Teatro João Paulo II comemora Dia Mundial da Dança

Segunda-feira (29), é comemorado o Dia Mundial da Dança e o Teatro Municipal João Paulo II prepara uma comemoração especial. As apresentações começam às 16h30 e serão realizadas em frente ao teatro, que marca o projeto Dança no Calçadão Cultural.

A ideia é comemorar a importância da data e contemplar a grande região do Dirceu Arcoverde. A programação reúne atrações como Cordão Grupo de Dança; Balé Jovem do Piauí; Cypher de Breaking; Balé da Cidade de Teresina, com “Corpônica”; Ita Dança, com “7 Flechas o Pai da Mata e Dança de Salão”. Das ações dos laboratórios do Teatro, apresentam-se resultados das Oficinas Artísticas, com o Grupo Alfabetização do Corpo/Terceira Idade e seu Dança-Teatro “Binquedo Dançante”; a Oficina de Dança Contemporânea atua com a coreografia “Encontros”.

De Residentes, Instrutores e Convidados, os trabalhos “Aula de Zumba”, com Marcinho; “Sou eu Sim!”, de Elizabeth Báttali & Déborah Radassi; Núcleo Piauiense de Danças Urbanas, com “(in)constante”; Robert Rodriguez & Ericka Teixeira, com a coreografia “Linhas” e mais a Exposição Feirinha de Artesanato, de comunidades associadas da vizinhança do local.

A data destina-se às homenagens a uma das manifestações artísticas mais animadas e antigas que existem, a dança. O Dia da Dança foi criado em 1982, pelo Comitê Internacional da Dança (CID) da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO). O dia 29 de abril foi escolhido como data de calendário em homenagem ao nascimento de Jean-Georges Noverre (1727-1810), um mestre do balé francês. Noverre foi bailarino e professor de balé, e ficou conhecido por ter escrito uma das obras sobre a dança mais importantes da história, Lettres sur La Danse (“As Cartas Sobre a Dança”, em português).

Inscrições para o 25º Chapadão acontecem até 3 de maio

Jairo Moura/Ascom FMC

Um dos mais tradicionais festivais de música do Estado, já está com inscrições abertas. O 25º Festival de Música da Chapada do Corisco – Chapadão, acontece no final do mês de maio, no Palácio da Música e Teatro de Arena. Os interessados podem realizar a inscrição na categoria Estudantil ou Profissional, até o dia 3 de maio.

Este ano, a organização optou em realizar as inscrições pelo Instagram, visando maior proximidade com o público. “Resolvemos mudar, visto que as pessoas estão mais ativas nas redes sociais e gostam disso, então é uma forma de aproximação desse público não só com a organização, mas também com um número maior de pessoas, que se encontram presentes na internet”, afirmou Paulo Dantas, gerente de promoção cultural da FMC.

Podem se inscrever no festival, artistas profissionais, semi profissionais e estudantes do ensino fundamental ou médio residentes em Teresina, que desenvolvam trabalho autoral. Cada concorrente poderá inscrever até duas músicas, sendo 2 solos, 1 solo e 1 parceria ou 2 parcerias, somente músicas em língua portuguesa. A comissão irá escolher de acordo com os critérios: criatividade poética e competência gramatical para a letra, criatividade melódica para a melodia e afinação, dicção e interpretação para o intérprete.

A premiação do 25º Chapadão é para os primeiros colocados de cada categoria com a gravação de um vídeo clipe mais a quantia de R$ 3.000 para estudante e R$ 5.000 para profissional. Os outros valores variam entre R$ 4 mil e R$ 1 mil. O objetivo do evento é estimular e valorizar os talentos musicais da cidade.

O Festival de Música da Chapada do Corisco será realizado nos dias 20 e 21 de maio no Palácio da Música e 27 de maio no Teatro de Arena. A entrada é gratuita.

Inscrições

Nesta edição, as inscrições irão acontecer em três etapas, onde as duas primeiras serão pelas redes sociais e a terceira presencial. O primeiro passo é postar o vídeo de música autoral em seu Instagram, que deve ser aberto ao público com as hashtags oficiais que representa sua categoria: #25chapadaoestudantil e #25chapadaoprofissional. O mesmo deverá seguir e marcar o perfil da FMC(@cultura_the). O vídeo postado deve ser gravado por quem irá interpretar a canção no evento, além de ser objetivos, tendo como foco a canção e a interpretação.

Na postagem deverá conter na descrição, também, o nome da música, intérprete(s) e compositor(es). Caso o vídeo postado tenha mais de 1 minuto de duração, deve ser editado em até no máximo três vídeos de 1 minuto e postado de forma integrada, ou seja, 3 vídeos na mesma postagem.

