FMS contou com 120 profissionais para executar vacina de domingo (11)

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) executa em Teresina todas as campanhas de vacinação. No caso da vacina contra a Covid-19, somente no último domingo (11), foram cerca de 120 pessoas trabalhando nos dez postos de drive-thru. São coordenadores, supervisores, pessoal de apoio administrativo, motoristas e na rede de frio, onde as vacinas são armazenadas foram três técnicos especializados. Esse número é superior nos dias da semana quando o atendimento também é feito nas Unidades Básicas de Saúde e outros pontos de vacinação.

Com esse serviço, foram vacinados 4.100 pessoas na faixa etária de 67 anos e mais. Esses dados preliminares são feitos pelo levantamento por frascos após o encerramento da vacinação, porque os dados registrados pelo Ministério da Saúde são divulgados em 24 horas pelo relatório do SI-PNI.

O trabalho envolve vários profissionais na logística, desde a retirada das câmaras frias até a aplicação. A diretora de Vigilância Sanitária da FMS, Amariles Borba, destaca as etapas nesse procedimento das vacinas contra a Covid-19. “É um trabalho planejado com todos os detalhes, porque vacina é um produto que deve ser mantido a qualidade para ter eficácia”, diz.

A diretora enumera os procedimentos específicos:

1) São conferidas as temperaturas de todas as geladeiras e anotadas em um mapa de temperatura, contendo as temperaturas de momento, a máxima e a mínima. Isto deve ser realizado antes que se abra a geladeira;
2) É feita a ambientação e temperatura dos gelox (substitui o gelo comum com vantagens: permanece mais tempo congelado, é reutilizável);
3) A responsável por cada ponto de vacinação informa a quantidade de doses que necessita;
4) É feito lançamento da saída de doses no sistema de controle e em livro de protocolo e no final do expediente é feita a prestação de contas dos frascos vazios;
5) O responsável pela vacinação também leva uma quantidade de seringas de acordo com o número de doses;

O trabalho envolve vários profissionais na logística, desde a retirada das câmaras frias até a aplicação Fotos9Ascom/FMS)

Fundação Municipal de Saúde aplica mais de 100 mil doses da vacina contra Covid-19

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) aplicou 100.323 doses da vacina contra a Covid-19 em Teresina desde 18 de Janeiro deste ano. Com a 1ª dose foram 78.744 vacinados equivalente a 9,1% e com a segunda dose a vacina foi aplicada em 21.579 pessoas, equivalente a 2,5%. Os dados são da Diretoria de Atenção Básica (DAB) da FMS.

A aplicação das doses da vacina já contemplou idosos a partir de 68 anos, profissionais da saúde, acamados, agentes de serviços funerários e de segurança, deficientes físicos com 60 anos ou mais e com duas comorbidades.

O presidente da FMS, Gilberto Albuquerque, diz que em 100 dias de gestão do doutor Pessoa foi conseguida essa marca na aplicação da vacinação contra a Covid-19. “Estamos cumprindo as orientações do prefeito Doutor Pessoa para trabalhar todas as ações da saúde. Temos equipes de profissionais que fazem todo o planejamento logístico da aplicação de doses nos públicos especificados pelo Ministério da Saúde e estão empenhados em atender a todos os públicos em cada etapa de aplicação da vacina”, diz.

Essa campanha de vacinação é extremamente logística, como explica a diretora de Atenção Básica da FMS, Laurimary Caminha. “São duas marcas da vacina, prazos diferentes de aplicação da segunda dose, são muitos postos de aplicação em drive-thru, Unidades Básicas de Saúde, pontos de atendimento específico para profissionais de saúde e com equipes volantes para acamados e algumas categorias de profissionais. Outra ação da logística é a informação de todos os vacinados para o Ministério Público”, explica.

A aplicação das doses da vacina já contemplou idosos a partir de 68 anos, profissionais da saúde, acamados, agentes de serviços funerários e de segurança, deficientes físicos com 60 anos ou mais e com duas comorbidades. Foto: Semcom

HUT comemora altas e ajuda a zerar fila de espera por enfermarias Covid-19

O Hospital de Urgência de Teresina (HUT) está sem pacientes de Teresina aguardando leitos de enfermaria covid-19 desde quarta (07-Abr). A informação foi divulgada pelo gabinete de crise do Hospital criado para articular e monitorar as ações de enfrentamento ao Coronavírus.

