Prefeitura discute adesão ao selo do Sistema Brasileiro de Inspeção (SISBI)

Reunião discute o sistema que garante a formalização aos produtores que fazem o abate de animais, aves e derivados Foto(Ascom Saad Rural)

A Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD) Rural realizou reunião técnica com a Gerência de Inspeção e Fiscalização Agropecuária (GIFA) para discutir a importância da adesão ao Selo do Sistema Brasileiro de Inspeção (SISBI).

O sistema garante a formalização e legalidade aos produtores e empreendedores que fazem o abate de animais, aves e derivados que são comercializados e fornecidos para alimentação, além de sua padronização para comercialização para todo o país. Também busca reduzir a comercialização de produtos de origem animal de forma clandestina, entre os estados brasileiros.

O SISBI é vinculado ao Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (SUASA) e os produtores que adquirem este selo podem comercializar os seus produtos por todo o país, sem que seja necessário possuir o Selo de Inspeção Federal (SIF).

Segundo o superintendente da SAAD Rural, coronel Evaldo Marques, essa adesão ao Selo do Sistema Brasileiro de Inspeção (SISBI) será um grande avanço para cidade de Teresina, em especial aos produtores da carne animal e derivados, que poderão vender seus produtos para todos os estados brasileiros.

“Com essa adesão, os produtores teresinenses ganharão uma grande força na comercialização de seus produtos que poderão ser exportados para outros municípios e estados do país, devidamente fiscalizados pelo serviço de inspeção/fiscalização da SAAD Rural”, afirma o superintendente.

De acordo com o gerente Romualdo Spindola, da Gerência de Inspeção e Fiscalização Agropecuária (GIFA), da SAAD Rural, esta adesão agregará valores aos produtos alimentícios dos estabelecimentos teresinenses.

“O sistema SISBI proporciona muitas vantagens para donos de estabelecimentos que querem comercializar seus produtos com o selo que garante um produto com qualidade e com todas as necessidades higiene/sanitárias avaliadas por pelo serviço de inspeção municipal. Vale destacar que os donos de estabelecimentos precisam estar cadastrados/registrados na SAAD Rural, por meio da Gerência de Inspeção e Fiscalização Agropecuária, para poderem usufruir das vantagens que o sistema oferece”, destaca Romualdo.

O SISBI, além de garantir a formalização e legalidade do empreendimento, também proporciona uma maior segurança alimentar às pessoas, amplia o mercado consumidor, aumenta a credibilidade dos produtos e a lucratividade do estabelecimento.

Zona Rural Sudeste recebe asfalto ligando dois povoados ao rodoanel

Prefeitura de Teresina, está concluindo pavimentação asfáltica na estrada que liga o Rodoanel / Lagoa dos Afonsinhos e Centro dos Afonsinhos, na zona Rural Sudeste da capital. Foto: ( Ascom/SAAD Rural)

A Prefeitura de Teresina, por meio da Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD) rural, está concluindo a pavimentação asfáltica e drenagem superficial da estrada que liga o Rodoanel / Lagoa dos Afonsinhos e Centro dos Afonsinhos, na zona Rural Sudeste da capital.

A obra possui extensão de 5,46 km com investimentos de R$ 3,3 milhões, que tem como fonte de recursos uma parceria entre a Prefeitura de Teresina e a Caixa Econômica Federal (CEF).

A empresa DTC/DANTEC é a responsável pela execução da obra, que se encontra em fase de conclusão. Em poucos dias, será entregue a população teresinense, mais uma obra de mobilidade rural que a prefeitura realiza aos teresinenses.

Segundo o superintendente da SAAD Rural, coronel Edvaldo Marques, esta é mais uma obra de mobilidade rural que a Prefeitura de Teresina está concluindo para atender os anseios da população.

“A zona Rural de nossa capital está tendo um olhar atencioso do Dr. Pessoa, que tem atendido reivindicações da população de construção asfáltica e outras solicitações que a Saad Rural tem buscado resolver junto a prefeitura”, destaca, coronel Edvaldo Marques.

