Palestra no CMEI Ariano Suassuna fala sobre a Autorresponsabilidade

Ascom Semec

Visando desenvolver competências para a conquista dos melhores resultados tanto no aspecto pessoal como no profissional, a equipe do Centro Municipal de Educação Infantil Ariano Suassuna, na zona Sul de Teresina, imergiram nesta terça-feira (23) em um momento de autoconhecimento a partir das técnicas de Coaching. A palestra com o tema ‘Autorresponsabilidade’ foi conduzida pela Master Coach Flávia Barbosa.

A ação é uma forma de comemorar resultado das avaliações de desempenho dos alunos. A Secretaria Municipal de Educação (Semec) premiou recentemente os CMEIs com melhor desempenho no SAETHE, o sistema próprio de avaliação da Prefeitura de Teresina. Os resultados mostram crianças lendo com fluência ainda na educação infantil, o que representa um salto qualitativo no processo de alfabetização da Rede. A porcentagem de aprendizagem dos alunos do CMEI Ariano Suassuna em leitura e escritura subiu para 94%, levando a escola para a lista de campeões do Prêmio de Valorização do Mérito na Educação Infantil, além de estimular os professores a melhorarem ainda mais seus resultados.

O diálogo do workshop sobre autorresponsabilidade foi no sentido de abordar sobre a responsabilidade pela própria realidade, tornando-se assim capaz de eliminar todas as desculpas, crenças e atitudes que sabotam seus resultados em todos os aspectos da sua vida. O objetivo era também mostrar como é possível alcançar a alta performance usando ação, foco e técnicas que quebram ciclos de insatisfação.

“É extremamente importante que o professor se conheça, saiba suas fortalezas e fraquezas”, declara Flávia. Segundo ela, as técnicas de Coaching funcionam como uma luz para pontos específicos da personalidade. “A rotina corrida não permite que tenhamos esse tempo para o autoconhecimento, então momentos como esse ajudam a lembrar que precisamos estar bem para termos os melhores resultados em todas as atividades que desempenharmos”, explica a Master Coach.

Flávia estimulou os professores com técnicas de alívio do estresse e até despertou emoção na maioria, desafiando o grupo a buscar o crescimento pessoal.

Crianças do CMEI Joel Mendes participam do I Piquenique da Leitura

Ascom Semec

Na manhã desta terça-feira (23), o Centro Municipal de Educação Infantil Joel Mendes realizou seu I Piquenique da Leitura. O evento aconteceu na Praça Landri Sales (Liceu Piauiense) e contou com a participação das crianças e de seus familiares que vivenciaram experiências em leitura ao ar livre.

A atividade é parte do Projeto Alfabetiza Teresina, uma iniciativa da Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) para incentivar o hábito de ler entre as crianças, especialmente as que estão no ciclo de alfabetização. Das ações desenvolvidas, o CMEI trabalha com o Projeto “Quem lê mais sabe mais”, convidando a família para participar também, e a cada data comemorativa é trabalhado a leitura de acordo a temática.

Francisca Santos, gestora do CMEI, conta que o encontro na praça é uma forma de chamar atenção para a importância da leitura, mostrando um pouco do trabalho realizado com as crianças. “O processo de ensino e aprendizagem das crianças envolve diversos campos de experiência, com contação de histórias, jogos, arte e tecnologia, e hoje estamos mostrando um pouco de cada. A leitura dentro da escola é um vício que alimentamos todos os dias desde os bebês de seis meses às crianças de 6 anos de idade. E é por isso que eles estão lendo cada vez mais cedo”, destaca.

O projeto conta com uma série de ferramentas para experiências práticas, além de muitas atividades lúdicas. As atividades do Piquenique da Leitura já revelam as transformações que estão ocorrendo na Educação Infantil do município a partir das orientações da Base Nacional Comum Curricular.

Escola Municipal Santa Maria da Codipi expõe trabalhos do projeto ‘Eu amo ler’

Ascom Semec

Leitura é prática constante na Escola Municipal Santa Maria da Codipi, zona Norte de Teresina. Com o tema ‘Eu amo ler’, a equipe da escola vem envolvendo os estudantes e familiares nas ações. Momentos como o ‘Correio da leitura’, estimulam as crianças na produção e troca de bilhetes entre as turmas.

Segundo Luzinete Leal, diretora da escola, as atividades estão sendo organizados de acordo com as habilidades que precisam ser desenvolvidas. “Iniciamos as ações estimulando no processo de alfabetização, para depois exercitarmos a fluência e a caligrafia, entre outras habilidades que podem ser adquiridas com o hábito da leitura”, explica.

