Secretário da Semdec e empresário Luciano Hang visitam local onde será instalada loja Havan em Teresina

Ascom/Semdec

O empresário Luciano Hang, co-fundador e proprietário da Havan, visitou o terreno onde será instalada uma unidade de sua loja em Teresina, na manhã desta quarta-feira (05). Ele foi recebido na capital pelo secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), Raul Ferraz, quando conversaram sobre o começo das obras e a geração de emprego para cidade.

.A loja que ficará na Av. João XXIII, zona Leste, tinha data de inauguração para junho deste ano, mas teve as obras adiadas por conta da pandemia da Covid-19.  A articulação para a implantação das lojas Havan na capital começou no início de 2019, quando o então secretário da Semdec, Venâncio Cardoso, esteve em Balneário Camboriú (SC) participando de um evento do setor do turismo e encontrou com Nilton Hang, diretor de Expansão da Havan, na cidade.

Em fevereiro deste ano representantes da Havan se reuniram com o prefeito Firmino Filho, quando foi discutido o processo de expansão da empresa em todo Brasil. Durante o encontro, o prefeito destacou a vocação de Teresina para o comércio e as vantagens da chegada do grupo, que é reconhecido em todo país

A nova loja em Teresina vai gerar cerca de 200 empregos, de acordo com Luciano Hang. Ele afirma que esta unidade será como um pontapé inicial para a implantação de outras unidades no nordeste. “Vamos montar uma loja linda e maravilhosa para encantar o povo de Teresina. Em breve começaremos a obra. Esta unidade será uma loja muito espaçosa com praça de alimentação e Estátua da Liberdade, que acaba se tornando um ponto turístico. Nossa previsão é que gere entre 150 a 200 empregos diretos, trazendo trabalho para o povo daqui”, explica o empresário.

O secretário da Semdec, Raul Ferraz, disse que a previsão é que obra seja concluída em 90 dias, após o início da construção. Ele afirmou que a Prefeitura de Teresina sempre esteve apoiando a chegada da marca na capital e articulando medidas para fomentar a economia do município.

“A articulação para a chegada da loja começou em 2019, com o secretário anterior e é uma questão que deu certo para Teresina. O próprio Luciano Hang confirma a geração de 200 empregos diretos, o que é muito positivo para a cidade. Ele também me confirmou que a mão de obra para a construção da loja também será local”, disse.

Projeto oferece linha de crédito e capacitação a pequenos empreendedores

Através do projeto Tecnologia Comercial e Criativa, a Prefeitura de Teresina abriu linha de crédito, através do Banco Popular, capacitando e prestando consultoria gratuita aos pequenos empreendedores da capital. Ao todo, está sendo aplicado R$ 1 milhão nas ações com o objetivo de dar apoio a pequenos negócios no período de pandemia do novo coronavírus.

A intenção é preparar o empreendedor autônomo e o MEI para atuarem na venda através da internet. Isso deverá acontecer por meio de três etapas. A primeira é a capacitação, através da Fundação Wall Ferraz; a segunda é o financiamento, que acontece por meio do Banco Popular, e a terceira é o acompanhamento. Nesta última etapa, os empreendimentos serão orientados através de consultoria específica e terão seus produtos e serviços cadastrados no site Empreende THEch, que funciona como uma vitrine virtual pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC).

Na fase inicial, os empreendedores serão capacitados nas áreas de empreendedorismo, marketing, mídias sociais, compra e venda on-line (e-commerce) e aplicação da modelagem de negócio, através da ferramenta CANVAS. Já na fase de financiamento, ele terá acesso a duas modalidades, a de capital de giro, no valor de até R$ 4 mil e a de máquinas e equipamentos, que pode chegar à R$ 10 mil.

“Esse projeto é muito importante para os empreendedores autônomos e MEIs, que têm sofrido neste período de pandemia, é uma forma de eles continuarem no mercado. Além disso, muitos deles não atuavam através das vendas online ou das redes sociais, então com este projeto eles vão ter a capacitação, através da qual eles saberão usar as melhores estratégias para o universo online, além do suporte financeiro através do Banco Popular e do acompanhamento, após a liberação do financiamento”, disse o gerente do Banco Popular, Michel Sena.

