Dr. Pessoa reúne secretariado e determina mutirão para limpar bueiros e galerias

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, se reuniu neste sábado (08), na sede da SAAD Norte com parte do secretariado e os integrantes do Comitê de Enfrentamento às Enchentes na capital.

Fotos: Rômulo Piauilino

Durante o encontro, o gestor ressaltou a necessidade de se deslocar todas as equipes de limpeza pública para limpar os bueiros e galerias, principalmente nas regiões onde há uma maior predominância de lagoas, como na zona Norte.

“Precisamos manter limpos os bueiros e galerias para que as águas possam correr naturalmente e assim, impedir que no caso de entupimento novas regiões venham a ficar alagadas e prejudicar as famílias”, destacou o prefeito.

A superintendente executiva da SAAD Norte, Luana Barradas, disse que já existe um cronograma de limpeza pública, mas que nesse período chuvoso essas equipes intensificam as ações nestes espaços.

“Temos um cronograma de limpeza pública, com equipes especificamente para bueiros e galerias. Quando está próximo do período chuvoso o trabalho é intensificado, justamente para evitar entupimento e novas enchentes”, garantiu.

Ainda de acordo com ela, a população deve colaborar com a limpeza, evitando descartar lixo e entulhos nestes locais.

“Vamos destacar mais equipes para intensificarmos esse trabalho de limpeza nestes pontos. Mas pedimos para que a população possa evitar o descarte de lixo e entulho em locais inapropriados. É uma parceria entre a população e o poder público”, finalizou.

A reunião contou ainda com a presença do secretário da SEMDUH, Edmílson Ferreira, João Pessoa (Eturb), Lucas Pereira (Comunicação), Coronel Nixon Frota (Guarda Municipal) e Carlos Ribeiro (Defesa Civil).

Dr. Pessoa reúne secretários e determina ações de enfrentamento às chuvas

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, reuniu na manhã deste domingo (02) parte do secretariado e determinou a execução de ações para ajudar famílias desabrigadas em decorrência das chuvas na capital. Além disso, o prefeito afirmou que irá decretar situação de emergência.

“Já autorizei que o decreto fosse feito, envolvendo os três entes federados, o governo federal, o governo estadual e o governo municipal, para trabalhar em conjunto nesse momento de vulnerabilidade, que está aí previsto que as coisas poderão ser mais agravadas”, disse o prefeito.

A reunião aconteceu na sede da Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas Norte (SAAD Norte). De acordo com Dr. Pessoa, todas as SAADs, a secretaria de Defesa Civil, SEMDUH e FMS estarão atuando 24 horas por dia e monitorando a situação dos pontos mais críticos.

“Iremos fornecer abrigo de qualidade, alimento e toda a infraestrutura necessária para darmos dignidade para as famílias que forem atingidas. Precisamos filosofar pouco e agir cada vez mais. Se houver necessidade de colocar em escolas, vamos colocar. Temos o CEU Norte, CEU Sul, ginásios cobertos. Se for necessário acolho até na minha casa”, garantiu o gestor.

O vice-prefeito e secretário de Finanças, Robert Rios, pediu empenho das SAADs para que montem equipes de plantão para atuarem na limpeza pública, desentupindo bueiros e galerias.

“Os superintendentes das SAADs devem convocar hoje ainda as equipes da CTA para que realizem a limpeza dos bueiros e galeria. Limpando os bueiros não resolve, mas melhora. Todo inverno é a mesma coisa, mas esse será o mais rigoroso. Floriano está na capacidade máxima, a água está no limite. Precisamos das SAADs de prontidão, todos os chefes, SEMCASPI e Defesa Civil também precisam estar abastecidas para atuarem de forma imediata.

O superintendente da SAAD Leste, James Guerra, disse que irá juntamente com a Strans, implantar placas e interditar algumas vias na região quando iniciarem as chuvas. “Já temos cerca de 180 pontos críticos mapeados na zona Leste. Precisamos divulgar para a população. Vamos interditar os pontos mais críticos e juntos com a Strans implantar placas e proibir a passagem de veículos nos trechos mais críticos quando chove”, afirmou.

Após a reunião, a comitiva visitou o bairro Mafrense, na zona Norte de Teresina, além da Vila Mariana Fortes na zona Sudeste, e o bairro São Cristóvão, na zona Leste. A superintendente executiva da SAAD Norte, Luana Barradas, informou que toda a assistência necessária está sendo disponibilizada para a população.

