Banco Popular de Teresina realiza reunião com permissionários do Shopping da Natureza

Foto: Ascom Semest

O gerente do Banco Popular de Teresina, Kelson Rossini Portela, apresentou as linhas de crédito capital de giro e aquisição de máquinas e equipamentos- para os permissionários do Shopping da Natureza, localizado na Av. Marechal Castelo Branco. O encontro aconteceu nesta quarta-feira (12).

O intuito da ação é levar ao conhecimento dos permissionários, dos equipamentos assistidos pela Secretaria Municipal de Economia Solidária (Semest), como ter acesso ao crédito disponibilizado pelo Banco Popular, que é uma extensão dessa Secretaria.

Para o gerente do Banco, Kelson Rossini Portela, a disponibilização de crédito, com taxas e juros abaixo do mercado, para os permissionários é de suma relevância para que eles possam manter seus negócios.

“É uma preocupação da secretária de Economia Solidária, Gessy Fonseca, que os micro e pequenos empreendedores tenham acesso ao crédito, para que possam manter seus negócios e continuarem gerando emprego e renda. E o Banco Popular se faz presente nessa missão disponibilizando crédito, com juros e taxas acessíveis para os micro e pequenos empreendedores”, ressaltou o gerente.

Os presentes demonstraram-se animados com a possibilidade de ter acesso a linhas de crédito para alavancar seus negócios. E ficou acertado que a coordenadora do Shopping da Natureza, Maria do Socorro Alves, encaminhará a Semest um ofício com os dados dos permissionários que desejam fazer um financiamento com o Banco.

“Vamos dar procedência a esse ofício o mais rápido possível, pois esse crédito será muito bem vindo para gente. Com a pandemia tivemos dificuldades em manter nosso negócio e honrar nossos compromissos. E essas linhas de crédito do Banco Popular, juros e taxas, estão diferenciadas, então é uma oportunidade que queremos aproveitar para desenvolver nosso trabalho. Obrigada, por se disponibilizarem em vir até aqui nos explicar, pois não tínhamos conhecimento dessas informações”, agradeceu a coordenadora do Shopping da Natureza.

Feira do Mercado do Produtor incentiva o empreendedorismo e fomenta economia no Vale do Gavião

Fotos: Ascom Semest

O evento de abertura da Feira do Mercado do Produtor, foi realizado na manhã desta sexta-feira (07) no bairro Vale do Gavião, zona Leste de Teresina e contou com a presença do prefeito, Dr. Pessoa, o vice-prefeito, Robert Rios, a primeira-dama, Samara Conceição, o secretário da Superintendência das Ações Descentralizadas Leste (Saad Leste), James Guerra, o secretário de Comunicação, Lucas Pereira, e a anfitriã secretária Municipal de Economia Solidária (Semest), Gessy Fonseca.

A Feira é uma iniciativa da Semest, com o apoio da Saad-Leste, para incentivar e apoiar práticas de empreendedorismo e fomentar a economia da região. Segundo a secretária de Economia Solidária, Gessy Fonseca, a feira é uma forma de trazer visibilidade para o Mercado do Produtor e o objetivo está sendo alcançado.

“Quando começarmos a nos movimentar com o intuito de trazer a feira, os permissionários ficaram mais motivados e voltaram com seus estandes. Essa Feira é muito importante no que diz respeito ao fomento da economia do Vale do Gavião e para os micro-empreendedores”, disse a secretária.

O superintendente da Saad-Leste, James Guerra, avaliou de forma positiva a parceria com a Semest e os resultados alcançados.

“É uma grande ação da Prefeitura de Teresina, por meio da Semest e Saad Leste, nossa ideia é dá incremento nas ações de desenvolvimento econômico. O Mercado estava parado, e não é isso que queremos. Então plantamos essa iniciativa como uma semente, que isso possa prosperar em outros bairros”, ressaltou o superintendente.

