Número de notificações por descarte de lixo irregular cresce 587% em agosto

Ascom/Semduh

Um levantamento feito pelo Programa Lixo Zero, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh) apontou um aumento de 587% de notificações por descarte irregular de lixo no mês de agosto. O número de autuações também foi superior (4%) em relação as que foram registradas no mês de julho.

O coordenador do programa, Denis Sena, explica que o aumento se deu pela intensificação das fiscalizações nas principais avenidas da cidade a partir de denúncias da população e pelas rondas ostensivas das equipes.

“Foram realizadas 158 notificações e 289 autuações por descarte irregular do lixo em agosto. Realizamos uma fiscalização mais intensa nas avenidas de maior movimentação como Barão de Gurgueia, Miguel Rosa, Wall Ferraz, Joquei Clube, Dom Severino, Raul Lopes, Marechal Castelo Branco e João XXIII, por exemplo. Já em termos de descarte, as vias que apresentam maior número são as mais desertas como a Dr. José Moura Santos, Agricolândia, Celso Pinheiro, Deputado Sebastião Leal, Mestre Dezinho, entre outras”, explica o gestor.

Os dados também mostram que a zona Leste apresentou maior número de notificações (34%) e a zona Sul, mais autuações (32%). Em agosto, as infrações cometidas por pessoas físicas (50,87%) prevaleceram sobre as pessoas jurídicas (49,13%), um percentual incomum na média histórica registrada pelo programa Lixo Zero.

Denis Sena ainda explica que as empresas e munícipes que são flagrados cometendo esse tipo de irregularidade podem ser multados. Os valores variam de R$ 354 a R$ 3540. “É aberto um processo administrativo e na conclusão, a pessoa que foi autuada pode receber a penalidade pecuniária”, pontua.

Como denunciar
O teresinense pode denunciar situações de descarte irregular de resíduos sólidos por meio do aplicativo Colab.re, disponível gratuitamente para Android e IOS, ou pelo telefone do Programa Lixo Zero (86) 99410-1294.

Prefeitura retoma atendimentos pelo 0800 para atender demandas de iluminação pública

O antigo número do Disque Iluminação da Prefeitura de Teresina voltou a funcionar.  As demandas relacionadas ao setor poderão ser feitas por meio do 0800-280-4712, que está disponível 24h, todos os dias da semana.

A administração do serviço agora é gerida por uma empresa através de Parceria Público-Privada (PPP). O novo contrato permite que a população informe sobre problemas de iluminação na cidade também através do site https://teresina.notificacao.gestoriluminacaopublica.com.br/municipio/4047, que já está em funcionamento, e ainda por aplicativos específicos que serão lançados em breve, bem como através de mensagens via Whatsapp.

O coordenador de Iluminação Pública, Augusto César Monte, explica que os números divulgados anteriormente eram provisórios devido à transição de uma empresa para a outra. “Agora estamos divulgando novamente o 0800 que a população já conhece para atender as demandas de iluminação pública. As pessoas podem ligar a qualquer hora, em qualquer dia da semana”, declara.

 A PPP de Iluminação é a primeira da Prefeitura e coloca a capital piauiense como uma das pioneiras no país a implantar esse tipo de contrato no setor. A nova empresa será responsável pela modernização, expansão e manutenção da iluminação municipal pelo prazo de 20 anos, com investimentos estimados em R$ 400 milhões, que trarão maior eficiência energética e menor consumo no serviço, resultando na economia de gastos.

Coleta seletiva de lixo cresce com flexibilização das atividades econômicas em Teresina

Ascom/Semduh

Dados da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh) mostram que voltaram a crescer os números da coleta seletiva de lixo, que ficou parada por 56 dias devido à pandemia do novo Coronavírus. No mês de agosto, 121 instituições entre repartições, bares, restaurantes, empresas e condomínios solicitaram os serviços de coleta. Com a flexibilização dos setores econômicos, a expectativa é que o volume de coleta cresça ainda mais.

