Equipe da Semam participa de ação sobre a saúde mental

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMAM) abriu o calendário de atividades internas de 2023 aderindo à campanha Janeiro Branco, que este ano tem como tema “A Vida Pede Equilíbrio”.

Por meio de uma iniciativa da Gerência de Planejamento e Projetos (GPP) da Semam, foi realizada uma ação que uniu aspectos lúdicos, mas também objetivos.

Os funcionários foram convidados a ir ao trabalho vestindo uma peça branca. Receberam um kit que continha um chocolate, uma frase motivacional, um balão branco vazio e um folheto listando os Centros de Atenção Psicossociais (CAPs), da capital.

Sob árvores do Parque da Cidade, local em que fica a sede da Semam, o time reuniu-se para ouvir o secretário Luis André, a diretora da GPP, Shelyda Raiane, a gerente do Núcleo de Educação Ambiental (NEA), Naisis Castelo Branco, e o analista ambiental Anderson Costa, integrante da GPP para uma roda de conversa.

“Todos temos nossas dificuldades do dia a dia, que incluem a vida no trabalho e também fora dele. Por isso, é importante saber que aqui, um lugar onde passamos a maior parte do nosso tempo, temos a liberdade de falar e ser ouvidos”, disse o secretário Luis André.

Em um segundo momento, o psicólogo convidado Pablo Leão, falou sobre aspectos da saúde mental. A equipe participou de uma gincana que consiste em encher os balões brancos, escrever ou desenhar neles o que desejassem e os colocarem em uma instalação chamada Árvore do Cuidado. A ideia é repetir o projeto mensalmente, seguindo o calendário das campanhas de conscientização, e agregar às ações campanhas próprias que abranjam também o meio ambiente, a educação ambiental e a sustentabilidade.

Janeiro BrancoA campanha criada por psicólogos de Uberlândia, Minas Gerais, em 2014, tem como propósito chamar a atenção para o tema da saúde mental na vida das pessoas, pressupondo que uma humanidade mais saudável significa respeitar a condição psicológica de todos.

O mês — o primeiro do ano —, foi escolhido pois é nele que geralmente as pessoas estão mais focados em novas metas e resoluções, as populares promessas de ano novo.

O psicólogo convidado Pablo Leão entre o secretário executivo Antônio Carlos Araújo, o chefe de gabinete Silmar Cunha, a diretora da Gerência de Planejamento e Projetos, Shelyda Raiane, e a a diretora da Gerência de Meio Ambiente, Natália Fontenelle

Elisa Ponciano, Claudia Veras Lebre, Izone Mata, Rosângela Mendes e Raylinne Xavier, da equipe Semam, conferem a instalação Árvore do Cuidado

Os colaboradores se reuniram em uma grande roda sob as árvores do Parque da Cidade para a primeira edição do projeto

Parques administrados pela Prefeitura de Teresina são opção para a reta final das férias

Os parques públicos da Prefeitura de Teresina sob administração da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam) são uma boa opção para esta fase final das férias escolares e pós-festas de final de ano. Os seis parques estão funcionando em horário normal e cada um deles conta com características especiais capazes de agradar aos mais variados tipos de públicos e faixas etárias.

Parque das Crianças / fotos: Ascom Semam

“Outra boa notícia é que o nosso sétimo parque, o Jardim Botânico, na zona Norte, está em reforma após uma ação conjunta da Prefeitura, Secretaria de Planejamento, na pessoa do secretário João Henrique Sousa, e Semam, e logo estará de volta à ativa”, avisa o secretário de Meio Ambiente, Luis André, referindo-se às obras que tiveram início no segundo semestre de 2022.

Entre os parques da Semam, um dos mais procurados é o Parque Ambiental Estação Cidadania, na região central/Cabral. Na esquina das Avenidas Frei Serafim e Miguel Rosa, este cartão postal de Teresina tem área para piquenique, pista de cooper, parque infantil, lago e paisagismo arrojado, além de quadras esportivas, um ativo calendário cultural e muita animação no fim de semana: são quase 5 mil visitantes em um domingo típico, contabiliza seu coordenador, Levy Lutt.

Mais bucólica, a Área de Proteção Ambiental Prefeito João Mendes Olímpio – Parque da Cidade, oferece na zona Norte vegetação exuberante e área para atividades esportivas, diversas trilhas abertas para os mais aventureiros, incluindo as que levam até as margens do Rio Poti e o histórico casarão sede da Semam. Árvores centenárias, animais silvestres e uma sensação de estar longe da capital completam a experiência.