A comissão de seleção fará uma triagem, onde serão selecionados 30 vídeos, sendo dez de cada categoria e os restantes farão parte da segunda etapa, a repescagem, também pela internet. Os dez vídeos restantes (5 estudantil e 5 profissional) serão postados no Instagram da FMC para a votação do público, durante 2 dias e os dois mais curtidos de cada categoria serão selecionados para a semi final do chapadão.

A terceira etapa das inscrições acontece após todos os selecionados forem divulgados, onde os mesmos deverão deixar a documentação exigida pelo edital da sede da Fundação Monsenhor Chaves.

Veja edital do 25º Chapadão

Orquestra Sinfônica se apresenta pela primeira vez nos Concertos Matinais de 2019

Luciano Klaus

A Orquestra Sinfônica de Teresina abriu o ano de 2019 com muitas novidades e mais projetos musicais, já tendo apresentado a abertura de temporada, o concerto “Um Prelúdio ao Rei”, com canções de Roberto Carlos e com a “Quinta Sinfônica” com estreia marcada para início de maio. E o Concertos Matinais não poderia ficar de fora de sua agenda, tendo sua primeira apresentação deste ano neste domingo (28), às 11h da manhã, com entrada gratuita.

“Este será um concerto em que apresentaremos um pouco de nossa abertura de temporada, mas já incluindo peças de ‘Um Prelúdio ao Rei’ e outras novidades da música popular mundial em nosso repertório, além de números já apresentados no ano passado”, adianta o maestro Aurélio Melo.

Desde a sua criação, em 1993, a Orquestra se propõe a dar um tratamento sinfônico à música popular brasileira, tendo a primazia de transpor as melodias de grandes compositores populares, para a grandiosidade do som sinfônico, com a finalidade de desenvolver um trabalho artístico-educacional, promovendo apresentações em teatros, colégios e praças.

O projeto Concertos Matinais é uma realização da Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves e da Associação dos Amigos da Orquestra Sinfônica de Teresina e tem como objetivo incrementar as manhãs de domingo com atrações culturais de qualidade e, o melhor de tudo, gratuitamente. Todas as semanas, dezenas de pessoas comparecem ao evento para desfrutar apresentações de grandes músicos. O Palácio da Música fica localizado no cruzamento das ruas Treze de Maio e Santa Luzia, N° 1241, Centro.

Fundação Monsenhor Chaves abre inscrições para projetos em Teatro e Dança

Aos artistas e companhias de teatro e dança, a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC) abre edital para os projetos ‘Vem que é Teatro’ e ‘Teresina em Dança’. As inscrições podem ser realizadas através de requerimento enviado a FMC, das 08h às 13h, até o dia 17 de maio.

A comissão de seleção irá escolher até 06 espetáculos de cada segmento, para realizar duas apresentações com acesso gratuito ao público, no período de 14 de junho a 29 de novembro de 2019. Cada escolhido será contemplado com um cachê de R$ 4.000,00.

A escolha dos espetáculos será de acordo com os seguintes critérios: excelência artística do espetáculo, currículo do grupo ou companhia, inovação e originalidade.

O objetivo dos projetos é valorizar a arte do teatro e dança, além de fomentar a cultura, criando um calendário fixo de apresentações na cidade.

Confira os editais:

‘Vem que é Teatro’

‘Teresina em Dança’

Inscrições para o 25º Chapadão serão realizadas a partir desta terça-feira (23)

Tradição em Teresina, o Festival de Música da Chapada do Corisco, conhecido como Chapadão, está com data marcada. O evento, que será realizado nos dias 20,21 e 27 de maio, abre inscrições para sua vigésima quinta edição em duas categorias: estudantil e profissional. As inscrições podem ser realizadas a partir desta terça-feira (23) e seguem até o dia 03 de maio.

O 25º Chapadão vem repleto de novidades, a começar pelas inscrições que irão acontecer em três etapas, onde as duas primeiras serão pelas redes sociais e a terceira presencial. Aos interessados, o primeiro passo é postar o vídeo de música autoral em seu Instagram, que deve ser aberto ao público com as hashtags oficiais que representam sua categoria: #25chapadaoestudantil e #25chapadaoprofissional. O mesmo deverá seguir e marcar o perfil da FMC(@cultura_the). O vídeo postado deve ser gravado por quem irá interpretar a canção no evento, além de ser objetivo, tendo como foco a canção e a interpretação.

Na postagem deverá conter na descrição, também, o nome da música, intérprete(s) e compositor(es). Caso o vídeo postado tenha mais de 1 minuto de duração, deve ser editado em até, no máximo, três vídeos de 1 minuto e postado de forma integrada, ou seja, 3 vídeos na mesma postagem.

