Fundação Wall Ferraz realiza “Ação Cidadania” especial para o outubro rosa

Na manhã desta sexta-feira (29), a Fundação Wall Ferraz (FWF) realizou uma ação cidadania na UBS do povoado Santa Luz (zona rural leste de Teresina), com as atividades de corte de cabelo feminino e esmaltação, no horário de 08h às 12h, e foram atendidas mais de 30 mulheres.

O projeto “Ação Cidadania” promove a ampliação da cidadania, através da realização de serviços de lazer em eventos promovidos pela Prefeitura de Teresina, em parcerias com secretarias e associações, em diferentes bairros e comunidades.

“A Fundação Wall Ferraz além da missão de levar e executar a estratégia de qualificação profissional pra população de Teresina, também viabiliza momentos de cidadania de lazer, de construção social nas comunidades”, ressaltou Maykon Silva, presidente da FWF.

“Hoje na UBS da comunidade Santa Luz, estamos em momento de alegria e descontração, a Fundação Wall Ferraz trouxe as atividades de corte de cabelo feminino e manicure, deixando todas as mulheres que estão aqui hoje mais bonitas em homenagem ao outubro Rosa, só tenho a agradecer a Fundação Wall Ferraz e ao prefeito Dr. Pessoa”, disse Carlos Caland, coordenador da UBS Santa Luz.

“Muito grata e feliz por ter participado desse evento, quero que venha outras vezes, muito bom”, destacou Silveria Amorim, moradora da comunidade.

Todos os cursos e serviços ofertados pela FWF são gratuitos e garantem capacitação e serviços de qualidade aos teresinenses, principalmente jovens e adultos de baixa renda, fomentando a inclusão socioprodutiva, geração de renda e melhoria de qualidade de vida.

Fotos: Ascom FWF

Mulheres atendidas pelo Serviço Florescer Sudeste  participam de Workshop sobre mercado de trabalho

Devido às mudanças que a covid-19 trouxe cada vez mais recorrentes no que desrespeito ao recrutamento e entrevistas de emprego, tornando o mercado de trabalho mais exigente e os processos mais modernos. Na manhã desta quinta-feira (28), as mulheres atendidas pelo Serviço Florescer, na zona Sudeste de Teresina, participaram do Workshop do Balcão do Trabalhador. O evento foi realizado em parceria com a Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM) e a Fundação Wall Ferraz (FWF).

Fotos: Ascom SMPM

Durante o workshop, foram abordados  assuntos, desde a elaboração correta de um currículo a estratégias de entrevista para as mulheres. A Secretária da SMPM, Karla Berger, reforça que atividades como essa são de suma importância para que assim as mulheres tenham maior autonomia e independência financeira, reforçando o objetivo do serviço Florescer: empoderar mulheres.

“É de suma importância atividades como essas, para que tenhamos cada vez mais incentivos à inserção da mulher no mercado de trabalho, desmistificando a ideia de que a mulher é apenas a colaboradora do lar”, frisa a Secretária. “Por conta disso, é importante reforçar e contribuir para a construção de uma mulher cada vez mais independente”, reforça Karla Berger.
É o caso de Marley De Oliveira, participante do Serviço Florescer há 1 ano, na unidade da Zona Sudeste. A mulher relata que o serviço tem sido de muita importância para ela e seu filho e que, agora, se sente muito mais capacitada para participar de entrevistas de emprego. “Foi uma manhã de muitos aprendizados, atentei-me para muitas temáticas que não tinha conhecimento em relação ao mercado de trabalho, até mesmo a construção do meu currículo de forma correta”.
O palestrante do Workshosp, Átila Araújo, destacou o processo de modernização que as entrevistas sofreram após pandemia, como criação de entrevistas online e currículos digitais. Por isso, a capacitação vai desde a postura correta, vestimenta e cenário das entrevistas.

FWF entrega certificados de participação de cursos para mais de 40 alunos

Na manhã desta sexta-feira (22), a Fundação Wall Ferraz (FWF) realizou solenidade de entrega dos certificados aos concludentes dos cursos “Práticas para recepcionista de hotelaria” e “Praticas para camareira de Hotelaria”. O evento aconteceu no Balcão do Trabalhador, Centro de Teresina.

