Prefeito de Teresina assina termo de parceria com biblioteca comunitária na zona Sul

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, assinou nesta quinta-feira (21) o termo de parceria entre o município de Teresina, por intermédio da Secretaria Municipal de Educação (Semec) e o instituto Acolher H. Dobal, para fomento da pratica educacional na biblioteca Comunitária Ler é Preciso – Bruno Soares, no bairro Angelim, zona Sul de Teresina.

Fotos: Lucas Dias / Semcom

O espaço reúne salas com atividades para crianças e adultos, além de um acervo com mais de 8 mil obras literárias.
O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, ressaltou o compromisso de sua gestão em apoiar serviços que beneficie a população, ainda mais iniciativas como a reinauguração da biblioteca.

“É uma complementação do saber. Estamos aqui para apoiar todas as iniciativas, ainda mais quando contempla uma comunidade. Quero agradecer aos envolvidos, em especial o vereador Neto do Angelim, por essa iniciativa e queremos estar ajudando da melhor forma, visando o bem-estar educacional e intelectual das nossas crianças e jovens”, declarou o prefeito.

O secretário Municipal de Educação, Nouga Cardoso, destacou a importância de projeto além da sala de aula.

“Um avanço para a educação de Teresina, principalmente, para o bairro Angelim. Estamos também cumprindo uma determinação do prefeito Dr. Pessoa, de acolher as crianças não só no ambiente mais também no ambiente extra escola, em espaços como essa biblioteca. Queremos agradecer a todos pela a iniciativa e a determinação do prefeito em atender as nossas crianças”, afirma o secretário.

A coordenadora da biblioteca comunitária, Luma Costa, falou da satisfação em oferecer conteúdo a comunidade por meio da biblioteca.

“Só temos que agradecer essa pareceria. Sabemos que a nossa comunidade precisa muito, é carente desses serviços e hoje estamos realizando mais esse sonho. Proporcionar esse trabalho por meio da leitura é gratificante”, declarou.

A Biblioteca Comunitária Ler é Preciso – Bruno Soares foi criada no ano de 2000, por meio de um esforço conjunto da comunidade, a biblioteca do bairro Angelim, reinaugurada nesta quinta-feira, dia 21 de julho.

Com a melhoria do espaço será possível ainda a retomada dos trabalhos do Pelotão Mirim, para mais de 100 crianças do Angelim e região.

Eturb retoma obras de microdrenagem e recapeamento nas zonas Norte e Sul de Teresina

A Prefeitura de Teresina, por meio da Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano (ETURB), retomou, nesta terça-feira (19), as obras de microdrenagem e recapeamento na avenida Santa Me. Paulina, zona Sul, e na rua Parnaguá, zona Norte da capital.

Os dois trechos passarão por obras de recapeamento e microdrenagem. Na primeira fase dos trabalhos nas vias as equipes fizeram a fresagem, que é a remoção do pavimento antigo que já estava bem degradado, para a colocação da nova pavimentação. Também será feito serviço de microdrenagem (com a implantação de canaletas e sarjetas) nos pontos em que houver necessidade.

Segundo dados da Coordenação de Asfalto da Eturb, estão sendo investidos R$ 238.000,00 para a recuperação de 3.980 m² da rua Parnaguá. Já na avenida Santa Me. Paulina, o investimento é de R$ 325.000,00 para a recuperação de uma área de 5.407 m².

“A Eturb não está medindo esforços para realizar os trabalhos pelas ruas de Teresina. Essas duas obras, estão com previsão de serem concluídas até o dia 27 deste mês. Entendemos que são importantes para a nossa cidade, por isso estamos agilizando para entregar o mais rápido possível”, afirma João Duarte, presidente da Eturb.

FMS realiza testagem de hepatites nesta quarta (20) na Nova Ceasa

Essa é uma das ações do “julho amarelo” de prevenção das hepatites com a realização de testagem em instituições públicas e privadas Fotos(Ascom/FMS)

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina realiza testagem de hepatite B e C, nesta quarta-feira (20), das 8h às 11h30, na Nova Ceasa (zona Sul), para atender permissionários que trabalham no local e que já estão previamente agendados. Um outro atendimento no mesmo local acontece dia 27 deste mês.