“Temos trabalhado de forma integrada, junto com a SEMCASPI, Defesa Civil, SEMDUH e toda o staff da Prefeitura de Teresina. Temos toda a zona Norte mapeada, estivemos no Mafrense ontem (sábado), e cadastramos as famílias que estão em áreas mais expostas e solicitamos a retirada. Infelizmente algumas famílias não quiseram sair e foram atingidas durante a madrugada. Neste domingo estamos atuando com nossos homens, disponibilizando caminhão baú e estamos levando para locais seguros”, destacou a superintendente.

Além desse mapeamento, a SAAD Norte monitora a subida das águas do rio Poti e Parnaíba. Neste domingo, Luana Barradas também vistoriu a situação das bombas da Estação de Bombeamento Boa Esperança. “Temos oito bombas ligadas e em pleno funcionamento. No total são 12, se tivermos a necessidade de ligar todas, assim o faremos”, finalizou.

Foto: Divulgação (Semcom)

SAAD-Leste traça mapeamento de áreas de risco de alagamento

A Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas Leste- SAAD/Leste, se reuniu, neste domingo (2), com gestores da Prefeitura Municipal de Teresina, para discutir o mapeamento dos locais de risco de alagamentos e plano de ação da zona Leste de Teresina. As ações estratégicas do órgão – que fazem parte de uma força-tarefa elaborada pela Prefeitura – possui mapeamento e identificação dos principais pontos de alagamento, e tem o intuito de prevenir desastres e minimizar os efeitos em decorrência das fortes chuvas comuns nessa época.

Segundo o superintendente da SAAD-Leste James Guerra, as primeiras ações com mapeamento de locais críticos é de suma importância na estratégia de proteção e segurança dirigidas à população do local.

“Neste primeiro momento, é essencial o mapeamento das áreas mais atingidas para ações de prevenção e emergência. Agora, é necessária a união de todos os esforços dos órgãos, entidades e também da população, evitando o acúmulo de lixos nas vias urbanas, principalmente, nesta época. Vamos buscar amenizar os danos humanos, materiais e/ou ambientais, consequentes desse sinistro, frisou.

De acordo com o superintendente, para as áreas da região com fortes inundações – bruscas ou graduais – foram definidas atividades emergenciais a curto prazo como: limpeza das bocas de galerias existentes, limpeza das grelhas, das galerias, canais, recomposição de pavimentação, limpeza de bocas de lobo, limpezas de passagem molhada; recuperação e limpeza de bueiros, pavimentos e monitoramento de área de deslizamento. Nas ações de médio a longo prazo foram definidas: elaboração de projeto de ampliação e reforma da galerias, execução de obra de galerias, limpeza de canais, projetos de reforma de bueiros e galerias, elaboração e execução de projetos de drenagem.

Foto: Divulgação (SAAD Leste)

SEMDUH compõe Comitê para prevenção de enchentes e catástrofes

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH) esteve presente, nesta semana, na reunião de planejamento contra enchentes em 2021/2022, apresentada pelo Programa Lagoas do Norte. A reunião marcou o acerto da criação de um Comitê Integrado de Gerenciamento de Áreas Alagadiças na capital com apoio do Governo do Estado.

Além do secretário da SEMDUH, Edmilson Ferreira, também estiveram na reunião o prefeito Dr. Pessoa, o vice-prefeito Robert Rios, o secretário de planejamento, João Henrique Sousa, a Defesa Civil, SAAD Norte e Centro e a Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (SEMCASPI).

De acordo com o diretor geral do Programa Lagoas do Norte, Bruno Quaresma, o comitê de crises atuará no monitoramento e prevenção de possíveis catástrofes e enchentes causadas pela cheia do Rio Parnaíba pelas chuvas previstas pelo Serviço Geológico do Brasil Geral (CPRM).

“Essa reunião foi um planejamento estratégico para não sermos pegos de surpresa quanto às enchentes da cheia do rio. A situação em Uruçuí é um exemplo, e como é o Rio Parnaíba, toda essa água está descendo aqui para Teresina também. As previsões do CPRM mostram que virão muitas chuvas, o rio vai vir com força, por isso estamos elaborando planos estratégicos para podermos prevenir os possíveis danos”, informou Bruno Quaresma.

