Programa de combate ao tabagismo volta a funcionar de forma presencial

O tabagismo é uma doença crônica e epidêmica que causa dependência física, comportamental e psicológica. Em Teresina, a população que deseja parar de fumar tem acesso gratuitamente ao Programa de Combate ao Tabagismo, que atualmente funciona no bairro Parque Piauí.

O programa de combate ao tabagismo é realizado pelo setor de Serviço Social do Hospital Municipal da Criança, que fica no bairro Parque Piauí e conta com uma equipe multidisciplinar. “O tratamento, que dura cerca de um ano, concilia terapia em grupo e uso de medicamentos”, explica Alba Valéria Batista, coordenadora do programa.

Ao iniciar o tratamento serão realizados quatro encontros semanais no primeiro mês, com objetivo de promover a cessação do tabagismo. Em seguida são realizados dois encontros quinzenais e dez mensais, com objetivo de prevenir recaídas ou tratá-las caso aconteçam para que os pacientes se mantenham sem fumar. As reuniões do programa acontecem às quintas-feiras nos turnos da manhã de 08h às 10h e a tarde de 15h às 17h, de acordo com a disponibilidade do paciente.

Atualmente, cerca de 1 bilhão de pessoas em todo o planeta são fumantes. Uma em cada dez mortes de adultos está relacionada ao tabaco. Somente no Brasil morrem cerca de 200 mil pessoas por ano por doenças relacionadas ao tabagismo. “O tabagismo é um grave problema de saúde pública. A nicotina do tabaco causa dependência química similar à dependência de drogas como cocaína e é um fator que causa quase 50 diferentes doenças incapacitantes e fatais. Os malefícios do cigarro não são apenas individuais, mas também coletivos”, afirmou Alba Valéria Batista.

Os interessados em ingressar no tratamento devem procurar a sala do serviço social do Hospital Municipal da Criança, que funciona de segunda a sexta das 07h às 18h. Eles podem ainda entrar em contato por telefone pelo número 3220-4747 ou 3220-5939.

Aberto agendamento para dose de reforço de trabalhadores da saúde acima dos 18 anos

Está aberto novamente o agendamento para vacinação dos trabalhadores da saúde de 18 anos e mais para a dose de reforço contra a covid-19. Após a abertura de vagas ocorrida ontem (18), que contemplava o público de 18 a 29 anos, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) está estendendo para as demais faixas etárias deste público.

Para ter acesso à vacina, o trabalhador da saúde deve ter obrigatoriamente seis meses da aplicação da segunda dose ou dose única de qualquer imunizante. Ele deve agendar no site http://vacinaja.fms.pmt.pi.gov.br/, no campo Agendamento Dose de Reforço (Em azul), independentemente do setor de trabalho, categoria profissional ou vínculo público, privado ou autônomo.

(Foto: Ascom/FMS)

A coordenadora da campanha de vacinação contra a COVID, Emanuelle Dias, alerta que o site de agendamento não vai utilizar os cadastros dos trabalhadores utilizados previamente realizados pelos Estabelecimentos de saúde feitos no início da campanha de vacina COVID-19, portanto, caso o trabalhador não tenha sido cadastrado previamente, ele conseguirá se agendar normalmente. “No momento da vacinação ele deve levar um comprovante de trabalho (que está na ativa como trabalhador em Estabelecimento de Saúde) e cartão de vacina com registro de doses para comprovar os 6 meses da D2”, diz.

O fabricante do imunizante da vacina contra COVID-19 a ser aplicado na Dose de reforço será exclusivamente a Pfizer, independentemente do fabricante do imunizante aplicado na D1 e D2.

