Empreendedorismo feminino é destaque nas feiras promovidas e apoiadas pela Semest

Feiras promovidas pela Semest são vitrines para os produtos dos micro e pequenos empreendedores de Teresina Fotos(Ascom/Semest)

Neste ano, o projeto Feiras Semest gerou mais de R$ 206 mil para micro e pequenos empreendedores, contribuiu para o fomento da economia dos bairros de Teresina, trouxe oportunidades de trabalho e renda para micro e pequenos empreendedores. Além disso, trouxe visibilidade e espaço para o crescente avanço do empreendedorismo feminino na capital.

Dados divulgados pela Agência Sebrae de Notícias (ASN) mostram que o Piauí ocupa a 3ª posição no Nordeste em percentual de mulheres donas de negócios. Para a secretária municipal de Economia Solidária (Semest), e também empreendedora, Gessy Fonseca, o apoio ao segmento é primordial para o avanço de medidas em combate à crise econômica, ocasionada pela pandemia e para incentivar mulheres que desejam empreender.

“O projeto Feiras Semest nos trouxe bons resultados. As feiras atuaram como uma vitrine de negócios para os micro e pequenos, onde eles puderam ter acesso a um espaço de divulgação e comercialização dos seus produtos e serviços”, destacou a secretária.

Há um ano a empreendedora Ana Mara Feitosa abriu seu próprio negócio on-line e a sua participação nas feiras contribuiu para que ela abrisse sua loja física. “Participar das feiras Semest é uma grande oportunidade, aprendemos muito com a troca de experiências com os colegas, compartilhamos técnicas de venda. As feiras me deram mais visibilidade e também aumentou a lucratividade das nossas vendas. Estou muito feliz com os resultados”, falou com satisfação a empreendedora.

A logística das feiras busca proporcionar aos empreendedores um local no qual pudessem captar e ampliar sua cartela de clientes para obterem êxito nos demonstrativos.

“As praças de Teresina eram o palco para as nossas feiras, uma forma de aproveitar os espaços da cidade e também trazer aos moradores opções de lazer para a família. Estudamos o fluxo de pessoas na região para que nossos expositores tivessem uma gama maior de possíveis clientes. Visto que a grande maioria só atua no comércio virtual, as feiras permitiam um contato olho no olho com os clientes”, frisou o secretário executivo, Anderson Emanuel Abreu.

Para a consultora Helayne Miranda, as estratégias adotadas pela equipe trouxeram êxito para o seu negócio. “As feiras nos dão visibilidade, as pessoas vão passando e conhecem o nosso produto. Temos a oportunidade de falar do produto e demonstrá-lo, o que às vezes não é possível de forma on-line. Então, ter um espaço seguro, gratuito e com toda a estrutura é fundamental para nós, micro e pequenos empreendedores. O preparo da equipe Semest possibilitou que eu aumentasse minha cartela de clientes, com pessoas de outras regiões da cidade. Que em 2022 o projeto continue e minha gratidão a toda equipe”, agradeceu a cosmetologista.

Dr. Pessoa participa de Encontro de Empreendedorismo Feminino na zona Sul de Teresina

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, participou, na manhã deste sábado (20), do 1° Encontro de Empreendedorismo Feminino da periferia da Vila Palitolândia, região da Vila Irmã Dulce, zona Sul de Teresina.

No evento, mulheres da Vila Palitolândia expuseram produtos que vão de serviços alimentícios ao artesanato, atual fonte de renda de 60 mulheres cadastradas no grupo da associação.

Fotos: Lucas Dias / Semcom

Dr. Pessoa visitou a comunidade e pôde acompanhar a realidade dos moradores. Dentre as solicitações da população, está o calçamento de uma rua e a reforma de uma quadra de esportes.

“Vamos fazer nessa comunidade um espaço próprio para a exposição dos produtos para gerar renda para as famílias da região. Queremos também preparar todas com cursos profissionalizantes para fortalecer o espírito empreendedor que há dentro de vocês. E quero deixar registrado que vamos fazer a rua e reformar a quadra para que todos daqui tenham esporte e lazer”, afirmou o gestor municipal.

