Dr. Pessoa inaugura ampliação e modernização de Centro de Qualificação Profissional do bairro Vermelha

O Centro de Capacitação visa dar mais possibilidades de inserção no mercado de trabalho Fotos: Rômulo Piauilino/Semcom

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, realizou, nesta quarta-feira (24), a entrega da reforma e ampliação de mais um Centro de Capacitação Profissional do município. Desta vez, a unidade contemplada pela ação foi a localizada na rua 13 de Maio, no bairro Vermelha, na região Centro/Sul da capital.

Segundo o prefeito, a medida visa fortalecer e expandir a prestação desse serviço em toda a cidade. “Estamos focados nessa tratativa. Para mim é uma alegria e orgulho poder reinaugurar este prédio, agora completamente equipado e modernizado para dar mais qualidade às atividades diárias”, enfatizou Dr. Pessoa.

Administrado pela Fundação Wall Ferraz (FWF), o Centro de Capacitação da Vermelha deve oferecer os cursos de “Corte, costura e modelagem”, “Balconista de farmácia”, “Operador de caixa”, “Agente administrativo”, “Decoração em balões” e “Técnico em vendas”, dentre outros a depender da demanda do mercado local.

“Sabemos que a qualificação profissional é muito importante, tanto para o jovem em busca do seu primeiro emprego como para o trabalhador desempregado e que precisa se recolocar no mercado. A determinação do nosso prefeito é priorizar essa questão, descentralizando nossas ações, como estamos fazendo”, explicou Maycon Silva, presidente da Fundação Wall Ferraz.

Além da unidade da Vermelha, outro Centro de Capacitação recuperado pela Prefeitura de Teresina recentemente foi o do bairro Redenção. Ambas as reformas foram executadas com recursos destinados por emenda parlamentar do vereador Edilberto Borges, o Dudu, no valor de R$ 217 mil.

Programa Abrace Nós encerra inscrições para curso de artes em balão nesta terça (23)

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), por meio do Programa Abrace Nós, encerra nesta terça-feira, (23), às 13h, as inscrições para o curso de artes em balão para pessoas com deficiência. A iniciativa faz parte da parceria entre a Semcaspi e a Fundação Wall Ferraz.

O curso de arte e decoração com balões terá início nesta quarta-feira, (24), de 14h às 17h, no Centro de Convivência Marly Sarney, no Centro de Teresina. A iniciativa tem uma carga horária de 50h aulas e tem idade mínima de 16 anos.

Para Allan Cavalcante, secretário da Semcaspi, a parceria com a Fundação Wall Ferraz vem para ampliar as possibilidades de qualificação das pessoas com deficiência ao mercado de trabalho.

“Sabemos que as pessoas com deficiência têm dificuldades não apenas em conseguir um emprego, mas também em buscar qualificação e exercer uma profissão. O Dr. Pessoa é sensível a este público, por isso determinou a criação do Programa Abrace Nós, para ofertarmos todas as orientações, encaminhamentos e até acompanhamentos necessários para obter sucesso em suas escolhas”, reforçou.

Segundo Janete Caminha, coordenadora do Programa Abrace Nós, o curso tem como proposta incluir pessoas com deficiência interessadas em aprender alguma profissão.

“A ideia é incluir! As pessoas inscritas pelo Programa Abrace Nós terão oportunidade de fazer o curso, lado a lado, de pessoas que não possuem deficiências. Estamos não apenas encaminhando a cursos de capacitação, mas também a seleção de vagas de emprego”, esclareceu.

Para mais informações, entrar em contato com os seguintes números: (86) 99499-6718 / 3131-4746 / 3131-4745. A sede do Programa Abrace Nós está localizada no prédio da Semcaspi, na Rua Álvaro Mendes, nº 861, Centro/ Sul.

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA

As pessoas com deficiência que tiverem interesse em participar do curso de arte e decoração com balões deverão levar a sede da Semcaspi, na sala do Programa Abrace Nós: as cópias do R.G; CPF e Comprovante de Residência.

