SAAD Norte conclui reforma do Centro de Convivência Rita de Cássia

A superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas Norte (SAAD Norte), finalizou a reforma e revitalização do Centro de Convivência Rita de Cássia, no bairro São Joaquim. Os serviços foram executados em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMCASPI).

De acordo com a superintendente Ana Paula Santana, as melhorias foram feitas no sentido de levar mais condições de estadia para as pessoas que ocupam o local.

O Centro de Convivência Rita de Cássia abriga pessoas em processo de reinclusão social. O espaço funciona 24 horas, 7 dias por semana, e é voltado para pessoas com necessidades decorrentes do uso de álcool e outras drogas, de ambos os sexos, que apresentem acentuada vulnerabilidade social e/ou familiar e precisam de acompanhamento terapêutico e proteção temporária.

“Firmamos essa parceria com o secretário Márcio Allan e realizamos algumas intervenções emergenciais dentro da estrutura do espaço. Nosso compromisso, por determinação do prefeito Dr. Pessoa é olhar com mais atenção para essas pessoas que mais precisam e assim temos atuado”, destacou a superintendente.

Foto: Divulgação (SAAD Norte)

Semcaspi integra comitê de calamidade pública com auxílio de cestas básicas e aluguel social

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) é uma das secretarias integrantes do Comitê Municipal para Situações de Calamidade Pública e atuará com o auxílio de cestas básicas e o aluguel social, com o Programa Cidade Solidária. O comitê municipal foi criado oficialmente, nessa segunda-feira, (13), no auditório da Semplan, na Prefeitura de Teresina.

De acordo com Allan Cavalcante, secretário da Semcaspi, as famílias que estão em situação de risco ou calamidade deverão procurar as unidades de Cras para a viabilização dos benefícios.

“Em cumprimento a uma determinação do prefeito Dr. Pessoa, nós nos articulamos e nos adiantamos com as demais secretarias para possíveis situações de calamidade e de emergência. Neste sentido, o Comitê está fazendo os levantamentos das situações e das famílias, que não devem ficar desassistidas. Nós, enquanto Semcaspi, temos um papel essencial neste comitê, porque através da Semcaspi, estas famílias poderão receber os benefícios financeiros, a exemplo das cestas básicas, do aluguel social”, esclareceu.

Paulo Arrais, coordenador de planejamento, regulação e gestão do trabalho do Suas, explica a forma de atuação da Semcaspi diante de uma situação de calamidade.

“A Semcaspi vai atuar, logo após, as ações de Defesa Civil e das Saads, que vão numa possível situação de calamidade, iniciar os primeiros atendimentos, retirando as famílias de suas residências e colocando as em abrigos. A partir daí, estes atendimentos e acompanhamentos socioassistenciais serão realizados pelos profissionais da Semcaspi, mais especificamente de Cras e Creas”, pontuou.

14 Secretarias no comitê

Segundo Carlos Ribeiro, secretário municipal de Defesa Civil, o objetivo do Comitê é preparar as secretarias envolvidas no processo para possíveis situações de calamidade, especialmente, no período chuvoso.

“Teresina é uma cidade de um milhão de habitantes e até o ano passado, não tinha a Secretaria Municipal de Defesa Civil. O prefeito Dr. Pessoa criou esta secretaria e nos confiou a pasta. Nós estamos trabalhando muito e nos fortalecendo com as demais secretarias. 14 secretarias estão atuando no comitê, para atender a população de Teresina, diante de alguma emergência”, ressaltou.

Foto: Divulgação (Semcaspi)

Após 17 anos, Semcaspi capacita conselheiros tutelares para implementação do SIPIA

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), por meio da Gerência de Direitos Humanos (GDH), está promovendo a capacitação dos conselheiros tutelares da capital para o acesso ao Sistema de Informação para Infância e Adolescência (SIPIA). A capacitação teve início nesta segunda-feira, (13), e segue até quarta-feira, (15), no Instituto Federal do Piauí (IFPI).

