Prefeitura flagra pessoas jogando lixo em lagoa da zona norte poucas horas após limpeza

As equipes da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), por meio do Programa de Educação Ambiental, realizaram a limpeza da Vila Mocambinho III, às margens da lagoa. A ação aconteceu no dia 23 de novembro, mas horas depois, as equipes flagraram uma pessoa descartando irregularmente lixo no local já limpo.

A situação é tão crítica que a própria população instalou uma placa indicando que é proibido jogar lixo no local. No dia seguinte, 24 de novembro, a equipe de educação ambiental reforçou o serviço da SEMDUH, dando continuidade ao trabalho de conscientização dos moradores próximos.

“Em toda a região do bairro próxima de onde o lixão a céu aberto existia foi realizada a sensibilização da comunidade, com abordagem porta a porta, distribuição de folhetos e divulgação de vinheta em carro de som”, explica o coordenador de Limpeza Pública da SEMDUH, Fabrício Amaral.

Ele reforça que esse ponto crítico está sendo verificado diariamente e limpo pelo menos três vezes por semana. “Mesmo assim, após a saída das máquinas que retiraram os entulhos ao redor da lagoa, houve descarte irregular de lixo. Ao todo foram retiradas 12 carradas de resíduos do ponto”, acrescenta.

Além de causar prejuízos à saúde pública aumentando a proliferação de mosquitos, a Prefeitura reforça que jogar lixo em local proibido também entope as galerias e provoca alagamentos durante as chuvas.

As ações de conscientização de porta em porta estão acontecendo semanalmente, intercalando todas as zonas da cidade (norte, sul, sudeste, leste e centro). “Todos os meses serão listadas novas áreas no cronograma, para que possamos chegar ao maior número de pessoas possível”, afirma o coordenador.

O secretário da SEMDUH, Edmilson Ferreira, destaca que a Prefeitura está intensificando as ações de fiscalização dos pontos críticos e que as multas para quem jogar lixo em local proibido podem chegar a R$ 3.690.

“Jogar lixo nas vias públicas, especialmente perto de lagoas, é uma situação inadmissível. Quem faz isso não está se importando com os prejuízos gerados. Além de causar um impacto visual extremamente negativo, entope as galerias quando chove, atrai roedores, aumenta a proliferação de mosquitos e doenças e agride o meio ambiente. Não vamos fechar os olhos para essa situação. Quem jogar lixo em local proibido será multado”, enfatiza o gestor.

Foto: Divulgação (Semduh)

Lagoas do Norte fará mais 12 encontros com comunidades para coletar sugestões para o Ciranda Social

O Programa Lagoas do Norte está realizando uma série de encontros, bate-papos, rodas de conversa e reuniões com as comunidades da zona Norte que deverão ser atendidas pelo projeto Ciranda Social. Esse projeto tem como objetivo ofertar aos adolescentes, jovens e suas famílias acesso à cultura, arte e capacitações.

Durante o encontro com a comunidade realizado na noite de ontem (17), no Cmei Tia Helena Medeiros, bairro São Joaquim, foi acertado que mais 12 eventos deverão acontecer nos territórios para que seja estendida a participação de pessoas interessadas em contribuir com o projeto.

O Ciranda Social está sendo planejado em parceria com as comunidades e também com os órgãos que serão responsáveis pela sua execução. Ele foi idealizado pela equipe do Programa Lagoas do Norte a partir da coleta de informações junto a moradores da região de abrangência do programa sobre a necessidade de ampliar o acesso às famílias mais vulneráveis a esse tipo de serviço.

Desde o mês de maio deste ano, o projeto vem sendo apresentado ao seu público-alvo, às lideranças comunitárias, entidades e à população em geral para que ele seja construído de forma coletiva.

“A ideia é que o Ciranda Social seja um espaço de desenvolvimento social, cultural, artístico e profissional para essa juventude da zona norte. Temos focado no lado social porque sabemos que é uma área muito sensível e que requer estruturação”, afirma o diretor-geral do Programa Lagoas do Norte, Bruno Quaresma.

Lagoas do Norte promove bate-papo com jovens sobre projeto Ciranda Social

O Programa Lagoas do Norte realiza, nesta quarta-feira (17), às 17h, um bate-papo com as comunidades dos 13 bairros atendidos sobre o projeto Ciranda Social. Esse projeto tem como objetivo proporcionar aos jovens e seus familiares acesso a atividades de arte, cultura e capacitações.

O Ciranda Social está sendo desenvolvido de forma participativa, com diálogo com a comunidade que se iniciou em maio deste ano e também com as secretarias municipais que estarão envolvidas na sua execução. Para essa etapa de planejamento, o Lagoas do Norte contratou uma consultoria especializada, a OSC Centro de Desenvolvimento Criativo “Se Essa Rua Fosse Minha”.