De acordo com dados da Central de Regulação de Leitos do município, que é responsável pelo encaminhamento de pacientes aos estabelecimentos de saúde vinculados ao SUS, as solicitações ativas de pacientes com a doença têm disponibilização quase que imediata de leitos clínicos.

Desde 08 de março deste ano, o HUT passou a direcionar o pronto atendimento para pacientes com covid-19  e admitiu 191 pacientes da lista de espera após atingir mais de 200 pacientes aguardando leitos. Desse total de internados até o dia 06 de Abril houve 124 altas, apresentou Rui Cipriano, responsável pelo Núcleo Hospitalar de Epidemiologia Hospitalar (NHE).

“Isso aqui são unidades de enfermaria, com respirador e todas as condições de atender à população com dignidade, que é o mais importante neste momento”, ressaltou o diretor de enfermagem, Romak Bezerra.

Para Fábio Marcos de Sousa, diretor geral do HUT “Mesmo com a fila zerada, a situação de alerta se mantém, por isso a população deve continuar com todas as medidas de distanciamento social e higienização para que consigamos controlar esse pico da pandemia o quanto antes. Nos próximos dias, a expectativa é reduzir a taxa de ocupação das UTIs que ainda estão todos ocupados e com fila de espera”, disse.

Quando passou a funcionar como Hospital referência, foram abertos no HUT 91 leitos, sendo 53 de enfermarias e 38 de UTIs, todos exclusivos para pacientes da Covid-19.

HUT passou a direcionar o pronto atendimento para pacientes com covid-19  e admitiu 191 pacientes da lista de espera após atingir mais de 200 pacientes aguardando leitos. Foto: Ascom (HUT)

Doutor Pessoa visita obra do Hospital Oséas Sampaio, no Matadouro

O prefeito Doutor Pessoa visitou na manhã de hoje (06) a obra do Hospital Oséas Sampaio, no bairro Matadouro. A Unidade está passando por uma reforma e ampliação que vai dobrar sua capacidade de atendimento, passando de 20 para 54 leitos, dos quais 25 já estão em funcionamento para suprir a demanda não relacionada à Covid-19.

Após a ampliação, o hospital mudará de categoria, passando de pequeno para médio porte. Há ainda planos da implantação de uma UPA no local, para suprir a demanda de atendimento de urgência da zona Norte da capital. “Estamos ampliando para mais do dobro do que já existia e fazendo a reforma da outra metade, que estava sem condições dignas do ser humano estar internado”, comentou o prefeito de Teresina.

Durante a visita, Doutor Pessoa estava acompanhado do presidente da Câmara dos Vereadores, Jeová Alencar; do Secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), Edmilson Ferreira, e do presidente da FMS, Gilberto Albuquerque. O gestor ressaltou o empenho de toda a equipe e dos vereadores de Teresina para garantir a entrega de obras na capital nestes 100 primeiros dias de gestão. “Assim como nesta ampliação e reforma em que esses trabalhadores estão totalmente empenhados, estamos montando uma estrutura de cuidados para a vida das pessoas com a melhor qualidade possível”, disse.

A previsão de entrega da obra do Hospital Oséas Sampaio é para o mês de outubro, mas parte da estrutura já foi aberta para acomodar leitos dedicados a outros problemas de saúde que não seja a Covid-19. “Para nós é uma satisfação muito grande entregar esta estrutura nova, adequada, dentro de todas as técnicas de assistência à saúde, o que mostra o empenho da prefeitura de Teresina e da FMS”, comenta o presidente Gilberto Albuquerque.

A previsão de entrega da obra do Hospital Oséas Sampaio é para o mês de outubro, mas parte da estrutura já foi aberta para acomodar leitos dedicados a outros problemas de saúde que não seja a Covid-19. Foto: Semcom

FMS segue vacinando contra a Covid-19 conforme determina Ministério da Saúde

Esta semana a vacinação não está sendo nos postos de drive-thru e atende públicos específicos como acamados (Foto: Ascom/FMS)

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) prossegue com a vacinação contra a Covid-19 em Teresina, conforme o calendário estabelecido pelo Ministério da Saúde. Esta semana a vacinação não está sendo nos postos de drive-thru e atende públicos específicos como acamados, os que já estão agendados para recebimento em 24 Unidades Básicas de Saúde e em locais específicos de categorias de profissionais de segurança, além da segunda dose de profissionais da saúde.