Estão sendo capacitados os 25 conselheiros tutelares e os 25 suplentes. Além disto, a capacitação foi aberta também para os conselheiros tutelares de regiões adjacentes.

Foto: Ascom/Semcaspi

Segundo o secretário da Semcaspi, Allan Cavalcante, a capacitação para SIPIA é importante por inserir numa rede nacional os processos que chegam aos conselhos tutelares.

“A gente abriu a capacitação para os conselheiros e aos suplentes e ainda aos conselheiros tutelares que atuam em regiões de municípios circunvizinhos, como Altos, José de Freitas, Demerval Lobão. Porque ajuda também a alimentar a rede do SIPIA e acrescentar os processos, que antes ficavam apenas no papel”, pontuou.

Para André Santos, gerente de Direitos Humanos, o SIPIA foi implantado em Teresina há 17 anos, no entanto, os conselheiros tutelares não receberam a devida capacitação para trabalhar com o sistema.

“É um programa nacional do Governo Federal, onde é feito o relato dos casos. Nesta rede, são cadastrados escolas, delegacias e vários outros órgãos, para registrar e compartilhar informações. Desde 2004, este sistema foi implantado no município de Teresina, mas os conselheiros nunca tiveram capacitação devida. Agora, estão sendo capacitados para passar a utilizar este sistema”, esclareceu.

Foto: Ascom/Semcaspi

Socorro Arrais, conselheira tutelar do IV Conselho Tutelar, o SIPIA é uma ferramenta que só vem a somar aos trabalhos dos conselheiros tutelares.

“A questão da implementação do SIPIA já vem se arrastando por mais de uma década, em Teresina e no Piauí. Um dos benefícios para o uso deste sistema é acabar com o acúmulo de papel, pela inserção dos processos na rede de estarmos interligados. É uma luta antiga! Precisamos sim de capacitar os conselheiros, porque precisamos estar inseridos no sistema. O município está de parabéns por viabilizar a implementação do SIPIA na capita”, ressaltou.

SIPIA

O Sistema de Informação para Infância e Adolescência (SIPIA) trata-se de uma rede nacional de registro e tratamento de informações sobre a garantia e defesa dos direitos fundamentais presentes no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Teresina Cuida de Você leva serviços de cidadania, saúde e lazer para CEU/Norte na Santa Maria da Codipi

A Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), por meio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) vai oferecer serviços de cidadania, saúde, lazer, cultura e outros neste sábado, (18), de 8h às 12h, no CEU/Norte, no Bairro Santa Maria da Codipi.

Allan Cavalcante, secretário da Semcaspi, comenta a evolução do evento que já está na sua terceira edição.

“O Teresina Cuida de Você é um programa que nasceu do sentimento do prefeito Dr. Pessoa. No início, tínhamos apenas a intenção de distribuir cestas básicas, isso cresceu e hoje ofertamos serviços de cidadania, lazer, cultura, arte e esporte para as pessoas dessas regiões mais afastadas dos grandes centros da cidade.”, ressaltou.

Karol Pinheiro, gerente de Políticas Integradas da Semcaspi, elogia o trabalho dos parceiros e convid a instituições públicas e privadas a fazer parte do Programa Teresina Cuida de Você.

“Além dos serviços da Semcaspi, como o Cadúnico, Programa Abrace Nós, os Cras, Creas, Conselhos Tutelares, temos a satisfação de fazer este evento com nossos parceiros, que tem ofertado suas principais demandas ao público presente. A gente aproveita e convida as instituições para mais parcerias. É um programa que é feito mensalmente e o ano de 2022 promete novas edições”, pontuou.

SERVIÇOS NO CEU/NORTE

Dentre os serviços ofertados estão: Cadastro Único, com atualização e novos cadastros; Programa Abrace Nós, de inclusão para pessoas com deficiência; vacinação contra a Covid-19; Tarifa Social com a Águas de Teresina e Equatorial.