Além da estrada que liga o Rodoanel/Lagoa dos Afonsinhos e Centro dos Afonsinhos, que está em fase de conclusão, a prefeitura também está concluindo a estrada do Povoado Campestre Norte e do Povoado Fazenda Nova, na região da Cacimba Velha.

SAAD Rural tem intensificado a recuperação de estradas danificadas pelas chuvas

Prefeitura de Teresina tem intensificado recuperação de estradas na zona Rural , após o período chuvoso. Foto ( Ascom/ Saad rural)

A Prefeitura de Teresina, por meio da Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD) rural, vem realizando a recuperação de estradas esburacadas e com difícil acesso, na zona Rural da capital, devido aos altos índices de chuvas, deste ano, que provocaram esses e outros danos nas vias.

Nesta semana, a recuperação está sendo realizada na região Cacimba Velha, zona Rural Leste, nos Povoados Cacimba Velha, Lagoa da Mata e Nova Cajaíba.

Além desses povoados, os trabalhos de recuperação de estradas também serão executados nas comunidades: Serra do Gavião, Beco da Raposa e Soturno, conforme o planejamento da SAAD Rural.

Segundo o superintendente da SAAD Rural, coronel Edvaldo Marques, o órgão tem intensificado os trabalhos para recuperação das estradas danificadas pelas fortes chuvas deste ano.

“As chuvas provocaram rompimento de estradas, buracos e outros problemas nas vias rurais, mas a SAAD Rural está intensificando os trabalhos de recuperação dessas estradas para garantir um melhor acesso à população as suas comunidades ‘, afirma, coronel Edvaldo Marques.

Começam as obras de implantação asfáltica no Povoado Campestre Norte

 

Implantação asfáltica no Povoado Campestre Norte. Foto: Ascom/Saad Rural

A Prefeitura de Teresina, por meio da Superintendência de Ações Administrativas (SAAD) Rural, está dando continuidade ao serviço de implantação asfáltica no Povoado Campestre Norte. A obra terá extensão de 10, 149 km e a previsão de execução é de 180 dias.

Os trabalhos tiveram início em maio deste ano na PI-112 e vão passar pelos Povoados Campestre Norte, Divino Espírito Santo, Centro do Jacu até o perímetro limite de Teresina com o município de José de Freitas.

Está sendo investido o valor de R$ 3.5 milhões que tem como fonte de recursos uma parceria entre Prefeitura de Teresina e o Banco do Brasil (BB).

A empresa AGRIMAZA é a responsável pela execução do serviço e está trabalhando para cumprir o cronograma proposto.

Segundo o superintendente da Saad Rural, coronel Edvaldo Marques, esta é mais uma obra de mobilidade rural que a prefeitura de Teresina está realizando para atender a população.

“O prefeito Dr. Pessoa está atendendo a uma reivindicação que a comunidade vinha pedindo há muitos anos. É uma obra que vai melhorar a qualidade de vida da população”, ressaltou o superintendente.

ARSETE promove primeira reunião do Conselho Consultivo do ano

Na manhã desta quinta-feira (19), ocorreu a primeira reunião Extraordinária do ano do Conselho Consultivo de Saneamento da ARSETE. O encontro se deu no prédio da Agência e contou com a participação de representantes do Poder Executivo Municipal, dentre eles, o diretor-presidente, Adolfo Nunes, e representantes da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), da Secretaria Municipal de Planejamento – (SEMPLAN), e da Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD Rural). Estiveram, também, presentes um representante das categorias de usuários industriais e comerciais e, por videoconferência, o diretor-presidente da empresa Águas de Teresina, Jacy Prado, e sua assessoria jurídica.