A comissão de seleção fará uma triagem, onde serão selecionados 30 vídeos, sendo dez de cada categoria e os restantes farão parte da segunda etapa, a repescagem, também pela internet. Os dez vídeos restantes serão postados no Instagram da FMC para a votação do público e os dois mais curtidos de cada categoria serão selecionados para a semi final do Chapadão. A terceira etapa das inscrições acontece depois que todos os selecionados forem divulgados, onde os mesmos deverão deixar a documentação exigida pelo edital da sede da Fundação Monsenhor Chaves.

Cada concorrente poderá inscrever até duas músicas, sendo 2 solos, 01 solo e 1 parceria ou 2 parcerias, somente músicas em língua portuguesa. A comissão irá escolher de acordo com os critérios: criatividade poética e competência gramatical para a letra, criatividade melódica para a melodia e afinação, diccção e interpretação para o intérprete.

Outra novidade do 25º Chapadão é a premiação, que este ano premia os primeiros colocados de cada categoria com a gravação de um vídeo clipe mais a quantia de R$ 3.000 para estudante e R$ 5.000 para profissional. Os outros valores variam entre R$ 4 mil e R$ 1 mil.

Fóruns setoriais serão realizados para eleger membros do Conselho de Cultura

Nos dias 23 e 24 deste mês serão realizados fóruns setoriais de cultura para eleição de membros do Conselho Municipal de Política Cultural de Teresina representando os setores de audiovisual e patrimônio material natural.

O fórum do dia 23 é do setor audiovisual e acontece às 16h, na Casa da Cultura. O do dia 24 é do setor patrimônio material e natural e acontece às 16h, na Casa da Cultura.

As regras para o processo eleitoral para compor membros estão no edital Nº 001/2019 – CMPC , publicado no site da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves.  O presidente do CMPC explica que todos os membros participantes dos respectivos fóruns de Audiovisual e Patrimônio Material e Natural, deverão estar inscritos no Sistema Municipal de Informações e Indicadores Culturais –(SMIIC).

Ele informa sobre o processo eleitoral. “A inscrição de candidaturas a representantes, titular e suplente, deverá ocorrer uma hora antes da realização de cada fórum específico e validada pela Comissão Eleitoral”, adianta.

O Conselho Municipal de Política Cultural de Teresina é um órgão colegiado, de composição paritária entre poder público e sociedade civil, com caráter consultivo, deliberativo e normativo. O objetivo principal é assessorar a Prefeitura de Teresina e a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, no âmbito da sua competência, bem como contribuir para a execução das políticas públicas do município.

Dia Internacional da Dança será comemorado com palestra e dança

O movimento é uma ferramenta que traz benefícios ao corpo. A dança é uma manifestação artística que utiliza como linguagem o próprio corpo em toda sua extensão. Comemorado mundialmente dia 29 de abril, o Dia Internacional da Dança, será comemorado em Teresina com a Palestra Gestão de Comunicação e Marketing para Dança, na próxima quarta-feira (17), no Teatro Municipal João Paulo II, às 17h, com entrada gratuita.

A palestra será ministrada pela jornalista e pesquisadora de dança, Marcela Benvegnu Rosolia e une dois assuntos essenciais para dançarinos na atualidade, o marketing e a comunicação externa.

De acordo com o coordenador de Dança da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, Casius Clay, a comunicação ajuda o dançarino a promover sua arte e é essencial para a divulgação da categoria. “A dança atua como transmissor de sentimentos e movimentos. Nos dias de hoje, precisamos estar atentos às mudanças do mundo e, por isso, a comunicação deve ser mais clara e mais próxima a todo tipo de público. O dançarino precisa se comunicar bem para expandir seu conhecimento e a arte da dança”, afirma.

A palestrante cursou o programa executivo da Harvard Business School, é master em Mídia e Comunicação pela University of California, mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP e pós-graduada em Estudos Contemporâneos em Dança pela Universidade Federal da Bahia. Foi coordenadora da Educativa e Comunicação e de Registro e Memória da Dança da São Paulo e Companhia de Dança por oito anos. Atua como palestrante, jurada, crítica e jornalista convidada em eventos, é codiretora do Congresso Internacional de Jazz Dance no Brasil desde 2009.

Balé da Cidade apresenta temporada de “Corpônica” no Parque da Cidadania

Tássia Araújo

Os teresinenses terão a oportunidade de assistir gratuitamente o “Corpônica”, no Parque da Cidadania, no dia 13 de abril, com duas sessões: às 18h30 e 19h30. O trabalho, criação do coreógrafo e dançarino Samuel Alvís, nasceu de uma parceria com a Orquestra Sinfônica de Teresina e foi apresentado pela primeira vez no Concerto de Natal do ano passado.

Corpônica é um espetáculo que parte dos elementos do universo musical para a dança harmonia entre partituras, melodias, afinação e movimentos. São corpos dançantes que viram partituras e os bailarinos, nesse contexto, também viram maestros e regem sua dança com os músicos.

