Dr. Pessoa discute com vereadores o enfrentamento as enchentes em Teresina

Prefeito Dr. Pessoa discute com vereadores soluções para os desabrigados em Teresina Fotos: Rômulo Piauilino/SEMCOM

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, foi à Câmara Municipal, na manhã desta terça-feira (18), discutir com os vereadores o enfrentamento às enchentes e ações de assistência às famílias desabrigadas em decorrência das fortes chuvas que têm atingido a capital, neste mês de janeiro.

Durante o encontro, o prefeito enfatizou que a iniciativa visa aumentar ainda mais a aproximação entre os poderes Executivo e Legislativo. Segundo o gestor, ambas as esferas políticas têm o dever constitucional de buscarem soluções para esta situação emergencial pela qual passa o município e diversas famílias teresinenses.

“Devemos andar de mãos dadas (…) não é fazer pelo prefeito, mas por Teresina e os vereadores têm feito muito bem. Estou pedido mais esse apoio ao poder Legislativo, pois as chuvas começaram e pode vir coisa pior, então nada mais que normal procurarmos outro poder para trabalhar juntos com essa possibilidade de enchentes”, disse Dr. Pessoa.

De acordo com a Defesa Civil Municipal, que vem monitorando as áreas de risco em Teresina, 528 famílias já precisaram deixar suas casas por conta das chuvas, 50 delas realocadas em abrigos temporários, instalados em escolas da rede municipal de ensino. O órgão estima que mais de duas mil pessoas estão sendo afetadas pela situação.

Após ouvir as demandas, o vereador Jeová Alencar, presidente da CMT, parabenizou a iniciativa de Dr. Pessoa em procurar a Casa para discutir soluções. No primeiro momento, os parlamentares avaliam a possibilidade da destinação de recursos, via emenda, para os órgãos que estão diretamente ligados ao enfrentamento das enchentes e assistência às famílias.

“Isso mostra a grandeza e o compromisso que têm os poderes Executivo e Legislativo nesse momento, somando forças. Devemos esquecer cores partidárias, questões políticas e trabalhar pela cidade. É isso que o prefeito quer e tem nos procurado. Estamos à disposição do prefeito e da cidade”, afirmou o vereador.

Prefeito Dr. Pessoa assina decreto para facilitar a emissão de ITBI

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, assinou, na quinta-feira, 13 de janeiro, decreto que permite o credenciamento ao sistema de emissão do Imposto de Transmissão de Bens Intervivos (ITBI), o ITBI Eletrônico, para cartórios da capital.

A medida faz parte de uma estratégia da Secretaria Municipal de Finanças (SEMF) para desburocratizar a emissão do imposto visto que ainda existem alguns tipos de processos que não podem ser feitos pelo sistema, mas por processo administrativo.

Com isso, de acordo com o secretário executivo de Finanças, Eduardo Lima, a solicitação de emissão do ITBI feita diretamente pelos cartórios fora de Teresina irá diminuir o número de processos na secretaria de Finanças e o adquirente do imóvel terá mais possibilidades de requerer o serviço.

Segundo Eduardo Lima, haverá outras medidas para dar celeridade na emissão do imposto. “O contribuinte que negocia um imóvel quer celeridade na emissão do seu ITBI. Além disso, qualquer burocracia atrapalha o funcionamento das atividades econômicas. Portanto, esse decreto já é uma das medidas para dar vazão à demanda por emissão do tributo que ainda não estava incluída no sistema ITBI-e e faremos o mesmo, em breve, com imóveis rurais”, finalizou.

Prefeitura de Teresina intensifica serviços de limpeza para evitar alagamentos

Equipes de limpeza trabalham para a desobstrução da via

A Prefeitura de Teresina enviou equipes na noite desse sábado, 15, para desobstruir galerias no bairro Parque Alvorada, zona Norte da cidade. A equipe de limpeza trabalhou até a madrugada na desobstrução do local. Muito material foi retirado, mas somente hoje, durante o dia, o serviço será concluído, com a entrada de retroescavadeira.