Uma novidade nesta terceira edição será um stand da Fundação Municipal da Saúde (FMS), que estará aplicando a vacina contra a Covid-19 na população da zona norte.

Semcaspi cria Núcleo de Cidadania e Adolescente para selo Unicef

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), por meio da Gerência de Direitos Humanos (GDH) e do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), realizou na manhã desta quinta-feira (09) a solenidade de criação do Núcleo de Cidadania de Adolescente (Nuca) Teresina. Durante a programação, foram apresentados sugestões de logomarcas, feitas por adolescentes dos grupos dos serviços de convivência.

Fotos: Ascom Semcaspi

André Santos, gerente de Direitos Humanos (GDH), a criação do Nuca Teresina é a primeira etapa para a participação do selo Unifef.

“O primeiro encontro marca a criação do Nuca, composto por 16 jovens de todos os territórios de Teresina. Eles estarão reunidos em atividades e debates nos próximos três anos, para fortalecer as discussões entre crianças e adolescentes, dentro da Semcaspi e das demais secretarias do município, como orçamento e atividades voltadas para as crianças e adolescentes. Haja visto, que a Prefeitura tem feito este trabalho, mas nada melhor do que ter estes jovens desenvolvendo estas ações e explicando para eles mesmos”, esclareceu a gerente.

Olavo Almeida, representante da coordenação do SCFV, explica que o selo Unicef é obtido por meio de um conjunto de ações que o município deverá realizar com ações Inter setoriais.

“As atividades realizadas pelo NUCA envolvem a autonomia e o protagonismo dos cidadãos, fazendo com que eles conheçam os seus direitos e saibam reivindicar. O Nuca é um espaço para fomentar encontros de debates entre os adolescentes, que podem acontecer de forma presencial ou virtual. São ações de cidadania, que serão realizadas e planejadas por eles mesmos, com temas relevantes e atuais”, pontuou.

Para Rian, 17 anos, do Grupo Mudança Jovem do SCFV do Cras Leste V, a interação entre os adolescentes por meio do NUCA reforçará a convivência e o conhecimento debatido nos grupos. “Estar entre meus amigos de grupo é muito legal e a gente se diverte junto. Antes, eu não saia de casa, e agora, vejo os dias de debate um dos melhores dias da semana para mim”, comentou.

TEMÁTICA SOBRE MULHER

Anderson Afeli, auxiliar de articulação do selo Unicef, ressalta que a temática principal do selo 2021 a 2024, trata de questões da mulher. “São quatro módulos que estes adolescentes terão de cumprir, tendo como tema a mulher. Terão que realizar ações voltadas para o empoderamento feminino e gravidez na adolescência e outros”, destacou.

Prefeitura de Teresina vai criar comitê de ação para estado de calamidade pública

O comitê vai agir em situações emergenciais durante o período de chuvas Fotos(Ascom/Semcaspi)

A Prefeitura Municipal de Teresina (PMT) irá criar um comitê de ação para estado de calamidade pública ainda este mês de dezembro. A reunião, que acontecerá na segunda-feira (13), definirá as estratégias das secretarias envolvidas.

O comitê de ação será composto pela Secretaria Municipal de Defesa Civil (SMDF), Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), as Superintendências das Ações Administrativas Descentralizadas (SAADs) e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh).

De acordo com o secretário da Semcaspi, Allan Cavalcante, apesar do período chuvoso já ter iniciado, a criação do comitê é para organizar a forma de atuar das secretarias.

“A gente já está aí no período chuvoso e a tendência é que as chuvas aumentem ainda neste mês. O próximo passo é criar o comitê gestor das possíveis crises que poderão acontecer. A Semcaspi atua diretamente nestas situações, com o apoio das nossas assistentes sociais, o Aluguel Solidário e também com a distribuição de cestas básicas. Então, temos um papel primordial nesta articulação e no atendimento ao público”, esclareceu.