A organização do evento espera que cerca de 200 pessoas frequentem o ambiente por dia. Até domingo (09) os visitantes poderão ter acesso à exposição de produtos artesanais, calçados, confecções, produtos personalizados, hortifrútis, comidas, bebidas e muito mais. “Gostei muito da iniciativa. Precisávamos trazer mais visibilidade para esse mercado. E ter um local de lazer para a família”, relatou a participante, Rosemira Oliveira.

Os expositores e permissionários do mercado agradeceram pelo evento e ressaltaram a visibilidade que a Feira trouxe para seus trabalhos e produtos. Como é o caso da empreendedora Mireli Aires Botelho, que trabalha há três anos com sua própria marca de sapatos e bolsas.

“Só em ter esse espaço onde o cliente pode vir aqui ou fazer uma retirada é muito bom, pois minha loja é online e algumas pessoas sentem a necessidade de ver o produto. Vocês, Semest, estão nos incentivando e nos dando suporte para empreender”, falou à empreendedora.

A Feira do Mercado do Produtor, vai até domingo (09) com horário de funcionamento de 8h às 17h. A organização reforça que as pessoas tomem as medidas individuais de proteção a Covid-19, com uso de máscara e álcool em gel.

Feira do Mercado do Pequeno Produtor será realizada na zona Leste

A Secretaria Municipal de Economia Solidária de Teresina (Semest), irá promover nesta sexta-feira (07), sábado (08) e domingo (09) a Feira do Mercado do Produtor. Estarão presentes na abertura do evento o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, a secretária municipal de Economia Solidária, Gessy Fonseca e convidados.

A Feira é uma proposta da Semest, com o apoio da Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas Leste (Saad Leste), para incentivar e apoiar os micro e pequenos empreendedores, dando visibilidade ao trabalho desenvolvido por eles, gerar renda e fomentar a economia solidária do Vale do Gavião, zona Leste da Capital.

A secretária de Economia Solidária, Gessy Fonseca, ressaltou a importância e compromisso da Semest na realização de eventos que divulgue, fomente e gere emprego e renda.

“Essas feiras são uma vitrine para os micro e pequenos empreendedores mostrarem e divulgarem seus produtos para a população. A Semest investe e apoia feiras, como essa do Mercado do Pequeno Produtor, para reforçamos nosso compromisso em proporcionar visibilidade ao trabalho dos nossos assistidos e fomentar a geração de emprego e renda para a região”, afirmou a secretária.

Mais de 30 empreendedores estarão expondo seus produtos no local e há uma expectativa para realização de vendas. Como é o caso da artesã Luana Catarine. “Essa feira só vem agregar ao nosso trabalho, uma forma de divulgar meus produtos e vendê-los, principalmente na região onde trabalho e moro. Estamos ansiosos e com boas expectativas de vendas. Infelizmente, com a pandemia os negócios caíram e estou apenas nas plataformas digitais, o que restringe nosso público, e a Feira é uma oportunidade de ampliar esse público”, pontuou a artesã.

A organização da Feira ressaltou a importância de medidas de proteção como uso de máscaras e álcool em gel.

Serviço

Evento: Feira do Mercado do Pequeno Produtor

Abertura: 9h

Dias: 7, 8 e 9 de maio

Local: Centro Comercial Mercado do Produtor – Av. Luzia de Andrade, Vale do Gavião; Teresina

Horário: das 8h às 17h

Semest executa plano de ação dos primeiros 100 dias de gestão

A Secretaria Municipal de Economia Solidária de Teresina – Semest finalizou o balanço do primeiro trimestre de gestão. Ainda no primeiro mês, a secretária municipal de Economia Solidária, Gessy Fonseca e equipe de gabinete realizaram visitas a todos os equipamentos coordenados por essa secretaria, que são: oito lavanderias comunitárias, 16 centros de produção, mais de 50 lojas no Polo Cerâmico e Olaria, no bairro Poti Velho, Mercado da Piçarra e Shopping da Natureza.

