Parceria entre Semec e Prodater pretende ampliar internet nas escolas do município

Uma reunião, nesta quinta-feira (8), entre a Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) e a Empresa Teresinense de Processamento de Dados (PRODATER) promete trazer novos rumos para a inovação tecnológica nas escolas municipais de Teresina.

O fortalecimento da parceria vai impulsionar principalmente projetos ligados à expansão do acesso a internet e informatização de processos. Uma das metas é instalar internet de qualidade em todas as unidades de ensino. “A ideia é melhorar totalmente, em todos os aspectos da comunicação e inovação tecnológica”, afirma a secretária executiva de Gestão da Semec, Edileusa Sampaio.

O secretário municipal de Educação, professor Nouga Cardoso, destacou a importância da ação. “Nesse momento de pandemia, os professores precisam do suporte da escola no preparo e transmissão das aulas. E para além disso, os estudantes passarão a usufruir dessa informatização em uma formação com estratégias mais modernas, ganhos para a vida”, disse Nouga.

Jobson Filho, presidente da Prodater, confirmou que esse é mesmo o foco no momento, otimizar os processos em toda a Prefeitura de Teresina por meios tecnológicos. “Estamos alinhando as demandas com a Semec e oferecendo todo apoio tecnológico para essa modernização”, finaliza Jobson Filho.

Foto: Ascom Semec

PRODATER e FMS debatem melhorias gerenciais dos indicadores da atenção básica em saúde

Foto: Ascom Prodater

O presidente da Empresa Teresinense de Processamentos de Dados, Jobson Filho, se reuniu com o presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gilberto Albuquerque, na manhã desta segunda-feira (15) para discutir melhorias gerenciais dos indicadores da atenção básica em saúde. Na oportunidade trataram também sobre as melhorias para a TI da FMS.

“Participaremos ativamente viabilizando novas licenças sistêmicas para que a FMS possa trabalhar. Desta forma, haverá uma melhoria na gestão dos dados, mais eficiência e transparência que são muito importantes para o bom funcionamento dos órgãos da administração pública”, disse Jobson Filho.

Dentre os principais pontos abordados durante o encontro, o presidente da Prodater destaca o mapeamento dos serviços e a informatização do sistema de prontuário. “Abordamos principalmente o mapeamento da realidade do serviço prestado, informatização total sistema de prontuário, sistema de acompanhamento e emissão de relatórios, como por exemplo: quantas consultas de pré-natal foram realizadas por cada gestante, quantos atendimentos de idosos em quais especialidades, dentre outros”, esclareceu o presidente da Prodater.

Ele completa ainda que essas melhorias poderão possibilitar a majoração dos recursos. “Essas ações são importantes para a compilação dos dados vistos pelo Ministério da Saúde. Com os dados contundentes da atenção básica é possível buscar mais recursos junto ao Governo Federal”, pontuou Jobson Filho.

Após a reunião, as considerações abordadas foram levadas para o prefeito de Teresina, Doutor Pessoa, que reafirmou seu compromisso com a parte de tecnologia, uma vez que colabore com as iniciativas da gestão, reconhecendo a importância dos recursos tecnológicos para compilação dos dados fornecidos para o Ministério da Saúde.

Gestores da Prodater e Strans se reúnem para discutir sobre convênio

Nesta semana o presidente da Empresa Teresinense de Processamento de Dados (PRODATER), Jobson Filho, esteve em reunião com o Superintendente Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), Cláudio Pessoa Lima, para tratar sobre o convênio entre a Prodater e Strans, e a respeito do Plano de Trabalho de impressão e envelopamento de autos de infração.

O presidente da PRODATER, destaca a importância do convênio firmado entre as duas entidades. “Firmar esse convênio com a Strans é importante para que possamos juntos resolver as demandas da nossa capital no setor de transporte”, pontuou Jobson Filho.

Durante o encontro, o Superintendente da Strans apresentou as necessidades de soluções tecnológicas, como a elaboração de aplicativo para cidadãos usuários de transporte público, bem como de usuários de transporte particular, para que seja possível verificar informações importantes para cada seguimento como, por exemplo, condições de tráfego, informação sobre eventual interrupção de via pública.

