Atletas que treinam tênis de mesa no Lagoas do Norte e ganham medalha de bronze em São Luís

Os atletas que treinam tênis de mesa nos equipamentos do Parque Lagoas do Norte participaram de mais um campeonato, desta em vez em São Luís (MA). O grupo representou a Fundação Nossa Senhora da Paz no desafio interestadual de clubes, sediado no centro de treinamento da equipe Independente.

Os atletas Kawane Sales, Emanuel Walbert, Eduardo Cardoso e Lorenzo Santana participaram do torneio e foram premiados com medalhas de bronze nos desafios um a um.

“Foi maravilhoso disputar em um campeonato fora do nosso estado e poder levar o nome do Piauí e do nosso projeto. Foi muito bom poder jogar com pessoas diferentes, praticando um esporte, se divertindo e o mais importante de tudo trazer medalha pra casa. Nos dedicamos muito para sermos merecedores do prêmio e é muito gratificante saber que a gente conseguiu”, afirma Lorenzo Santana.

O tênis de mesa é um esporte incentivado pelo Programa Lagoas do Norte, que instalou equipamentos adequados para o treinamento dos atletas em parques da zona norte. Mas, antes disso, desde a sua primeira etapa, essa modalidade é praticada nas dependências do Parque Lagoas do Norte e por lá já passaram diversos atletas vencedores.

Fotos: Ascom Lagos do Norte

Lagoas do Norte pleiteia financiamento para drenagem e urbanização junto à CAF

Durante essa quarta-feira (11), a comitiva conheceram a área de atuação do Lagoas do Norte Foto(Ascom/Lagoas do Norte)

A equipe do Programa Lagoas do Norte esteve reunida com a comissão de representantes da Cooperativa Andina de Fomento (CAF), Banco de Desenvolvimento da América Latina, e apresentou um plano de investimentos em obras de macrodrenagem, urbanização e mobilidade no entorno de três lagoas da zona Norte de Teresina. O programa pleiteia financiamento junto à instituição financeira para dar continuidade a obras e ações.

A comitiva da CAF, formada pelo executivo Diego Vettori e os especialistas técnicos e ambientais, Paulo Rodrigues, Cecília Guerra e Yerko Eterovic, está em Teresina, nesta semana, em missão de acompanhamento do Programa Teresina Sustentável, vinculado à Secretaria Municipal de Planejamento (Semplan). Durante essa quarta-feira (11), eles conheceram a área de atuação do Lagoas do Norte durante visita às lagoas do Mazerine, São Joaquim e Piçarreira, além de conhecer a estrutura já implementada pelo programa.

“Estamos abrindo um leque de possibilidades de investimentos nas obras do programa. Essa missão da CAF é muito importante porque eles estão podendo conhecer, in loco, a realidade da cidade, da zona norte, e conferindo de perto o quanto é importante essa parceria com o Lagoas do Norte”, destaca Bruno Quaresma, diretor do Programa Lagoas do Norte.

De acordo com o coordenador de Engenharia do PLN, Tarcysio Ferreira, a parceria possibilitará a implementação de estruturas de macrodrenagem, urbanização e mobilidade urbana no entorno das lagoas do Mazerine, São Joaquim e Piçarreira. “Chamamos a atenção para a importância dessas obras para a resolução de problemas estruturais antigos e a necessidade de urbanizar essas áreas para que a população possa ter acesso a mais qualidade de vida”, afirma.

Além da visita com a equipe do Lagoas, a comissão cumpre agenda visitando locais que já recebem investimentos da CAF e reuniões técnicas com a equipe de Planejamento do município. “Vamos olhar para frente, vamos discutir cronogramas, vamos discutir ações concretas para fazer essas operações andarem. Não apenas isso, fazer operações e fazer com que sejam merecedoras dos aditivos que elas precisam para que possam ser concluídas”, aponta Paulo Rodrigues, especialista técnico da CAF. O financiamento contempla investimentos na ordem de mais de US$ 45 milhões.

Atletas que treinam no Lagoas do Norte conseguem medalhas em campeonato de tênis de mesa

O fim de semana foi de campeonato para os atletas que treinam tênis de mesa nos equipamentos do Parque Lagoas do Norte e Parque Matias Matos (Mocambinho). O grupo participou do campeonato que ocorreu no Shopping Cocais, situado em Timon (MA) e se deu bem. O campeão da categoria aberta foi o atleta Antônio Carlos, que treina diariamente nas mesas implementadas pelo Lagoas do Norte.