FWF inicia nova turma do curso “Cuidador de Idosos”

Alunos do curso de Cuidador de Idoso Foto(Ascom/FWF)

A Fundação Wall Ferraz deu inicio, no dia 8 de novembro, a uma nova turma do curso de “Cuidador de Idosos”, que se estenderá até janeiro do próximo ano.

O novo curso está sendo ministrado no turno da noite, no Balcão do Trabalhador, no Centro de Teresina, com participação de 22 alunos.

“Esse curso vai nos garantir uma boa qualificação nessa área, o que é muito importante, porque o mercado de trabalho está cada vez mais exigente”, pontua Leonardo Vinícius, aluno do curso.

No curso, os alunos ganham apostilas grátis e conhecem técnicas e procedimentos atuais de primeiros socorros, cuidados com a alimentação, uso de equipamentos e manuseio de pacientes, além de noções de higiene.

“Nas aulas, estamos entendendo melhor que cuidar é mais que um simples trabalho. É um ato de amor ao próximo, que vai garantir envelhecimento mais saudável a quem solicitar nossos serviços”, completa Francisca das Chagas, outra aluna do curso.

“Estamos preparando pessoas da melhor maneira possível, auxiliando em seus conhecimentos para exercer a profissão de cuidador de idosos com responsabilidade, capacitação e com boas oportunidades no mercado”, ressalta Maykon Silva, presidente da FWF.

Aluna abre o próprio negócio após realizar curso na FWF

A FWF oferece cursos e workshops que auxiliam os alunos a ampliarem a visão de mercado e ajudam a desenvolver habilidades de gestão, formação de equipes, caminhos para o crescimento e formas de financiamento, garantindo assim boas chances de sucesso para os futuros negócios.

Muitas pessoas que desejam abrir o próprio negócio, se diferenciando no mercado para atrair clientes, encontram nas atividades de incentivo ao empreendedorismo da FWF, uma referência para acreditarem em seus sonhos.

Foto: Divulgação (FWF)

Alguns alunos do curso “Confeitaria Básica”, recentemente ministrado no centro de capacitação da FWF, do bairro Vermelha já começaram a empreender, como Ligia Soares, que recentemente iniciou a venda de bolos confeitados, e já atendeu mais de 20 clientes.

“O curso da FWF foi muito importante para mim e só tenho a agradecer a oportunidade de aprender a arte de confeitaria e hoje ser uma fonte de rende para mim”, afirma Ligia Soares.

“A ideia é estimular os alunos a serem protagonistas do próprio futuro, sem correr grandes riscos. Por isso oferecemos atividades e cursos de qualificação profissional que fomentem o empreendedorismo”, completa Maykon.

Fundação Wall Ferraz realiza “Ação Cidadania” especial para o outubro rosa

Na manhã desta sexta-feira (29), a Fundação Wall Ferraz (FWF) realizou uma ação cidadania na UBS do povoado Santa Luz (zona rural leste de Teresina), com as atividades de corte de cabelo feminino e esmaltação, no horário de 08h às 12h, e foram atendidas mais de 30 mulheres.

O projeto “Ação Cidadania” promove a ampliação da cidadania, através da realização de serviços de lazer em eventos promovidos pela Prefeitura de Teresina, em parcerias com secretarias e associações, em diferentes bairros e comunidades.

“A Fundação Wall Ferraz além da missão de levar e executar a estratégia de qualificação profissional pra população de Teresina, também viabiliza momentos de cidadania de lazer, de construção social nas comunidades”, ressaltou Maykon Silva, presidente da FWF.

“Hoje na UBS da comunidade Santa Luz, estamos em momento de alegria e descontração, a Fundação Wall Ferraz trouxe as atividades de corte de cabelo feminino e manicure, deixando todas as mulheres que estão aqui hoje mais bonitas em homenagem ao outubro Rosa, só tenho a agradecer a Fundação Wall Ferraz e ao prefeito Dr. Pessoa”, disse Carlos Caland, coordenador da UBS Santa Luz.