A presidente da Associação de Moradores do bairro, Maria Zilda Barbosa, destacou a importância da presença do prefeito no evento.

“A comunidade Palitolândia está radiante com a visita do prefeito. Com tanto tempo que moramos aqui, é a primeira vez que um prefeito vem ouvir as demandas da comunidade. Isso mostra o quanto Dr. Pessoa de fato cuida das pessoas, gosta de estar com as pessoas”, declarou a presidente.

Uma das mulheres cadastradas é Auricélia Maria, ela relata que, por conta da pandemia da Covid-19, teve que buscar alternativas para sobreviver e colocar alimentação em casa.

“Começamos a desenvolver esse empreendedorismo no início da pandemia. Como ficamos reclusas em casa sem condições para trabalhar, veio a necessidade financeira e um grupo de mulheres resolveu se reunir para ajudar a colocar comida em casa. Com isso, estamos batalhando por nosso espaço, buscando aprender e oferecer sempre o melhor para os clientes”, disse Auricélia.

Banco Popular de Teresina aplica R$ 3 milhões na economia

Mais de 850 micro e pequenos empreendedores foram beneficiados com uma linha de crédito do BPT Fotos(Ascom/Semest)

O Banco Popular de Teresina aplicou R$ 3 milhões na economia da capital, através das suas linhas de crédito capital de giro e equipamentos. Mais de 850 nanos, micros e pequenos empreendedores foram beneficiados, de abril a outubro de 2021. Agora, o Banco dobrou sua linha de crédito capital de giro para R$ 8 mil reais e estendeu seu crédito para motoristas de aplicativo e delivery.

Para a secretária municipal de Economia Solidária, Gessy Fonseca, os números relevantes são frutos de um trabalho alinhado com a pasta e a atenção às necessidades dos empreendedores.

“A nossa equipe está alinhada e atenta às necessidades dos nossos assistidos e as demandas da cidade. Intensificamos a disponibilização de crédito e ampliamos o nosso público para que mais micro e pequenos empreendedores tenham condições para se desenvolver e gerar mais oportunidades de trabalho e renda. Alcançamos um resultado nunca tido antes, estamos comprometidos com o desenvolvimento de Teresina”, ressaltou a secretária.

A secretária também destacou sobre o aumento da linha de crédito para os micro e pequenos empreendedores, pois muitos ainda sofrem com a crise ocasionada pela pandemia. “Sabemos da importância da aquisição de crédito, principalmente para os micro e pequenos empreendedores que foram bastante prejudicados com a pandemia. Então, a disponibilização de recursos é muito importante nesse momento em que caminhamos para uma retomada econômica”, disse Gessy Fonseca.

Com a aquisição do crédito, os micro e pequenos empreendedores tiveram a oportunidade de abrir, manter e/ou até mesmo alavancar seus negócios, como foi o caso da Francineide Sepúlvida e suas irmãs, que começaram apenas com delivery e hoje têm seu ponto físico.

Com o crédito, pudemos abrir nossa loja física de açaí, compramos freezer e investimos na infraestrutura do espaço. Nesse pequeno ponto trabalham sete pessoas, então, só tenho a agradecer a secretária, Gessy Fonseca e a essa gestão”, agradeceu a empreendedora.

Outro segmento beneficiado com as linhas de crédito são os motoristas de aplicativo e delivery. A inclusão desse segmento se deu após uma reunião solicitada pela secretária, Gessy Fonseca, com representantes da classe, realizada no dia 27 de outubro.

“Recebemos os motoristas de aplicativo e delivery e demos início ao processo de cadastramento dos interessados. Por conta da grande demanda, mobilizamos a equipe para agilizar os processos de financiamento e estaremos liberando R$ 580 mil para 90 motoristas de aplicativo e delivery”, ressaltou o gerente do Banco Popular, Almy Andrade.

As assinaturas dos cadastros aprovados serão realizadas na sexta-feira, 12, no auditório da Secretaria Municipal de Economia Solidária, a partir das 9h.