Cabeça de Cuia
Teresinense que se preze conhece o Parque Ambiental Encontro dos Rios, também na zona Norte. Um dos pontos turísticos mais visitados da cidade, é lá onde se unem os rios Poti e Parnaíba. O local tem lanchonetes e quiosques de souvenirs e o monumento à lenda do Cabeça-de-Cuia, o pescador amaldiçoado pela mãe que virou monstro aquático condenado a afogar sete moças chamadas Maria.

Fechando o tour pela zona Norte, vale a visita ao moderno Parque Ambiental Matias Augusto de Oliveira Matos, conhecido também como Lagoas do Mocambinho. O parque oferece quadras, lanchonetes, pista de corrida e ciclovia. Com quase 5 hectares, tem no centro a majestosa lagoa que o apelida e o torna ainda mais especial.

Já a zona Sul conta com o Parque Ambiental da Macaúba, área de lazer preferida dos moradores da região. O local é uma boa dica fora do circuito turístico tradicional, com suas alamedas arborizadas e atmosfera acolhedora e familiar. Sua área de convivência conta com lanchonetes, uma arena com palco ao ar livre e as pistas de corrida e caminhada são bastante procuradas de manhã e ao cair da tarde.

Na zona Leste está o caçula dos parques da Semam, que completará um ano em fevereiro próximo. Com mais de 10 mil m2 de área, o Parque das Crianças oferece brinquedos e áreas frescas e arborizadas ao lado da Ponte da Primavera. Em outubro, a Semam, por meio do Núcleo de Educação Ambiental, NEA, inaugurou a Horta das Crianças, projeto comunitário sob supervisão do coordenador José Freire e sua equipe que pode ser visitado pelas famílias.

 

Confira os endereços e horários dos parques:

Parque Ambiental Estação Cidadania
Entrada 1: Avenida Frei Serafim, 110
Entrada 2: Rua Paraíso, 600 (estacionamento)
Seg. à sex.: 5h30 às 10h; 16h às 21h30
Sab., dom., feriados: 5h30 às 22h30

Área de Proteção Ambiental Prefeito João Mendes Olímpio – Parque da Cidade
Avenida Duque de Caxias, 3470, Primavera
Diariamente: 6h às 19h

Parque Ambiental Encontro dos Rios
Rua Desembargador Flávio Furtado, Olarias
Seg. à sex.: 7h às 16h
Sab., dom., feriados: 9h às 19h

Parque Ambiental Matias Augusto de Oliveira Matos
Rua Santa Clara, 1318-1762, Mocambinho
Seg. à sex.: 5h30 às 10h; 16h às 21h30
Sab., dom., feriados: 5h30 às 11h; 16h às 21h30

Parque Ambiental da Macaúba
Rua Vinte e Um de Abril, 1651-1699, Macaúba
Segunda-feira: 5h30 às 10h (apenas a pista de caminhada)
Terça a domingo: 5h30 às 10h e 16h às 21h30

Parque das Crianças
Avenida Raul Lopes, 102, Ininga
Diariamente: 6h às 21h

Com investimentos da Prefeitura, meio ambiente se destaca e parques atraem as famílias

Abertura da I Ecothe, no Parque Matias Matos, no Mocambinho, em junho Fotos(Ascom/Semam)

O reforço do quadro de analistas ambientais – cargo que consiste em uma das funções essenciais da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam) -, a inauguração do Parque das Crianças, o avanço no projeto de novos parques e os cuidados com os já existentes marcaram o ano da Semam na Prefeitura de Teresina. A criação de três eventos – a Ecothe, o Simpósio Ambiental e o Natal Encantado -, também foram destaques.

Os aprovados em concurso público da Semam para exercerem o cargo de Analista Ambiental foram convocados pelo prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, a partir de portaria assinada em julho. Ao todo, foram nomeados oito profissionais, todos já em atividade. A chegada deles endossa o objetivo do prefeito e do secretário Luís André em agilizar os processos de licença ambiental e, consequentemente, colaborar para a abertura de novas empresas na capital.

Antes disso, em fevereiro, foi entregue à população pelo prefeito e pela Semam o Parque das Crianças, construído em uma área de mais de 13 mil metros quadrados, ao lado da Ponte da Primavera, onde funcionava o antigo viveiro de mudas da zona Leste. O projeto foi fruto de compensação ambiental após instalação de um hipermercado na mesma avenida.