“Muito grata e feliz por ter participado desse evento, quero que venha outras vezes, muito bom”, destacou Silveria Amorim, moradora da comunidade.

Todos os cursos e serviços ofertados pela FWF são gratuitos e garantem capacitação e serviços de qualidade aos teresinenses, principalmente jovens e adultos de baixa renda, fomentando a inclusão socioprodutiva, geração de renda e melhoria de qualidade de vida.

Fotos: Ascom FWF

Mulheres atendidas pelo Serviço Florescer Sudeste  participam de Workshop sobre mercado de trabalho

Devido às mudanças que a covid-19 trouxe cada vez mais recorrentes no que desrespeito ao recrutamento e entrevistas de emprego, tornando o mercado de trabalho mais exigente e os processos mais modernos. Na manhã desta quinta-feira (28), as mulheres atendidas pelo Serviço Florescer, na zona Sudeste de Teresina, participaram do Workshop do Balcão do Trabalhador. O evento foi realizado em parceria com a Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM) e a Fundação Wall Ferraz (FWF).

Fotos: Ascom SMPM

Durante o workshop, foram abordados  assuntos, desde a elaboração correta de um currículo a estratégias de entrevista para as mulheres. A Secretária da SMPM, Karla Berger, reforça que atividades como essa são de suma importância para que assim as mulheres tenham maior autonomia e independência financeira, reforçando o objetivo do serviço Florescer: empoderar mulheres.

“É de suma importância atividades como essas, para que tenhamos cada vez mais incentivos à inserção da mulher no mercado de trabalho, desmistificando a ideia de que a mulher é apenas a colaboradora do lar”, frisa a Secretária. “Por conta disso, é importante reforçar e contribuir para a construção de uma mulher cada vez mais independente”, reforça Karla Berger.
É o caso de Marley De Oliveira, participante do Serviço Florescer há 1 ano, na unidade da Zona Sudeste. A mulher relata que o serviço tem sido de muita importância para ela e seu filho e que, agora, se sente muito mais capacitada para participar de entrevistas de emprego. “Foi uma manhã de muitos aprendizados, atentei-me para muitas temáticas que não tinha conhecimento em relação ao mercado de trabalho, até mesmo a construção do meu currículo de forma correta”.
O palestrante do Workshosp, Átila Araújo, destacou o processo de modernização que as entrevistas sofreram após pandemia, como criação de entrevistas online e currículos digitais. Por isso, a capacitação vai desde a postura correta, vestimenta e cenário das entrevistas.

FWF entrega certificados de participação de cursos para mais de 40 alunos

Na manhã desta sexta-feira (22), a Fundação Wall Ferraz (FWF) realizou solenidade de entrega dos certificados aos concludentes dos cursos “Práticas para recepcionista de hotelaria” e “Praticas para camareira de Hotelaria”. O evento aconteceu no Balcão do Trabalhador, Centro de Teresina.

Os cursos foram realizados no Balcão do Trabalhador no período de junho a agosto, em uma parceria com o Grupo Arrey, visando oferecer mais mão de obra qualificada aos hotéis e motéis de Teresina, a rede hoteleira está começando a absorver alunos dos cursos da Fundação Wall Ferraz realizados, exclusivamente, para atender as necessidades do setor na capital.

“Estamos atendendo também a iniciativa privada com esses cursos de qualificação profissional, que estão formando profissionais capacitados para ocupar vagas disponíveis no mercado de trabalho. A parceria com o Grupo Arrey, sem dúvida alguma, vai gerar novos empregos nesse segmento”, afirmou Maykon Silva, presidente da FWF.

Ao todo foram capacitadas mais de 40 alunos, atualmente quatro alunas foram aproveitadas por hotéis e motéis da capital.
“O curso veio num bom momento. Com ele consegui meu primeiro emprego para ter estabilidade financeira. E, claro, em meio a essa pandemia, um emprego é ótimo”, disse Vitória Santos, aluna do curso de camareira.