Para o secretário municipal de Defesa Civil, Carlos Ribeiro, a ideia é atuar em conjunto com as secretarias que vão compor o comitê de ação. “A nossa secretaria criou um plano de ação, que foi apresentado para a Semcaspi e as SAADs, na reunião de ontem (6), para discutir sobre a necessidade de alguma alteração ou se mantém de alguma forma o que já foi elaborado. Nós estamos alinhando para poder trabalhar em conjunto em casos de enxurradas”, pontuou.

PLANO DE AÇÃO

Segundo Marcos Holf, gerente de Operações da Defesa Civil Municipal, o objetivo do Plano de Ação é pontuar sobre a necessidade de atuação numa situação de emergência.

“Este plano já foi elaborado no início do ano, apenas com algumas adaptações. Com a criação do Comitê, vamos juntar os parceiros que irão colaborar cada um com sua função para que possa agir caso haja alguma catástrofe ou algum acidente natural, como uma enxurrada”, ressaltou.

Semcaspi anuncia 3ª edição do Teresina Cuida de Você no Bairro Santa Maria da Codipi

O diferencial da nova edição é a realização da vacinação contra a Covid-19 para a população Fotos(Ascom/Semcaspi)

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) anuncia a realização da 3ª edição do Programa “Teresina Cuida de Você” para o dia 18 de dezembro de 2021, no Centro Esportivo Unificado (CEU/Norte), localizado no bairro Santa Maria da Codipi. Serão mais de 100 serviços descentralizados de parceiros das secretarias municipais e de empresas privadas.

De acordo com o secretário da Semcaspi, Allan Cavalcante, o diferencial desta edição é a realização da vacinação contra a Covid-19 para a população. “O Teresina Cuida de Você oferece serviços de cidadania, saúde, cultura e lazer. São serviços que vão impactar diretamente na vida das pessoas. Por exemplo, a emissão do R.G, Passe Livre e inclusive, a vacinação contra a Covid, em parceria com a Fundação Municipal de Saúde e ainda, os serviços dos Cras referentes ao Cadastro Único. É um programa que veio para ficar e temos a meta de realizá-lo mensalmente”, disse o secretário.

Allan Cavalcante comenta que o Programa teve como proposta inicial a distribuição de cestas básicas às famílias de trabalhadores cadastrados em entidades trabalhistas ou associações de moradores. “Seguimos com a distribuição de cestas básicas, no entanto, o programa foi ampliado para a oferta de serviços em espaços públicos de Teresina. Tendo como objetivo descentralizar os serviços ofertados à população especialmente para pessoas que não têm acesso a estes serviços durante a semana. Em um sábado a cada mês, elas terão acesso a estes serviços, que o poder público oferece ao longo da semana”, esclareceu.

Allan Cavalcante

CADASTRO ÚNICO

Na 3ª edição do Teresina Cuida de Você haverá a presença das cinco unidades Cras da zona Norte ofertando os serviços do Cadastro Único, que dá acesso aos programas sociais do Governo Federal, dentre eles, o Auxílio Brasil. Serão serviços de atualização e criação de novos cadastros.

Mais 14 instituições são contempladas com cestas básicas do Teresina Cuida de Você

as cestas básicas distribuídas às famílias beneficiadas têm como objetivo amenizar as dificuldades enfrentadas pelas pessoas Fotos(Ascom/Semcaspi)

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), por meio do Programa Teresina Cuida de Você, realizou a distribuição de cestas básicas para 14 instituições cadastradas. A iniciativa visa beneficiar famílias que foram, de alguma forma, prejudicadas financeiramente pela pandemia da Covid-19.

Segundo Allan Cavalcante, secretário da Semcaspi, as cestas básicas distribuídas às famílias beneficiadas têm como objetivo amenizar as dificuldades enfrentadas pelas pessoas. “Eu, enquanto gestor, tenho uma missão dada por Deus e também pelo prefeito, que é contribuir na melhoria da vida das pessoas. Amenizando as necessidades que a população passa. Tenho certeza que a pessoa que receberá uma cesta básica terá, naquele momento, o seu sofrimento amenizado. Porque vai poder matar a sua fome, vai poder botar comida na mesa de sua família. Que bom seria se nenhum de nós precisássemos estar aqui para receber estas cestas, por já ter o que comer em casa, mas infelizmente, estamos neste momento de pandemia, de muita fome e desemprego”, ressaltou.

