Rede Municipal: alunos e professores terão página com sugestões de atividades pedagógicas

Para estimular o aprendizado em casa durante a suspensão das aulas na Rede Municipal de Ensino, a Secretaria Municipal de Educação (Semec) lançou uma página dentro do seu site com orientações de materiais complementares para alunos e professores. A página “Eu aprendo em casa” começa a funcionar ainda nesta semana.

O conteúdo disponibilizado online traz ideias de filmes, livros, jogos, brincadeiras e atividades pedagógicas que exercitam a mente das crianças. O objetivo é também integrar a família, já que as atividades propõem a participação dos pais, tudo sem sair de casa. Mais de 90 mil famílias devem acessar o site nos próximos dias.

“Selecionamos um material que traz conhecimento, não apenas para ocupar o tempo, mas com a intenção de ajudar no desenvolvimento cognitivo dos alunos. Neste momento que não podemos desenvolver o projeto pedagógico na escola, precisamos manter um ritmo de aprendizado, para que não se afastem do que vivenciam em sala de aula e, quem sabe, começamos aqui a envolver mais as famílias nesse processo”, pontua a secretária executiva de ensino da Semec, Irene Lustosa.

De acordo com o secretário municipal de Educação, Kleber Montezuma, a página da internet também traz dicas de capacitações para diretores, coordenadores pedagógicos e professores. “Colocamos à disposição de toda a comunidade escolar um material rico. Esperamos que possam aproveitar da melhor forma possível”, finaliza Montezuma.

 

Prefeitura avança em projeto de construção de novas creches por meio de PPP

Ascom/Semec

Em videoconferência, a equipe da Prefeitura de Teresina que está à frente da iniciativa de Parceria Público Privada (PPP) acertou detalhes sobre a construção de 40 novas creches na capital. O diálogo foi no sentido de esclarecer todos os pontos do projeto que pretende ampliar o atendimento de crianças de 0 a 3 anos de idade.

O objetivo da PPP é construir os Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) em áreas estratégicas, oferecendo mais vagas a partir do berçário e já em jornada de tempo integral. A ampliação do atendimento de alunos nessa faixa etária até 2025 é uma das metas dos planos nacional e municipal de Educação.

De acordo com o prefeito Firmino Filho, que participou da reunião online, a construção de cada CMEI custa em média R$ 2,5 milhões. Na PPP, o município será responsável pela remuneração do parceiro privado. “Estamos planejando os estudos de engenharia e ambiental para modelarmos o projeto. É um grande investimento que vai beneficiar nossa cidade”, disse.

Irene Lustosa, secretária executiva de Ensino da Secretaria Municipal de Educação (Semec), conta que buscarão entidades, instituições e empresas que possam estar a frente da construção e manutenção das escolas. “Essa conversa está bem adiantada e logo começaremos o processo com os parceiros, responsáveis por todos os serviços não pedagógicos. As creches terão a mesma qualidade de ensino e conseguiremos oferecer um grande número de vagas em breve”, conclui Irene.

PMT vai distribuir mais kits de alimentação escolar e atender a todas as famílias de alunos

Ascom/FMS

Após distribuir cerca de 50 mil kits de alimentos para mães de alunos de escolas da Prefeitura, o prefeito Firmino Filho anunciou que vai ampliar a ação e entregar mais 40 mil kits na Rede Municipal de Ensino.

No primeiro momento, os kits de alimentos foram entregues às mães, priorizando aquelas que estão cadastradas no Programa Bolsa Família. Agora, receberão os kits aquelas que não possuem Bolsa Família. A distribuição começa na próxima terça-feira (07) e vai seguir o mesmo sistema de organização.

“Para que se evite aglomeração e todos sejam atendidos com segurança, a escola liga para a mãe para agendar o horário de entrega. Os kits serão entregues na mesma escola, mediante apresentação de documento de identificação com foto”, explica Kátia Dantas, secretária executiva de Gestão da Secretaria Municipal de Educação.

De acordo com secretário Kleber Montezuma, ao final serão beneficiados mais de 90 mil alunos. “Com essa medida, a Prefeitura de Teresina atende a todas as famílias com filhos matriculados em escolas e Centros Municipais de Educação Infantil”. “Essa medida chega como um alívio para as famílias em um momento difícil de suas vidas”, conclui.

Prorrogada até 30 de abril a suspensão de aulas nas escolas da Prefeitura

Continuam suspensas as aulas nas escolas municipais de Teresina, pelo menos até o dia 30 de abril. A Secretaria Municipal de Educação (Semec) anunciou a extensão do prazo de suspensão pela ameaça de transmissão do novo coronavírus. A cidade está em isolamento social como medida de prevenção e a Prefeitura de Teresina tomou uma série de iniciativas para proteger a população, entre elas manter alunos, professores e equipes escolares em casa.