Essa é uma das ações do “julho amarelo” de prevenção das hepatites com a realização de testagem em instituições públicas e privadas. Segundo estatísticas do SINAN, até junho de 2022, Teresina registrou 642 casos notificados dos vários grupos de hepatites virais nos últimos cinco anos. A maioria dos casos são de hepatites agudas sintomáticas e deve-se aos vírus A e B.

A diretora de Vigilância em Saúde da FMS, Amariles Borba, explica que a testagem é importante para identificar casos da doença. “As hepatites virais são um grave problema de saúde pública no Brasil e no mundo. Trata-se de uma infecção que atinge o fígado, causando alterações leves, moderadas ou graves. Na maioria das vezes, são infecções silenciosas, ou seja, não apresentam sintomas”, diz.

A diretora orienta que pessoas com sinais e sintomas de hepatites também devem procurar as Unidades Básicas de Saúde onde estão sendo intensificadas as testagens, além de vacinação contra a hepatite B.

Sobre as hepatites

Existem cinco tipos identificados de hepatite: A, B, C, D (Delta) e E. As dos tipos A e E se manifestam de forma aguda e não cronificam, com o sistema imunológico do paciente eliminando o vírus do organismo depois da crise, mas os tipos B, C e D podem se tornar crônicos e pedem mais atenção dos órgãos de saúde no mundo.

Os sintomas das hepatites virais agudas são inespecíficos como falta de apetite, náuseas, diarreia (ou raramente constipação), febre baixa, dor de cabeça, mal-estar, modificações do paladar e/ou do olfato, mialgia, fotofobia, desconforto abdominal, urticária, artralgia e, às vezes, exantema e icterícia. Na fase ictérica em geral ocorre diminuição dos sintomas. A urina também apresenta coloração escura.

O fígado fica aumentado e doloroso e, às vezes, o baço também aumenta. Alterações laboratoriais incluem aumento de transaminases e das bilirrubinas totais e frações. A fase de convalescença é o período que se segue ao desaparecimento da icterícia, quando retorna progressivamente a sensação de bem-estar. A recuperação ocorre após algumas semanas, mas a fraqueza e o cansaço podem persistir por meses.

A fase crônica das hepatites é quando o vírus permanece por mais de seis meses. Os vírus A e o vírus E não cronificam, embora o primeiro possa produzir casos que se arrastam por vários meses. O vírus A e o E não têm tratamento medicamentoso, mas o vírus A tem vacina eficaz e segura que é administrada por volta de 15 meses de vida. O vírus E ainda não tem vacina.

Os vírus B, C e D são aqueles que têm a possibilidade de cronificar. O vírus D nunca vem sozinho, ocorre sempre acompanhando a infecção pelo vírus B. Os indivíduos com infecção crônica funcionam como reservatório do respectivo vírus. A hepatite causada pelo vírus B pode ser prevenida por vacina de elevada efetividade e tem tratamento. Para hepatite causada pelo vírus C não há ainda vacina, mas tem tratamento antiviral muito eficaz, com duração de 8 a 12 semanas. O tratamento da hepatite D são os medicamentos utilizados na hepatite B.

Eventualmente a infecção crônica só é diagnosticada quando a pessoa já apresenta sinais e sintomas de doença hepática avançada (cirrose ou hepatocarcinoma). Hepatite fulminante é um termo utilizado para designar formas graves e frequentemente fatais de insuficiência hepática avançada, se associando às hepatites A e B.

Ações realizadas

Este mês de julho já aconteceram ações.  Dia 11 aconteceu no Ambulatório Azul do Hospital Getúlio Vargas; dia 13 no Hospital Universitário e no dia 18 no Shopping da Cidade.

Casos de Covid-19 reduzem 15% em Teresina

A 28ª semana epidemiológica em Teresina, que corresponde de 10 a 16 de julho, registrou uma redução de 15% do número de casos de Covid-19. Os números confirmam as projeções do Comitê Municipal de Operações Emergenciais (COE), da Fundação Municipal de Saúde (FMS), e mostram que o pico de casos já foi atingido.