FMS realiza treinamento sobre protocolo de sífilis congênita para profissionais das maternidades

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) realiza nesta terça-feira, 19, a partir das 9h30, na Maternidade do bairro Buenos Aires, treinamento dos profissionais sobre o Protocolo da Sífilis Congênita, coordenado pelo neonatologista da Maternidade do Buenos Aires, Marcos Bitencourt. A ação faz parte da campanha Outubro Verde, que no terceiro sábado deste mês, é dedicado para mobilizações do Dia Nacional de Combate à Sífilis Congênita. Na rede municipal as ações serão desenvolvidas nas  demais maternidades até o dia 22.

A Campanha Outubro Verde promove visibilidade e conscientização sobre a sífilis congênita, doença infectocontagiosa que é caracterizada pela transmissão da sífilis da mãe para o feto ou para o recém-nascido. A campanha visa chamar a atenção da população para a importância do diagnóstico precoce e do tratamento da doença na gestante.

Na terça-feira (20) o treinamento acontece pela manhã na Maternidade Wall Ferraz, bairro Dirceu; na quarta-feira (21) a atividade é na Maternidade do bairro Satélite e dia 22 na Maternidade do bairro Promorar.

O treinamento tem como objetivo orientar os profissionais das maternidades sobre os procedimentos no atendimento à gestante e ao recém-nascido, com as orientações para o médico obstetra/plantonista, médico neonatologista, médico pediatra do ambulatório, enfermeiro, profissionais de laboratório, núcleo hospitalar de epidemiologia e farmacêutico.

A chefe do Núcleo de Epidemiologia Hospitalar da FMS, Vanessa Matos,  explica que o protocolo determina também o acompanhamento do tratamento da criança diagnosticada com  sífilis congênita. “Nesses casos quando a criança recebe atendimento ambulatorial é feito o atendimento até os 18 meses de vida dessa criança”, diz.

Fotos: Ascom FMS

Idosos de 77 anos podem tomar dose de reforço em quatro pontos de drive thru a partir de amanhã (19)

Teresina reduz mais uma vez a faixa etária contemplada para recebimento da dose de reforço contra a Covid-19. Agora, os idosos de 77 anos e mais podem se dirigir a um dos quatro pontos drive thru que estarão abertos amanhã (19) e quarta-feira (20) para este público.

Além dos idosos, estão sendo contemplados também as pessoas imunossuprimidas de qualquer idade. Os locais e horários serão os seguintes:

Dose de reforço – Idosos de 80 anos e mais; pessoas imunossuprimidas de qualquer idade

Dias: 19 e 20 de outubro

Horário: MANHÃ (9h às 13h)

Locais drive thru:

Terminal do Buenos Aires

Terminal do Parque Piauí

Terminal do Zoobotânico

Terminal do Livramento

Para ter direito à dose de reforço, os idosos devem ter no mínimo seis meses da segunda dose ou dose única de qualquer um dos imunizantes. Para os imunossuprimidos, o prazo é de 28 dias da segunda dose ou dose única. No momento da vacina eles devem apresentar documento de identificação com foto, CPF ou cartão do SUS e o cartão de vacina com o registro das doses anteriores. Imunossuprimidos devem apresentar, além desses documentos, um laudo ou prescrição médica comprovando sua inclusão nesse grupo.

Além desses grupos, a FMS está mantendo outros quatro pontos de drive thru para aplicação de segunda dose das vacinas Astrazeneca e Coronavac, para pessoas com data marcada no cartão até o dia 24 de outubro. A lista dos pontos é a seguinte:

Segunda dose – Astrazeneca e Coronavac até o dia 24/10

Dias: 19 e 20 de outubro

Horário: TARDE (13 às 17h)

Locais drive thru:

CEU Norte

Terminal do Bela Vista

Terminal do Zoobotânico

Terminal do Itararé.

A coordenadora pede aos usuários atenção ao horário dos drives: dose de reforço pela manhã e segunda dose pela tarde. “Lembramos também que vacinação drive thru não precisa de agendamento”, reforça Emanuelle Dias.