Segundo o secretário municipal de Educação, Kleber Montezuma, o calendário escolar será reorganizado para preservar os 200 dias letivos e 800 horas/aula. “A ameaça se mantém, por isso prorrogamos a suspensão das aulas, mas garantimos a reorganização quando tudo voltar à normalidade. Vamos preservar a saúde dos alunos e professores e também o direito de ter os 200 dias letivos”, declara.

Em casa, os estudantes recebem sugestões de atividades pela internet. Os professores utilizam as principais ferramentas online para enviar exercícios, leituras e até vídeos com conteúdos das aulas. O desafio é manter as crianças ocupadas e trabalhando a mente, mesmo à distância.

Outra medida adotada pela Prefeitura para minimizar o impacto da pandemia entre os alunos é a distribuição de kits de alimentação escolar. Cerca de 50 mil kits já foram distribuídos para as famílias em 71 unidades de ensino pela cidade.

 

Prefeitura distribui 50 mil kits de alimentação escolar para alunos da rede municipal

Começou nesta terça-feira (31) a distribuição de kits de alimentação escolar para alunos da Rede Municipal de Ensino. A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semec), vai entregar 50 mil kits para ajudar a permanência das famílias dentro de casa, medida emergencial adotada para conter a transmissão do novo coronavírus.

Estão recebendo os kits de alimentação pais ou responsáveis com alunos cadastrados no Programa Bolsa Família, de acordo com a base de dados dos Ministérios da Cidadania e Educação. As escolas entraram em contato com as famílias para agendar o horário de retirada, evitando aglomerações.

Para Maria Iranilde, mãe de aluna da Escola Municipal Marcílio Flávio Rangel, a ação chega em boa hora. “Estamos sem poder trabalhar e com as crianças em casa, essa ajuda é muito bem-vinda, só tenho a agradecer”, disse.

O diretor da Escola Municipal Ubiraci Carvalho, Samuel Rógeres, destaca a importância da distribuição dos alimentos. “Organizamos a entrega de forma a evitar concentração de pais no mesmo horário, então eles estão vindo como combinado e bastante satisfeitos. Essas famílias realmente precisam do reforço na alimentação em um momento tão difícil para todo o mundo”, declara.

Os kits de alimentação escolar estão em 71 pontos de distribuição espalhados pela cidade. Pais ou responsáveis só recebem com apresentação do cartão do Bolsa Família e documento de identificação com foto.

“O momento é de união, todos juntos em defesa da vida”, afirma o secretário municipal de Educação, Kleber Montezuma.

 

Alunos de escolas municipais beneficiários do Bolsa Família receberão kits de alimentação

Nesta quinta-feira (26), o prefeito Firmino Filho assinou um Decreto autorizando a distribuição de kits de alimentação escolar para mais de 40 mil famílias de alunos matriculados em escolas da Prefeitura de Teresina.  Os kits serão entregues, a partir desta terça-feira (31), pela Secretaria Municipal de Educação (Semec) em escolas da Rede Municipal de Ensino para famílias cadastradas no Programa Bolsa Família.

A direção de cada unidade de ensino fará contato com as famílias para agendar o horário individual, informando quando cada uma deve comparecer à escola para receber os alimentos. Com isso, a Semec quer garantir a normalidade da ação, bem como evitar a concentração de muitas pessoas, ao mesmo tempo no local de entrega.

A Semec informa ainda, que a entrega será feita somente para pais ou responsáveis, com a apresentação do Cartão do Bolsa Família e documento de identificação com foto.

“A Prefeitura de Teresina faz o possível para minimizar o impacto dessa pandemia no seio das famílias com alunos na sua rede de ensino”, declarou o secretário de Educação, Kleber Montezuma.

As aulas municipais foram suspensas no último dia 19 de março, depois que a Prefeitura de Teresina adotou medidas preventivas contra o novo coronavírus, pedindo para que a população permaneça em casa.

Veja lista com número de alunos beneficiários por zona:

Sul

-Sudeste 

-Leste 

-Norte 

Professores da Rede Municipal utilizam a criatividade para ensinar os alunos pela internet

Em meio ao período de isolamento social para reduzir as chances de transmissão do novo coronavírus, as unidades de ensino da Rede Municipal de Teresina tiveram suas aulas suspensas temporariamente, mas o aprendizado não parou. Professores estão se esforçando para manter um ritmo de aulas à distância, e os alunos aprovaram a iniciativa. (mais…)

PMT suspende atividades administrativas nas escolas e restringe funcionamento da Semec

Em razão dos riscos de transmissão do coronavírus e acompanhando as medidas emergenciais adotadas pela Prefeitura de Teresina em todas as áreas, a Secretaria Municipal de Educação (Semec) baixou uma nova portaria sobre o funcionamento das unidades de ensino da Rede Municipal e também da sede da Secretaria.