Após a apresentação do projeto, a equipe do Programa Lagoas do Norte levou os participantes da reunião para uma visita técnica a um dos pontos monitorados, onde há risco de alagamento.

O secretário da SEMDUH, Edmilson Ferreira, aprovou a criação do comitê emergencial de crise das enchentes e prestou total apoio às operações de prevenção às áreas alagadiças. O coordenador de projetos de drenagens da SEMDUH, Weldon Bandeira, também esteve presente na reunião e fará parte do comitê.

 

“O programa Lagoas do norte mapeou os planos de atenção de possíveis entradas do Rio Parnaíba na região norte e agora vamos criar um comitê de crise emergencial para podermos, em uma eventual catástrofe, agir rapidamente e dividir as responsabilidades com cada órgão”, explicou o diretor Bruno Quaresma.

Ainda na tarde de terça-feira, o prefeito Dr. Pessoa recebeu, no Palácio da Cidade, o governador do Piauí, Wellington Dias, para formalizar a criação do comitê emergencial com o apoio do estado.

Dr. Pessoa ressaltou a importância de trabalhar preventivamente para evitar maiores danos à população. “Estamos tratando de assuntos de interesse mútuo para a Prefeitura de Teresina e o Estado do Piauí. Vamos nos prevenir para não acontecer o pior no nosso Estado. A equipe será montada, traçando estratégias para evitarmos surpresas desagradáveis para que a população não sofra com o período chuvoso”, concluiu o prefeito.

Prefeitura e Estado vão criar Comitê Integrado de Gerenciamento de Áreas Alagadiças

PMT e Estado vão integrar ações para prevenir as enchentes em Teresina Fotos(Lucas Dias/SEMCOM)

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, recebeu, na tarde desta terça-feira (28), no Palácio da Cidade, o governador do Piauí, Wellington Dias. A reunião marcou o acerto da criação de um Comitê Integrado de Gerenciamento de Áreas Alagadiças na capital.

A ideia da criação do grupo de prevenção partiu do prefeito de Teresina, como destaca Wellington Dias. Segundo o chefe do executivo estadual, órgãos do município e do Estado utilizarão de todo o esforço possível para evitar maiores problemas.

“Tivemos o convite do Dr. Pessoa para que tivéssemos um momento para tratar de assuntos de interesse da população. Nós temos a previsão de um inverno que se acentua no Sul do nosso Estado, e por isso, vamos aderir a sugestão do prefeito de criar um grupo de trabalho integrando os órgãos do município, como a secretaria de Defesa Civil, com os órgãos do Estado, como Corpo de Bombeiros e da área social. Faremos o que for necessário para monitorarmos as eventualidades causadas pelo inverno, para assim nos prevenirmos e evitarmos problemas maiores”, disse o governador.

Dr. Pessoa ressalta a importância de trabalhar preventivamente para evitar danos à população. “Estamos tratando de assuntos de interesse mútuo para o Estado do Piauí. Vamos nos prevenir para não acontecer o pior no nosso Estado. A equipe será montada, traçando estratégias para evitarmos surpresas desagradáveis para que a população não sofra com o período chuvoso”, concluiu o prefeito.

 

Prefeitura assina Termo de Cooperação para projetos produtivos na zona Rural de Teresina

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, se reuniu com o superintendente do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) Piauí, Tiago Vasconcelos, na tarde desta quinta-feira (23), para a assinatura do Termo de Cooperação Técnica entre a prefeitura e o Instituto. A assinatura aconteceu no Salão Nobre, da Prefeitura Municipal.

Fotos: Lucas Dias / Semcom

As famílias contempladas receberam no futuro créditos subsidiários de uma política pública do Governo Federal que aplica um recurso financeiro variando entre R$ 5 mil a R$ 6.400 para as famílias de áreas de assentamentos investirem nas suas atividades produtivas.

“Esse é um passo muito importante que estamos dando para a assistência à população das comunidades rurais. Meu coração está na zona Rural. Sou um prefeito que administra a cidade de Teresina com olhar voltado para o homem do campo, e agora essa parceria com o Incra vai com certeza aumentar e muito as nossas atividades aqui na capital”, declarou o prefeito.