Os cálculos da FMS apontam que o pico ocorreu, no dia 9 de julho de 2022. Desde então, houve redução no número de casos confirmados semanalmente. Os dados estão disponíveis no boletim epidemiológico da 28ª semana epidemiológica de 2022.

De acordo com o virologista e neurologista da FMS Marcelo Adriano, a previsão do pico de casos tinha sido possível pela constatação da redução dos atendimentos por síndrome gripal (SG) nas semanas anteriores. Os atendimentos por síndrome gripal são o indicador mais sensível e precoce da Covid-19.

Além disso, os números de casos confirmados estavam cada vez menores entre as semanas epidemiológicas, até que, na semana passada, foi verificada estabilização desse número.

“Ainda que a utilização do autoteste possa gerar algum grau de subnotificação, a maioria absoluta da população teresinense depende do sistema público para testagem, de forma que os resultados destes exames não alteram significativamente as projeções e as tendências verificadas, por meio dos diversos indicadores averiguados pelo COE-FMS”, disse Marcelo Adriano.

O boletim aponta ainda que a redução de casos confirmados ocorreu de forma harmônica com a redução nos atendimentos por síndrome gripal, com a diminuição na demanda por testes de antígeno nas unidades básicas de saúde e por testes RT-PCR, junto ao Lacen-PI e com a estabilização do número de novas internações por síndrome respiratória aguda grave (SRAG).

Segundo o infectologista do COE Walfrido Salmito, “como as hospitalizações por SRAG são prolongadas, atualmente, o número de pacientes internados por Covid-19 permanece elevado, por conta do caráter cumulativo das internações, levando a uma taxa de ocupação de leitos crescente. De forma análoga, é esperado que o número de mortes pela doença permaneça elevado ainda por algumas semanas, a despeito da queda do número de novas infecções, pois os casos de óbitos por Covid-19 ocorrem geralmente três a quatro semanas após a hospitalização”.

O presidente da FMS, Gilberto Albuquerque, reforça que “para que eventuais casos não se convertam em hospitalizações ou mortes, o fundamental é a vacinação, incluindo as doses de reforço para aqueles com última dose aplicada há mais de quatro meses”.

Prefeitura realiza audiência pública no Dagmar Mazza para discutir a regularização fundiária da comunidade

Dr. Pessoa participa de audiência pública para regularização fundiária no Dagmar Mazza Fotos: Rafael Sérgio

A Prefeitura de Teresina, por meio do programa Regulariza THE, da Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano (Eturb), realizou, neste sábado (16), audiência pública com mais de 200 moradores do Parque Dagmar Mazza, zona Sul da capital. O evento teve como principal objetivo esclarecer todas as etapas do processo de regularização fundiária que será realizado na localidade.

De acordo com o presidente da Eturb, João Duarte, a previsão é que a ação beneficie mais de 500 famílias, que receberão os registros dos seus imóveis de forma totalmente gratuita. “Estamos conseguindo avançar nesse trabalho e vamos agora contemplar mais de 500 famílias que moram há mais de 20 anos no Parque Dagmar Mazza, na zona Sul da capital. São cidadãos que estão aguardando por esse direito de ter acesso a tantos benefícios que a regularização fundiária proporciona”, explica Duarte.

O programa Regulariza THE já entregou, de forma gratuita, 508 registros de imóveis aos moradores do Parque Firmino Filho, zona Norte da capital. A equipe operacional da coordenação de regularização fundiária também finalizou o trabalho de campo no Residencial Betinho, zona Sul de Teresina, que será a próxima comunidade contemplada pelo programa.

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, esclareceu que a audiência pública é um momento importante para se ter contato direto com a população beneficiada, além de ressaltar que a máquina pública tem trabalhado de forma integrada para atender as demandas da população.

