Saad Sudeste finaliza urbanização do canteiro central da avenida José Francisco de Almeida Neto

Canteiro da avenida principal do Dirceu foi modernizado Fotos(Ascom/Sadd Sudeste)

A avenida José Francisco de Almeida Neto (principal do Dirceu) está mais moderna. A Saad Sudeste finalizou a urbanização do canteiro central com pisos inter travados, trazendo mais beleza para a conhecida via de Teresina.

O canteiro da avenida Gil Martins já foi contemplado e agora a obra agora segue para a Joaquim Nelson. O investimento completo de todas as vias é de R$ 1.101.342,59, realizado com recursos de operações de crédito.

O superintendente da Saad Sudeste, Zé Nito, comemora a entrega de mais essa obra para a comunidade. “Estamos muito felizes em entregar mais essa etapa, uma avenida novinha para todos. A avenida principal do Dirceu é uma via muito importante de circulação da zona Sudeste e agora ela está mais bonita e moderna. Seguiremos para a avenida Joaquim Nelson”, afirma Zé Nito.

“Além da estética, o piso inter travado facilita a manutenção, pois é mais fácil de ser encontrado no mercado que outros tipos de pedras”, explica o gerente de obras da Saad Sudeste, Nairon Soares.

Eturb conclui asfaltamento de vias na Zona Norte de Teresina

Dando continuidade aos trabalhos de recuperação do asfalto em Teresina, a Eturb (Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano) concluiu nessa quarta-feira (12) a pavimentação de cinco vias que dão acesso ao campus da Uespi (Universidade Estadual do Piauí), no bairro Pirajá, na Zona Norte. A medida visa ajudar tanto os moradores da região quanto o tráfego local, que inclui também estudantes e docentes.

Com um orçamento avaliado em R$772.990,00 (setecentos e setenta e dois mil novecentos e noventa reais), e conclusão em 27 dias, a pavimentação asfáltica revitalizou as ruas Rio Grande do Norte, Paraíba, Alagoas e Avenida Pernambuco, no trecho entre as ruas Rui Barbosa e João Cabral, além da rua Almir Fonseca, entre as ruas Ceará e Sergipe.

Para o presidente da Eturb, João Pessoa, a pavimentação tem como função melhorar o acesso da população a universidade, e promete novas intervenções em breve.

“Nosso objetivo principal foi melhorar a questão da acessibilidade, assim como melhorar a mobilidade urbana com a correção das vias que eram de calçamento e agora são asfaltadas. Mas não vamos parar por aí, iremos realizar um novo levantamento de outras vias do entorno, como por exemplo a rua Ceará, onde também faremos a correção”, afirmou o presidente.

João Pessoa ainda garantiu que, ao longo do ano, novas vias serão asfaltadas e recapeadas, com destaque para as grandes vias de acesso da capital.

“Teresina vai passar por algumas transformações com a recuperação de grandes vias, como a rua Amadeus Paulo, na Zona Norte, a Avenida Zequinha Freire, na Zona Leste, e a rua Batalha, no Buenos Aires. Vão ser investidos, ainda neste 1º semestre, em torno de R$10 milhões (dez milhões de reais) em pavimentação asfáltica em Teresina. Sabemos que não é o suficiente, mas vamos avançar cada vez mais”, apontou.

Buscando estar mais perto da população, a Eturb disponibiliza um contato para reparos das avenidas e ruas em Teresina. Basta enviar uma mensagem via whatsapp contendo as seguintes informações: localização, fotos e endereço para (86) 99470-6980, após solicitação, o local é colocado em rota para a realização do trabalho.

Fotos: Ascom Eturb

Obras da Rede Cicloviária Mínima na Avenida João Antônio Leitão seguem em ritmo acelerado

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), por meio da Diretoria de Trânsito e Sistema Viário, segue em andamento acelerado com as obras da Rede Cicloviária Mínima na avenida João Antônio Leitão, na Piçarreira, zona Leste de Teresina. A obra faz parte do Plano Cicloviário de Teresina elaborado em 2015.

