SEMAM e Equatorial Piauí já atenderam mais de três mil solicitações de podas e cortes de árvores em Teresina

Somente nos dois primeiros meses do ano, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SEMAM) já recebeu quase 150 solicitações para realizar o corte e poda de árvores em Teresina.

Já a Equatorial Piauí, em 2021, até agora, realizou em torno de três mil podas de árvores que estavam em contato direto com a rede elétrica. Com a chegada do período chuvoso, esses números só tendem a aumentar.

Por isso, para evitar problemas como os que aconteceram no final do ano passado, quando quase 300 árvores caíram em Teresina, por conta das fortes chuvas, as instituições resolveram se unir e elaborar uma campanha educativa de conscientização ambiental.

“A campanha ‘Plante cuidado e colha segurança. Cuidar das árvores é compromisso de todos’, é uma ação da Prefeitura de Teresina, através da SEMAM, em parceria com a Equatorial Piauí. Vamos repor todas as 300 árvores criando um bosque em uma área verde da cidade. O que queremos é engajar toda a população para o olhar mais cuidadoso com o verde em Teresina, o que envolve ações desde o plantio adequado à manutenção para que as árvores não cresçam desproporcionalmente e possam chegar a cair, ocasionando acidentes”, explicou a secretária Elisabeth Sá.

A campanha, que será lançada na segunda quinzena desse mês, pretende trabalhar de forma conjunta com a população. Os canais de comunicação entre as empresas serão ampliados para que a comunidade tenha acesso rápido e ação efetiva em sua solicitação.

“A Equatorial realiza a poda quando as árvores estão próximas a rede, por questão de segurança. A Prefeitura cuida daquelas que estão nas vias públicas, e a população é responsável pelas árvores dentro do seu terreno e casa. Juntos, podemos permanecer com nossa cidade verde e evitar acidentes”, finalizou Luiz Carlos Cardoso, gerente de Relacionamento com o Cliente da Equatorial Piauí.

Prefeitura de Teresina e Equatorial Piauí preparam campanha de sensibilização para o cuidado e manutenção com as árvores

A Prefeitura de Teresina e a Equatorial Piauí analisaram nessa segunda-feira (1º) a proposta de campanha de comunicação a ser realizada de forma conjunta para conscientização da população sobre a necessidade do cuidado com as árvores localizadas principalmente em casas e terrenos particulares, e que, sem manutenção adequada, podem oferecer riscos para a cidade.

Com o mote “Plante cuidado e colha segurança. Cuidar das árvores é compromisso de todos”, a campanha, a ser lançada no final deste mês, pretende engajar toda a população para o olhar mais cuidadoso com o verde da cidade, o que envolve ações desde o plantio adequado (espécies corretas nos lugares certos) à manutenção para que as árvores não cresçam desproporcionalmente e possam chegar a cair, ocasionando acidentes e impactos à rede elétrica, gerando falta de energia.

A ação realizada em parceria acontecerá em vários pontos de Teresina e também nos veículos de comunicação. O coordenador de Comunicação de Teresina, Lucas Pereira, acompanhou a reunião e se colocou à disposição para contribuir da melhor forma para a divulgação das ações.

A campanha terá ações descentralizadas e pretende atingir vários segmentos da sociedade. “A campanha assinada pela Prefeitura de Teresina e Equatorial Piauí abrange ações em diversos locais e para todos os públicos. Precisamos preservar o verde da nossa capital, mas manter uma convivência harmoniosa desse verde com a rede elétrica. Para isso, é essencial o cuidado de todos com as árvores que possuem nos quintais, nos jardins e calçadas, para, acima de tudo, evitar acidentes como os que aconteceram no final do ano e comprometeram o fornecimento de energia em alguns pontos de Teresina”, afirmou a secretária municipal de Meio Ambiente, Elisabeth Sá.