Com o intuito de conhecer a realidade dos micro e pequenos empreendedores assistidos pela Semest nesses locais, a equipe aproveitou a oportunidade para fazer um levantamento dos problemas a serem solucionados para melhorar a vida e trabalho dos assistidos.

Segundo a secretária Gessy Fonseca, conhecer o local e ouvir as pessoas é a melhor maneira de aferir o que deve ser feito. “Nessas visitas, pudemos, além de ouvir, ver a realidade dos nossos empreendedores. Conhecendo suas dificuldades, dentre elas: divulgação, incentivo e infraestrutura; assim, podemos dar início a um trabalho de divulgação desses equipamentos e, também, tomar medidas para solucionar problemas de incentivo e infraestrutura”, disse a secretária.

Segundo a secretária Gessy Fonseca, conhecer o local e ouvir as pessoas é a melhor maneira de aferir o que deve ser feito Foto(Ascom/Semest)

Lavanderias Comunitárias

As oito lavanderias comunitárias geram emprego e renda para cerca de 20 a 50 mulheres, cada. Com o exercício da profissão, essas mulheres provêm ou complementam o sustento de suas famílias e prestam um serviço de qualidade a comunidade – lavam, secam, passam e entregam as peças dobradas – por um preço justo.

Para contribuir e alavancar com esta prestação de serviços, a Semest enviou ofícios às Superintendências das Ações Descentralizadas – SAADs, responsáveis pelas respectivas zonas onde as lavanderias ficam localizadas, solicitando as reformas estruturais dos ambientes. Também há um trabalho em conjunto com a SAAD Leste para reativar a lavanderia da Vila Uruguai. E a parceria se estende na vistoria e análise para implantação de energia solar nas lavanderias do Planalto Uruguai e Satélite.

Conheça as lavanderias comunitárias:

– Morro da Esperança

Rua Amazonas, 2564, Marques.

– Planalto Ininga

Rua José Alves da Silva, 2330, Ininga.

– Santa Isabel

Rua Des. Fernando Sobrinho, 4742, Morada do Sol.

– Planalto Uruguai

Av. Principal com a Rua 02, Planalto Uruguai.

– Satélite

Rua Branca, 4040, Satélite.

– Três Andares

Rua Oriente s/n, Três Andares.

– Vila Nova

Rua 25 de Agosto, 1049, Parque Piauí.

– São Pedro

Rua Murilo Braga, 820, São Pedro.

Centros de Produção:
Cada centro de produção tem de 12 a 42 boxes onde a população tem acesso a inúmeros produtos e serviços, como: confecções, calçados, artesanato, conserto de peças e móveis, produtos e roupas personalizados, acessórios, produções temáticas para festas e muito mais. Além de ser uma opção para os moradores que não podem ou não querem se deslocar até o Centro da cidade para comprar.
Para solucionar os problemas iniciais de infraestrutura, a Secretaria enviou ofícios às SAADs responsáveis e está fiscalizando os permissionários que estão com seus boxes fechados e está promovendo reuniões com os coordenadores dos centros.

Conheça os centros de produção:

Zona Norte

Mocambinho

Av. Freitas Neto s/n – Mocambinho

Parque Wall Ferraz

Rua Espigão, 2145 – Vila Parque Wall Ferraz

Buenos Aires

Rua Miguel Alves, 4370- Buenos Aires

Padre Eduardo

Rua Maurício de Nassau, 4201 – São Joaquim

Zona Sul

Saci

Praça das Palmeiras, 560 – Saci

Promorar

Av. Transversal, 2174 –  Promorar

Santo Antônio

Rua Aclimação, 2369 – Vila Bom Jesus

Vila da Glória

Rua Agricolândia, 8036 – Vila da Glória

Zona Sudeste

Dirceu

Rua 07, Bloco 10 – Pavilhão Superior do Mercado do Dirceu I

Redonda

Quadra 09 C- 60, 6066 – Redonda

Carlos Falcão

Rua Santo Estevão, 4303 – Cel. Carlos Falcão

Monte Horebe

Rua Rio Vermelho, 2729 – Lot. Do Renascença III

Zona Leste

Cidade Jardim

Rua Salitre, 7780 – Cidade Jardim

Vila Maria

Av. Zequinha freire,4379 – Vila Maria

Parque Mão Santa

Rua Bianor Carvalho, 5668 – Vila Parque Mão Santa

Vila Nova

Av. Santa Teresinha s/n, com rua Jaboatão – V. Nova

Polo Cerâmico Poty Velho
No Polo Cerâmico está a maior expressão do artesanato de Teresina, as cerâmicas. A atividade desenvolvida pelos ribeirinhos desde a década de 1970 faz parte do patrimônio imaterial cultural da cidade e é reconhecida no exterior. Além de gerar emprego e renda para mais de 280 famílias, segundo a Cooperativa de Artesanato do Poty Velho (Cooperart-Poty).
O Polo Cerâmico conta com mais de 5O lojas, cada uma com sua oficina de produção e espaço de queima. Todo o processo de criação, desde a extração da argila, é realizado pelos artesãos. A Cooperart- Poty, que possui 39 artesãs, gera, mensalmente, cerca de R$ 5 mil a R$ 8 mil reais para a cooperativa.

Shopping da Natureza
Em uma visita ao Shopping da Natureza, a secretária de Economia Solidária, Gessy Fonseca, ficou sensibilizada com a realidade dos permissionários que estavam sofrendo por falta de um local para realizar suas necessidades fisiológicas.
Como medida, a secretaria enviou ofício para a SAAD Leste, onde a solicitação de implantação de banheiros químicos foi prontamente atendida.“A Semest está atuando para desenvolver a economia solidária do município de Teresina e possibilitar condições dignas de trabalho. Esta ação além de incentivar os empreendedores, é, antes de tudo, uma ação humanitária”, ressaltou a secretária.

Doações
Para buscar medidas de contenção da pandemia de Coronavírus e gerar emprego e renda para empreendedoras do ramo de corte e costura, a Semest desenvolveu projetos para a produção de máscaras de tecido. Ao todo, foram doadas oito mil máscaras para a casa de recuperação de dependentes químicos, Casa do Oleiro, e para Paróquia Nossa Senhora da Imaculada Conceição, que presta um serviço a comunidade menos assistida da região.

Liberação de crédito para empreendedores:
O Banco Popular é uma extensão da Semest que administra e aplica recursos do Fundo de Geração de Emprego e Renda – FUNGER. O banco dispõe de linhas de crédito para: capital de giro, com teto máximo de R$ 4 mil; e para investimento em máquinas e equipamentos com teto de até R$ 10 mil- sendo 30% desse montante destinado para capital de giro, com taxas e juros abaixo do mercado.
E agora o Banco Popular também viabiliza crédito para quem está com restrição no CPF, desde que o avalista não tenha restrição. “O intuito é contribuir para a elevação da renda e geração de trabalho para a população, tendo como prioridade possibilitar acesso ao crédito aos micro e pequenos empreendedores, um dos segmentos mais afetados pela pandemia”, frisou a secretária Gessy Fonseca.

Parcerias
FMS
A Semest e Fundação Municipal de Saúde firmaram Acordo de Cooperação Técnica para a produção de kits de EPIs. A FMS ficou responsável pelo custeio e pagamento de mão de obra; enquanto a Semest pela coordenação dos grupos de costureiras e aquisição de insumos – tecido, elásticos, plásticos, TNT, entre outros. Foram produzidos 75 mil kits de EPIs (máscara, touca e avental), 200 máscaras em TNT e duas mil viseiras.
A entrega foi finalizada no mês de março, e a FMS fez o repasse dos kits para os profissionais que atuam na linha de frente no combate a Covid-19.

Companhia Hidroelétrica do São Francisco – Chesf
Parceria de fomento a economia solidária que incentive o micro e pequeno empreendedor, bem como promoção de ações voltadas para o setor de agricultura familiar, através da criação de hortas comunitárias.