Empreendedoras têm bons rendimentos na 18ª edição do Outlet Chic Teresina

O evento apoiado pela Prefeitura de Teresina, trouxe rendimentos de mais de R$ 12 mil reais para empreendedoras indicadas pela Secretaria Municipal de Economia Solidária de Teresina (Semest). As empreendedoras expuseram e comercializaram seus produtos, de 05 a 07 de novembro, no Atlantic City.

A empreendedora, Ana Mara de Oliveira, agradeceu a oportunidade de participar do Outlet e falou um pouco da experiência e oportunidades durante os três dias de evento.

“Nesse outlet que tive a oportunidade de participar, eu pude apresentar a minha loja para as pessoas, para os meus seguidores, e economicamente foi muito bom. Que a Semest continue sempre assim, dando espaço para pequenos empreendedores, vocês nos passam segurança. Eu vi pessoas vindo até mim, perguntando pela minha loja, então eu só tenho a agradecer.” falou com satisfação a empreendedora.

A secretária de Economia Solidária, Gessy Fonseca, pontuou a importância dos micro e pequenos empreendedores para o desenvolvimento econômico de Teresina.

“Os empreendedores geram oportunidades de trabalho e renda, aquecem e movimentam a economia dos bairros da Cidade. Então possibilitar que eles tenham acesso a expor e apresentar seus produtos é muito importante. Em apenas três dias, tivemos empreendedoras como a Ana Mara que venderam mais de R$ 4 mil reais” pontuou a secretária.

Lavanderias Comunitárias são fontes de renda e serviços em Teresina

As lavanderias comunitárias de Teresina geram oportunidades de trabalho para mais de 200 famílias na capital, colaboram para uma prestação de serviço de qualidade e baixo custo para a comunidade, bem como contribuem para a realização de sonhos das mulheres que prestam seus serviços no local.

A Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), através da Secretaria Municipal de Economia Solidária de Teresina (Semest), coordena e apoia dez lavanderias comunitárias, dessas, duas foram reformadas, inauguradas e entregues à população no primeiro semestre de 2021. Neste ano, apesar das medidas restritivas para controle da covid-19, algumas lavanderias geraram de R$ 50 a R$ 80 mil por mês.

“As lavanderias comunitárias oportunizam trabalho e renda para mais de 200 mulheres diretamente. As lavadeiras prestam um serviço de qualidade e baixo custo para a população de Teresina. Muitas contam apenas com a renda como lavadeira e sustentam suas famílias”, ressaltou a secretária municipal de Economia Solidária de Teresina, Gessy Fonseca.

Através da atividade de lavadeira, muitas mulheres na Cidade têm sua fonte de renda e/ou promovem o sustento de suas famílias lavando, passando e engomando. A lavadeira Alda Soares, 58 anos, tem mais de três décadas na profissão criou os filhos e contribui para a criação dos netos lavando roupas.

“Eu vim do interior e comecei a trabalhar na lavanderia comunitária Morro da Esperança desde a sua inauguração. Daqui eu tiro toda a minha renda, criei meus filhos, ajudo a criar meus netos, pago minhas contas. Eu sempre fui o homem e a mulher da minha casa e graças, ao meu trabalho e a esse lugar eu consegui minha casa e tudo que tenho”, disse com satisfação a lavadeira.

Nas lavanderias comunitárias também há espaço para as “auxiliares”, muitas lavadeiras possuem uma clientela ampla e fiel e acabam por não conseguirem atender a demanda em todas as etapas do processo e recorrem às auxiliares para ajudá-las. Algumas lavam, outras engomam, e assim, além de conseguirem atender a demanda de clientes também oportunizam trabalho para outras mulheres.

Esse é o caso da Maria Pereira dos Santos, 48 anos, que trabalha há seis anos como auxiliar. “Nesses anos de trabalho, eu pude complementar a renda com a do meu marido, mantemos a casa e podemos fazer melhorias. Eu tinha um sonho de fazer o muro da minha casa e eu consegui. Também, ajudo minha filha a pagar a faculdade de jornalismo.” falou Maria Pereira.