Além disso, solicitou melhorias do site da Strans e o estudo de viabilidade da elaboração de aplicativo voltado a educação para o trânsito de crianças.

PRODATER inicia treinamento de novos gestores

A Empresa Teresinense de Processamento de Dados (PRODATER) iniciou o treinamento dos novos gestores da Prefeitura Municipal de Teresina (PMT) nesta terça-feira (12). O objetivo é apresentar o Sistema de Processo Eletrônico, responsável pelo trâmite dos processos administrativos no âmbito da PMT.

O Sistema de Processo Eletrônico é um software de domínio público que permite a realização de todos os trâmites processuais administrativos dentro do ambiente virtual, gerando ganho de produtividade, celeridade e transparência.

“O uso da ferramenta além de melhorar a produtividade, contribui com a economia de recursos para a administração pública municipal, uma vez que no sistema de processo eletrônico não se faz necessário os gastos com impressão de processos em papel e transporte físico dos mesmos em veículos de posse do poder público municipal”, destacou Jobson Filho, presidente da Prodater.

O treinamento inicial foi ministrado pelos servidores da PRODATER, a analista de negócios, Laizys Val e o analista de sistemas, Túlio Lustosa. Os encontros ocorrerão virtualmente, via videoconferência com as demais secretarias da prefeitura, durante cinco semanas com turmas as terças e quintas-feiras.

Os analistas avaliaram que “os novos gestores se mostraram bem receptivos e otimistas com a ferramenta”.

O presidente da Prodater, enfatiza ainda a importância do treinamento para os novos gestores. “Os treinamentos são importantes para ambientação dos novos gestores com os sistemas da Prefeitura, para que possam ter autonomia e realizar os trâmites processuais administrativos”, pontuou Jobson Filho.

Prodater e Fundação Wall Ferraz discutem modernização do Balcão do Trabalhador

O presidente da Prodater, Jobson Filho, se reuniu com o presidente da Fundação Wall Ferraz Maykon Silva, na manhã desta segunda-feira (11) para tratar sobre a modernização do banco de dados do Balcão do Trabalhador.

No encontro, estavam presentes o diretor técnico da Prodater, Lima Júnior, além da assessoria jurídica da Fundação Wall Ferraz e o representante do Instituto de Jovens Empreendedores Digitais de Teresina (Interaje).

O Balcão do Trabalhador é um serviço da Fundação Wall Ferraz que organiza os perfis profissionais dos alunos que participaram dos cursos de capacitação ofertados pela fundação de fundamental importância para gerar oportunidades.

É importante destacar que com essa modernização o cadastro ficará disponível para qualquer cidadão interessado e que essa é uma prioridade para a prefeitura de Teresina, uma área que merece toda atenção. O prefeito Dr. Pessoa declarou muitas vezes que pretende trabalhar para geração de emprego e renda na capital.

“Essa ferramenta vai facilitar o cadastramento de profissionais, para que as empresas tenham acesso direto a esses currículos, otimizando o processo de seleção. O objetivo é modernizar o banco de dados, facilitar o cadastramento e estabelecer uma relação mais direta entre profissionais buscando oportunidade, alunos formados pela Fundação Wall Ferraz e empresas que absorvem essa mão de obra”, explicou Maykon Silva, presidente da Fundação Wall Ferraz.

A Prodater vai atuar no acompanhamento da implantação dessa ferramenta “Estamos focados em contribuir para fazer do Balcão do Trabalhador um elo seguro, confiável, descomplicado e muito eficiente entre as empresas e os profissionais, atendendo ao propósito de ajudar a criar empregos, renda e oportunidades”, disse Jobson Filho, presidente da Prodater.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Os dados do boletim epidemiológico sobre a Covid 19 de Teresina não foram veiculados nos últimos dias por conta de um problema técnico devido a transição, mas a Prefeitura de Teresina, através da Fundação Municipal de Saúde, em parceria com a Empresa Teresinense de Processamento de Dados – Prodater, efetuou as atualizações necessárias para o reestabelecimento do serviço, que será atualizado diariamente, de segunda a sexta, já os casos dos finais de semana serão divulgados no boletim da segunda-feira.