“O campeonato foi bem legal, fiquei em terceiro lugar, mas o que importa é que meus amigos ganharam. Quero treinar bastante para participar dos jogos escolares”, afirma Thiago Rocha, um dos atletas que treinam no Parque Lagoas do Norte.

Ferramenta importante de transformação social, a prática de esportes é incentivada pelo Programa Lagoas do Norte. Com a implantação de sete equipamentos para a prática de tênis de mesa em parques da zona Norte, os amantes do esporte encontraram um lugar propício para treinar e conviver com os outros praticantes.

Os frutos desse incentivo já podem ser observados por meio da participação de crianças e adolescentes em torneios realizados na região. “Nós identificamos um número de praticantes e amantes do tênis de mesa nessas comunidades e resolvemos incentivar a modalidade construindo equipamentos para que eles possam treinar perto de casa. Os resultados já são vistos. Parabéns a todos os participantes do campeonato e que eles sirvam para encorajar outros adolescentes e crianças a participarem também. Esse é um instrumento importante de transformação social”, afirma Bruno Quaresma, diretor geral do Lagoas do Norte.

Servidores do Lagoas do Norte passam por treinamento sobre contratos

Os servidores do Programa Lagoas do Norte que exercem a função de administração de contratos participaram de treinamento, nesta sexta-feira (29), sobre diversos aspectos relacionados ao tema. O treinamento foi ministrado pelo especialista Ricardo Teixeira, diretor de Coordenação do Grupo de Trabalho de Licitações e Contratos da Secretaria Municipal de Administração.

Foram abordados aspectos como a regulamentação dos fluxogramas administrativos e listas de verificação (checklists) de adesão a ata de registro de preço, alteração contratual (aditivos e correlatos), contratação direta, reajuste de preços, repactuação e revisão de obras e serviço de engenharia, objetivando facilitar a compreensão do fluxo das atividades, uniformizar documentos mínimos necessários para análise dos processos e a estabelecer padrão de conduta a todos os órgãos e entidades da administração pública municipal.

De acordo com o diretor geral do Lagoas do Norte, Bruno Quaresma, o programa procedia com seus contratos em conformidade com o regramento estabelecido pelo Banco Mundial, entidade financiadora de suas obras e ações. Com o fim do contrato com o banco, agora o Lagoas do Norte passará a trabalhar de acordo com o regramento de licitações em vigência no Brasil.

“Estamos promovendo esse treinamento para que possamos nos adequar aos procedimentos. Temos buscado novas fontes de financiamento e temos obras em andamento em parceria com o governo federal, que são a construção de 1.400 sistemas de esgotamento sanitário em residências dos bairros Matadouro e São Joaquim. Nossa perspectiva é aumentar nossa capacidade de investimento nos próximos meses”, explicou Bruno Quaresma.

Diretoria do Lagoas do Norte se reúne com comunidade da avenida Boa Esperança

Os moradores que formam a comunidade da avenida Boa Esperança receberam, na tarde desta quarta-feira (27), a diretoria do Programa Lagoas do Norte para um bate-papo. a visita foi realizada por orientação do prefeito Doutor Pessoa. Na pauta, os novos rumos do programa e o encaminhamento de demandas dos moradores em relação a outros órgãos do município.

Estiveram presentes o diretor geral do PLN, Bruno Quaresma, e o diretor de Coordenação, Apoena Amorim. Eles explicaram à comunidade que em 15 de abril finalizou o prazo do contrato que a Prefeitura tinha com o Banco Mundial para a realização das obras e ações do Lagoas do Norte. Por conta da extinção desse prazo, também estão finalizadas as ações que vinham sendo desenvolvidas na parceria, como os reassentamentos e projetos sociais.

Porém, os diretores reafirmaram para os moradores a continuidade do programa. “O que finalizou foi o contrato junto ao Banco Mundial. Nós estamos executando ações e obras com outras fontes de recursos, como o governo federal. Com esse financiamento estamos fazendo, por exemplo, instalação de melhorias de esgotamento sanitário em 1.400 casas dos bairros Matadouro e São Joaquim. E estamos em busca de novas fontes de empréstimo para realizar muito ainda pela região norte”, afirma Bruno Quaresma.