“Sempre estamos trabalhando para melhor atender nossos clientes e levar energia com qualidade e segurança, mas precisamos da participação de todos para evitarmos ocorrências como as registradas no dia 31 de dezembro de 2020, que em sua maioria foram causadas devido a árvores que caíram sobre a rede, situadas em terrenos particulares e que não receberam os cuidados devidos. Elas precisam de manutenção e poda. Com a campanha, chamamos todos para essa responsabilidade que é conjunta. A Equatorial realiza a poda quando as árvores estão próximas a rede, por questão de segurança. A Prefeitura cuida daquelas que estão nas vias públicas, e a população é responsável pelas árvores dentro do seu terreno e casa. Juntos, podemos permanecer com nossa cidade verde e evitar acidentes”, esclareceu Luiz Carlos Cardoso, Gerente de Relacionamento com o Cliente da Equatorial Piauí, ao enfatizar a atenção da Distribuidora com a segurança.

Reunião para definir a campanha que pretende atingir vários públicos Fotos: Rômulo Piauilino

SEMAM apresenta plano de ações para desenvolvimento sustentável do meio ambiente em Teresina

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Recursos Hídricos apresentou, durante reunião com o prefeito da cidade, Dr. Pessoa e vários outros secretários e representantes de órgãos da administração municipal, o Plano de Ação da SEMAM para os próximos 100 dias.

Destaque para as ações da secretaria de desburocratização da gestão ambiental e investimentos em ações de preservação, fiscalização e ampliação de áreas verdes na capital.

“A secretaria está focada para o desenvolvimento sustentável do nosso meio ambiente. Estamos firmando parcerias, uma delas com a CODEVASF, para criar novos parques ambientais e elaborar, além de um Código Ambiental para Teresina junto com recursos do Banco Mundial, o Plano Diretor de Arborização Urbana da cidade que vai nortear todas as ações de plantio e conservação, além da criação de mais três novos parques e a previsão de mais outros dez nos próximos anos”, destacou a secretária Elisabeth Sá.

Projeto Vida Rios vai revitalizar e reestruturar toda a orla dos rios da capital

Outra ação da Prefeitura de Teresina, através da SEMAM, que trará impacto direto e positivo ao Meio Ambiente da capital e será prioridade da gestão municipal é o projeto Vida Rios.

“O projeto Vida Rios tem previsão para iniciar agora em março e vai mudar completamente a realidade que hoje encontramos na orla dos nossos rios. Vamos revitalizar e reestruturar aquelas áreas implantando projetos ambientais que beneficiarão diretamente nossa população”, afirmou a secretária.

Dentre algumas das ações do projeto Vida Rios estão inseridas a urbanização e paisagismo do cais do Parnaíba revitalizando toda aquela área do Shopping da Cidade e do Troca-Troca. A ampliação da avenida Maranhão com novas áreas para passeios, ciclovias e recuperação da mata ciliar, além da duplicação da avenida Boa Esperança, ali próximo ao Lagoas do Norte, e a recuperação e implantação de novos piers ao longo do rio.

A SEMAM apresentou, durante reunião com o prefeito da cidade, Dr. Pessoa e vários outros secretários Fotos: Rômulo Piauilino

SEMAM lança projeto de educação ambiental em escolas de Teresina

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMAM) lançou um projeto que busca despertar os estudantes e a comunidade escolar para a importância dos cuidados e da preservação do Meio Ambiente. Em tempos já tão difíceis, em que é preciso pensar e agir, antes de poluir, a SEMAM fez mais uma ação educacional de distribuição de mudas de plantas.

“O que queremos é contribuir para a formação de cidadãos conscientes, que vivenciem a sustentabilidade em suas atitudes. Estamos doando mudas para que as crianças e suas famílias sejam multiplicadoras de boas ações. O nosso projeto já fala isso: quem planta uma muda, muda tudo”, destacou a secretária Elisabeth Sá.

