Após 15 anos, Teresina volta a sediar um dos maiores encontros regionais de biblioteconomia

Iniciou ontem (21), e segue até a próxima sexta-feira (25), a XXV edição do “Encontro Regional dos Estudantes de Biblioteconomia, Documentação, Gestão e Ciência da Informação da Região Norte e Nordeste – EREBD”, evento organizado pelos alunos e professores da Universidade Estadual do Piauí e que conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC). Por conta da pandemia do coronavírus, este ano os organizadores do EREBD priorizaram a realização do evento de forma remota, isso para garantir a segurança dos participantes, principalmente daqueles que ainda não se sentem confortáveis em participar de atividades em ambientes fechados.

De acordo com Mateus Moreira, membro da Comissão Organizadora Geral e estudante de Biblioteconomia, o evento tem como objetivo promover a integração, troca de experiências entre pesquisadores, professores, alunos e debater o tema central “O protagonismo do profissional da informação no séc. XXI: Tempos de luta e resistência”. Para ele, é preciso que os profissionais dessa área ocupem cada vez mais o espaço e que para isso, o ideal é a troca de experiências, e a busca constante de aprendizado.

“A importância desse evento é o compartilhar, o aprender e o poder de conhecer, ainda que remotamente, os diversos alunos de biblioteconomia de outros estados, como também a demonstração de interesse de participação de estudantes de outros países, mostra que Teresina vem seguindo no caminho certo, quanto a busca pela valorização pelo bibliotecários”, conta Mateus Moreira, afirmando que após 15 anos, Teresina, volta a sediar o EREBD.

Segundo Ênio Portela, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, o prefeito Dr. Pessoa vem buscando meios para aumentar o número de profissionais de biblioteconomia nas bibliotecas públicas de Teresina, inclusive abrindo espaço para estudantes realizarem estágios nas casas de estudo espalhadas pela cidade. Ainda de acordo com o gestor, Teresina vem se destacando a respeito desse tema e que por isso a FMC vem garantindo apoio para a realização do EREBD.

“A Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves é o órgão público municipal responsável pelas bibliotecas públicas pertencentes ao município, por isso fizemos questão de parabenizar essa atividade que só engrandece a capital piauiense. Além do apoio, também disponibilizamos uma apresentação da Orquestra Sinfônica de Teresina, a fim de mostrar para os participantes de outros locais, um pouco da nossa cultura”, conta Ênio Portela.

O encerramento do EREBD, ocorrerá no próximo dia 25/03, às 19h30, no palácio da Música, isso com uma noite repleta de premiações e que contará com alguns convidados de forma presencial, como professores do curso e profissionais da área. Parte da programação está sendo transmitida pelo canal CABIBLIO UESPI no YouTube, que é gerenciado pela comissão organizadora do evento.

Evento irá homenagear artesãos e mulheres em shopping da capital

Neste sábado (19), se comemora o Dia do Artesão, e para celebrar a data, ocorrerá no Teresina Shopping, no Bairro Noivos, na zona Leste de Teresina, o “Viva a Arte”, evento que este ano tem como tema “artesãos que criam, mulheres que fazem”. Ainda dentro da programação, ocorrerão diversas atividades gratuitas voltadas para celebrar o Mês da Mulher, as mesmas irão iniciar às 18h e seguem até às 22h.

Durante o evento, terão sorteios de prêmios, talk shows com Cláudia Claudino e Jousy Lima, além de show com Lene Alves e banda, e o melhor do forró raiz com a banda As Fulô do Sertão, além da apresentação do Coral das Mulheres Empreendedoras. Para quem for ao shopping, o local já está disponibilizando uma feirinha com exposição de diversos produtos feitos por 18 artesãos da capital.

De acordo com Jousy Lima, uma das organizadoras do “viva a arte”, o evento que ocorre todos os anos, tem como objetivo principal homenagear as mulheres empreendedoras, porém por conta do Dia do Artesão, resolveram anexar essa homenagem extra as pessoas que trabalham com artesanato em Teresina. Jousy Lima lembra ainda que o evento é realizado pela Associação Federação das Microempresas do Piauí e da Associação de Pequenos Empreendedores do Estado do Piauí, com o apoio de diversos parceiros.

“Serão oportunidades de parabenizarmos as mulheres e ainda valorizar o artesanato local, além de curtir o bom som das mulheres que se destacam na música teresinense. Vai ser uma linda festa, por isso é importante que a população, principalmente as mulheres compareçam ao shopping para prestigiar o evento”, conta Jousy Lima.