Foto: Divulgação (Lagoas do Norte)

Lagoas do Norte finaliza obra do Canal do Matadouro e prepara inauguração

A Prefeitura de Teresina, através do Programa Lagoas do Norte, está finalizando as obras no Canal do Matadouro e prepara a inauguração para o fim de maio. Nesta última etapa, a construtora responsável pela obra trabalha na finalização da urbanização do canal, com a instalação de equipamentos públicos como academias, playgrounds e iluminação.

Também estão sendo finalizados o piso de passeio, a arborização e jardinagem, proporcionando um espaço adequado para a prática de atividades físicas e convívio social.

Orçada em cerca de R$ 3,2 milhões, a obra resolveu problemas de esgotamento sanitário e escoamento da água das chuvas que afetavam diversas famílias da região. O canal recebe as águas pluviais que vêm das regiões mais altas e as direciona para as lagoas próximas, exercendo um importante papel no sistema de drenagem da região.

Obra resolve problema de esgotamento sanitário e escoamento da água das chuvas. Foto: Ascom Lagoas do Norte

Antigamente, o canal era obstruído pelo acúmulo de lixo e por residências que ocupavam seu leito natural e, por isso, eram anualmente inundadas nos períodos chuvosos. Boa parte do problema foi resolvido ainda na primeira intervenção do Lagoas do Norte, com a terraplanagem e estruturação do canal para que ele passasse a realizar o escoamento das águas de forma adequada.

Ainda na primeira fase de obras, o programa realizou a desapropriação e reassentamento das famílias que moravam no meio do canal. Além disso, as casas que permaneceram receberam melhorias como construção de muros e drenagem.

Grupo encena espetáculo Paixão de Cristo no Parque Lagoas do Norte

O grupo Atos de Teatro se apresenta, nesta quarta-feira (6), às 19 horas, no Parque Lagoas do Norte, abrindo mais uma temporada de apresentações gratuitas da Paixão de Cristo.

Desta vez, o grupo se apresenta em três pontos de Teresina com elenco reduzido de 70 atores e figurantes por causa das medidas restritivas de combate à pandemia de COVID-19.

Na sexta-feira (7), às 19 horas, o grupo também se apresenta na praça da Telemar, no bairro Mocambinho. E no domingo (10), o grupo encerra suas apresentações na capital, na Nova Ceasa, às 18h.

Nascido na zona Sul de Teresina, no bairro Lourival Parente, a companhia Atos de Teatro já encena a paixão de Cristo há seis anos. De acordo com o grupo, o crescimento do espetáculo trouxe a necessidade de expansão das apresentações para outros bairros de Teresina. Cerca de 80 pessoas compõem a companhia, entre atrizes, atores, auxiliares, produtores e diretores.

Segundo a companhia, o espetáculo deste ano foi adaptado ao momento, devido à pandemia e fatores econômicos. O espetáculo será sintetizado a partir do Julgamento de Jesus e focará nos momentos fortes pelo qual Jesus passou.

Com direção de Marina Marques e produção de Dilcon Carvalho e Adhriana Smith, o espetáculo da Paixão de Cristo também conta com o apoio da Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC).

Programa Lagoas do Norte e Banco Mundial realizam missão híbrida

As equipes do Programa Lagoas do Norte e do Banco Mundial realizaram, durante esta semana, a missão de finalização do contrato de empréstimo desta segunda fase. Em reuniões e visitas de campo, os técnicos puderam aprofundar os entendimentos sobre cada obra e ação que está em andamento. As reuniões ocorreram de forma híbrida, com parte da equipe da instituição financeira em Teresina e os demais no exterior.

A agenda da missão teve reuniões sobre os avanços no setor social, especialmente em relação a finalização dos planos de reassentamento; sobre as obras e os projetos que estão sendo realizados em parceria com outras secretarias, como o “Se Liga na Ideia”, em conjunto com a Secretaria Municipal da Juventude (SEMJUV) e o diagnóstico do mercado de trabalho de Teresina, em conjunto com a Fundação Wall Ferraz (FWF).

“Tivemos uma missão muito proveitosa e a análise do banco em relação às nossas ações foi positiva. Nossa equipe foi elogiada nos seus esforços e estamos mais afinados do que nunca para a continuidade dos nossos propósitos”, avalia Bruno Quaresma, diretor geral do PLN.

