Oficina capacita mulheres do serviço Florescer para produção de ovos de Páscoa

A capacitação é um dos alicerces da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM), que garante a possibilidade de renda extra para as mulheres em situação de vulnerabilidades atendidas pelo serviço Florescer em toda Capital.

Nesta terça-feira (22), as assistidas pelo Florescer Salobro, na zona Rural de Teresina, iniciaram a oficina profissionalizante de chocolate, para confecção de ovos de Páscoa. “O objetivo é preparar as 15 mulheres participantes para terem uma renda extra, nesse período de páscoa que se aproxima, aprender a fazer, produzir para revenda”, explica a coordenadora da unidade, Francisca Araújo.

A oficina ocorreu das 8h às 12h, com duração de 4 horas de aprendizado. Segundo a assistente social da SMPM, Caroline Leal “o intuito desse tipo de atividade é a inserção produtiva das mulheres atendidas no serviço Florescer”.

Oportunidade de Renda

Para auxiliar na melhoria da renda familiar, ao final da oficina as 15 participantes também receberam um kit inicial de formas e embalagens para iniciar seu próprio negócio, ofertado pela Fundação Cajuína.

“Ao final da oficina foi entregue um kit para cada mulher, com objetivo de que nossas acolhidas já iniciem as produções, é um primeiro passo para as produções”, vibra a coordenadora.

Foto: Divulgação (SMPM)

Audiência na Câmara Municipal discute políticas públicas voltadas para mulheres em Teresina

Representantes da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres, participaram na manhã desta quinta-feira (17), de uma audiência da Câmara Municipal de Teresina, para tratar de políticas públicas em defesa dos direitos das mulheres no município. O ato teve participação de parlamentares, gestores públicos e de membros de movimentos sociais.

Duas mulheres vítimas de violência doméstica enviaram um pedido à Câmara Municipal para realização da audiência, visando discutir a situação de vulnerabilidade das mulheres. A sessão foi presidida pelo vereador Evandro Hidd.

Na plenária, a secretária Karla Berger, apresentou dados da gestão sobre as ações efetivas oferecidas pelo Centro de Referência da Mulher em Situação de Violência – Esperança Garcia (CREG), serviço vinculado à Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM) da Prefeitura de Teresina, ao longo de 2021.Um dos objetivos da comissão é propor que mais recursos sejam assegurados a ações de atenção à mulher.

“Estamos realizando um grande trabalho nas áreas de prevenção à violência” destacou Karla Berger, que adiantou: “precisamos melhorar ainda mais os nossos serviços, se conseguir através de emendas parlamentares, vocês imaginam o quanto isso será bom para todas as mulheres”.

Thatiana Seixas, da União Brasileira das Mulheres do Piauí (UBMPI), falou sobre como a união de vários entes podem ajudar na proteção dessas mulheres. “Ė preciso uma integração porque a política pública tem que ser feita em toda cidade na segurança, no transporte, na saúde”, ponderou.

Na reunião ainda foram definidos encaminhamentos sobre a construção do Hospital da Mulher, um abrigo municipal para as mulheres vítimas de violência sexual e a entrega regular de absorventes nas UBSs. Integrantes do Ministério Público (MPPI), da Guarda Maria da Penha também discutiram assistência pública garantindo que as vítimas tenham condições de readaptar a sua vida longe do contexto da violência.

Foto: Divulgação (SMPM)

Prefeitura de Teresina realiza ações integrativas de serviços da mulher em situação de vulnerabilidade ou violência

A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (SMPM), deu início as ações integrativas entre o Florescer (serviço que funciona de portas abertas para toda e qualquer mulher de Teresina em situação de vulnerabilidade) e o Centro de Referência Esperança Garcia (CREG), na tarde de terça-feira (15), com a execução de rodas de conversas sobre os serviços jurídicos, assistência social e direitos da mulher para as assistidas em todas as unidades do Florescer.