Entre os parceiros, está a Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), que através da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), está garantindo parte da estrutura do evento, bem como levando as atrações culturais. Para Ênio Portela, presidente da FMC, essa atividade é de grande importância para o município, pois segue uma linha de apoio ao pequeno empreendedor, apoio que segundo ele, é cobrado constantemente pelo prefeito Dr. Pessoa.

“Teresina tem muitos homens e mulheres empreendedores, a Prefeitura de Teresina vem se destacando por estar ligada diretamente ao apoio a esses profissionais. Por uma determinação do prefeito Dr. Pessoa, vários órgãos da gestão municipal vem realizando atividades que venham a valorizar o pequeno empreendedor, dando mais visibilidade para que eles possam fechar negócios que levem renda para suas famílias”, conta Ênio Portela.

Lene Alves e Banda é uma das atrações do evento.

PROGRAMAÇÃO

18h – Solenidade de Abertura

18:30h – Apresentação Cultural com As Fulô do Sertão

19h – Talk Show – Tema A Mulher e o Empreendedorismo – Dra. Cláudia Claudino

19:30h – Sorteio de Brindes

19:40h – Lene Alves e Banda

20h – Talk Show – Tema Artesanato no Piauí – Jousy Lima

20:30h – Sorteio de Brindes

20:40h – Lene Alves e Banda

21h – Apresentação do coral das Mulheres Empreendedoras

21:30 -Encerramento Show Lene Alves e Banda

Após dois anos, a Orquestra Sinfônica de Teresina faz concerto de lançamento da Temporada 2022

Devido a pandemia do coronavírus, a Orquestra Sinfônica de Teresina passou dois anos seguindo as restrições nas apresentações. Agora, retornando de forma gradual, volta a lançar uma temporada completa e com diversas apresentações por toda a capital e interior do estado.

A abertura da temporada acontece no próximo dia 24 de março, no Sesc Cultural, localizado na Avenida Raul Lopes, Bairro Noivos, na zona Leste de Teresina. A entrada será gratuita, porém limitada a 300 lugares, ainda por conta das restrições impostas pela pandemia.

De acordo com o maestro Aurélio Melo, o evento contará com um concerto apresentado em forma de “trailer” do que virá no ano de 2022, com canções eruditas e populares, contando também com as apresentações especiais que marcarão o ano da Orquestra Sinfônica.

“É um prazer receber o nosso público, poder apresentar nossos concertos depois de tanto tempo de incertezas. A participação dos teresinenses é essencial para o sucesso da OST e nós somos muito gratos por todo o carinho que recebemos por onde passamos”, conta o maestro Aurélio Melo.

Para participar do evento, é preciso que os interessados compareçam ao Sesc Cultural para adquirir o ingresso, que estarão disponíveis a partir de segunda-feira (24), nos seguintes dias e horários:

– Dias 21, 22, 23 e 24 de março, das 9h às 17h

– Endereço: Avenida Raul Lopes, 513, bairro Noivos.

Cada pessoa poderá pegar até quatro ingressos, que terão que obrigatoriamente serem apresentados na portaria.

A Orquestra Sinfônica de Teresina realiza um forte trabalho de popularização da música erudita através da execução de canções populares. A Orquestra Sinfônica de Teresina é mantida pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, isso com a finalidade de desenvolver um trabalho artístico-educacional, promovendo apresentações em teatros, colégios e praças.

Foto: Divulgação (FMC)

Orquestra Sinfônica de Teresina faz concerto de lançamento da Temporada 2022

Devido a pandemia do coronavírus, a Orquestra Sinfônica de Teresina passou dois anos seguindo as restrições nas apresentações. Agora, retornando de forma gradual, volta a lançar uma temporada completa e com diversas apresentações por toda a capital e interior do estado.

A abertura da temporada acontece no próximo dia 24 de março, no Sesc Cultural, localizado na Avenida Raul Lopes, Bairro Noivos, na zona Leste de Teresina. A entrada será gratuita, porém limitada a 300 lugares, ainda por conta das restrições impostas pela pandemia.

De acordo com o maestro Aurélio Melo, o evento contará com um concerto apresentado em forma de “trailer” do que virá no ano de 2022, com canções eruditas e populares, contando também com as apresentações especiais que marcarão o ano da Orquestra Sinfônica.

