Ministério da Economia aprova financiamento para construção de escolas de tempo integral em Teresina

O Ministério da Economia aprovou financiamento no valor de US$ 50 milhões (aproximadamente R$ 200 milhões pela cotação atual) para a construção de escolas integrais em Teresina, além de reformas em outras unidades e projetos de urbanização no entorno. A aprovação ocorreu durante reunião realizada na última terça-feira, 17, na Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex).

O financiamento também passará crivo do Senado Federal antes da assinatura do contrato e início da liberação dos recursos. O investimento total será de US$ 62,5 milhões, com US$ 50 milhões financiados pelo NBD, banco de fomento dos países integrantes do grupo BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), além de US$ 12 milhões de contrapartida da Prefeitura de Teresina.

“A implantação das escolas de tempo integral e a expansão de matrículas na educação infantil é um ponto da Agenda 2030, da Organização das Nações Unidas. Educação sempre foi nossa maior prioridade. Trabalhamos para assegurar uma educação inclusiva, de qualidade, garantindo oportunidade de aprendizagem para todos”, ressalta o prefeito Firmino Filho.

O secretário municipal de planejamento, José João Braga, ressalta o esforço da Prefeitura de Teresina para garantir recursos que possam viabilizar investir na melhoria da qualidade de vida dos moradores. “Este projeto representará um salto de qualidade na educação das nossas crianças”, afirma.

O projeto conta com a construção de oito novas escolas de tempo integral em Teresina, que passará a ter 24 unidades de ensino nessa modalidade. Com carga horária ampliada e novas disciplinas, essas unidades estão revelando uma evolução no desempenho dos alunos, oferecendo um currículo integrado, com disciplinas comuns, além de atividades de música, teatro, esporte e várias outras possibilidades de aprendizado. Estas escolas absorverão os alunos de ouras unidades já existentes, que serão reformadas e transformadas em creches para educação infantil.

Além da questão educacional, o projeto também prevê a urbanização do entorno destas escolas, com intervenções no tráfego, como faixas de pedestres elevadas e ciclofaixas, além de outros aspectos urbanísticos, como a arborização. O objetivo é aumentar a segurança e facilitar a integração entre a escola e a comunidade em que está inserida.

Semplan apresentará plano diretor para associação de engenheiros

A Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN) realizará, nesta quinta-feira (12), uma palestra para apresentar aos profissionais da construção civil a proposta do Novo Plano Diretor de Teresina. O evento acontecerá no auditório do CREA-PI (Praça do Fripisa), às 18h, e faz parte de um ciclo de debates promovidos pela Associação Brasileira de Engenheiros Civis – Piauí (ABENC-PI).

A secretária executiva de Planejamento Urbano da SEMPLAN, Jhamille Almeida, apresentará a palestra. Ela conta que eventos como esse são importantes para atualizar os profissionais da construção civil sobre a nova legislação que vai vigorar na cidade.

“Nossa intenção com essa palestra é apresentar a proposta do novo plano diretor de Teresina para aqueles profissionais que recebem de forma indireta o impacto da nova proposta de legislação. São profissionais que não podemos considerar como construtores ativos, mas consideramos que suas atuações englobam essas diretrizes. Profissionais que, por exemplo, lecionam sobre as diretrizes de uso, ocupação e parcelamento do solo. Outro aspecto importante é que as opiniões e discussões sobre a proposta do plano diretor serão expandidas, e quem sabe, possivelmente incorporadas em uma futura audiência pública sobre o tema”, comenta.

Ricardo Freitas, diretor da Associação Brasileira de Engenheiros Civis Piauí (ABENC-PI), relata que os profissionais associados estão atentos paras as mudanças. “Com a mudança do plano diretor todo o mercado imobiliário se reconfigura. Outras possibilidades de empreendimento e negócios podem surgir. Daí a importância, para que os nossos colegas já estejam familiarizados com as mudanças legislativas”, conclui.

Servidores participam de treinamento sobre ferramenta da tecnologia BIM

Entre os dias 04 a 06 de setembro servidores municipais de Teresina participaram de treinamento para o uso do software Microstation. Na capacitação foram repassadas instruções sobre o manuseio da ferramenta de desenho 2D, cuja utilização facilita a introdução da Tecnologia Bim entre os engenheiros e arquitetos da Prefeitura de Teresina. O BIM é uma metodologia de trabalho que busca potencializar a eficiências nos gastos e na execução de obras.