O projeto faz parte das ações do Alfabetiza Teresina, uma iniciativa da Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) para apoiar as ideias das escolas da Prefeitura em relação ao fortalecimento das habilidades de leitura e escrita. Com criatividade e orientações dos especialistas, as unidades de ensino têm superado as expectativas com os mais diversos projetos de leitura.

Na E. M. Santa Maria da Codipi, a diversão ajuda na aproximação dos alunos com os livros. Recital, teatro, música e dança são algumas ferramentas utilizadas para prender a atenção dos estudantes. Nos primeiros meses do ano letivo, o escritor Monteiro Lobato foi um dos autores estudado durante as aulas do projeto de leitura. Durante a culminância das atividades as apresentações protagonizadas pelos alunos giraram entorno de algumas das obras do autor infantil.

“Toda a escola está empenhada em fortalecer as habilidades dos alunos, então a leitura é foco do planejamento. Dessa forma, ampliamos o projeto de leitura que já vinha trazendo bons resultados e traçamos estratégias. No fim dessa primeira etapa os estudantes apresentaram suas produções, estimulando para que as próximas atividades sejam tão produtivas quanto as que foram realizadas nesses primeiros meses”, destaca Luzinete.

Semec realiza I Formação Continuada da Educação de Jovens e Adultos

Ascom/Semec

No período de 24 a 26 de abril, a Secretaria Municipal de Educação (Semec) realizará a I Formação Continuada da Educação de Jovens e Adultos (EJA), no Centro de Formação Odilon Nunes. A capacitação é voltada para diretores, pedagogos e professores das unidades de ensino da Prefeitura de Teresina que ofertam a modalidade EJA este ano.

As formações continuadas são parte do Programa TeleSol Pro, que apoia a Rede Municipal na integração do curso de qualificação profissional à educação de jovens e adultos. Além da formação no ensino fundamental, os estudantes podem optar por cursos profissionalizantes gratuitos.

A formação inicial com as equipes traz o tema “Gestão de sala de aula na EJA: os desafios das relações com os alunos e o fazer pedagógico”. Para os gestores, as discussões são sobre organização, sistematização, formação, acompanhamento e avaliação. Também farão exercícios sobre os lugares dos sujeitos da EJA na escola. Pedagogos e professores serão estimulados a refletir sobre as relações e o contexto da sala de aula, além da qualificação das práticas.

“Nossos encontros são para refletir, discutir e organizar tarefas no sentido de apoiar as equipes para melhorar o desempenho dos jovens e adultos nas escolas”, afirma a coordenadora da Divisão de Educação de Jovens e Adultos no município, Ana Vitória Carvalho. “Procuramos sempre dialogar sobre as dificuldades e sugerir coletivamente intervenções em uma troca de experiências que têm nos trazido bons resultados”, completa.

CMEI Joel Mendes realiza I Piquenique da Leitura na Praça do Liceu

Levando crianças e pais a vivenciarem experiências em leitura ao ar livre, o Centro Municipal de Educação Infantil Joel Mendes realiza nesta terça-feira (23) o I Piquenique da Leitura, a partir das 7h, na Praça Landri Sales (Liceu Piauiense).

A atividade é parte do Projeto Alfabetiza Teresina, uma iniciativa da Secretaria Municipal de Educação (Semec) para incentivar o hábito de ler entre as crianças, especialmente as que estão no ciclo de alfabetização. O CMEI desenvolve o subprojeto “Quem lê mais sabe mais”, convidando a família para participar também.

A diretora Francisca Santos conta que o encontro na praça é uma forma de chamar atenção para a importância da leitura, mostrando um pouco do trabalho realizado com as crianças no CMEI. “O processo de ensino e aprendizagem das crianças envolve diversos campos de experiência, com contação de histórias, jogos, arte e tecnologia. Vamos mostrar um pouco de tudo isso amanhã”, conta a gestora.

O projeto conta com uma série de ferramentas para experiências práticas, além de muitas atividades lúdicas. As atividades do Piquenique da Leitura já revelam as transformações que estão ocorrendo na Educação Infantil do município a partir das orientações da Base Nacional Comum Curricular.

Escolas da Prefeitura ensinam amor e solidariedade com atividades da Páscoa

Com a aproximação da Semana Santa, as unidades de ensino da Prefeitura de Teresina estão realizando uma série de atividades para ensinar o significado da data para as crianças. Muito além das festinhas de Páscoa, as escolas passaram a falar sobre solidariedade e amor ao próximo, além de celebrar a festa religiosa.

