1ª edição do Projeto Feira das Praças iniciou nesta sexta (20), e segue até sábado (21), na Praça Saraiva

A Praça Saraiva, local onde está sendo realizada a feira, recebeu melhorias estruturais executadas pela SAAD Centro Fotos(Rômulo Piauilino/ Semcom)

Com o objetivo de apoiar e fortalecer cada vez mais o empreendedorismo na cidade de Teresina, iniciou nesta sexta-feira (20), e segue até este sábado (21), a 1ª edição do Projeto Feira das Praças. A ação, que está sendo realizada na Praça Saraiva, acontece das 8h às 20h, obedecendo todos os protocolos de saúde e higiene exigidos no momento.

“Essa edição é apenas uma amostragem, pois esse evento será realizado também nas diversas zonas de Teresina. Todas as SAAD´S, inclusive a SAAD da zona rural estarão envolvidas para revitalizar as praças por onde essa feira passar. Essa é mais uma forma de possibilitar renda aos microempreendedores da nossa cidade, que passaram por muitas dificuldades devido à pandemia. É um evento bastante importante, pois valoriza o social, o econômico e a natureza”, pontua o prefeito de Teresina, Doutor Pessoa.

A Praça Saraiva, local onde está sendo realizada a feira, recebeu melhorias estruturais executadas pela SAAD Centro. Além da instalação de um novo banheiro público, também foram feitas as pinturas dos bancos, postes, meio-fio, passarela central da igreja, recuperação do piso, instalação de novas lixeiras e o plantio de diversas plantas ornamentais em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam).

“Essa também é mais uma forma de revitalizar os pontos turísticos da cidade, e a Praça Saraiva é um deles, ela nos remete a memória afetiva das antigas feirinhas das décadas de 70 e 80, está aí a importância simbólica de iniciar esse projeto por essa praça”, esclarece o secretário da SEMDEC, Marcelo Eulálio.

Dentre os artigos que estão sendo comercializados por cerca de 30 expositores, estão inseridos produtos de moda, bijuterias, produtos artesanais, produtos personalizados, e muitos outros.

Segundo a feirante, Maria do Amparo Martins, essa foi uma excelente oportunidade de voltar a expor os produtos que se encontravam guardados em sua residência. “Devido à pandemia fui obrigada a parar com a comercialização das minhas peças artesanais que são panos de pratos, bonecas de pano, dentre outros artigos. Fiquei muito animada com a feira, pois é mais uma forma de gerar renda, não só para mim, como também para muitos feirantes que aqui se encontram. Estou tendo um retorno bastante positivo neste primeiro dia, e já pretendo também participar das próximas edições”, afirma Maria do Amparo.

O local conta ainda com a estrutura de uma praça de alimentação com food trucks, palco para as apresentações artísticas e também banheiros químicos.

Toda segurança do espaço será realizada pela Guarda Municipal e pela Polícia Militar.

O evento é uma realização da Prefeitura de Teresina, com execução da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC), e que conta com a parceria da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Secretaria Municipal Economia Solidária (SEMEST), Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas integradas (SEMCASPI), SENAR, SEBRAE, dentre outras.

Semduh, SAADs e SDR elaboram Plano de Emergência para atender famílias em situação de risco

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh) se reuniu nesta quarta-feira (24) com as Superintendências de Ações Administrativas Descentralizadas (SAADs) e com a Superintendência de Desenvolvimento Rural (SDR) para discutir estratégias para atender famílias que estão em situação de risco por causa das chuvas.

O encontro foi realizado de forma virtual em virtude da pandemia do novo coronavírus. A coordenadora de Habitação da Semduh, Valdinete Ulisses, está montando, junto aos superintendentes de cada pasta, um Plano de Emergência para controle da calamidade pública, que presta assistência a essas famílias em situação de risco.