“Com o início do processo no Parque Dagmar Mazza, a expectativa é que mais de mil registros de imóveis sejam entregues ainda este ano em toda Teresina. Essa documentação representa mais dignidade para quem mora na região e era uma demanda antiga dos moradores”, afirma o prefeito.

Prefeito visita obras de microdrenagem e recuperação asfáltica na avenida Centenário

Dr. Pessoa visitou a obra de drenagem na avenida Centenário Fotos: Rafael Sérgio / SEMCOM

Na manhã deste sábado (16), o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, visitou as obras de revitalização da avenida Centenário, zona Norte da capital. A execução do serviço teve início, na quinta-feira (14), por meio da Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano – ETURB, que segue atuando na importante via que dá acesso ao aeroporto de Teresina Senador Petrônio Portela. As obras se concentram na requalificação da pavimentação para que, ao final, o trecho possa ser completamente asfaltado.

“Essa ação dá seguimento ao plano de recuperação de vias por toda a cidade, esta, em especial, por ser porta de entrada para quem chega aqui na capital pelo aeroporto. Temos procurado trabalhar de forma integrada ouvindo as demandas da população e essa era uma das mais recorrentes”, declarou o prefeito Dr. Pessoa.

Para isso, a Prefeitura de Teresina está investindo cerca de R$ 200.000,00 com recursos próprios.

De acordo com João Duarte, presidente da Eturb, a intervenção em sistemas de microdrenagem é uma forma de evitar futuros alagamentos no período de chuva, o que causa inúmeros transtornos à população que trafega nas áreas, além de deteriorar rapidamente o asfalto local.

“Nosso intuito é contribuir com o desenvolvimento social da cidade, além de trazer qualidade de vida à população com a melhoria da infraestrutura urbana”, afirma João.

Francisco Santos, supervisor de aplicação asfáltica da Eturb, explica que a primeira etapa da obra na avenida deverá durar duas semanas, com a recuperação dos locais mais críticos da via. “Na segunda etapa, que ainda não tem prazo de conclusão, será feita a recuperação da avenida por completo”, afirma.

Eturb inicia obras de microdrenagem e recuperação asfáltica na avenida Centenário

A Prefeitura Municipal de Teresina, através da Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano – ETURB, iniciou, nesta quinta-feira (14), a execução da obra de revitalização da avenida Centenário, zona Norte da capital.

As frentes de trabalho seguem atuando na importante via que dá acesso ao aeroporto de Teresina Senador Petrônio Portela, executando obras de microdrenagem e requalificação da pavimentação para que, ao final, o trecho possa ser completamente asfaltado.

Fotos: Ascom Eturb

De acordo com João Duarte, presidente da Eturb, a intervenção em sistemas de microdrenagem é uma forma de evitar futuros alagamentos no período de chuva, o que causa inúmeros transtornos à população que trafega nas áreas, além de deteriorar rapidamente o asfalto local. “Nosso intuito é contribuir com o desenvolvimento social da cidade, além de trazer qualidade de vida à população através da melhoria da infraestrutura urbana”, afirma João.

Segundo Maria Clara Rego, engenheira da Eturb, as equipes iniciaram a correção das sarjetas e canaletas para que suportem o fluxo da água, medida que irá evitar alagamentos na pista. “Depois da recuperação da drenagem, iniciaremos a fresagem do pavimento para fazer o recapeamento. Trata-se de uma correção geométrica, pois depois de vários reparos o asfalto já não está mais no nível da via, o que vinha contribuindo para o escoamento da água na pista”, afirma.

Francisco Santos, supervisor de aplicação asfáltica da Eturb, explica que a primeira etapa da obra na avenida deverá durar duas semanas, com a recuperação dos locais mais críticos da via. “Na segunda etapa, que ainda não tem prazo de conclusão, será feita a recuperação da avenida por completo”, afirma.

A ação dá seguimento ao plano de recuperação de vias por toda a cidade e que já passou por grandes avenidas como Celso Pinheiro, Gil Martins e Hugo Bastos. O projeto desta obra prevê a complementação da microdrenagem, fresagem, pavimentação e sinalização na avenida. Para isso, a Prefeitura de Teresina está investindo cerca de R$ 370.000,00 (trezentos e setenta mil reais) em recursos.