Para Jairane Escócio, representante da Fundação Inez Carvalho, o número de famílias que estão em situação de vulnerabilidade é grande e que esta iniciativa veio em um momento. “O sentimento é de gratidão! Porque a gestão é realmente integrada com o povo e busca ouvir as necessidades. A gente, enquanto liderança, sabe quantas famílias nos procuram todos os dias para que a gente possa fazer alguma coisa por elas. A entrega de cestas básicas é algo que não vai resolver o problema maior e a gente que faz o acolhimento nas comunidades explica que é para este momento emergencial, trazer um ar fresco no meio de todas as dificuldades”, comenta.

Roseane da Silva, desempregada, é uma das beneficiárias cadastradas pela Associação Deus Quer, instituição contemplada com o Teresina Cuida de Você. “Este programa é muito bom para ajudar todas aquelas pessoas que estão necessitadas no momento. Está sendo bem-vindo para todos aqueles que vão receber as cestas. Com a situação desta Covid, muita gente está desempregada e o que o Prefeito está fazendo é muito bom e a gente só tem a agradecer”, destacou.

CRAS OFERTAM CESTAS BÁSICAS

Aline Teixeira, secretária executiva do Suas/Semcaspi, explica que as cestas básicas do Programa Teresina Cuida de Você não são contínuas, no entanto, a Semcaspi disponibiliza o Benefício Eventual, que promove distribuição mensal de cestas básicas às famílias em vulnerabilidade alimentar nos Cras.

“É um programa que nasceu do coração do nosso prefeito para ajudar a estas famílias que passam por dificuldades financeiras. É importante ressaltar que aquelas famílias que continuam em situação de vulnerabilidade e que precisam receber algum tipo de auxílio, estas devem procurar os Cras, aquela unidade mais próxima de sua casa. Porque lá são atendimentos contínuos, já pelo programa Teresina Cuida de Você o atendimento é só uma vez”, pontuou.

Mais de 5 mil atendimentos na 2° edição do Teresina Cuida de Você

A segunda edição do Programa Teresina Cuida de Você, que aconteceu no último sábado, (27), no CEU Sul, no Bairro Portal da Alegria, realizou um total de 5.352 atendimentos, com uma estimativa de mais de 10 mil pessoas presentes no evento. A iniciativa é da Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), por meio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi).

Para Allan Cavalcante, secretário da Semcaspi, a segunda edição do Teresina Cuida de Você foi um sucesso e promete mais parceiros para a próxima edição, que ocorrerá na Zona Norte de Teresina.

“Sucesso total! O público já abraçou o Teresina Cuida de Você! É um evento fantástico, idealizado pelo Prefeito Dr. Pessoa. Os parceiros ficaram muito entusiasmados, empolgados! Já há uma grande demanda, muitos parceiros nos procurando. Tendo em vista, o sucesso da segunda edição, então a gente vai aumentar o número de parceiros para o próximo Teresina Cuida de Você.”, ressaltou.

Karol Pinheiro, coordenadora do Teresina Cuida de Você, comenta sobre alguns dos serviços ofertados pelos parceiros do programa.

“O último Teresina Cuida de Você ofertou inúmeros serviços para a população! Foi um evento grandioso! Antes mesmo dos portões abrirem já tinha muita gente esperando. Dentre os serviços mais procurados estão: a emissão de 1° e 2° via do Registro Geral, informações sobre o Cadastro Único, bem como atualização emissão de folha resumo, foram distribuídas 500 mudas de árvores, muita gente procurando tarifa social, serviços ofertados pela Águas de Teresina e Equatorial. O que esperamos para a terceira edição é que a população da região norte também seja contemplada com esses serviços.”, concluiu.