O secretário municipal de Planejamento e Coordenação, João Henrique Sousa, afirma que a parceria permitiu o atendimento a necessidades importantes da população. “A parceria que o município teve com o Banco Mundial foi extremamente agradável, muito exitosa. Isso resultou no desenvolvimento do Programa Lagoas do Norte e de importantíssimas ações na região Norte da cidade, beneficiando a população e trazendo mais infraestrutura para a área. Esta parceria se encerra nos próximos dias e temos muita gratidão por esse trabalho, por toda a dedicação da equipe e confiantes que estas obras não irão parar, esta é uma decisão do prefeito Dr. Pessoa e há um interesse enorme em prospectar novos investimentos para continuarmos avançando”, diz Joao Henrique Sousa.

O acordo de empréstimo entre a Prefeitura de Teresina e o Banco Mundial se encerra neste mês de abril. Porém, isso não significa o fim do programa. Ao contrário, o Lagoas do Norte vem estabelecendo conversas e contatos com várias instituições com o objetivo de buscar novas fontes de financiamento de projetos.

Parque Lagoas do Norte recebe 250 novas mudas de plantas nativas e frutíferas

Aproveitando o período chuvoso, os técnicos do Programa Lagoas do Norte realizaram nesta semana o plantio de 250 mudas frutíferas e nativas ao longo de todo o Parque Lagoas do Norte. Segundo a bióloga Zelinda Oliveira, esse é o período ideal para plantar.

“Todo ano nesse período nós fazemos o plantio de mudas no parque em substituição àquelas que morreram e também para aumentar a área arborizada. Aproveitamos as chuvas porque assim as mudas têm mais nutrientes e água em abundância”, explica.

As mudas foram fornecidas pelo Viveiro de Mudas da Prefeitura localizado na zona norte da cidade. Entre as 250 mudas estão frutíferas, como manga, caju, tamarindo, jambo e jenipapo; e as nativas, como ingá, ingarana, ipês roxo, rosa e amarelo, flamboyanzinho, oiti e caneleiro.

Monitoramento da água

Dentro do Programa Lagoas do Norte, o setor ambiental atua tanto nos cuidados com a fauna e flora presentes nos espaços que o programa constrói quanto na verificação da qualidade da água.

De forma constante, a equipe faz a coleta de amostras de água nas lagoas e nos rios Parnaíba e Poti para que se possa ter o monitoramento da qualidade.

“O objetivo é monitorar a qualidade da água desses mananciais durante o período chuvoso e de estiagem no que se refere à eficiência da implantação e funcionamento da rede de esgotamento sanitário na região das lagoas. O monitoramento serve e continuará servindo de parâmetro durante a implantação da rede de saneamento na região”, afirma Zelinda Oliveira.

Foto: Divulgação (Lagoas do Norte)

Lagoas do Norte promove oficina de capacitação aos moradores do residencial Parque Brasil

O Programa Lagoas do Norte segue desenvolvendo uma série de ações sociais junto aos moradores do residencial Parque Brasil, construído para receber a população atendida pelo programa e pela política habitacional da Prefeitura de Teresina. Neste fim de semana, os moradores participaram de uma oficina de capacitação de lideranças comunitárias.

A atividade foi elaborada para subsidiar os síndicos e moradores que desejam contribuir para a melhoria do convívio social.

A ministrante Gizelle Bueno, especialista em condomínio e síndica profissional, tratou de assuntos relacionados à gestão eficiente em momentos de crise; direitos e deveres da profissão; e alinhamento de ações a curto, médio e longo prazo.

Os participantes discutiram diversas questões acerca da correta formação de condomínio e tiraram suas dúvidas sobre o processo de formalização e gestão condominial.

Esta ação está inserida no Projeto de Trabalho Social, que vem sendo desenvolvido com os moradores desde o início da ocupação do conjunto habitacional pelo PLN. Além das orientações e auxílio na condução desse processo de formalização dos condomínios, estão sendo prestados atendimentos sociais, encaminhamentos de demandas, ações ambientais e de preservação do patrimônio, rodas de conversa e ações sociais junto às crianças.

“Estamos acompanhando de perto a formação da comunidade e auxiliando para que eles possam desenvolver uma vizinhança harmônica. Nosso trabalho vem sendo diário junto aos moradores e assim permanecerá”, afirma Apoena Amorim, diretor de Coordenação do Lagoas do Norte.