O presidente da FMS, Gilberto Albuquerque, explica que a vacinação não é disponibilizada apenas em drive-thru porque tem outros públicos também prioritários. “Esta semana temos essa logística de aplicação de vacinas de acamados e profissionais da área de segurança e continuamos vacinando profissionais da saúde sempre cumprindo o que determina o Ministério da Saúde. A FMS executa essas determinações e segue vacinando a população de Teresina”, explica.

O farmacêutico clínico, Joelson de Mesquita, 42 anos, recebeu hoje (6) a segunda dose da vacina e demonstrou emoção ao ser imunizado porque atualmente ele está com a mãe de 72 anos em leito de UTI com graves complicações da Covid-19. “Eu conheci de perto a evolução dessa nova cepa no Brasil, eu presenciei a minha mãe com a saturação caindo. É uma doença que assusta demais. Eu tenho todos os cuidados e antes de vir tomar essa dose eu verifiquei que estou negativo”, fala

Seguindo o cronograma estabelecido pelo Ministério da Saúde a FMS vacinou no domingo (4)  131 venezuelanos e na segunda-feira (5) foram vacinados 30 índios da etnia guajajara, 69 profissionais das Forças Armadas (25 BC e 2º BEC) e nesta terça (6) serão vacinados mais 50.

HUT amplia idade para pronto atendimento pediátrico

As crianças e adolescentes são seres em crescimento e desenvolvimento com peculiaridades biopsicossociais, que requerem uma metodologia própria no seu atendimento conhecida da especialidade Pediatria. Baseado nessa afirmação o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) ampliou os cuidados assistenciais de crianças e adolescentes para até 14 anos, anteriormente esse serviço era oferecido até os 12 anos de idade.

A ampliação faz parte de um projeto de qualidade e melhoria dos serviços de pediatria do Hospital, que inclui uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusiva para o atendimento infanto-juvenil. “Estamos criando condições para promover a integralidade do cuidado de urgência e emergência dessa faixa etária também”, disse o diretor geral do HUT, Fábio Marcos de Sousa.

Antônio Lopes, gerente médico da clínica pediátrica comemora a decisão do HUT, “Há algum tempo tentamos estabelecer essa ampliação, pois o pediatra tem em sua formação as particularidades das transformações na adolescência e o ganho é enorme para os pacientes que chegavam ao nosso pronto atendimento e não eram direcionados de forma específica. Apoio que esta ampliação seja estendida para todas as unidades de saúde do município para trabalharmos de forma unânime e integrada nessa faixa etária que vai até os 14 anos, 11 meses e 29 dias”. Avaliou.

A Unidade de Terapia Intensiva infantil do HUT já funcionava até esse limite de idade, restando à emergência pediátrica promover essa ampliação de forma a promover a complementação do cuidado apoiado nas recomendações da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança (PNAISC) no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) ampliou os cuidados assistenciais de crianças e adolescentes para até 14 anos, anteriormente esse serviço era oferecido até os 12 anos de idade. Foto: Ascom (HUT)

FMS recebe lote de medicamentos que compõem o ‘kit intubação’ para hospitais municipais

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) recebeu ontem (30) um novo lote de medicamentos que compõem o chamado kit intubação, oriundos do Ministério da Saúde e também de compra emergencial realizada em janeiro. O lote é composto por mais de 16 mil ampolas de 13 fármacos utilizados na assistência a pacientes com Covid-19 que precisam de ventilação mecânica.

O novo lote é fruto dos esforços da Prefeitura de Teresina, em articulação com órgãos como Ministério da Saúde e os conselhos nacionais dos secretários de saúde estaduais e municipais, para garantir o abastecimento dessas medicações a todos os hospitais habilitados para a realização do procedimento de intubação. O acordo estabelece que as substâncias são enviadas diretamente ao Ministério da Saúde, que faz a distribuição para os estados e municípios, de forma a garantir um atendimento igualitário a todo o país.

Dentre os medicamentos recebidos estão itens essenciais como atracúrio, dexmetetomidina, epinefrina, etomidato, fantanila, midazolam, morfina, naxolona e norepinefrina. Paralelo a essas articulações, a FMS está realizando compras emergenciais para aumentar o estoque, porém tem encontrado problemas diante do momento de grande dificuldade de aquisição e escassez no mercado nacional. “Apesar disso, estamos fazendo empenhos para a compra dos fármacos disponíveis nos estoques dos fornecedores, e graças a isso recebemos também um lote de noradrenalina para nossos hospitais“, conta Gilberto Albuquerque, presidente da FMS.

