SEMEST leva artesanato e cultura local para o TheVejo no Centro

Nos dias 04 e 05 de maio, Teresina terá mais uma grande oportunidade de conhecer a beleza do artesanato e cultura local. A Prefeitura de Teresina, em parceria com a Rede Meio Norte de Comunicação, estará realizando o TheVejo no Centro no complexo cultural praça Pedro II e arredores, e a Secretaria Municipal de Economia Solidária (Semest) estará disponibilizando stands com artesanato durante a programação. (mais…)

Artesã expõe no Teresina em Ação e garante renda da família através de artesanato

Ascom/Semest

Com o objetivo de transformar realidades e dar ênfase ao artesanato local de Teresina, a Secretaria Municipal de Economia Solidária (SEMEST) cria oportunidades para pequenos empreendedores de expor e comercializar seus produtos. Durante o último sábado (27), a secretaria levou artesãos e artistas plásticos para mais uma edição do projeto Teresina em Ação. A iniciativa é realizada pela Prefeitura de Teresina, em parceria com a TV Clube, e está sendo um verdadeiro sucesso desde 2017.

Dentre os artesãos expositores, a Sandra Galdência se destacou com os chinelos Ximute, que são sandálias fabricadas com material artesanal e feito manualmente. Além de serem produtos diferentes no mercado, trazem grandes benefícios para os pés, como massagens e melhoria da circulação sanguínea.

A artesã conta como decidiu realizar o trabalho e como a Semest está auxiliando nesse processo. “Um dia eu andava pelo aeroporto e vi um trabalho como esse sendo exposto. Eu era apenas dona de casa e precisava ajudar a minha família, então decidi aprender. Fazem apenas 7 meses que comecei e minha vida já mudou bastante, e graças a Semest venho expondo em feiras e obtendo ótimos resultados, e eu só tenho a agradecer pelo carinho que nós artesãs recebemos de lá” concluiu Sandra.

O secretário da Semest, Ricardo Bandeira, esteve presente no evento visitando os stands e conferindo o resultado dos trabalhos. “Para a Semest é um prazer poder trazer uma melhor qualidade e mudar a vida das pessoas. Ficamos felizes quando nossos esforços trazem grandes resultados como o da Sandra que realiza um belíssimo trabalho”, ressaltou o secretário.

Além do evento Teresina em ação, a Prefeitura participa e promove diversos eventos que abrem oportunidades para os artesãos exporem seus trabalhos. Nos dias 04 e 05 de maio acontecerá o The Vejo no Centro, mais um evento em benefício dos expositores realizado em parceria com a Kalor Produções e Tv Meio Norte.

Lavadeiras mudam de vida através de projeto comunitário

Realizar sonhos e mudar a realidade de muitas famílias através da profissão de lavadeira são alguns dos objetivos do projeto de lavanderias comunitárias, realizado pela Prefeitura de Teresina, por  meio da Secretaria Municipal de Economia Solidária (SEMEST).

Essas lavanderias foram implantadas com o intuito de assegurar condições adequadas de trabalho a categoria, contribuindo para minimizar a marginalização dentro do processo de incentivo a geração de renda, através da organização, valorização do trabalho e fortalecimento econômico, o que reflete diretamente na melhoria da qualidade de vida dessas mulheres.

Durante o mês de abril a SEMEST está realizando uma série de homenagem para as mulheres lavandeiras do projeto. Os eventos contam com alguns serviços gratuitos disponibilizados durante um dia em cada lavanderia. Com o auxílio da Fundação Wall Ferraz e da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEMEL) as mulheres dos polos contam com os serviços de embelezamento, dança, aula de alongamentos e distribuição de lanches e brindes.

“Conseguir ver o sorriso no rosto de quem sustenta a família e consegue trabalhar em um lugar digno como as nossas lavanderias é uma satisfação sem tamanho para nós que gerenciamos esse projeto. Além dessa homenagem que estamos realizando, tomamos todo o cuidado com a segurança, higiene e condições de trabalho das lavandeiras. A SEMEST se preocupa ainda com a saúde e lazer das atuantes, através de incentivos e projetos para cuidar de todas que precisam. E nosso objetivo é estar sempre nessa luta, para continuar transformando vidas e nos orgulhando de vê-las crescerem como crescem hoje”, ressaltou o secretário da SEMEST, Ricardo Bandeira.

Marilene Santos é lavadeira no bairro São Pedro e falou sobre sua satisfação com seu trabalho no polo. “Eu comecei na lavanderia em 2009, são 10 anos de mudanças na minha vida. Desde que entrei lá consegui coisas que nunca imaginava conseguir. Reformei minha casa, dei uma condição melhor para minha família e pude pagar medicamentos para uma pessoa que precisou de tratamento médico. Por isso eu digo que a lavanderia mudou minha vida, hoje é minha segunda casa e eu agradeço imensamente a SEMEST por ter nos ajudado a chegar até aqui”, concluiu Marilene.