O superintendente do Incra Piauí, Tiago Vasconcelos, explica que, além da segurança alimentar das famílias, o programa possibilita desenvolvimento econômico para o município.
“Os recursos investidos nas atividades produtivas possibilitaram às famílias seguro alimentar, independência econômica, ampliar a atividade produtiva e desenvolvimento econômico para a cidade”, afirmou o superintendente.

A expectativa é que nos próximos três ou quatro anos desse acordo de cooperação, o Incra aplique até R$ 10 milhões para quase 800 famílias em Teresina.

Prefeitura de Teresina busca implementar ações integradas de planejamento e urbanismo voltados para 1ª infância

Prefeito Dr. Pessoa e o vice-prefeito, Robert Rios, celebram e apoiam iniciativa Fotos: Rômulo Piauilino / SEMCOM

A Prefeitura de Teresina realizou, nesta terça-feira (7), uma reunião para tratar da parceria com a Rede Urban95, da Fundação Bernard Van Leer. O objetivo é concentrar esforços para revisar o Plano Municipal Pela Primeira Infância e implementar ações que unam planejamento e urbanismo nesta perspectiva. Participaram do encontro as pastas municipais e entidades representativas da figura infantil.

Teresina passou a integrar a rede Urban95, ainda neste segundo semestre de 2021, assim como outros dez municípios brasileiros. O município receberá suporte e acompanhamento para construir diagnósticos sobre a primeira infância, implementar o Plano Municipal pela Primeira Infância e promover ações de requalificação de espaços públicos, mobilidade para famílias, gestão de dados e melhorias de serviços para a primeira infância.

A participação de representantes das secretarias de Educação, Saúde, Assistência Social, Esporte, Juventude e da Mulher no encontro visa uma integração e um maior compromisso do governo com as pautas em questão. “Teresina está de braços abertos para esta iniciativa. Fomos agraciados com este projeto e com o auxílio da Fundação vamos trabalhar juntos em prol da primeira infância, elaborando políticas públicas que beneficiem a população e nossas crianças”, disse o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa.

“Teresina é uma cidade que tem estado em nossa cartela de interesse e, desde 2020, através da Agenda Teresina 2030, temos tido contato e conseguimos consolidar esta parceria este ano. Nós, da Fundação Bernard Van Leer, buscamos apoiar o município na elaboração de diagnósticos locais sobre a experiência e o acesso do público infantil e seus cuidadores aos espaços urbanos, disponibilizando dados para embasar a construção de políticas públicas mais assertivas para a primeira infância e alinhadas a outras agendas estratégicas locais. Estamos felizes em vir a Teresina e ter este contato próximo com os entes envolvidos e que trabalharão conosco nesta perspectiva”, explicou Thais Sanches, coordenadora de programas da Fundação Bernard van Leer.

“É uma parceria muito feliz e pouquíssimas cidades no Brasil integram essa rede e Teresina tem essa grata surpresa. Recebemos esta equipe com muita satisfação e vamos discutir projetos e adequações ao Plano Municipal Pela Primeira Infância para alavancar ações que irão marcar a gestão do prefeito Dr. Pessoa. Esse é o resultado de uma visita que realizamos a dois municípios paulistas que já possuem propostas neste sentido e vamos avançar também na capital”, explica João Henrique Sousa, secretário municipal de Planejamento.

O Departamento Agenda 2030, vinculado à Secretaria Municipal de Planejamento (Semplan), está à frente das missões propostas pela parceira Urban95. O foco dessa união é trabalhar em prol do desenvolvimento urbano que pense também nas crianças que ainda estão na primeira infância e em seus cuidadores. Procurando integrar educação, mobilidade, urbanismo e outras áreas que atendam de forma integrada essa criança que acaba de ser inserida dentro da sociedade.

“Essa ação está sendo encabeçada pela Agenda 2030, e trabalhando de forma integrada com outras secretarias municipais nos esforçamos para que todos os objetivos apontados sejam cumpridos com êxito. Reuniões como esta são importantes para que nosso trabalho esteja sempre alinhado de forma que todas as pautas sejam sendo atendidas em pleno curso”, acrescenta Kárita Allen, Secretária Executiva de Planejamento Estratégico e Gestão (Seplag).

A Prefeitura está adiantada no que se refere aos estudos para execução de políticas públicas que atendam ao público em questão. Ainda no mês de Outubro, foi realizada uma visita técnica ao município de Jundiaí, no estado de São Paulo, para que a Prefeitura pudesse ter um parâmetro de projetos como o Mundo Da Criança para desenvolver um piloto na capital.