Outros três novos parques ambientais situados na zona urbana do município tiveram seus anteprojetos apresentados ao prefeito: o Parque Pigoita, no bairro Santo Antônio, zona Sul de Teresina; o Parque Jacinta Andrade, na zona Norte, e o Parque Vale do Gavião, na zona Leste. Junto a reforma da sede da Semam, no Parque da Cidade, as obras estão orçadas em mais 30 milhões de reais. Grande parte desses recursos deve ser obtida junto à Agência Francesa, com operação de crédito.

Os parques foram projetados para oferecerem turismo ecológico e de aventura, mirantes, academias populares e estacionamentos, além de acessos para visitantes com necessidade especial de mobilidade, questão que leva a outra questão focada pelo secretário Luis André e sua equipe em 2022: a manutenção e melhoria dos parques da Prefeitura sob administração da secretaria.

Da limpeza diária às questões de segurança, acessibilidade, projetos de reformas em campos, quadras e brinquedos até a renovação de sistemas de irrigação, tudo tem sido objeto de atenção do prefeito Dr. Pessoa, do secretário e da equipe da Semam, com o apoio executivo dos coordenadores dos parques, dos titulares das Superintendências de Ações Administrativas Descentralizadas (SAADs), do Consórcio Teresina Ambiental (CTA) e da Guarda Civil Municipal e seu comandante, André Viana.

EVENTOS ECOLÓGICOS

Ação educativa em eventos da secretaria: pássaros criados em cativeiros apreendidos pela Polícia Ambiental são libertados

O ano de 2022 também foi tempo de estreia de dois importantes eventos da Prefeitura e Semam voltados à educação ambiental. Em junho, no Parque Ambiental Matias Matos, no Mocambinho, zona Norte, ocorreu a I EcoThe, feira sustentável com mais de 30 expositores e uma acolhida animadora por parte de centenas de visitantes ao longo de um dia inteiro de evento, que marcou ainda a Semana do Meio Ambiente. “Foi uma união parcerias que resultou em uma feira de formato moderno e acolhedor. Já estamos planejando a edição 2023”, afirmou o secretário Luis André.

Em outubro, no Auditório do Colégio Técnico de Teresina (CTT) da Universidade Federal do Piauí (UFPI), foi realizado o I Simpósio de Educação Ambiental: Práticas Sustentáveis. O encontro multidisciplinar teve o objetivo de mostrar aos jovens que a sustentabilidade também pode ser fonte de renda. Para isso, o Núcleo de Educação Ambiental (NEA), da Semam, organizou um painel de palestras e debates que elucidou vários tópicos relativos ao tema.

“A ideia foi mostrar, por meio de exemplos práticos, como a defesa do meio ambiente é, cada vez mais, uma profissão. Estamos vivendo uma nova realidade de consciência ambiental no planeta, graças a pioneiros, sejam eles ativistas, cientistas, professores e pesquisadores, que dedicaram suas vidas à ecologia”, declarou Luís André. “Eles abriram o caminho para que a atual geração possa aliar essa prática a uma profissão, podendo fazer disso a sua carreira”.

No mesmo mês, uma grata notícia: a Prefeitura de Teresina destacou-se no Selo Ambiental 2022 pelo terceiro ano consecutivo por meio do trabalho de secretarias e órgãos, incluindo a Semam. Os destaques da Semam foram o Gerenciamento de Resíduos Sólidos com nota máxima, 36 pontos, e a Educação Ambiental, com 34 pontos. Foram certificados no Selo Ambiental, categoria A, os municípios que adquiriram pelo menos seis critérios de elegibilidade. Na categoria B, aqueles que tiveram pelo menos quatro critérios de elegibilidade; e, na categoria C, pelo menos três critérios de elegibilidade, conforme os requisitos exigidos pelo Decreto Estadual nº 14.861/2012.

TERESINA NO MAPA VERDE

Dr. Pessoa recebe equipe da Semam e outros órgãos para conhecer os anteprojetos dos três novos parques de Teresina

Maio foi um mês importante para Teresina em termos de visibilidade nacional na questão da pauta da sustentabilidade. A Prefeitura, por meio da Semam, Ministério do Meio Ambiente e Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos (Abree), inaugurou a Central de Logística Reversa de Eletroeletrônicos.

