Obras da Avenida Ulisses Marques são retomadas e se encaminham para fase final

Com investimento total de mais de R$ 20 milhões, os serviços de execução da Avenida Ulisses Marques foram retomados. A Prefeitura de Teresina, por meio da SDU Leste, está dando andamento ao segundo trecho da via, localizado entre a Rua Dirce de Oliveira e o Setor de Esporte da UFPI. No local, o trabalho está na fase final da terraplanagem. Em seguida, será feita pavimentação asfáltica.

Segundo o Superintendente Executivo da SDU Leste, Ângelo Cavalcante, o primeiro trecho, entre a Avenida Presidente Kennedy e a Rua Dirce de Oliveira, já teve a pavimentação asfáltica concluída e a obra já se encaminha para a fase final. “Antes mesmo da pandemia, já estávamos executando as obras complementares da primeira etapa, responsáveis pelos serviços de meio-fio, sarjeta, parte dos passeios, serviço de drenagem superficial e a construção do muro para promover a separação entre a Avenida e o terreno da UFPI. Agora, retomamos a obra com força total no segundo trecho para finalizarmos o quanto antes”, destacou.

De acordo com as informações do Gerente de Obras e Serviços, Danilo Alien, a previsão para que o segundo trecho da Avenida esteja com asfalto finalizado é para a primeira quinzena de setembro. “Após finalizarmos as etapas de terraplanagem e asfalto no segundo trecho, encaminharemos para a etapa de conclusão, com serviços complementares, como drenagem, meio-fio, sarjeta e passeios”, frisou.

Ao todo, a via terá 4,6 km de extensão e ligará as avenidas Presidente Kennedy e Raul Lopes .Os recursos são provenientes do Ministério das Cidades e convênio com a Caixa Econômica Federal (CEF). A obra vai permitir a interligação da Avenida Raul Lopes a várias vias importantes da cidade.

Prefeitura retoma obras de unidades do Serviço Amor de Tia


A Prefeitura de Teresina retomou nesta quarta-feira (05) as obras das duas unidades do Serviço Amor de Tia na zona Sul. Os espaços, que estão em fase de conclusão, ficam localizadas na Vila Santa Rita e no Povoado Salobro, zona Rural da capital, foram projetados para atender 100 mulheres e 100 crianças. Além de trabalhar o empoderamento feminino, o serviço envolve diversas políticas, como saúde, assistência social e o componente econômico.

Segundo o Superintendente da SDU Sul, Paulo Roberto, responsável pela unidade da Vila Santa Rita, a obra teve uma pausa por conta da pandemia, mas deve ser concluída no mês de outubro deste ano. “Neste espaço funcionava o Centro de Produção da Vila Santa Rita e a Prefeitura investiu cerca de R$ 299 mil para transformar no Amor de Tia Sul I. A estrutura contará com auditório para realização de eventos, salas, coordenação e banheiros, entre outros”, explica.

Já o Amor de Tia Sul II, localizado no povoado Salobro na zona rural Sul, deve ser entregue ainda no mês de agosto. O espaço, onde funcionava uma creche, passou por reformas e adaptações em sua estrutura.

O Serviço Integral de atendimento às mulheres e suas crianças – Amor de Tia é um projeto único no Brasil. “É muito importante que a Prefeitura esteja ampliando esse atendimento.  Teresina já conta com duas unidades em funcionamento, zona norte e Sudeste. Além disso, outra será construída na região norte e está na fase de processo licitatório”, ressaltou a Secretária Municipal de Políticas Públicas para Mulheres, Macilane Gomes.

Para a vendedora Kelly Andreni, moradora da zona Sul há cerca de 23 anos, o espaço foi muito esperado. “Eu, por exemplo, desejo ser uma das beneficiadas e já estou na expectativa do início das atividades. Tenho certeza que deixando meu filho no local posso trabalhar tranquilamente. Sei que ele será bem acompanhado e cuidado”, afirma Kelly, que ganha um salário mínimo e não tem condições de contratar uma babá.

A dona de casa Claudete Vieira acredita que o serviço vai fazer muita diferença para a comunidade do povoado Salobro. “Muitas mulheres que moram aqui não trabalham por não terem com quem deixar seus filhos ou não tiveram acesso a algum tipo de curso de capacitação, que possibilitasse o trabalho autônomo. Com esse serviço, elas terão acesso à diversos cursos”, pontua.

SDU Leste trabalha na recuperação da Av. João Elias Tajra

A Superintendência de Desenvolvimento Urbano Leste (SDU Leste), por meio da sua Gerência de Obras e Serviços, está fazendo a recuperação da Av. João Elias Tajra. A Avenida estava com trechos danificados pela ação das chuvas e necessitava de serviços de recuperação.

“A acessibilidade é uma das principais missões da Prefeitura. Por isso, estamos atentos e vigilantes para buscar meios viáveis e possibilitar a recuperação dos trechos mais críticos da região”, esclareceu superintendente da SDU Leste, João Pádua, sobre a importância da recuperação de trechos pela região para os moradores.

Todos os serviços estão sendo executados com a adoção das normas de segurança em razão da pandemia de Covid-19, com trabalhadores fazendo uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

Para solicitar os serviços de reparo ou recuperação da SDU, além de colaborar com o trabalho da Prefeitura, a população pode usar os números (86) 99957-3709, (86) 99416-6141 e o (86) 99498-5183.