O gestor afirma que o lote vai garantir o pleno abastecimento dos hospitais do município pelos próximos dias. “Então hoje estamos disponibilizando para todos os nossos pacientes as medicações mais adequadas possíveis, facilitando assim o tratamento nesse período de tamanha dificuldade“, afirma Gilberto Albuquerque.

Vacinação de idosos com 69 e 68 anos inicia amanhã em Teresina

A vacinação contra a covid-19 tem continuidade em Teresina com a adição de mais duas faixas etárias: 69 e 68 anos. Os idosos pertencentes a este grupo poderão garantir sua primeira dose nos dias 30, 31 e primeiro de abril (terça a quinta desta semana) nos pontos de drive thru ou nas Unidades Básicas de Saúde mediante agendamento prévio no site http://vacinaja.fms.pmt.pi.gov.br/.

Os idosos de 69 anos serão vacinados nos dias 30 e 31 em 7 pontos de drive thru espalhados pela cidade, das 9h às 17h. Serão eles:

1. Centro de Artes e Esportes Unificados Vieira Toranga (CEU – Norte) – Avenida Ministro Sergio Mota, S/N, Bairro Santa Maria da Codipi.

2. Terminal de Integração Zoobotânico – Avenida Presidente Kenedy, Bairro Zoobotânico.

3. Faculdade Estácio de Teresina – Estacionamento da Faculdade na Avenida dos Expedicionários, Bairro São João.

4. Terminal de Integração Livramento – Avenida dos Expedicionários, S/N, Bairro Dirceu I.

5. Terminal de Integração Parque Piauí – Avenida Marechal Juarez Távora, 118, Bairro Parque Piauí (próximo ao clube dos Cem).

6. Terminal de Integração Bela Vista – Avenida Prefeito Wall Ferraz, Bairro Bela Vista.

7. Terminal de Integração Buenos Aires – Av. União, Bairro Memorare.

Em um esforço para reduzir filas e garantir a organização do atendimento, a FMS montou um cronograma por mês de nascimento para este grupo. “No dia 30 pela manhã serão priorizados aqueles nascidos nos meses de janeiro, fevereiro e março; no turno da tarde, os nascidos em abril, maio e junho; no dia 31 pela manhã será a vez daqueles que fazem aniversário em julho, agosto e setembro; por fim, no dia 31 à tarde será a vez dos nascidos nos meses de outubro, novembro e dezembro”, explica Emanuelle Dias, coordenadora da campanha de vacinação Covid-19. Ela ressalta que o turno da manhã compreende o horário de 9h às 13, enquanto o turno da tarde seria das 13h às 17h.

Já no dia 01/04 será a vez dos idosos de 68 anos. Para este grupo, haverá uma ampliação nos pontos de drive thru, que passa para 12, com funcionamento também das 9 às 17h:

1. Universidade Estadual do Piauí (UESPI) – Campus Torquato Neto – Rua João Cabral, 2231, Bairro Pirajá.

2. Centro de Artes e Esportes Unificados Vieira Toranga (CEU – Norte) – Avenida Ministro Sergio Mota, S/N, Bairro Santa Maria da Codipi.

3. Terminal de Integração Buenos Aires – Av. União, Bairro Memorare.

4. Uninovafapi – Rua Vitorino Orthiges Fernandes, Bairro Uruguai.

5. ADUFPI – Av. Universitária, 391, Bairro Ininga.

6. Teresina Shopping – Edifício Garagem G1 – Avenida Raul Lopes, 1000, Bairro dos Noivos.

7. Terminal de Integração Zoobotânico – Avenida Presidente Kenedy, Bairro Zoobotânico.

8. Faculdade Estácio de Teresina – Estacionamento da Faculdade na Avenida dos Expedicionários, Bairro São João.

9. Terminal de Integração Livramento – Avenida dos Expedicionários, S/N, Bairro Dirceu I.

10. Centro Universitário Santo Agostinho – Avenida Professor Valter Alencar, 855, Bairro São Pedro.

11. Terminal de Integração Parque Piauí – Avenida Marechal Juarez Távora, 118, Bairro Parque Piauí (próximo ao clube dos Cem).