Quase 100 mudas de plantas nativas, frutíferas e ornamentais foram distribuídas, através do Projeto “Teresina Mais Verde”, em mais uma ação educacional em escolas de Teresina. A ideia é replicar essa ação para as demais instituições de ensino.

INOVAÇÃO

“O legal desse projeto é que acrescentamos agora a identificação das plantas, através de QR Code. Então, cada um que levou sua mudinha, já foi sabendo qual planta era aquela e todas as suas características para o plantio, inclusive. Além de plantar uma árvore que vai beneficiar todo o nosso Meio Ambiente, as crianças e suas famílias aprendem a cuidar”, finalizou Naisis Castelo Branco, gerente do Núcleo de Educação Ambiental (NEA) da SEMAM.

Quase 100 mudas de plantas nativas, frutíferas e ornamentais foram distribuídas, através do Projeto “Teresina Mais Verde” Foto(Ascom Semam)

SEMAM fiscaliza trabalho de retirada de aguapés do leito do rio Poti

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMAM) realizou essa semana o monitoramento para averiguação das condições ambientais do rio Poti com a existência dos aguapés, acúmulo de lixo em suas margens e do trabalho realizado pelo Instituto Educass no cumprimento do Plano de Trabalho do Termo de Colaboração firmado com a Secretaria.

“Em dezembro de 2019, uma grande parte do leito do rio Poti encontrava-se totalmente tomado pelos aguapés. A Semam, para resolver o problema e minimizar os impactos ambientais, fez uma parceria com o Instituto Educass para executar o Plano de Trabalho com o controle e remoção de aguapés, controle da proliferação/crescimento de canaranas, além da remoção de resíduos sólidos (lixo) carregados pelo rio em suas margens”, explicou Claudinei Feitosa, engenheiro agrônomo e fiscal da Semam.

Ao longo do último ano foi feito um acompanhamento mensal dos trabalhos realizados pela equipe contratada com a realização de registro fotográfico, no trecho do rio Poti em sua zona urbana, partindo das intermediações da ponte do Mocambinho – Leonel Brizola até as intermediações do Parque Encontro dos Rios em virtude deste trecho apresentar concentrações de aguapés e canaranas.

Para execução destes trabalhos, foram empregadas duas embarcações metálicas de pequeno porte, equipamentos, ferramentas manuais, E.P.I.s, e veículo automotor, sendo realizado no período diurno (manhã e tarde), nos serviços de remoção de aguapés, no controle e remoção de canaranas, além da remoção dos resíduos sólidos (lixo) carreados pelo sistema de drenagem de águas pluviais ao rio Poti.

“Graças a esse trabalho de monitoramento e manutenção da qualidade da limpeza realizada, hoje não é possível mais se ver aquelas grandes concentrações de aguapés de anos anteriores. Isso mostra que o rio está mais saudável e com mais vida. O Plano de Trabalho, em parceria com a Semam, teve a finalidade de evitar que os aguapés pudessem se reproduzir e crescer rapidamente, de forma exponencial, no rio, no mês de janeiro e início de fevereiro do corrente ano”, garantiu o especialista da secretaria.

Ao longo do último ano foi feito um acompanhamento mensal dos trabalhos realizados pela equipe contratada com a realização de registro fotográfico Fotos(Ascom/Semam)

Prefeitura de Teresina e AFD firmam parceria para novos investimentos na capital

A Prefeitura de Teresina e a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) firmaram, nesta segunda-feira (8), uma parceria para o financiamento de novas ações para a promoção do desenvolvimento sustentável na área urbana e rural. O aporte da instituição, avaliado em cerca de € 36 milhões (trinta e seis milhões de euros), prevê empreendimentos em diversos serviços públicos.

O protocolo de cooperação, referente ao projeto Agenda Teresina 2030 (Programa de Desenvolvimento Integrado do Município de Teresina), visa melhorias na saúde, assistência social, fomento à educação, desenvolvimento econômico e solidário, apoio à inovação, preservação do patrimônio e aprimoramento da eficiência da governança da capital.