O treinamento ocorreu no auditório da Secretaria Municipal de Finanças, no Palácio da Cidade, e reuniu 30 servidores técnicos envolvidos com ações para adoção da Tecnologia BIM.

“O treinamento tem o intuito de garantir uma transição. É necessário que os técnicos façam a transição para que eles deixem de utilizar o software atual, um software defasado e com problemas, e passem a adotar o software adquirido em licitação, mais eficiente. Vamos acompanhar a evolução dos técnicos que receberam esse treinamento para garantir a transição definitiva”, esclarece Virginia Moura, coordenadora do Núcleo BIM na Semplan.

Para Ângela Araújo, arquiteta e gerente de projetos da Semplan, o treinamento é “o incentivo para a gente trabalhar no Microstation, que serve para minimizar as dificuldades que temos encontrado no trabalho. É uma forma de incentivo para que possamos permanecer utilizando a plataforma” afirmou.

Entenda o BIM

BIM significa Building Information Modelling (Modelagem de Informação da Construção), que consiste em um sistema que inclui a modelagem inteligente do projeto em 3D, além da concentração de todas as informações de diversas áreas relacionadas à obra em um único documento, favorecendo uma melhor visualização do trabalho e um planejamento mais eficaz, reduzindo a execução da obra em gastos e tempo.

 

Vencedores de desafio do MUV recebem prêmio com produtos naturais

Os vencedores do “Desafio Cajuíne-se”, realizado através do aplicativo MUV, receberam seus prêmios na manhã desta quinta-feira (05) na Secretaria Municipal de Planejamento (SEMPLAN). A iniciativa foi feita em parceria com a empresa Produtos Chaves, que premiou três usuários do app com uma cesta de produtos naturais, como um litro de Cajuína, rapadura com amendoim, azeite de coco babaçu e manteiga de garrafa, dentre outros.

O MUV é um aplicativo que confere pontos para quem se locomove por meios mais sustentáveis, como a caminhada, o transporte público ou bicicleta. No Desafio Cajuíne-se, que ocorreu durante a última semana, foram premiados os três primeiros usuários a completarem cinco atividades que somassem, pelo menos, 600 pontos, o equivalente a cerca de 40 minutos de pedalada ou 2,5 km de caminhada.

“Os desafios fazem parte da estratégia que nós adotamos com o MUV, que é a gamificação. Estimulamos as pessoas a se locomoverem de forma mais sustentável transformando isso em um jogo. Os prêmios são um atrativo a mais”, afirma Aécio Ibiapina, analista de gestão pública da Agenda Teresina 2030, departamento da SEMPLAN responsável pelo app em Teresina.

“Conheci o MUV através de um amigo, baixei o aplicativo e comecei a usar. Eu já me locomovia de bicicleta, então o aplicativo me atraiu para saber quanto eu pedalava por dia, quem na cidade também anda de bicicleta, entre outras coisas. Os prêmios acabam nos incentivando mais a usar estes meios sustentáveis”, conta Jhonatan Dourado, um dos vencedores do desafio.

Além dos usuários, os parceiros comerciais também comemoram a iniciativa. “O MUV se adequa ao pensamento do meu negócio, que foca nas pessoas que gostam de esportes e atividade física para o consumo de produtos naturais. Foi uma ótima parceria”, afirma Aliston Chaves, proprietário da Produtos Chaves.

Programa Lagoas do Norte participa de desfile cívico

Nesta última quarta (04), 28 escolas do entorno do Parque Lagoas do Norte participaram de um desfile cívico militar em alusão ao Dia da Independência do Brasil. O evento foi uma parceria entre o Programa Lagoas do Norte (PLN), a 4 ª Gerência de Educação do Estado, o 9º Batalhão de Polícia Militar e a Prefeitura de Teresina. Cerca de 10 mil pessoas acompanharam a parada.

Dentro desse número, três mil eram alunos de diversas escolas, entre públicas e privadas da região. Eles percorreram a Rua Rui Barbosa, do Teatro do Boi ao Mercado do São Joaquim, enaltecendo a cidadania, as riquezas naturais e culturais do Brasil.

Para a diretora da Escola Municipal Nova Brasília, professora Rejane Lopes, o desfile acrescenta conhecimento aos ensinamentos da sala de aula. “Aqui é como se fosse a culminância do que a gente trabalhou na escola, estamos participando desse desfile pela importância cível e de colocar nossos alunos a par de algumas discussões em relação à independência do Brasil. Acredito que o desfile nos leva a outras discussões, como a independência do nosso estado e do nosso município”, comenta.

