Combate à Dengue: Reeducandos do Sistema Prisional começam a atuar na 2ª feira

A Prefeitura de Teresina inicia, nesta segunda-feira (2), o trabalho dos reeducandos do Sistema Prisional na Operação de Combate à Dengue.

Os reeducandos atuarão na limpeza das escolas e creches municipais, com Equipamento de Proteção Individual (EPI), ferramentas, alimentação, água e transporte fornecidos pela Prefeitura de Teresina.

O coordenador da Operação, secretário Edmilson Ferreira, frisa que os reeducandos não entrarão nas residências, pois essa parte do trabalho será realizada pelos agentes do Centro de Zoonoses e pelo Exército.

A Operação de Combate à Dengue teve início no dia 18 de abril e reúne vários órgãos da Prefeitura, como a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), que coordena a ação, as Superintendências de Ações Administrativas Descentralizadas (SAADs), a Fundação Municipal de Saúde (FMS), a Secretaria de Educação (SEMEC), a ETURB (Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano), SEMCASPI (Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas), Defesa Civil e a Secretaria de Comunicação.

A Prefeitura conta ainda com a parceria da Secretaria de Justiça, que enviará os reeducandos necessários para o trabalho, e do Exército, que será treinado pelas equipes do Centro de Zoonoses para identificar focos de dengue dentro das residências.

“Ressaltamos que essa é uma ação integrada, inédita, pensada para combater o mosquito de forma efetiva. Estamos usando todas as armas possíveis, como determinou o prefeito Doutor Pessoa”, declara o secretário Edmilson Ferreira, coordenador da Operação.

Uma coletiva de imprensa será marcada na segunda-feira, ao meio-dia, para que o gestor explique o cronograma de cada grupo envolvido na Operação. “No primeiro momento, vamos organizar as equipes, entregar os EPIs e as ferramentas, passar as informações necessárias. Depois eles vão começar o trabalho e aí, sim, vamos mostrar como será tudo. Estamos fazendo os ajustes necessários para que essa Operação aconteça da forma mais eficaz e pedimos um pouco de paciência da população e da imprensa nesse sentido”, finaliza o secretário.

Operação conjunta de Combate a Dengue em Teresina começa na próxima segunda

A Prefeitura de Teresina inicia na próxima segunda-feira (2), a partir das 8h30, no bairro Monte Verde, zona Norte, a operação conjunta de combate à dengue, zika e chikungunya em Teresina.

A ação acontece em regime de mutirão onde estarão envolvidas cerca de 300 pessoas entre agentes de saúde, reeducando com acompanhamento da Secretaria de Justiça do Piauí, agentes de limpeza e exército brasileiro. A operação vai acontecer de acordo com o mapa sanitário do Centro de Zoonoses da Fundação Municipal de Saúde (FMS).

Fotos: Rômulo Piauilino / Semcom

Segundo Paulo Marques, da gerência de zoonoses o órgão conta com um contingente de 235 agentes de combate a endemias que já fazem visitas as residências e prédios públicos. “Nessa operação vamos continuar fazendo esse serviço e ainda ganhamos ajuda importante de militares do exército para que o trabalho seja executado mais rapidamente. O importante é diminuirmos o número de mosquitos que estão sugando o sangue e contaminando as pessoas com o vírus da dengue, chikungunya e zika”, afirmou.

O Secretário Edmilson Ferreira, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), reforça a importância da força-tarefa que tem como finalidade barrar a proliferação da dengue.

“A operação inicia com as SAADs, atuando com o CTA que é a limpeza, o pessoal da saúde fazendo o fumacê onde tem que ser feito. A limpeza é fundamental para o combate ao mosquito e está sendo realizada em toda a cidade. Estamos contando com apoio dos reeducandos, exército, os agentes de saúde já estão realizando as visitas e todos os ambientes onde estão os focos que precisam ser eliminados”, ressaltou o secretário.