Conselho Regional de Administração do Piauí – CRA – PI
Convênio para viabilizar e promover o desenvolvimento da gestão dos equipamentos da Semest, através dos administradores e alunos de administração do Piauí.
“Nossa equipe está atuando e buscando a cada dia formas de contribuir para o desenvolvimento da economia solidária em Teresina. Nosso intuito é gerar crescimento econômico, social e regional através de ações que fomentem e incentivem o empreendedorismo”, finalizou a secretária.

Prefeitura inicia desafio #MOVETERESINA para implantação de soluções digitais para o transporte público

A abertura do desafio #MOVETERESINA ocorreu de forma online e remota (Foto: Ascom/Semplan)

A Prefeitura de Teresina iniciou esta semana a primeira etapa do desafio #MOVETERESINA, que tem como principal objetivo desenvolver soluções digitais para melhoria do transporte público da capital. Cerca de duzentos (200) inscritos terão acesso a workshops onlines para desenvolvimento de metodologias de gestão de dados, além de um aprofundamento nos principais desafios do sistema de transporte da capital.

Trabalhando em equipes, os participantes do projeto terão a oportunidade de testar sua solução digital na grande Teresina. Terão financiamento de até R$ 60.000,00 para o desenvolvimento do protótipo por meio de contrato com a Systra, um grupo internacional de engenharia e consultoria na área de mobilidade que já realizou trabalho no Rio de Janeiro, Santiago (Chile) e Reino Unido. As equipes participantes também estarão focadas em gerar ideias e soluções orientadas através de mentorias e workshops, além de acumular experiências e capacitação em tecnologias digitais e em desenvolvimento ágil de projetos.

A abertura do desafio #MOVETERESINA ocorreu de forma online e remota, com a participação dos atores fundamentais para que o projeto fosse compilado e iniciado a fase de desenvolvimento. Após quase dois anos desde o início do projeto, Cíntia Bartz, coordenadora da Agenda Teresina 2030, departamento da Secretaria Municipal de Planejamento (Semplan), fala do objetivo do trabalho e a importância para a cidade.

“Esse é um momento especial, pois o projeto se iniciou em 2019 e temos trabalhado a longo prazo para iniciarmos essa etapa de construção e desenvolvimento de ideias para o transporte público. Um dos pontos interessantes que marca o início do desafio #MoveTeresina é a inclusão da situação pandêmica que vivemos na discussão dos projetos. Então, teremos soluções que também vão olhar para esse contexto de pandemia e suas implicações”, explica  a coordenadora Cíntia.

Guillermo Madrid, gerente de projetos da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), explicou o papel do banco nessa iniciativa. “O #MoveTeresina é um projeto inserido no Observatório do Transporte de Teresina, que é financiado pela União Europeia, através do Programa EuroClima+, que busca soluções resilientes para o meio ambiente e pensadas para o futuro. A AFD faz a gestão desse projeto, em resposta a uma demanda da Prefeitura de Teresina nessa questão do transporte público. Com isso, temos uma ação muito relevante, pois as ações desenvolvidas trarão uma resposta para termos um serviço mais eficiente, inclusivo e resiliente, acompanhando as mudanças climáticas e suas implicações”, ressalta Guillermo.

O primeiro contato com os inscritos que irão desenvolver propostas para o transporte da capital é também um momento de realização para todos os envolvidos no projeto, como a arquiteta e urbanista Mariana Fiuza, integrante da Agenda 2030. “Participei do processo de implementação da proposta e é muito satisfatório ver que chegamos em um momento de unirmos forças com outras pessoas, além das que estiveram desde o começou que é a Systra, a AFD, a Prefeitura e a Universidade de Fortaleza (Unifor). Agora poderemos receber mais contribuições, já que essa é uma etapa crucial para o desenvolvimento do projeto. Assim, teremos boas soluções para os desafios que identificamos. O sentimento de satisfação é mútuo”, afirma Mariana.