Durante a reunião, os gestores apresentaram propostas para serem implantadas no Plano e alinharam ideias para conseguir atender a demanda atual, levando em consideração que as chuvas seguirão até o mês de abril.

“Essa reunião foi bastante proveitosa porque serviu para que nós apresentássemos propostas. A partir de agora, vamos analisar a viabilidade de cada uma das sugestões apresentadas pelos gestores e definir a melhor estratégia de ação para atender essas famílias”, afirma a coordenadora Valdinete Ulisses.

O secretário da Semduh, Edmilson Ferreira, esteve presente na reunião e ressalta o empenho das equipes em reduzir a burocracia para ajudar a população. “São famílias que estão vulneráveis e não podemos fechar os olhos para o problema. Estou muito feliz por perceber que os superintendentes estão engajados nessa missão e têm como objetivo encontrar soluções práticas e definitivas para essas famílias”, frisou o gestor.

O secretário da Semduh, Edmilson Ferreira, esteve presente na reunião e ressalta o empenho das equipes em reduzir a burocracia para ajudar a população. Foto: Ascom (Semduh)

Comissão da Agricultura Familiar inicia os trabalhos do ano com pesquisa de mercado

A Comissão da Agricultura Familiar da Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) realizou a primeira reunião do ano para ajustar as atribuições do grupo. As demandas prioritárias são de organização da chamada pública para a aquisição dos gêneros alimentícios escolares, conforme pauta elaborada pela equipe de Nutrição da Secretaria.

Novos membros passaram a integrar a Comissão em 2021, formada por representantes da SEMEC, Conselho de Alimentação Escolar (CAE), além de instituições e entidades ligadas aos agricultores, como a Superintendência de Desenvolvimento Rural (SDR), o Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Piauí (EMATER), e o Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

O trabalho do grupo é garantir que os alunos tenham na escola uma rotina alimentar de qualidade, incluindo no cardápio alimentos provenientes da agricultura familiar. Assim, a próxima tarefa é realizar uma pesquisa de mercado para definição dos preços que constarão no edital da chamada pública, previsto para ser lançado em março.

O trabalho do grupo é garantir que os alunos tenham na escola uma rotina alimentar de qualidade Foto(Ascom Semec)

Prefeito se reúne com representantes da ATAEPI para tratar sobre a zona Rural de Teresina

Fotos: Rômulo Piauilino – Semcom

O prefeito de Teresina, Doutor Pessoa, se reuniu na manhã desta quarta-feira (10) com o presidente da Associação dos Técnicos Agrícolas do Estado do Piauí (ATAEPI) Ariclenes Freitas,  para tratar sobre projetos voltados para a zona Rural.

Na ocasião, foi apresentado o Projeto de Assistência Técnica para Agricultura Familiar; o Projeto Cinturão Verde; Empreendedorismo Rural com capacitação profissional; e o Sistema Gota D’água Digital.

Para o prefeito Doutor Pessoa, é importante que a zona Rural tenha serviços de qualidade para auxiliar no trabalho do homem do campo.

“É um momento de alegria estar com os nossos irmãos da zona Rural que sofrem por falta de ensino de qualidade, de acessibilidade, de água e luz. No passado, fizeram algumas negociações que não foram de acordo com o pensamento do homem do campo. Neste governo, estamos redesenhando para que o homem que produz tenha oportunidades e uma vida digna. Nessa gestão, esses trabalhadores serão prestigiados”, enfatizou o prefeito.

“De acordo com o presidente da ATAEPI, Ariclenes Freitas, a parceria entre a ATAEPI e a prefeitura é vista de forma positiva pelas comunidades da zona Rural.

“A maior importância é trazer benefício para a zona Rural e esse entendimento está sendo aceito. A associação hoje com o seu corpo de diretores está satisfeita com o prefeito que deixou bem claro que é possível esse termo de cooperação entre a Associação dos Técnicos Agrícolas, a prefeitura e as comunidades da zona Rural”, disse o presidente.

