Defesa Civil consolida parceria com os Bombeiros Militares

Nesta quinta-feira (25) o Secretário Municipal da Defesa Civil – SEMDEF, Carlos Ribeiro, esteve reunido no Gabinete do Comando Geral do Corpo de Bombeiros do Estado do Piauí, sob o comando do Cel. José Arimatéia Rêgo de Araújo, para tratar sobre parcerias na realização de vistorias.

“A parceria com os Bombeiros Militares é fundamental para garantir agilidade na liberação dos processos de alvarás. As empresas poderão ter mais celeridade nos procedimentos legais, ocasionando assim mais empregos e renda à nossa capital”, afirmou do secretário da SEMDEF, Carlos Ribeiro.

A ocasião contou com a presença do Superintendente da Strans, Major Claúdio Pessoa, do Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), Marcelo Eulálio, e do Gerente de Operações da SEMDEF, Marcos Rolf, onde consolidaram a parceria entre os órgãos.

 

 

Escolas municipais de Teresina farão monitoramento do Programa Educação Conectada

Definir os detalhes da instalação de medidores para acompanhar a qualidade da internet que vem sendo ofertada nas escolas municipais de Teresina que participam do Programa Educação Conectada. Este foi o objetivo de um encontro ocorrido na manhã de hoje (23) entre o Núcleo de Tecnologia Educacional de Teresina – NTHE e a Gerência de Ensino da Secretaria Municipal de Educação (Semec).

“Através deste programa as escolas recebem recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para aplicarem em atividades desenvolvidas pelos alunos com um olhar pedagógico sobre o uso de novas ferramentas. Com a implementação desses medidores teremos como acompanhar e melhorar o sinal de internet que chega nas escolas”, explica o secretário executivo de Ensino da Semec, Kleytton dos Santos.

Atualmente participam do Programa Educação Conectada 202 escolas da rede municipal de ensino de Teresina. O programa tem como principal objetivo o apoio à universalização do acesso à internet de alta velocidade e o fomento ao uso pedagógico de tecnologias digitais na Educação Básica.

Diretoria do IPMT se reúne com vereadores para explicar mudanças na Previdência

O Presidente do IPMT, Esdras Avelino, e o Diretor de Previdência Edelman Medeiros, estiveram na Câmara Municipal de Teresina na manhã desta segunda feira (22), para esclarecer os vereadores sobre o Projeto de Lei do Regime de Previdência Complementar (RPC), do que se trata e, principalmente, sobre a obrigatoriedade de sua implantação pelo município de Teresina ainda em 2021.

“A implantação do Regime de Previdência Complementar pelos municípios foi determinada pela Emenda Constitucional 103/2019, em que foi concebido um prazo de dois anos para que sejam feitas todas as mudanças. Este prazo expira agora em 2021 e caso não seja cumprida essa determinação, o município sofrerá penalidades. Nossa reunião foi proveitosa porque pudemos tirar todas as dúvidas a respeito do assunto”, explicou Edelman Medeiros.

Estiveram presentes à reunião os vereadores Renato Berger, Bruno Vilarinho, Paulo Lopes, Aluísio Sampaio e Leonardo Eulálio.

O IPMT coloca-se à disposição para qualquer esclarecimento que se faça necessário, de modo a construir um diálogo transparente com os servidores e a sociedade de modo geral.

Strans discute com entidades Plano de Mobilidade Urbana Sustentável de Teresina

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), participou, nesta sexta-feira (19), de uma reunião técnica, com representantes de entidades da área de urbanismo da capital, com representantes de órgãos da Prefeitura de Teresina, das SAADs, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional Piauí, Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU/PI) e do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA/PI), entidades que são diretamente envolvidos com o Urbanismo de nossa cidade.

A arquiteta da Strans, Lívia Macêdo, explica que o encontro foi para que eles pudessem analisar as propostas e fazer as suas contribuições, em uma reunião que aconteceu previamente em virtude da Audiência Pública que vai acontecer na próxima terça-feira (23), na Câmara Municipal de Teresina, das 10h às 12h.