“O retorno dos materiais recicláveis para a cadeia de consumo é um ganho ambiental de grande importância. Uma das vantagens é o aumento do tempo de vida útil dos aterros, pois quando se faz a coleta seletiva, separam-se os materiais que são recicláveis e não são dispostos no aterro. A coleta também previne doenças e epidemias, uma vez que o lixo é descartado em locais seguros”, ressalta a coordenadora de limpeza pública da Semduh, Lílian Guimarães, acrescentando que a Semduh realizou várias ações de educação ambiental, com divulgação de vídeos nas mídias digitais para continuar conscientizando as pessoas sobre a importância da coleta seletiva.

Adriano Costa, síndico de um condomínio localizado na zona Leste de Teresina, resolveu aderir a coleta seletiva no mês de julho. Ele não imaginava que a produção de lixo reciclável seria tanta.  “Fiquei surpreso porque não tinha noção do quanto produzimos lixo que pode ser reaproveitável. Acho que é um serviço bom, porque educa as pessoas e os moradores passam a se policiar sobre o descarte do lixo correto. Os zeladores também contribuem ajudando a separar corretamente”, conta o morador.

Para garantir a correta destinação e aproveitamento sustentável de resíduos como plástico, metal, papel e vidro, a Prefeitura de Teresina vem realizando um trabalho de educação ambiental desde 2014. Atualmente, existem 25 Pontos de Entrega Voluntária de Resíduos Recicláveis (Pevs) distribuídos em todas as zonas da cidade, nas praças, parques, supermercados e pontos turísticos, como o Mirante da Ponte Estaiada.

Os materiais recicláveis da coleta são separados por tipos e associados a cores: metal (amarela), plástico (vermelha), papel/papelão (azul), vidro (verde). Podem ser descartadas panelas sem cabo, chapas de metal, molduras de quadros, objetos de alumínio e aço sem resíduos de alimentos, jornais, revistas, impressos em geral, caixas de papelão desmontadas, garrafas de vidro, garrafas PET, sacolas plásticas, canos e tubos PVC, embalagens de produtos de higiene. De acordo com a equipe de Educação Ambiental, papelão e vidro são os materiais mais descartados.

Especialistas ressaltam que o descarte adequado do lixo é uma conduta que beneficia não só o meio ambiente, como também garante o sustento de muitas famílias que fazem a venda desses materiais que são doados pelo município. Para saber quais os endereços de pontos de coleta seletiva e outras informações basta ligar para o número 3218-1126.

Prefeitura realiza recapeamento na região do Lagoas do Norte e na zona Sul de Teresina

As obras de recapeamento na cidade de Teresina tem garantido a manutenção na qualidade do asfalto nas ruas da região do Lagoas do Norte.  Ao total, 54 ruas compreendidas entre os bairros Matadouro, São Joaquim e Parque Alvorada receberão novo asfaltamento.

De acordo com a coordenadora de asfaltamento da Semduh, Camila Moura, as obras já começaram pela Rua Antônio Pedro, localizada no bairro Matadouro, zona norte da capital.

“Concluímos o recapeamento da Avenida Maranhão e damos continuidade nas obras de asfaltamento da zona norte iniciando pela área de abrangência do Lagoas do Norte”, explica.

A zona sul da cidade também está recebendo novo asfalto. As obras iniciaram na Rua Maria Araújo, importante via que liga o bairro Santa Fé a BR 342. Está sendo feito recapeamento de 1.378 m da via. A obra conta com um investimento de aproximadamente R$ 354 mil, com recursos provenientes de emenda parlamentar do senador Ciro Nogueira.

Autuações por descarte irregular de lixo aumentaram em 82% no mês julho

Ascom/Semduh

O Programa Lixo Zero, coordenado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), registrou no mês de julho um crescimento de 82,35% na quantidade de autuações em relação ao mês de junho deste ano. Ao todo, foram realizadas 23 notificações, 310 autuações e 113 solicitações de limpeza no último mês, por meio de infrações identificadas nos sistemas de fiscalizações em campo e videomonitoramento.

O levantamento aponta que as câmeras de monitoramento em tempo real permitiram o flagrante de 159 carroceiros, 99 gaioleiros, 69 veículos e 25 incendiários. Além disso, as infrações cometidas por pessoas jurídicas (52,58%) prevaleceram sobre as pessoas físicas (47,42%).

