Guarda Municipal fiscaliza filas em agências bancárias e lotéricas

A Guarda Municipal vai intensificar nos próximos dias a fiscalização em agências bancárias, lotéricas e pontes, além dos espaços públicos como parques e avenidas de grande movimentação para prática esportiva. Segundo o secretário Samuel Silveira, da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), esses locais ainda registram grande aglomeração de pessoas todos os dias.

“Estamos buscando a conscientização das pessoas para que permaneçam em isolamento, cumprindo o decreto do prefeito Firmino Filho contra o coronavírus. O índice de isolamento ainda precisa ser aumentado na cidade. Sabemos que no início de mês as pessoas precisam muitas vezes ir ao banco ou à lotérica para receber pagamentos. Mas, as gerências desses estabelecimentos devem seguir regras e orientar a permanência da população nas suas dependências”, explica o secretário.

Diariamente, a Guarda Municipal fará a fiscalização nesses locais. Nas agências bancárias e lotéricas, é necessário que as pessoas mantenham distância de ao menos dois metros umas das outras. As filas devem ser orientadas. Também deve haver medidas de proteção para quem está trabalhando.

Nas avenidas Raul Lopes, Marechal Castelo Branco, Freitas Neto, entre outras, as praças e parques onde ainda há concentração de pessoas fazendo caminhada e corrida, a Guarda Municipal está percorrendo essas vias e conversando com as pessoas para que permaneçam em casa.

A população pode e deve cooperar denunciando o descumprimento dessas medidas. O cidadão pode denunciar estabelecimentos que estejam funcionando irregularmente através dos números 153, (86) 3215-9317 ou falar diretamente com o WhatsApp da Guarda Municipal, por meio do número (86) 99438-0254. Além disso, o cidadão pode também acessar o Colab para denunciar.

Drive Thru de produtos agroecológicos acontece nesta terça (07) na Ponte Estaiada

 

As Feiras Agroecológicas que aconteciam quinzenalmente na Praça Rio Branco, no Centro de Teresina, e na UFPI, no espaço Rosa dos Ventos, foram suspensas em decorrência da crise causada pelo novo coronavírus. Mas, para que a população que consome esses produtos não seja prejudicada, os agricultores de dois assentamentos de Teresina que fazem parte da Feira farão a entrega dos produtos em um drive thru na Ponte Estaiada, amanhã, de 9h às 11h.

Os alimentos agroecológicos estão sendo vendidos pelo WhatsApp e, amanhã, será realizada a entrega dos produtos. “Nestes dias de desafios para todos nós, temos que procurar alternativas para que a nossa vida possa continuar acontecendo dentro da normalidade, mas de forma segura. Portanto, a entrega destes produtos será feira dentro de uma logística que garantirá segurança tanto para os agricultores, como para as pessoas que irão receber as cestas. A encomenda dos produtos é feita por telefone, o pagamento é feito por transferência bancária e a entrega será feita amanhã na Ponte Estaiada”, explica Maria Vilani da Silva, superintendente de Desenvolvimento Rural de Teresina.

No drive thru de amanhã serão entregues os alimentos que foram encomendados nas comunidades Ave Verde e assentamento Vale da Esperança. “A ideia é que o projeto continue e contemple as cinco comunidades que fazem parte das Feiras Agroecológicas”, destaca a superintendente.

Os produtos da Feira Agroecológica são cultivados em hortas e campos agrícolas das comunidades da Serra do Gavião, Ave Verde, Vale da Esperança, Alegria, Soinho, Assentamento 17 de Abril, Camboa I e Camboa II. Todos são mantidos pela Prefeitura de Teresina, através da SDR, e recebem todo o apoio nas áreas de técnicas agrícolas e agronomia, e assistência social e comunitária.

A feira de base agroecológica é uma das ações desenvolvidas pela Superintendência de Desenvolvimento Rural, através da Comissão Municipal de Agroecologia e Produção Orgânica (CMAPO), que conta com participação e apoio de diversos parceiros, dentre eles: UFPI, Ministério da Agricultura, Governo do Estado, Semcaspi, Incra, e entidades e organizações comunitárias.

As feiras quinzenais acontecem em dois locais alternados: na Praça Rio Branco, no centro de Teresina, e na UFPI, no espaço Rosa dos Ventos, próximo à Biblioteca Central, sempre às sextas-feiras, das 8h às 14h. Além de oportunizar a comercialização dos produtos orgânicos das hortas e campos agrícolas de Teresina, que se encontram em processo de transição para agroecologia, também compreende atividades informativas, como rodas de conversas, e atividades culturais, como apresentações musicais.