A expectativa é que sejam beneficiados cerca de 500 empreendedores de Teresina. Os interessados em participar do projeto devem procurar a Semest (Secretaria Municipal de Economia Solidária), através do telefone (86) 994800501.

Programa THEch: abertas as inscrições para seleção de startups ligadas ao agronegócio

As inscrições do processo de seleção de startups do Edital Ideas for Farm estão abertas. O pontapé inicial partiu de uma live no Instagram que marcou a parceria entre a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), idealizadora do Programa THEch, com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Meio-Norte). O Edital Ideas for Farm vai selecionar três equipes com ideias ligadas ao agronegócio.

“A Embrapa nos procurou para fazer parte dessa fase do Programa Thech, que teve início em fevereiro, com 24 equipes, que ao longo desses meses estão sendo capacitadas. O programa selecionaria dez equipes, mas com a entrada da Embrapa selecionaremos 13, sendo que três devem ser ideias ligadas ao agronegócio. É um segmento que não era inicialmente o foco, mas vai trazer um ganho para a cidade”, explicou Raul Ferraz, secretário da Semdec.

De acordo com a chefe de Transferência de Tecnologia da Embrapa Meio Norte, Izabella Hassum, a região Nordeste tem potencial para investir nas ideias de inovação e empreendedorismo na área do agronegócio. Ela destacou que esse é um dos motivos da empresa se somar à proposta do Programa Thech.

“O Brasil é um país do agronegócio. Mais do que nunca as pessoas passaram a se preocupar com o que tem colocado na mesa. Não adianta só a gente produzir muito e exportar muito, mas produzir alimentos que sejam seguros para o consumo e é neste momento que a tecnologia entra. Precisamos investir na pesquisa científica agropecuária e nos posicionar no meio da inovação. O Nordeste pode entrar bastante forte com isso e Teresina não pode perder essa oportunidade, por isso esse esforço somando com a Prefeitura de Teresina”, comentou.

Inscrições

Os interessados podem realizar as inscrições das equipes até o dia 17 de agosto, por meio do link https://www.embrapa.br/meio-norte/ideas-for-farm. Os selecionados, com o apoio da Embrapa, contribuirão na inovação da empresa e seus públicos alvos em temas definidos ligados ao agronegócio.

O Programa THEch é uma iniciativa da Prefeitura de Teresina, por meio da Semdec, em parceria com a Softex, Organização Social Civil de Interesse Público (Oscip). A ideia é que equipes empreendedoras e startups desenvolvam soluções inovadoras para construir um ecossistema cooperativo e resolver problemas públicos ou empresariais.

Hemopi volta à Ponte Estaiada em nova campanha de doação de sangue nesta quarta (29)

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí (Hemopi) voltará para a Ponte Estaiada a partir desta quarta-feira (29). Pela terceira vez a Unidade Móvel ficará instalada no local por dois dias com o objetivo de reabastecer o estoque de sangue em Teresina. A ação que acontece nos dias 29 e 30, de 8h às 16h30, tem apoio da Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec).

De acordo com o Hemopi nas duas primeiras ações foram coletadas mais de 300 bolsas de sangue. Eles avaliam que a iniciativa teve uma boa receptividade por parte dos doadores, e o órgão estuda a possibilidade de expandir esse modelo de coleta para outras regiões de Teresina.

“Tivemos uma boa resposta do público que atendeu ao nosso chamado nas ações realizadas na Estaiada. Estamos agora analisando outros locais que tem condições parecidas com as da ponte e atendem as normas de segurança exigidas para poder levar a Unidade Móvel a outras regiões de Teresina”, explica do diretor do Hemopi Jurandir Martins Filho.