O Florescer Norte abriu a ação recebendo cerca de 40 mulheres e moradoras da região. A psicóloga do CREG, Vivian Reis, conduziu a conversa com dinâmicas sobre o tema “Violência psicológica e Direitos das Mulheres”.”O intuito é falar da violência psicológica, mas queremos que elas reconheçam e fiquem atentas a qualquer outro tipo de violência que pode acontecer”, observa a especialista.

Segundo a coordenadora do Florescer no bairro Matadouro, Aline Guajajara, o encontro levou esclarecimentos para fortalecer as mulheres que passam por situações de violências, além de levar informações sobre os serviços do CREG. “É uma integração importante para que elas percebam se estão vivenciando algum ciclo de violência ou não. É um momento para que ela conheça o CREG e se sinta realmente pertencente ao serviço da Secretaria da Mulher”, enfatizou a coordenadora.

Ações de atendimento a mulher em situação de vulnerabilidade. Fotos: Ascom SMPM

Para Maria Clara, mãe de uma criança no Florescer, o momento levou informações essenciais para o público feminino. “Eu encontrei meu espaço e tirei muitas dúvidas sobre como devemos nos comportar num relacionamento abusivo, tem que haver uma concordância”, frisou.

Rede de atendimento

A Prefeitura de Teresina mantém o Serviço Florescer que atende mulheres em situação de vulnerabilidade e seus filhos entre 1 ano a 2 anos e onze meses de idade em Teresina. Ao todo são quatro unidades em Teresina. Na sede são desenvolvidas ações que promovem a qualificação profissional, empoderamento feminino, além de estimular o desenvolvimento psicossocial para crianças.

O CREG atende mulheres de 18 a 59 anos em situação de violência doméstica, familiar e de gênero com uma equipe multiprofissional. O Centro está localizado na Rua Benjamin Constant, 2170 – Centro Norte e funciona de Segunda a Sexta, das 08:00 às 17:00h ou através dos telefones: (86) 3233-3798 / 99416-9451, que também é WhatsApp.

SMPM realiza entrega de kits de absorventes na zona Rural de Teresina

O dia de trabalho da equipe da Secretaria Municipal de Políticas Públicas Para Mulheres (SMPM), na manhã deste sábado (12), foi ao encontro das mulheres do Povoado Grande Alegria, Zona Rural Sul de Teresina, para realizar a entrega de kits de absorventes. A ação também levou informação e cuidados com a saúde da mulher.

Cerca de 50 mulheres foram beneficiadas com os absorventes entregues, além de preservativos. No encontro, a equipe da articulação da SMPM apresentou os serviços de acolhimento e ações da Secretaria.

“É um compromisso tratar do cuidado e saúde das mulheres, além disso estamos atentas com as moradoras da comunidade sobre as violências pelas quais as mulheres vivenciam e a importância de procurar os serviços da SMPM no enfrentamento e proteção”, declarou a secretária da Mulher, Karla Berger.

De acordo com Ennya Borges, do Núcleo de articulação o intuito é prevenir a pobreza menstrual, que disponibiliza absorventes para pessoas que muitas vezes não têm condição de adquirir com recursos próprios.

A comunidade do Povoado Grande Alegria também recebeu serviços de cidadania da Fundação Wall Ferraz como corte de cabelo e cadastro de currículos.

Conselho Municipal da Mulher realiza audiência sobre feminicídio na praça do Esplanada

Com o intuito de fortalecer os direitos das mulheres, a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres participou na tarde de sexta-feira (11), de uma audiência pública na praça do Esplanada, zona Sul de Teresina, para tratar do feminicídio. O encontro foi promovido pelo Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Teresina (CMDM), em alusão ao Dia da Conselheira.

“Já ocorreu diversos feminicídios este ano em Teresina. Estamos aqui para mostrar que essa é uma ação para combater este tipo de violência. Nossa luta é para mostrar para a sociedade que as mulheres não estão sozinhas”, pontuou a presidenta do CMDM, Dra. Cleide Holanda.