“É importante a divulgação dos números do coronavírus para transparência e para informar a todos, assim, a população pode compreender como a capital está enfrentando esta ameaça, que requer toda nossa atenção e compromisso. O problema foi resolvido e a divulgação transcorrerá com normalidade diariamente.”, declara Jobson Filho, presidente do Prodater.

Pelo boletim divulgado nesta segunda-feira, 11 de janeiro ( referente a 10 de janeiro), temos um total de 52.136 casos confirmados em Teresina, 247 novos casos e 1.237 óbitos de pessoas residentes na capital. Em relação ao número de pacientes recuperados da Covid-19, somam 25.840.

Prefeitura disponibiliza mais de 400 serviços online para os teresinenses

Com a pandemia da Covid-19, a Prefeitura de Teresina ampliou os serviços disponibilizados de forma virtual para atender as demandas dos cidadãos, sem a necessidade de deslocamento aos órgãos públicos, através do Projeto Teresinense Digital. Atualmente, segundo levantamento da Empresa Teresinense de Processamento de Dados (Prodater), existem 404 serviços na versão web disponíveis para a população.

Os dados da Prodater apontam ainda que 5.081 usuários possuem cadastro liberado e ativo através do sistema web, além de outros 4.856 cadastros ativos no aplicativo. De forma digital, estão disponíveis, no site da Prefeitura de Teresina, serviços como recurso de multas, licenças, repasse de verba, ofícios diversos e solicitações de cópias de processos, dentre outros. “Devido à pandemia, a prioridade foi dada aos serviços do sistema web, pois são mais fáceis de implementar e disponibilizar para os cidadãos. Já o aplicativo conta com serviços relacionados a recursos de infrações, serviços de limpeza, consulta a coleta domiciliar e pesquisa as UBS”, explica Reginaldo Rodrigues, Analista de Negócios da Prodater.

De acordo com Reginaldo Rodrigues, houve uma ação de simplificação e digitalização de 196 peticionamentos de serviços públicos municipais em março deste ano, além de uma aceleração no cadastramento de novos peticionamentos. O foco foi dado aos serviços que demandam a presença do cidadão no órgão como, por exemplo, os que envolvem a concessão de licenças e alvarás, bem como o atendimento tributário. “A ideia foi evitar ao máximo a ida do cidadão aos guichês da Prefeitura durante o isolamento social”, acrescentou.

Os serviços da Prefeitura de Teresina podem ser acessados de forma online por dois canais do Teresinense Digital, pelo sistema web ou pelo aplicativo. Neles, o cidadão consegue acompanhar todo o trâmite da sua demanda. “Ele tem acesso a todo o histórico de movimentações e consegue visualizar e baixar os documentos que são incluídos no processo. Com isso, se ganha em agilidade e transparência na execução dos serviços pela Prefeitura”, concluiu Reginaldo Rodrigues.

O aplicativo “Teresinense Digital” pode ser baixado gratuitamente nas plataformas Android e iOS. Com o aplicativo instalado, o cidadão precisa realizar seu cadastro e depois pode escolher o serviço desejado. Na versão web, para conseguir logar no sistema é necessário se cadastrar como Usuário Externo através do link https://pmt.pi.gov.br/teresinensedigital/.

Prefeitura de Teresina fará testes para Covid-19 nos taxistas cadastrados na Strans

Com o objetivo de ampliar a testagem para a Covid-19 em Teresina, a Prefeitura de Teresina vai iniciar, na próxima segunda-feira (01), a realização de testes em cerca de dois mil taxistas.

De acordo com o prefeito Firmino Filho, a medida faz parte da estratégia do município para monitorar o comportamento do vírus na cidade, dando mais segurança tanto aos trabalhadores quanto à população usuária dos serviços.