Fotos: Ascom Strans

Segundo o projeto, a ciclovia consistirá em duas pistas localizadas nas laterais do canteiro, tendo cada uma 1,5 mts de largura.

De acordo com o diretor de Trânsito e Sistema Viário da Strans, Pádua Vasconcelos, na avenida João Antônio Leitão está sendo construída uma parte da obra da Rede Cicloviária Mínima, que é uma ligação entre as redes cicloviárias e as ciclofaixas que já existem em Teresina.

“Estamos usando nessa obra um tipo de piso paver drenante, esse piso não aceita o acúmulo de água, pode chover à vontade, ele é feito com concreto poroso, através do qual a água drena com facilidade, uma evolução da engenharia junto a sustentabilidade. É a tecnologia que a Strans está usando para deixar a região mais transitável para quem usa o modal de ciclofaixa, e até para melhorar também a circulação dos pedestres, e deixar mais embelezada a nossa avenida João Antônio Leitão, na Piçarreira”, destaca o diretor Pádua Vasconcelos.

Neste momento, está sendo feito o segundo trecho da obra.

“A previsão é que esse serviço seja concluído até o meio da semana que vem. E até fevereiro, estaremos ligando a avenida Kennedy até a avenida Zequinha Freire, no final da avenida Maria Antonieta Burlamaqui, uma obra da Prefeitura de Teresina”, conclui o diretor.

A Rede Cicloviária Mínima contempla a menor extensão capaz de conectar os trechos já existentes de infraestrutura cicloviária, ou seja, tem a função de estabelecer a ligação dos trechos de infraestrutura cicloviária já existentes, seja através de ciclovias, ciclofaixas ou vias de trânsito compartilhado, assim, fechando o sistema e garante a ligação troncal entre as quatro zonas da cidade.

Obras da Praça da Telemar são retomadas na zona Norte de Teresina

A obra da Praça Jornalista Paulo de Tarso, conhecida popularmente como Praça da Telemar, no bairro Mocambinho, foi retomada no início da última semana, de acordo com a Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas Norte (SAAD Norte).

Após passar por problemas no financiamento junto ao Banco do Brasil, a Prefeitura de Teresina conseguiu sanar as pendências burocráticas e as obras foram reiniciadas. De acordo com Ana Paula Santana, superintendente da SAAD Norte, o local estava abandonado e necessitando de melhorias emergenciais para melhor atender a população da região.

“A Praça já estava precisando de uma revitalização e de uma melhoria paisagística. Com a reforma, o local terá espaço para atividades físicas, apresentações artísticas e praça de alimentação”, explicou a superintendente Ana Paula Santana.

Recentemente, vândalos ocuparam o espaço e furtaram parte do material que estava disponível no local. Contudo, a empresa responsável pelos serviços foi notificada para que melhorasse a segurança no local.

O orçamento total foi de R$ 674.408,32 com recursos do Banco do Brasil. A Praça está sendo revitalizada, com a instalação de um piso intretravado, área para eventos com palco, camarim, banheiros com acessibilidade, playground, praça de alimentação, parada de ônibus. Além disso, a praça vai ganhar ainda bancos em madeira e concreto para jogos, lixeiras, bicicletário e pergolado.

Fotos: Ascom Saad Norte

SAADs se unem no combate aos alagamentos; veja ações

A Prefeitura de Teresina trabalha constantemente em ações contra os alagamentos na capital e com atendimento às famílias que perderam suas casas para as enchentes. Para isto, as Superintendências de Ações Administrativas Descentralizadas (SAADs) de todas as zonas da cidade estão intensificando seus serviços nos bairros.

A SAAD Norte, por exemplo, continua trabalhando na obra no Canal de Águas Pluviais do bairro Mocambinho. Assim como auxilia a retirada de famílias atingidas pelas enchentes e as encaminha para abrigos.

