Grupo de venezuelanos recebe acompanhamento de Agentes de Proteção Social em Teresina

Uma equipe de Agentes de Proteção Social (APS), formada por dez profissionais, está acompanhando o grupo de venezuelanos que estão em Teresina desde a última segunda-feira (13). Os agentes buscam verificar informações iniciais, como o número exato do grupo de imigrantes, se eles possuem o cadastro de regularização migratória – obrigatório ao entrar no País – se já possuem o CPF e se já passaram pela imunização de imigrantes.

As informações são fundamentais para o fluxo de atendimento pela Assistência Social do município. A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) colocou à disposição dos APSs que estão acompanhando os venezuelanos um instrumental específico de atendimento. “Só com essas informações em mãos será possível o encaminhamento dos imigrantes para os programas de assistência social do Governo Federal, conforme previsto na Política Nacional de Assistência Social”, informa Mauricéia Carneiro, secretária executiva do SUAS em Teresina.

“No caso em questão é importante a identificação deste público para que, com o conhecimento de suas demandas específicas, a gestão municipal possa se organizar para atendê-las, com inclusão dos serviços socioassistenciais disponíveis no município”, complementa Mauricéia Carneiro. Em caso de pessoas, brasileiras ou não-brasileiras, em situação de vulnerabilidade social ou violação de direitos em Teresina, a população pode entrar em contato com o município através do 153.

 

Prefeitura mantém atendimento para 518 famílias vítimas do período chuvoso em Teresina

As famílias afetadas pelo período chuvoso em Teresina seguem recebendo assistência e acolhimento oferecidos pela Prefeitura de Teresina. O atendimento se dá por meio do programa Cidade Solidária, voltado a famílias desabrigadas. As vítimas são removidas da área de risco com o auxílio do aluguel social. O último levantamento mostra que 518 famílias estão inclusas no programa. Dessas, 204 famílias foram incorporadas ao programa depois do período chuvoso.

 

“O programa é fundamental para a garantia de um atendimento digno às famílias que perderamm suas residências, porque ele faz com que situações de calamidades públicas sejam resolvidas de forma mais digna. Antes, havia um cenário onde as pessoas eram colocadas em creches, galpões, muitas vezes todos amontoados. Hoje, você pode ser acolhido por um parente ou alugar uma casa, com o auxílio do município”, destaca Celene dos Santos, chefe da Divisão de Articulação da Rede Socioassistencial da Semcaspi.

 

O Cidade Solidária atende famílias em situações emergenciais de desabrigamentos, em consequência das chuvas, infortúnios, incêndios, alagamento, transbordamento de rios ou lagoas ou ainda, situações de vulnerabilidades temporárias. O trabalho é executado pela Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), as Superintendências de Desenvolvimento Urbano (SDU’s) e Superintendência de Desenvolvimento Rural (SDR).

 

A população pode tirar dúvidas sobre o Cidade Solidária entrando em contato com a Gerência de Proteção Social Básica (GPSB), por meio do 3215-7593.

 

Mais de 60 casais vão participar de casamento comunitário no Teresina em Ação

Ascom/Semcaspi

O Teresina em Ação chega a sua 20° edição e o Parque Wall Ferraz é o bairro escolhido para receber a edição comemorativa, que acontece no sábado (18). São cerca de 580 voluntários e 38 instituições parceiras mobilizadas para levar 153 serviços à praça localizada na Av. Sérgio Mota, próximo ao 22°DP e ao Colégio Marista. O evento começa às 8h e vai até às 13h30. (mais…)

Guarda Municipal de Teresina se destaca na recuperação de motos roubadas

Ascom Semcaspi

Contribuir com a sensação de segurança em espaços públicos de Teresina. Essa é uma das funções da Guarda Civil Municipal de Teresina, que só em 2018 apreendeu 323 porções de drogas na capital. O destaque na atuação da Guarda neste período foi a recuperação de 34 veículos, sendo desses, 26 motocicletas roubadas ou furtadas em Teresina, mesmo estando em pontos fixos na capital. (mais…)

Blitz Sufoco remove 12 veículos por irregularidades na zona Norte de Teresina

Foi realizada na noite de quinta-feira (9) e madrugada desta sexta-feira (10) mais uma edição dos projetos Blitz Sufoco e Teresina Protege, que fizeram mais um conjunto de ações na zona Norte da capital. A Guarda Municipal de Teresina, junto com a Polícia Militar, realizaram 48 abordagens, nos bairros São Joaquim, Mocambinho, Mafrense e São Francisco. Uma motocicleta foi apreendida por estar com a documentação irregular.

Já a Strans fez a abordagem em 98 veículos, com 27 notificações por infrações de trânsito e 12 remoções de veículos por irregularidades na documentação e/ou veículo. A SDU Centro/Norte notificou um estabelecimento comercial devido à falta de alvará, orientando o proprietário a fazer a regularização do local.

De acordo com o documento de aferição das operações, o Conselho Tutelar não verificou nenhuma irregularidade envolvendo crianças e adolescentes na região onde a operação ocorreu. Esteve à frente da ação o Comandante da Guarda Municipal de Teresina, Capitão Monteiro Silva, e o Comandante do 9º Batalhão da PM, Major Gilson Leite.