É nesta etapa que estão sendo discutidos e definidos quais tipos de atividades serão ofertadas e a participação de cada secretaria e entidade parceira.

“Já foram realizadas rodas de conversa com vários atores, como o Conselho Municipal de Cultura, lideranças comunitárias que atuam em várias áreas como esporte e cultura, jovens atendidos em Centro de Convivência local. Estamos buscando sempre expandir a integração das comunidades que atendemos com esse diálogo aberto”, afirma Bruno Quaresma, diretor-geral do PLN.

O evento será realizado nesta quarta (17), às 17h, no Centro Municipal de Educação Intrada Helena Medeiros, que fica situado em frente ao Parque Lagoas do Norte.

 

Lagoas do Norte promove oficinas de qualificação para moradores do residencial Parque Brasil

O Programa Lagoas do Norte iniciou uma série de oficinas e cursos de capacitação com os moradores do residencial Parque Brasil. A primeira tem como tema gestão condominial. A intenção da oficina é fortalecer os vínculos entre os novos moradores, para que eles desenvolvam uma convivência harmoniosa de vizinhança.

O residencial é formado por 350 casas e prédios com um total de 672 apartamentos. A gestão condominial é essencial para que aqueles novos moradores dos prédios possam estabelecer regras democráticas de convivência, eleger os síndicos que serão os responsáveis pelo cumprimento dessas regras e pela manutenção das áreas comuns. Além disso, os moradores são orientados também sobre liderança e formação de associação que os represente.

O cronograma de capacitações segue também com outros focos, como empreendedorismo e geração de renda, orçamento familiar e cidadania. A intenção do Programa Lagoas do Norte é ofertar aos novos moradores oportunidades de incremento nas rendas familiares, já que muitas delas está em situação de vulnerabilidade, especialmente agravada em decorrência da pandemia.

Todas essas ações estão sendo desenvolvidas dentro do Plano de Trabalho Social – PTS – estabelecido para o residencial. Para a realização das ações, o Lagoas do Norte licitou e contratou uma empresa especializada. Além dessas, outras ações estão acontecendo, como o plantão social, em que os técnicos fazem o atendimento das demandas da população semanalmente e buscam medidas para solucionar.

“Temos em andamento esse trabalho importante junto aos moradores do residencial Parque Brasil, que foi construído pela Prefeitura em parceria com a Caixa para abrigar pessoas que foram reassentadas pelo Lagoas do Norte e também famílias em situação de vulnerabilidade atendidas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Habitação. Nosso papel é dar assistência para que elas se estabeleçam da melhor forma, garantindo sua qualidade de vida”, afirma Bruno Quaresma, diretor-geral do programa.

Programa Lagoas do Norte faz reparo na margem da lagoa do Parque do Mocambinho

O Programa Lagoas do Norte está executando uma obra de reforma no Parque Matias Matos – Parque do Mocambinho. São reparos no talude à margem da lagoa e construção de uma entrada de serviço, com investimento de R$ 60 mil.

“Para o reparo do talude, está sendo aplicada uma tecnologia chamada rip-rap, um tipo de enrocamento de baixo custo usado em barragens para conter encostas. Essa contenção é necessária por conta de uma erosão que surgiu na margem da lagoa e poderia futuramente danificar a pista usada pelos ciclistas que frequentam o parque”, explica Tarcysio Ferreira, coordenador de Engenharia do programa.

(Foto: Ascom/Lagoas do Norte)

Além da obra do talude, também está sendo construída uma entrada para que caminhões de grande porte possam adentrar ao parque em caso de necessidade de reparo na iluminação, por exemplo.

As obras devem ser finalizadas em um mês e trarão mais segurança para a população que frequenta o parque, principalmente aos finais de semana, utilizando os espaços para prática esportiva, lazer e socialização.

Semjuv e Lagoas do Norte lançam edital do “Se Liga na Ideia” e propõem desafio para a juventude

Com o objetivo de despertar na juventude de Teresina a elaboração de ideias inovadoras para prevenção da violência na zona norte, a Secretaria Municipal da Juventude (Semjuv) e o Programa Lagoas do Norte lançam, neste sábado (16), o edital do concurso “Se Liga na Ideia”. O evento acontecerá às 9h, no prédio administrativo do Parque Lagoas do Norte, no bairro Matadouro.

O concurso “Se Liga na Ideia” é destinado exclusivamente para jovens com idade entre 15 e 29 anos, que residam nos 13 bairros comtemplados pelo Programa Lagoas do Norte ou aqueles famílias tenham sido atendidas através do reassentamento do PLN.