Os cursos foram realizados no Balcão do Trabalhador no período de junho a agosto, em uma parceria com o Grupo Arrey, visando oferecer mais mão de obra qualificada aos hotéis e motéis de Teresina, a rede hoteleira está começando a absorver alunos dos cursos da Fundação Wall Ferraz realizados, exclusivamente, para atender as necessidades do setor na capital.

“Estamos atendendo também a iniciativa privada com esses cursos de qualificação profissional, que estão formando profissionais capacitados para ocupar vagas disponíveis no mercado de trabalho. A parceria com o Grupo Arrey, sem dúvida alguma, vai gerar novos empregos nesse segmento”, afirmou Maykon Silva, presidente da FWF.

Ao todo foram capacitadas mais de 40 alunos, atualmente quatro alunas foram aproveitadas por hotéis e motéis da capital.
“O curso veio num bom momento. Com ele consegui meu primeiro emprego para ter estabilidade financeira. E, claro, em meio a essa pandemia, um emprego é ótimo”, disse Vitória Santos, aluna do curso de camareira.

Concludentes de cursos ofertados pela FWF em certificação / foto: Ascom FWF

Fundação Wall Ferraz e Associação Firmino Lacerda (AFIL) lançam o projeto “Educação Profissional com Inovação Tecnológica”

A Fundação Wall Ferraz em parceria com a associação Firmino Lacerda iniciou hoje (15) as inscrições para mais de 10 cursos em diferentes áreas, as inscrições e atividades serão realizadas presencialmente na associação, que fica localizada na rua tamboril, 1545, bairro Parque Alvorada (ao lado do centro social do parque alvorada).

Ao todo serão ofertadas 40 vagas em mais de 10 cursos em diferentes áreas, através do projeto “Educação profissional com inovação tecnológica”, que tem como objetivo levar qualificação profissional gratuita para toda a população de Teresina , todas as atividades da FWF estão voltadas para oferecer oportunidade aos jovens que buscam primeiro emprego ou que almejam ter o próprio negocio, e aos trabalhadores que buscam se reinserir no mercado de Trabalho.

Será ofertado os cursos: “Português Instrumental”, “Empreendedorismo”, “Agente de inspeção e Qualidade”, ” Recepcionista”, “Recursos Humanos, “Operador de Fibra Ótica”, “Montagem e Manutenção em Placa Solar”.

Para efetuar as inscrições o candidato deve dirigir-se a sede da associação e apresentar as seguintes documentações : RG, CPF, comprovante de endereço e foto 3×4. Para mais informações entrar em contato com (86) 9 9973-2581.

Mulheres atendidas pelo Serviço Florescer participam de Workshop sobre mercado de trabalho

A pandemia da covid-19 e as mudanças no mercado de trabalho trouxeram novos desafios para quem deseja conseguir um emprego. Pensando nisso, na manhã desta quarta-feira (13), as mulheres atendidas pelo Serviço Florescer, na zona Norte de Teresina, participaram do Workshop do Balcão do Trabalhador. O evento foi realizado em parceria com a Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM) e a Fundação Wall Ferraz (FWF).

Fotos: Ascom SMPM

Durante a capacitação, foram abordados temas como marketing pessoal, autocuidado e identificação profissional. A secretária da SMPM, Karla Berger, reforça que essa atividade tem como principal objetivo fazer com que as mulheres passem por um treinamento sobre como se comportar durante uma entrevista de emprego e como se inserir no mercado de trabalho.

“É ciente pela nossa pasta que a dependência financeira ainda é o que mais dificuldade que uma mulher se empondere. Portanto, atividades como essa garantem que elas possam sair de um ciclo de violência e se reestruturar financeiramente, com filhos ou outros membros familiares que dependam dela”,  analisa Karla Berger.

É o caso de Fernanda Alves, que participa há dois anos do Serviço Florescer na zona Norte. Com dois filhos, ela está à procura de um emprego e após a capacitação, já se sente mais preparada para entrevistas e seleções. “Achei a palestra muito produtiva. Consegui identificar meus pontos negativos e positivos, agora é só aplicar quando a oportunidade certa aparecer”, destaca a mulher.