Parques da Prefeitura são opções para o lazer das famílias durante as férias

Os parque são áreas verdes espalhadas por diversas regiões de Teresina Fotos(Ascom/Semam)

Os parques da Prefeitura de Teresina estão preparados para receber as famílias, durante todo o período de férias escolares. Eles são dotados de estrutura para o lazer, o conforto e a segurança de adultos e crianças.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMAM), responsável pela administração dos parques, destaca os principais: no Centro, o Parque da Cidadania, na zona Norte: o Parque da Cidade, Encontro dos Rios e Matias Matos; na zona Leste, Parque das Crianças; e Parque da Macaúba, na zona Sul.

São áreas verdes espalhadas por diversas regiões da capital, a maioria com pistas de cooper, ciclismo, brinquedos, além de áreas disponíveis para piqueniques e passeios.

“O lazer nos parques traz diferentes benefícios como maior chance de interação, além de fazer bem à saúde das pessoas, como, por exemplo, ajudando na redução do sedentarismo e amenizando o estresse do cotidiano urbano”, lembra Luís André, secretário municipal de Meio Ambiente.

O Parque da Cidadania, localizado na esquina das avenidas Frei Serafim e Miguel Rosa, é uma destas boas opções. “Além das atividades que já tínhamos, agora também temos um parquinho com brinquedos e gramado, inaugurados há dois meses, com o apoio da Semam, Saad Centro e da Prefeitura”, afirma o coordenador do parque, Levy Lutt. O parque chega a receber cinco mil visitantes a cada sábado e domingo.

“Nossos parques trazem qualidade de vida, pois proporcionam contato com a natureza e ótima qualidade ambiental, o que é um fator determinante para a realização de atividades ao ar livre”, diz Tatiele Joice, técnica do setor de coordenação de parques da Semam.

O Parque das Crianças une o lazer e o meio ambiente. “Temos um playground completo, uma trilha nativa linda que dá acesso ao rio Poti, uma imensa área verde de camping e muito mais para pais e filhos aproveitarem o parque em segurança”, disse José Freire, coordenador do local.

Agenda do fim de semana

Sábado (16 de julho)

Parque Lagoas do Norte

Evento Férias no Parque
Show musical com a dupla de palhaços Bolim e Bolão, pintura facial, trenzinho, aula de dança, contação de histórias e, para os pais, cortes de cabelo, esmaltação de unhas e design de sobrancelhas.

A Semam participa da ação com a distribuição de mudas de árvores frutíferas.

Domingo (17 de julho)

Parque Ambiental Encontro dos Rios

Orquestra de Violões de Teresina se apresenta, às 11h.

Parque Matias Matos (Mocambinho)

Circuito Cultural – Música & Arte

Feira de artesanato, shows musicais e atrações infantis

Os parques são gratuitos e abrem todos os dias, mas em dias e horários diferentes.

Dias e horários dos Parques

Parque da Cidadania
Segunda à sexta-feira: 5h30 às 10h e 16h às 21h
Finais de semana e feriados: 5h30 às 22h30

Parque da Cidade
Todos os dias: 6h às 19h

Parque das Crianças 
Todos os dias: 6h às 21h

Parque Ambiental Encontro dos Rios
Todos os dias: 7h às 19h

Parque Ambiental da Macaúba
Segunda-feira: 5h30 às 10h (apenas a pista de caminhada)
Terça a domingo: 5h30 às 10h e 16h às 21h30

Parque Ambiental Matias Matos 
Segunda à sexta-feira: 5h30 às 10h e 16h às 21h30
Fins de semana e feriados: 5h30 às 11h e 16h às 21h30

Mais de 20 mil atendimentos foram realizados nas seis edições do Programa Teresina Cuida de Você

A Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), por meio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), divulgou, nesta sexta-feira, (15), o balanço de atendimentos do Programa Teresina Cuida de Você e apontou que em seis edições foram realizados 20.251 atendimentos de serviços da iniciativa pública e privada. O Programa Teresina Cuida de Você conta com a parceria das 13 secretarias e de empresas privadas, com oferta de serviços gratuitos.