O secretário da Semdec, Raul Ferraz, destaca a visibilidade da Ponte Estaiada em ações como esta. “A nossa ponte é um importante símbolo para a cidade, talvez por isso seja tão positivo para campanhas como esta. A gente vê que as pessoas realmente estão indo ao local doar, isso é muito importante, já que até semanas atrás nossa cidade estava quase sem estoque”, disse.

Doações agendadas
O Hemopi disponibiliza ao doador, a possibilidade de agendar sua doação. Basta o interessado entrar em contato pelos telefones: Teresina (86) 9 88946614, Parnaíba (86) 9 8894 7159, Picos (89) 9 8801 1717 e Floriano (89) 9 8801 1984.

Prefeitura de Teresina assina parceria com a Embrapa Meio-Norte

A Prefeitura de Teresina está assinando, esta semana, uma parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Meio-Norte). A cooperação tem como objetivo a inclusão da Embrapa ao Programa de Inovação Teresina, o Programa THEch. Com isso, ambos passarão a atuar juntos na seleção de três startups do setor de agronegócio.

Em fevereiro deste ano, o Programa THEch Startups, lançou um edital que selecionaria ideias para participar do Programa. Com a entrada da Embrapa, um novo Edital intitulado ‘Ideas for Farm’ vai selecionar três equipes a mais do que na ideia inicial. A seleção visa abranger novas startups com ideias que envolvem somente o mundo do agronegócio. As equipes, somadas a outras 10 do projeto inicial para a segunda fase, serão integradas ao Programa THEch Startups. As inscrições das equipes serão recebidas do dia 29 de julho até 17 de agosto, por meio do link (https://www.embrapa.br/meio-norte/ideas-for-farm).

As equipes selecionadas ligadas ao agronegócio, com o apoio da Embrapa, contribuirão na inovação da empresa e seus públicos-alvo, além do aprimoramento de suas competências empreendedoras e de negócios por meio do desenvolvimento de conhecimento de mercado, participação do processo de pré-aceleração e de desenvolvimento de projeto de pesquisa.

“A Semdec e todo o pessoal que estrutura o Programa THEch Startups, estão felizes com a ideia da Embrapa fazer parte desse projeto. O mais importante é que isso abre a possibilidade para que novas equipes possam fazer parte do projeto, atendendo não só o desejo de lançar sua ideia, mas de já ter uma empresa do porte da Embrapa para abraçar sua ideia”, comentou o gestor da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), Raul Ferraz.

Sobre a parceria, chefe de Transferência de Tecnologia da Embrapa Meio Norte, Izabella Hassum, destaca que são ações conjuntas com o único propósito de estimular o empreendedorismo nos jovens. “Em 2019, a Embrapa Meio Norte realizou um desafio de ideia para inovação. Esse evento foi um sucesso. Por termos alcançado resultados promissores e relevantes, idealizamos uma segunda edição, contudo e felizmente, conhecemos na ocasião de seu lançamento, o Programa Thech da Prefeitura de Teresina. Oportunidade melhor para a construção de uma parceria, cujas ações se complementam e tem o mesmo propósito que é estimular o empreendedorismo local nos jovens, não poderia ser ignorada. Integraremos o Programa Thech em agosto dentro do eixo de startups, em uma ação voltada para o agro, que não estava presente até então”, explicou.

Programa THEch Startups

A primeira fase está em andamento, sendo trabalhadas desde então 24 equipes (12 empreendedoras e 12 startups). Na segunda fase, 10 projetos serão selecionados, que se somará aos três selecionados pelo Edital Ideas for Farm, totalizando assim 13 equipes. Cada grupo deve receber um aporte no valor de R$ 12 mil para desenvolver essas ideias inovadoras. A seleção vai avançar até o fim do ano para uma nova etapa.

Na terceira etapa, serão selecionadas pelo menos quatro equipes que já tenham chegado à fase de teste do seu protótipo. Já na quarta etapa, apenas duas equipes serão beneficiadas para imersão internacional. Além disso, as equipes não selecionadas na segunda etapa, poderão permanecer no Programa THEch Startups, contando apenas com apoio e orientação.

