Strans promove ações do Movimento Maio Amarelo sobre educação de trânsito

“Juntos Salvamos Vidas”. Esse é o tema do Maio Amarelo deste ano para a realização de atividades com foco na educação de trânsito que a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) vai executar junto aos órgãos e entidades que fazem parte do Programa Vida no Trânsito (PVT) no Piauí. Em Teresina, o PVT tem a coordenação da Strans, no Brasil é coordenado pelo Ministério da Saúde e global pela Organização Mundial da Saúde (OMS), e tem foco na redução das mortes e lesões graves no trânsito, a partir da qualificação da informação e de ações planejadas.

Nesta edição, o Maio Amarelo, que nasceu há nove anos, volta com atividades presenciais após dois anos de pandemia e ações virtuais focadas nas redes sociais e plataformas digitais com o mesmo objetivo: chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

Em Teresina, a abertura do Movimento Maio Amarelo acontece, na segunda-feira, dia 2, com acolhimento na portaria da secretaria estadual de Saúde (SESAPI), às 7h30. A Strans vai coordenar, neste Maio Amarelo, as intervenções educativas nos dias 6, às 7h30, na avenida Poti Velho, na rotatória próximo ao Conjunto Monte Verde (zona Norte); dia 11, às 7h30, na frente da sede da Strans ( zona Sul); dia 20, às 7h30, na avenida Joaquim Nelson, bairro Dirceu (zona Sudeste), próximo ao Teatro João Paulo II e o encerramento está previsto para o dia 28, a partir das 16h, no Complexo Turístico da Ponte Estaiada, na avenida Raul Lopes, zona Leste.

Conforme Resolução do Contran Nº 871, de 13 de setembro de 2021, o Movimento Maio Amarelo deve trabalhar a vulnerabilidade e fragilidade da vida no trânsito com base nas estatísticas de acidentes de trânsito, focar no condutor em duas rodas (motociclistas, ciclistas, motofrentistas e mototaxistas). Orientar os motoristas quanto à direção defensiva, como a preferência na via, durante as conversões, da necessidade de se manter a distância mínima de segurança e de se reduzir a velocidade durante a passagem por ciclistas.

O superintendente da Strans, Cláudio Pessoa, especifica que as ações do Movimento Maio Amarelo visam a conscientização para um trânsito mais seguro e as pessoas serão convidadas a refletir sobre as condutas no trânsito. “Conclamamos os parceiros das ações deste Maio Amarelo e a sociedade para juntos tratarmos sobre esse tema ‘Juntos Salvamos Vidas’. É urgente educar as crianças e orientar os adultos para as práticas corretas e seguras no trânsito de Teresina”, disse.

O gerente de Educação no Trânsito da Strans, Reginaldo Canuto, destaca que todas as zonas da cidade terão intervenções educativas para levar informações a todos os envolvidos no trânsito. “Vamos chamar a atenção de todos. Os que transitam a pé, de bicicleta, motocicleta, ônibus, carro, caminhão. Queremos destacar o respeito às leis de trânsito para que ninguém se machuque nas vias, será um grande movimento para novamente alertar para a responsabilidade de todos para um trânsito mais seguro para todos”, ressaltou.

O Movimento Maio Amarelo é uma iniciativa que reúne o Poder Público, órgãos do Sistema Nacional de Trânsito (SNT), entidades e diversos segmentos da sociedade civil organizada para efetivamente aprofundar o tema, que visa promover engajamento nas ações que propaguem o conhecimento, abordando toda a amplitude que a questão do trânsito exige, nas mais diferentes esferas.

Em Teresina, os órgãos que compõe o Programa Vida no Trânsito (PVT) no Piauí e que estão na coordenação da organização das ações da programação do Movimento Maio Amarelo são: Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi), Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans); Polícia Rodoviária Federal (PRF); Polícia Militar do Piauí (PM/PI); Companhia Independente de Policiamento de Trânsito (CIPTran); Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRE);  Departamento Estadual de Trânsito (Detran/PI); Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

Origem do Movimento Maio Amarelo

O Movimento Maio Amarelo nasceu de uma resolução da Assembleia-Geral das Nações Unidas em 11 de maior de 2014 com a proposta de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. Foi criado no Brasil em 2014 pelo Observatório Nacional de Segurança Viária.