O palestrante da capacitação, Átila Araújo, destaca que hoje em dia o mercado exige qualificações cada vez maiores. Por isso, a capacitação pontua não apenas o conhecimento técnico, mas outras habilidades importantes para quem deseja conseguir um emprego formal. “Precisamos ser diferentes, mas para isso temos que nos perceber, saber do que gostamos, com que queremos trabalhar, para ter um olhar direcionado”, complementa.

Semest e Fundação Wall Ferraz promovem workshop Empreendedorismo Digital

A proposta do workshop é abordar e trazer informações sobre um nicho de mercado que cresce cada dia Fotos(Ascom/Semest)

A Secretaria Municipal de Economia Solidária de Teresina (Semest) promoveu, nessa semana, o workshop Empreendedorismo Digital, em parceria com a Fundação Wall Ferraz, no bairro Parque Piauí, de 14h às 17h. Foram certificados ao final 18 empreendedores.

Segundo dados do relatório Global Entrepreneurship Monitor (GMC), de 2020, mais de 14 milhões de brasileiros se tornaram empreendedores em meio à pandemia. A proposta do workshop é abordar e trazer informações sobre um nicho de mercado que cresce cada dia mais e gera oportunidades de trabalho formais e informais e tornou-se uma saída para o desemprego, agravado com a pandemia.

Para a secretária municipal de Economia Solidária, Gessy Fonseca, o empreendedorismo é a chave para uma retomada econômica mais rápida e menos dolorosa para a cidade.

“A proposta deste workshop é abrir a mente dos micro e pequenos empreendedores, e também, incentivar quem deseja colocar seu próprio negócio. Aqui eles têm uma noção de como planejar, estruturar, divulgar e manter seus negócios. Acreditamos que dessa forma podemos contribuir para uma retomada econômica não só em Teresina, mas em todo o Estado” ressaltou a secretária.

Essa foi a quinta turma do workshop que já foi ministrado para 115 micro e pequenos empreendedores. “O empreendedorismo digital foi muito proveitoso, eu não imaginava agregar tanto conhecimento” falou a empreendedora Maria de Fátima Alves.

 

Prefeitura de Teresina reabre Centro de Capacitação na zona Sul, que estava fechado há dois anos

O prédio, que estava fechado e desativado desde 2020, voltará a funcionar, após passar por uma ampla reforma e modernização Fotos(Rômulo Piauilino / Semcom)

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, participou, nesta quinta-feira (19), da solenidade de reinauguração do Centro de Capacitação, localizado na avenida São Raimundo, bairro Redenção, zona Sul da capital. O local deve atender a população da região com atividades de qualificação profissional para facilitar a entrada no mercado de trabalho.

O prédio, que estava fechado e desativado desde 2020, voltará a funcionar, após passar por uma ampla reforma e modernização da sua estrutura, que ganhou um novo piso e teve todas as suas portas, janelas, paredes e teto completamente recuperados, além da pintura e outras diversas melhorias na estrutura física do prédio.

“Essa é nossa maneira de administrar e cuidar dos equipamentos públicos, sempre trabalhando de forma integrada com o povo. Ainda existem outros centros de capacitação fechados que vamos reabrir, pois hoje em dia a qualificação é fundamental. Se a pessoa não tiver qualificação, o mercado de trabalho, cada vez mais exigente, não vai absorvê-la”, afirmou Dr. Pessoa.

A previsão é que o Centro de Capacitação inicie, já no próximo mês de setembro, cursos de “Corte, costura e modelagem”, “Balconista de farmácia”, “Operador de caixa”, “Agente administrativo”, “Decoração em balões” e “Técnico em vendas” ofertados pela Fundação Wall Ferraz (FWF). “Esse espaço vai oferecer um importante serviço para a comunidade da região”, enfatizou o presidente do órgão, Maykon Silva.

Prefeito assina decreto que viabiliza execução de programa para a inclusão de jovens no mercado de trabalho

Na manhã desta sexta-feira, o prefeito de Teresina, Doutor Pessoa, assinou o decreta que viabilidade um projeto de lei aprovado pela Câmara Municipal da cidade, que visa a capacitação e inserção e de jovens teresinenses no mercado de trabalho. A apresentação do programa ‘Jovem que Trabalha’ contou com a presença de várias autoridades comprometidas com a causa da juventude e faz parte da programação de Aniversário de Teresina.