Durante a operação serão realizados divulgação, inclusive com carros de som nos locais onde as equipes atuarão naquele momento.

A operação contará com representantes da Semduh (Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação), Saads (Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas), Fundação Municipal de Saúde (FMS), Secretaria Municipal de Educação (Semec), Guarda Municipal, Defesa Civil, Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semam), Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), Eturb (Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano), Sema (Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos), Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom), Secretária de Justiça do Estado e Exército, além do CTA (Consórcio Teresina Ambiental) com 1800 pessoas envolvidas.

Obras da SAAD Centro são vistoriadas e novas vagas para estacionamento no Centro são projetadas

O superintendente Roncalli Filho realizou uma série de vistorias em obras da Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD) Centro nesta terça-feira (26).

O cronograma teve início com uma reunião com a equipe técnica da pasta para o alinhamento sobre novas vagas de estacionamento que serão criadas na obra de revitalização e acessibilidade no centro de Teresina. A determinação foi do prefeito Dr. Pessoa e está sendo projetada pela equipe de engenheiros e arquitetos da SAAD Centro.

Em seguida, Roncalli Filho visitou também obras de pavimentação na Vila Pantanal, bairro Nova Brasília, e também na Rua Engenheiro Sampaio, no bairro Cabral, que já está em fase final.

Na região, o superintendente aproveitou para conversar com a população e tratar sobre demandas e avaliações de moradores sobre as obras iniciadas nesta gestão.

As visitas foram finalizadas com uma vistoria nas obras de criação de museu no Parque Floresta Fóssil de Teresina. Segundo Roncalli Filho, o objetivo é acelerar o cronograma das ações.

“A celeridade e conclusão de obras que fazem toda a diferença para a população são um determinação direta do nosso prefeito Dr. Pessoa, então, tenho esse trabalho de não focar apenas na parte administrativa, mas vistoriar de perto o andamento de cada uma das missões repassadas pelo prefeito. O objetivo é entregar cada uma o mais rápido possível”, destacou o superintendente.

Dr. Pessoa reúne secretariado para ação integrada em combate à Dengue

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, reuniu, na manhã desta segunda-feira (25), os secretários das pastas municipais para constituir uma força-tarefa para atuar em regime de mutirão no combate à dengue, zika e chikungunya e na expansão da limpeza da zona urbana e rural da capital. O encontro aconteceu no Salão Nobre, no Palácio da Cidade.

Fotos: Rômulo Piauilino / Semcom

Dr. Pessoa acredita que a união de poderes, por meio da prevenção e tratamento, é uma forma de barrar a proliferação do mosquito em Teresina.

“Com essa força-tarefa esperamos aumentar a prevenção e o tratamento. Vamos discutir sobre esses dois assuntos, que é limpeza geral com todas as SAADs, o exército representado pelo 25° BC, para que, em conjunto, uma verdadeira força-tarefa para melhorar essa situação do mosquito da dengue em Teresina. Peço o empenho de todos, sair do campo filosófico para o campo das ações, de todos. Agradecer o governo do Estado o exército brasileiro de estarem juntos conosco nessa tarefa de amenizar esse momento de vulnerabilidade causado pelo mosquito da dengue”, disse o prefeito.

O secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), Edimilson Ferreira, detalhou a dinâmica da ação. “Vamos identificar, juntamente a Fundação Municipal de Saúde, os pontos críticos e trabalhar junto as Saads nessa limpeza. Em seguida, entra o exército e os apenados que irão trabalhar nas escolas. Já estamos desenvolvendo um plano para começar a executar junto a essa ação integrada que tem como finalidade barrar a proliferação da dengue”, informou o secretário.

O subsecretário estadual de Justiça, Fanuel Andrade, fala sobre a parceria junto a Prefeitura e destaca o trabalho dos apenados que participarão do mutirão.