Obras do Canal de Água Pluviais do bairro Mocambinho

Auxilio às famílias desabrigadas

Por sua vez, a SAAD Centro atua diariamente na limpeza de galerias e sarjetas do bairro Nova Brasília e entorno da Lagoa da região. A superintendência também retirou e abrigou moradores da Vila Apolônia que perderam suas casas para a enchente.

Limpeza de sarjetas e galerias na Zona Norte

Retirada de famílias desabrigadas na Vila Apolônia

A SAAD Sudeste trabalha na limpeza e revitalização de uma sarjeta na Praça dos Correios e em bueiros e galerias na região. Recentemente a SAAD pavimentou ruas do Monte Horebe e limpa diariamente regiões da zona sudeste como o bairro Deus Quer.

Revitalização e limpeza de sarjetas na Praça dos Correios

Pavimentação de ruas do bairro Monte Horebe

De acordo com o superintendente da SAAD Leste, James Guerra, sua superintendência está intensificando rotineiramente a construção da galeria na zona referida. Essa é uma obra muito esperada pelos teresinenses, pois a obstrução de escoamento das águas pluviais é um problema crônico na cidade.

Obras na galeria da Zona Leste

Como exemplos de ações contra os alagamentos na cidade, a SAAD também faz a limpeza de resíduos assoreados em bueiros e escoadouros da região.

Desobstrução de sarjetas e galerias assoreadas

A Gerência de Serviços Urbanos da SAAD Sul segue realizando diariamente o serviço de limpeza de galerias e córregos como maneira preventiva. Esse trabalho é essencial para reduzir os impactos do período chuvoso, pois facilita a drenagem e o escoamento correto das águas.

“Esse é um trabalho que já vem sendo feito mesmo antes das chuvas e deve continuar até o final do período chuvoso. Além de tudo isso, temos 12 bombas ativas, retirando água das lagoas e jogando nos rios. Não vamos parar até toda a população estar em segurança”, afirma o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Edmilson Ferreira.

SAAD Norte retoma obras estruturantes e investe na revitalização de espaços públicos

A superintendente da SAAD Norte, Ana Paula Santana, fez uma retrospectiva de sua gestão ao longo do ano de 2021. De acordo com ela, desde o princípio a gestão foi focada em reorganizar a estrutura administrativa e tocar as obras e ações que estavam paralisadas.

“Quando assumimos a gestão fomos tratar de nos inteirarmos sobre todas as obras, arrumar a casa, procurar o que estava dificultando o andamento dos serviços e dar continuidade na prestação dos serviços sem prejudicar a população. Tratamos de buscar os servidores para mantermos um diálogo e com uma equipe técnica e qualificada, assumimos os trabalhos e demos continuidade. Mesmo com todo o empenho que tivemos desde o primeiro dia, algumas situações retardaram a prestação de alguns serviços e a continuidade de algumas obras. Uma das dificuldades, foi a divisão da SAAD Norte e SAAD Centro. Apartir do momento em que o prefeito sentiu a necessidade de dividir, todo o trâmite burocrático fez com que passássemos a iniciar do zero os contratos, e reorganizar toda a estrutura administrativa da SAAD Norte”, disse a gestora.

Com a divisão, a SAAD Norte passou a administrar os serviços em apenas 20 bairros, incluindo aí uma série de vilas. Desde então, a gestão passou a trabalhar com foco nesses locais específicos, o que deu oportunidades de desenvolver o trabalho de forma mais objetiva.

“Atuamos com uma equipe técnica muito bem preparada e organizada. Temos uma equipe de planejamento que atua na organização dos projetos. Temos a equipe da GSU que atua na limpeza pública, da GOS que atua na execução de obras; equipe de urbanismo, de fiscalização e habitação. Hoje temos uma SAAD estruturada, organizada e que trabalha com planejamento estratégico. Mensalmente realizamos reuniões com todos os gerentes e nosso corpo técnico, para que possamos avaliar os serviços e planejar as ações, de curto, médio e longo prazo. Quase que diariamente temos também reuniões com o prefeito, para alinhamento dos projetos e execução das ações”, explicou.