De acordo com a secretária municipal da Juventude, Eliana Lago, o projeto tem o intuito de envolver a juventude na promoção de políticas públicas no que diz respeito a violência, através de ideias inovadoras que serão executadas em seus territórios. “A ideia é que o jovem analise o contexto de violência do seu bairro e proponha soluções viáveis para enfrentar, de forma preventiva, essa problemática em sua comunidade”, enfatizou.

Do total de inscritos, 15 ideias inovadoras serão selecionadas, e cada vencedor receberá uma bolsa no valor de R$ 1.000 e mais R$ 10 mil para a implementação da ideia, com a finalidade de fomentar ações relacionadas aos seguintes eixos da Política Municipal da Juventude de Teresina: Empreendedorismo, Cultura e Arte, Esporte e Inovação Tecnológica.

“O Se Liga na Ideia está sendo retomado e pretende instigar a juventude a refletir sobre a violência em suas comunidades, buscando engajamento na proposição de soluções e seu protagonismo”, comentou Eliana Lago.

Segundo o diretor-geral do Lagoas do Norte, Bruno Quaresma, a retomada dessa parceria terá um impacto positivo na região de atuação do programa. “As comunidades da zona norte vem sofrendo sobremaneira com a violência. Todos os dias isso é noticiado nos meios de comunicação e essa iniciativa de fazer a juventude refletir o problema e buscar soluções práticas e inovadoras para minimizar tudo isso é muito importante. Precisamos dar subsídios para que a juventude atue e faça parte das soluções ao invés de apenas vivenciarem no dia a dia e serem vítimas do crime”, finalizou.

Live nesta quinta (14)

A secretária Eliana Lago e o diretor Bruno Quaresma participarão de uma live nesta quinta-feira (14), às 18h30, para explicarem um pouco sobre esta edição do “Se Liga na Ideia”, seu funcionamento e as etapas e tirando dúvidas dos participantes. A live será transmitida pelo Instagram do projeto @seliganaideia.

Parque Lagoas do Norte, local do evento / foto: Ascom Lagoas do Norte

Orquestra Sinfônica de Teresina encanta crianças em concerto especial

Crianças que visitaram o Parque Lagoas do Norte, no Bairro Matadouro, assistiram na noite de ontem (11/10), um concerto especial da Orquestra Sinfônica de Teresina em comemoração ao Dia das Crianças. Com peças clássicas, temas de filmes e com músicas infantis, o concerto encantou a criançada, muitas delas nem sabiam do que se tratava a cena com homens e mulheres com instrumentos musicais no meio do parque, mas o som diferente atraiu olhares e a atenção que de maneira comportada acompanharam a passagem da orquestra pelo parque.

A pequena Moana Oliveira, de cinco anos, mora em uma residência próximo ao parque, ao ouvir o som da orquestra, trocou o aparelho de tv pela apresentação que tocou diversas músicas, inclusive as que são temas de desenhos animados. A mãe de Moana, a dona de casa Marília Oliveira, conta que partiu da própria filha a decisão de ir assistir a apresentação, ela relata que geralmente no horário em que houve a apresentação, a pequena Moana gosta de assistir tv ou brincar no celular.

“Não temos o hábito de assistir concertos ou acompanhar apresentações do mesmo estilo, por isso fiquei surpresa com o interesse insistente da minha filha. Essa foi uma oportunidade para aflorar o gosto musical dela, uma lição para que a gente possa oferecer aos nossos filhos novas opções”, conta Marília Oliveira, agradecendo a Prefeitura de Teresina e a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves por levar cultura para os bairros da cidade.

De acordo com o Maestro Hilson Costa, os concertos realizados em parques e praças procuram atingir pessoas que não têm o hábito de assistir a esse tipo de apresentação, e que muitas vezes não conhecem, por exemplo, o funcionamento de uma orquestra.

“Fizemos um concerto diferente, com músicas infantis, com interação para que elas conhecessem os instrumentos e foi muito divertido e gratificante”, reforça Hilson Costa, maestro, reafirmando o compromisso da Orquestra Sinfônica de Teresina de colaborar com a descentralização dos serviços de cultura oferecidos pela gestão municipal.

Além dos concertos e apresentações em teatros, os músicos da orquestra trabalham na qualificação profissional de jovens e adolescentes por toda a cidade, além disso conta com projetos itinerantes que percorrem toda a cidade com apresentações e ensaios.

Lagoas do Norte realiza torneio de tênis de mesa nesta sexta-feira (08) e domingo (10)

Neste final de semana, o Programa Lagoas do Norte realiza o torneio Lá e Cá no Parque com a proposta de levar o tênis de mesa às comunidades e consultar a população sobre o interesse em praticar a atividade em praças e parques públicos nos bairros em que o programa tem atuação.