No Centro Municipal de Educação Infantil Padre Pedro Balzi, localizado no bairro Todos os Santos, os alunos encenaram a Via Sacra, uma forma de reproduzir os caminhos percorridos por Jesus. A peça teatral foi apresentada para a comunidade, destacando valores do bem que devem ser cultivados nas famílias.

“Queríamos não só celebrar o momento religioso, mas despertar nas crianças o sentimento de amor ao próximo, que é o verdadeiro sentido da Páscoa”, disse a diretora Neide Silva.

Já no CMEI Helena Medeiros, situado na região do Lagoas do Norte, o projeto Páscoa Solidária foi marcado por uma ação social de arrecadação e distribuição de alimentos. Os próprios alunos doaram e foram entregar cestas com alimentos para famílias carentes na Vila Carlos Feitosa, Vila Santo Afonso e Boa Esperança.

Enquanto percorriam as casas e distribuíam as cestas, as crianças receberam abraços carinhosos e muita gratidão. “Essa foi uma ação educativa e social pensada para estimular a solidariedade, para que as crianças entendam a importância desses gestos”, declarou a diretora Adriana Lopes.

Crianças do CMEI Tia Mônica participam de atividades de incentivo à leitura

Ascom/Semec

Leitura é uma atividade diária no Centro Municipal de Educação Infantil Tia Mônica, zona Norte de Teresina. E para incentivar a prática cada vez mais, a escola realiza diariamente ações do projeto de leitura ‘É hora da História’, desenvolvido no CMEI com o objetivo de incentivar a leitura entre os estudantes.

A iniciativa dinamiza o hábito de ler, tornando-o mais atrativo. As crianças se divertem com contos, poesias e diferentes gêneros textuais trabalhados de forma lúdica. Cada turma, do Maternal ao 2º Período, se envolveu com uma série de atividades voltadas para a leitura.

“Esse evento marca o sucesso do nosso trabalho com a leitura, fazendo com que as crianças se aproximem dos livros a partir da forma lúdica”, conta Reijaneide Silva, diretora do CMEI. Segundo ela, um dos pontos de destaque da atividade é o apoio das famílias. “A comunidade participa de todas as ações incentivando as crianças, o que fortalece imensamente o nosso trabalho”, destaca a gestora.

Nesta segunda-feira (15) as crianças participaram de um momento divertido para apresentarem aos familiares as histórias estudadas em sala de aula. A ação faz parte do Projeto ‘Alfabetiza Teresina’, estimulando a aproximação dos alunos com os livros a partir de atividades divertidas.

O Projeto Alfabetiza Teresina é um pacto da Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) com as unidades de ensino da Rede Municipal para fortalecer as atividades de leitura e tornar um hábito prazeroso entre as crianças.

A escola também realiza ações do projeto ‘Sacola Viajante’, que estimula a aproximação das crianças ainda mais com os livros. Toda semana as crianças escolhem um livro de sua preferência e levam para fazer a leitura com os pais. A atividade também inclui releitura e socialização em sala de aula. A proposta é do Programa Alfabetiza Teresina, que leva todo mundo a ler, desde as crianças menores até os pais. Essa participação direta das famílias é um estímulo a mais para o desenvolvimento da leitura e escrita.

A equipe escolar do CMEI Tia Mônica está animada com os resultados que vem alcançando nas avaliações de desempenho dos alunos. “O esforço coletivo elevou a porcentagem de aprendizagem das crianças em leitura e escritura para 94%, levanto a escola para a lista de campeões do Prêmio de Valorização do Mérito na Educação Infantil. Os resultados mostram crianças lendo com fluência ainda na educação infantil, o que representa um salto qualitativo no processo de alfabetização da Rede”, finaliza a gestora.

Vôlei é aliado da educação na Escola Municipal Areolino Leôncio

Ascom/Semec

O Programa Viva Vôlei está fazendo sucesso entre os alunos das escolas municipais de Teresina. A atividade acontece em cinco unidades de ensino, a partir de uma parceria da Prefeitura de Teresina com a Confederação e a Federação Brasileira de Vôlei, contando também com o apoio da Federação Piauiense e da empresa Citeluz.

A modalidade esportiva está sendo desenvolvida com cerca de 500 crianças de 7 a 14 anos, que aprendem bem mais que as técnicas do voleibol. Segundo a Secretaria Municipal de Educação (Semec), o Programa tem desenvolvido nos estudantes habilidades essenciais para um bom desempenho em sala de aula.