RETOMADA DE OBRAS

Vencida a etapa burocrática, da divisão da SAAD, a gestão a trabalhar a retomada de muitas obras estruturantes que estavam paralisadas, ou por conta da pandemia ou pela burocracia imposta pelo processo legal de criação de novo CNPJ ou atualização de financiamentos.

“Hoje estamos com uma série de obras sendo tocadas, mas destaco aqui especialmente o Canal de Águas Pluviais do Mocambinho, uma importantíssima obra que está sendo urbanizada e levará mais segurança para aquela população e também a Ponte da UFPI, que está sendo relicitada e vai desafogar o trânsito em importantes vias da zona Leste, como a Presidente Kennedy e a Nossa Senhora de Fátima, ligando àquela região à zona Norte de Teresina”, detalhou.

REVITALIZAÇÕES

Um dos mais importantes serviços que está sendo executado e que não parou em momento algum, foi a revitalização e manutenção de espaços públicos. Atualmente, mais de 20 praças foram revitalizadas ao longo do ano de 2021, como a Praça do Itaperu, Parque Brasil, Parque Firmino Filho, Praça da Bíblia, Praça do Aroeiras, Nova Teresina, entre outros.

No total, a SAAD Norte também realizou a abertura e fechou canaletas em 21 pontos pela região. Ainda em relação a reformas de galerias foram executadas 17. Reparos em pavimentação foram executados 1.400m2. Já manutenções em prédios públicos foram 17.

“Nesse tocante, temos o Projeto ‘Essa Praça é Sua’, onde revitalizamos e entregamos uma praça a cada 15 dias para a comunidade. É um trabalho que não parou e continuamos desenvolvendo mesmo com as dificuldades impostas. Nossas equipes zonais também não pararam. Diariamente temos equipes em diversos bairros, realizando a manutenção de sarjetas e canaletas, facilitando assim, o esgotamento sanitário e o tráfego de pedestres e veículos. Os quatro cemitérios que estão sob gerência da SAAD Norte (Poty Velho, Santa Maria da Codipi, Santa Maria das Vassouras e Buenos Aires) e também passarão por uma ampla reformulação, incluindo padronização, organização e acessibilidade”, garantiu.

LIMPEZA PÚBLICA

A SAAD Norte possui atualmente cerca de 150 homens trabalhando diariamente nas ruas da zona Norte de Teresina, realizando serviços de capina, poda alta e baixa e o transbordo, limpeza e retirada de entulho de todas as ações todos os dias da semana.

“Mensalmente limpamos algo em torno de 50 quilômetros de ruas e avenidas. É um trabalho que buscamos intensificar, solicitando sempre mais equipes e trabalhando também de forma paliativa. Quando recebemos alguma reclamação ou solicitação, buscamos atender de forma emergencial. É um trabalho que contribui muito com o bem-estar social e com a vida do teresinense”, finalizou a superintendente.

SAAD Sudeste recebe repasse para reforma do mercado do Dirceu II

O superintendente de Ações Administrativas Descentralizadas – Sudeste, Zé Nito, assinou, nessa terça-feira (28), o convênio com a Caixa Econômica Federal para que seja realizado o repasse da emenda parlamentar do deputado Fábio Abreu, que será utilizado para a reforma do mercado do Dirceu II.

O repasse tem o valor de R$1.337.000,00 e vai permitir uma reforma estrutural. Segundo o superintendente, essa obra era um desejo antigo da população e trará muitos benefícios à região.

“É um projeto muito importante para todos. Sabemos que muitas pessoas utilizam e dependem daquele espaço, por isso temos escutado as reivindicações e vamos garantir as melhorias necessárias para manter o mercado sempre em ótimo funcionamento e com segurança”, afirmou Zé Nito.