“Utilizando o exemplo de Jundiaí (SP), nós queremos integrar a educação de nossas crianças a uma política de educação ambiental, estamos trabalhando para desenvolver um projeto piloto de escola que atenda essas crianças nessa modelagem, integrando a educação curricular formal e as metodologias lúdicas de ensino podemos ter um maior aproveitamento no desenvolvimento do aprendizado dessas crianças”, conclui Nouga Cardoso, secretário municipal de Educação.

Urban95 no Brasil

A Rede Urban95 Brasil surgiu com o objetivo de promover, desenvolver e fortalecer programas e políticas públicas voltadas ao bem-estar e qualidade de vida das crianças de 0 a 6 anos nas cidades brasileiras. O projeto apoia os municípios na elaboração de diagnósticos locais sobre a experiência e o acesso do público infantil e seus cuidadores aos espaços urbanos, disponibilizando dados para embasar a construção de políticas públicas mais assertivas para a primeira infância e alinhadas a outras agendas estratégicas locais.

Integram a rede Urban95 Brasil 24 municípios. Em fase avançada de mobilização há: Aracaju (SE), Boa Vista (RR), Brasiléia (AC), Campinas (SP), Caruaru (PE), Crato (CE), Fortaleza (CE), Ilhéus (BA), Jundiaí (SP), Niterói (RJ), Pelotas (RS), Recife (PE) e São Paulo (SP). E em fase de integração há: Alcinópolis (MS), Alfenas (MG), Benevides (PA), Canoas (RS), Cascavel (PR), Mogi das Cruzes (SP), Paragominas (PA), São José dos Campos (SP), Sobral (CE), Teresina (PI) e Uruçuca (BA).

Reunião entre secretários de Governo discute cessões de áreas e transporte público de Teresina

Reunião de secretários discutiu cessões de terrenos entre Governo do Estado e Prefeitura de Teresina Fotos: Cintia Lucas/SEMCOM

O secretário municipal de Governo de Teresina, André Lopes, reuniu-se, nesta quarta-feira, 1, com o secretário estadual de Governo do Piauí, Osmar Júnior, para tratar sobre temas que dizem respeito às duas instância de poder como cessões de áreas e funcionários públicos, transporte público, entre outros assuntos. O secretário executivo de Governo da capital, Michel Saldanha, também acompanhou a reunião.

O secretário André Lopes ressalta a importância do diálogo e boa relação entre município e Estado. “Estou muito feliz com o tratamento cordial recebido do Estado, através do secretário. A orientação do prefeito Dr. Pessoa é que mantivéssemos esse canal direto de comunicação a fim de atendermos os interesses do município. Somos a maior cidade do Piauí e para que consigamos atingir nossos objetivos é importante manter uma boa relação com o Estado. Teremos mais reuniões para tratarmos de temas de interesse de Teresina”.

Um dos temas discutidos é a cessão de terrenos do Estado para a Prefeitura para a construção de novas escolas, assim como doações da Prefeitura para o Estado com o mesmo objetivo.

O secretário Osmar Júnior destaca a relação presente e efetiva entre governo e PMT. “A orientação do governador Wellington Dias e também do prefeito Dr. Pessoa é que seja mantido este nível de relação. Tenho a satisfação de receber o secretário de Governo, Dr. André Lopes. Vamos estabelecer aqui uma linha direta de contato para que todas as questões que unam a PMT e o governo estadual possam ser tratados de forma célere e que se busquem encontrar as soluções adequadas”.

Planejamento do Município e Estado se reúnem para discutir investimentos para Teresina

Nesta terça-feira (30) a Prefeitura de Teresina, representada por uma comissão formada por servidores da Secretaria Executiva de Planejamento Estratégico e Gestão (Seplag), vinculada à Secretaria Municipal de Planejamento (Semplan), se reuniu com a equipe da Secretaria de Estado do Planejamento (Seplan), para discutir o orçamento referente ao Projeto da Lei Orçamentária Anual do Estado para o exercício financeiro de 2022 (PLOA).

A equipe foi recebida na sede da Seplan (PI) pela secretaria da pasta estadual Rejane Tavares. A secretária de planejamento estratégico, Kárita Allen e equipe técnica discutiram sobre os investimentos de verbas que serão repassados ao município, buscando alinhar um direcionamento ainda mais assertivo para esses recursos. O PLOA 2022 ainda está em discussão e votação no plenário da Alepi até o final do ano legislativo. Depois de aprovado, será encaminhado ao Governador para sanção da lei.