A partir desta segunda-feira (23), está suspenso o funcionamento administrativo nos Centros Municipais de Educação Infantil e nas escolas municipais de Ensino Fundamental, permanecendo no prédio somente o agente de portaria. Nas unidades de ensino que receberão a campanha de vacinação contra a influenza, a equipe gestora estará na escola em sistema de revezamento, garantindo o funcionamento durante a campanha.

Já nos prédios da Semec, está suspenso o atendimento ao público externo, com exceção dos agendamentos realizados pelo gabinete do secretário. As equipes administrativas cumprirão suas atividades também em sistema de revezamento, evitando aglomerações e circulação de pessoas nos prédios. Os prazos de processos também estão suspensos temporariamente.

De acordo com o secretário municipal de Educação Kleber Montezuma, as medidas são essenciais para o enfrentamento da emergência de saúde pública. “Precisamos reduzir as possibilidades de contágio do coronavírus e também manter, na medida do possível, as prestações de serviços públicos educacionais. Vamos continuar seguindo todas as orientações dos órgãos de saúde”, disse.

Inscrições dos Jogos das Escolas Municipais de Teresina serão pela internet

Ascom/Semec

Adotando medidas de segurança por conta do aumento no número de casos do novo Coronavírus (Covid-19) pelo mundo e os alertas de chegada ao Piauí, a coordenação de Divisão de Esportes da Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) está suspendendo a data da reunião agendada para dia 20 de março, que trata do XXVI Jogos das Escolas Municipais de Teresina – JET’s 2020.

A medida visa quebrar a corrente de propagação da doença, evitando o contato entre as pessoas e protegendo especialmente os grupos de risco. Segundo a Fundação Municipal de Saúde, a prevenção com o isolamento é a melhor forma de proteção.

A Divisão de Esportes segue as orientações da Portaria nº  231/2020/GAB/SEMEC e o Decreto nº 19.532/2020, que tratam das ações para impedir a disseminação do Coronavírus (Covid-19) em Teresina.

Orientações:

1. As inscrições, bem como regulamento geral e específico das modalidades individuais, estarão disponíveis no site da SEMEC (http://semec.pmt.pi.gov.br/) a partir do dia 23 de março;

2. A entrega poderá ser feita diretamente na sala da Divisão de Esportes/GAE/SEMEC, nas datas limites respectivas de cada evento.

Em caso de dúvida, entrar em contato pelo telefone 3223–6355, falar com a professora Quéreem Barbosa.

Semec vai enviar mensagens informativas para pais de alunos pelo celular

Ascom/Semec

Os alunos da Rede Municipal de Ensino de Teresina estão de férias antecipadas e ficarão em casa por pelo menos 15 dias. As escolas cumprem medidas de prevenção contra o coronavírus. Para manter os pais informados sobre a reorganização do calendário escolar e até passar dicas de proteção contra a pandemia, a Secretaria Municipal de Educação (Semec) vai potencializar o uso do MobiEduca.Me.

Nesta quinta-feira (19), a equipe responsável pela ferramenta pedagógica esteve na Semec para planejar uma expansão da parceria. O MobiEduca.Me contribui no processo de comunicação com as famílias, monitoramento do fluxo escolar e gerenciamento das avaliações. Agora, vai ser um importante canal de disseminação das informações relacionadas ao coronavírus e a educação.

Até o início deste ano, o sistema funcionava em 61 escolas municipais. Com a iniciativa da expansão, passa a contemplar todas as 150 unidades de Ensino Fundamental, beneficiando cerca de 65 mil famílias. Enquanto aguarda o retorno das aulas para iniciar as novas ações, o MobiEduca.Me será utilizado para o envio de informativos aos pais.
De acordo com a secretária executiva de Ensino, Irene Lustosa, a Secretaria estuda a possibilidade de emitir também atividades pedagógicas para os alunos por meio do celular.

“Essa é uma ferramenta de gerenciamento da Rede que nos traz muitas possibilidades, inclusive a interação institucional com os pais. Até então estava em parte das nossas escolas, agora é ampliada em um momento importante, em que precisamos manter os alunos informados sobre tudo que está acontecendo na cidade. Pretendemos, ainda, retomar a interação pedagógica com os estudantes, caso haja continuidade desse período de férias. Planejamos enviar sugestões de exercícios, atividades, leituras, para que o tempo em casa seja proveitoso”, afirma Irene.

O analista de negócios Antônio César explica como vai funcionar o sistema. “A tecnologia é uma aliada da Rede Municipal de Ensino de Teresina a medida que sistematizamos os dados para um melhor acompanhamento do desempenho de escolas e alunos. Nesse momento, pretendemos aproximar ainda mais todos os atores educacionais por meio do Mobi Família, uma ferramenta que os pais já conhecem, mas ganha novidades para mantê-los informados durante o período de antecipação das férias. A ideia é que os pais tenham o aplicativo instalado nos seus celulares e acessem todas as informações”, finaliza.