“A França já é uma parceria nas áreas econômica, cultural, tecnológica e várias outras. Agora estamos avançando para a questão social, sempre em um equilíbrio entre a natureza, o homem e o econômico, para que os resultados sejam positivos para investimentos no social. Muito feliz com esse momento”, disse o prefeito Doutor Pessoa.

Cônsul Geral da França em Recife, Pernambuco, Hugues Fanton afirma que a Agenda Teresina 2030 é uma das prioridades da AFD no Brasil. Segundo ele, a assinatura do acordo demonstra não apenas a boa relação entre os dois países, mas o interesse francês para o desenvolvimento da capital piauiense.

“O projeto tem as prioridades que a França quer desenvolver aqui no Brasil, que é o desenvolvimento sustentável, fazer com que os cidadãos se aproximem das prefeituras, com desenvolvimento econômico adequado ao meio ambiente e a luta contra as desigualdades sociais””, concluiu Fanton.

SEMAM distribui mudas como ação de educação ambiental em escolas de Teresina

A Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMAM), desenvolve o programa “Teresina Mais Verde”. Dentro dele, o Núcleo de Educação Ambiental (NEA) promoveu uma ação educacional de conscientização para o desenvolvimento sustentável com a distribuição de mudas em uma escola particular da capital.

“A gente costuma dizer que plantar uma muda, muda tudo. Por isso, vamos amplificar essa ação para outras escolas em toda cidade. Hoje, estamos aqui fazendo a distribuição de 100 mudas de árvores diversas, nativas e frutíferas, para as crianças e suas famílias. O que a SEMAM quer é incentivar e resgatar em cada um de nós a vontade de construir uma cidade melhor”, explicou Naisis Castelo Branco, gerente do NEA.

DOAÇÃO
Teresina possui hoje dois viveiros para distribuição de mudas na cidade. Um na zona Leste, localizado na avenida Raul Lopes, ao lado da Ponte da Primavera e um na zona Norte, que fica ao lado do Jardim Botânico, do Mocambinho.

Os interessados devem apresentar um documento de identificação com foto e um comprovante de endereço. Cada pessoa tem direito a até 10 mudas de árvores nativas e frutíferas.

Teresina possui hoje dois viveiros para distribuição de mudas na cidade Foto (Ascom/SEMAM)

Construção da Marginal Sul foi tema de reunião entre Semam e Sdu Sul

Em reunião gestores trataram da obra e de impactos no meio ambiente / Foto: Ascom Sdu Sul

O Superintendente de Desenvolvimento Urbano Sul (SDU/Sul), Alípio Paiva, esteve reunido na manhã desta quinta-feira, 28, com a Secretária Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semam), Elisabeth Sá, para alinharem as ideias acerca dos próximos encaminhamentos na construção da Marginal Poty Sul.

De acordo com o superintendente, essa reunião é importante para que o desenvolvimento urbano e o meio ambiente andem juntos. “Em relação a essas obras, o meio ambiente sempre, vai e deve, falar primeiro. Então, essa reunião foi para unificarmos nossas ideias sobre os procedimentos, no que tange às questões ambientais e a construção da Marginal Sul, para posteriormente prestarmos esclarecimentos ao Ministério Público”, explicou Alípio Paiva.

A secretária da Semam reconhece a importância da obra, mas destaca a preservação do meio ambiente “Nós traçamos metas para essa obra que será um marco na mobilidade urbana da nossa cidade. Sempre lembrando de auxiliar esse desenvolvimento com as questões ambientais, como orientação do nosso prefeito Doutor Pessoa” destacou Elisabeth Sá.

A Marginal Poty Sul, que tem sua construção dividida em três etapas, ligará a zona sul e leste da cidade, desafogando significativamente o trânsito entre essas zonas.

