Educação Kleber Montezuma participou da formação e deu boas-vindas ao grupo, ressaltando a importância dos professores para o acesso das crianças aos primeiros anos da vida escolar.

“São fundamentais para essa ampliação no número de vagas da Educação Infantil. Temos mais de 7 mil crianças matriculadas no Maternal II. E mais que quantidade, precisamos das professoras engajadas no atendimento de qualidade. São parte importante do movimento para que as coisas aconteçam”, pontua.

 

Curso Gestão para a Aprendizagem ensina técnicos de acompanhamento a planejar

Ascom/Semec

Os superintendentes escolares da Rede Municipal de Ensino estão participando do 3º módulo do curso Gestão para a Aprendizagem, desenvolvido a partir de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação (Semec) e a Elos Educacional. A capacitação ajuda na organização do profissional para o desempenho de suas funções, fortalecendo o apoio aos gestores dentro da escola.

Neste 3º módulo, os técnicos de acompanhamento da Semec debatem sobre os desafios da aprendizagem, aprendendo a traçar um plano de ação individual. O grupo elege as prioridades do planejamento e recebe orientações sobre a aplicação.

De acordo com a formadora da Elos, Katia Veloso, a ideia central de planejar para executar deve ser levada adiante em todas as fases do processo. “Deve chegar inclusive nos alunos”, explica. Segundo ela, sistematizar o trabalho, os estudos e a rotina ajuda a cumprir todas as tarefas importantes, otimizando o tempo. “Essa organização é essencial no trabalho do técnico de acompanhamento e deve ser replicada na escola, gerando um melhor fluxo em todo o processo de aprendizagem”, conclui a formadora.

Ascom/Semec

Cordão Grupo de Dança vai inspirar alunos de todo o Brasil em projeto do Instituto Ayrton Senna

Ascom/Semec

Os movimentos corporais surpreendentes e o engajamento social característicos do Cordão Grupo de Dança chamaram a atenção dos coordenadores do Instituto Ayrton Senna em uma de suas visitas a Teresina. A admiração levou ao convite para que o grupo participe da divulgação de um novo projeto do Instituto, que tem foco na criatividade e no pensamento crítico dos estudantes.

Nesta quinta-feira (20), uma equipe de filmagem do IAS esteve na Escola Municipal João Porfírio de Lima Cordão, no bairro Renascença, para gravar trechos de apresentações do grupo. O principal interesse é na coreografia repleta de questionamentos sobre problemas sociais, que impactam o público e propõem uma reflexão sobre as relações humanas.

A interpretação corporal dos jovens teresinenses estará em breve nas múltiplas plataformas utilizadas pelo Instituto Ayrton Senna para anunciar suas ações. O próximo projeto, que ainda não foi anunciado oficialmente, tem relação com outras propostas educacionais já implementadas para o desenvolvimento de competências socioemocionais.

O trabalho realizado pelo Cordão Grupo de Dança há 15 anos será uma das fontes de inspiração. Além de estimular o movimento corporal para o benefício de corpo e mente, a dança dentro da escola é uma potente ferramenta pedagógica. Também é uma forma de expressão da criatividade, dos sentimentos e das inquietações dos estudantes.