FMS lança edital de seleção para preceptores do PET-Saúde

A Fundação Municipal de Saúde (FMS), em parceria com a Universidade Federal do Piauí (UFPI), abriu seleção para preceptores do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET-Saúde). As vagas são voltadas a profissionais da FMS e as inscrições devem ser feitas no Setor de Engenharia da sede da FMS, a partir da entrega da documentação exigida, na data de 13 a 23/06/2022 a, no horário de 8h às 12h30, aos cuidados de Sammia Fawsia de Deus Barros. O resultado parcial da seleção será publicado a partir do dia 26/06/2022 no site da Fundação Municipal de Saúde e no Núcleo de Estudos de Saúde Pública da UFPI.

Para participar da seleção no Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET-Saúde: Gestão e Assistência 2022/2023) o(a) profissional de saúde deverá comprovar, no ato da inscrição: I. Vínculo empregatício formal com a Fundação Municipal de Saúde de Teresina-PI; II. Estar em dia com as obrigações eleitorais; III. Estar apto a iniciar as atividades relativas ao projeto tão logo ele inicie; IV. Dedicar-se, no período de vigência da bolsa, no mínimo oito horas semanais, às atividades do (PET-Saúde: Gestão e Assistência 2022/2023 UFPI/ FMS-THE-PI, tanto nos serviços de saúde, como na universidade, sem prejuízo no cumprimento da carga horária de trabalho regular. Para as atividades que serão realizadas na universidade e agendadas com antecedência, teremos um trâmite específico articulado com a Coordenação Geral do Programa; V. Não estar vinculado à programa com bolsas que tenha atividades de monitoria, orientação e supervisão; VI. Apresentar Carta de Intenções, contando de modo conciso, sua formação acadêmica, seu trajeto profissional dentro da FMS-THE-PI, justificando seu interesse em atuar como preceptor em um projeto como o (PET-Saúde: Gestão e Assistência 2022/2023, deixando claro por que razões a sua participação pode contribuir efetivamente para o êxito das atividades.

O Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET-Saúde), que se encontra em sua 10ª edição, contemplará projetos que se proponham a desenvolver: Ações de educação pelo trabalho para a saúde visando ao fortalecimento do processo de integração ensino-serviço-comunidade de forma articulada entre o Sistema Único de Saúde (SUS) e as Instituições de Ensino Superior (IES), a fim de promover a preparação de futuros profissionais da saúde para atuação colaborativa em eixos vinculados à gestão em saúde e assistência à saúde; Ações de gestão e de assistência, em todos os níveis de Atenção à Saúde, contemplando a integração entre eles para qualificação dos profissionais e obtenção de respostas mais efetivas.

Confira o edital.

EDITAL

 

Maternidade do Promorar inaugura ambientes que tornam o parto mais positivo

O parto é um dos momentos mais especiais da vida de uma mulher, mas em muitos casos, também pode ser estressante. Buscando tornar mais positiva essa experiência e oferecer uma assistência ainda melhor à gestante e ao bebê, foram criados os quartos PPP na maternidade do Promorar. Amanhã (14), às 10 horas, será a inauguração desses ambientes.

PPP é uma sigla que corresponde a “pré-parto, parto e pós-parto”. Um quarto PPP é aquele que é equipado para receber e acompanhar a parturiente durante esses três estágios, com todos os equipamentos de apoio ao trabalho de parto, com espaço para a gestante andar, e acompanhada da família e profissionais de saúde, além do constante monitoramento materno e fetal.

“Um modelo que favorece as intervenções de boas práticas de assistência ao bebê e à mamãe”, afirma Helsimone Rodrigues, diretora clínica da Maternidade do Promorar.

Os quartos PPP oferecem um espaço aconchegante e humanizado, evitando que a gestante seja transferida de áreas durante o processo do nascimento e possa relaxar para vivenciar o parto com mais conforto, segurança e tranquilidade.

Centros de Saúde vão exigir uso de máscara a partir desta segunda (13)

Será publicado, nesta segunda-feira, 13, no Diário Oficial do Município, novo decreto da Prefeitura de Teresina, que orienta sobre a obrigatoriedade no uso de máscaras em centros de saúde. A medida também recomenda o uso do item em ambientes fechados, onde haja aglomeração de pessoas.