A iniciativa é uma realização por meio da Semdec, em parceria com a Softex, Organização Social Civil de Interesse Público (Oscip). A ideia é que equipes empreendedoras e startups desenvolvam soluções inovadoras para construir um ecossistema cooperativo e resolver problemas públicos ou empresariais.

Live

Na próxima quarta-feira (29), uma live (transmissão ao vivo pelo Instagram) realizada por meio do @programathech, com o secretário da Semdec, Raul Ferraz, e um representante da Embrapa, marcará o início da parceria, além da abertura oficial do processo de seleção do Edital Ideas for Farm.

Reclamações contra empresas triplicam durante pandemia

O Procon Teresina registrou aumento de 201,50% nas reclamações contra empresas durante a pandemia da Covid-19. Isso significa dizer que o número de reclamações triplicou se comparado com o mesmo período de 2019. Entre 16 de março e 30 de junho deste ano foram registradas 1.206 reclamações, enquanto que no mesmo intervalo de tempo no ano passado, foram registradas apenas 400.

De acordo com a coordenadora geral do Procon Teresina, Nara Cronemberger, tanto as reclamações como as denúncias sofreram crescimento vertiginoso nesse período de isolamento social, mas o aumento deste número pode não ter sido apenas por causa da pandemia da Covid-19.

“Dentre os casos, o maior número de reclamações está relacionado aos serviços essenciais, logo em seguida reclamações sobre valores abusivos de produtos, seguidos dos serviços privados e assuntos financeiros. Com isso, podemos constatar que houve um crescimento considerável nas reclamações contra empresas, mas particularmente não considero que esse aumento todo seja apenas por causa da pandemia. Temos que levar em consideração, que ano passado, época de nossa inauguração, não existia ainda fiscalização, além disso, as pessoas ainda estavam conhecendo o Procon Teresina”, explicou.

Dentre as reclamações, boa parte já estão registradas no Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (SINDEC), que é um sistema informatizado que permite o registro de demandas individuais dos consumidores que recorrem aos Procons. “A ferramenta é muito importante, pois consolida registros em bases locais e forma um banco nacional de informações sobre problemas enfrentados pelos consumidores”, afirma Nara.

Denúncias ou Reclamações

O Procon Teresina teve a rotina de trabalho modificada por causa da pandemia da Covid-19, e passou a receber reclamações, denúncias e dúvidas via e-mail. O órgão disponibilizou dois canais para receber as demandas: o primeiro deles é pelo e-mail: proconteresina@gmail.com; o segundo é para receber denúncias, reclamações ou dúvidas de pessoas que tiveram problemas com escola, faculdade ou cursinho: proconteresinaeducacao@gmail.com.

Ouvidoria de Teresina

Desde 18 de junho o Procon Teresina passou a realizar um trabalho colaborativo com a Ouvidoria do Município de Teresina, tirando dúvidas ou registrando reclamações relacionadas a produtos com preços abusivos. Até o momento foram registrados 34 contatos por este canal. O acesso tem sido realizado por meio do aplicativo Colab, disponível para Android e iOS.

Campanha pela doação de sangue na Ponte Estaiada termina nesta sexta (26)

A ação no Complexo Turístico Ponte Estaiada da Campanha Junho Vermelho, organizada pelo Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí (Hemopi), terminará nesta sexta-feira (26). O local está recebendo uma unidade móvel de coleta de sangue desde a manhã de ontem e tem registrado boa procura por parte dos doadores.

Com apoio da Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), a campanha chegou a um dos principais pontos turísticos da capital com o objetivo de se aproximar de potenciais doadores. De acordo com a direção do Hemopi, a ação com a unidade móvel na Ponte Estaiada registrou números maiores do que em campanhas anteriores. Só na quarta-feira houve 71 cadastros e 56 doações. A coleta de sangue também continua normalmente na sede do hemocentro, localizada no Centro.