O Projeto Recicla Codipi foi a cooperativa escolhida para realizar o armazenamento do descarte destes produtos que, uma vez reunidos em quantidades significativas terão a destinação final ambientalmente correta. Sete meses depois, o balanço é positivo. Além de ganhar um prédio anexo, cedido pela Semec, especialmente para a logística reversa, o Recicla Codipi somou dezenas de toneladas de descarte eletrônico em sua primeira remessa para a Abree.

Já o lixo no lugar errado foi o foco de outro projeto trazido pela capital também pelo Ministério do Meio Ambiente, que elegeu Teresina e seus dois rios, o Parnaíba e o Poti, como a cidade para encerramento do programa Rios +Limpos, que mobilizou mais de 1 000 voluntários e percorreu cerca de 200km quilômetros, incluindo ainda os rios Cuiabá, Araguaia, Tocantins, Paraíba e Pacaás, e coletando quase 20 toneladas de resíduos.

DEZEMBRO AGITADO

O prefeito e o secretário Luis André em reunião sobre parques no Palácio da Cidade

Dezembro chegou com mais uma edição do Natal Natureza, projeto que tem apoio da Secretaria Municipal de Educação (Semec). Realizada há mais de 10 anos, a campanha mobilizou diretores, professores e alunos das escolas particulares Maple Bear, COC e CEV, que trocaram mudas de árvores por brinquedos para doação a alunos da rede municipal.

A escola escolhida este ano foi o CMEI Tia Anita Gayoso, onde os alunos receberam a visita do Papai Noel da Semam – que tem o vermelho da roupa trocado pelo verde, cor símbolo da ecologia. Outro destaque foi a realização do Jardim Sensorial, na primeira edição do Projeto Cidade Inclusiva, durante dois dias, no Centro Estadual de Educação Profissional José Pacífico de Moura Neto, região Sudeste.

O estande da Semam oferecia uma imersão na qual o visitante era convidado a despertar os sentidos ao atravessar uma instalação que remetia a um jardim, local que, por definição, permite uma experiência onde a visão é aguçada pelas cores e formas das plantas, o olfato pelo cheiro das flores, o paladar por meio da degustação das frutas, a audição pelos ruídos e o tato pelas texturas percebidas com as mãos ou pés. Tudo também foi adaptado para cadeirantes, deficientes visuais e pessoas com quaisquer tipos de necessidade especial.

Para fechar o ano, mais um projeto inédito, o I Natal Encantado da Semam, festa realizada para a comunidade dos bairros que circundam o Parque da Cidade, endereço da secretaria e palco do evento que contou com dezenas de apoiadores, incluindo outras secretarias e órgãos municipais, empresas privadas e voluntários. “Tivemos a ideia do projeto desde que assumimos a secretaria, em maio. Vamos repeti-lo no Natal de 2023 mas, antes disso, em datas como o Dia das Mães e o Dia das Crianças. O Parque da Cidade foi o primeiro parque urbano da capital e tem um lugar especial na memória de quem o frequentou na infância. Revitalizá-lo é uma de nossas metas, sempre com o apoio da Prefeitura”, afirmou Luis André.

Dr. Pessoa confraterniza com famílias da zona norte no I Natal Encantado da Semam

Com a presença do prefeito Dr. Pessoa foi realizado o I Natal Encantado do Parque da Cidade, projeto da Prefeitura de Teresina e Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam) que agitou a maior área verde da zona norte da cidade, reunindo cerca de 400 moradores da região. Recebido pelo secretário de Meio Ambiente Luis André, o prefeito fez o plantio simbólico de uma árvore e passou a manhã de sábado como mais gosta: junto aos cidadãos da capital.

Não falta assunto com Dr. Pessoa. O prefeito fez questão de cumprimentar e conversar com cada um dos presentes, se misturou às crianças na plateia e, enquanto conhecia as atrações do evento, lembrou da visita que fez ao parque recentemente. “É um dos nossos principais parques. Teremos aqui a Escola Municipal Ambiental 15 de Outubro, que vai oferecer do ABC ao nível médio e toda a infraestrutura para talvez mais de mil alunos. Vamos criar um anexo com tecnologia de ponta”, afirmou Dr. Pessoa.