“O encontro teve como objetivo onde os envolvidos puderam alinhar o debate e o discurso sobre as propostas de Mobilidade Urbana contidas no Plano Diretor de Mobilidade Urbana. O Consórcio Concremat apresentou as propostas para os representantes das entidades, onde foram feitas algumas considerações, e o CAU/PI pretende fazer uma carta oficial com essas contribuições, para compartilhar com o Plano Diretor e a Prefeitura para ser analisado e apreciado pelo órgão, e incluídos no Plano Diretor de Mobilidade Urbana”, declara a Arquiteta da Strans, Lívia Macêdo.

Na próxima terça-feira (23), das 10h às 12h, acontecerá Audiência Pública sobre Propostas para Mobilidade Urbana de Teresina na Câmara Municipal de Teresina, com transmissão via Yotube. Para construção do Plano Diretor de Mobilidade Urbana Sustentável de Teresina (PDMUS).

SEMDUH, SAADs, Eturb e Defesa Civil traçam estratégias para prevenir alagamentos em Teresina

O secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Edmilson Ferreira, se reuniu com representantes das Superintendências de Ações Administrativas Descentralizadas (SAADs) para alinhar pontos referentes à limpeza urbana, prevenção de alagamentos e acompanhamento dos empreendimentos que estão sendo instalados em Teresina.

A reunião aconteceu na tarde desta terça-feira (16), na sede da SEMDUH. Também estiveram presentes o presidente da Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano (Eturb), João Pessoa, e o presidente da Defesa Civil do município, Carlos Ribeiro.

“O prefeito Doutor Pessoa, muito preocupado com o período chuvoso, pediu que nós nos reuníssemos com as SAADs regularmente para traçar ações que reduzam os alagamentos na cidade em tempo hábil. Nós vamos monitorar as galerias, realizar a limpeza com maior frequência, e vamos fazer um levantamento detalhado das regiões que alagam para identificar e solucionar o problema”, pontua o secretário Edmilson Ferreira.

Os superintendentes apresentaram sugestões para amenizar os alagamentos em curto prazo e se comprometeram a fazer a manutenção das comportas e estações de bombeamento, além da limpeza regular de galerias, bocas de lobo e sarjetas. “O que não for solucionado com a limpeza, nós vamos agir executando obras de médio e longo prazo”, destacou o secretário.

Intervenção em pontos de descarte irregular de lixo

Tomando como exemplo as ações iniciadas pela SAAD Sul, que transformam pontos de descarte irregular de lixo em canteiros de plantas, o secretário Edmilson Ferreira pediu que as demais superintendências deem continuidade a esse modelo de intervenção urbanística.

“Temos feito inúmeras ações de conscientização, em vários bairros de Teresina, em percebemos que quando há a urbanização do local com o plantio de árvores, a própria população ajuda a manter o local limpo. Então, estamos pedindo que todos os superintendentes adotem essa prática quando possível e também que ampliem a fiscalização desses pontos”, diz o gestor.

Ainda sobre limpeza urbana, o secretário comentou que a SEMDUH está realizando um levantamento dos terrenos baldios privados de Teresina, para que os proprietários sejam notificados. “Os proprietários precisam cuidar de seus terrenos, precisam fazer a limpeza, construir calçada e murar. Está na lei. Se eles não cumprem, precisam ser notificados e multados. Temos que cumprir o Código de Postura do Município”, pontua Edmilson.

Novos empreendimentos

Na reunião, o gestor da SEMDUH frisou que o prefeito Doutor Pessoa solicitou um diagnóstico dos grandes empreendimentos que estão se instalando na capital. O relatório deverá ser entregue por cada SAAD até a sexta-feira (19). “Precisamos desse levantamento para podermos monitorar essas obras, verificar o impacto que elas causam na cidade, ajudar no que for preciso para agilizar a questão burocrática, mas também fiscalizar, saber se está tudo sendo feito dentro do que é exigido”, explica Edmilson.

O superintendente da SAAD Leste, James Guerra, propôs realizar um mutirão de análise das consultas prévias dos grandes empreendimentos, para agilizar a parte burocrática. “Esse mutirão deve contar com técnicos das SAADs, da SEMAM, da SEMPLAN e da SEMDUH, para conseguirmos obter mais agilidade no processo de análises e liberação das licenças”, defende James Guerra.