O secretário da Semdec, Raul Ferraz, esteve mais cedo no local, onde doou sangue pela primeira vez em apoio à campanha. “É muito simples e rápido. A Prefeitura de Teresina, por meio da Semdec, claramente apoia a Campanha Junho Vermelho. A Ponte Estaiada foi escolhida como palco para esta ação pela importância também como ponto de encontro na nossa capital”, disse.

De acordo com o diretor-geral do Hemopi, Jurandir Filho, a procura tem sido boa e as ações de descentralização ajudam a melhorar ainda mais o número de doações. “Graças ao espírito hospitaleiro do Piauí, sobretudo de Teresina, nós estamos tendo uma surpresa agradável em termos de procura. Estamos satisfeitos com essa ação solidária e agradecemos mais uma vez a população de Teresina que se fez presente”, afirmou.

O diretor acrescentou que ara o Hemopi é muito importante fazer essas ações de descentralização, no sentido de melhorar o acesso da população para a doação de sangue. “Por causa da pandemia, nós tivemos uma redução significativa no número de doações de sangue, mas estamos tomando todas as medidas de segurança sanitária para continuar nossa atividade”, explicou.

Empresas de moda e beleza são as mais cadastradas no Programa Empreende THEch

A maior parte dos empreendimentos cadastrados no Programa Empreende THEch são do setor de moda e beleza. Em levantamento apresentado pela equipe do Programa THEch, responsável pela plataforma, foi constatado que 78 pequenos e médios negócios apresentados no site, são deste setor.

Lançado em dia 1º de maio, pelo Prefeito Firmino Filho, o Programa é como uma vitrine virtual de produtos e serviços e pode ser acessado por qualquer pessoa disposta a fazer negócios. A ação é uma forma de auxiliar pequenos e médios empreendedores durante a crise decorrente da Covid-19. A proposta é fazer com que negócios sejam realizados, especialmente sem o contato físico.

Para Francisca Maria Lima, dona da Lima’s Store com sede no bairro Porto Alegre, zona sul de Teresina, a entrada na plataforma foi positiva para seus negócios. Ela afirma que algumas das vendas que fechou recentemente aconteceram por meio do anúncio no site Empreende Thech.“Tivemos procura e fechamos vendas. A plataforma da uma maior visibilidade para a loja oportunizando mais pessoas a nos conhecer. Somos loja online e já trabalhávamos através das redes sociais e promovendo anúncios para alcançar maior quantidade de pessoas. Quando surgiu a oportunidade de anunciar na plataforma do Empreende Tech agarramos, pois teríamos ainda mais chances de sermos conhecidos”, disse.

Ainda de acordo com a empresária, as vendas voltaram a melhorar só recentemente, pois no início da pandemia a loja sofreu os impactos por conta do isolamento social e que, com isso, percebeu um novo comportamento entre os clientes. “Nas primeiras semanas de isolamento foi difícil, mas logo depois voltou a ter procura. Após um mês parado retornamos com os atendimentos online. Vejo que já temos um novo formato de cliente, mais preocupado com a segurança dos produtos que recebe tendo mais responsabilidade com a sua saúde. Isso também nos mostra novas modalidade de se trabalhar, como o delivery, por exemplo”, destacou.

Já Thatyara Queiroz, dona da marca Thatyara Queiroz Acessórios, uma loja virtual, destaca que o grande ponto positivo do Empreende Thech é a ótima oportunidade para ser mostrar. Ela ainda diz que o Natal será uma grande oportunidade para o comércio. “Cadastrei-me por visibilidade, já que é uma vitrine virtual. Eu me escrevi pra ser vista, lembrada e conhecida. No momento que estamos passando e vivendo hoje, a vitrine virtual tornou-se uma ótima ferramenta. Quando tudo se normalizar, acredito que as pessoas vão querer viver mais. Viajar mais, se programar para sair mais. O Natal, por exemplo, acredito que as pessoas irão se doar mais, se presentear mais e se aproximar mais. A minha esperança é com as vendas no Natal”, explicou.