Segundo o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), Edmilson Ferreira, os locais estavam entupidos e provocaram alagamentos nas ruas, ontem.

“Estamos trabalhando para, rapidamente, desobstruirmos ainda hoje, todos os pontos de alagamentos. Estamos com caminhão sugador e retroescavadeira para atuarem sobre a situação. O prefeito Dr. Pessoa, que está de plantão acompanhando toda a situação, determinou que as equipes do Comitê de Emergência, com comando operacional na área da zona Norte, fizessem o acompanhamento permanente até a finalização da limpeza das galerias e lagoas”, disse Edmilson Ferreira.

O superintendente da SAAD Centro, Roncalli Filho, informou que, no mês passado, foi feito um mutirão de limpeza no Parque Alvorada composto por 90 homens. “Logo que identificamos o problema no sábado, à noite, enviamos equipes e com a ajuda da SAAD Norte e Semduh estamos conseguindo resolver o problema”.

Ações preventivas reduzem número de famílias desabrigadas ou alagadas em Teresina

Trabalho preventivo possibilitou que todas as famílias fossem retiradas antecipadamente

A Secretaria Municipal de Defesa Civil não registrou casos de desabrigados ou famílias atingidas pelas fortes chuvas, que caíram em Teresina, na madrugada deste sábado (15). A informação foi confirmada pelo secretário Carlos Ribeiro durante reunião do Comitê de Enfrentamento às Enchentes.

De acordo com ele, o trabalho preventivo que está sendo realizado pela Prefeitura de Teresina possibilitou que todas as famílias que estivessem em áreas de riscos fossem retiradas antecipadamente.

“O Dr. Pessoa determinou que ficássemos atentos desde o início, principalmente nessas áreas de maior vulnerabilidade, nessas áreas de lagoas, e através do bombeamento que é feito diuturnamente, tivemos tranquilidade e não registramos aumento no número de desabrigados”, disse Carlos Ribeiro.

O secretário informou também que, atualmente, Teresina conta com 518 famílias desabrigadas em todas as zonas da cidade, o que totaliza pouco mais de duas mil pessoas. Contudo, as fortes chuvas desta madrugada não aumentaram os números.

“Temos cerca de 518 famílias desabrigadas, segundo dados atualizados, algo em torno de duas mil pessoas, mas graças a Deus na madrugada, de hoje não registramos nenhum incidente, e o nosso número 199 não teve nenhuma chamada grave e nem no comando. Apesar das fortes chuvas, não tivemos nenhum incidente”, completou o secretário.

Para o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, o trabalho primordial acontece na prevenção. Ele ressalta que é necessário fortalecer o mapeamento dessas zonas de riscos, conscientizar as famílias e retirá-las de forma antecipada.

“Todos os dias o Comitê de Emergência tem essa avaliação diária. Esse é um problema que preocupa toda a administração pública, mas temos trabalhado de forma preventiva para atender todas as famílias que estão sendo atingidas. Tenho um conhecimento forte na prevenção e é o que estamos fazendo atualmente na cidade”, afirmou o prefeito Dr. Pessoa.

Segundo dados divulgados nesta sexta-feira (14), pela Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas Norte (SAAD Norte), Teresina conta com 518 famílias desabrigadas e amparadas pela Prefeitura de Teresina. Desse total, 428 estão concentradas na zona Norte, 53 na região Centro da cidade, 19 na zona Leste, 16 na zona Sul e somente duas famílias na zona Sudeste.

Mais de 370 dessas famílias estão sendo acolhidas pelo Programa Cidade Solidária. Até este sábado, 46 famílias ainda se encontram abrigadas nas escolas Dilson Fernandes (Vila Apolônia), Iolanda Raulino (Poti Velho) e Domingos Afonso Mafrense (Mafrense).