A discussão do Comitê de Operações Emergenciais (COE) sobre novas medidas sanitárias para conter o avanço da Covid-19 foi provocada pelo prefeito Dr. Pessoa que, preocupado com o avanço da doença, defende o retorno do uso da máscara como forma de prevenção ao vírus.

“Converso com o secretário municipal de Saúde há dias para que o COE discuta o uso da máscara em alguns ambientes fechados. Sou médico e estou observado o movimento dessa doença no mundo todo. Agora, por exemplo, há a preocupação com as aglomerações e ambientes fechados, por isso acho que a máscara deve ser usada nesses locais”, afirmou o gestor.

A decisão foi tomada em reunião do Comitê Municipal de Operações Emergenciais (COE) de Teresina, ocorrida no dia 10 de junho, e ratificada pelo prefeito Dr. Pessoa.

O COE informou que houve aumento de 385% dos casos confirmados de Covid nos últimos dias, em Teresina, além do aumento da positividade nos testes antígenos. A Covid tem infectividade alta, porém, na capital, apesar de muitos infectados, têm poucos internados e poucos graves. A internação caiu 55% (dados de busca ativa e demanda de PCR).

A obrigatoriedade do uso de máscaras em locais fechados, em Teresina, foi revogada, em 28 de março deste ano, após queda dos índices de contaminação e de mortes causadas pela Covid-19 na cidade.

O COE também recomenda à população a atualização do cartão vacinal com a terceira e quarta doses da vacina contra a Covid e ainda uso de máscara em locais de grande aglomeração.

Programação conta com salas de vacina no feriado de Corpus Christi

A coordenação das campanhas de vacinação contra a covid-19, influenza (gripe) e sarampo divulgou hoje (12), a programação dos locais para receber cada um dos imunizantes na próxima semana. Desta vez, em função do feriado de Corpus Christi, o cronograma será dividido entre os dias 13 a 15 (segunda a quarta-feira) e 16 a 19 de junho (quinta a domingo).

De segunda a quarta-feira (13 a 15 de junho), Teresina contará com seis pontos para vacinação drive thru, nos terminais do Parque Piauí, Zoobotânico, Livramento, Buenos Aires, CEU Norte, Teresina Shopping (edifício Garagem – estacionamento do G3). Nestes locais, serão recebidos os públicos prioritários para a vacina da gripe e os públicos de vacina contra a covid para 1ª, 2ª e 3ª dose/primeiro reforço (pessoas de 12 anos e mais), além da quarta dose/2º reforço (adultos 18 anos e mais com intervalo mínimo de 4 meses da última dose). O horário de funcionamento é das 9h às 17h, exceto para o CEU Norte que funciona das 9h às 12h.

Além disso, nove locais estão disponíveis exclusivamente para a vacinação de crianças durante estes três dias. São as Unidades Básicas de Saúde (UBS) do Buenos Aires, Parque Brasil, Saci, Monte Castelo, Irmã Dulce, Cidade Jardim, Satélite, Alto da Ressurreição e Parque Poti. Para ter direito à primeira dose da vacina, a criança deve ter entre 5 e 11 de idade; já a segunda dose será de acordo com o imunizante aplicado na etapa anterior.

Outras 82 UBS seguem recebendo os grupos prioritários da vacina da gripe, bem como da vacina do sarampo, que está sendo aplicada em crianças de 6 meses a menores de 5 anos (independentemente da situação vacinal) e trabalhadores da saúde (neste caso, em caráter de atualização da caderneta).