PARCEIROS

Para quem quer se tornar parceiro do Programa Teresina Cuida de Você, basta entrar em contato com a gerência de Políticas Integradas da Semcaspi, por meio do telefone (86) 3131-4713.

Foto: Ascom Semcaspi

Programa Abrace Nós oferece acompanhamento com intérprete de Libras para pessoas surdas

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), por meio do Programa Abrace Nós, que além de encaminhar para cursos de capacitação e seleção de emprego, realiza acompanhamento com intérpretes de Libras para pessoas surdas em atendimento médicos e em órgãos públicos. Em seis meses, já foram realizados cerca de 321 acompanhamentos com intérpretes.

Entre os acompanhados está a Maria Rosália Alves, usuária do Programa Abrace Nós, que relatou ter dificuldades em tomar a vacina contra a Covid-19 e que com o acompanhamento da intérprete foi possível se imunizar. “Primeiramente, dizer que necessito deste apoio. Antes não tinha este apoio. Este trabalho faz a diferença em nossas vidas”, comentou.

Ricardo Oliveira, apoio técnico do Programa Abrace Nós, explica que esse acompanhamento com intérprete de Libras facilita o acesso e a comunicação do público com deficiência auditiva durante os atendimentos básicos.

“Nós temos essa vertente para além da questão do mercado de trabalho, das mediações para as seleções para as vagas de emprego, que é o acompanhamento das pessoas surdas aos serviços públicos, das mais variadas áreas, como: saúde, educação, sócio assistencial, Justiça, demandas trabalhistas. Muitos lugares não dispõe de intérpretes e o Abrace Nós faz essa mediação comunicacional da pessoa surda ao serviço que ela demanda.”, pontuou.

A coordenadora do Programa Abrace Nós, Janete Caminha, esclarece que a iniciativa é contribuir na vida das pessoas com deficiência dentro de suas especificidades. “Pode ser física, auditiva, intelectual, todas são capazes de desenvolver suas habilidades. Nós precisamos ter esse olhar e oportunizar às pessoas o acesso a cursos profissionalizantes e ao mercado de trabalho. A ideia é que elas se sintam participantes e incluídas na sociedade”, ressaltou.

MÃOS QUE COMUNICAM

O Programa Abrace Nós dispõe de três intérpretes de Libras que auxiliam as pessoas surdas em seus atendimentos. Érida Rúbia, intérprete de Libras do programa, fala da importância e das dificuldades que as pessoas surdas passam para conseguir atendimentos em órgãos públicos.

“É importante esse trabalho que a prefeitura faz de dar acesso aos usuários surdos. A gente vê o quanto o surdo tem dificuldades, diariamente, porque a principal barreira é a comunicação, não é nem a surdez. Ela não é uma barreira porque o surdo tem como se comunicar através das suas mãos, dos sinais. Hoje, muitas pessoas que trabalham em espaços públicos ainda não sabem nem o básico de Libras, que é essencial para acolher o surdo.”, destacou.

Alex Moreira, que também é intérprete do programa, ressalta a gratidão e o prazer que sente em colaborar com o programa, acompanhando pessoas com deficiência auditiva durante seus atendimentos.

“O trabalho é de suma importância, mas o mais importante é a gente poder somar, colaborar com as pessoas que realmente necessitam e estão em busca de oportunidade, de assistência, que nos dão credibilidade para fazer nosso trabalho, com a maior competência e responsabilidade possível. E nós do Abrace Nós fazemos isso diariamente, atendendo a essas realidades”, destacou.

CADASTRO DE USUÁRIOS

Para se cadastrar no Programa Abrace Nós, a pessoa com deficiência deve ir a sede da Semcaspi, na sala do programa, com a seguinte documentação: documentos de identificação pessoais; currículo; laudo da deficiência; e o laudo do Centros de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest). Para mais informações, entrar em contato com: (86) 99499-6718; (86) 3131-4746; (86) 3131-4745.

Fotos: Ascom Semcaspi