HUT divulga perfil epidemiológico das vítimas de acidentes de trânsito

Dra Yatamira Aguiar apresenta tese de doutorado em epidemiologia e saúde pública Vida Após o Trauma no Trânsito Fotos(Ascom/HUT)

A Organização das Nações Unidas (ONU) entende os acidentes de trânsito como um problema de saúde pública, em razão de serem acompanhados pela elevada gama de incapacidades e índice de mortalidade. Com objetivo de identificar o perfil das vítimas de acidentes de trânsito o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) reuniu, dia 13 de janeiro, diretores, gerentes, líderes assistenciais e representantes da Fundação Municipal da Saúde (FMS) para apresentar o perfil epidemiológico do trauma ocasionado no trânsito.

Análise do perfil das vítimas não fatais faz parte da tese de doutorado em Epidemiologia e Saúde Pública “Vida Após o Trauma no Trânsito”, da fisioterapeuta e servidora do HUT, Dra. Yatamira Aguiar.

Os resultados colhidos, no período entre novembro de 2019 a março de 2020, mostram que a prevalência de homens (85,8%) condutores de veículos (81,7%) do tipo motocicleta (88,4%) em idade produtiva, são os que mais sofrem acidentes trazendo graves consequências socioeconômicas para a sociedade, uma vez que em decorrência do acidente, interrompem suas atividades, deixam de gerar renda e ocasionam custos ao sistema de saúde com internações hospitalares e reabilitações.

“O trauma engloba diferentes pontos de cuidado da rede, desde o transporte SAMU, 49% dos pacientes pesquisados utilizaram esse transporte pré-hospitalar até atendimento pós-cirúrgico e multiprofissionais de reabilitação”, explica Yatamara.

Quanto ao tipo de lesão dos acidentados, observam-se que as vítimas apresentam padrão de politraumas, sendo os mais freqüentes: traumatismo cranioencefálico (54,8%), fraturas de ossos da face (32,8%) e fraturas da extremidade inferior (29,6%).

Sobre esse contexto, identificou-se que as principais especialidades envolvidas são ortopedia, bucomaxilo (cirurgias da face) e neurológica com tempo médio de internação em torno de 12 dias, representando cerca de 69% das cirurgias realizadas na unidade hospitalar.

Para o diretor geral do HUT, Fábio Marcos de Sousa “este conjunto de informações permite que realizemos uma série de análises, as quais oportunizam que intervenções mais assertivas no mais diferentes níveis de atenção à saúde para reduzir riscos e consequentemente preservar vidas”, destacou.

A realidade reforça a necessidade de deslocar atenção para além do hospital, visto o grande destaque para o desrespeito as leis de trânsito. A pesquisa identificou que 53,2% das vítimas disseram ter feito uso de bebida alcoólica e 69,2% não utilizavam equipamentos de segurança. Teresina está entre as capitais com proporções mais baixas de referência ao uso de capacete.

O HUT, maior unidade de assistência de alta complexidade em traumatologia de urgência e emergência do Estado, registrou 9.190 atendimentos de vítimas do trânsito em 2021, sendo a maior causa de cirurgias a um custo médio de três milhões somente em Órteses, Próteses e Materiais Especiais utilizadas no tratamento desse perfil de internação.

HUT reuniu diretores líderes assistenciais e representantes da FMS para apresentar o perfil de vitimas de acidentes no trânsito

FMS abre na segunda-feira (17) agendamento para vacinação das crianças

Teresina vai iniciar, na próxima semana, a vacinação contra a covid-19 para crianças de cinco a 11 anos. Inicialmente, serão contemplados os meninos e meninas com comorbidades ou deficiência permanente. O agendamento para este público se inicia na segunda-feira (17) no site http://vacinaja.fms.pmt.pi.gov.br/. O início da vacinação em Teresina está condicionado ao recebimento das doses do imunizante.

A vacina a ser aplicada será a versão pediátrica do imunizante da Pfizer/Comirnaty, em duas doses – com intervalo de oito semanas entre a primeira e segunda dose. “As crianças que completarem 12 anos entre a primeira e a segunda dose devem completar o esquema vacinal com a vacina Pfizer/Comirnaty pediátrica”, informa Emanuelle Dias, coordenadora da campanha de Vacinação em Teresina.