Concludentes de cursos ofertados pela FWF em certificação / foto: Ascom FWF

Mulheres atendidas pelo Serviço Florescer participam de Workshop sobre mercado de trabalho

A pandemia da covid-19 e as mudanças no mercado de trabalho trouxeram novos desafios para quem deseja conseguir um emprego. Pensando nisso, na manhã desta quarta-feira (13), as mulheres atendidas pelo Serviço Florescer, na zona Norte de Teresina, participaram do Workshop do Balcão do Trabalhador. O evento foi realizado em parceria com a Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM) e a Fundação Wall Ferraz (FWF).

Fotos: Ascom SMPM

Durante a capacitação, foram abordados temas como marketing pessoal, autocuidado e identificação profissional. A secretária da SMPM, Karla Berger, reforça que essa atividade tem como principal objetivo fazer com que as mulheres passem por um treinamento sobre como se comportar durante uma entrevista de emprego e como se inserir no mercado de trabalho.

“É ciente pela nossa pasta que a dependência financeira ainda é o que mais dificuldade que uma mulher se empondere. Portanto, atividades como essa garantem que elas possam sair de um ciclo de violência e se reestruturar financeiramente, com filhos ou outros membros familiares que dependam dela”,  analisa Karla Berger.

É o caso de Fernanda Alves, que participa há dois anos do Serviço Florescer na zona Norte. Com dois filhos, ela está à procura de um emprego e após a capacitação, já se sente mais preparada para entrevistas e seleções. “Achei a palestra muito produtiva. Consegui identificar meus pontos negativos e positivos, agora é só aplicar quando a oportunidade certa aparecer”, destaca a mulher.

O palestrante da capacitação, Átila Araújo, destaca que hoje em dia o mercado exige qualificações cada vez maiores. Por isso, a capacitação pontua não apenas o conhecimento técnico, mas outras habilidades importantes para quem deseja conseguir um emprego formal. “Precisamos ser diferentes, mas para isso temos que nos perceber, saber do que gostamos, com que queremos trabalhar, para ter um olhar direcionado”, complementa.

Cursos ofertados pela Fundação Wall Ferraz incentivam alunos abrirem o próprio negócio

Investir em cursos de qualificação, ampliar sua visão de mercado e desenvolver  habilidades de gestão é o primeiro passo para quem busca abrir o próprio negócio.

Foi exatamente isso que as 12 alunas do curso “Bolsa Artesanal” fizeram , ofertado pela Fundação Wall Ferraz, no Centro de Capacitação do bairro Parque Alvorada, na zona norte de Teresina, no primeiro semestre deste ano.

“Foi um curso em meio a uma pandemia, mas muito proveitoso. Em poucos dias, as alunas aprenderam as técnicas e hoje, elas já produzem bolsas para vender. Fico muito feliz por isso” relatou, Maria do Rosário, instrutora do curso.
O curso tem o objetivo preparar alunos para produzirem bolsas artesanais, a partir de técnicas de modelagens pré-selecionadas, utilizando montagem e costura. As atividades acontecem em um espaço com máquinas industriais, e ministradas por instrutores qualificados, auxiliam os alunos a desenvolverem competências necessárias para saírem capacitados para o mercado de trabalho.

Alunas do curso “Bolsa Artesanal”, na aula prática (Foto: Ascom/Fundação Wall Ferraz)

“Quando eu cheguei para fazer o curso eu não tinha noção de nada, porque eu trabalhava em outra área. Mas graças a Deus eu consegui aprender o ofício, que veio em boa hora porque estava precisando para complementar minha renda nesse período de pandemia”, relatou Sueli Pereira, aluna do curso que montou o próprio ateliê de produção de bolsas artesanais.

Para o presidente da FWF, Maykon Silva, cursos com o de “Bolsas artesanal” podem oferecer uma boa bagagem para que empreendimentos saiam do papel, isso porque  as mudanças no mercado da moda possibilitam aos profissionais autônomos qualificados novas formas de gerar de renda, com a criação de produtos diversificados , com qualidade  e ofertados com preços acessíveis.