Em seu discurso, ele lembrou também o espírito do Natal. “O 25 de dezembro é o nascimento do maior homem da história da humanidade, Jesus Cristo. Vamos fazer festa, vamos brincar, mas vamos lembrar também disso, de sua mensagem de amor”, concluiu.

Com o prefeito e o secretário Luis André estavam o secretário municipal de Esporte e Lazer, Renato Berger, e o vereador Valdemir Virgino, que nasceu e mora na região e é outro entusiasta do Parque da Cidade.

Música e presentes

Para o secretário Luis André, o I Natal Encantado fecha o ano da Semam com uma mensagem: a união faz a força. “Tivemos a ideia do projeto desde que assumimos a secretaria, em maio. Nosso Núcleo de Educação Ambiental abraçou a causa para o executar e secretarias, fundações e empresas privadas para o apoiar”, disse o secretário sobre o evento que combinou confraternização, serviços para a comunidade e diversão.

“Nossa ideia é repetir o projeto no Natal de 2023 mas, antes disso, em outras datas importantes, como o Dia das Mães e o Dia das Crianças. O Parque da Cidade foi o primeiro parque urbano da capital e tem um lugar especial na memória de quem o frequentou na infância. Revitalizá-lo é uma de nossas metas, sempr e com o apoio da Prefeitura”, afirmou Luis André.

O time de animadores da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel) manteve a energia em alta, enquanto o trenzinho, também da secretaria, levava os pequenos para dar voltas pelo parque. Os bonecos gigantes, desta vez da Turma da Mônica, entraram na brincadeira e até no samba do músico e compositor Robert Gleydson, que fez pocket show. Teatro de bonecos e contação de estórias oferecidos pela Fundação de Cultura Monsenhor Chaves também estavam na programação, que culminou com a chegada do Papai Noel Ecológico da Semam – personagem criado para o projeto Natal Natureza, também da secretaria –, e a entrega de presentes às crianças.

 

A Fundação Wall Ferraz ofereceu serviços de corte de cabelo, esmaltação de unhas, design de sobrancelhas. Já a dentista Thaynara Corleone fez workshop de escovação para as crianças, ofertando escovas dentais e aplicação de fluo. Enquanto isso, a pedagoga e contadora de estórias Marilene Evangelista exercia outro talento, a pintura facial, como sempre, sucesso entre a criançada. Como lanche, salgadinhos snacks e cachorros-quentes, além de refrigerantes e os populares cremosinhos.

O Natal Encantado teve o apoio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel), Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, Fundação Wall Ferraz, Águas de Teresina, ServFaz, Mutual Serviços, ServCozinha, R Carvalho Supermercados, Grupo Mateus, Piauí Milho, Rede Cacique, Pax União, Rei das Motos, Solar Machado Engenharia, Instituto Esdras, Gelo do Kaká e RV Serviços & Projetos.

Parque da Cidade recebe festa natalina neste sábado 17)

 


A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMAM) realiza na manhã deste sábado (17), o I Natal Encantado no Parque, projeto que encerra o ano de 2022 da Semam. Será uma manhã de confraternização, com oferta de serviços e diversão, aos visitantes do Parque da Cidade, localizado no bairro Primavera, zona Norte de Teresina. O evento acontece das 8h às 11h30.

“Ninguém faz nada sozinho, estamos muito bem acompanhados por parceiros que acreditaram no projeto, juntos conseguiremos superar nossas expectativas, na realização de um evento cheio de alegrias, neste sábado, aos moradores da região”, afirma o secretário municipal de Meio Ambiente, Luís André.

O Natal Encantado vai oferecer opções para toda a família, incluindo atrações culturais, como show musical; tenda com Dia de Beleza, brincadeiras conduzidas pelo animador Tio Gegean, sorteios, lanches e como pede o título da festa, a presença do Papai Noel. “Não é uma superprodução, mas tudo está sendo feito com muito cuidado e carinho. Acredito que teremos um dia bastante especial”, fala Luís André.

A escolha do Parque da Cidade como o endereço para a realização do evento é emblemática: além de ser o primeiro parque urbano de Teresina, mantém-se como um dos pontos de lazer mais procurados pela comunidade da zona Norte. Recentemente, em dia de visitas à região, o prefeito Dr. Pessoa, esteve na área do campo de futebol e ouviu com atenção as demandas dos frequentadores presentes.