Titulares que compõem o CMDM, o vereador Luís André, lideranças comunitárias, coordenadoras do Florescer e equipes da Fundação Municipal de Saúde e do Batalhão de Operações (Rone) da Polícia Militar, participam. A audiência teve o apoio da Secretaria da Mulher (SMPM).

“Vivenciamos o feminicídio em Teresina. É importante que todos parlamentares disponham recursos para ajudar no combate a violência contra mulher e que as entidades regulamentadas possam fiscalizar e cobrar do poder público”, afirmou o vereador Luís André.

A audiência contou com atrações culturais que levaram esclarecimentos à população sobre os direitos femininos. “É o momento de prezar pelo respeito e temos o dever de resguardar e defender as mulheres”, disse Capitão Mota.

O CMDM reforçou seu papel para resguardar os direitos das mulheres e na quarta-feira, (10), a Prefeitura de Teresina, inaugurou a sede do órgão no prédio onde funciona o Balcão do Trabalhador, na Rua Álvaro Mendes, Centro.

PMT realizará evento alusivo ao mês das Mulheres no Parque da Cidadania

A Prefeitura Municipal de Teresina, através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEMEL), Fundação Wall Ferraz (FWF), e Fundação Monsenhor Chaves (FMC), realizará no próximo sábado (12), às 16 horas, no Parque da Cidadania, o evento “DIA M”, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher.

Foto: Divulgação (Semel)

“Estamos felizes em poder dar esse presente para a população teresinense, em especial às nossas mulheres. Estamos preparando uma programação especial para comemorar esse dia tão importante para todos nós. Aguardamos todos vocês!”, destacou o secretário municipal de esporte e lazer, Eduardo Draga Alana.

O evento contará com diversas atividades como dança, aeróbico, jogos, através da SEMEL, bate-papos interativos e atrações musicais, oferecidos pela FMC. Além disso, serão ofertados vários serviços especiais como: corte de cabelo, maquiagem e cursos realizados pela Fundação Wall Ferraz.

O presidente da FWF, Maykon Silva, ressaltou a importância do evento para a população teresinense. “A Fundação Wall Ferraz tem o compromisso de levar essas atividades de ação cidadania para a população, contamos com a sensibilidade do prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, para que cada vez mais, possamos realizar esses momentos que proporcionam cidadania, lazer e construção social. Neste sábado, vamos realizar uma tarde de atividades em parceria com a SEMEL, o projeto Dia M, que é em alusão ao dia da Mulher, vamos levar as atividades de corte de cabelo feminino, maquiagem, esmaltação e design de sobrancelhas. Todas as nossas ações sociais do mês de março serão voltadas para as mulheres”, disse Maykon Silva, presidente da Fundação Wall Ferraz.

O Dia 8 de março, Dia Internacional das Mulheres, teve origem no movimento operário e se tornou um evento anual reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU). O secretário da Fundação Monsenhor Chaves, Ênio Portela, enfatiza a importância da valorização artística das mulheres: “Precisamos dar mais evidência para as artistas mulheres de Teresina que ainda estão buscando o seu espaço, que, apesar de estarmos em 2022, infelizmente, ainda tem muito menos espaços dos que os homens. A nossa ideia é mostrar, valorizar as artistas Teresineses e dar os destaques quer elas merecem. Esse é um padrão da fundação, nós sempre vamos valorizar o trabalho artístico das mulheres, em especial na música, que possui grande cantoras, mas que não são tão valorizadas.”