“Todos esses internos que vão participar desses mutirões auxiliando a prefeitura de Teresina passam por uma avaliação criteriosa acerca do grau de periculosidade deles. A maioria deles são já, do que chamamos, da comunidade evangélica, aqueles que não participam de organizações criminosas e quem tem um posicionamento destacado, pacífico e ordeiro. Todos eles estão doutrinados em um sistema de procedimentos. A Secretaria de Justiça tem um micro-ônibus para deslocamento de internos que podemos disponibilizar. Em relação a funcionalidade dos internos, eles precisam de uma capacitação para trabalharem nesse mutirão. Mas já sabemos que eles vão para ambientes fechados, serão acompanhados por policiais e pela guarda municipal, estarão todos padronizados e os EPIs já foram entregues”, detalha Fanuel Andrade.

Francisco Carneiro, representando o 25° BC, afirmou que cerca de 30 militares serão efetivados nesse primeiro momento, mas que poderá aumentar o número de agentes mediante necessidade.

“Logo nessa semana o efetivo é de 30 militares, pois estamos em outra operação fora. Mas, logo na outra semana, esse número poderá até quadruplicar, de acordo com o período e o tempo que a missão perdurar. A equipe já participou, anteriormente, de outras operações de dengue, chikungunya e pode apoiar as equipes da vigilância sanitária, o exército como tem aí uma imagem muito boa perante a sociedade brasileira, utilizou-se dessa imagem para abertura das portas das residências para fazer a vigilância sanitária dentro das casas”, disse Carneiro.

O Comitê Operacional que trabalhará em regime de força-tarefa que contará com representantes da Semduh, Saads, Fundação Municipal de Saúde (FMS), Secretaria Municipal de Educação (Semec), Guarda Municipal, Defesa Civil, Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semam), Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), Eturb (Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano), Sema (Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos), Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom), Secretária de Justiça do Estado e Exército, além do CTA (Consórcio Teresina Ambiental) com 1800 pessoas envolvidas.

SAAD Centro desobstrui passagem de Avenida e intensifica limpeza durante chuvas

A Prefeitura de Teresina, através da Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD) Centro, realizou na manhã desta terça-feira (19) a poda de uma árvore que caiu na Avenida Marechal Castelo Branco.
A vegetação interditou a via após a forte chuva que caiu sob a capital.

O superintendente Roncalli Filho explicou que a SAAD Centro possui equipes posicionadas em diferentes áreas para realizarem podas de árvores caídas, limpezas em bueiros, além do recolhimento de resíduos e lixo nos bairros, a fim de evitar entupimentos.

“Tão logo recebemos essa demanda deslocamos equipe da Gerência de Serviços Urbanos para o local para realizar a desinterdição da via”, relatou o superintendente Roncalli Filho.

Roncalli Filho ainda acrescentou que a administração conta com diversas equipes de até 15 homens, que atuam 24h, realizando a limpeza em diferentes pontos da cidade. O serviço, inclusive, foi reforçado durante o período de chuvas intensas.

Na programação desta terça, por exemplo, a equipe passou por bairros como ilhotas, Primavera, Matinha, Acarape e Nova Brasília. O trabalho tem início por volta das 6h e segue até meia-noite e meia do dia seguinte.

Mutirão de combate à dengue terá reforço do Exército e de internos do Sistema Penitenciário

A Prefeitura de Teresina elaborou um grande mutirão de combate à dengue, que inclui a união de várias secretarias e o reforço de militares do Exército e internos do Sistema Penitenciário para ajudar nas ações.

Segundo o secretário Edmilson Ferreira, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), a força-tarefa teve início dia 18 de abril e vai até o dia 20 de maio, podendo ser prolongada se houver necessidade.

“Vários órgãos da Prefeitura de Teresina estão envolvidos nesta ação. Como a Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano (ETURB) com a operação de tapa-buraco; as SAADs de todas as zonas alinhadas na limpeza da cidade; o Centro de Controle de Zoonoses e a Fundação Municipal de Saúde (FMS), que atuam dando suporte à saúde pública e fiscalizando possíveis focos de dengue. Nós da SEMDUH coordenamos esse mutirão”, explica o gestor.