“Além de economizar ao confeccionar acessórios para uso próprio, de parentes e amigos, este novo profissional formado no curso, também poderá montar o seu próprio negócio para a venda dos artigos, inclusive pela internet ou trabalhar em ateliês especializados na área”, relatou Maykon Silva, presidente da FWF.

Produtos confeccionados prontos para comercialização. (Foto: Ascom/Fundação Wall Ferraz)

 

Povoado Santa Luz recebe a 1ª Feira de arte e agricultura familiar rural

Neste sábado (24) aconteceu a primeira feira de arte e agricultura familiar rural. A inauguração aconteceu no povoado Santa luz e movimentou a comunidade. A feira contou com venda de produtos artesanais, de agricultura familiar, exposição de animais, campeonatos de futebol masculino e feminino, além de comidas típicas.

Durante o evento, houve apresentação de zumba, instruções da Defesa Civil para evitar queimadas durante o período de BR-O-bró, Leilão e apresentação musical com muito forró pé de serra. A feira segue até às 17h desse sábado e no domingo (26) acontece das 8:00h às 17:00h.

Foto: Lucas Dias / Semcom

A idealização do projeto partiu da Primeira Dama Samara Conceição, que pretende realizar o evento uma vez ao mês, em forma de rodízio por toda a zona rural.

“Estávamos vendo muitas feiras acontecendo na zona urbana, e pensamos em trazer para zona rural, que tem grandes produtores e muitas riquezas. O nosso projeto é expandir para todas as localidades da zona rural. O próximo evento ainda não tem localidade definida, mas será realizada no mês de outubro”, disse a Primeira Dama.

Foto: Lucas Dias / Semcom

Elimar Pereira, artesã e moradora do povoado, ressaltou a felicidade em poder estar expondo os seus produtos para a própria comunidade.

“É muito importante para nós. A prefeitura está de parabéns por dar esse grande incentivo a nós que somos pequenos e micro produtores. A pandemia nos prejudicou muito, e todo evento realizado para movimentar a economia local é uma grande ajuda. Estou muito feliz”, pontuou.

A feira contou com o apoio da Secretaria Municipal de Produção Agropecuária (SEMP), Fundação Municipal Chaves (FMC), Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SEMDEC), Fundação Wall Ferraz (FWF), Fundação Municipal de Saúde (FMS), SAAD RURAL, Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEMEL) e Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMAM).

O secretário municipal de Produção Agropecuária, Edvaldo Marques, falou sobre a importância de promover qualificação para os produtores da zona rural.

“Estamos reunindo todos os produtores da localidade e estamos trabalhando para organizá-los para que a gente possa oferecer a eles cursos para qualificar a produção agrícola e melhorar a comercialização desses produtos”, destacou.

A Fundação Wall Ferraz, esteve presente com uma equipe oferecendo diversos serviços para a comunidade.

“É uma alegria participar de momentos como esse. Momentos de dignidade e esperança para o povo. É nítido o olhar diferenciado da prefeitura para a zona rural e por isso a Fundação Wall Ferraz não poderia ficar de fora. Estamos oferecendo serviços de cidadania e de beleza, como design de sobrancelha e corte de cabelo para a população”, ressaltou o presidente da FWF, Maikon Silva.

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, falou sobre a importância da Zona rural de Teresina e que muito mais será feito durante a sua gestão.

“Eu e meu secretariado temos como obrigação olhar para o todo. A zona Rural estava esquecida, e nós vamos dar a assistência necessária para essas comunidades. Queremos trazer condições dignas para esse povo, como ambulâncias, água e energia de qualidade. Precisamos dar condições de cultivo para os produtores das zonas rurais, que são muito importantes para a nossa Teresina, e é isso que vamos fazer”, concluiu o Prefeito.

Foto: Lucas Dias / Semcom