“É um prazer receber o nosso público, poder apresentar nossos concertos depois de tanto tempo de incertezas. A participação dos teresinenses é essencial para o sucesso da OST e nós somos muito gratos por todo o carinho que recebemos por onde passamos”, conta o maestro Aurélio Melo.

Para participar do evento, é preciso que os interessados compareçam ao Sesc Cultural para adquirir o ingresso, que estarão disponíveis a partir de segunda-feira (24), nos seguintes dias e horários:

– Dias 21, 22, 23 e 24 de março, das 9h às 17h
– Endereço: Avenida Raul Lopes, 513, bairro Noivos.

Cada pessoa poderá pegar até quatro ingressos, que terão que obrigatoriamente serem apresentados na portaria.

A Orquestra Sinfônica de Teresina realiza um forte trabalho de popularização da música erudita através da execução de canções populares. A Orquestra Sinfônica de Teresina é mantida pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, isso com a finalidade de desenvolver um trabalho artístico-educacional, promovendo apresentações em teatros, colégios e praças.

Prefeitura de Teresina celebra o mês da mulher com evento no Parque da Cidadania

O final da tarde d o sábado (12) foi mais que especial para as dezenas de mulheres que frequentam o Parque da Cidadania, localizado no Bairro Cabral, na zona Norte da Capital. A ação em alusão ao Mês da Mulher foi realizada pela Prefeitura de Teresina, por meio de uma integração entre a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEMEL) e a Fundação Wall Ferraz (FWF).

Foram oferecidos ao público diversos serviços como corte de cabelo, maquiagem, esmaltação de unhas, saúde, além de atividades esportivas e culturais para as mulheres presentes. Durante quatro horas, dezenas de usuárias do parque tiveram acesso de forma gratuita às atividades realizadas no local.

Foto: Lucas Dias/Semcom

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, esteve no evento.  Ele ressalta a importância da integração das pastas para oferecer serviços para atender um número maior de pessoas, principalmente aquelas que mais precisam do olhar público.

“Estamos fazendo uma gestão integrada com o povo, por isso nada melhor do que realizar ações como essa, onde o povo é beneficiado de forma direta com serviços que geralmente são pagos em outros locais”, afirmou Dr. Pessoa, que garantiu que em breve serão realizados outros eventos pela cidade.

Foto: Lucas Dias/Semcom

Para Ênio Portela, presidente da FMC, essa atividade além de celebrar o mês da mulher, também serviu para dar dignidade às teresinenses, que são conhecidas por serem mulheres batalhadoras. Ainda segundo o gestor, a integração das secretarias é um projeto que seguirá com outras atividades ao longo da gestão.

“Missão dada é missão cumrpida. O nosso prefeito determina que estejamos integrados em prol do povo e vamos realizar outras ações ao longo do ano”, aponta Ênio Portela.

O secretário municipal de esporte e lazer, Eduardo Draga Alana, ressalta do evento.

“Estamos felizes em poder realizar esse evento em comemoração ao dia da mulher. Estamos focados em fazer uma gestão integrada para oferecer o melhor para a nossa cidade. Nesta ação pudemos ver a felicidade da nossa população, o que é um dos nossos objetivos principais”.

Foto: Lucas Dias/Semcom

Serviços aprovados 

A Assistente Social Maria Helena, que visitava o Parque da Cidadania com a família, aproveitou a oportunidade para cuidar das unhas. Ela disse que por conta da correria do dia-a-dia, as unhas acabam não recebendo a atenção necessária e que por isso resolveu parar na tenda de serviços de beleza.

“Faz parte da mulher cuidar da beleza, essa oportunidade tida aqui foi muito importante para mim, pois além do passeio, pude cuidar da beleza sem gastar nada para isso. O prefeito Dr. Pessoa está de parabéns por cobrar iniciativas como essa, espero que elas possam ser realizadas em outros locais, pois muitas são as mulheres que não dispõem de tempo ou recursos para cuidar da beleza”, diz Maria Helena.

Foto: Lucas Dias/Semcom

A ação foi encerrada por volta das 21h com os shows das bandas As Fulô do Sertão e Rosa Xote, atrações culturais formadas em sua maioria por mulheres.

Galeria do Mercado Central abre nova exposição com pinturas do cotidiano

Retratar o cotidiano de uma sociedade faz parte da arte, é uma forma de manter viva a história de pessoas que constroem a cultura e seus espaços. A Galeria de Artes do Mercado Central, que funciona no Centro de Teresina, abre espaço para a nova exposição “Amor e Feira” – 2ª edição, trazendo pinturas e fotos daqueles que se dedicam ao fortalecimento do Mercado Central de Teresina.