Segundo o Art. 8o da Lei Municipal no 3600, o Conselho tem a função de apoiar a administração regulatória e “deverá ser ouvido, necessariamente, quando do estabelecimento dos planos de metas, das alterações dos parâmetros de aferição da qualidade dos serviços, das mudanças e ajustes tarifários, dentre outros temas de relevância para a coletividade”. Com o perfil consultivo, o debate teve caráter de apreciação e se deu em torno de possível reajuste tarifário e revisões regulatórias, incluindo temas como subsídios tarifários, COSIP e ICMS. As decisões efetivas são tomadas apenas posteriormente pela diretoria colegiada da ARSETE.

Reajustes e revisões são ferramentas de atualização tarifária e estão previstos nos contratos de concessão para preservação do equilíbrio econômico-financeiro das concessionárias. As revisões extraordinárias podem ocorrer a qualquer tempo, sempre que houver alterações com impactos significativos e comprovados nos custos da concessionária, assim como modificações em tributos e encargos posteriores à assinatura do contrato.

Foto: Ascom Arsete

Obra do Canal do Mocambinho está em fase de conclusão e vai ser entregue no próximo dia 15

A Prefeitura de Teresina através da Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas Norte (SAAD Norte) destacou que a obra do Canal de Águas Pluviais do Mocambinho está sendo finalizada e vai ser entregue aos moradores da região no próximo dia 15 de maio. O valor que foi investido no local até o momento é de mais de R$ 2,3 milhões.

Conforme a equipe de engenharia da SAAD Norte, pequenos serviços como execução de tachões em ciclovias, instalação de lixeiras e plantio de mudas estão sendo finalizados no Canal do Mocambinho.

O superintendente da SAAD Norte, o engenheiro Daniel Carvalho, acrescentou ainda que a obra foi bastante solicitada pela população que sofria há anos com mau cheiro e inundações no local.

“Os moradores pediram que a obra fosse executada e a gestão do prefeito Dr. Pessoa mais uma vez atendeu o desejo do povo. O Canal do Mocambinho está sendo concluído e no dia 15 vai ser inaugurado”, ressaltou o superintendente Daniel Carvalho.

Foto: Divulgação (Saad Norte)

Ordem de serviço é assinada e estrada do campestre Norte será entregue em até 6 meses

O  Prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, juntamente com o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), Edmilson Ferreira e o Superintendente de Desenvolvimento Rural e Agropecuário, coronel Edvaldo Marques, assinaram nesta quinta-feira (28), ordem de serviço autorizando a implantação de 10 km de extensão de asfalto na estrada no povoado Campestre, zona rural norte da capital.

Ao todo, a Prefeitura anunciou o investimento de R$ 5,6 milhões para a pavimentação da estrada do povoado. A previsão é que as máquinas comecem os trabalhos nos próximos dias e que a obra seja concluída em até seis meses.

 

“Esta é uma obra que a comunidade vinha reivindicando há muitas décadas. Há muitos anos a população sonhava com essa estrada, que não é do prefeito nem de nenhuma autoridade, é uma atitude da gestão municipal para melhorar a vida da população. É uma ação que só faz quem tem coragem e atitude”, enfatizou o prefeito.

A estrada que se inicia no povoado Campestre, deve ligar todas as localidades daquela região até o limite de Teresina com o município de José de Freitas, melhorando a mobilidade. Segundo o secretário Edmilson Ferreira, essa obra, quando concluída, vai alavancar a economia local proporcionando escoamento de produtos frutos da agropecuária e agricultura na localidade.

Além deste aspecto, Edvaldo Marques, secretário municipal de Produção Agropecuária (SEMP) e também superintendente de Ações Administrativas Descentralizadas Rural (SAAD Rural), destaca que a estrada será uma importante ferramenta para beneficiar os produtores da região. “Já estamos conversando com a empresa para tentar reduzir o cronograma de entrega”, disse o gestor.

Eliana Amorim, presidente da Associação dos Produtores Rurais do Campestre, estima que a estrada beneficiará cerca de cinco mil famílias. “Não apenas da nossa comunidade, mas de todas as demais que são vizinhas. É uma obra muito importante para a gente, que esperava por isso há muitos anos e agora vemos as coisas acontecendo”, concluiu.