“Nossa meta é ampliar a testagem em Teresina para monitorar o avanço da Covid-19 e adotar as medidas necessárias de monitoramento. A Prefeitura já está testando todos os seus servidores, já temos o decreto determinando que o setor privado também faça testagem nos seus colaboradores e vamos fazer o possível para testar também os profissionais autônomos e informais. Estamos iniciando agora com os taxistas porque é uma categoria que circula muito pela cidade”, comentou o prefeito.

Os taxistas podem fazer agendamento do teste a partir de hoje (30), às 15h, pelo site  http://www.testerapido.fms.pmt.pi.gov.br/. A aplicação da testagem será feita pela Fundação Municipal de Saúde (FMS), em sistema drive-thru, em dois locais: nos estacionamentos do Teresina Shopping e do Shopping Rio Poty.

Para fazer o agendamento do teste, o taxista deve acessar o site, clicar em “Agendar meu teste” e seguir as instruções. “O sistema é interligado com a base de dados da Strans.  A primeira seção é a de Dados Pessoais, que já estará em parte preenchida, bastando o cidadão completar o que estiver faltando e seguir os demais passos”, explica Câncio Júnior, diretor técnico da Empresa Teresinense de Processamento de Dados (Prodater).

Isolamento social em Teresina fica entre 46% e 50% na segunda-feira

Teresina registrou, na última segunda-feira (11), um percentual de isolamento social de 46%. O dado, coletado pela startup recifense InLoco por meio do monitoramento de 217 mil smarthphones, mostra uma alta em relação a índices anteriores, que já chegaram a registrar um isolamento social abaixo de 40% na capital. No entanto, o percentual continua bem inferior aos 73%, mínimo necessário para diminuir a propagação do novo coronavírus, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

O monitoramento mostra ainda um ranking por regiões da cidade, no qual a zona leste apresenta o maior percentual de pessoas que ficaram em casa na última segunda-feira, com 48,7%. “Logo depois vem a região centro-norte, com 46,98%; seguida da zona sudeste, com 45,26%. A região que menos respeitou as determinações de isolamento social foi a zona sul de Teresina, com um percentual de apenas 44,78%”, aponta o analista de sistemas da Prefeitura, Eduardo Aguiar.

Quando se analisa de forma mais específica, a população da região da Avenida Frei Serafim, no Centro de Teresina, foi a que mais respeitou as medidas de isolamento, com 57,5% de sua população ficando em casa na última segunda-feira. Em seguida vem o bairro Aeroporto, zona norte, com 56,8%; seguido do Ininga, com 56,02%; Brasilar, com 54,75%, e Parque Brasil, com 53,95%. Na outra ponta da tabela, os bairros que menos respeitaram o isolamento social foram Angélica, Cabral, Flor do Campo, Vale do Gavião e Alegre, com percentuais de 33,3%, 35,6%, 40,1%, 40,1% e 40,5%, respectivamente.

Eduardo Aguiar explica que, além do monitoramento realizado pela statup InLoco, a Prefeitura de Teresina também passará a adotar dados gerados pelas operadoras de telefonia celular. Todos os celulares de Teresina estão conectados em uma estação de rádio-base. Quando há um deslocamento de uma estação para outra, ele detecta que houve essa mudança. É assim que o algoritmo das operadoras trabalha, com efeito que não necessita do GPS ligado dos celulares”, explicou.

Segundo essa outra base de dados, 50,5% dos teresinenses permaneceram em casa nesta segunda-feira. “Na capital, segundo os dados fornecidos pelas operadoras, há cerca de 1,4 milhão de celulares de pessoas residentes em Teresina, número bem superior aos quase 900 mil habitantes de Teresina. Essa divergência acontece porque uma pessoa pode ter mais do que uma linha telefônica ativa registrada em seu nome”, explicou Eduardo, destacando que, mesmo usando plataformas diferentes, os índices são semelhantes dentro da margem de erro.

A ferramenta permite saber qual o nível de respeito ao isolamento pelos usuários do aparelho celular, por meio do mapa de deslocamento produzido pelas operadoras. As informações de geolocalização são anônimas, portanto, não apontam a identificação individual do usuário. Além de Teresina, outras cidades brasileiras já usam essa tecnologia.