Thaysa Ravena, conhecida artisticamente como Mãos Robóticas, faz parte do grupo de artistas da Galeria do Mercado Central, de acordo com ela, a exposição busca atrair todos os públicos da sociedade teresinense, mas também receber trabalhadores do próprio mercado. Ela conta ainda que essas pessoas estão todos os dias no local, vivenciam diariamente a rotina, além estarem sendo representadas na exposição Amor e Feira.

“Essa iniciativa é muito importante, traz uma aproximação maior com o mercado, com as pessoas. Quando estávamos produzindo, os trabalhadores vinham olhar, tirar fotos”, frisou Thaysa Ravena, fazendo questão de demonstrar a sua felicidade por está retratando a vida de pessoas que ao longo dos anos vem se dedicando ao mercado.

De acordo com o diretor da Galeria de Artes Visuais do Mercado Central, Guga Carvalho, a nova exposição é muito atrativa e segundo ele, é uma oportunidade da população ter contato com artistas locais, que trabalham na galeria e com os funcionários do mercado.

“A exposição será exibida todo o mês de março de 2022, a visitação é gratuita e funciona de 10h às 16h de segunda à sexta e aos sábados de 10h às 13h00. É mais uma opção para conhecer um pouco da história e da cultura do nosso povo”, conta Guga Carvalho.

A Galeria de Artes do Mercado Central, é um espaço cultural mantido com recursos da Prefeitura de Teresina (PMT), através das ações da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC). A agenda de atividades do espaço pode ser acessada pelo site cultura.pmt.pi.gov.br ou pelo instagram @cultura_the.

FMC reúne servidoras em homenagem ao Dia da Mulher

Nesta terça-feira (08), se comemora o Dia Internacional da Mulher e para celebrar a data, a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), realizou uma série de atividades para homenagear as servidoras. Durante o evento, que ocorreu na própria sede da FMC e contou com a animação de Lene Alves e Dam Bezerra, as servidoras contam com serviços de massagem, design de sobrancelhas e ainda atividades recreativas.

Segundo Ênio Portela, presidente da FMC, a gestão municipal e o prefeito Dr. Pessoa, vem buscando meios para valorizar ainda mais as servidoras que tanto se dedicam em seus ambientes de trabalho. Ele conta também que além das servidoras, os projetos também estão ganhando um olhar especial, atraindo cada vez mais um número maior de mulheres.

“A cultura sempre foi muito bem ligada a presença feminina, aos poucos as mulheres vêm conquistando seus espaços que são de direito. Nossa gestão quer fortalecer a presença feminina nos espaços culturais”, afirma Ênio Portela, que durante o evento falou às mulheres presentes sobre as ações de inclusão feminina.

A diretora da Biblioteca Fontes Ibiapina, Antônia Neves, conta que como mulher, se sente valorizada nessa gestão, para ela é notório que as mulheres vêm ocupando cargos de destaque. Ela cita como exemplos Janara Ribeiro, que é diretora do Teatro João Paulo II, Celene Fernandes, Gerente de Promoção Cultural, Silmara Castro, Gerente de Patrimônio Histórico e Cultural, entre outras.

“É bom trabalhar em um ambiente onde a mulher é tratada de igual para igual. Nesta data temos muito a comemorar, mas também é uma data para lembrar que a luta por todas as mulheres não pode parar”, conta Antônia Neves.

Para mais informações sobre as atividades culturais promovidas pela gestão municipal, basta acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br ou seguir o instagram @cultuta_the.

Maria da Inglaterra é homenageada em parceria inédita entre Zé Roraima e Orquestra Sinfônica de Teresina

A vida e a obra de um dos maiores ícones da cultura popular piauiense, a cantora Maria da Inglaterra, falecida em 2020, serão celebradas na versão de xote sinfônico de “Dona Maria”. A produção, que reúne o músico Zé Roraima e a Orquestra Sinfônica de Teresina (OST), foi pensada para o streaming e será lançada exclusivamente no YouTube, Spotify, Deezer, Tidal, Apple e Amazon Music nesta segunda-feira (07/03).

Maria da Inglaterra / Foto: Luciano Klauss

Com o arranjo do maestro Aurélio Melo para acompanhamento dos 56 instrumentos da Orquestra, a canção ganhou solenidade sinfônica no diálogo inusitado com o xote e o baião, característicos da proposta original da composição de Zé Roraima e Viviane Maranhão. O trabalho conjunto começou em abril de 2021 e envolveu mais de 65 pessoas na gravação de videoclipe na Praça das Crianças e na própria casa onde Maria da Inglaterra morava, no bairro Anita Ferraz, em Teresina (PI). Música e clipe são passeios pelas lembranças e pela saudade da artista.