Entusiasta dos parques, lazer comunitário e urbanismo, Dr. Pessoa, tem discutido com o secretário Luís André medidas a curto prazo para melhorias no parque.
O Natal Encantado tomou forma nos últimos três meses, graças a união de forças de parceiros municipais e de empresas privadas. “Dividimos ‘o foco’ com a Copa do Mundo, o que é natural, mas só encontramos boa vontade e empatia”, avalia Raylinne da Semam.

“Nossa força-tarefa foi segmentada, pois eram dois grandes eventos simultâneos: nosso Jardim Sensorial, no I Cidade Inclusiva, e o Natal Encantado”, lembra a gerente do NEA, Naisis Castelo Branco que, após o primeiro projeto, juntou forças a Raylinne e Ana Lúcia, ambas da Semam, na reta final da festa no Parque.

O Natal Encantado conta com o apoio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEMEL), Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), Fundação Wall Ferraz (FWF), Águas de Teresina, ServFaz, Mutual Serviços, ServCozinha, R Carvalho, Grupo Mateus, Piauí Milho, Rede Cacique, Pax União, Rei das Motos, Instituto Esdras, Gelo do Kaká e RV Serviços & Projetos e com planejamento executivo do Núcleo de Educação Ambiental (NEA) da Semam.

 

Prefeitura e Semam concluem o Natal Natureza 2022 na zona Norte

Realizada há mais de 10 anos, a campanha mobilizou diretores, professores e alunos de escolas particulares Fotos(Ascom/SEMAM_

Com apresentações de dança e brincadeiras, alunos do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Tia Anita Gayoso ganharam festa em clima natalino e presentes no encerramento da edição 2022 do Natal Natureza, projeto da Prefeitura de Teresina realizado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam), com apoio da Secretaria Municipal de Educação (Semec).

Realizada há mais de 10 anos, a campanha mobilizou diretores, professores e alunos das escolas particulares Maple Bear, COC e CEV, que trocaram mudas de árvores por presentes para realizarem a doação. Assim como no CMEI Tia Anita Gayoso, esses alunos receberam a visita do Papai Noel da Semam – que tem o vermelho da roupa trocado pelo verde, cor símbolo da ecologia – em clima de festa.

No CMEI que fica na Água Mineral, zona Norte da capital, e tem como diretora Eliete Lima, os brinquedos foram distribuídos para 85 crianças pelo Núcleo de Educação Ambiental, NEA, da Semam – nas pessoas de sua gerente, Naisis Castelo Branco, com parte de sua equipe, Raylinne Xavier e Iza Mata -, que realiza todas as etapas do projeto.

“Parabenizo ao NEA pela dedicação. Para chegarmos ao dia de hoje, em um ato que parece simples, são inúmeras reuniões, visitas, pedidos e, como tudo na vida, muitos nãos”, afirmou o secretário Luis André. “Agradeço ainda aos diretores das escolas e aos pais de alunos, que abraçaram o projeto com entusiasmo e escolheram presentes como se fossem para seus próprios filhos. Basta ver o encantamento dos meninos aqui, ao desembrulhar cada pacote”, completou, ao lado do secretário de Educação, Nouga Cardoso, e do secretário executivo, Reinaldo Ximenes.

O Natal Natureza é organizado pelo do Núcleo de Educação Ambiental (NEA), da Semam, conforme a Lei Municipal 2.475/1996, que dispõe sobre a política de proteção, conservação, recuperação e desenvolvimento do meio ambiente. “A partir de setembro começamos a nos organizar e não tem como não se emocionar a cada sorriso que essa ação faz surgir no rosto de uma criança. Isso faz qualquer coisa valer a pena”, afirma Naisis Castelo Branco, do NEA.

Cmei Tia Anita Gayoso recebe ação Natal Natureza

Dezembro é o mês natalino e com ele o espírito da solidariedade, do amor ao próximo desperta, especialmente, entre as crianças. Em uma ação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, com o Natal Natureza, as crianças do Cmei Tia Anita Gayoso receberam o Papai Noel Natureza com muita emoção.

As crianças foram presenteadas com presentes doados por outras crianças que estudam na rede particular de ensino. A cada presente doado, uma muda de árvore para plantar e florecer.

A festa de natal contou com as presenças do tradicional Papai Noel, diretoras do centro infantil, professores, alunos, servidores e dos secretários de Educação Nouga Cardoso, do Meio Ambiente Luís André e do secretário executivo de ensino, professor Reinaldo Ximenes.

