FMS inicia ampliação de leitos de UTI neonatal na Maternidade do Dirceu

Ascom/FMS

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina iniciou agora a construção de três novos leitos de UTI Neonatal na Maternidade Prof. Wall Ferraz, no grande Dirceu, para ampliar o atendimento a recém-nascidos com quadro de saúde grave ou com risco de morte. Após a reforma, prevista para ser concluída em 90 dias, esse estabelecimento de saúde passará a contar com 10 leitos dotados de estrutura e suporte avançado para esse cuidado intensivo.

O presidente da FMS, Charles Silveira, afirma que a obra faz parte de um conjunto de ações para aperfeiçoar o cuidado ao binômio mãe e bebê. “Embora a Prefeitura de Teresina não tenha obrigação legal de ter leitos de UTI nas suas maternidades municipais, estamos tomando essa medida de ampliá-los para beneficiar a população. Nós temos realizado um trabalho incansável na área da saúde porque queremos atender cada vez mais e melhor”, ressalta.

Além dos leitos de UTI neonatal, a Fundação ampliará de cinco para dez os leitos de Unidades de Cuidados Intermediários Convencionais (UCINCO) na Maternidade Prof. Wall Ferraz, que são unidades semi-intensivas para bebês. “A ocupação desses leitos é crescente e representa uma demanda dinâmica. Com essa ampliação, iremos aperfeiçoar cada vez mais o serviço”, ressalta a diretora geral da Maternidade, Mércia Cassandra.

Jesus Mousinho, diretora de atenção especializada da FMS, relembra que, na década de 90, a Prefeitura de Teresina implantou UTI Neonatal na Maternidade Wall Ferraz e que a medida foi um grande avanço. “O porte do estabelecimento não o obriga a ter UTI e implantamos para aperfeiçoar o serviço. Atualmente, temos quatro maternidades, que atendem todos os preceitos da Rede Cegonha”, afirma.

A Maternidade Prof. Wall Ferraz funciona 24 horas para atendimento de urgências obstétricas e neonatal. O local é referência para partos de risco habitual, porém, casos mais graves eventualmente aparecem. Entre os serviços realizados, destacam-se: atendimento de urgência a grávidas, puérperas e bebês; internação hospitalar, atendimento ambulatorial, coleta de leito materno, oferta de exames e de cursos voltados para esse público.

UBS Poty Velho promove manhã de saúde com atividades de prevenção ao diabetes

Ascom/FMS

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) está promovendo ações em suas unidades, em alusão à Semana Mundial de Prevenção do Diabetes. Nesta quinta-feira (14), dia mundial de conscientização da doença, a Unidade Básica de Saúde (UBS) Poty Velho vai promover uma série de atividades educativas sobre o assunto, a partir das 8h30.

Participarão do evento não só os usuários acometidos por diabetes como também seus familiares, seguindo o tema da campanha mundial que é a presença da família no cuidado. “É importante que a família esteja presente, mudando seus hábitos para contribuir no tratamento”, comenta a enfermeira da UBS Poty Velho Nancy Loiola.

A programação conta com rodas de conversa sobre os temas relativos à doença, um estande de alimentação adequada, com orientações de nutricionista, atividade física, aplicação de insulina, entre outros. A atividade será precedida por um momento que acontece na tarde desta quarta-feira (13), com um mutirão de exames de pés diabéticos, para identificar os riscos de ferimentos e evitar amputações. “Contaremos com a presença da estomaterapeuta Verônica Elis, do Lineu Araújo, que vem nos ajudar a fazer o exame do doppler”, diz Nancy Loiola. “As pessoas que identificarmos com insuficiência circulatória serão encaminhadas para o cirurgião vascular”, completa a enfermeira.

Ações

Outras unidades do município também estão promovendo ações em alusão à semana do diabetes. Na terça-feira (12), a FMS, com apoio da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), da Sociedade Brasileira de Diabetes e da Associação dos Diabéticos do Piauí (ADIP), realizou uma manhã com promoção de saúde em alusão ao mês do Novembro Azul do Diabetes, na Ala A do Centro Integrado de Saúde Lineu Araújo (CISLA).