O estudante, Caio Coelho, diz que o ato cívico possibilita conscientizar as pessoas sobre temas da atualidade, principalmente a paz entre os povos. “A gente estudou no decorrer do ano passado e neste ano a importância da cultura da paz. Creio que fizemos essa caminhada buscando refletir sobre o tema, que tanto faz falta em nossa sociedade hoje em dia”, comentou.

O diretor do Parque Lagoas do Norte, Jorgenei Morais, fala da satisfação em apoiar essa comemoração. “Participar dessa cerimônia, para nós que fazemos o programa Lagoas do Norte, é muito importante. Aqui, além de ter o envolvimento comunitário, temos o envolvimento do berço do conhecimento – a escola. A experiência também traz o resgate do patriotismo e da cidadania, do ser brasileiro, do ser cidadão. Colaborar com esse evento é de fundamental importância para o fortalecimento das nossas relações comunitárias”.

Prefeitura busca financiamento para cinco projetos junto ao Ministério da Justiça

A Prefeitura de Teresina encaminhou cinco projetos para a seleção promovida pelo Conselho Federal Gestor do Fundo de Defesa dos Direitos Difusos, vinculado ao Ministério da Justiça. Os projetos foram elaborados por diferentes secretarias, que trabalham em áreas relacionadas aos eixos estabelecidos pelo edital da seleção e, se aprovados, os cinco projetos enviados receberão financiamento federal.

“Agora nós vamos esperar o ministério. Eles irão fazer uma triagem, em termos de documentação, e depois um processo de seleção feito pela comissão definida no conselho gestor do fundo. Sendo selecionada, a Prefeitura de Teresina dará os próximos passos no sentido de concretizar a assinatura desses convênios”, esclarece Carmem Neudélia, Coordenadora de Captação de Recursos da SEMPLAN.

As secretarias municipais de Meio Ambiente (SEMAM), de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (SEMCASPI), Desenvolvimento Econômico (SEMDEC), Secretaria da Mulher (SMPM) e Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN), foram as responsáveis pelos projetos enviados.

Os cinco projetos respeitam as diretrizes do chamado público feito pelo Conselho Federal Gestor do Fundo de Defesa dos Direitos Difusos, que são referentes à promoção e reparação de bens e direitos, em diversos eixos, como: meio ambiente; direito consumidor; valor artístico, estético, histórico, turístico e paisagístico; ordem econômica e a outros interesses difusos e coletivos.

Conheça os projetos enviados:

SEMAM – Conhecer Para Proteger: O projeto visa a implantação de um viveiro no Parque da Cidade, a fim de reconhecer a diversidade florística do parque. Envolve mulheres das comunidades do entorno, na produção e distribuição de mudas de plantas nativas e ervas medicinais.

SEMPLAM – Mulheres Pelo Clima: Projeto em desenvolvimento na Agenda Teresina 2030, que apresenta soluções para o apoio de mulheres no enfrentamento de mudanças climáticas em Teresina.

SMPM – Projeto Amor de Tia: Implantação de novas unidades do Serviço de Atendimento Integral às Mulheres e suas Crianças, conhecidas como Amor de Tia, e potencialização das unidades existentes, com oferta de serviço de berçário, cursos de capacitação profissional e ações de inserção no mercado de trabalho e desenvolvimento de Práticas Integrativas (PICS) às mulheres participantes das unidades de atendimento.

SEMCASPI – Ações de Prevenção e Monitoramento das Medidas Protetivas: Desenvolver estas junto às mulheres vítimas de diversas tipologias de violência doméstica. Acontecerá por meio da oferta de serviços setoriais e intersetoriais que garantam a proteção para a integridade física e psicossocial do segmento feminino do município de Teresina.

SEMDEC – Ação de Apoio ao Procon Municipal: Aquisição de ônibus tipo rodoviário adaptado para funcionar como unidade móvel de atendimento para o Procon Teresina Itinerante.