A lavadeira Maria da Conceição Oliveira, a dona Ceiça, iniciou na lavanderia comunitária Santa Isabel como auxiliar, e com 15 anos de profissão criou as filhas, que hoje ajudam a mãe quando há aumento na demanda. “Minha renda é toda daqui, eu criei minha filhas, ajudo a criar minha neta, pago minhas contas. Tenho 20 clientes fixos, e com eles consigo uma renda mensal de cerca de R $2.500,00, eu sustento minha casa” ressaltou com alegria.

Vagas para lavadeiras

Em Teresina, a PMT arca com os custos de energia e água para as lavanderias que não possuem poços, e o cadastro é feito na própria lavanderia. As lavanderias entregues no primeiro semestre- Coronel Carlos Falcão e Vila Uruguai, zonas Sudeste e Leste, respectivamente, têm vagas disponíveis e quem tiver interesse é só entrar em contato pelo (86) 9 9512-4896.

Conheça nossas lavanderias comunitárias:

LAVANDERIA
ENDEREÇO
Morro da Esperança Rua Amazonas, 2564, Marques.
Três Andares Rua Oriente s/n, Três Andares
Vila nova Rua 25 de agosto, 1049, Parque Piauí
São Pedro Rua Murilo Braga, 820, São Pedro
Ladeira do Uruguai Rua Julieta Neiva Nunes Com Rua 36. Vila Ladeira do
Uruguai
Planalto Ininga Rua José Alves da Silva, 2330, Ininga
Planalto Uruguai Av. Principal com a Rua 02, Planalto Uruguai
Santa Isabel Rua Des. Fernando Sobrinho, 4742, Morada do Sol
Satélite
Rua Branca, 4040, Satélite
Coronel Carlos Falcão Rua Santo Anastácio 4329 – 64079-085

SEMDEC participa de mostra sobre o Piauí no Rio de Janeiro

Em 2020, Teresina recebeu 571 mil visitantes, dos quais 8% eram provenientes do Rio de Janeiro (RJ), o que representa mais de 45 mil pessoas. A informação é da Coordenação de Turismo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), da Prefeitura de Teresina, que estará participando da mostra “Piaí, Piaqui, Piauí”, promovida pela SEBRAE na capital carioca. Os números demonstram o potencial que o Rio tem em relação aos seus interesses no Estado do Piauí, tendo Teresina como portão de entrada.

A mostra, que acontecerá no Morro da Urca, no período de 14 a 18 outubro, tem como proposta apresentar as belezas e potencialidades do Piauí, que inclui a capital Teresina, atraindo a visita de turistas, além de estimular o interesse em investimentos econômicos nesse segmento.

Durante o evento, os frequentadores do espaço conhecerão o Piauí por meio de imagens, artesanato e também videoscópio digital, que promete levar as pessoas aos principais atrativos turísticos de forma virtual. A ideia é fazer com que, através desses recursos, o potencial visitante se sinta em Barra Grande, na Serra da Capivara, Cânion do Poty, Ponte Estaiada, dentre outros atrativos.

“Vamos estar presentes na mostra realizando a distribuição de material promocional sobre Teresina e também estaremos apresentando um vídeo com as potencialidades e riquezas da capital do Piauí, produzido pela Coordenadoria de Comunicação da prefeitura”, afirma o coordenador de Turismo da SEMDEC, Enéas Barros.

Ainda segundo o coordenador, essa ação do SEBRAE é muito positiva, pois contribuirá para a elevação do fluxo de turistas para Teresina. “Esse evento trará como consequência a geração de receita, através da injeção de moeda nova na economia local”, pontua Enéas Barros.

A Mostra “Piaí, Piaqui, Piauí”, conta com curadoria do renomado diretor artístico Marcello Dantas, que concebeu o projeto com foco em promover uma completa experiência sensorial pela natureza, cultura, gastronomia e artesanato piauienses.

Paralela à Mostra do Morro da Urca, de 15 de outubro a 15 de novembro acontecerá, ainda, uma Exposição de Artesanato do Piauí no CRAB – Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro, localizado na Praça Tiradentes, no Centro do Rio de Janeiro. Na exposição, que conta com curadoria do designer Renato Imbroisi, os visitantes poderão conhecer o rico trabalho dos artesãos piauienses, que com as mãos entalham a madeira, moldam a cerâmica, bordam, fazem renda, trançam a palha ou lapidam pedras que dão origem a belas joias de opala.