SEMAM lança projeto de educação ambiental “Papo no Coreto”

Semam lança projeto “Papo no Coreto” (Foto: Ascom Semam)

Essa semana foi comemorado o Dia Mundial de Educação Ambiental. Aproveitando a data, e com a presença ilustre da Colorida, Arara vermelha que foi resgatada de um cativeiro na Zona Norte de Teresina e hoje é símbolo do projeto e a mascote do Batalhão de Policiamento Ambiental, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMAM), através do Núcleo de Educação Ambiental (NEA), lançou o projeto educacional “Papo no Coreto”.

Em datas alusivas ao Meio Ambiente, profissionais de determinadas áreas de proteção à natureza serão convidados para falar sobre a importância da sua profissão e também como as ações de conscientização e proteção são fundamentais para a preservação de espécies como a Arara Vermelha e o desenvolvimento sustentável do Meio Ambiente.

“Essa será uma ação educacional. Inicialmente, por conta da Pandemia, apenas os técnicos e servidores da SEMAM participarão das atividades. Mas, o que queremos é envolver cada vez mais a comunidade nessa questão. Queremos trazer as crianças para dentro do parque. O que elas aprendem hoje, usam amanhã na vida. E viver em sintonia e protegendo a natureza é o que queremos para o futuro delas”, explicou a secretária Elisabeth Sá.

Arara Vermelha é mascote do Batalhão de Policiamento Ambiental (Foto: Ascom Semam)

O primeiro convidado do projeto foi Ruthênio Junior, da Gerência de Planejamento da SEMAM, amante da Natureza e um conhecedor das belezas naturais do Piauí. Em alusão também ao dia do Engenheiro Ambiental, que se comemora nessa sexta-feira (29) ele falou sobre os impactos das atividades econômicas na Natureza.

“É importante falar sobre esse tema, principalmente nesse momento que estamos vivendo. Muito importante essa ação da Secretaria porque precisamos colocar no debate que cada vez mais precisamos preservar nossos recursos naturais e promover um desenvolvimento mais sustentável. Além de zelar pela conservação do meio ambiente e pela preservação de espécies ameaçadas de extinção, o engenheiro ambiental também se preocupa com a promoção e proteção da saúde humana”, destacou.

SEMAM multa e embarga boate que funcionava irregularmente durante a pandemia

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMAM) determinou a suspensão das atividades da Boate “The Lounge”, localizada na avenida João XXIII, zona Leste de Teresina, até a emissão da licença ambiental de operação. Além disso, também multou o estabelecimento. A secretaria já notificou o Ministério Público do Piauí sobre decisão.

O Ministério Público abriu um procedimento para apurar o funcionamento de casas de show durante a pandemia depois da Boate “The Lounge” anunciar um show da banda Calcinha Preta, que seria realizado no dia 15 de janeiro de 2021.

A SEMAM, através do núcleo jurídico da Assessoria Técnica Especializada, foi informada e verificou que o estabelecimento estava operando suas atividades de forma irregular. A Boate “The Lounge” não tem a licença ambiental de operação, que precisa ser emitida pela SEMAM para funcionar.

“Não sabemos como esse estabelecimento estava funcionando e promovendo festas se não tinha nem a licença mais urgente e obrigatória para funcionar. Não estou aqui para falar de como era feito antes, mas, a partir de agora, tudo será feito com transparência e dentro da lei”, garantiu a secretária Elisabeth Sá.

Considerando as medidas restritivas, conforme decreto estadual número 19.187/2020, os eventos realizados em ambientes fechados de espaços privados deverão seguir uma série de normas de segurança e cumprir com todos os protocolos de higiene e sanitários.

Diante disso, e até que todas as providências sejam tomadas, a SEMAM multou e embargou o estabelecimento com base no artigo 66, do decreto federal 6.514/2008. A multa para esses casos varia de R$ 500 a 10 milhões de reais.