Foto: Divulgação (Semduh)

Prefeitura de Teresina e Associação Nacional de Turismo discutem ações para fomento ao setor

O prefeito Dr. Pessoa reforçou sua sensibilidade em relação ao turismo em Teresina

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, e parte da sua equipe estiveram reunidos, na manhã desta sexta-feira (12), com representantes da Associação Brasileira de Turismólogos e Profissionais do Turismo (ABBTUR) para tratar a viabilidade de um termo de cooperação técnica para fomentar as atividades ligadas ao setor na capital.

Na ocasião, o chefe do executivo municipal reforçou sua sensibilidade em relação a essa discussão. “É importante para a geração de emprego e renda, mas infelizmente esse viés estava esquecido na nossa cidade, mesmo com todo o seu potencial para o turismo de negócios, da saúde, da educação, do gastronômico e etc.”, disse Dr. Pessoa.

Dentre os tópicos apresentados pela entidade, estavam a necessidade da criação de um observatório municipal de inteligência turística, que desenvolveria estratégias para o setor a partir do fomento em pesquisas realizadas em parceria com a Universidade Estadual do Piauí (UESPI), e ferramentas de estímulo ao turismo rural de Teresina.

“Nesse encontro com o prefeito, conseguimos pautar as diretrizes e relevantes pontos que o poder público municipal precisa para desenvolver o seu turismo. Uma reunião muito primorosa, onde apresentamos as primeiras ideias. Ficamos satisfeitos com a receptividade e agora vamos para as ações”, afirmou Alex Albuquerque, coordenador geral da ABBTUR.

Outro demanda apresentada pela associação foi a necessidade da realização de um concurso público para a contratação de profissionais com formação na área. Segundo Dr. Pessoa, essa é uma questão fundamental que será considerada pela gestão. “Vamos estudar essa possibilidade, de acordo com a capacidade financeira da prefeitura”, garantiu.

A reunião também contou com a participação do vereador Venâncio Cardoso e dos secretários municipais de Governo, André Lopes; e de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), Marcelo Eulálio.

SEMDUH realiza 1ª reunião com carroceiros para orientar sobre o descarte de lixo

A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), reuniu carroceiros das zonas sul e norte de Teresina para prestar orientações sobre o correto descarte do lixo. O encontro aconteceu no Bairro Poty Velho e serão realizadas novas reuniões, com carroceiros de outras zonas, nas próximas semanas.

“Nós temos enfrentado um grave problema de descarte irregular de lixo. Em muitos casos, as pessoas jogam lixo ao lado do Ponto de Recolhimento de Resíduos (PRR). É uma situação muito preocupante. Por isso estamos tendo essas conversas com os carroceiros. A ideia é orientá-los sobre a correta destinação dos resíduos e sobre as punições que todos podem sofrer, caso coloquem lixo em local indevido”, explica o coordenador de Limpeza Pública da SEMDUH, Fabrício Amaral.

No encontro, foram destacados pontos relevantes como o tipo de material que deve ser descartado nos PRRs, a quantidade, os prejuízos que a Prefeitura está tendo com lixo em local proibido e o valor da multa, que pode ser até R$ 3.690. Os carroceiros também falaram sobre suas dificuldades e deram sugestões para a melhor localização dos contêineres.

O secretário da SEMDUH, Edmilson Ferreira, ressalta que os carroceiros podem ser grandes aliados da Prefeitura no combate ao descarte irregular de resíduos, visto que atuam diariamente em toda a cidade e podem ajudar a denunciar as infrações. “Queremos trabalhar em conjunto. Nossa intenção não é sair multando todo mundo. É orientar e unir forças. Se cada um fizer sua parte, todos saímos ganhando. Os carroceiros, a população, o poder público e o meio ambiente”, destaca o gestor.

A presidente da Associação de Trabalhadores em Veículo de Tração Animal de Teresina, Ana Cristina Lima, que representa os carroceiros, participou da reunião e se colocou à disposição para ajudar na mobilização da categoria. “Aqui já é meio caminho andado, porque a gente já estava precisando que a Prefeitura chegasse até nós para trabalharmos em conjunto. Essa reunião já é uma grande oportunidade que estamos tendo porque todos dizem que o problema são os carroceiros, mas na verdade, um carroceiro pode prejudicar a todos. Então estamos aqui para ajudar”, afirma.