Veja a programação:

Foto: Divulgação (Semel)

Prefeitura lança projeto de atividades terapêuticas com mulheres no Florescer

O projeto voluntário é ministrado com a terapeuta holística da Casa Prana Terapias, a assistente social Natalia Frota Fotos(Ascom/SMPM)

O trabalho de assistência à mulher em situação de vulnerabilidade ganha um cuidado a mais. A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM), lançou, nessa quinta-feira (10), o projeto “Quinta da Mulher Confiante”, que desenvolve atividades terapêuticas, na sede do serviço Florescer Sudeste, no bairro Alto da Ressurreição, zona Sudeste da cidade.

O projeto voluntário é ministrado com a terapeuta holística da Casa Prana Terapias, a assistente social Natalia Frota e trabalha com práticas integrativas de saúde como Reike, Meditação guiada, Hoponopono, EFT.

“O ‘Quinta da Mulher Confiante’ visa o auto amor e o auto perdão, sobretudo das mulheres, muitas vezes, que são esquecidas pela sociedade ou maltratadas por seus familiares, decepcionadas por seus companheiros”, justificou .”As práticas visam o autoconhecimento onde elas ganham novas percepções sobre si mesmas”, acrescenta Natalia.

A primeira turma do curso recebeu 30 mulheres onde elas praticaram técnicas de relaxamento e meditação. Os encontros acontecem quinzenalmente, sempre às quintas-feiras, das 14h30 às 17h. Todas as unidades do Serviço Florescer nas zonas Norte, Sul e Rural também receberão as atividades terapêuticas ao longo dos semestres.

“Gostei porque trabalhei a concentração, o espírito, o toque, a respiração trazendo o bem-estar”, conta Luana Santana, umas das mães atendidas pelo Florescer. Para Aliviará dos Santos, outra assistida, o momento é muito produtivo. “Foi uma atividade leve e muito importante para o autoconhecimento”, ressaltou.

A coordenadora do Florescer Sudeste, Maria de Lourdes, falou sobre a alegria de dar início às aulas no mês da mulher.

“É uma atividade a mais e fundamental para a saúde do corpo e mente das mulheres. São horas de melhor conforto ofertada em um serviço de qualidade, todas as assistidas ficaram fortalecidas”, avaliou a coordenadora.

Servidoras da Semcaspi são homenageadas no Dia Internacional da Mulher

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), por meio da Gerência de Políticas Integradas (GPI), promoveu nesta terça-feira, (08), a ação “Mulheres que Inspiram”, em alusão ao dia Internacional da Mulher. Dentre as atividades, estão: autocuidado, corte de cabelo, manicure, design de sobrancelhas e auriculoterapia; palestras, feira de empreendedoras e exposição de histórias de servidoras.

De acordo com Allan Cavalcante, secretário da Semcaspi, a data traz a reflexão da importância das mulheres na sociedade. “8 de março é com certeza uma data emblemática, não apenas pelas conquistas das mulheres já alcançadas, mas também por novas conquistas, novos olhares e por novos espaços. A Semcaspi tem um público maior de servidoras mulheres e nada mais justo que homenageá-las”, pontuou.

Segundo Karol Pinheiro, gerente de Políticas Integradas, a ação “Mulheres que Inspiram” é para valorizar e acolher as mulheres servidoras no Dia Internacional da Mulher.

“A Semcaspi de modo muito carinhoso e feliz realizou o “Mulheres que Inspiram”, para a gente lembrar desta data histórica, que nos traz grandes desafios, muitas perspectivas e muitos exemplos de superação, que estão ilustradas na exposição, nos corredores da sede da secretaria, ações de autocuidado, uma feira de empreendedorismo, uma forma de parabenizar estas mulheres servidoras”, ressaltou.

Andreia Abreu, serviços gerais, mesmo não abrindo mão de se produzir no dia a dia, aproveitou o momento para fazer design nas sobrancelhas e pintar as unhas. “A ação está muito boa! Tem várias coisas para fazer. Me senti valorizada e já quero fazer minhas sobrancelhas e as unhas”, destacou.

 

O “Mulheres que Inspiram” contou com a parceria da Fundação Wall Ferraz (FWF); Fundação Municipal de Saúde (FMS) e Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC).