Os grupos prioritários da vacina contra a gripe são crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), trabalhadores da saúde, gestantes, puérperas, professores do ensino básico e superior, idosos com 60 anos e mais, pessoas com deficiência permanente, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, profissionais das forças de segurança e salvamento, profissionais das forças armadas, trabalhadores do transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e longo curso, caminhoneiros.
Feriado

Já nos dias 16 de junho (feriado de Corpus Christi), 17 (ponto facultativo), 18 e 19 (fim de semana), a Fundação Municipal de Saúde (FMS) mantém abertas as salas de vacina de algumas UBS em diferentes áreas da cidade: UBS Parque Piauí, UBS Porto Alegre, UBS Santa Isabel e UBS Renascença. Na zona Norte, a UBS Parque Brasil estará aberta nos dias 16, 18 e 19 de junho (quinta, sábado e domingo), enquanto na sexta-feira (17), a região terá à sua disposição a UBS Santa Maria da Codipi.

Nestes locais, será ofertada não apenas a vacina contra a covid infantil, como também a vacina do sarampo (para crianças de 6 meses a menores de 5 anos), gripe (para todos os grupos prioritários) e também outras vacinas do calendário de imunização.

Programação vacinação – 13 a 15 de junho

Drive Thru

Locais: Terminal Parque Piauí, Terminal Zoobotânico, Terminal Livramento, Terminal Buenos Aires, CEU Norte (somente de 9h às 12h), Teresina Shopping (edifício Garagem – estacionamento do G3)

– 1ª Dose (12 anos e mais)
– 2ª Dose (12 anos e mais)
– 1º Reforço (18 anos e mais)
– 2º Reforço (18 anos e mais)
– Gripe (Grupos Prioritários)

UBS

Locais: UBS Buenos Aires, UBS Parque Brasil, UBS Saci, UBS Monte Castelo, UBS Irmã Dulce, UBS Cidade Jardim, UBS Satélite, UBS Alto da Ressurreição, UBS Parque Poti

– Covid 1ª e 2ª dose – crianças de 5 a 11 anos

 

Demais UBS

– Gripe (grupos prioritários)
– Sarampo (crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade, trabalhadores da saúde – atualização da caderneta)

16, 18 e 19 de junho – 7h às 19h

Locais: UBS Parque Piauí, UBS Porto Alegre, UBS Santa Isabel, UBS Renascença, UBS Parque Brasil

17 de junho – 7h às 19h

Locais: UBS Parque Piauí, UBS Porto Alegre, UBS Santa Isabel, UBS Renascença, UBS Santa Maria da Codipi

Grupos:
– Covid 1ª e 2ª dose – crianças de 5 a 11 anos
– Gripe – Grupos prioritários
– Sarampo – Crianças de 6 meses a menores de 5 anos
– Outras vacinas do calendário infantil e adulto

Grupos com direito à vacina contra a gripe:

– Crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias)
– Trabalhadores da saúde
– Gestantes
– Puérperas
– Professores do ensino básico e superior
– Idosos com 60 anos e mais
– Pessoas com deficiência permanente
– Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais
– Profissionais das forças de segurança e salvamento
– Profissionais das forças armadas
– Trabalhadores do transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e longo curso
– Caminhoneiros.

Uso de máscara será obrigatório em Centros de Saúde a partir desta segunda (13)

Será publicado, nesta segunda-feira, 13, no Diário Oficial do Município, novo decreto da Prefeitura de Teresina, que orienta sobre a obrigatoriedade no uso de máscaras em centros de saúde.

A discussão de novas medidas sanitárias para conter o avanço da Covid-19 foi provocada pelo prefeito Dr. Pessoa que, preocupado com o avanço da Covid-19, defende a recomendação da volta do uso da máscara como forma de prevenção.

“Como médico, defendo que as pessoas continuem cumprindo medidas sanitárias. Esta é uma medida de prevenção para proteger a população da capital de uma doença grave e muito contagiosa”, disse o chefe do executivo municipal.

A decisão foi tomada em reunião do Comitê Municipal de Operações Emergenciais (COE) de Teresina, ocorrida no dia 10 de junho, e ratificada pelo prefeito Dr. Pessoa.

O COE informou que houve aumento de 385% dos casos confirmados de Covid nos últimos dias, em Teresina, além do aumento da positividade nos testes antígenos. A Covid tem infectividade alta, porém, na capital, apesar de muitos infectados, têm poucos internados e poucos graves. A internação caiu 55% (dados de busca ativa e demanda de PCR).