Operação conjunta de Combate a Dengue em Teresina começa na próxima segunda

A Prefeitura de Teresina inicia na próxima segunda-feira (2), a partir das 8h30, no bairro Monte Verde, zona Norte, a operação conjunta de combate à dengue, zika e chikungunya em Teresina.

A ação acontece em regime de mutirão onde estarão envolvidas cerca de 300 pessoas entre agentes de saúde, reeducando com acompanhamento da Secretaria de Justiça do Piauí, agentes de limpeza e exército brasileiro. A operação vai acontecer de acordo com o mapa sanitário do Centro de Zoonoses da Fundação Municipal de Saúde (FMS).

Fotos: Rômulo Piauilino / Semcom

Segundo Paulo Marques, da gerência de zoonoses o órgão conta com um contingente de 235 agentes de combate a endemias que já fazem visitas as residências e prédios públicos. “Nessa operação vamos continuar fazendo esse serviço e ainda ganhamos ajuda importante de militares do exército para que o trabalho seja executado mais rapidamente. O importante é diminuirmos o número de mosquitos que estão sugando o sangue e contaminando as pessoas com o vírus da dengue, chikungunya e zika”, afirmou.

O Secretário Edmilson Ferreira, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), reforça a importância da força-tarefa que tem como finalidade barrar a proliferação da dengue.

“A operação inicia com as SAADs, atuando com o CTA que é a limpeza, o pessoal da saúde fazendo o fumacê onde tem que ser feito. A limpeza é fundamental para o combate ao mosquito e está sendo realizada em toda a cidade. Estamos contando com apoio dos reeducandos, exército, os agentes de saúde já estão realizando as visitas e todos os ambientes onde estão os focos que precisam ser eliminados”, ressaltou o secretário.

Durante a operação serão realizados divulgação, inclusive com carros de som nos locais onde as equipes atuarão naquele momento.

A operação contará com representantes da Semduh (Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação), Saads (Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas), Fundação Municipal de Saúde (FMS), Secretaria Municipal de Educação (Semec), Guarda Municipal, Defesa Civil, Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semam), Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), Eturb (Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano), Sema (Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos), Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom), Secretária de Justiça do Estado e Exército, além do CTA (Consórcio Teresina Ambiental) com 1800 pessoas envolvidas.

Dr. Pessoa assina ordem de serviço para construção de estrada ligando o povoado Campestre a José de Freitas

Dr. Pessoa anuncia o investimento de R$ 5,6 milhões para a implantação de 10 km de extensão de asfalto Fotos: Rômulo Piauilino / SEMCOM

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, assinou, nesta quinta-feira (28), a ordem de serviço autorizando o início da pavimentação da estrada do povoado Campestre, na zona Rural Leste da capital. A previsão é que as máquinas comecem os trabalhos nos próximos dias e que a obra seja concluída em no máximo seis meses.

“Esta é uma obra que a comunidade vinha reivindicando há muitas décadas. Há muitos anos a população sonhava com essa estrada, que não é do prefeito nem de nenhuma autoridade, é uma atitude da gestão municipal para melhorar a vida da população. É uma ação que só faz quem tem coragem e atitude”, enfatizou o prefeito.

Ao todo serão investidos mais de R$ 5,6 milhões na implantação do asfalto no trecho com cerca de 10 km de extensão. A estrada, que se inicia no povoado Campestre, deve ligar todas as localidades daquela região até o limite de Teresina com o município de José de Freitas, melhorando a mobilidade.

Além deste aspecto, Edvaldo Marques, secretário municipal de Produção Agropecuária (SEMP) e também superintendente de Ações Administrativas Descentralizadas Rural (SAAD Rural), destaca que a estrada será uma importante ferramenta para beneficiar os produtores da região. “Já estamos conversando com a empresa para tentar reduzir o cronograma de entrega”, disse o gestor.
Eliana Amorim, presidente da Associação dos Produtores Rurais do Campestre, estima que a estrada beneficiará cerca de cinco mil famílias. “Não apenas da nossa comunidade, mas de todas as demais que são vizinhas. É uma obra muito importante para a gente, que esperava por isso há muitos anos e agora vemos as coisas acontecendo”, concluiu.