De acordo com Ana Luísa Nogueira, da equipe Programa THEch, responsável pelo desenvolvimento e manutenção da plataforma, o setor da moda e beleza ser tão forte na vitrine virtual, pode ser por Teresina ter uma forte oferta natural neste setor.

“Teresina têm a Educação, Saúde, e a Indústria Têxtil como três grandes polos econômicos. Sendo a indústria a responsável pela produção, é natural que exista uma maior oferta de produtos e serviços que façam parte da cadeia produtiva do setor têxtil. Embora ainda não possamos dizer que as empresas cadastradas no programa representam um retrato do pequeno negócio em Teresina, constatamos que o setor de moda e beleza está mais interessado e mais engajado na transformação digital dos negócios, exatamente o objetivo central do Programa THEch”, finaliza.

Para usar no Empreende THEch é simples, o usuário só precisa pesquisar o serviço que necessita e uma página com várias opções será aberta. A ideia é que a plataforma dê maior visibilidade a negócios locais, permitindo que potenciais clientes os encontrem com apenas um clique, sem necessariamente sair de casa. Todo e qualquer empreendedor (com ou sem CNPJ) poderá se inscrever, basta clicar neste link (thechteresina.softex.br/empreendethech).

“Finanças Para o Pequeno Negócio” é o tema da primeira live do Projeto Empreende Thech

Enxergando as dificuldades que o pequeno empreendedor está enfrentando neste período de mudanças, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec), por meio do Programa Thech, promoverá, nesta sexta-feira (22), uma live no Instagram para tratar sobre “Finanças Para o Pequeno Negócio”. A iniciativa faz parte de uma estratégia de engajamento montada pela equipe do Empreende Thech e visa ensinar a classe empreendedora a gerir melhor a vida financeira da sua empresa.

A live, expressão utilizada para denominar transmissões ao vivo na plataforma do Instagram, acontecerá às 16h30 na página do Programa Thech (@programathech) na rede social. Para participar, basta acessar o Instagram no horário indicado e procurar pela página do Programa.

Segundo a Coordenadora de Educação do Programa Thech, Mayra Moura, muitas dicas práticas de organização financeira serão dadas durante a transmissão ao vivo. “Elencamos alguns conteúdos básicos para quem é do pequeno negócio e em um período em que o dinheiro é a grande questão e a queda da lucratividade também, ensinaremos os empreendedores a separar finanças pessoais das empresariais, administração e equilíbrio de gastos e como realizar uma gestão estruturada do seu dinheiro. Será uma live sucinta, de 30 a 40 minutos, e darei dicas super práticas e necessárias nesse período”, falou.

Ainda segundo a coordenadora, outras lives acontecerão. “Finanças é só o primeiro tema. Com esta live conseguiremos engajar os empreendedores cadastrados no Programa a acessarem nossa conta no Youtube, conta essa que só os inscritos têm acesso, e fazer com que mais empreendedores se cadastrem. Nesta plataforma a equipe disponibiliza vários vídeos com diferentes assuntos, como vendas online, plataformas de pagamento, marketing, logística e outros. É tudo gratuito e com uma linguagem muito acessível”, explica.

De acordo com o secretário da Semdec, Raul Ferraz, a live faz parte de uma tentativa da pasta de ajudar os pequenos e médios empreendedores de Teresina nesse período de mudanças. “O Empreende Thech foi um projeto pensado para dar apoio a esta categoria. Para além de uma vitrine virtual, temos a intenção de aumentar o conhecimento deles sobre gestão dos seus negócios e sobre alternativas para contornar os problemas que vierem a aparecer, como, por exemplo, ferramentas e meios de distribuição dos seus produtos. Então, cadastrem-se no site e usufruam das possibilidades”, completa.

O Empreende Thech é uma iniciativa da Prefeitura de Teresina, por meio da Semdec e do Programa Thech, e funciona como uma grande vitrine virtual, criando um canal direto entre fornecedores e consumidores. O procedimento de inscrição é gratuito e todo e qualquer empreendedor, com CNPJ ou não, pode participar, basta acessar o site www.empreendeteresina.com.br e preencher o cadastro.