A obrigatoriedade do uso de máscaras em locais fechados, em Teresina, foi revogada, em 28 de março deste ano, após queda dos índices de contaminação e de mortes causadas pela Covid-19 na cidade.

O COE também recomenda à população a atualização do cartão vacinal com a terceira e quarta doses da vacina contra a Covid e ainda uso de máscara em locais de grande aglomeração.

Volta a obrigatoriedade de uso de máscara nos centros de saúde em Teresina

COE se reuniu, nesta sexta-feira, 10, para deliberar novas estratégias contra a Covid-19 Foto(Ascom/FMS)

O Comitê Municipal de Operações Emergenciais (COE) de Teresina se reuniu hoje, 10, e decidiu pela obrigatoriedade no uso de máscaras em centros de saúde, a partir de segunda-feira, 13. Em Teresina, a obrigatoriedade do uso de máscaras em locais fechados foi revogada, em 28 de março deste ano, após queda dos índices de contaminação e de mortes causadas pela Covid-19 na cidade.

“Teresina teve um aumento expressivo de casos de Covid nos últimos dias. Resolvemos solicitar que a prefeitura emita um decreto para a obrigatoriedade do uso de máscara em todos os estabelecimentos de saúde. Recomendamos para as pessoas a atualização do cartão vacinal para que elas tomem a terceira e quarta doses da vacina contra a Covid”, afirma Walfrido Salmito, infectologista e membro do COE municipal. O Comitê Municipal de Operações Emergenciais recomenda ainda uso de máscara em locais de grande aglomeração.

Para justificar as mudanças, o COE informa que houve aumento de 385% dos casos confirmados de Covid nos últimos dias, além do aumento da positividade nos testes antígenos. A Covid tem infectividade alta, porém, em Teresina, apesar de muitos infectados, têm poucos internados e poucos graves. A internação caiu  55% (dados de busca ativa e demanda de PCR).

Confira a nota informativa do COE: COE – Teresina – Nota – 10jun2022

No dia da Imunização, FMS abre novas vagas para agendamento da vacina contra a covid-19

Hoje (09) é o Dia Nacional da Imunização, data que tem como objetivo chamar a atenção para a importância das vacinas, tanto para o indivíduo como para a saúde coletiva. Neste dia, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) abre novas vagas de agendamento para imunização contra a covid-19, a partir das 18h. O órgão anunciou também uma nova mobilização que acontece no próximo sábado (11).

“A vacinação tem se mostrado uma importante arma no combate à covid-19, e por isso a FMS está sempre traçando estratégias para contemplar a população, de acordo com análises feitas semanalmente pelas nossas equipes”, comenta o presidente do órgão, Gilberto Albuquerque. “A abertura de postos no fim de semana vem para dar uma oportunidade para as pessoas pertencentes aos públicos alvos que não têm disponibilidade durante a semana possam garantir suas doses”, diz.

Uma dessas estratégias é a vacinação por agendamento, que é feita pelo site http://vacinaja.fms.pmt.pi.gov.br/. As novas vagas que serão abertas hoje (09), a partir das 18h, contemplam a terceira dose (primeiro reforço) para pessoas de 18 anos e mais, e serão para a próxima semana (13 a 15 de junho).

Já a mobilização do sábado (11) acontece em sete pontos. Das 9h às 17h, está disponível um posto no Teresina Shopping, que irá contemplar diversas etapas da campanha: primeira, segunda e terceira dose (para pessoas a partir dos 12 anos), além do segundo reforço/quarta dose (para pessoas de 18 anos e mais). Além disso, será ofertada a vacina da gripe para todos os grupos prioritários que têm direito ao imunizante, exceto as crianças – que podem receber nas Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Outro local disponível no sábado (11) será o Hospital Universitário, que recebe crianças de cinco a 11 anos de idade para a vacinação contra a covid. Assim como no Teresina Shopping, o horário de funcionamento da sala é das 9h às 17h.

Além destes locais, no sábado (11) e domingo (12) cinco UBS estarão abertas das 7h às 19h. Nestes locais, será ofertada não apenas a vacina contra a covid infantil, como também a vacina do sarampo (para crianças de 6 meses a menores de 5 anos), gripe (para todos os grupos prioritários) e também outras vacinas do calendário de imunização.