Prefeitura de Teresina prevê cerca de R$ 700 milhões em investimentos para 2020

A equipe da secretaria executiva de Planejamento Estratégico e Gestão, departamento da SEMPLAN, encaminhou à Câmara Municipal de Teresina o projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício 2020. A previsão é de uma receita total de R$ 3,7 bilhões, sendo R$ 1,7 bilhões de recursos próprios, e aproximadamente R$ 2 bilhões de recursos externos. (mais…)

Centenas de famílias recebem as placas comemorativas do projeto “Se Essa Rua Fosse Minha”

Milhares de pessoas participaram na noite de quinta-feira (29) da solenidade de entrega das placas comemorativas do Projeto “Se Essa Rua Fosse Minha”. O evento, que faz parte do mês de comemorações do aniversário de Teresina, aconteceu no Theresina Hall e reuniu amigos e familiares dos homenageados, que receberam uma lembrança em forma de placa de rua com o nome dos entes queridos que agora batizam vias e logradouros públicos da cidade.

A solenidade começou com a apresentação da Orquestra Sinfônica de Teresina, que encantou a todos com músicas clássicas e canções famosas da MPB, emocionando os presentes. Com participação do cantor Quaresma, a orquestra tocou também o hino de Teresina, encerrando sua apresentação. Na sequência, discursaram o professor universitário Nelson Juliano, representando todas as famílias de homenageados; o secretário municipal de Planejamento e Coordenação, José João Braga; o vereador Ítalo Barros, representando a Câmara Municipal de Teresina, e o prefeito de Teresina, Firmino Filho.

“Teresina completou 167 anos no último dia 16 de agosto. Como todo aniversário, é um momento importante para que possamos celebrar a nossa vida e aquilo que foi construído ao longo do tempo, e, ao mesmo tempo, é um momento para que possamos olhar para o futuro”, afirmou Firmino.

No momento de entrega das placas, sempre marcado pela emoção, os familiares foram chamados em grupos de dez para receber cada um a placa comemorativa das mãos do prefeito, comovendo os presentes que viam seus entes queridos serem lembrados. Nesta edição, foram 264 pessoas homenageadas.

“Cada homenagem, cada nome de rua, conta um pequeno pedaço da história de Teresina, revela o que nós somos. Por isso, é muito justa essa homenagem, repetida ano a ano, a quem já nos deixou e que marcou a história da cidade, que nós registramos nessas placas como um ritual de devoção à cidade”, afirmou o professor Nelson Juliano, filho do homenageado Matias Matos.

“É emocionante para nós, como família, estar participando desse momento especial com os nossos entes queridos recebendo essa homenagem. Só podemos agradecer ao projeto, por esse sentimento”, completou Marília Rochelly, filha do homenageado Antônio Zilmar.

“Esse projeto é um grande orgulho para toda a equipe da SEMPLAN e da Prefeitura de Teresina, por transformar um serviço trivial como o processo de nomeação de ruas em algo bonito e emocionante, uma homenagem merecida a pessoas que nos deixaram, mas também marcaram a história da nossa cidade”, conclui o secretário de Planejamento, José João Braga.

Solenidade do Projeto “Se Essa Rua Fosse Minha” acontece nesta quinta-feira

Na noite desta quinta-feira (29), os familiares dos homenageados na edição 2019 do Projeto “Se Essa Rua Fosse Minha” receberão as placas comemorativas do prefeito Firmino Filho. A solenidade acontecerá a partir das 19 horas, no Theresina Hall, na Avenida Universitária, zona Leste de Teresina.

Nesta edição do projeto, 264 ruas, avenidas e logradouros públicos da cidade receberão a denominação oficial através do Se Essa Rua Fosse Minha. A solenidade é restrita aos amigos e familiares dos homenageados, que passaram por um processo de inscrição e seleção pela comissão avaliadora.

“As pessoas que darão seus nomes às ruas formam um pedaço da história da nossa cidade e homenageá-los é ver uma nova história sendo contada. É muito gratificante trabalhar com o Se Essa Rua Fosse Minha, sentir a emoção dos familiares e observar uma nova Teresina nascendo, cheia de traços dos seus próprios filhos”, declara a secretária executiva de Planejamento Urbano da SEMPLAN, Jhamille Almeida.

O Projeto

Realizado desde 2014, o “Se Essa Rua Fosse Minha” acontece anualmente e é executado pela Prefeitura de Teresina com o objetivo de nomear vias urbanas que ainda não receberam nomes oficiais. O projeto homenageia pessoas que fizeram parte da história das comunidades de Teresina com nomes em logradouros e ruas da cidade, valorizando pessoas que, muitas vezes anonimamente, contribuíram para o crescimento de determinada região.