Durante o Encontro de Negócios de Turismo, que será realizado no dia 14 de outubro, o foco serão as vendas e prospecção de futuras parcerias para o destino Piauí, junto às mais de 50 agências e operadoras do Rio de Janeiro, que confirmaram presença.

Como atividade paralela, a SEMDEC agendou reuniões com três Operadoras Turísticas que vendem pacotes para o Nordeste, além de uma visita de cortesia ao secretário de Turismo do Rio de Janeiro, Bruno Kazuhiro.

Prefeito autoriza licitação para reforma estrutural no Mercado do Peixe

A Prefeitura Municipal de Teresina, através da Superintendência das Ações Descentralizadas Leste (SAAD- Leste), com o objetivo de reforçar mais um atrativo turístico e possibilitar a melhoria na economia de muitas famílias, autorizou, hoje (9), a licitação para uma expressiva reforma estrutural no Mercado do Peixe de Teresina, situado no bairro São João, zona Leste da capital. De acordo com o Prefeito Doutor Pessoa a obra tem início em fevereiro de 2022 e finaliza dentro de 6 meses, fazendo parte das comemorações do aniversário de Teresina.

“Nos vamos materializar o que havíamos planejado para o Mercado do Peixe, dando uma nova roupagem, uma infraestrutura,  para que o expedicionários, para que os usuários, sintam-se satisfeitos e tenham um ambiente saudável, para venda e compra de peixe. Por isso a necessidade de ampliação, porque falta espaço, e a prefeitura irá trabalhar para garantir isso”, comentou o prefeito.

Segundo o superintendente da SAAD-Leste, James Guerra, o mercado tem forte potencial turístico e econômico.

“A reforma irá possibilitar a otimização do espaço, proporcionando maior conforto e segurança para os permissionários, como também para os clientes e turistas que venham a frequentar o local. Acredito que o Mercado do Peixe tenha um forte potencial turístico, tão importante quando falamos de recuperação da economia, nestes tempos de pandemia”, destacou Guerra.

Para o administrador do Mercado do Peixe, Francisco Macedo, no projeto da reforma, conta com a ampliação do estacionamento, dos boxes dos permissionários e muitas outras melhorias.

“Todos que moram aqui sabem da condição que está o mercado e a necessidade urgente de melhoras. Terá uma casa de lixo com sistema de refrigeramento e a participação da companhia de saneamento Águas de Teresina, para evitar o forte odor e a permanência de animais”, frisou Macedo.

Foto: Divulgação (SEMCOM/SAAD Leste)

Feiras Semest: Cronograma mês de outubro

Amanhã (1) inicia o cronograma das Feiras Semest do mês de outubro, e finaliza no sábado (9). Mais de 180 nano, micro e pequenos empreendedores vão expor e comercializar os seus produtos nas feiras que serão realizadas nas zonas sudeste, sul e centro da Capital.

No mês anterior, as feiras somaram o montante superior a R$ 45,5 mil. E segundo a secretária municipal de economia solidária, Gessy Fonseca, estão gerando oportunidades de trabalho e renda para nano, micro e pequenos empreendedores e suas famílias.

“As feiras promovidas pela Semest estão contribuindo para o desenvolvimento e incentivo do empreendedorismo de Teresina, bem como proporcionando uma retomada econômica e fomento a economia local” pontuou a secretária.

Atenção à programação:

– Feira Semest (Zona Sudeste)

Dia(s): 1 a 4 de outubro

Horário: 8h às 20h (sábado e domingo) 16h às 21h (sexta-feira e segunda-feira)

Endereço: Praça do 8° DP – Rua Alexandre Gomes Chaves, Itararé.

 

– Feira Semest (Zona Sul)

Dia(s): 2 e 3 de outubro

Horário: 14h às 21h

Endereço: Praça da Integração- Parque Piauí

 

– Feira Semest (Centro):    

Dia(s): 5 a 9 de outubro

Horário: 8h às 17h

Endereço: Rua Climatizada.