É um movimento internacional de conscientização para reduzir acidentes de trânsito com ações em parceria entre órgãos de governos, entidades de classe, associações e sociedade civil.

Programação geral do PVT Piauí:

02/05 – Acolhimento na Sesapi (portaria – térreo), horário: 07h30;

04/05 – Comando Educativo de Trânsito relacionado ao Movimento Maio Amarelo na sede da PRF, na Avenida João XXIII, N° 1315, bairro Noivos, BR 343, às 8h.

06/05 (STRANS) – Intervenção Educativa de Trânsito. Avenida Poti Velho, bairro Santa Maria da Codipi (zona Norte), horário: 07h30;

06/05 – Abertura do Maio Amarelo Estadual –  Cidade de São Raimundo Nonato-PI;

09/05 – Abertura do Maio Amarelo na cidade de Piripiri-PI;

10/05 – Abertura do Maio Amarelo na cidade de Campo Maior-PI;

11/05 (STRANS) – Intervenção Educativa de Trânsito na sede da STRANS (Avenida Pedro Freitas, 1252), zona Sul, às 7h30;

12/05 – Comando Educativo de Trânsito relacionado ao Movimento Maio Amarelo na sede da PRF, na Avenida João XXIII, N° 1315, Noivos, BR 343, às 7h.

13/05 – Intervenção Educativa no Batalhão da Polícia Rodoviária Estadual PI 112 km-09, próximo ao Colégio Santo Afonso, às 8h.

16/05 – Ação Educativa de Trânsito relacionada ao Movimento Maio Amarelo  na sede da SEDUC, no Centro Administrativo, às 7h30;

17/05 – Roda de Conversa e Palestra Educativa de Trânsito relacionada ao Movimento Maio Amarelo na ATI, ação pela SETRANS, às 9h, no Centro Administrativo.

18/05 – Intervenção educativa CIPTRAN na Avenida Henry Wall de Carvalho, terminal do Parque Piauí, às 8h30;

19/05 – UNINASSAU, exposições educativas de trânsito e palestras, às 8h;

20/05 (STRANS) – Intervenção Educativa de Trânsito no Dirceu, Avenida Joaquim Nelson (ao lado do Teatro João Paulo II), às 7h30;

21/05 – Intervenção Educativa CIPTran: Um dia na praça na Vila Mocambinho, Zona Norte;

21/05 – Atividade Educativa: Shopping  Rio Poty, ação PRF, às 10h.

23/05 – Atividade Educativa na Unidade Escolar Didácio Silva (Projeto Educação de Trânsito – STRANS), às 7h30;

24/05 – Atividade Educativa nos traillers no Centro Administrativo,  às 7h30;

26/05 – Atividade Educativa no Hospital Getúlio Vargas (HGV) com a inauguração de uma faixa de pedestre na rua São Pedro, entre o Ambulatório e o Hospital, às 8h;

28/05 – Comando Educativo de Trânsito relacionado ao Movimento Maio Amarelo, na BR 316, no Posto da PRF, nas proximidades do bairro Porto Alegre, zona Sul, às 8h.

28/05 (STRANS) – Encerramento do Movimento Maio Amarelo, com atividade Educativa de Trânsito e Passeio Ciclístico
no Complexo Turístico da Ponte Estaiada, a partir das 16h.

Strans realiza nesta quinta (28) ação educativa de trânsito na Escola Municipal Dom Helder

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) realiza nesta quinta-feira (28), a partir das 14h, na Escola Municipal Dom Helder Câmara, Vila Irmã Dulce, a ação educativa do projeto de Educação de Trânsito nas Escolas.

Esse projeto é coordenado pela Gerência de Educação no Trânsito da Strans e tem como finalidade contribuir com a educação das crianças para ações corretas no trânsito.

O chefe da Divisão de Ensino dessa Gerência, Allan Pitter Machado da Rocha, explica que as crianças são orientadas a viver situações reais como se estivessem em uma via da cidade. “Temos equipamentos, em miniatura, como placas de sinalização, bicicletas, faixa de pedestres e semáforo para as crianças vivenciarem situações de aprendizagem. Reforçamos as condutas corretas, como atravessar na faixa de pedestres e obedecer a sinalização de trânsito”, cita.