Dentre outras pautas abordadas na reunião, foram elencadas as prioridades da Prefeitura de Teresina referentes aos dados do Teresinense Participativo, site que foi desenvolvido com o objetivo de acolher as demandas dos cidadãos teresinenses na construção do Plano Plurianual (2022-2025). O desenvolvimento da estrutura urbana é uma da prioridade da PPA (2022-2025).

“Reuniões como essa são importantes para que nós da gestão municipal e estadual estejamos alinhados no que diz respeito às demandas da população em geral, trouxemos pontos que foram solicitados pelos próprios teresinenses para mesa para que fique claro que nossa gestão trabalha compromissada com melhorias na capital” explica, Kárita Allen, Secretária Executiva de Planejamento Estratégico do município de Teresina.

O projeto da Lei Orçamentária Anual para o exercício financeiro de 2022 (PLOA) foi apresentado ainda neste mês de Novembro, em audiência pública na Comissão de Fiscalização e Controle, Finanças e Tributação da Assembleia Legislativa do Piauí (ALEPI), mediada pelo deputado Henrique Pires (MDB), relator do Orçamento. A audiência teve como objetivo tratar de pontos referentes ao orçamento de todo o Estado e, em especial, solicitadas informações sobre obras e demais investimentos prioritários com recursos do Estado para Teresina.

“É muito importante o relacionamento e esse alinhamento entre município e estado. É sempre positivo ouvir as equipes dos municípios e receber uma sugestão e ideias a serem aplicadas. Dessa forma, conseguimos direcionar de forma ainda mais assertiva os recursos do Estado. Temos um amadurecimento muito grande nessa discussão e estamos disponíveis para que possamos trabalhar juntos”, explicou Rejane Tavares, Secretária Estadual de Planejamento.

O orçamento estadual para o próximo ano será de R$ 14,6 bilhões, com crescimento de 4,6% em relação ao projetado para 2021 e está pautado na conjuntura econômica e social do Estado, em que as prioridades foram definidas a partir das crises econômica, sanitária e política que o Brasil está vivendo. As áreas de Assistência Social, Saúde, Educação e Segurança tiveram os maiores crescimentos.

Ainda durante o encontro, foi firmado o compromisso de parceria entre município e estado para demandas que precisam ser discutidas de forma minuciosa para melhor atender o cidadão teresinense, fortalecendo assim, as políticas públicas compartilhadas entre os dois entes para 2022.

Strans reúne-se com Sindilojas e representantes do Shopping da Cidade para tratar sobre melhorias no trânsito da área comercial do Centro

Nesta terça-feira (30), a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), esteve reunida com representantes do Sindicato dos Lojistas do Comércio do Piauí (Sindilojas/PI), e Lojistas do Shopping da Cidade.

No encontro com o superintendente da Strans, Cláudio Pessoa, foi tratado sobre demandas de pontos de estacionamentos no Centro da capital e solicitação de interdição de vias na área comercial do Centro, por conta do período de compras natalina, a fim de garantir maior mobilidade e segurança no trânsito nas vias do Centro aos pedestres que trafegam pela região no maior período de vendas.

“Precisamos ver a viabilidade técnica de interdição de via, realizar visita técnica da engenharia, por conta da circulação de ônibus, de veículos de carga e descarga, estamos alinhando as nossas ações para que a gente mude esse cenário, alinhando as ações para que a gente planeje o futuro para essa região não só nesse período, toda interdição precisa ser estudada e buscar o ponto de equilíbrio. O propósito é único, o coletivo precisa ser o mote das nossas ações”, declara o superintendente da Strans, Cláudio Pessoa.

Estiveram presentes no encontro com o presidente do Sindilojas, Tertuliano Passos e os representantes do Shopping da Cidade, a equipe técnica da Strans, o Diretor de Transporte Público, Valdir Lima, o Diretor de Operação e Fiscalização de Trânsito, Coronel Ricardo Almeida, a chefe da Divisão de Projeto Viário da Strans, Lívia Macêdo, a gerente de Operação e Fiscalização de Trânsito, Carla Sales e o assessor jurídico, Eder de Morais.