Prefeito Doutor Pessoa visita obra de duplicação e prolongamento da Via Sul no Povoado Alegria

O prefeito de Teresina, Doutor Pessoa, visitou neste sábado, 6, a obra de duplicação e prolongamento da Via Sul, no trecho do Povoado Alegria, zona Sul da capital. A obra de duplicação já foi iniciada e a previsão para a finalização da terceira etapa é fevereiro de 2022. A obra da Via Sul está orçada em R$ 27.521.499,08.

O prefeito Doutor Pessoa disse que a atual gestão já mostra o que está fazendo, com dedicação, e além da funcionalidade, vai trazer obras de embelezamento, esporte e lazer. “É uma alegria ver que algumas obras estão sendo marcadas para serem entregues em 100 dias e outras para o final do ano”.

O superintendente da Secretaria de Desenvolvimento Urbano Sul (SDU/SUL), Alípio Paiva, afirma que é compromisso dessa nova gestão que a população tenha melhoria na qualidade de vida. “A obra vem da Ponte Anselmo Dias e vai até a avenida Dr. Manoel Ayres Neto. Posteriormente, estamos com esse campo de futebol e de vôlei, com essa quadra maravilhosa, em parceria com a SEMAM e que vamos entregar agora no início de abril”.

O deputado estadual Franzé Silva ressaltou a importância do trabalho articulado entre prefeitura de Teresina e governo do Estado. “A zona Rural de Teresina sempre foi muito esquecida pela gestão no município. Com a gestão de Dr. Pessoa, o governador Wellington Dias tem olhado essas parcerias de forma efetiva. Queremos resgatar a cidadania das pessoas que moram na zona Rural”.

Acompanhando o prefeito, estiveram presentes: superintendente de Desenvolvimento Rural (SDR), Ricardo Monteiro, secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), Edmilson Ferreira, secretário municipal de Educação (SEMEC), Nouga Cardoso, secretário de Comunicação, Lucas Pereira, diretor-presidente do Instituto de Assistência Técnica de Extensão Rural do Piauí (Emater), Francisco Guedes.

Boa Hora

O prefeito Doutor Pessoa também visitou hoje, a obra de calçamento do Povoado Boa Hora, zona Rural Norte de Teresina. A obra é uma inciativa do vereador Joaquim Caldas, em parceria com o governo estadual. Serão 7.450 metros de calçamento em paralelepípedo que está orçada em R$ 710.857,15.

“Foi um pedido nosso ao governo do Estado, diante da precariedade que encontramos aqui na comunidade. Temos aqui pessoas deficientes que não tinham condições de ter uma ambulância entrando na rua, não podiam receber um gás. Havia um fluxo de água muito grande, um canal aberto nessa rua. O deputado Franzé Silva esteve aqui há 15 dias e está colocando mais 2.400 metros quadrados de calçamento para que a gente atenda outra comunidade da Boa Hora. É o primeiro trabalho de parceria do governo Wellington Dias com Dr. Pessoa”, disse o vereador Joaquim do Arroz.

Prefeito Doutor Pessoa e gestores visitam obra de prolongamento e duplicação da Via Sul Foto: Lucas Dias

Equipe da SDR – Teresina visita horticultores da comunidade Alegria

André Luís Castro, representando a equipe de serviço social da SDR / Fotos: Ascom SDR

Uma equipe da Secretaria de Desenvolvimento Rural de Teresina (SDR) esteve na comunidade Alegria, Projeto Casulo – Alegria- Zona Sul de Teresina.

Durante a visita, foi realizado um levantamento socioeconômico das famílias, o diagnóstico das hortas e o levantamento de problemas enfrentados pela comunidade, causados por conta da pandemia.

Na oportunidade, a equipe de serviço social da SDR, representada por André Luís Castro e Rejane Maria, ouviu as demandas e entenderam as dificuldades dos horticultores.