O projeto já atendeu cerca de 140 alunos dessa escola no turno da manhã, com as mesmas ações no início desse mês. Outras escolas terão essa atividade educativa no decorrer do ano letivo.

Escolas públicas, privadas e instituições podem solicitar as ações desse projeto junto à Strans, avenida Pedro Freitas, 1227, Centro/Sul. Teresina/PI. CEP 64018-000.

Mais informações pelo fone 3122 7635 de segunda-feira a sexta-feira das 7h30 às 13h30.

Foto: Divulgação (Strans)

Novo semáforo com botoeira sonora é instalado na Rua Visconde da Parnaíba em frente ao CAPS II Leste

A Prefeitura de Teresina, através da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), instalou um novo semáforo com botoeira sonora na Rua Visconde da Parnaíba, no bairro Horto Florestal, em frente ao CAPS II Leste. O funcionamento do novo semáforo começou nesta sexta-feira (22).

O semáforo com botoeira sonora atende a um pedido e necessidade dos usuários do CAPS II Leste que tem como objetivo proporcionar maior segurança na travessia dos pedestres, conforme a Resolução Nº 704/17 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que além de educar o usuário com suas mensagens verbais, também auxilia a travessia da Pessoa com Deficiência (PcD) e mobilidade reduzida, gerando assim maior segurança e inclusão social, pois o trânsito é um direito de todos.

A instalação do semáforo sonoro foi coordenada pela engenheira Ananda Patrícia de Oliveira, que compõe a equipe de Divisão de Sinalização de Trânsito da Strans, que explica que a instalação do semáforo com botoeira sonora atende a uma demanda do CAPS II Leste que atende Pessoas com Deficiência e com mobilidade reduzida, que após estudos técnicos e monitoramento feitos no local detectou-se a necessidade da implementação do novo semáforo.

“A instalação desse novo semáforo com botoeira sonora atende a um pedido do CAPS II Leste e vai garantir maior segurança na travessia dos pedestres, principalmente da Pessoa com Deficiência e com problema de mobilidade reduzida, essa obra foi iniciada para ser atendida com mais rapidez, já com o semáforo, o próximo passo será a instalação de rampa de acessibilidade para atender principalmente os usuários do CAPS II Leste”, explica a engenheira.

Os semáforos tem o objetivo de reduzir os conflitos de tráfego que possam existir no local e dar um ordenamento maior ao trânsito e oferecer ao pedestre, ciclista e condutores maior segurança, tornando o trânsito mais seguro e prático.

Strans emite cartões de estacionamento para idosos, portadores de necessidade especial e gestantes

José Osires Vieira utiliza o cartão de vaga especial de estacionamento Fotos(Ascom/Strans)

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) expede, gratuitamente, cartões de estacionamento vaga especial para idosos a partir de 60 anos, portadores de necessidade especial e gestantes. Esse serviço funciona na sede da Strans, de segunda a quinta-feira, das 7h30 às 13h. A entrega do documento é feita no instante da solicitação, tem validade de dois anos e deve ser colocado no painel do veículo quando estacionado nos locais específicos.

Para ter direito a um desses cartões, o idoso deve apresentar a cópia da carteira de identidade, que tenha o número do CPF e de comprovante de endereço. O portador de deficiência física necessita apresentar esses mesmos documentos e laudo médico (atualizado com data a partir de 2020) e a gestante é o documento do pré-natal que comprove o período da gestação.

Para idosos e portadores de necessidades especiais que necessitam renovar o cartão, é exigida a apresentação do cartão vencido e a documentação pessoal, o portador de necessidade especial deve apresentar também o laudo médico atualizado. No caso da renovação, a pessoa que não possui mais o cartão antigo deve apresentar um boletim de ocorrência.

O superintendente da Strans, Cláudio Pessoa Lima, explica que os cartões de vaga especial de estacionamento são previstos em lei. “É um direito do cidadão e as pessoas que não tem esse direito assegurado devem respeitar não estacionando em vaga especial”, fala.