“De forma autêntica e espontânea, dona Maria cantou a simplicidade e as tradições do povo nordestino. Do jeito que ela gostava, com música e convidando o público pra dançar, queremos manter vivo o legado que ela nos deixou”, afirma Zé Roraima.

Desde que assumiu a regência da OST há 20 anos, Aurélio Melo investe na releitura de obras nordestinas para a linguagem sinfônica. Nessa mistura de erudito e popular, quem ganha é a cultura piauiense. Foi assim que nasceram nos últimos anos, por exemplo, os projetos da Cantata Gonzaguiana, com João Cláudio Moreno, em 2011, e do Concerto Tropicália, em 2014, com letras de Torquato Neto.

Segundo Ênio Portela, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), essa parceria que resultou na linda homenagem a esta mulher que tanto lutou para divulgar sua música, contou com apoio da Prefeitura de Teresina. A iniciativa faz parte das homenagens às mulheres, isso por conta do mês de março que é o mês da mulher.

“Neste mês das mulheres, relembrar a história e a obra da Maria da Inglaterra é uma forma de não abandonar a cultura da nossa gente, ela levou o nome de Teresina para vários espaços locais e nacionais com as suas obras que enriqueceram e enriquecem a cultura popular”, conta Ênio Portela.

A parceria que resultou na homenagem a esta mulher que tanto lutou para divulgar sua música, conta com o apoio da Prefeitura de Teresina (PMT), por meio das ações da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC). A iniciativa faz parte das homenagens às mulheres, isso por conta do mês de março que é o mês da mulher.

O público pode realizar o pré-save de “Dona Maria” pelo endereço biolink.co/zeroraima e garantir, em primeira mão, o acesso à música quando ela for ao ar. O videoclipe estará disponível pelo canal youtube.com/zeroraima.

Campanha uniu o samba com a solidariedade no Hemopi

Foi em ritmo de samba, que na manhã desta sexta-feira (25), dezenas de pessoas estiveram no Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí – Hemopi, para participar da campanha “Sou sambista sangue bom”, promovida pelo Movimento Piauí Samba, em parceria com a Prefeitura de Teresina e a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. Até o meio-dia, 70 doadores já haviam passado pelo hemocentro, que segue recebendo os doadores até o final da tarde, isso para aumentar a disponibilidade de bolsas de sangue no estoque.

Fotos: Ascom FMC

A campanha promovida pelos sambistas já acontece na cidade há oito anos, sempre tendo a população teresinense como aliada nessa corrente do bem, que vem ajudando a salvar vidas. Para Robert Robert Gleydson, do Movimento Piauí Samba, essa edição teve um gostinho especial, pois por conta das medidas de isolamento, há um bom tempo, parte da população não tinha acesso a esse contato direto com o samba.

“Essa campanha surgiu através dos nossos amigos que viram a necessidade de ajudar o Hemopi. Para a equipe, é muito gratificante se apresentar em um evento solidário, ainda mais sabendo que essa atitude irá compartilhar amor ao próximo”, conta Robert Gleydson, enfatizando ainda que por conta da não realização das atividades carnavalescas, esse ano a campanha foi uma oportunidade para levar o melhor do samba para a população.

Hemopi comemora os resultados

Suzane Rocha, do Supervisora de Captação de Doadores do Hemopi, conta que a campanha é importante porque acaba atraindo os doadores até o hemocentro, fazendo com que o banco de sangue tenha estoque suficiente para atender as demandas. Ela comenta ainda que neste período do carnaval, mesmo com o momento pandêmico, aumenta os casos onde as pessoas precisam de sangue, por isso o Hemopi vem intensificando as coletas internas e externas.

“Temos hoje um estoque razoável, porém iremos continuar recolhendo as doações regularmente, a fim de não deixar nosso estoque com baixa quantidade de bolsas. Para garantir que os doadores possam ter opções neste feriado, estaremos funcionando normalmente”, garante Suzane Rocha.

Doa faz bem

O estudante Welton Sousa, 26 anos, diz que ficou sabendo da campanha pelas redes sociais, e como já é doador regular, resolveu participar da campanha. Para o estudante, ser doador é algo gratificante, um ato que deveria ser seguido por todos.