“A produção da comunidade é caracterizada com Agroecológica, ou seja, produção sustentável, no ponto de vista econômico, social e ambiental. Aqui eles produzem feijão, macaxeira, abóbora, rúcula, alface, tomate, coentro, cebolinha, cebola, milho, mamão, maracujá, abacaxi, melancia, limão, pimenta de cheira, romã, berinjela, cheiro Verde, pimentão, batata e banana”, afirmou a equipe do serviço social da SDR, representada pelo assistente social André Luís.

Prefeitura deve celebrar termo com a Emater para beneficiar a agricultura familiar

O prefeito de Teresina, Doutor Pessoa visitou na manhã deste domingo (24) a horta comunitária do povoado Ave Verde, na zona rural da capital. O prefeito esteve acompanhado do secretário de Desenvolvimento Rural, Ricardo Monteiro, do secretário de comunicação Lucas Pereira e do diretor-geral da Emater, Francisco Guedes.

De acordo com o líder comunitário, Raimundo Nonato Neri, a comunidade conta com 460 famílias, sendo que 33 delas dependem diretamente da horta do povoado. A comunidade apresentou uma série de reivindicações ao prefeito.

“Ficamos muito felizes com a visita do prefeito e do secretário hoje aqui em nossa comunidade, isso mostra o compromisso dele com a agricultura familiar, queremos uma integração maior com todos os órgãos que fazem a agricultura na nossa cidade”, disse o líder comunitário.

O diretor-geral do Emater (Empresa de Assistência Técnica e Produção Rural do Piauí), Francisco Guedes, propôs a elaboração de um termo de cooperação técnica com SDR (Superintendência de Desenvolvimento Rural) de Teresina. Para Guedes, o termo vai possibilitar uma maior integração entre as demais instituições, o que vai beneficiar a produção agrícola de Teresina.

“Esse termo vai facilitar a viabilização das demandas das comunidades rurais, uma união de esforços para solucionar os problemas. São quase 3 mil famílias que atuam na agricultura familiar, ou seja, são mais de 3 mil empregos diretos, então essa junção de esforços vai dar vazão a esse setor”, afirmou Francisco Guedes.

Em conversa com os produtores, o prefeito destacou que seu desejo é eliminar a figura do atravessador, que segundo ele, reduz que pela metade os ganhos do homem do campo ao vender seus produtos agrícolas.

“Grande parte do alimento que vai para a mesa do cidadão são produzidos pelos pequenos produtores, isso vem da agricultura familiar e a nossa gestão quer priorizar e dar todos os incentivos para esses produtores, pois além de desenvolvermos a agricultura vamos dar renda ao trabalhador” declarou o prefeito.

 

Doutor Pessoa visita assentamento na zona rural de Teresina e garante incentivo à agricultura familiar

Fotos: Pedro Silva /Semcom

O prefeito Doutor Pessoa visitou na manhã deste domingo (17) o assentamento Vale da Esperança, na zona rural de Teresina e ouviu às reivindicações da população.

O local conta 64 famílias cadastradas que vivem da produção de hortaliças e legumes cultivados pelos moradores.

Na ocasião, o prefeito esteve com o secretário da SDR ( Superintendência de Desenvolvimento Rural), Ricardo Monteiro e do secretário de Comunicação Lucas Pereira.

Maria Lucivânia, moradora e produtora de hortaliças elencou as principais necessidades do assentamento.

“Junto às famílias separamos uns pontos mais urgentes que vai, a princípio, suprir as nossas necessidades. Estabilidade da energia elétrica, escoar a horta transporte para transportar o produto a capital, coleta de lixo e construção da estrada”, elencou.

O secretário da SDR, Ricardo Monteiro, garantiu resolver o problema da água potável no assentamento, além de estudar formas de solucionar as demais reivindicações.

“Ouvindo as reivindicações do assentamento soube que o local fica sem água e isso não pode acontecer. Estamos de portas abertas para atender a população. E vamos melhorar mais ainda as condições de todos”, disse.