Foto: Divulgação (SAAD Sudeste)

SAAD Centro dá apoio a Eturb e prevê contrato de R$ 6 milhões para obras de asfaltamento

As obras de asfaltamento da rua Rui Barbosa no Centro de Teresina foram concluídas na noite desta terça-feira (28). A ação é uma parceria da Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano (Eturb) e da Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD) Centro.

O cronograma segue com ações na rua Eliseu Martins até a praça do Fripisa, além de um trecho da rua Coelho Rodrigues. A Eturb, que tem como presidente João Duarte, é responsável pelo asfaltamento, e a SAAD Centro, sob a superintendência de Roncalli Filho, atuou com apoio e logística.

O superintendente Roncalli Filho explicou também que está previsto um contrato de R$ 6 milhões, destinados pelo governo do estado, para contratação da Eturb e para efetivação de mais obras de mobilidade na capital.

“Isso é algo muito bom para a capital, porque vamos fazer essa contratação com a Eturb de um asfalto 42% mais barato e com uma qualidade muito boa. Então, é uma parceria na qual nossa capital só terá a ganhar”, avaliou o superintendente da SAAD Centro.

SAAD Sul implementou mais de 39.704, 29 m² em pavimentação nos bairros da região

Em 2021, a Superintendência de Ações Administrativas Sul (SAAD Sul), através de suas gerências, trabalhou duro para manter a zona sul da capital cada vez mais limpa e organizada. São mais de R$ 11,521,302, investidos em ações de melhoria urbana, desse valor cerca de R$2.183.736,18 foram utilizados para a pavimentação de diversos bairros, correspondendo a 39.704,29m2 de pavimentação. Além disso, diversas frentes de serviços avançaram nas grandes obras mobilidade urbana que estão sendo executadas na região, foram cerca de R$ 9.337.566,09 investidos na implantação da Via Sul, Canal da Vila da Paz e Galeria da Celso Veras.

Ainda esse ano foram entregues importantes componentes públicos como o Ginásio Poliesportivo do Lourival Parente, a base da Guarda Municipal Sul, a praça dos Carmélios no bairro Angelim, a reforma e construção do palco e vestiário da Vila Paraíso, reforma do da praça da Vermelha, reforma dos banheiros da praça das integrações no Parque Piauí, além das ordens de serviços para a pavimentação de diversas vias do Parque das Esplanadas, Lourival Parente e Vila Conquista que devem ser entregues ainda em 2022.

O superintendente da SAAD Sul, Juca Alves, falou sobre as importantes obras que foram aceleradas durante o ano de 2021 “Foi um ano de trabalho árduo, onde nos dedicamos a colocar pra andar obras importantes que estavam seguindo de maneira mais lentas. Demos grandes passos para acelerar o processo licitatório do Viaduto da Tabuleta, que já está em andamento, e estamos com diversas frentes de serviços sendo executadas na estrada da Alegria. Além disso, estamos pavimentação 13 vias do Polo Empresarial Sul, que era uma demanda antiga dos empresários e moradores da região. Estamos cuidando da nossa gente e esse é um pedido direto do prefeito Doutor Pessoa”, explicou o superintendente.

Limpeza

A Gerência de Serviços Urbanos Sul, atuou na capina e varrição dos 123 bairros e vilas que representam a zona sul de Teresina. Entretanto os bairros Irmã Dulce, Planalto Santa Fé, Promorar, Sete Estrelas, Esplanada, Palitolandia, Santo Antônio, Mário Covas, Justina Ribeiro e Zé Ribeiro, foram comtemplados com a limpeza completa mais de uma vez no ano de 2021.

Os mutirões de limpeza, que são feitos a parte e fora do cronograma da saad, foram realizados cinco vezes ainda no primeiro semestre de 2021, e recentemente no bairro Irmã Dulce. Além disso foram realizadas mais de 70 intervenções em campos de futebol, 230 intervenções de limpeza em praças e áreas verdes, 169 intervenções em galerias e córregos; visando diminuir os impactos causados pelo período chuvoso.