“Já tive na família casos de pessoas que precisaram receber doação de sangue e por isso, tento me colocar no lugar daquelas pessoas que estão em um leito de hospital precisando dessa nossa solidariedade. A doação é bem rápida, não doe, e ainda me ajuda a me sentir bem, pois sei que em algum lugar, vai ter uma vida salva graças a minha atitude”, finaliza Welton Sousa.

Cultura e solidariedade

Desde janeiro deste ano, a Fundação Municipal de Cultura vem fazendo parcerias a fim de ajudar com campanhas que tenham como intuito ajudar ao próximo. De acordo com Ênio Portela, presidente da fundação, já foram feitas inúmeras campanhas para receber alimentos, roupas e brinquedos e que agora chegou a vez de ajudar o Hemopi, oferecendo apoio para que o hemocentro possa atrair mais doadores.

“A pedido do prefeito Dr. Pessoa, temos aumentado o número de parcerias com atividades que tenham como intuito ajudar ao próximo. Hoje, atendemos ao pedido do Movimento Piauí Samba, porém ao longo do ano estaremos abertos a novas parcerias”, conta Ênio Portela.

Como doar no Carnaval

Durante o período carnavalesco o Hemopi estará funcionando para atender aqueles que querem ajudar a salvar vidas. Nos feriados o hemocentro estará funcionando das 07h às 17h, nos demais dias, estará aberto das 07h15 às 18h.

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí fica localizado na Rua 1° de Maio, 235, bairro Centro. O Hemopi também disponibiliza os telefones 3221-4989 e 3221-8319 para que os doadores possam buscar mais informações antes de fazer a doação.

Sambistas de Teresina irão realizar show solidário no Hemopi

Na próxima sexta-feira (25/02), ocorrerá a campanha “Sou sambista sangue bom”, evento realizado pelo movimento cultural Piauí Samba em parceria com a Prefeitura de Teresina e a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC). A campanha tem como objetivo coletar bolsas de sangue para ajudar a reforçar o estoque do hemocentro, como também levar alegria para as pessoas através do samba.

Segundo Celene Fernandes, gerente de promoção cultural da FMC, a campanha tem uma grande importância para a saúde pública local, já que segundo ela, o hemocentro sempre precisa dessas doações. Ainda de acordo com a gerente, atrelar esse ato solidário à cultura, torna o evento ainda mais relevante.

“Atendendo a um pedido do prefeito Dr. Pessoa, a FMC tem feito inúmeras parcerias para o bem de Teresina, como por exemplo a campanha para receber alimentos que são doados para famílias carentes afetadas pelas enchentes. Agora junto com o Piauí Samba e o Hemopi, vamos ajudar a salvar vidas”, conta Celene Fernandes.

O evento contará com atrações culturais como Movimento Piauí Samba e Robert Gleydson, Bola, Betão, Jr Trezeguet, Juvenal DD, Duo de Saxofone, Irmãos Fidélis e muitos convidados. Além do samba, ocorrerão rodas de poesias e a população também poderá fazer doações de livros .

Para Robert Gleydson, diretor do Movimento Piauí Samba, o samba mexe com a parte emocional do ser humano e as pessoas vão se sentir atraídas pelo ritmo frenético, pela batucada, pelo momento que é de carnaval, o samba tem um papel social e nessa campanha não será diferente. Ele afirma ainda que no atual cenário, os artistas também carregam a responsabilidade de ajudar o próximo.

“Já que não terá folia, uma das ideias da campanha é levar alegria aos doadores. Com o apoio da Fundação Monsenhor Chaves tudo isso será possível. Sempre somos bem recebidos por onde passamos, por isso chegou a hora de retribuir todo o carinho que recebemos da população teresinense”, frisou Robert Gleydson.

A campanha “Sou sambista sangue bom” inicia às 08h e seguirá até o meio-dia, no Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí, que fica localizado na Rua 1° de Maio, 235, bairro Centro.

CRITÉRIOS PARA DOAR

Ter idade entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos devem possuir consentimento formal do responsável legal);

Pesar no mínimo 50 kg;

Estar alimentado. Não ingerir alimentos gordurosos antes da doação;

Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas;

Apresentar documento de identificação com foto emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Carteira Nacional de Habilitação, Carteira de Trabalho, Passaporte, Registro Nacional de Estrangeiro, Certificado de Reservista e Carteira Profissional emitida por classe), serão aceitos alguns documentos digitais com foto.