As lavanderias transformam a realidade de mulheres entre 21 a 75 anos, que são na grande maioria de baixa escolaridade, e em muitos casos a principal renda familiar vem da força do trabalho na lavanderia.

Lavanderias

Atualmente o projeto conta com 8 lavanderias funcionando de segunda a sábado. No quadro de ocupação tem 139  lavadeiras cadastradas diretamente e 61 indiretamente exercendo a atividade como lavadeiras auxiliares.

Projeto Vitória é lançado e gera trabalho e renda para 20 comunidades de Teresina

Ascom/ FWF

Nesta terça-feira (16), a Fundação Wall Ferraz e Secretaria Municipal de Economia Solidária – SEMEST, lançam o Projeto Vitória. Idealizado pelo vereador e secretário Ricardo Bandeira, o projeto vai beneficiar 20 comunidades da capital e fortalecer o segmento da confecção têxtil em Teresina. Cerca de 200 pessoas devem ser contempladas com o projeto que surge como uma alternativa de geração de trabalho e renda para membros de famílias que apresentam vulnerabilidade socioeconômica.

O Projeto Vitória pretende estimular a produção de confecção de roupas através da implantação de 20 unidades de produção com máquinas de costura e mesa de corte, em busca da digna inserção de grupos produtivos no mercado da moda. A produção será voltada para um público diferenciado que busca um figurino aprimorado e formal, além da produção de camisetas. Esse mercado se encontra em expansão e engloba um nicho da moda com tendência de vestuário voltada para a moda no trabalho e segmento religioso, com trajes elegantes e discretos. Curso na área têxtil será realizado nas sedes das instituições parceiras.

Na parceria, a Secretaria Municipal de Economia Solidária será responsável pela aquisição de máquinas, equipamentos e material de consumo inicial. Já a capacitação profissional em corte e costura será realizada pela Fundação Wall Ferraz.

Para a presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira, a parceria dará oportunidade de emancipação econômica aos teresinense. “O Projeto Vitória tem como principal objetivo a qualificação profissional e o fomento ao empreendedorismo e a emancipação econômica através de capacitação, consultorias e apoio a produção e desenvolvimento de grupos produtivos. É um projeto inovador que traz uma proposta de capacitação em área específica que é na confecção têxtil e moda. É mais uma oportunidade que vai chegar a vários bairros da capital”, pontua.

“A Fundação Wall Ferraz é uma parceira fundamental dos nossos projetos e realizações. A Semest será responsável pela mobilização do público alvo e da entrega dos kits para cada comunidade participante. Com o Projeto Vitória em execução, muitos teresinenses vão ter a oportunidade de desenvolver habilidades e aprender uma profissão”, diz Ricardo Bandeira, gestor da Secretaria Municipal de Economia Solidária.

Todos os cursos ofertados pela Fundação Wall Ferraz são gratuitos e garantem capacitação de qualidade aos teresinenses, principalmente jovens e adultos de baixa renda, fomentando a inclusão socioprodutiva, geração de renda e melhoria da qualidade de vida.

Projeto Vitória beneficiará 20 comunidades de Teresina

No dia 16 de abril acontece o lançamento do projeto Vitória, uma ação da Prefeitura de Teresina através da Secretaria Municipal de Economia Solidária – SEMEST, que visa emancipação econômica através da criação de ateliês, gerando trabalho e renda em 20 comunidades de Teresina.

O público alvo são pessoas a partir de 18 anos em situação de vulnerabilidade econômica e participantes de associações ou grupos/coletivos de 20 comunidades de Teresina, que tenham disponibilidade para formar grupo de produção durante e após implantação do projeto. A produção será voltada para um público que busca um figurino aprimorado de moda evangélica e formal: Calças e camisas sociais, saias, blusas e vestidos. O evento será realizado no auditório do Sebrae, às 7h30.

O Projeto também tem como objetivo implantar unidades de produção de confecção nas comunidades; promover a obtenção de conhecimentos e práticas na área de corte e costura através de curso profissionalizante; desenvolver conhecimentos para acesso aos novos mercados de empreendedorismo e apoiar a comercialização e divulgação da produção.

Os participantes receberão capacitações através de consultorias, rodas de conversas e acesso ao mercado. O projeto tem como meta estruturar 20 unidades de produção, capacitação de 200 pessoas oriundas de grupos ou associações, realização de consultoria para desenvolver a primeira coleção, palestras sobre empreendedorismo, economia solidária, associativismo e cooperativismo e realização de feiras ou eventos para divulgar o resultado da produção.