Para receber a vacina é necessário apresentar um documento de identificação com foto, CPF ou cartão do SUS e o cartão de vacina. Grupos profissionais com direito à vacina da gripe devem apresentar um documento que comprove seu vínculo profissional, e pessoas com comorbidades devem apresentar um laudo médico comprovando sua condição.

“Lembramos ainda que, no caso das crianças e adolescentes, eles devem estar acompanhadas dos pais ou responsáveis, manifestando sua concordância com a vacinação”, ressalta Emanuelle Dias.

Vacinas serão aplicadas em vários locais de Teresina. Foto: Ascom FMS

Agendamento

Hoje (09), às 18h, a FMS abre novo agendamento para a vacina contra a covid-19. As vagas desta vez contemplam a terceira dose (primeiro reforço) para pessoas de 18 anos e mais. Para marcar, basta acessar o site http://vacinaja.fms.pmt.pi.gov.br/ .

Programação de vacinação – 11.06.2022

Local: Teresina Shopping – Edifício Garagem G3 – 9h às 17h

– Covid 1ª dose (12 anos ou mais)

– Covid 2ª dose com a vacina respectiva da primeira dose aplicada (12 anos e mais)

– Covid 1º reforço (12 anos e mais)

– Covid 2º reforço (18 anos e mais)

– Gripe (grupos prioritários exceto crianças)

Local: Hospital Universitário – 9h às 17h

– Covid 1ª e 2ª dose – crianças de 5 a 11 anos

Local: UBS Parque Piauí, UBS Porto Alegre, UBS Santa Maria da Codipi, UBS Santa Isabel, UBS Renascença

Fins de semana – 7h às 19h

– Covid 1ª e 2ª dose – crianças de 5 a 11 anos

– Gripe – Grupos prioritários

– Sarampo – Crianças de 6 meses a menores de 5 anos

– Outras vacinas do calendário infantil e adulto

Grupos com direito à vacina contra a gripe:

– Crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias)

– Trabalhadores da saúde

– Gestantes

– Puérperas

– Professores do ensino básico e superior

– Idosos com 60 anos e mais

– Pessoas com deficiência permanente

– Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais

– Profissionais das forças de segurança e salvamento

– Profissionais das forças armadas

– Trabalhadores do transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e longo curso

– Caminhoneiros

Unidades de ensino da Rede Municipal podem encaminhar novos alunos para o CMAM

Para apoiar o desenvolvimento dos alunos matriculados nas unidades de ensino da Rede Municipal de Teresina que possuem transtornos de aprendizagem, o Centro Municipal de Atendimento Multidisciplinar (CMAM) abriu inscrição para novas crianças. Até o dia 30 de junho, cada unidade de ensino da Prefeitura pode encaminhar um aluno a partir do preenchimento da ficha de inscrição enviada para a escola.

O CMAM funciona desde 2017 por meio de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação (Semec) e a Fundação Municipal de Saúde (FMS), realizando atendimento médico e multidisciplinar. O benefício é voltado para alunos da Rede Municipal com transtornos e/ou dificuldades de aprendizagem, na faixa etária de 5 a 16 anos, disponibilizando serviços médicos, terapêuticos e assistência social.

A diretora do Centro, Daniela Escórcio, ressalta que é necessário orientar os responsáveis pelos alunos sobre as normas institucionais e sensibiliza-los quanto à importância do atendimento. “É importante que a escola e os pais acompanhem a frequência dos alunos atendidos e mantenham todo o tratamento, inclusive com os encaminhamentos que os nossos profissionais realizam. Esse é um trabalho coletivo em prol das nossas crianças e adolescentes”, conclui Daniela.

Dr. Pessoa aciona o COE para rever o uso de máscara em Teresina

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, acionou o Comitê Municipal de Operações Emergenciais (COE) para deliberar sobre o uso de máscaras como medida de proteção contra a Covid-19 na capital.

O prefeito está preocupado com o cenário nacional, que indica aumento no número de casos da doença e o retorno de uso obrigatório da máscara em São Paulo. Além disso, vizinhos como o Ceará também já demonstram aumento nos casos.