Foto: Divulgação (Semest)

Semest e Fundação Wall Ferraz promovem workshop Empreendedorismo Digital

A proposta do workshop é abordar e trazer informações sobre um nicho de mercado que cresce cada dia Fotos(Ascom/Semest)

A Secretaria Municipal de Economia Solidária de Teresina (Semest) promoveu, nessa semana, o workshop Empreendedorismo Digital, em parceria com a Fundação Wall Ferraz, no bairro Parque Piauí, de 14h às 17h. Foram certificados ao final 18 empreendedores.

Segundo dados do relatório Global Entrepreneurship Monitor (GMC), de 2020, mais de 14 milhões de brasileiros se tornaram empreendedores em meio à pandemia. A proposta do workshop é abordar e trazer informações sobre um nicho de mercado que cresce cada dia mais e gera oportunidades de trabalho formais e informais e tornou-se uma saída para o desemprego, agravado com a pandemia.

Para a secretária municipal de Economia Solidária, Gessy Fonseca, o empreendedorismo é a chave para uma retomada econômica mais rápida e menos dolorosa para a cidade.

“A proposta deste workshop é abrir a mente dos micro e pequenos empreendedores, e também, incentivar quem deseja colocar seu próprio negócio. Aqui eles têm uma noção de como planejar, estruturar, divulgar e manter seus negócios. Acreditamos que dessa forma podemos contribuir para uma retomada econômica não só em Teresina, mas em todo o Estado” ressaltou a secretária.

Essa foi a quinta turma do workshop que já foi ministrado para 115 micro e pequenos empreendedores. “O empreendedorismo digital foi muito proveitoso, eu não imaginava agregar tanto conhecimento” falou a empreendedora Maria de Fátima Alves.

 

Prefeito de Teresina lançou nesta terça o Projeto Feira das Praças

O Prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, lançou nesta terça-feira (10), o Projeto Feira das Praças. A atividade tem por objetivo promover o comércio de produtos e produtores locais, envolver famílias, resgatando a arte e cultura, além de fazer com que se retome o hábito das feiras e praças gerando mais qualidade de vida para todos, e assim, proporcionando cada vez mais o bom uso dos equipamentos que a cidade oferece.

“Esse projeto é bastante importante, pois além de fortalecer, apoiar e incentivar o empreendedorismo na capital, vai beneficiar também as pessoas mais vulneráveis economicamente. Todas as praças onde serão realizadas as feiras receberão também melhorias estruturais, mas sempre com a preocupação e cuidado de não lesar e não destruir a natureza”, afirma o prefeito.

A primeira edição do evento está programada pra acontecer na Praça Saraiva, centro da capital, nos dias 20 e 21 de agosto (sexta-feira e sábado), de 8h até às 20h.

“O local desse primeiro evento está sendo todo reformado pela SAAD Centro, recebendo melhorias na iluminação, piso e pinturas, tudo isso para esse momento especial. Nosso principal objetivo com essa ação é de revitalizar os espaços públicos com a ocupação da população, tanto para lazer, passeio, arte como também a comercialização de produtos pelos feirantes”, pontua a secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Marcelo Eulálio.

A cada mês uma nova praça deverá receber o projeto. Segundo o secretário municipal de desenvolvimento econômico, Marcelo Eulálio, a ação mudará a realidade das praças de Teresina.

“Aos poucos vamos recuperando as praças da nossa capital e devolvendo a sociedade o que pertence a ela em uma condição bem melhor, onde a população poderá empreender e gerar renda. Esse projeto será expandido e todas as zonas de Teresina serão beneficiadas”, concluiu Marcelo Eulálio.

Dentre os artigos que serão comercializados por cerca de 30 expositores, estão inseridos produtos de moda, bijuterias, produto artesanais, variedades, produtos personalizados e muitos outros.

O local contará ainda com a estrutura de uma praça de alimentação com food trucks, palco para as apresentações artísticas e banheiros químicos.

Toda segurança do espaço será realizada pela Guarda Municipal e pela Polícia Militar.

O evento é uma realização da Prefeitura de Teresina, com execução da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), e que conta com a parceria da Fundação Municipal de Saúde, Secretaria Municipal Economia Solidária (SEMEST), Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas integradas (SEMCASPI), Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Senas, Senar, dentre outras.