Foram feitas ainda 60 intervenções de limpeza nos principais corredores da zona sul, manutenções semanais de limpeza de todas as paradas de ônibus da zona sul, e 52 intervenções em UBS, UPA, Cras, Batalhões da Polícia Militar, Hospitais, Escolas municipais e Lavanderias.

O Gerente de Serviços Urbanos, Islanilton Gomes, destacou as intervenções feitas nos cemitérios “Todos os cemitérios da Zona Sul, que se encontravam em estado de abandono, foram limpos por completo quatro vezes durante 2021. Temos a felicidade de poder dizer que realizamos a limpeza de lugares que há muito tempo haviam sido esquecidos pelo poder público, mas conseguimos limpar e revitalizar esses espaços com nossas ações”, destacou.

Fiscalização

Já a Gerência de Controle e Fiscalização, atuou na fiscalização de terrenos baldios, publicidades irregulares, notificação de trailers, notificação de resto de Obras obstruindo o passeio público, foram um total de 480 notificações e 130 autos de infrações realizados durante todo o ano.

“Nós realizamos grandes ações a fim de garantir o cumprimento do código de obra e código de postura do município e lei orgânica. Tivemos uma olhar especial para a conservação e limpeza de terrenos baldios, notificando o proprietário a cerca da sua responsabilidade de realizar a construção de muros e calçadas dos sei imóveis baldios, e também promovemos a regularização de trailers junto ao setor de licenciamento. Foi um ano intenso de trabalho para manter a zona sul organizada, e em 2022 faremos muito mais”, informou o Gerente da Controle e Fiscalização da SAAD Sul, Maxsuel Santílio.

Lagoas do Norte encerra 2021 retomando obra do Canal do Matadouro

O ano de 2021 está encerrando com retomada de obra do Programa Lagoas do Norte no bairro Matadouro. Estão sendo investidos R$ 3 milhões na finalização do Canal do Matadouro, com recurso do Banco Mundial. A obra havia sido paralisada por conta da pandemia e será finalizada no primeiro semestre do próximo ano.

Essa obra tem significativa relevância para a drenagem das águas das chuvas que chegam de bairros situados mais acima e correm para as lagoas. Antigamente, esse canal era obstruído pelo acúmulo de lixo e as famílias que viviam na região sofriam com enchentes, doenças e falta de saneamento.

Na primeira etapa da obra, as residências situadas no meio do canal e que anualmente eram inundadas, foram desapropriadas. As famílias hoje vivem em casas dignas, com direito a um ambiente que lhes garanta higiene, esgotamento e estrutura adequada. Aquelas casas que permaneceram, receberam melhorias estruturais, como a construção de muros e drenagem.

Além disso, o Lagoas do Norte trabalhou na terraplanagem e estruturação do canal para que ele possa receber as águas das chuvas e fazer o escoamento até as lagoas de forma adequada, sem adentrar às casas. Foram implementadas ainda estruturas para que as pessoas possam atravessar de um lado para outro do canal, 4,3km de esgotamento, asfaltamento e pavimentação de ruas com paralelepípedos.

Nesta segunda etapa, a drenagem agora se concentrará nos dois últimos setores do terreno mais próximos da lagoa e serão realizadas obras de urbanização, conclusão de terraplenagem e aterro, inclusão de equipamentos públicos como lixeiras, bancos, iluminação, pavimentação, aparelhos de ginástica e brinquedos.

“Antes mesmo de ser concluída, essa obra já representa uma mudança significativa na vida das pessoas porque a água das chuvas já estão controladas com o que foi feito. Agora, estamos retomando para finalizar alguns pontos de drenagem e fazer a urbanização. O Canal do Matadouro era um local de acúmulo de lixo e estamos trabalhando para que ele se transforme em um ponto de prática esportiva e de convivência comunitária, integrado ao Parque Lagoas do Norte, beneficiando não apenas a comunidade que mora no entorno, mas todos aqueles que visitarem”, afirma Bruno Quaresma, diretor-geral do Programa Lagoas do Norte.