Trabalhadores da saúde de 18 a 29 anos podem agendar dose de reforço hoje (18)

Trabalhadores da saúde de 18 a 29 anos poderão agendar hoje (18) a sua dose de reforço da vacina contra a covid. O sistema abre a partir das 18h para este público, no site http://vacinaja.fms.pmt.pi.gov.br/.

Para ter acesso à vacina, o trabalhador da saúde deve ter obrigatoriamente seis meses da aplicação da segunda dose ou dose única de qualquer imunizante. Ele deve agendar no site, no campo Agendamento dose de Reforço (Em azul), independentemente do setor de trabalho, categoria profissional ou vínculo público, privado ou autônomo.

A coordenadora da campanha de vacinação contra a COVID, Emanuelle Dias, alerta que o site de agendamento não vai utilizar os cadastros dos trabalhadores utilizados previamente realizados pelos Estabelecimentos de saúde feitos no início da campanha de vacina COVID-19, portanto, caso o trabalhador não tenha sido cadastrado previamente, ele conseguirá se agendar normalmente. “No momento da vacinação ele deve levar um comprovante de trabalho (que está na ativa como trabalhador em Estabelecimento de Saúde) e cartão de vacina com registro de doses para comprovar os 6 meses da D2”, diz.

O fabricante do imunizante da vacina contra COVID-19 a ser aplicado na Dose de reforço será exclusivamente a Pfizer, independentemente do fabricante do imunizante aplicado na D1 e D2.

SUS Teresina realiza mais de 12 mil mamografias de janeiro a julho

Em Teresina foram realizadas pelo SUS 12.090 mamografias no período de janeiro a julho deste ano nos 14 estabelecimentos de saúde credenciados. O Centro Integrado de Saúde Lineu Araújo (Cisla) foi quem mais realizou o exame totalizando 5.114 mamografias realizadas este ano até julho.

Neste mês denominado de Outubro Rosa tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância de um diagnóstico precoce e da prevenção contra o câncer de mama e o exame mais preciso é a mamografia, que é o exame radiológico feito nas mamas e fornece imagens detalhadas capazes de identificar a doença, antes mesmo que a mulher tenha sintomas.

Sobre o atendimento à saúde da mulher, o presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gilberto Albuquerque, diz que em Teresina as mulheres recebem atendimento nas 92 Unidades Básicas de Saúde e conforme a necessidade é feito encaminhamento para especialistas. “Temos uma rede de atendimento com serviços de consultas, realização de exames e outros procedimentos médicos para atender a mulher. Elas são atendidas pelas equipes da unidade de saúde e exames das mamas podem ser solicitados conforme a necessidade de cada paciente e somente com a recomendação médica”, diz.

Sobre a mamografia

Conforme o Instituto Nacional de Câncer (INCA), a mamografia de rastreamento – exame de rotina em mulheres sem sinais e sintomas de câncer de mama – é recomendada na faixa etária de 50 a 69 anos, a cada dois anos. Fora dessa faixa etária e dessa periodicidade, os riscos aumentam e existe maior incerteza sobre benefícios.

A mamografia permite identificar melhor as lesões mamárias em mulheres após a menopausa. Antes desse período, as mamas são mais densas e a sensibilidade da mamografia é reduzida, gerando maior número de resultados falso-negativos (resultado negativo para câncer em pacientes com câncer) e também de falsos-positivos (resultado positivo para câncer em pacientes sem câncer), o que gera exposição desnecessária à radiação e a necessidade de realização de mais exames.

Foto: Divulgação (FMS)

Teresina aplica mais de 3340 doses no dia D da multivacinação

Um total de 3346 doses de vacina foram aplicadas no último sábado (16), dia D da Campanha Nacional de Multivacinação para a Atualização da Caderneta de Vacinação de Crianças e Adolescentes. A mobilização segue até o dia 29 de outubro em todas as salas de vacina da capital.