Foram realizadas avaliações de medidas corpóreas, glicemias capilares, cálculo de risco para desenvolver a Diabetes, avaliação dos pés de pacientes diabéticos, atendimento inicial aos pacientes diabéticos que estejam descompensados. Houve também um educador físico, que fez um momento de atividades físicas e orientação quanto à prática de exercícios. O objetivo principal foi chamar a atenção da população para prevenção e combate ao diabetes e suas complicações.

Teresina recebe doses de vacina contra o sarampo para bebês de seis a nove meses

Ascom/FMS

Teresina recebeu novas doses da vacina contra o sarampo produzida pelo laboratório da Fiocruz, que podem ser administradas em bebês de seis a nove meses de idade. A Fundação Municipal de Saúde (FMS) está concluindo o abastecimento e a partir de amanhã (13) todas as salas de vacina da capital terão doses disponíveis.

A diretora de Vigilância em Saúde da FMS, Amariles Borba, alerta os pais de bebês nesta faixa etária para que garantam sua dose. “Vacinando seu filho você está garantindo proteção contra essa doença, que é grave especialmente em menores de um ano, onde o número de óbitos tem sido maior”, diz.

A diretora chama atenção para pesquisas recentes que apontam que a não vacinação pode deixar a criança vulnerável não apenas ao sarampo como a várias outras doenças de longo prazo. Segundo estudos feitos pelo Instituto Médico Howard Hughes, da Escola de Medicina de Harvard e outras instituições dos Estados Unidos, da Holanda e Finlândia com crianças não vacinadas que adquiriram sarampo, o vírus dizimou de 11% a 73% do repertório de anticorpos dessas crianças dois meses depois da infecção.

“Ocorre o que os cientistas chamam de ‘amnésia imune’, em que o vírus ‘apaga’ a memória imunológica que o corpo tinha contra doenças com que elas já tinham entrado em contato anteriormente”, esclarece Amariles Borba.

Além disso, o Piauí está investigando seu primeiro caso autóctone de sarampo, em uma criança de nove meses do município de Lagoa do Sítio, uma das primeiras regiões a notificar casos importados da doença. “Este é um sinal de que o vírus anda e se propaga, então pedimos mais uma vez que não deixem de vacinar”, finaliza a diretora Amariles Borba.

FMS irá criar ambulatórios de prótese dentária e urgência odontológica 24h

Até o mês de dezembro deste ano, os hospitais do Parque Piauí e do Buenos Aires terão ambulatórios voltados à oferta de prótese dentária, dispositivo removível que substitui dentes perdidos. A ação faz parte da restruturação do setor de saúde bucal, promovida pela Fundação Municipal de Saúde (FMS), que também disponibilizará à população o serviço de urgência odontológica 24h, durante todos os dias da semana, em seis estabelecimentos de saúde espalhados pela cidade.

Atualmente, a colocação de prótese dentária já é feita por 37 equipes de Unidades Básicas de Saúde (UBSs) em Teresina e, até o final do ano, as demais poderão encaminhar usuários que necessitem do serviço aos dois novos ambulatórios. “A perda dos dentes, total ou parcial, traz prejuízos fisiológicos e sociais ao indivíduo. Queremos devolver o sorriso saudável para essas pessoas e também incentivá-las a ter higiene bucal, para evitar doenças na boca e no organismo”, afirma o presidente da FMS, Charles Silveira.

Para quem tem urgência odontológica (como dor de dente), a FMS disponibilizará serviço de urgência em horário integral, em todas as zonas da cidade: UPAS do Satélite, Promorar e Renascença e nos hospitais da Primavera, Santa Maria da Codipi e Monte Castelo. “Hoje, os usuários encontram o serviço 24h em três locais. Porém, cinco já funcionam no turno da noite e finais de semana. Com a reorganização, pretendemos beneficiar as pessoas que dependem do Sistema Único de Saúde (SUS)”, ressalta o gerente de Saúde Bucal da FMS, Rodrigo Martins.