No momento da vacinação será necessário apresentar CPF ou Cartão do SUS e uma comprovação da comorbidade e/ou deficiência permanente. Os pais ou responsáveis devem estar presentes manifestando sua concordância com a vacinação. Em caso de ausência de pais ou responsáveis, a vacinação deverá ser autorizada por um termo de assentimento assinado por eles.

Amariles Borba, diretora de Vigilância em Saúde da Fundação Municipal de Saúde (FMS), faz um apelo para que pais e responsáveis não deixem de vacinar seus filhos. “Esses dois anos de pandemia têm demonstrado que as pessoas vacinadas têm a Covid de forma mais moderada ou leve ou mesmo assintomática, evitando a possibilidade de uma forma grave que pode levar ao óbito. Por isso, estejam atentos ao regramento e não deixem de levar as crianças”, diz.

Lista de Comorbidades e Deficiências

Termo de Autorização do Responsável

 

 

 

 

Semcaspi realiza força tarefa para entrega de benefícios às famílias alagadas

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) iniciou nesta quinta-feira, (13), uma força tarefa para a entrega dos benefícios do Programa Cidade Solidária, além das cestas básicas, os kits de acolhimento, higiene e limpeza. A força tarefa segue até sábado, (15), para atender todas as famílias cadastradas pelas SAADS.

Os dados do Relatório Famílias Acolhidas divulgados na noite desta quinta-feira, (13), apontam que já são 511 famílias atendidas. Deste número, 429 estão inseridas no Programa Cidade Solidária.

De acordo com Allan Cavalcante, secretário da Semcaspi, as cestas básicas foram entregues a todas as famílias encaminhadas pelas SAADs e os kits serão entregues até o final de semana.

“A gente está dando continuidade às entregas dos benefícios. Até sábado, faremos uma força tarefa para atender as mais de 500 famílias atendidas, até que esta demanda seja toda executada. É uma determinação do Prefeito Dr. Pessoa, que todas estas famílias sejam atendidas o quanto antes”, ressaltou.

Aline Teixeira, secretária executiva do SUAS/Semcaspi, explica que as famílias que vão receber os kits são todas que foram acometidas pela situação de risco.

“A nossa equipe já visitou as famílias que tiveram os cadastros enviados para a Semcaspi e as cestas básicas já foram entregues. Aquelas que ainda não receberam as visitas, são as que os cadastros estão para serem enviados. Às famílias, que a gente já visitou e efetuou o cadastro, começou a receber os kits, mas todas irão receber”, pontuou.

PROGRAMA CIDADE SOLIDÁRIA

As famílias desabrigadas, que estão sendo incluídas no Programa Cidade Solidária neste mês de janeiro, receberão o benefício a partir de fevereiro deste ano. Já os demais benefícios, como cestas básicas e os kits de acolhimento, higiene e limpeza estão sendo distribuídos conforme o cadastro.

Foto: Divulgação (Semcaspi)

FMS realiza nesta sexta (14) atividades de saúde mental na praça Rio Branco

A FMS dispõe de Serviços Especializados que vão desde Atendimentos Ambulatoriais, Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) até internação Foto(Ascom/FMS)

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) realiza, a partir desta sexta-feira (14), atividades alusivas ao Janeiro Branco, que é dedicado à saúde mental. Das 8h às 11h, na praça Rio Branco, Centro de Teresina, acontece a instalação de um Ponto de Escuta – onde a população terá acesso a um momento de escuta e acolhimento por profissionais da área da saúde mental.

Entre os dias 17 e 20 de janeiro serão realizadas as plenárias, das 7h30h às 13h, em cada região da cidade para a V Conferência Municipal de Saúde, que contarão com a participação de todos os agentes que atuam na saúde mental.
A programação das plenárias é: no dia 17, no Centro de Formação Odilon Nunes; dia 18, na Escola Municipal Manoel Paulo Afonso; no dia 19, no Teatro Paulo II e no dia 20, CRAS Sul III.

No dia 28, das 7h às 9h, acontece uma atividade educativa com distribuição de folders sobre os serviços de saúde mental, no semáforo do cruzamento das avenidas Nossa Senhora de Fátima com Dom Severino, zona Leste.