Em reunião nesta segunda-feira (18), a Prefeitura confirmou que uma parceria será firmada entre o Exército e a Secretaria de Justiça do Piauí para disponibilizar militares e internos penitenciários do semiaberto para ajudar nessa operação.

O contrato já firmado com a ETURB garante a quantidade de internos que a Secretaria precisar para efetuar o serviço de tapa-buracos na cidade.

“Vamos trabalhar com o contingente que for necessário. Num primeiro momento, nós pensamos em 300 internos que estão em condições mais favoráveis. Por exemplo, na situação de semiaberto”, afirma o secretário.

Essa ação de limpeza pública já está em andamento. A limpeza de ruas, avenidas e lagoas está acontecendo diariamente em Teresina. O secretário Edmilson reforça ainda que a fiscalização em terrenos baldios será ampliada. “Serão notificados e multados proprietários de imóveis vazios que possam gerar algum foco de dengue”, alerta o gestor.

Obras de revitalização do Centro avançam e passagem para veículos é liberada em trecho

As obras de revitalização do Centro de Teresina devem custar mais de R$ 12 milhões Fotos(Ascom/Saad Centro)

A Prefeitura de Teresina, por meio da Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD) Centro, segue avançando nas obras de revitalização e acessibilidade de vias do Centro da capital.

O trecho que compreende a avenida Maranhão até a rua Firmino Pires foi finalizado e está sendo desinterditado para que veículos possam voltar a circular pelo local.

Segundo o superintendente Roncalli Filho, o próximo passo será a instalação de floreiras e, posteriormente, a colocação de bancos em pontos estratégicos da calçada que acompanha a via.

“Entregar essa obra no tempo mais hábil possível foi compromisso que firmamos com a população de Teresina e com o prefeito Dr. Pessoa. Assim, com muita felicidade, estamos avançando em mais uma etapa, liberando já a via para a passagem de veículos. Em breve, vamos poder apresentá-la também como uma rua completa, trazendo bem mais conforto e comodidade para o cidadão teresinense”, afirmou o superintendente.

Roncalli Filho ainda acrescentou que, após a conclusão do projeto, a cidade ganhará as suas primeiras “ruas completas”, com vias que possuem bancos, lixeiras, uma nova iluminação, calçadas largas, canteiros e passagens específicas para cadeirantes com rampas.

A previsão é de que a primeira parte das obras seja concluída até o mês de abril. No total, os investimentos na revitalização são de R$ 12.119.668,48 com recursos do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF).

SAAD Centro vai implementar museu de arqueologia no parque Floresta Fóssil e inicia construção de prédio administrativo

A Prefeitura de Teresina, através da Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD) Centro vai implementar um museu no parque Floresta Fóssil, localizado às margens do Rio Poty. As obras para construção de um prédio que abrigará o setor administrativo foram iniciadas nesta segunda-feira (11).

Segundo o superintendente Roncalli Filho, o Parque Floresta Fóssil vai receber um museu de arqueologia e paleontologia e um prédio para a administração. A nova estrutura também contará duas plataformas para observação em cada margem do rio Poty, estacionamento, trilhas e urbanização em toda a área.

O superintendente explicou que está sendo realizada a instalação de um novo canteiro de obras, além do piso bruto para o setor da administração. Também foram recebidos equipamentos como armações para vigas e madeira para que seja dado o início à segunda fase das obras.

“Essa é uma obra importante de revitalização de mais um ponto turístico da nossa cidade, que está sendo feita por determinação do prefeito Dr. Pessoa. Certamente será uma obra que vai trazer mais comodidade, embelezamento e, consequentemente, mais visitantes para o Parque Floresta Fóssil”, destacou Roncalli Filho.