Neste dia, 19 Unidades Básicas de Saúde abriram exclusivamente para atender crianças e adolescentes até 15 anos que estavam com doses atrasadas de qualquer um dos imunizantes previstos no calendário desta faixa etária. O local que mais vacinou foi a UBS do Saci, com 366 doses aplicadas, onde também aconteceu a abertura oficial com representantes do Ministério da Saúde.

“Aqueles que perderam o dia D no último sábado podem se dirigir a uma UBS qualquer dia da semana e garantir as doses que seu filho precisa”, orienta a técnica da Diretoria de Vigilância em Saúde da FMS, Ayla Calixto. Ela conta que, aos fins de semana, a FMS mantém quatro salas abertas das 7h às 19h para atender os filhos de pessoas que não puderam ir durante a semana: UBS Parque Brasil (zona Norte), UBS Porto Alegre (zona Sul), UBS Santa Isabel (zona Leste) e UBS Renascença (zona Sudeste).

(Foto: Ascom/FMS)

A multivacinação é uma estratégia onde em um único momento são oferecidas as vacinas do Calendário Nacional de Vacinação, facilitando assim a ida dos pais ou responsáveis ao serviço de saúde para atualização das vacinas das crianças e dos adolescentes. Ao todo, o Ministério da Saúde oferece 18 vacinas para crianças e adolescentes, cujo calendário é elaborado a partir de estudos que demonstram como uma vacina pode proporcionar o máximo de eficácia e proteção contra as doenças imunopreveníveis.

Doses administradas em intervalos inoportunos ou com número de doses insuficientes podem prejudicar o objetivo do programa de vacinação, uma vez que a proteção individual e coletiva passa a não ser alcançada e, com isso, as doenças que foram eliminadas podem retornar ou mesmo ter mudanças no seu comportamento epidemiológico, passando a acometer também adolescentes e adultos jovens.

Dia D da campanha de multivacinação conta com a presença de representantes do Ministério da Saúde

Acontece hoje (16) em 19 Unidades Básicas de Saúde de Teresina o dia D da Campanha Nacional de Multivacinação para atualização da caderneta de crianças e adolescentes. Em Teresina, a abertura aconteceu na UBS do bairro Saci e contou com a participação de representantes do Ministério da Saúde, além de grande adesão da população.

Fotos: Rômulo Piauilino / Semcom

A multivacinação é uma estratégia onde em um único momento são oferecidas as vacinas do Calendário Nacional de Vacinação, facilitando assim a ida dos pais ou responsáveis ao serviço de saúde para atualização das vacinas das crianças e dos adolescentes. Foi o caso de Socorro Nascimento, que levou seu filho Jeferson, de 14 anos, e os sobrinhos Pietro e Isis, de 10 e 5 anos. “Eu vejo esse momento como muito importante, pois todos devem vacinar seus filhos”, disse a mãe, que sempre vai à UBS para vacinar e consultar as crianças da família.

Rosana Leite de Melo, Secretaria Extraordinária de Enfrentamento ao COVID – SECOVID do Ministério da Saúde e representante do Ministro Marcelo Queiroga, ressaltou que mesmo os adolescentes que tenham tomado a vacina contra a covid podem participar da campanha, pois a orientação mais recente do órgão é que não é necessário fazer um intervalo entre as vacinas. “Este é o momento sim de aproveitar atualizar o calendário vacinal, pois tem um grande número de doenças que a gente consegue prevenir com a vacinação, haja vista o sarampo que tem aparecido em nosso país e nós podemos eliminar com a vacinação”, disse.

O Prefeito de Teresina, Doutor Pessoa, também ressaltou a importância da imunização nesta faixa etária. “Nessa avaliação da infância e adolescência, o Brasil é considerado o país com maior preocupação preventiva através da vacinação. No dia de hoje, essa preocupação não é apenas com a vacina do coronavírus, e sim de modo geral, da prevenção de várias doenças que tem aí no mundo”, declarou o prefeito.