Fotos: Rômulo Piauilino / Semcom

Para Doutor Pessoa, o programa tem como objetivo principal, atender os jovens carentes das zona Urbana e Rural da capital. “Fico muito feliz que em pleno o Aniversário de Teresina os jovens sejam contemplados com o tão almejado programa de capacitação e inserção no mercado de trabalho da nossa cidade, esperamos atingir a todos e desta forma garantir vagas de trabalho para aqueles que mais precisam. Todos, absolutamente todos, seja da zona Rural ou Urbana, terão oportunidades”, comentou Pessoa.

Entre os diversos órgãos que darão apoio na execução do Programa Jovem que Trabalha, está a Fundação Wall Ferraz, de acordo com o presidente da instituição, Maycon Santos, o programa é essencial para inclusão da juventude e a Fundação já tem muita experiência em capacitação de pessoas para encarar o mercado.

“Estamos gratos em poder executar um programa tão rico e visionário como esse. Desde quanto foi apresentado a proposta, ficamos felizes e animados com a possibilidade de capacitar e inserir nossos jovens da zona rural e urbana no mercado de trabalho”.

O programa “Jovem que Trabalha” agora é lei, conta com a autoria da vereadora Fernanda Gomes e apoiado por outras autoridades do município.

Fundação Wall Ferraz faz reuniões nos bairros para definir cursos

As reuniões já foram realizadas em quatro, dos doze centros mantidos pela FWF com a presença de entidades comunitárias e associações de moradores Fotos(Ascom/FWF)

Desde o início do mês de julho, a Fundação Wall Ferraz (FWF) vem realizando reuniões nos centros de capacitação espalhados pelos bairros de Teresina para definir uma nova “grade” de cursos prossionalizantes que serão oferecidos à população.

As reuniões já foram realizadas em quatro, dos doze centros mantidos pela FWF sempre com a presença de representantes de entidades comunitárias e associações de moradores, além dos gestores da fundação.

“Esse é um trabalho muito importante porque quando se faz uma gestão pública, sobretudo na área de capacitação profisssional, que é o papel da fundação, você precisa ouvir o povo, dialogar com as comunidades para saber da real necessidade da população, em relação às atividades de qualificação. Dessa forma, não dá para errar na escolha dos cursos”, ressaltou Maykon Silva, presidente da FWF.

Até o momento, a Fundação Wall Ferraz realizou reuniões para definição de cursos nos centros de capacitação profissional dos bairros: Satélite, Piçarreira, Parque Brasil e Itaperu. E já estão agendadas novas reuniões nas unidades da Cerâmica Cil, Dirceu Arcoverde e Residencial Leonel Brizola, na Santa Maria da Codipi. Os cursos sugeridos pela comunidade serão implementados ainda este ano.

“É uma determinação do prefeito Dr. Pessoa que a gente faça uma gestão, principalmente, voltada para os que mais precisam, sendo sensível as suas demandas. E é isso que a fundação está fazendo, através dessas reuniões, procurando identificar o que as pessoas almejam em relação aos nossos cursos”, completa Maykon Silva.

 

Strans e FWF articulam parceria para realização de cursos

O Superintendente, Cláudio Pessoa, da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), e o gerente de Educação de Trânsito, Reginaldo Canuto, estiveram reunidos nesta segunda-feira (26) com o Presidente da Fundação Wall Ferraz (FWF), Maykon Silva.

O objetivo da reunião foi tratar sobre uma parceria, projetos de qualificação profissional e firmamento de termo de cooperação entre os dois órgãos, para promoção de oferta de cursos profissionalizantes, atualização e formação para os agentes de trânsito da Strans.

“O firmamento do termo de cooperação entre a Fundação Wall Ferraz e a Strans irá contribuir para a qualificação e atualização dos agentes de trânsito da Strans, na perspectiva que vários cursos poderão ser ministrados com essa parceria, o próprio curso de nivelamento para fiscalização de trânsito através da utilização de bicicletas – BikeTrans”, destaca o gerente de Educação de Trânsito da Strans, Reginaldo Canuto.

Foto: Divulgação (Strans)