Vicente Silva, carroceiro há 32 anos, considerou a reunião bastante positiva. “Se acontecer o que estamos falando aqui, é bom! Queremos a fiscalização para ajudar os carroceiros e não para atrapalhar. Assim como os carroceiros podem ajudar na coleta do lixo, colocando nos contêineres, em locais certos. Assim fica bom para os dois lados”, pontua.

Rogério Lima, carroceiro há 8 anos, frisa a importância da união entre o poder público e a categoria. “Queremos a união da Prefeitura com os carroceiros para ficarmos ajudando um ao outro, dando ideias no que tiver que melhorar. Vamos fazer nossa parte e nos vigiar também para deixar a cidade limpa e esperamos o apoio da Prefeitura no que diz respeito à localização dos contêineres para que os animais não percorram longas distancias”, diz.

Responsabilidade de quem contrata o carroceiro

O coordenador de Limpeza Pública ressalta que quem contrata um carroceiro também tem responsabilidade sobre a correta destinação do lixo. Ele explica que, em caso de investigação, a pessoa pode ser notificada e multada, pois ela precisa saber onde será descartado seu resíduo.

“Às vezes a pessoa faz a poda das árvores de sua residência ou quer se desfazer de um móvel velho, por exemplo, e contrata um carroceiro para fazer a retirada desse material da sua calçada, sem se importar ou refletir sobre onde esse carroceiro vai depositar esse material. Não pode ser assim. A pessoa tem que questionar o carroceiro, verificar se ele vai mesmo colocar no PRR mais próximo ou se vai colocar no meio da rua, onde é proibido. Caso ele cometa a infração, a pessoa que o contratou vai ser responsabilizada também”, alerta.

SEMDUH reuniu carroceiros das zonas norte e sul para orientar sobre o descarte de lixo. Foto: Divulgação (Semduh)

Os carroceiros sugeriram pontos para a implantação dos PRRs, de modo que os animais não precisem percorrer longas distâncias. Foto: Divulgação (Semduh)

 

Dr. Pessoa escuta demandas e recebe projetos de praticantes de Esportes de Rua

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, esteve reunido na manhã desta sexta-feira (5), com praticantes de esportes de rua para ouvir demandas, discutir e melhorar projetos para prática desses esportes na capital. Estiveram presentes os representantes dos ciclistas, dos corredores de rua, skatistas e dos praticantes da patinação.

 

Dr. Pessoa ressalta a importância da reunião para o desenvolvimento de práticas esportivas em Teresina.

“Esse momento é muito importante e eu fiz questão dessa reunião, pois hoje a sociedade de modo em geral pede por espaços esportivos. A prefeitura está abraçando essa causa e vamos analisar as solicitações de cada segmento esportivo para atuarmos e assim promover melhorias para a prática desses esportes”, disse o prefeito.

Fernando Correia Lima, presidente da Federação de ciclismo do Piauí, destaca a entrega de projetos e a receptividade do prefeito.

“É muito importante para nós da Federação que representamos mais de mil atletas federados e muitos outros não federados, mas que praticam o esporte em várias modalidades. Foi um prazer e uma alegria muito grande ser muito bem recebido pelo prefeito e sua equipe. Entregamos sete projetos para o ciclismo da capital. Os projetos foram bem avaliados, e além do esporte, defendemos o ciclismo com meio de transporte, e pra isso, estamos buscando espaço junto ao conselho municipal de trânsito para que possamos discutir junto com a Strans o uso da bicicleta como meio de transporte”, afirmou.

Servidores da Semec recebem orientações para realização do recadastramento

Superintendentes escolares foram convidados para participar de uma reunião no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semec). O objetivo do encontro foi facilitar a comunicação entre a equipe de gestores do órgão e a comissão do recadastramento funcional dos servidores junto às escolas e Cmeis da rede municipal de ensino. O censo cadastral acontece até o dia 18/11.