A Semam trabalhou todo o projeto divulgando a ação na rede particular de ensino, demonstrando aos estudantes como é possível fazer um coleguinha feliz. O Centro Municipal de Ensino Infantil- Cmei Tia Anita Gayoso foi o escolhido para receber a visita do papai Noel Natureza.

O Cmei atende 180 crianças nos turnos manhã e tarde. Na oportunidade de festa, o secretário Nouga Cardosos disse que a SEMEC vem realizando levantamento para ampliar o Cmei é assim, ofertas maior número de vagas para o Maternal.

“O período natalino já mobiliza especialmente as crianças, a figura do papai noel a ansiedade deles em estarem recebendo um presente na escola, disso surge a parceria entre a Secretaria Municipal de Meio Abiente(Semam) e a Secretaria Municipal de Educação(Semec) que juntas proporcionam uma grande ação para presentear as nossas crianças.” Disse Nouga Cardoso.
A diretora Eliete Silva falou da emoção das crianças em participarem da ação.” Nossos alunos estavam tão empolgados que chegaram na escola mais cedo, ansiosos para terem contato com o papai noel e especialmente alegres por saberem que iriam receber brinquedos, enquanto gestão ficamos gratas a todos os envolvidos no projeto.”

O secretário de Meio Ambiente, Luís André agradeceu toda a equipe da Semam envolvida com o projeto e a parceria que vem firmando com a SEMEC.

Fotos: Ascom Semec

Projeto da Prefeitura de Teresina e Semam leva jardim inclusivo a escola

Secretário Luís André acompanhou a primeira edição do Cidade Inclusiva (Foto: Ascom/Semam)

Com apoio da Prefeitura de Teresina, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semam) participou da primeira edição do projeto Cidade Inclusiva na Escola José Pacífico de Moura Neto, zona sudeste da capital, com a instalação de um Jardim Sensorial, desenvolvido pelo Núcleo de Educação Ambiental, NEA.

O Cidade Inclusiva foi realizado pelo Governo do Piauí, por meio da Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid), em parceria com o Conselho Estadual de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência (Conede-PI), e teve ampla programação, contando com palestras, apresentações e facilitação de serviços por meio dos parceiros do evento, como emissão de documentos e orientação jurídica.

Montado como uma instalação lúdica, o Jardim Sensorial foi planejado para atender a todo tipo de público, sendo acessível também a cadeirantes e deficientes visuais. Os cinco sentidos eram aguçados de diferentes formas. Vasos com diversas espécies de plantas exalavam aroma e podiam ser tocados. Água corrente e móbiles de barro, além de outros artefatos sonoros remetiam aos sons da floresta, enquanto um piso com diferentes texturas era sentido por quem se dispusesse a percorrê-lo descalço.

Planos para o Jardim

A bióloga Sandra Sousa, do Projeto Arandu – Saberes e Práticas com Abelhas, levou ao Jardim Sensorial sua expertise em abelhas nativas sem ferrão e sua vasta e diferenciada produção de mel, com apresentação didática e degustação. Outros parceiros do projeto foram a Secretaria Municipal de Educação (Semec), OAB Piauí, a Nativa Consultoria Ambiental e o Grupo SN Ambiental. “Foi uma satisfação perceber que nosso projeto teve excelente aceitação entre todo tipo de público nestes dois dias de evento”, afirmou o secretário de Meio Ambiente Luís André.

Para a gerente do Núcleo de Educação Ambiental (NEA) da Semam, o Jardim Sensorial no Cidade Inclusiva foi uma semente que tem tudo para gerar bons frutos. “Criamos toda a estrutura com material reciclável e com a ajuda de habilidosos servidores da nossa secretaria e realmente funcionou. Gostaríamos muito de criar esta estrutura em um formato definitivo começando em parques, como o nosso Parque das Crianças”, afirmou Naisis Castelo Branco, enquanto apresentava o jardim a Camila Hanna Morais, primeira advogada deficiente visual a compor o Conselho Estadual do Jovem Advogado (Ceja) da OAB-PI.

O projeto Cidade Inclusiva terá quatro edições voltadas para as pessoas com deficiência em Teresina, uma em cada região da cidade. O objetivo é facilitar a socialização das informações e o acesso aos serviços prestados pelas redes pública e privada de atenção às pessoas com deficiência e demais parceiros.