A abertura do desafio #MOVETERESINA ocorreu de forma online e remota (Foto: Ascom/Semplan)

Desafio #MOVETERESINA

O Desafio #moveteresina – Inovação Aberta para Soluções Digitais no Transporte Público de Teresina, foi pensado para atrair a criatividade, inovação, iniciativas empreendedoras e habilidades no desenvolvimento ágil de projetos. A proposta foi aberta à colaboração de todos aqueles que acreditam poder contribuir para o exercício da cidadania sob forma com ideias e soluções para a melhoria da qualidade e eficiência do transporte público de Teresina, considerando o contexto atual e futuro na forma de 7 desafios.

As propostas a serem desenvolvidas devem visar soluções digitais para os seguintes desafios: sistema de informação em tempo real; validação dos dados do sistema de transporte; medição dos indicadores de qualidade e desempenho; otimização da rede de transporte público coletivo; certificação dos serviços prestados; controle de cartões com gratuidade; acompanhamento financeiro dos contratos.

Mercado do Peixe terá regras especiais para evitar aglomerações na Semana Santa

O Mercado de Peixe de Teresina inicia uma ação especial para a Semana Santa, em conjunto com Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD-Leste), a Guarda Municipal e a STRANS, para cumprimento rigoroso aos protocolos para o combate ao Covid-19. A ação começa nessa terça-feira (30) e segue até sexta-feira, 2 de abril.

Para evitar aglomerações, só será permitida a permanência de 50 veículos no estacionamento, entrando de 5 em 5. E para clientes e permissionários, todos os boxes estarão equipados com álcool em gel e máscaras, e os funcionários vão trabalhar utilizando toda a proteção exigida.

Segundo o superintendente SAAD-Leste, James Guerra, a ação tem grande importância porque neste período as vendas no Mercado do Peixe aumentam consideravelmente, em virtude da Semana Santa, e a ideia é dar mais proteção aos consumidores e a quem trabalha no mercado.

Mercado do Peixe preparado para receber os clientes / fotos: Ascom SAAD Leste

Semest promove café da manhã para lavadeiras

A Secretaria Municipal de Economia Solidária- Semest promoveu na semana do dia da mulher, um café da manhã para as lavadeiras das oito lavanderias comunitárias, coordenadas por esta Secretaria. Mais de 150 mulheres foram agraciadas com a ação. Na oportunidade, também, foram entregues máscaras, para reforçar a prevenção ao Coronavírus.

Francisca Chagas da Silva, que trabalha na lavanderia do bairro Satélite, agradeceu a equipe. “Foi uma surpresa, um presente maravilhoso; não estávamos esperando. Estamos honradas com o gesto de vocês”.

A gerente de projetos da Semest, Aline Almeida, acompanhou a entrega dos cafés e ressaltou a importância do trabalho das lavadeiras. “A ação simbólica tem como objetivo demonstrar o carinho da Secretaria, para com essas mulheres tão cheias de fibra e garra. Que promovem o sustento de suas famílias através de uma prestação de serviço de qualidade para a população.” disse.

Mais de 150 mulheres foram agraciadas com a ação. Foto (Ascom: Semest)

Prefeito recebe demandas de representantes da construção civil

Fotos: Semcom

O prefeito de Teresina Doutor Pessoa, se reuniu na tarde desta quarta-feira (10) com representantes do setor industrial piauiense. Na oportunidade o gestor ouviu demandas da Associação Piauiense de Empresários de Obras Públicas (APEOP). Entre as solicitações, o grupo pediu um assento no Conselho do Contribuinte do município.

O presidente da Apeop, Gilberto Cordeiro, avaliou de forma positiva o encontro com o prefeito e fala da importância do relacionamento com a gestão.

“É muito importante as entidades estreitar o relacionamento com os gestores. Estamos muito felizes, fomos muito bem recebidos pelo prefeito Doutor Pessoa. Entendemos que todas as nossas demandas foram solucionadas. O prefeito dentro da sua sensibilidade tratou as questões dentro do que esperávamos e com isso, estamos felizes e gradecidos”, disse o presidente da Apeop.