O coordenador do Programa Lixo Zero, Denis Sena, pontua as zonas Leste e Sul como aquelas com maior número de autos de infração, sendo 32% e 33%, respectivamente. “Das 310 infrações registradas, 99 aconteceram na zona Leste, 102 na zona Sul, 75 na zona Norte e 34 na zona Sudeste. Nossas equipes realizam recorrentes fiscalizações e ações educativas nos pontos mais críticos, com o intuito de mudar essa realidade e coibir a formação de lixões a céu aberto e contamos com a população para compreender e seguir as orientações de que para cada tipo de resíduo existe uma destinação correta”, destaca.

Denis Sena ainda comenta que as equipes identificaram um aumento nos casos de descarte irregular nos Pontos de Recolhimento de Resíduos (PRR’s), destinados ao recebimento do chamado lixo seco, proveniente de capina, varrição, móveis velhos e restos de material de construção produzidos pela população, em um total de 1m³ por dia (total de uma carroça).

“O aumento identificado não se restringe apenas aos infratores, mas também à quantidade de resíduos irregularmente descartados fora dos contêineres ou em áreas próximas. Esses pontos foram instalados para uso da população e devem utilizados de forma correta, com os resíduos que são permitidos sendo colocados dentro dos compartimentos e não do lado de fora”, reforça o coordenador.

Denúncia
O teresinense também pode atuar como parceiro da Prefeitura e denunciar situações de descarte irregular de resíduos sólidos por meio do aplicativo Colab.re, disponível gratuitamente para Android e IOS, ou pelo telefone do Programa Lixo Zero (86) 99410-1294.

PMT inicia pavimentação asfáltica de 81 ruas do bairro Saci

Ascom/Semduh

A Prefeitura de Teresina deu início a mais uma obra de asfaltamento, na tarde dessa quarta-feira (05), contemplando 81 ruas do bairro Saci, localizado na zona Sul da cidade. A obra que conta com investimentos de mais de R$ 4,2 milhões irá garantir a pavimentação asfáltica em 14,5 Km de toda a extensão do bairro.

O secretário Municipal de Desenvolvimento e Habitação (SEMDUH), Marco Antonio Ayres, explica que a gestão municipal não realiza mais asfaltamento de ruas isoladas, priorizando assim projetos que irão beneficiar a mobilidade de regiões por inteiro. “É o mesmo que estamos fazendo no Dirceu I, Promorar, Noivos e assim fizemos nos bairros Morada Nova, Horto, Planalto Ininga e vários outros já concluídos em anos anteriores”, destaca.

Ascom/Semduh

O gestor ainda destaca que, por conta do período de pandemia, as atividades estão sendo realizadas seguindo os protocolos de segurança a fim de evitar aglomeração e contaminação entre os colaboradores.

“Contamos com a compreensão da população neste momento delicado. Iniciamos a retomada atuando apenas às terças, quartas e quintas-feiras. Esta semana, as equipes já estão trabalhando todos os dias úteis, mas em escala e grupos reduzidos. Seguimos monitorando e acompanhando nossa equipe de perto para garantir a saúde e segurança de todos, ao mesmo tempo em que mantemos o pleno atendimento dos serviços prestados à população”, completa.

Cerca de 15 mil ações de sanitização foram realizadas em 4 meses de pandemia

Ascom/Semduh

Com o retorno gradual das atividades econômicas em Teresina, as ações de sanitização na área externa de espaços públicos e ônibus do transporte coletivo se tornam ainda mais essenciais no combate da disseminação do novo coronavírus. Durante os quatro meses de pandemia, foram efetuadas 14.796 ações de desinfecção com a pulverização de solução de água com hipoclorito utilizando bombas costais, caminhões pipas e carros fumaceiros.

Dentre as 14.796 sanitizações, 3.219 foram realizadas em Unidades de Saúde, 791 em grandes supermercados, 171 em terminais de ônibus, 730 em avenidas e praças e 296 visitas em mercados municipais, além das higienizações realizadas em calçadões do centro, Polo de Saúde, shoppings, delegacias, rodoviária, aeroporto e outros espaços públicos com circulação de teresinenses.