12. Terminal de Integração Bela Vista – Avenida Prefeito Wall Ferraz, Bairro Bela Vista.

“A organização para esta faixa etária se dará da seguinte forma: das 9h às 13h vacinaremos os idosos nascidos entre janeiro e junho; e das 13h às 19h, os nascidos entre julho e dezembro”, diz a coordenadora.

Aqueles que não dispuserem de meio de transporte para se dirigir ao drive thru podem optar pela vacinação nas UBS, que deve ser agendada no site http://vacinaja.fms.pmt.pi.gov.br/ . “Caso o paciente não tenha acesso à internet, ele pode se dirigir à UBS mais próxima de sua casa e solicitar o agendamento no SAME (setor de marcação de consultas) da unidade”, informa Emanuelle Dias.

Já os acamados receberão sua dose em casa, também mediante agendamento no site da FMS ou em contato com o agente comunitário de saúde da área. Mais instruções sobre como fazer o cadastramento estão disponíveis em vídeo no link https://fms.pmt.pi.gov.br/instrucoes-vacine-ja.

Os idosos pertencentes a este grupo poderão garantir sua primeira dose nos dias 30, 31 e primeiro de abril. Ilustração: Ascom (FMS).

FMS chama atenção para segunda dose dos idosos de 81 a 84 anos

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina informa que os idosos na faixa etária de 81 a 84 anos que receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19 devem tomar a segunda dose nos dias 30 e 31 de março. Datas antecipadas às dos cartões de vacinação dos idosos, pois consta nos cartões as datas 2 e 3 de abril, mas será feriado. Serão cinco postos para aplicação de segunda dose: Uespi, Uninovafapi, Santo Agostinho, Adufpi e Teresina Shopping.

“Não há prejuízo na imunização a antecipação da segunda dose. Ela pode ser tomada até 15 dias após a primeira dose”, explica Emanuelle Dias, coordenadora da campanha de vacinação Covid na capital. Dia 30 devem procurar os postos os idosos de 84 e 83 anos e dia 31 os idosos de 82 e 81 anos. “De preferência no mesmo posto que ele tomou a primeira dose”, frisa Emanuelle.

Em um esforço para reduzir filas e garantir a organização do atendimento, a FMS montou um cronograma para este grupo. “No dia 30 pela manhã serão priorizados os idosos de 84 anos e a tarde os de 83 anos. Já no dia 31, pela manhã os idosos de 82 anos e pela tarde os idosos de 81 anos”, explica Emanuelle Dias. Ela ressalta que o turno da manhã compreende o horário de 9h às 13, enquanto o turno da tarde seria das 13h às 17h.

Postos Drive Thru de vacinação para segunda dose:

1. Universidade Estadual do Piauí (UESPI) – Campus Torquato Neto – Rua João Cabral, 2231, Bairro Pirajá.

2. Uninovafapi – Rua Vitorino Orthiges Fernandes, Bairro Uruguai.

3. ADUFPI – Av. Universitária, 391, Bairro Ininga.

4. Teresina Shopping – Edifício Garagem G1 – Avenida Raul Lopes, 1000, Bairro dos Noivos.

5. Centro Universitário Santo Agostinho – Avenida Professor Valter Alencar, 855, Bairro São Pedro.

Os idosos na faixa etária de 81 a 84 anos que receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19 devem tomar a segunda dose nos dias 30 e 31 de março. Ilustração: Ascom (FMS)

 

FMS informa que hospital da Primavera só vai receber paciente regulado

A população da zona norte que precisar de qualquer tipo de atendimento de urgência e emergência deve se dirigir para as unidades hospitalares: Buenos Aires, Mariano Castelo Branco, localizado na Santa Maria da Codipi ou Unidades de Pronto Atendimento (UPAS).

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina informa que a partir de agora o Hospital da Primavera só vai receber pacientes encaminhados via regulação, para dar maior agilidade nas internações dos pacientes Covid.

A unidade hospitalar da Primavera receberá pacientes estáveis não Covid levados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) ou regulados para internação clínica, além de também receber pacientes vítimas de mordeduras de animais que necessitam de vacina antirrábica e pacientes regulados para leitos psicossociais.

Hospital da Primavera atende pacientes encaminhados pela regulação / Foto: Ascom FMS