Conheça mais serviços odontológicos ofertados pelo SUS

Os serviços odontológicos das UBSs envolvem avaliação da saúde bucal, limpeza, remoção de tártaro supragengival, procedimentos restauradores, extrações dentárias e ações de prevenção. Nos casos de maior complexidade, os usuários são encaminhados para um dos três Centros de Especialidade Odontológica. Ali, são realizados tratamentos de canal, periodontais, casos cirúrgicos de maior complexidade, além de ações que contribuem com o diagnóstico de câncer de boca.

Obra do Hospital do Dirceu deve ser concluída ainda este ano

O Hospital do Dirceu, localizado na zona sudeste da cidade, passa por reforma para melhoria de sua estrutura física e qualificação do atendimento ofertado aos usuários. Nesta sexta-feira (08) o presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Charles Silveira, acompanhado da equipe de engenharia do órgão, realizou visita à obra da unidade, prevista para ser concluída até dezembro de 2019.

Com a conclusão da reforma do Hospital do Dirceu, o prédio será adequado às atuais normas do Ministério da Saúde. “Vamos melhorar o ambiente do local, para melhor atender e acolher os pacientes. Essa reforma é motivo de alegria e uma necessidade da cidade, que atenderemos cumprindo os compromissos assumidos pela FMS perante a comunidade”, afirmou Charles Silveira.

De acordo com Caroline Bastos, gerente de engenharia e arquitetura da FMS, a execução de obras de reformas é sempre um desafio, principalmente em prédios com mais de 30 anos de existência. “Estamos prezando pelo cumprimento dos prazos e fazendo todo o esforço possível para entregar um novo hospital como a população merece”, destacou.

O Hospital do Dirceu será capacitado para atender urgências clínicas, pediátricas e cirúrgicas. Também haverá oferta de exames, setor de internação e atendimento ambulatorial em nove especialidades. “O prédio tem 38 anos e precisava muito passar por essa reforma. A população clamava por isso e a Prefeitura foi sensível a esta situação. Agora só temos a agradecer aos gestores que viabilizaram a obra”, finalizou a diretora da unidade, Walnecy de Oliveira.

 

Bairros Vermelha e Comprida recebem mutirão de limpeza neste sábado (09)

A Prefeitura de Teresina promoverá, neste sábado (09), um mutirão de limpeza e educação com o objetivo de acabar com os criadouros do Aedes aegypti, mosquito transmissor de doenças como a zika, dengue e chikungunya. A ação é parte do projeto Faxina nos Bairros e é fruto de uma parceria entre a Fundação Municipal de Saúde (FMS) e as Superintendências de Desenvolvimento Urbano (SDUs) de cada região. Nesta edição, serão beneficiados os bairros Comprida (zona Sudeste) e Vermelha (zona Sul).

Durante a semana, os moradores dos locais são orientados pelos agentes de saúde a fazer uma limpeza dentro de suas casas e depositar o lixo na calçada no sábado, quando será recolhido pelas equipes da Superintendência. “Pedimos especial atenção para o lixo que não é recolhido pela limpeza regular, como eletrodomésticos e móveis de grande porte”, diz Oriana Bezerra, gerente de Zoonoses da FMS.

Ainda no sábado, a equipe da FMS fará uma caminhada educativa, orientando a população sobre medidas preventivas de combate às doenças e os males trazidos por elas. As equipes se reúnem em um ponto de encontro a partir das 8h da manhã e, de lá, iniciam o percurso. No Comprida, o ponto de encontro será a Escola Municipal Mario Quintana e o percurso será as ruas 2, Monsenhor Raul Pedreira, Moisés Castelo Branco e 4, do Parque Alexandria. Na Vermelha, será feito o trajeto das ruas Henrique Dias, 21 de Abril, Riachuelo, João Cabral, Oeiras, Gilbués, Murilo Braga e Avenida Pedro Freitas, sendo o ponto de encontro o Tribunal de Contas do Estado.