Coronavírus: Protocolo da SDU Leste presta atendimento de forma on-line e segura

A população de Teresina está enfrentando situações difíceis com a pandemia do novo coronavírus, por isso a Superintendência de Desenvolvimento Urbano Leste (SDU Leste) adotou medidas para assegurar a saúde dos servidores e dos cidadãos, fechando a sua sede, mas dando continuidade a algumas prestações dos serviços de forma on-line.

Como forma de prosseguir com as solicitações da população, o Protocolo da SDU Leste está trabalhando remotamente e de forma on-line para atender os requerentes e dar efetividade às demandas.

O Superintendente da SDU Leste, João Pádua, explica que tal medida tem o intuito de dar continuidade aos atendimentos. “Sabemos da necessidade de nos readequarmos frente à realidade atual que vivemos. Por isso, como um das medidas preventivas e com o objetivo de frear uma proliferação ainda maior do COVID-19 estamos buscando meios para dar continuidade aos atendimentos dos nossos cidadãos”, explanou o gestor.

Dentre as solicitações que podem ser enviadas, estão: limpeza de fossa, de rua, solicitação de asfaltamento, denúncias, solicitação de pagamento, revisão de alinhamento, certidão de uso e ocupação do solo.

Para quem deseja dar abertura a um processo é necessário o envio da documentação completa para o e-mail sarahsantanapi@hotmail.com. O requerente deve especificar a demanda no assunto do e-mail no momento do envio da documentação.

O Protocolo solicita ainda que o requerente deixe um telefone no “corpo” do e-mail para que os servidores possam entrar em contato para solicitar alguma documentação pendente.

O número do processo será gerado automaticamente, que será enviado de volta para o e-mail do requerente. Após essa etapa, o requerente poderá acompanhar o andamento do processo requerido. Para mais informações: (86) 99957-3709 / (86) 98165-8000 / (86) 99498-5183. 

SDU Leste promove limpeza intensiva na área externa do Mercado do Peixe

O período da Semana Santa está se aproximando e, com ele, o aumento do consumo de peixes também. Pensando nisso, a Gerência de Serviços Urbanos da Superintendência de Desenvolvimento Urbano Leste (SDU Leste) está promovendo a limpeza nos arredores do Mercado Peixe, localizado na Avenida dos Expedicionários, zona Leste de Teresina.

Após a finalização da limpeza, o gerente da SDU Leste, Renato Lopes, disse que o Mercado do Peixe passará por uma sanitização para oferecer uma segurança a mais aos consumidores e trabalhados do local, bem como frear o contágio pelo novo coronavírus (COVID-19).

A iniciativa de sanitização acontecerá em todos os mercados públicos da cidade e será coordenada pelo superintendente da SDU Sudeste, Evandro Hidd, em parceria com a FMS e Águas de Teresina. A ação consiste na pulverização de solução de água com hipoclorito de sódio, por meio de bombas costais.

O superintende João Pádua ressaltou a importância do respeito ao Decreto Municipal, que determina medidas preventivas contra o coronavírus. “Sabemos que no período da Semana Santa a procura por peixes aumenta no Mercado do Peixe, mas é fundamental se atentar às recomendações de segurança do Prefeito Firmino Filho, como respeitar a distância mínima de dois metros entre as pessoas para evitar a aglomeração de pessoas”, frisou.

SDU Leste promove a limpeza de áreas verdes e públicas na região

Ascom/SDU Leste

Respeitando os aspectos naturais da cidade, a Prefeitura de Teresina destina, constantemente, ações de limpeza e preservação de áreas verdes e públicas. Na zona Leste, a Superintendência de Desenvolvimento Urbano local (SDU Leste) está promovendo a limpeza das áreas verdes da Rua Dirce de Oliveira e da Vila do Ancião, nesta segunda-feira (30).

Nos locais, estão sendo feitos serviços de podas de árvores, capina e ações com o trator roçadeira. Segundo o Gerente de Serviços Urbanos, Renato Lopes, a ação tem o intuito de manter e preservar os espaços para o uso dos moradores da região.

“Estamos trabalhando para proporcionar à população espaços de lazer, devidamente preservados. Sabemos que em virtude das chuvas, o mato cresce mais rapidamente e, por isso, atuamos de forma mais efetiva no sentido de dar continuidade aos serviços”, declarou Renato Lopes.

João Pádua, superintendente da SDU Leste, afirma que os serviços de limpeza têm sido um ponto importante da gestão municipal. “Nós temos uma equipe que também promove a limpeza de ruas e avenidas da zona Leste durante toda a semana. Além disso, solicitamos também o apoio da população no sentindo de fazer o acondicionamento do lixo da maneira correta e também em evitar despejar materiais em praças, no meio de ruas e avenidas”, ressaltou.