O eixo proteção do Programa Vila Bairro Segurança tem como objetivo reforçar a segurança nos bairros da capital, por meio dos projetos Blitz Sufoco e Teresina Protege.

Frente de Prevenção

Prevenir a violência também é um objetivo do Vila Bairro Segurança. Por isso, os projetos “Educando Para Prevenir”, “Paz na Escola”, “Sou Capaz” e “Meu Bairro é Vivo” também trabalham esta temática. Os 13 bairros assistidos pelo programa são Acarape, Aeroporto, Alto Alegre, Itaperu, Mafrense, Matadouro, Mocambinho, Nova Brasília, Olarias, Parque Alvorada, Poti Velho, São Francisco e São Joaquim.

Guardas Municipais participam de capacitação em manuseio de armas de fogo

Ascom/Semacaspi

A Guarda Municipal de Teresina iniciou nesta semana uma capacitação voltada para o manuseio de armas de fogo, práticas de abordagem e entradas específicas em ambientes de periculosidade. Duas turmas já foram formadas, tendo uma já concluído o processo. A outra turma tem início previsto para a próxima segunda-feira (9). A capacitação acontece na Academia de Polícia do Piauí (Acadepol).

Cerca de 150 guardas devem participar do curso, que vai de segunda à sexta, no horário das 8h às 18h. Segundo Monteiro Silva, comandante da instituição, o objetivo é qualificar a atuação dos guardas nas ruas. “Estamos formando guardas com mais qualidade e treino para fortalecer a proteção ao patrimônio público e a assistência à comunidade”, destaca.

Criada por meio da Lei Complementar N° 3.834, a Guarda Civil Municipal de Teresina é vinculada à Semcaspi e atua nas praças da Bandeira, Rio Branco, Fripisa; parques Lagoas do Norte, Estação da Cidadania, Floresta Fóssil e Parque Encontro dos Rios; Centro Unificado de Esporte e Lazer (CEU) Sul e Norte e Complexo Esportivo José Ponce Filho (Parentão); além de realizar patrulhamentos preventivos no Centro Pop, Restaurante Popular de Teresina, Praça dos Skatistas e Corredores e Terminais de Integração do Itararé, do Parque Piauí e Bela Vista.

Entrevistadores passam por capacitação sobre o CadÚnico até sexta-feira (10)

Ascom/Semcaspi

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) realiza, na sede da Ação Social Arquidiocesana (ASA), uma capacitação direcionada aos entrevistadores sobre o Cadastro Único (CadÚnico). A ação vai até sexta-feira (10) e busca familiarizar os profissionais com os protocolos éticos e técnicos necessários para oferecimento de acolhimento digno à população. (mais…)

Centro Dia de Referência para Pessoas com Deficiência comemora cinco anos

Ascom Semcaspi

O Centro Dia de Referência para Pessoas com Deficiência, instituição administrada pela Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), em parceria com a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), completa cinco anos de atuação nesta sexta-feira (10). O espaço oferece atividades de convivência e fortalecimento de vínculos e cuidados pessoais com deficientes, orientação e apoio aos cuidadores e/ou familiares e identificação de tecnologias assistidas de convivência e autonomia da pessoa com deficiência. (mais…)

CRAS Sul IV é ponto de referência para famílias atendidas no Parque Rodoviário

Após um mês de atendimento às famílias atingidas pela enxurrada no Parque Rodoviário, a Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) intensifica os atendimentos oferecidos às 132 famílias vítimas da tragédia. A equipe técnica do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) Sul IV será responsável pelos encaminhamentos para a rede de assistência social e outros serviços, como educação e saúde.

Segundo Kânia Brito, gerente de Proteção Básica da Semcaspi, o atendimento continuará conforme a demanda. “No Parque Rodoviário nós não temos prazo de encerramento do acompanhamento. Nos demais casos, o Cidade Solidária deveria ser de, no máximo, seis meses. Só que lá o prazo será de acordo com a necessidade de cada família”, ressalta.

O Ministério Público e o Conselho Regional de Psicologia estão entre as parcerias firmadas desde o atendimento inicial, que assumem papel maior durante a nova etapa. “A população do Parque necessita de atendimento psicológico após a tragédia. Além disso, estamos fechando parcerias com faculdades, que estão se colocando à disposição para colaborar no atendimento”, esclareceu Kânia.

Se constatada como necessária a continuação de oferecimento de benefícios eventuais, as famílias seguirão recebendo cestas básicas, kits de limpeza e acolhimento, além de encaminhamentos a programas de acolhimento remunerado, como o Cidade Solidária. O cadastramento necessário para inclusão nos programas assistenciais pode ser feito no stand montado pela Semcaspi, situado na Praça Rita de Menezes, conhecida como Praça do Parque Rodoviário. O ponto também recebe doações voluntárias de populares e instituições interessadas em colaborar.

Doações no Parque Rodoviário

Além do ponto de recolhimento da Semcaspi, na praça do bairro, o CMEI Nossa Senhora Maria Imaculada está recebendo doações da população, que vão de alimentos a roupas e produtos de higiene pessoal. A Igreja Matriz da Morada Nova também é ponto de arrecadação desses produtos.