As obras para implementação de museu no Parque Floresta Fóssil, que estavam paradas, foram retomadas pela SAAD Centro há pelo menos um mês, após rescisão de contrato com empresa contratada pela gestão anterior.

O superintendente destacou ainda que as obras representam um investimento de R$ 11.049.918,43 para a implementação de infraestrutura do parque floresta fóssil, com recursos que são do CAF.

Fotos: Ascom Saad Centro

SAAD Centro avança em obras de calçamento na Rua Anísio Pereira

A Prefeitura de Teresina, através da Superintendência das Ações Administrativas (Saad) Centro, deu início nesta sexta-feira (08), ao assentamento de pedras para a colocação de calçamento na Rua Anísio Pereira na Vila Pantanal, na região do bairro São Joaquim, na zona Norte de Teresina.

Fotos: Ascom Saad Centro

Segundo o superintendente Roncalli Filho, a obra representa um investimento de R$ 46 mil para a região. O engenheiro acrescenta que o objetivo é concluir a colocação do calçamento em 15 dias.

“Estamos atendendo a um pedido bastante antigo da população que sofria com as condições da rua que, praticamente, era de chão batido. Isso dificultava muito a locomoção dele. Agora, por determinação do prefeito Dr. Pessoa estamos trazendo uma resolução para esse problema e trazendo mais comodidade para as pessoas que vivem nesta região”, destaca Roncalli Filho.

Investimentos de mais de R$ 121 mil

O superintendente afirmou que a SAAD Centro já fez investimentos de mais de R$ 121.996,18 com recursos próprios da administração municipal para a recuperação de pavimentação, sarjetas, canteiros centrais, praças, muros, galerias. Além de serviços de drenagens e poda de árvores.

A SAAD Centro disponibiliza o número 3215-7462 ou 9 99470-8398 para que a população possa enviar demandas ou pedidos de recuperação ou limpeza nos bairros de jurisdição da pasta. Para Roncalli Filho, a colaboração da população é fundamental para a prestação deste tipo de serviço.

“Estamos à disposição da população teresinense. Através das nossas gerências de limpeza, obras e serviços urbanos temos homens e mulheres diariamente em campo e a serviço para a atender o povo de Teresina”, destaca o superintendente.

Madeira de árvore que interditou Av. Maranhão é reutilizada

A madeira de uma árvore de grande porte, que caiu durante a forte chuva que atingiu Teresina, na madrugada da terça-feira (05) e interditou um trecho da Avenida Maranhão, foi reutilizada para a fabricação de cadeiras e uma mesa. A iniciativa é da Prefeitura de Teresina, através da Superintendência das Ações Administrativas (SAAD) Centro.

Segundo o superintende Roncalli Filho, os móveis serão levados para um espaço na Avenida Boa Esperança, no bairro São Joaquim, zona Norte de Teresina, que será revitalizado pela administração municipal.

Roncalli Filho explicou que o ponto é alvo recorrente de descarte irregular de lixo. O objetivo é limpar, organizar e urbanizar o local para evitar que a situação continue a se repetir.

“A mesa e as cadeiras vão servir para a urbanização na Avenida Boa Esperança, que era um ponto corriqueiro de descarte irregular de lixo. Também vamos colocar seixo, brita, mudas de árvores, pneus pintados e fazer uma verdadeira urbanização, a fim evitar a continuidade desse ciclo de descarte de lixo”, explicou.

Roncalli Filho explicou que a SAAD Centro realiza uma programação diária de limpeza nos bairros em que possui jurisdição. No entanto, a manutenção desta limpeza também depende da colaboração da população.

“A limpeza diária é como um enxugar de gelo se o lixo continuar a ser jogado em espaços e vias públicas irregularmente. Então, estamos urbanizando o local como uma ação de retorno para que deixem de jogar resíduos de maneira irregular”, destacou o superintendente.

Fotos: Ascom Saad Centro