Somente este ano, de janeiro a abril, a Strans expediu 1.816 cartões, sendo 1.604 para idosos, 210 para portadores de necessidades especiais e dois para gestantes. Em 2021, foram expedidos 3.853 cartões de vaga especial de estacionamento, sendo 3.418 para idosos e 435 para portadores de necessidades especiais.

Francisco Batista da Silva, 67 anos, fez a renovação do cartão para ele e para o neto portador de necessidade especial. “É um serviço rápido renovar o cartão, o que é difícil é muitas pessoas respeitarem o direito do idoso e do deficiente.

Peço que as pessoas sejam mais conscientes e não usem a vaga destinada a quem tem direito pela lei”, conclama. José Ari Avelino Fonteneles, 68 anos, fez a renovação do cartão que para ele é um processo rápido e simples, mas também reclama do descumprimento por parte de quem utiliza as vagas sem ter esse direito.

Quem também utiliza o cartão de vaga especial é o aposentado José Osires Vieira da Silva, 71 anos. Ele fala das facilidades para renovar o cartão. “É rápido e fácil e uso, geralmente em farmácias, mas também em outros locais e facilita muito a minha vida”, destaca. Com 70 anos, o aposentado Francisco Portela, fez a renovação do cartão e diz estar satisfeito por poder utilizar as vagas especiais garantidas por lei.

A servidora da Strans, Luzia da Silva Sousa, que emite os cartões, orienta que a pessoa deve se dirigir a Strans com toda a documentação necessária para facilitar o recebimento do cartão de vaga especial.

José Ari Fonteles esteve na Strans para renovar o cartão

 

.O aposentado Francisco Portela utiliza o cartão de vaga especial há vários anos

Prefeitura de Teresina recupera avenida no Parque Sul

Obra facilita o tráfego na região Fotos: Lucas Dias / SEMCOM

A Prefeitura de Teresina, por meio da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), executou a obra de recuperação de trechos da avenida Dr. Manoel Ayres Neto, na região do Parque Sul.

A obra foi executada pela Strans com a demolição da pavimentação asfáltica e da base que foi construída com material de baixa qualidade, foi feita a remoção de canaletas obstruídas, a reconstrução da drenagem superficial e novo asfaltamento pela Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano (Eturb).

O gestor da Gerência de Engenharia e Tráfego (GET) da Strans, João Felipe Rodrigues, explica que com essa obra facilita o tráfego naquela região. “O intuito da obra foi resolver um problema antigo de drenagem naquela via e que era alvo de reclamação dos moradores da região”, especifica.

Prefeitura de Teresina terá investimento de R$ 5 milhões para obras do CCO

O Centro vai funcionar na sede da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) Foto(Ascom/Semplan)

A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação, recebeu liberação de mais de R$ 5 milhões do Ministério de Desenvolvimento Regional (MDR) para o andamento das obras de implantação do Centro de Controle Operacional (CCO) do município de Teresina.

O Centro vai funcionar na sede da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) e tem um investimento de R$ 29,5 milhões. O Centro de Controle Operacional (CCO) do município de Teresina contará com uma plataforma única de procedimentos de gestão integrada, englobando tecnologias de operação de trânsito e transporte e será responsável pela gestão do sistema de monitoramento em tempo real de vias públicas, dos sistemas de segurança viária, detecção automática de incidentes, automação semafórica, pontos de informações e orientação de trânsito.

“Temos atendido a solicitação do Prefeito Dr. Pessoa para avançar com vários projetos, estivemos em Brasília várias vezes conversando com o Ministério para esta liberação e obtivemos a positiva resposta para a tratativa desses recursos para as ações da Superintendência Municipal de Trânsito e Transporte (Strans)”, disse João Henrique Sousa, secretário municipal de Planejamento.

O Centro de Controle Operacional (CCO) vai funcionar no prédio da Strans, que fica localizado na avenida Pedro Freitas, no bairro Vermelha, zona Sul de Teresina. Além da Strans, o serviço de monitoramento da cidade poderá contar com parceiros da área da segurança e da saúde como a Guarda Civil Municipal, a Defesa Civil, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e outros parceiros.