Na Escola Municipal Areolino Leôncio, os estudantes estão entusiasmados com os treinos. “Eles gostam e estão se identificando bastante, o que contribui para um esforço a mais em sala de aula. Esses alunos passam a ser exemplo pela concentração, disciplina e dedicação”, conta Cleide Leal, gestora da escola.

Durante duas vezes por semana os jovens se dedicam aos treinos. São 180 alunos que participam do Viva Vôlei na escola, divididos em seis turmas, e que possuem acesso a novas oportunidades a partir do esporte. “São tantos benefícios, inclusive revelando talentos”, destaca Cleide.

Também participam do projeto os alunos da E. M. Noé Fortes, E.M. Deoclécio Dantas, E.M. Jornalista João Emílio Falcão e E. M. R. N. Monteiro.

Crianças melhoram hábitos alimentares aprendendo a comer frutas durante as aulas

Ascom/Semec

Nos Centros Municipais de Educação Infantil alimentação saudável é assunto de sala de aula. Atividades que alertam sobre a importância de comer bem são desenvolvidas com diversão e criatividade. Durante uma semana as professoras mostraram para as crianças a importância das frutas para uma melhor qualidade de vida.

A ação faz parte das intervenções realizadas pelo setor de Nutrição da Secretaria Municipal de Educação (SEMEC), que está organizando formações para orientar as escolas a como incentivar as crianças a se alimentarem de forma saudável.

Segundo Danielle Christian Oliveira Aguiar, diretora do CMEI Adelaide Fontenele, a iniciativa é importante para estimular o consumo de alimentos ricos em nutrientes. “As frutas são alimentos ricos, com vários tipos de vitaminas e nutrientes. Foi uma semana de estudo, montamos diferentes cardápios, trouxemos sucos e ainda organizamos um piquenique com as crianças”, conta.

Nos Centros Municipais de Educação Infantil Zélia Gattai Amado e Anita Ferraz o projeto teve como tema ‘Salada de fruta e obra de arte’. “A atividade teve como objetivo estimular as crianças a terem uma alimentação saudável. Para chamar a atenção ainda mais das crianças, realizamos a releitura da obra ‘Vendedor de frutas’, da artista Tarsila do Amaral. Degustação, ingredientes e higiene no preparo dos alimentos também foram temas trabalhados durante as aulas”, explica Socorro Lima, diretora do CMEI Zélia Gattai Amado.

Mostra Literária revela habilidades dos alunos

Ascom Semec

O mundo encantado das histórias infantis está tomando de conta da Escola Municipal Santa Maria da Codipi, localizado na zona Norte de Teresina. A unidade de ensino realiza de 12 a 17 de abril a I Mostra Infantil de Literatura com contação de história, exposição de livros, piquenique literário, guarda chuva literário, cortina literária, varal literário, além de um bate papo descontraído com a autora do livro ‘A Bolinha Mágica’, Edelanni Araújo Silva.

Desde o início do período letivo, as crianças participam de diversas atividades envolvendo a leitura através do projeto ‘Eu amo ler’. Uma parceria com o projeto BiblioSesc, facilitou ainda mais o acesso dos alunos a um acervo de livros onde podem ser encontrados exemplares de gibis, clássicos da literatura, contos de fadas, dentre outros.

Segundo Luzinete Leal, gestora da escola, o objetivo principal da mostra é estimular a leitura, compartilhando as histórias. “A ideia surgiu para levar para o pátio da escola durante o intervalo e no final da aula, as atividades que estão sendo realizadas na sala de aula pelas crianças. Assim cada turma pode compartilhar com os demais estudantes os trabalhos produzidos”, explica.

Luzinete conta ainda que os estudantes estão adquirindo muitas habilidades e que a Mostra é uma forma de exibir essas novidades. “São 293 alunos do 1º ao 5º ano participando da ação. As famílias também acompanham todo o trabalho e participam da leitura com os filhos no final das aulas, aproximando a família da escola”, destaca.

Nesta sexta-feira (12), os estudantes participaram de um bate papo com Edelanni Araújo Silva, aluna da Escola Municipal 15 de Outubro que escreveu seu primeiro livro aos 8 anos de idade. Hoje com 11 anos, conta sua história e relata como é escrever um livro. “Gosto muito de ler. Já são 417 livros lidos. É muito amor pela leitura, e gosto de incentivar outras crianças. Quando estamos lendo, tudo muda”, diz empolgada. Edelanni conta que já está pensando no seu segundo livro. “Logo estarei lançando meu segundo livro. Agora escolhi escrever poesias. Ainda é surpresa, mas em breve estarei mostrando a novidade para todos”, finaliza.