Na reunião foram colocados os pontos de dificuldades encontrados pelos servidores na realização do recadastramento e repassadas as orientações para que possa viabilizar a coleta de informações. O censo é feito exclusivamente online, no site da Semec: https://semec.pmt.pi.gov.br/recadastramento/. Os servidores ativos deverão se recadastrar anualmente a partir do exercício de 2022, no mês do respectivo aniversário, com a finalidade de promover a atualização de seus dados cadastrais.

A professora Cristiane Pimentel que faz parte do apoio jurídico do setor de direitos e deveres dos servidores da Semec afirma. “Esse momento é muito importante para identificamos possíveis falhas no sistema que alguns servidores já relataram à comissão e estamos hoje esclarecendo algumas dúvidas com os superintendentes e a partir daí eles levem essas informações com mais clareza para as escolas.”

“O comprometimento dos servidores e a consciência da obrigatoriedade do processo de recadastramento funcional garantirá o êxito de todo o processo”, finaliza Cristiane Pimentel.

SEMDUH reunirá carroceiros de Teresina para orientar sobre descarte de lixo e ouvir sugestões

O coordenador de Limpeza, Fabrício Amaral, e o técnico da Semduh, Abib Tajra, se reuniram com a representante da Associação, Ana Cristina Lima Foto(Ascom/Semduh)

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), por meio da Coordenação de Limpeza Pública, reunirá os carroceiros de Teresina para repassar orientações quanto ao correto descarte de resíduos e ouvir sugestões da categoria para reduzir o acúmulo de lixo em local proibido.

Na manhã desta quarta-feira (3), o coordenador de Limpeza, Fabrício Amaral, se reuniu com a representante da Associação de Trabalhadores em Veículo de Tração Animal de Teresina, Ana Cristina Lima, para viabilizar os encontros com todos os carroceiros já para os próximos dias.

Atualmente, há 2.234 carroceiros cadastrados na Associação. Por causa do volume, as reuniões deverão acontecer por zona. “Nosso objetivo não é multar os carroceiros, pelo contrário. Nós queremos orientá-los sobre as alternativas existentes para o correto descarte do lixo. É mais uma ação de conscientização. Já estamos indo nos bairros conversar com a população de porta em porta e, agora, vamos conversar com os carroceiros”, explica Fabrício Amaral.

O coordenador destaca que a multa para quem joga lixo em local proibido varia de R$ 369 a R$ 3.690, dependendo da quantidade, da frequência, do tipo de material descartado e do impacto ambiental causado.

“Mas, como eu já disse, não é nosso objetivo multar os carroceiros. Queremos torná-los nossos aliados na limpeza da cidade. Queremos que eles nos ajudem colocando o lixo nos locais apropriados e também denunciando quem não está fazendo corretamente. Precisamos combater o acúmulo de lixo nas ruas. Está chegando o período chuvoso e a preocupação do prefeito Dr. Pessoa é a de que a situação piore”, frisa o coordenador.

Na reunião, Ana Cristina se colocou à disposição para organizar as reuniões e listar as sugestões dos carroceiros para melhorar as estratégias de descarte do lixo.

Ela garantiu que a Associação não compactua com pessoas que praticam o descarte irregular de lixo. “Nossos carroceiros cadastrados na Associação não jogam lixo em local proibido, mas temos algumas dificuldades que precisam ser resolvidas e vamos expor esses pontos nas reuniões. Estou à disposição para ajudar no que for preciso”, disse.

O secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Edmilson Ferreira, ressalta que os gastos da Prefeitura de Teresina com a limpeza de pontos de descarte irregular têm aumentado consideravelmente.

“Todos os meses, temos mais de 8,5 mil toneladas de lixo jogado em local proibido. O custo disso para os cofres municipais já está beirando os R$ 500 mil mensais. É uma situação absurda. Nosso prefeito tem demonstrado muita preocupação, sobretudo pela proximidade do período chuvoso. O acúmulo de lixo nas ruas vai entupir os bueiros, causar inundações e aumentar a proliferação de doenças. Precisamos barrar essa prática imediatamente. Por isso, além de todas as ações de conscientização, também estamos ampliando a fiscalização”, afirma o gestor.