Segundo o presidente da FMS, Gilberto Albuquerque, Teresina foi considerada exemplo de regularidade por seguir todas as metas das campanhas de vacinação e seguir à risca todas as orientações do Plano Nacional de Imunização – PNI. “Isso nos credenciou a ser modelo para o brasil, o que é um reconhecimento pelo trabalho que a gente tem feito”, disse.

A campanha segue até as 17h e está disponibilizando as 18 vacinas do calendário da infância e adolescência. “Compareçam, façam sua parte e vamos imunizar nossas crianças e adolescentes”, convida o presidente.

Campanha Nacional de Multivacinação para Atualização da Caderneta de Vacinação da Criança e do Adolescente

Dia D: 16/10/2021
Horário: 8h às 17h

Postos de Vacinação
Zona Sul
1. UBS Leônidas Antônio Deolindo (Saci) – ABERTURA
2. UBS Maria De Jesus Carvalho (Porto Alegre)
3. UBS Cristo Rei
4. UBS Dr. Francílio Ribeiro De Almeida (Angelim)

Zona Norte
1. UBS Cecy Fortes
2. UBS Santa Maria Da Codipi
3. UBS Buenos Aires
4. UBS Dr. Marcos Guedes (Nova Teresina)
5. UBS Dr. Antônio Noronha (Parque Brasil)

Zona Leste
1. UBS Vila Bandeirante
2. UBS Dr. Américo De Melo Castelo Branco (Santa Isabel)
3. UBS Piçarreira
4. UBS Maria Dulce Da Cunha Sena (São João)
5. UBS Mama Mia

Zona Sudeste
1. UBS N. Senhora Da Guia
2. UBS Pe. Mário Roche (P. Esperança)
3. UBS Alto Da Ressurreição
4. UBS Dr. Reginaldo M. Castro (Renascença)
5. UBS Dr. Helvídio Ferraz

FMS anuncia novo cronograma de drive thru para a próxima semana e agendamentos

O site http://vacinaja.fms.pmt.pi.gov.br/ abre hoje novas vagas de agendamento para vacinação contra a covid-19. Desta vez serão contemplados três públicos: os trabalhadores da saúde de 30 a 39 anos que precisam tomar a dose de reforço, pessoas com a segunda dose da Pfizer com data marcada no cartão até o dia 21 de novembro e pessoas acima dos 18 anos que ainda não tomaram a primeira dose.

Para evitar congestionamento do sistema, as vagas serão abertas em três horários diferentes:

16h – Dose de reforço – Trabalhadores da Saúde de 30 a 39 anos
18h – Segunda dose Pfizer – Pessoas com a segunda dose marcada no cartão até o dia 21 de novembro
20h – Repescagem primeira dose – Pessoas de 18 anos e mais

“Para ter acesso, basta entrar no site na opção correspondente ao seu grupo: trabalhadores da saúde devem clicar no botão ‘agendamento dose de reforço’, enquanto o público de primeira e segunda dose devem ir em ‘agendamento público alvo’. O próximo passo é preencher seus dados e escolher o dia e hora da vacinação”, explica Emanuelle Dias, coordenadora da campanha de vacinação contra a Covid-19 em Teresina.

Além dos agendamentos, a FMS lançou ainda uma programação de drive thrus para reforço de idosos de 80 anos e mais e pessoas imunossuprimidas, além de pessoas com segunda dose das vacinas astrazeneca e coronavac marcada no cartão de vacinação até o dia 24 de outubro. Os locais e horários serão os seguintes:

Dose de reforço – Idosos de 80 anos e mais; pessoas imunossuprimidas de qualquer idade
Dias: 18, 19 e 20 de outubro
Horário: MANHÃ (9h às 13h)

Locais drive thru:
Terminal do Buenos Aires
Terminal do Parque Piauí
Terminal do Zoobotânico
Terminal do Livramento

Segunda dose – Astrazeneca e Coronavac até o dia 24/10
Dias: 18, 19 e 20 de outubro
Horário: TARDE (13 às 17h)

Locais drive thru: 
CEU Norte
Terminal do Bela Vista
Terminal do Zoobotânico
Terminal do Itararé.