A gerente de Saúde Mental da FMS, Laryssa Carvalho, ressalta que, embora a saúde mental precise de cuidados o ano inteiro, o mês de janeiro – marcado pela ideia de renovação, estabelecimento de metas e resoluções para o ano que se inicia – é dedicado a chamar atenção da população em geral sobre os cuidados com a mente. “Importante lembrarmos que, quando nossa Saúde Emocional está em dia, as coisas certamente se tornam mais leves. Por isso, convidamos os teresinenses a lembrarem do quanto sua vida importa e sua Saúde Mental também”, diz.

Laryssa Carvalho reforça que a saúde mental começa com pequenos cuidados individuais que podem ser praticados no dia-a-dia. “Coloque na sua agenda de todo dia uma meta de cuidado consigo mesmo. Lembre que esse cuidado está em pequenos e grandes detalhes. Ele vai desde se dedicar a fazer uma atividade que te agrada (ouvir música, ler, desenhar) até buscar um acompanhamento profissional”, diz.

A FMS dispõe de Serviços Especializados que vão desde Atendimentos Ambulatoriais, Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) até internação para casos mais graves.

CAPS AD
Centro de Atenção Psicossocial Álcool e outras Drogas
Endereço: Rua Quintino Bocaiúva, n e 2978 – Bairro Macaúba-Teresina/PI CEP 64016-060.
Fone: 3215-7762

CAPS Infantil – CAPSi
Centro de Atenção Psicossocial Infantil
Endereço: Rua Coronel Cezar, nº 1566. Bairro: Morada do Sol-Teresina/PI CEP 64055-645
Fone: (86) 3223-9661

CAPS Tipo II- Sul
Endereço: Av. Barão de Gurguéia 2913. Bairro Pio XII-Teresina/PI CEP 64018500
Telefone: (86) 3218-4865

CAPS Tipo II-Leste
Endereço: Rua Visconde da Parnaíba, 2435. Bairro Horto Florestal-Teresina/PI CEP 64049570.
Telefone: (86) 3216-3967

CAPS Tipo II-Sudeste
Endereço: Rua Poncion Caldas, Bairro Colorado – Loteamento Parque do Sol – Renascença (ao lado da U.B.S Redonda)
Telefone: (86) 3236-8747

CAPS Tipo II-Centro/Norte
Endereço: Rua Presidente Lincoln, 4727, Bairro São Joaquim
Telefone: (86) 3213-2080

CAPS Tipo III-Sul
Endereço: Rua Costa Rica. Nº 466. Bairro Três Andares- Teresina/PI CEP 64016380
Telefone: (86) 3221-6422 / 3221-0092

SERVIÇO RESIDENCIAL TERAPÊUTICO TIPO II
Endereço: Rua Climério Bento Gonçalves Nº 705, Bairro São Pedro – Zona Sul –Teresina/PI CEP 64019400
Telefone: (86) 32221-4472

Janeiro Branco – Programação
Atividades
Dia 14
Ponto de Escuta (atividade de escuta de acolhimento a população)
Local: Praça Rio Branco
Hora: Das 8h às 11h

De 17 a 20 de janeiro
Das 7h30 às 13h
Plenárias em cada região da cidade da V Conferência Municipal de Saúde
17/01- Centro de Formação Odilon Nunes
18/01- Escola Municipal Manoel Paulo Afonso
19/01- Teatro Paulo II
20/01- Cras Sul III

Dia 28
Atividade Semáforo da Vida no sinal
Local: Sinal do Cruzamento das Avenidas Nossa Senhora de Fátima e Dom Severino
Hora: 7h às 9h

Orquestra de Violões de Teresina inicia 2022 com projeto inédito

Através da Orquestra, Teresina estará em evidência por conta dos investimentos feitos pela gestão municipal Foto(Ascom/FMC)

Durante o momento pandêmico, a Orquestra de Violões de Teresina (OVT) se reinventou de várias formas para não parar as atividades culturais na capital, principalmente as voltadas para a capacitação de jovens e adultos. Em 2022, a OVT se prepara para, de forma inédita, lançar um documentário, um dvd, um livro e um cd promocional, que contará um pouco sobre a história do violão no Estado do Piauí.