Segundo o prefeito Doutor Pessoa, a administração pública tem trabalhado para desburocratizar as demandas municipais e incentivar o empreendedorismo e desenvolvimento na cidade.

“Nossa gestão é marcada por diálogo. Diálogo esse que quero manter durante toda administração pública. Como prefeito tenho recebido demandas de todos os setores da sociedade, sobretudo aqueles que contribuem com o desenvolvimento da nossa capital”, declarou o prefeito.

Doutor Pessoa visita empreendimento que vai gerar 150 empregos em Teresina

Fotos: Lucas Dias / Semcom

O prefeito de Teresina, Doutor Pessoa, visitou na tarde desta quarta-feira (24) as futuras instalações da loja Havan, localizada na zona Leste da capital. A ocasião contou com a presença do diretor de expansão da Havan, Nilton Hang e parte da equipe do grupo.

O gestor municipal falou da importância da geração de empregos em Teresina e da chegada do empreendimento à capital, que deve ser inaugurado no dia 31 de março.

“É um novo olhar da administração de Teresina e a palavra de ordem é desburocratizar e dessa forma sabemos que vai servir ao povo. É uma alegria receber esse investimento com novo modelo, nessa nova visão administrativa da cidade que vai nos ajudar a gerar emprego e renda. Queremos fomentar grandes empreendimentos como esse”, destacou Doutor Pessoa.

Para o diretor de expansão da Havan, Nilton Hang, o empreendimento de mais de R$ 35 milhões, vem para agregar ainda mais no varejo da cidade, além de gerar emprego e renda.

“A loja de Teresina é uma das maiores do Brasil com 19 mil metros de área construída e irá contribuir diretamente com 150 empregos. Vamos inaugurar no final de março e estamos felizes em poder contribuir com o varejo da capital e sermos mais uma opção de compras”, afirmou o diretor.

Marcelo Eulálio, secretário de desenvolvimento econômico, falou sobre processo que a prefeitura está realizando para abertura de empresas na capital.

“A gestão do Doutor Pessoa visa atrair o maior número de investimentos e incentivos. Todos os empresários de pequeno, médio e grande porte que queira investir, claro, respeitando a legislação aplicada, cada caso, estamos ajudando a acelerar esses novos empreendimentos na capital”, ressaltou Marcelo Eulálio.

Voucher estética começa a ser distribuído para os servidores municipais

A Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos (SEMA) iniciou a distribuição de vouchers de serviços estéticos aos servidores de Teresina. A ação faz parte de um programa lançado pela Prefeitura de Teresina como forma de minimizar os impactos da pandemia do novo coronavírus aos profissionais que atuam no segmento de beleza e bem-estar.

Ao todo, são quase dois mil vouchers que estão sendo distribuídos entre os servidores municipais e contemplam os seguintes serviços: cabeleireiro e barbeiro; manicure e pedicure; designer de sobrancelhas e limpeza de pele.

“O servidor não terá nenhum ônus para usufruir do benefício, pois o programa funciona da seguinte maneira: a Prefeitura abriu uma seleção para esses profissionais; aqueles que atenderam aos requisitos do edital foram credenciados e receberam antecipadamente, da própria Prefeitura, o valor pela prestação do serviço. Agora que os estabelecimentos retomaram seu funcionamento seguindo as normas de prevenção e combate ao novo coronavírus, nós estamos distribuindo gratuitamente os vouchers aos nossos servidores”, detalha o secretário municipal de Administração e Recursos Humanos, Leonardo Silva.

A ação beneficia mais de 130 profissionais da cidade e, conforme o contrato firmado, os serviços devem ser executados até agosto deste ano. Ao receber o voucher, o servidor escolhe qual serviço deseja, de acordo com a disponibilidade. O voucher indica ainda quem será o profissional a prestar o serviço, o seu endereço e telefone de contato para agendamento.