Nesse sentindo, a comunidade pode também ajudar o trabalho da SDU com informações ou denúncias sobre descarte incorreto de lixo domiciliar pelo número (86) 3215-7875 ou pelo (86) 3221-7050, com a equipe do Lixo Zero. Além do contato através do aplicativo Colab, de fácil acesso, que qualquer cidadão pode baixá-lo e interagir com a PMT.

Prefeitura mantém atendimento e proteção de pessoas em situação de rua contra o coronavírus

O atendimento às pessoas em situação de rua e de vulnerabilidade social foi reorganizado em Teresina para manter a atenção e protegê-las da disseminação da covid-19. A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) está garantindo a distribuição de refeições do Restaurante Popular e do Centro Pop, evitando as aglomerações de pessoas, e a distribuição de itens de higiene pela Casa do Caminho.

Os abrigos de funcionamento 24 horas, direcionados a crianças, idosos e venezuelanos, permanecem ativos, reorganizados apenas por novas normas de higienização e segurança em combate à covid-19.

A Semcaspi está utilizando um veículo para levar essa alimentação até as pessoas. “Estamos evitando aglomerações e fazendo isso de uma maneira individual”, explica o secretário da Semcaspi, Samuel Silveira. Ainda segundo o gestor, é necessário manter o atendimento a essas pessoas, que dependem do poder público para ter acesso a serviços básicos.

A Casa do Caminho disponibiliza acolhida noturna, higienização, alimentação e articulação com a rede socioassistencial para garantir a proteção social às pessoas que estão em situação de rua. “Estamos tomando todos os cuidados necessários para que esses abrigos, que funcionam em confinamento, não possam proliferar o Coronavírus internamente”, afirma.

O projeto Consultório de Rua, que circula pela cidade fazendo atendimento na área de saúde para essa população em situação de rua, continua ativo. Esta equipe é formada por médico, enfermeiro, assistente social, psicólogo e redutor de danos. A equipe atende todas as demandas desses usuários, e quando necessário, encaminha para outros serviços da rede.  São  atendimentos  voltados para controle das doenças sexualmente transmissíveis, tuberculose, pneumonia, doença de pele, e relacionados a saúde mental, dentre outros.

O secretário explica também que a Semcaspi está atenta às orientações acerca do enfrentamento ao coronavírus em Teresina e vai adaptando os serviços de acordo com a necessidade. Ele anuncia que a Secretaria vem estudando novas medidas e a partir da próxima semana vai fazer sua implementação.

Centro de Referência à Mulher em Situação de Violência atende 04 casos em período de isolamento

O isolamento social neste período para a contenção da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) faz com que as pessoas passem mais tempo juntas em casa, o que pode ser positivo, porém, para mulheres que já vivem em um ambiente de violência a redução do convívio social pode agravar essa situação.

Para a contenção desta problemática, o Centro de Referência à Mulher em Situação de Violência Esperança Garcia vem disponibilizando profissionais no serviço de teleatendimento para orientações em caso de violência doméstica e durante essa primeira semana já foram atendidos quatro casos.

Do total de casos registrados, dois foram por violência doméstica em flagrante, enviados para orientações e participações em atividades. Outro caso, enviado pelo Ministério Público, recebeu orientação psicológica e posteriormente foi encaminhado para o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS). No último caso, foram realizadas demais orientações e assistências básicas.

A Secretária de Políticas para as Mulheres, Macilane Gomes, alertou sobre a importância de enfrentamento à violência durante o período de isolamento social, enfatizando o dever de todos contribuírem nessa luta também.

“Neste momento, infelizmente, além de enfrentar a pandemia, temos que enfrentar também a violência contra as mulheres. Temos recebido denúncias pelo CREG durante o período de isolamento. Nosso Centro tem esse papel de escuta, oferecendo assistência às mulheres, seja psicológica, social ou jurídica, articulando uma rede de atendimentos. Nosso apelo é que as pessoas que presenciarem alguma situação de violência, ou até mesmo as mulheres que estão passando por isso, que por favor acionem nosso serviço”, destacou Macilane.

O Centro de Referência Esperança Garcia (CREG) atende mulheres em situação de violência na cidade de Teresina, oferecendo assistência psicossocial e de assessoria jurídica. Durante o período de isolamento social, a unidade está realizando atendimentos via WhatsApp ou por ligações, pelo número (86) 99416 94511,de segunda a sexta, das 8h às 14h.