O torneio Lá e Cá no Parque acontecerá em dois dias e terá a participação de atletas que já treinaram no Parque Lagoas do Norte e hoje têm uma carreira de destaque, com participação em campeonatos nacionais.

Na sexta-feira (08), será a vez do Parque Lagoas do Norte. A estrutura estará disponível para a prática no prédio administrativo, localizado na avenida Boa Esperança, a partir das 16h. Já no domingo (10), a competição acontecerá no Parque Matias Matos (Parque do Mocambinho), também às 16h.

Durante as partidas, o programa fará entrevistas com a população para sondar o interesse das pessoas sobre a modalidade e com o objetivo de mapear a prática do tênis de mesa na zona norte da cidade. A partir dos resultados, o Lagoas do Norte planeja equipar praças e parques com mesas e estruturas necessárias para a prática dessa modalidade.

“Temos toda uma população de crianças e adolescentes espalhada pelos 13 bairros que necessitam de incentivo à prática esportiva. O tênis de mesa já era um esporte praticado no Parque Lagoas do Norte no passado com grande adesão e sucesso. Agora estamos pretendendo retomar e ampliar essa oferta para outros bairros. E esse processo de escuta das comunidades é essencial para que possamos implementar da melhor forma possível”, afirma Bruno Quaresma, diretor-geral do PLN.

Lagoas do Norte e Equatorial firmam parceria para sortear 80 geladeiras novas

Durante esta semana, o Programa Lagoas do Norte e a Equatorial Piauí estarão efetuando a inscrição de moradores, especialmente da zona norte de Teresina, interessados em trocarem suas geladeiras antigas por novas. A parceria permitirá o sorteio de 80 geladeiras e a troca de 2 mil lâmpadas incandescentes ou fluorescentes por modelos de LED.

A ação faz parte do Mutirão Pelo Futuro, programa da concessionária que trabalha a eficiência energética junto à população. Os interessados podem procurar a equipe de inscrição no prédio administrativo do Parque Lagoas do Norte, entre nos dias 28, 29 e 30 de setembro, das 8h às 17h, e 1º de outubro, das 8h às 12h. O sorteio acontecerá às 17h de sexta-feira (1º), também no parque, e a população poderá acompanhar ao vivo.

Poderão participar moradores de Teresina que possuam geladeiras com muito tempo de uso, porém ainda em funcionamento. Para efetuar a inscrição, é necessário apresentar a conta de energia atual paga, RG e CPF do titular da conta. Preferencialmente a inscrição deve ser feita pelo titular.

No sábado (02) pela manhã haverá a troca dos equipamentos. As pessoas que forem sorteadas deverão levar o eletrodoméstico antigo até o Parque Lagoas do Norte para receber a nova geladeira. Já a troca de lâmpadas incandescentes e fluorescentes por LED ocorrerá durante toda a semana. Basta levar até o parque e efetuar a troca.

“Buscamos essa parceria com a Equatorial porque uma das vertentes de trabalho do Lagoas do Norte é a conscientização socioambiental e sempre buscamos engajar nossos beneficiários. Essa parceria faz parte do nosso planejamento de retomada da programação do Parque Lagoas do Norte, de forma responsável por conta ainda da pandemia, tomando todos os cuidados necessários”, afirma Bruno Quaresma, diretor-geral do PLN.

Lagoas do Norte cadastra população do Matadouro e São Joaquim para construção de ligações intradomiciliares

O Programa Lagoas do Norte está beneficiando moradores dos bairros Matadouro e São Joaquim com a construção de ligações intradomiciliares de esgoto nos seus imóveis. Para ter acesso, o Lagoas do Norte está efetuando cadastro dos moradores do bairro Matadouro  entre os dias 22 e 28 de setembro. Já para aqueles que residem no São Joaquim, as inscrições serão feitas entre os dias 1º e 07 de outubro.

Os interessados devem procurar o prédio administrativo do Parque Lagoas do Norte, localizado na avenida Boa Esperança, levando o número do NIS, comprovante de residência, RG e CPF. Os atendimentos acontecem das 8h às 12h.

Têm direito ao benefício aqueles moradores cujas casas não possuem nenhuma ou apenas parte da estrutura de ligação do esgoto interno com a rede pública coletora que passa na rua. Além disso, os beneficiários devem estar inscritos no CadÚnico, programa do governo federal que garante acesso a políticas públicas sociais.

A interligação do esgoto produzido dentro dos imóveis com a rede coletora que passa na rua é uma medida que garante a saúde da família. O sistema elimina o mau cheiro em vasos sanitários e nas pias de cozinha, além de transportar pelo encanamento todo o esgoto da casa, levando direto para o sistema da rua, sem gerar acúmulo de água próximo das calçadas.