Com a colaboração da população, a FMS tem centrado suas ações em evitar o descarte irregular de lixo pela cidade, evitando o acúmulo de água, que favorece criadouros do mosquito. “As pessoas precisam ficar atentas e criar o hábito de manter suas residências e arredores sempre limpos. As atitudes rotineiras trazem muitos benefícios à saúde, não apenas em evitar zika, dengue e chikungunya, como também outras doenças decorrentes de falta de higiene”, alerta Oriana Bezerra. “Mesmo com o fim da época de chuvas, não devemos nos descuidar com o depósito de água em objetos que nas residências. Por isso, pedimos a ajuda de todos nessa luta”, finaliza a gerente.

Mutirão de cardiologia acontece neste sábado

Ascom/FMS

Dando seguimento ao programa “Teresina The Atende”, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) fará mais um mutirão de consultas e exames especializados, neste sábado (09), a partir das 7 horas, no Centro de Saúde Lineu Araújo, centro sul da capital piauiense. Dessa vez, serão atendidas pessoas que aguardam em fila de espera eletrônica por atendimento na área de cardiologia.

Uma equipe da FMS realizou previamente contato telefônico com pessoas que estavam em fila de espera eletrônica do SUS, para convocá-las a participar do mutirão. “É dessa forma que temos buscado diminuir as filas do SUS e atender ao máximo possível de usuários e, assim, devolver o investimento social que a Prefeitura faz em benefício da população”, afirma o presidente da FMS, Charles Silveira.

No mesmo dia, haverá também oferta de exames para diagnosticar doenças cardíacas, como o eletroencefalograma e ecocardiografia. Os demais exames necessários serão agendados para data próxima. “O grande diferencial do mutirão é que não é ofertada apenas a consulta inicial, mas também todos os exames solicitados e consultas de retorno”, explica Iris Amaral, gerente de assistência especializada da FMS.

Os mutirões de consultas e exames especializados do programa “Teresina The Atende” estão acontecendo todos os sábados em Teresina, até o final do ano. O objetivo é ampliar a capacidade de atendimento especializado e diminuir a fila de espera eletrônica para especialidades que têm demanda grande e crescente, como neurologia, oftalmologia, cardiologia e ortopedia.

FMS leva orientações sobre saúde do homem para o Teresina em Ação

A saúde do homem será tema do estande da Fundação Municipal de Saúde no Teresina em Ação, que acontece neste sábado (09), das 8h às 13h, no Parque da Cidade. O evento vai ofertar cerca de 150 serviços nas mais diversas áreas para a população da zona Norte.

A escolha do foco será em razão do novembro azul, mês de conscientização sobre o câncer de próstata e a saúde do homem como um todo. “Estaremos dando orientações sobre os cuidados de saúde voltados ao público masculino”, informa Júlia Santos, do Núcleo de Educação em Saúde (NESC) da FMS.

Estarão envolvidos nos serviços de saúde cerca de 50 profissionais de áreas como enfermagem, odontologia, imunização, entre outros. A população terá à sua disposição aferição de pressão arterial e glicemia, além de orientação sobre doenças como hipertensão e diabetes. Serão dadas orientações sobre escovação e saúde bucal, com distribuição de escovas de dente, preservativos e hipoclorito de sódio, que serve para a higienização de alimentos e da água. Já a equipe de saúde mental fará uma panfletagem de divulgação dos serviços disponíveis para apoio nesta área.

O local contará ainda com um espaço criança, que agora ofertará um serviço de pintura de rosto com tinta apropriada. “As crianças vão trabalhar o lúdico, a imaginação, para saber que em um passe de mágica elas podem se transformar em um super-herói, em uma borboleta ou um ursinho”, disse Júlia Santos. A prevenção a doenças como dengue, zika e chikungunya também será foco do evento, com um estande educativo com distribuição de panfletos, visualizações de amostras do Aedes aegypti e outras curiosidades, como dicas para reutilização de materiais que poderiam se tornar criadouros do mosquito.

A população ainda terá à sua disposição as vacinas contra hepatite B e dTpa, que protege contra difteria, tétano e coqueluche. “Importante ressaltar que os pais devem levar a caderneta de vacinação da criança para que a situação vacinal seja verificada”, finaliza Júlia Santos.