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

A ação “Mulheres que Inspiram” também realizou palestras e dinâmicas em grupo. Dentre os convidados, está o psicólogo Mateus Rodrigues, gerente do Cras Norte V, que promoveu a dinâmica sobre inteligência emocional.

“A dinâmica foi pensada para esta ação e tem como objetivo colocar as participantes como protagonistas da atividade, ressignificando dificuldades e os desafios, com experiências compartilhadas”, comentou.

FMC reúne servidoras em homenagem ao Dia da Mulher

Nesta terça-feira (08), se comemora o Dia Internacional da Mulher e para celebrar a data, a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), realizou uma série de atividades para homenagear as servidoras. Durante o evento, que ocorreu na própria sede da FMC e contou com a animação de Lene Alves e Dam Bezerra, as servidoras contam com serviços de massagem, design de sobrancelhas e ainda atividades recreativas.

Segundo Ênio Portela, presidente da FMC, a gestão municipal e o prefeito Dr. Pessoa, vem buscando meios para valorizar ainda mais as servidoras que tanto se dedicam em seus ambientes de trabalho. Ele conta também que além das servidoras, os projetos também estão ganhando um olhar especial, atraindo cada vez mais um número maior de mulheres.

“A cultura sempre foi muito bem ligada a presença feminina, aos poucos as mulheres vêm conquistando seus espaços que são de direito. Nossa gestão quer fortalecer a presença feminina nos espaços culturais”, afirma Ênio Portela, que durante o evento falou às mulheres presentes sobre as ações de inclusão feminina.

A diretora da Biblioteca Fontes Ibiapina, Antônia Neves, conta que como mulher, se sente valorizada nessa gestão, para ela é notório que as mulheres vêm ocupando cargos de destaque. Ela cita como exemplos Janara Ribeiro, que é diretora do Teatro João Paulo II, Celene Fernandes, Gerente de Promoção Cultural, Silmara Castro, Gerente de Patrimônio Histórico e Cultural, entre outras.

“É bom trabalhar em um ambiente onde a mulher é tratada de igual para igual. Nesta data temos muito a comemorar, mas também é uma data para lembrar que a luta por todas as mulheres não pode parar”, conta Antônia Neves.

Para mais informações sobre as atividades culturais promovidas pela gestão municipal, basta acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br ou seguir o instagram @cultuta_the.

CMEIs comemoram o Dia Internacional da Mulher

O dia 8 de março é marcado pela comemoração do Dia Internacional da Mulher e os Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) preparam atividades em alusão à data para homenagear suas professoras, alunas e comunidade escolar feminina como um todo.

Nos CMEIs Raquel de Queiroz, localizado na Cidade Industrial, e Castro Alves, na região do Angelim, o dia começou com um café da manhã bem reforçado e com a distribuição de mimos para as professoras e funcionárias que compõem as unidades de ensino. “Tudo feito de forma singela, mas com muito amor para homenagear nossas companheiras de trabalho”, declara a diretora do CMEI Castro Alves, Liza Mariana Cardoso.

Com as aulas em formato híbrido da Rede Municipal, o CMEI Nossa Senhora da Paz organizou sua homenagem presencial, com um lindo cartão para receber as mulheres no momento da retirada das atividades da unidade e por meio das aulas on-line tarefas para conscientizar os alunos da importância da data.

“Organizamos um cantinho para todas as mulheres que vierem pegar as tarefas dos seus filhos. Todas receberam um cartão elaborado por nossa equipe. Nas aulas on-line, lançamos o desafio para nossos estudantes abraçarem e parabenizarem as mulheres de sua família e registrarem o momento, postando fotos ou vídeo em nosso grupo de comunicação”, finaliza a diretora Rosiane Abreu.

CMEI Raquel Queiroz / Fotos: Ascom Semec

CMEI Castro Alves

CMEI Nossa Senhora da Paz