A ação de cidadania já atingiu as cinco regiões da capital: Centro, no Bairro Cabral; Norte, no Bairro Santa Maria da Codipi e Mocambinho; Leste, no Bairro Vale Quem Tem; Sul, no Bairro Portal da Alegria; e Sudeste, no Bairro Itararé. A proposta é que as próximas edições alcancem também a zona rural da capital.

Segundo o Eduardo Aguiar, secretário interino da Semcaspi, o Programa Teresina Cuida de Você tem cumprido o objetivo que é levar à população de áreas mais distantes, serviços descentralizados e gratuitos.

“O Programa Teresina Cuida de Você foi pensado, principalmente, pelo gestor Dr. Pessoa, e foi exatamente para fazer chegar os serviços nas comunidades que estão em situação de vulnerabilidade social, seja pela distância, ou acesso ou mesmo por algumas infraestruturas. Nós oferecemos os serviços próprios da Semcaspi, inclusive, o CadÚnico, mas também de outras secretarias, dança, distribuição de mudas, cortes de cabelo, orientações nutricionais, e até vacinação”, pontuou.

Eduardo Aguiar avalia como positivo o balanço do Teresina Cuida de Você e a meta é alcançar as comunidades com maiores vulnerabilidades sociais.

“Conseguimos mais de 20 mil atendimentos em seis edições. Avaliamos sim como positivo, principalmente, por oportunizar serviços diversos e importantes em um dia de atipicidade, no sábado pela manhã, para a população ter acesso, especialmente, aquelas que não conseguem durante a semana, por alguma dificuldade. A nossa meta é oportunizar ainda mais atendimentos para os próximos meses”, ressaltou.

 

HUT já atendeu cinco mil vítimas de acidentes de trânsito em 2022

O HUT é referência em atendimentos de poli traumas e registrou 4.700 entradas de vítimas de acidentes de trânsito Fotos(Ascom/HUT)

Levantamento do Hospital de Urgência de Teresina (HUT), vinculado a Fundação Municipal de Saúde (FMS), revela que a principal causa isolada de internações realizadas na unidade nesse mês de julho são os acidentes de trânsito.

O HUT é referência em atendimentos de poli traumas e registrou 4.700 entradas de vítimas de acidentes de trânsito com 1.700 cirurgias desse perfil no decorrer desse ano, o que corresponde a cerca de 20% do total de atendimentos na emergência, um aumento de 11% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O perfil dos pacientes internados em decorrência de acidentes de trânsito é formado em 87% por motociclistas, entre 21 e 40 anos, do sexo masculino, que têm plena atividade social. No entanto, adolescentes, de 11 a 20 anos, também aparecem na lista, o que serve como sinal de alerta.

Com o serviço integrado de trauma para atendimento emergencial de fraturas e outras ocorrências, inaugurado em julho do ano passado, o HUT passou a adotar o modelo preconizado pelo SUS para hospitais de referência onde o paciente tem atendimento em até 30 minutos por uma equipe intensivista, além do suporte de exames por imagem e clínicos, acelerando o diagnóstico e a decisão médica.

Os ortopedistas atendem a maioria das vítimas de traumas de trânsito, sendo muitos de alta complexidade o que onera bastante o custo da saúde pública, um recorte feito, de janeiro a julho em 2022, indica um custo médio somente com materiais especiais (OPME) utilizados nessas intervenções de mais de um milhão de reais.

Tão essencial quanto alertar sobre esses números é advertir sobre o impacto pessoal e social que acontece com as vítimas e suas famílias. Afinal, muitos ficam com sequelas, como dificuldade e até impossibilidade de se locomover e, consequentemente de trabalhar, estudar, levar a vida. “Em todos os contextos, é importante que as pessoas tenham responsabilidade, respeitar os limites de velocidade, não ingerir bebidas alcoólicas, usar o cinto de segurança e respeitar a sinalização”, comenta o médico e diretor do HUT, Fábio Marcos de Sousa.