De acordo com Dr. Pessoa, a medida é uma forma de prevenção para que os índices de testes positivos na capital não atinjam números elevados. “Como médico, tenho orientado que a prevenção é o melhor caminho para combater esta doença. Temos visto casos, como em São Paulo, onde a obrigatoriedade do uso de máscara está sendo discutida. Por isso, quero que o COE se reúna em Teresina para avaliar os números na capital e os reflexos das condições nos Estados vizinhos por aqui”.

O COE volta a se reunir, na próxima sexta-feira (10), para uma nova análise da situação do quadro epidemiológico na capital. Somente após a análise desses dados, é que o COE pode se posicionar cientificamente a respeito da volta da obrigatoriedade do uso da máscara.

“Estamos analisando os dados e somente com eles em mãos é que podemos saber como deve ser o comportamento da população de Teresina para prevenção à Covid-19. O uso da máscara e das medidas sanitárias é sempre recomendado e agradecemos à população da capital que ainda segue esta orientação”, disse o presidente da Fundação Municipal de Saúde, Gilberto Albuquerque.

De acordo com o decreto municipal, a obrigatoriedade do uso de máscara é automática em Teresina quando o número de casos é de 200 para cada 100 mil habitantes; quando há dez internações para cada 100 mil habitantes ou quando há mais de 10% dos leitos ocupados por pacientes Covid-19.

Teresina mantém flexibilização do uso de máscaras

Em reunião realizada na manhã de hoje (03), o presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gilberto Albuquerque, e os membros do Centro De Operações de Emergências em Saúde Pública (COE) de Teresina decidiram pela manutenção do Decreto nº 22.200, que flexibilizou o uso de máscaras na capital. A justificativa são os dados de covid-19 registrados atualmente na capital, que não apresentam aumento que justifique a mudança nas regras vigentes.

Fotos: Ascom FMS

De acordo com os dados do COE municipal, Teresina mantém atualmente uma taxa de positividade global de testes contra a covid-19 de 8%. Nos últimos sete dias, foram registrados 5,5 casos novos e uma média de 4,4 internações a cada 100 mil habitantes da capital. A ocupação de leitos atual está em 2.8% e a o nível de transmissão da doença no momento se encontra em patamar verde, considerado baixo pelos parâmetros do Ministério da Saúde.

O coordenador médico do COE Teresina, Walfrido Salmito, explica que os números atuais não dão suporte para a adoção de mudanças. “Tivemos um aumento nos casos diagnosticados, mas eles ainda não são alarmantes. Não tivemos aumentos de óbitos ou hospitalizações, que é o que preocupa mais. Além disso, não registramos mortes há mais de duas semanas”, justifica.

Gilberto Albuquerque, presidente da FMS, garante que a vigilância municipal seguirá fazendo avaliações diárias, como tem ocorrido desde o início da pandemia, e uma nova reunião acontece na próxima sexta-feira (10) para reavaliar as medidas de acordo com as informações constatadas durante a semana. “Faremos análises diárias dos números. Se na próxima reunião tivermos mudança, a gente certamente vai fazer uma reavaliação das medidas não-farmacológicas”, diz. “Durante todo este tempo mantivemos todas as estruturas de vigilância e avaliação, a rede hospitalar pronta e os profissionais preparados para atender a população”, ressalta o gestor.

Walfrido Salmito alerta ainda que, apesar da flexibilização, o decreto recomenda o uso da máscara por pessoas com maior risco, como idosos ou com comorbidades, sintomáticos respiratórios e positivos para covid, bem como seus contatos. Além disso, ele chama atenção para a vacinação, em especial a terceira e quarta dose, cujos números ainda estão aquém do ideal. Até o dia 26 de maio, 62,15% dos teresinenses com direito à vacina tomaram a terceira dose (primeiro reforço) e apenas 12,81% foram imunizados com a quarta dose (segundo reforço). “A vacina não impede que você contraia a covid, mas protege de formas graves, internações e mortes. Por isso, é preciso que a população faça sua parte e se vacine em tempo adequado”, alerta.