Semam apresenta projeto Jardim Sensorial no Cidade Inclusiva

A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semam), irá participar, nos dias 5 e 6 de dezembro, no Centro Estadual de Educação Profissional José Pacífico de Moura Neto, região Sudeste de Teresina, da primeira edição do Projeto Cidade Inclusiva com o Jardim Sensorial.

O projeto que será apresentado pela Semam é uma experiência imersiva na qual o visitante é convidado a aguçar os sentidos ao atravessar uma instalação que remete a um Jardim, local que, por definição, permite uma experiência onde a visão é despertada pelas diferentes cores e formas das plantas, o olfato é aguçado pelo cheiro das flores e frutos, o paladar por meio da degustação de alimentos, a audição pelos diferentes ruídos e o tato pelas diferentes texturas percebidas com auxílio, seja das mãos ou pés.

Projetado pelo Núcleo de Educação Ambiental (NEA), o Jardim Sensorial consiste em uma tenda com armações em madeira reciclada com centenas de pequenos vasos com plantas de todo tipo, das medicinais às aromáticas. O piso contará com diferentes texturas – pequenas pedras, areia, folhas secas e grama –, para quem fizer o percurso andando.

Para os cadeirantes, há a mesma versão do jardim, mas com piso tátil. Placas em braile e corrimões adaptados às estruturas também foram incluídos, assim como a degustação de chás ao final da experiência, que tem apoio da Divisão de Educação Inclusiva (DEI), da Secretaria Municipal de Educação (Semec), Nativa Consultoria Ambiental, Centro de Apoio Pedagógico para Atendimento às Pessoas com Deficiência Visual (CAP), Postos Cacique, OAB Piauí e Grupo SN Ambiental.

Sentidos aguçados
O evento é uma realização da Secretaria de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência (Seid/PI) e do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conede/PI), com o objetivo de facilitar a socialização das informações e o acesso aos serviços prestados pelas redes pública e privada de atenção às pessoas com deficiência e demais parceiros, buscando contribuir para a construção de uma sociedade mais inclusiva, desenvolvida por meio de transformações nos ambientes, procedimentos e mudanças comportamentais.

A programação do evento, que espera cerca de 1000 pessoas nos dois dias, inclui palestras sobre educação, saúde, assistência social, transporte, esporte, lazer, trabalho, acessibilidade, além de apresentações artísticas e culturais. Simultaneamente, será realizada a prestação de serviços pela rede de atendimento às pessoas com deficiências, contando com a participação de diversos parceiros, como órgãos governamentais, faculdades e entidades e instituições sociais.

Em oficina montada no Parque da Cidade, funcionário da Semam constrói a estrutura do Jardim Sensorial (Foto: Ascom/Semam)

Secretário da Semam Luis André e Naisis Castelo Branco, gerente do NEA, conferem os primeiros modelos prontos (Foto: Ascom/Semam)

Madeira reciclada é o material utilizado para montar o jardim com centenas de plantas (Foto: Ascom/Semam)

Parque da Cidade vira pista de mountain bike em copa esportiva

O Parque da Cidade sediou, no domingo, 27, a I Copa APC – MTB XC, realizada pela Associação Piauiense de Ciclismo, uma prova que integra o calendário da Federação de Ciclismo do Piauí realizada com apoio da Prefeitura de Teresina e emenda do vereador Vinicio Ferreira.

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semam) coordenou o evento por meio do Núcleo de Educação Ambiental, NEA. “Foi uma combinação especial de esporte, integração com nossos parques e ação social. Estamos muito felizes em realizar aqui essa copa de estreia e abertos para a próxima”, afirmou o secretário Luis André.

Desafios na trilha

Pela primeira vez o Parque da Cidade, que fica na zona Norte e é também a sede da Semam, sediou uma prova profissional de mountain bike. A escolha agradou aos participantes, que incluíam atletas de ambos os sexos e variadas idades – a partir da categoria júnior -, divididos em três baterias, de 4, 5 e 6 voltas.

Profissionais da Associação Piauiense de Ciclismo (APC) passaram a semana que antecedeu a prova preparando e revitalizando as trilhas, que incluiu uma curva acentuada forrada com ripas de madeira e outros desafios.

A manhã esportiva, aberta ainda a ciclistas amadores, que podiam participar sem competir, também foi momento de confraternização entre atletas, suas famílias e amigos, com espaço de convivência e uma área de alimentação montada ao ar livre.