Justiça atende pedido da Strans e determina circulação de ônibus em Teresina

O juiz João Gabriel Furtado, da 2ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública, concedeu na tarde desta sexta-feira (01) liminar a pedido da Prefeitura de Teresina, através da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), para que as empresas que atuam no transporte público garantam a circulação de parte da frota durante a greve da categoria.

De acordo com a decisão, as empresas devem disponibilizar 80%(oitenta) da frota de ônibus coletivos destinados ao transporte público nos horários de pico ( segunda a sexta das06:00h às 09:00 e 17:00 às 19:00h, as sábados: 6 às 9h e das 12 às 15h ), e 60% (sessenta por cento) nos demais horários.

Em caso de descumprimento da liminar, o magistrado determinou aplicação de multa diária de R$ 50.000,00 até o limite R$ 1.000.000,00.

Confira a Decisão

 

Prefeitura disponibiliza telefone para denúncias de irregularidades no transporte de passageiros

A Prefeitura de Teresina, por meio da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (STRANS), informa que está disponível o fone/whatsApp 3122-7609 para denúncias de irregularidades nos serviços dos transportes cadastrados para atender a população enquanto durar a greve dos motoristas e cobradores.

O usuário deve informar, no ato da denúncia, a placa do veículo e o itinerário.

Podem ser denunciados casos de cobrança do valor da passagem acima de R$ 4,00, desvio de itinerário ou qualquer outra irregularidade, por meio desse número de fone que a Gerência de Licenciamento e Concessão da Strans vai averiguar e, se constatada a irregularidade, o veículo será descadastrado e proibido de prestar o serviço.

Agentes de Trânsito da Strans iniciam curso de formação em libras ofertado pela Semec

Teve início nesta terça-feira (22), o curso de formação em Língua Brasileira de Sinais (Libras), em nível básico, direcionado exclusivamente para Agentes de Trânsito e servidores da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans).

Fotos: Ascom Strans

O gerente de Educação de Trânsito da Strans, Reginaldo Canuto, explica que o objetivo é formar profissionais que melhor atendam as demandas da comunidade surda.

“O curso teve início hoje para os agentes de trânsito, sendo ofertado para o nosso público interno com o objetivo de qualificar os servidores para melhor atender a comunidade surda, com isso objetivamos prestar um serviço melhor a sociedade teresinense. O curso tem uma carga horária total de 180 horas voltado para os agentes e os colaboradores da recepção, protocolo que fazem atendimento ao público geral, com o principal objetivo que a Prefeitura Municipal de Teresina preste um serviço de melhor qualidade a toda sociedade”, destaca o gerente de Educação de Trânsito da Strans, Reginaldo Canuto.

As aulas acontecem nas modalidades presencial e remota, no Centro de Formação de professores Odilon Nunes (CEFOR), e através da plataforma Google Meet.

Os cursos são gratuitos, ofertados pela Secretaria Municipal de Educação (Semec), por meio da Divisão de Educação Inclusiva. A Semec disponibilizou 50 vagas, em duas turmas de 25, nos turnos manhã e tarde, que acontecem na terça e quarta-feira.

Justiça determina que frota de ônibus volte a circular em Teresina

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 22ª Região determinou, na noite de segunda-feira (21), a volta da circulação dos ônibus do transporte público de Teresina. No despacho, a desembargadora Liana Chaib fixa o funcionamento de pelo menos 80% da frota em horários de pico e de 60% no período entrepico.

A decisão atende uma Ação Cautelar Antecedente, com pedido de tutela provisória, ajuizada pelo Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros de Teresina (Setut), por entender que o movimento grevista de motoristas e cobradores paralisa o funcionamento de um serviço essencial para a comunidade.

“Com vista a resguardar os direitos da coletividade, pois que, reitere-se, a greve pode afetar prejudicialmente o desenvolvimento de outras atividades inadiáveis da comunidade, e, estando presentes a urgência e a possibilidade de graves prejuízos e de difícil reparação à população, resolve-se deferir o pedido liminar”, afirma o acórdão.

O Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários do Piauí (Sintetro-PI) foi notificado, nesta manhã, e deve garantir o cumprimento imediato da decisão, sob pena de multa diária no valor de R$ 50 mil em caso de descumprimento.