A coordenadora pede aos usuários atenção ao horário dos drives, que embora aconteçam em três pontos comuns são em horários diferentes: dose de reforço pela manhã e segunda dose pela tarde.

Para ter direito à dose de reforço, os trabalhadores da saúde e idosos devem ter no mínimo seis meses da segunda dose ou dose única de qualquer um dos imunizantes. Para os imunossuprimidos, o prazo é de 28 dias da segunda dose ou dose única. No momento da vacina eles devem apresentar documento de identificação com foto, CPF ou cartão do SUS e o cartão de vacina com o registro das doses anteriores. Imunossuprimidos devem apresentar, além desses documentos, um laudo ou prescrição médica comprovando sua inclusão nesse grupo. Já os trabalhadores da saúde devem levar um comprovante de trabalho (que está na ativa como trabalhador em Estabelecimento de Saúde).

Amanhã (16) é o “Dia D” da Campanha Nacional de Multivacinação

Amanhã (16), das 8h às 17h, 19 Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Teresina estarão abertas para o dia D da Campanha Nacional de Multivacinação para atualização da Caderneta de Vacinação da Criança e do Adolescente. A abertura será na UBS Leônidas Antônio Deolindo, do bairro Saci, zona Sul da capital.

Gilberto Albuquerque, presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), faz chamamento para que os responsáveis por crianças e adolescentes menores de 15 anos atualizem a caderneta de vacinação no Dia D de Campanha de Multivacinação, que acontece amanhã, 16. “Teremos a abertura no Saci, mas 19 UBS estarão funcionando para imunizar nossas crianças e adolescentes até 15 anos o quanto antes. Compareçam, façam sua parte e vamos imunizar nossas crianças e adolescentes”, diz o presidente.

O presidente da FMS, Gilberto Albuquerque, conta que Teresina foi escolhida pelo Ministério da Saúde para ser a capital da vacinação do Brasil, sediará o lançamento da mobilização. “Teresina foi escolhida pelo Ministério da Saúde para sediar a abertura por ser a capital que segue mais rigorosamente o Programa Nacional de Imunização”, comenta Gilberto Albuquerque

A campanha se iniciou no dia 1º e segue durante todo o mês de outubro. Todas as salas do município estão oferecendo as vacinas da rotina, a fim de resgatar a população não vacinada ou com esquemas incompletos, visando melhorar as coberturas vacinais. O Dia D tem como objetivo intensificar as ações por meio da abertura de salas exclusivamente para a imunização desse público.

Campanha Nacional de Multivacinação para Atualização da Caderneta de Vacinação da Criança e do Adolescente

Dia D: 16/10/2021

Horário: 8h às 17h

Postos de Vacinação

Zona Sul

1. UBS Leônidas Antônio Deolindo (Saci) – ABERTURA

2. UBS Maria De Jesus Carvalho (Porto Alegre)

3. UBS Cristo Rei

4. UBS Dr. Francílio Ribeiro De Almeida (Angelim)

Zona Norte

1. UBS Cecy Fortes

2. UBS Santa Maria Da Codipi

3. UBS Buenos Aires

4. UBS Dr. Marcos Guedes (Nova Teresina)

5. UBS Dr. Antônio Noronha (Parque Brasil)

Zona Leste

1. UBS Vila Bandeirante

2. UBS Dr. Américo De Melo Castelo Branco (Santa Isabel)

3. UBS Piçarreira

4. UBS Maria Dulce Da Cunha Sena (São João)

5. UBS Mama Mia

Zona Sudeste

1. UBS N. Senhora Da Guia

2. UBS Pe. Mário Roche (P. Esperança)

3. UBS Alto Da Ressurreição

4. UBS Dr. Reginaldo M. Castro (Renascença)

5. UBS Dr. Helvídio Ferraz

Foto: Divulgação (FMS)