“Levar mais dignidade aos moradores que necessitam trafegar pelas vias é o nosso objetivo. Por isso, é importante que a população também possa nos ajudar. Vamos identificar o problema e, de acordo com a emergência, inserir a solicitação nas demandas da Gerência de Obras”, finalizou o superintendente executivo do órgão, Ângelo Cavalcante.

 

SDU Sul mantém quatro equipes para recuperar ruas e obras emergenciais

Ascom/SDU Sul

A SDU Sul está atuando com equipes na recuperação de ruas e obras emergenciais na região. Segundo lembra o superintendente Executivo Paulo Roberto, a meta é, principalmente, recuperar trechos de ruas que foram danificados pelas águas das chuvas. Um exemplo é o trecho de ligação entre as quadras F e G do bairro Torquato Neto.

“Não temos como parar nossas ações por completo, mesmo diante da necessidade de ficarmos todos em casas. Mas alguns serviços são realmente essenciais para a comunidade. Temos que manter a trafegabilidade nestes locais para garantir que as pessoas tenham condições de chegar e sair de casa, que ambulâncias e viaturas da polícia possam passar”, explicou.

Paulo Roberto explicou que as solicitações das comunidades estão sendo registradas e atendidas, respeitando uma programação encabeçada pelas situações mais urgentes. Outros exemplos de bairros que tiveram ruas recuperadas foram a Vila Irmã Dulce (Rua Estômato), conjunto Saci, Parque Sul e outros. Uma das ferramentas mais utilizadas no momento para fazer essas solicitações é o aplicativo Colab.

SDU Sudeste mantém serviços essenciais e de emergência 

Obedecendo às determinações da Prefeitura de Teresina, a Superintendência de Desenvolvimento Urbano Sudeste mantém em funcionamento os serviços considerados essenciais à população, como limpeza urbana e habitação. Os demais setores do órgão estão operando em regime homeoffice.

Na limpeza urbana, as equipes seguem com o cronograma de capina, varrição, poda, limpeza de galerias, cemitérios, praças e recolhimento de entulhos. Cerca de 144 colaboradores estão nas ruas executando o trabalho, com a adoção das medidas de segurança e proteção.

Também atua como serviço essencial e de emergência a equipe da Gerência de Habitação. Neste período de chuvas intensas e risco de enchente, as assistentes sociais fazem o pré-cadastro de famílias em situação de vulnerabilidade.

Segundo a gerente de Habitação da SDU Sudeste, Erineude Nunes, o trabalho consiste no condensamento de dados e treinamento das equipes. “Esse é um trabalho essencial para a cidade de Teresina no momento e que estamos realizando com todo o cuidado necessário. São pessoas em situação de risco que precisam e podem contar com o nosso serviço”, destaca a gerente.

O superintendente da SDU Sudeste, Evandro Hidd, ressalta que o trabalho da Prefeitura continua, mas que a população que puder deve ficar em casa.  “O trabalho das nossas equipes é indispensável porque a cidade e as pessoas precisam de nós. Mas se você tem a possibilidade de ficar em casa, respeite as orientações do Ministério da Saúde e se proteja. Assim estará ajudando a todo mundo”, solicita o superintende.

 

SDU realiza reunião com lojistas para explicar obra de acessibilidade no centro

Ascom/SDU Centro Norte

Com o objetivo de apresentar o projeto das obras de acessibilidade, realizadas centro de Teresina, a Superintendência de Desenvolvimento Urbano SDU Centro Norte realiza nesta sexta-feira (13), às 9h, na Casa da Cultura, uma reunião com os lojistas diretamente beneficiados pela obra.

De acordo com a coordenadora especial da área central, Constance Jacob, a reunião tem como objetivo conversar com os lojistas para explicar o projeto e os benefícios que a obra trará para a área central da cidade. “Faremos as intervenções nas calçadas da melhor foram possível para evitar conflitos. As calçadas passarão por uma requalificação ganhando piso adequado que vão garantir acessibilidade para todas as pessoas, inclusive aquelas com deficiência e dificuldades de locomoção”, explica.

Constance acrescenta que as adequações vão trazer para o local mais conforto para as pessoas que costumam fazer compras na área central. “Na verdade, o projeto contempla especialmente os pedestres e mostra a preocupação da criação de espaços confortáveis para as pessoas que frequentam o centro. Entendemos que espaços públicos de qualidade promovem o convívio entre as pessoas, o bem-estar além de incentivar o desenvolvimento econômico e a sustentabilidade do ambiente ”, disse.

Estão passando por requalificação, nesse primeiro momento, as vias públicas que estão localizadas no quadrante composto pelas ruas Álvaro Mendes, Paissandu, Barroso e a Avenida Maranhão. O principal objetivo do projeto é transformar a área em um espaço com total acessibilidade, onde o pedestre seja o protagonista.

O total investido será de R$ 2.287.970.77 e tem prazo de conclusão de 12 meses. Outras ruas do centro irão receber melhorias visando a acessibilidade como é o caso das ruas Coelho Rodrigues e da Rua Simplicio Mendes.

Prefeito assina contrato de financiamento de R$ 83 milhões para obras de drenagem

Renato Bezerra

Uma antiga demanda da população da zona sul será atendida pela Prefeitura de Teresina. O prefeito Firmino Filho assinou, na tarde desta quarta-feira (11), com a Caixa Econômica Federal, um contrato de financiamento no valor de R$ 83 milhões para construção de galerias de drenagem na região dos bairros São Pedro e Tabuleta. A previsão é que as obras iniciem ainda em 2020. (mais…)