Segundo o secretário Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Marco Antonio Ayres, os ônibus de transporte coletivo também seguem sendo sanitizados. “As ações acontecem às terças e quintas-feiras, nas Praças da Bandeira, Fripisa e Saraiva. Durante a parada, os usuários e motorista descem e rapidamente nossas equipes entram no veículo para a higienização. É mais uma forma de atuarmos diretamente onde há grande fluxo de pessoas. Nos ônibus, as sanitizações vêm acontecendo desde maio”, explica.

O gestor ainda destaca que a desinfecção de ambientes é realizada pela própria prefeitura em uma parceria da Semduh com a Fundação Municipal de Saúde (FMS) e Águas de Teresina. “É um esforço conjunto pela segurança e promoção da saúde da população, mas reforçamos que a melhor orientação é seguir com o isolamento social”, conclui.

Equipes de educação ambiental atuam em plataformas online durante a pandemia

Devido à pandemia da Covid-19, as ações de educação ambiental desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Habitação (Semduh) ganharam nova proposta e agora são realizadas de forma digital, com divulgação de vídeos nas redes sociais, grupos de WhatsApp das escolas, grupos de condomínios e estabelecimentos cadastrados junto à secretaria.

“A divulgação da coleta seletiva era feita por meio de palestras, teatro infantil, oficinas de reaproveitamento de materiais e visitas porta a porta em condomínios residenciais, empresas e escolas. Isso já fazia parte da rotina das equipes de educação ambiental. O momento pede uma mudança e reestruturação na forma de passar essas informações, assim, as plataformas digitais surgiram justamente como uma resposta positiva que permite essa atuação de uma maneira segura para os colaboradores e para o teresinense”, explica o secretário executivo da Semduh, Vicente Moreira.

Os vídeos trabalham de forma bem humorada a importância da destinação correta de materiais como vidro, plástico, metal e papel, orientando a população sobre como e onde descartá-los. “Toda semana é divulgado pelo menos um vídeo diferente. Reforçamos os locais onde existem os 21 Postos de Entrega Voluntária (Pevs), quais materiais são recebidos e quais não são permitidos, por exemplo. Além de tutoriais ensinando a reaproveitar material reciclável em casa. A nova ideia tem sido bem aceita, temos recebido áudios de agradecimentos e algumas escolas estão repercutindo os vídeos em suas redes sociais para alcançar ainda mais público”, destaca a Jeanne Leal, educadora ambiental.

Para receber o material digital das equipes de educação ambiental, basta solicitar pelos números de telefone (86) 98104-6797 e (86) 98130-7739.

Comunidades de Teresina são beneficiadas com regularização de abastecimento de água

As comunidades das ocupações consolidadas de Teresina, Terra Prometida (zona Sul), Dandara dos Cocais (zona Norte), Vila Padre Humberto (zona Norte), Vila Nova Esperança (zona Sudeste) foram beneficiadas com a regularização do abastecimento de água. O prefeito Firmino Filho participou da entrega do serviço em solenidade virtual realizada na manhã desta terça-feira (28). A Águas de Teresina implantou novas redes para levar água tratada para os moradores destas ocupações.

Nestas quatro ocupações foi realizada a implantação de 24.152 km rede regular de abastecimento de água; instalação de hidrômetros e regularização de ligações, bem como cadastro na Tarifa Social. São 2.116 famílias nessas áreas, sendo 8.040 pessoas.

Para o prefeito Firmino Filho, a regularização da água representa um salto na qualidade de vida da população. “A chegada da água dá um salto qualitativo no processo de crescimento dessas comunidades. Esses são os frutos que o novo arranjo institucional entre Prefeitura de Teresina e Águas de Teresina tem proporcionado, um arranjo maduro, com capacidade técnica de fazer acontecer e os frutos para a população estão aparecendo. Essas comunidades agora têm continuidade de abastecimento de água, investimento importante, especialmente nesse momento de pandemia em que os hábitos de higienização são necessários e urgentes”, afirmou.

Ao todo, a Águas de Teresina implantou 78 km de novas redes para levar água tratada onde o fornecimento ocorria através de gambiarras. Na zona Sul, receberam investimentos também ocupações consolidadas como Parque Vitória e Parque Eliane. Já na zona Sudeste, a Vila Nova Esperança conta agora com água tratada. Na zona Norte, Dilma Rousseff, Leonel Brizola, Padre Humberto também foram beneficiados. A Vila Nova Conquista I e II está em obras para implantação da rede de água.