“A ideia de Corpônica veio dessa parceria com a Orquestra Sinfônica. Eles nos enviaram as composições e a coreografia foi pensada em cima de quatro delas, onde não há segmentação entre dança e orquestra”, explica Samuel Alvís.

Além destas apresentações, o Balé da Cidade levará o trabalho ao Teatro João Paulo II, zona Sudeste, 29 de abril, dentro da programação de comemoração pelo Dia Internacional da Dança.

Balé da Cidade

O Balé da Cidade de Teresina é uma companhia pública de dança Contemporânea que vem a 25 anos atuando no cenário artístico local e nacional, contribuindo com o desenvolvimento e aprofundamento da dança piauiense. Vem aproximando a dança da cidade através da sua atuação compromissada em diferentes ações, como temporadas de apresentações públicas, conversas e formação continuada.

O Balé da Cidade de Teresina conta atualmente com 18 bailarinos e é mantido pela Prefeitura Municipal de Teresina através da Associação dos Amigos do Balé da Cidade de Teresina. Tem direção geral de Chica Silva, coordenação artística de Janaína Lobo e ensaios de Carla Fonseca.

Orquestra Sinfônica apresenta Sinfonia nos Bairros neste domingo (14)

O Sinfonia dos Bairros é um dos inúmeros projetos da Orquestra Sinfônica de Teresina que visam engrandecer o cenário musical local. Em 2019 sua primeira apresentação está marcada para este domingo, 14 de abril, às 17h, no CEU Ana Maria Rêgo, em uma apresentação aberta para todo o público.

Criado em 2011, o Sinfonia dos Bairros se propõe a levar a música erudita ao povo, onde ele está, de forma gratuita. Uma vez por mês a OST se apresenta em espaços públicos, igrejas da zona rural ou urbana da cidade, como parte das atividades educativo-culturais que realiza. O local escolhido para sua primeira apresentação deste ano, o CEU Ana Maria Rêgo, fica localizado na Rua José Miguel Adadi, no Loteamento Portal da Alegria.

“A agenda da Orquestra para 2019 está mais intensa do que nunca, sempre focando na criação de plateia e educação musical do público de todos os gêneros, idades e classes sociais. A maior parte das pessoas não está acostumada a ouvir o estilo que apresentamos, nas rádios e em outros meios de comunicação”, explica o maestro da OST, Aurélio Melo. Para este ano a equipe continua com seus principais projetos educativos, como o Orquestra nas Escolas, Ensaio Aberto, Concertos Matinais e lança o mais novo Quinta Sinfônica, com estreia marcada para o dia 09 de maio, no Palácio da Música.

A OST é mantida pela Associação dos Amigos da Orquestra Sinfônica de Teresina com a ajuda da Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. Desde a sua criação, em 1993, a Orquestra se propõe a dar um tratamento sinfônico à música popular brasileira, tendo a primazia de transpor as melodias de grandes compositores populares para a grandiosidade do som sinfônico, com a finalidade de desenvolver um trabalho artístico-educacional, promovendo apresentações em teatros, colégios e praças.

Prêmio de Criação em Artes Visuais está com inscrições abertas

Chegando na sua quarta edição, o Prêmio Residência de Criação em Artes Visuais de Teresina está com inscrições abertas para artistas de todo país até o dia 1º de maio. A ação já se consolidou como uma política pública desse seguimento artístico e, em 2019, busca integrar as artes visuais na revitalização do centro de Teresina com ações desenvolvidas a partir do Mercado Velho.

Promovido pela Prefeitura de Teresina, através da Fundação de Cultura Monsenhor Chaves, o Prêmio tem como objetivo estimular a criação dos artistas, como pintores, desenhistas, escultores, fotógrafos, videoartistas e outros, convidando-os a uma pesquisa temática. “Os artistas visuais são convidados a reconhecer a importância e complexidade histórica, antropológica e estética que o Mercado Velho e entorno já trazem e dar sua resposta em forma de obras com um viés original”, explica Guga Carvalho, coordenador de artes visuais da FCMC.

O edital está disponível no site da Fundação Monsenhor Chaves  e no portal da Prefeitura de Teresina. De acordo com o regulamento, as inscrições são gratuitas e recebidas de forma online, com os respectivos endereços para acesso à ficha de inscrição e e-mail de envio disponíveis no edital.

O prêmio irá contemplar sete criadores de artes visuais aptos a desenvolverem projetos a partir do Mercado Velho de Teresina ou entorno, em suas instâncias histórica, estética e/ou antropológica, em forma de residência de criação, nos regimes à distância e presencial. A premiação é de R$ 7 mil para os vencedores.

Confira o Edital