Nesse novo trabalho, Teresina estará em evidência por conta dos investimentos feitos pela gestão municipal e estadual na capacitação de novos violonistas, como também no incentivo que tem dado para manter viva a orquestra, fato que colabora para que a capital seja conhecida por ter músicos renomados e eventos de fama nacional, como é o caso do Festival de Violão de Teresina, que reúne violonistas de todo o Brasil. Todo o material a ser produzido ainda no primeiro semestre deste ano será também utilizado no aprendizado de novos profissionais, colaborando com aqueles que desejam seguir carreira tendo o violão como amigo inseparável.

Para Ravi Cordeiro, membro da Orquestra de Violões de Teresina, a capital piauiense está entre as principais cidades do Brasil que se destacam na valorização do violinista. Ele cita ainda que um dos motivos para esse enriquecimento cultural é o fato da Prefeitura de Teresina estar investindo na formação de novos violonistas.

“Temos aqui em Teresina o Projeto Violões nas Escolas, que é coordenado por Dam Bezerra. Neste projeto, trabalhamos com jovens da periferia, dando oportunidade igualitária para aqueles que desejam aprender a tocar violão, mas que não dispõem de recursos para custear um curso”, conta Ravi Cordeiro.

Novas oportunidades

Segundo Ênio Portela, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, mais de sete mil teresinenses já foram beneficiados com os projetos de incentivo para a formação de novos violonistas. Segundo o gestor, a ideia é melhorar ainda mais as ofertas de cursos, levando os mesmos para mais comunidades distantes da região central da cidade, inclusive comunidades rurais.

“Estamos conversando com o prefeito Dr. Pessoa para que, em 2022, esses projetos cheguem de forma justa para todas as regiões da cidade, pois sabemos que, principalmente nos bairros e comunidades rurais mais distantes do Centro, há um grande número de pessoas carentes que não podem sequer pagar por um violão ou custear uma passagem de ônibus para ir assistir uma aula de violão”, comenta Ênio Portela.

A Orquestra de Violões de Teresina é mantida com recursos da gestão municipal, em alguns projetos, conta com incentivos do Sistema de Incentivo Estadual à Cultura – SIEC.

Operação Tapa-buraco tem investimento de R$ 2 milhões e 100 vias serão beneficiadas

A programação de asfaltamento é feita diariamente, através das solicitações recebidas nos canais de comunicação da ETURB Foto(Ascom/ETURB)

As ruas de Teresina, que possuem pavimentação asfáltica e que, ao longo do tempo, sofreram desgaste, estão sendo recuperadas, através da operação Tapa-buraco. Ao todo, 100 avenidas e ruas da cidade serão melhoradas.

Nesta quarta-feira (12), a operação está sendo realizada nas avenidas: Maranhão; Dezenove de Outubro; Monsenhor Chaves; Boa Esperança; na linha de ônibus do bairro Bela Vista e nas estradas: Alegria, Boa Hora e Soim.

A programação de asfaltamento é feita diariamente, através das solicitações recebidas nos canais de comunicação da ETURB (WhatsApp, Instagram, protocolo e vistorias pela Supervisão de Aplicação). A partir dessas solicitações, equipes de engenheiros são enviadas aos locais para realizarem vistoria e, dependendo da situação da via, é colocada em programação da operação. As ruas que não são atendidas por serviços da ETURB são repassadas para as SAADS ou Águas de Teresina.

Para a realização da operação Tapa-buraco, que terá duração de 30 dias, foi investido R$ 2 milhões com recursos próprios do município. A operação levará melhoria na trafegabilidade, mais conforto e segurança no uso das vias, além de prevenir acidentes.

Buscando estar mais perto da população, a ETURB disponibiliza um contato para reparos das avenidas e ruas em Teresina. Basta enviar uma mensagem via whatsapp contendo as seguintes informações: localização, fotos e endereço para 86 9 9470 6980, após solicitação, o local é colocado em rota para a realização do trabalho.