Para o prefeito Doutor Pessoa, as comunidades rurais terão prioridade na sua gestão, ele garante um diálogo permanente com os líderes comunitários.

“Não só por que vim da zona rural mas porque conheço de perto as dificuldades e os problemas enfrentados pela população desses locais, por isso temos dedicado os domingos para visitar e ouvir as demandas da população. Isso não ficará só no discurso, já determinamos à SDR a imediata solução de alguns problemas já apontados pela comunidade”, declarou Doutor Pessoa

Prefeitura investe mais de R$ 2 milhões em hortas comunitárias e campos agrícolas da zona rural

Rômulo Piauilino

A Prefeitura de Teresina está investindo mais R$ 2 milhões para ampliar e melhorar a produção nas hortas e campos agrícolas da zona rural da cidade. Desse total, cerca de R$ 1,3 milhão, sendo recursos próprios do município, estão sendo aplicados no serviço de compostagem, implantação de quatro unidades de sanitização de produtos, revitalização das Hortas Comunitárias, recuperação e ampliação dos sistemas de abastecimentos de água.

De acordo com a Superintendente de Desenvolvimento Rural (SDR), Maria Vilani Silva, as unidades de sanitização somam um investimento superior à R$ 249 mil e contam com pias e balcões para que as hortaliças sejam lavadas, embaladas e armazenadas. “Com essa estrutura é possível garantir ao consumidor final um produto com todas as garantias sanitárias e informações necessárias, agregando valor aos produtos e dando mais oportunidade aos horticultores de concorrer no mercado”, afirma.

Ao todo, Teresina possui 46 hortas espalhadas em todas as zonas da capital, 12 campos agrícolas em funcionamento e 17 em implantação. A revitalização das hortas comunitárias está recebendo investimentos em torno de R$ 477 mil para recuperação e construção de cercas, pintura de muros, recuperação de portões e calçadas, serviços de limpezas, podas e construção de banheiros.

Além disso, a zona rural de Teresina foi beneficiada, nos últimos quatro anos, com construção e reforma de cinco Unidades de Beneficiamento de Produtos Agrícolas. As localidades São Francisco, Santana Nossa Esperança, Assentamento Nossa Vitória, Assentamento 13 de Março e Serra do Gavião receberam investimentos de R$ 359.921,77 como forma de incentivar e promover o crescimento da produção da agricultura do município. Os recursos são de Orçamento Popular e Emenda Parlamentar.

Judivan Oliveira, gerente de produção agropecuária da SDR, destaca que as Unidades agregam maior valor aos produtos agrícolas no ato da comercialização. “A mandioca, o milho e o arroz são produtos alvos do beneficiamento. A farinha, por exemplo, passa por processo de transformação para outros subprodutos, como a puba e a goma”, explica.

Os investimentos realizados na zona rural também incluem a implantação do Sistema de Abastecimento de Água nas localidades Santa Helena e São Vicente. Na execução desta obra, foram investidos R$ 390.742,90 através de recursos da Codevasf.

PMT investiu mais de R$ 774 mil na construção de academias populares na zona rural

Renato Bezerra

A Prefeitura de Teresina investiu, nos últimos quatro anos, mais de R$ 774 mil em obras de academias populares na zona rural de Teresina. Esse valor foi aplicado pela Superintendência de Desenvolvimento Rural (SDR), na construção de 17 equipamentos deste tipo, em diferentes comunidades rurais.

Além destas, existem mais oito academias populares sendo construídas na zona rural de Teresina. Nestas, o investimento final será de mais de R$ 351 mil.

Os aparelhos são instalados em locais públicos abertos, e incentivam a prática de atividades físicas, contribuindo para a melhoria na qualidade de vida da população. Além da prática de exercícios físicos, as academias populares também proporcionam, gratuitamente,  um espaço de lazer e interação social para as comunidades.