Dr. Pessoa reúne secretariado para ação integrada em combate à Dengue

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, reuniu, na manhã desta segunda-feira (25), os secretários das pastas municipais para constituir uma força-tarefa para atuar em regime de mutirão no combate à dengue, zika e chikungunya e na expansão da limpeza da zona urbana e rural da capital. O encontro aconteceu no Salão Nobre, no Palácio da Cidade.

Fotos: Rômulo Piauilino / Semcom

Dr. Pessoa acredita que a união de poderes, por meio da prevenção e tratamento, é uma forma de barrar a proliferação do mosquito em Teresina.

“Com essa força-tarefa esperamos aumentar a prevenção e o tratamento. Vamos discutir sobre esses dois assuntos, que é limpeza geral com todas as SAADs, o exército representado pelo 25° BC, para que, em conjunto, uma verdadeira força-tarefa para melhorar essa situação do mosquito da dengue em Teresina. Peço o empenho de todos, sair do campo filosófico para o campo das ações, de todos. Agradecer o governo do Estado o exército brasileiro de estarem juntos conosco nessa tarefa de amenizar esse momento de vulnerabilidade causado pelo mosquito da dengue”, disse o prefeito.

O secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), Edimilson Ferreira, detalhou a dinâmica da ação. “Vamos identificar, juntamente a Fundação Municipal de Saúde, os pontos críticos e trabalhar junto as Saads nessa limpeza. Em seguida, entra o exército e os apenados que irão trabalhar nas escolas. Já estamos desenvolvendo um plano para começar a executar junto a essa ação integrada que tem como finalidade barrar a proliferação da dengue”, informou o secretário.

O subsecretário estadual de Justiça, Fanuel Andrade, fala sobre a parceria junto a Prefeitura e destaca o trabalho dos apenados que participarão do mutirão.

“Todos esses internos que vão participar desses mutirões auxiliando a prefeitura de Teresina passam por uma avaliação criteriosa acerca do grau de periculosidade deles. A maioria deles são já, do que chamamos, da comunidade evangélica, aqueles que não participam de organizações criminosas e quem tem um posicionamento destacado, pacífico e ordeiro. Todos eles estão doutrinados em um sistema de procedimentos. A Secretaria de Justiça tem um micro-ônibus para deslocamento de internos que podemos disponibilizar. Em relação a funcionalidade dos internos, eles precisam de uma capacitação para trabalharem nesse mutirão. Mas já sabemos que eles vão para ambientes fechados, serão acompanhados por policiais e pela guarda municipal, estarão todos padronizados e os EPIs já foram entregues”, detalha Fanuel Andrade.

Francisco Carneiro, representando o 25° BC, afirmou que cerca de 30 militares serão efetivados nesse primeiro momento, mas que poderá aumentar o número de agentes mediante necessidade.

“Logo nessa semana o efetivo é de 30 militares, pois estamos em outra operação fora. Mas, logo na outra semana, esse número poderá até quadruplicar, de acordo com o período e o tempo que a missão perdurar. A equipe já participou, anteriormente, de outras operações de dengue, chikungunya e pode apoiar as equipes da vigilância sanitária, o exército como tem aí uma imagem muito boa perante a sociedade brasileira, utilizou-se dessa imagem para abertura das portas das residências para fazer a vigilância sanitária dentro das casas”, disse Carneiro.

O Comitê Operacional que trabalhará em regime de força-tarefa que contará com representantes da Semduh, Saads, Fundação Municipal de Saúde (FMS), Secretaria Municipal de Educação (Semec), Guarda Municipal, Defesa Civil, Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semam), Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), Eturb (Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano), Sema (Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos), Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom), Secretária de Justiça do Estado e Exército, além do CTA (Consórcio Teresina Ambiental) com 1800 pessoas envolvidas.