Segundo Cleyson Jacomini, diretor presidente da Águas de Teresina, esta é a primeira de várias outras entregas de serviços que ainda acontecerão este ano na cidade. “Hoje fazemos a entrega de uma infraestrutura de água que demonstra uma ação que deu certo, com um bom planejamento. A comunidade participou a todo momento para entender qual a demanda. Foram mais de 78 km de rede, mais de 30 mil famílias beneficiadas. Esse projeto executado aqui serve de modelo para todo o Nordeste. E o nosso propósito é fazer Teresina olhar para frente e se destacar na área de saneamento básico. Ao investir em saneamento contribuímos de fato com a cidade”, destacou.

O plano de regularização do abastecimento na capital é um esforço conjunto do poder público e iniciativa privada. “Desde o ano de 2018, a Prefeitura vem se reunindo com a Águas de Teresina para providenciar a regularização de água potável em dez vilas de diferentes zonas da cidade. Todas elas, somadas, dão o universo de 7,5 mil famílias, que hoje estão abastecidas com água”, destaca Marco Antônio Ayres, secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação.

 

Prefeito faz primeira vistoria de obras públicas retomadas durante pandemia

Rômulo Piauilino

O prefeito Firmino Filho conferiu na manhã desta quinta-feira, 23, o andamento dos serviços de asfaltamento realizados em Teresina, onde estão sendo investidos cerca de R$ 10,8 milhões. Essa foi a primeira visita que o gestor fez às obras após a retomada de obras públicas na capital durante a pandemia. Ele esteve no bairro Promorar, na avenida Maranhão e na Santa Maria da Codipi.

“Nessa etapa, a prioridade é o asfaltamento de vias estruturais para o transporte coletivo e individual. Estamos retornando as obras de forma gradual e segura durante a pandemia, pois a saúde da população é a nossa prioridade. Então, está tudo sendo feito de forma planejada e com muita segurança para todos”, afirmou o prefeito.

A obra do bairro Promorar, zona Sul de Teresina, conta com investimentos de R$ 4,8 milhões para o asfaltamento total do bairro, contemplando 94 ruas. Até o momento, 35% da obra já foi concluída e o planejamento é para que toda a região esteja asfaltada, somando 18 Km de vias que receberão massa asfáltica.

Já na Avenida Maranhão, será feito o recapeamento de 1,5 Km, no trecho entre a Alameda Parnaíba e a Rua Minas Gerais, com investimentos da ordem de R$ 1 milhão, recursos provenientes de emenda parlamentar. A obra foi iniciada em julho e a parte da fresagem já foi concluída. Agora, a Semduh está iniciando o asfaltamento.

Na Santa Maria da Codipi, onde o prefeito também esteve nesta quinta-feira, está sendo feito o recapeamento de 1,6 km da avenida Ministro Sérgio Motta e 3km da Rua Lourival Mesquita, além do asfaltamento de 75 metros das ruas Amadeu Paulo e Magnólia. O investimento será na ordem de R$ 1,6 milhão.

Na Avenida Ministro Sérgio Motta, o trecho recapeado será entre a Avenida Poti Velho e a Rua José Painha. A Rua Lourival Mesquita receberá melhoria no trecho entre a Avenida Poti Velho e a Rua Lavínia Gonçalves. Já o asfaltamento na Rua Amadeu Paulo será na área entre as ruas Francisco Magnólia e Raimundo Dorotéia.

“Nesse retorno das obras públicas de asfaltamento, além dos protocolos de segurança, que vão desde a higienização das mãos e uso de máscaras, a equipe também tem operado em carga horária reduzida, apenas às terça, quartas e quintas-feiras”, explicou Marco Antônio Ayres, secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação, acrescentando ainda que os bairros Noivos e Dirceu I também estão sendo beneficiados com asfaltamento.

Para Elisângela Barbosa, moradora do Promorar há seis anos, o asfaltamento trará melhorias e garantirá mais acessibilidade. “Fico muito feliz em ver as ruas do meu bairro sendo todas asfaltadas e essa obra era muito necessária. Teremos mais comodidade para os idosos, cadeirantes e a toda a comunidade”, comemorou.