SDU Leste promove limpeza de sete bairros nesta quarta-feira (25)

Promover ações de zeladoria nas vias públicas, além da manutenção e zelo nas grandes áreas verdes da cidade, está entre as preocupações centrais da Prefeitura, com o objetivo de proporcionar maior qualidade de vida à população. Pensando nisso, a Superintendência de Desenvolvimento Urbano Leste está limpando nesta quarta-feira (25) sete bairros da zona Leste de Teresina.

A ação é feita pela equipe de limpeza da Gerência de Serviços Urbanos do órgão e atua de forma programada, a fim de contemplar todos os bairros da região. No momento, os bairros Ininga, Horto, Fátima, Planalto Ininga, Pedra Mole, Santa Isabel e São Cristóvão estão recebendo os serviços de limpeza.

Dentre os serviços executados pela equipe estão capina, limpeza, varrição, cuidados com as plantas, podas de árvores, pintura do meio fio e o transbordo do material recolhido.

As avenidas Raul Lopes, Dom Severino, João XXIII, Pires Gaioso e Presidente Kennedy, além das ruas Antônio Ubiratan de Carvalho, José Sinimbu, José Luiz Cortez e Alaíde Marques, estão sendo contemplados com as ações de zeladoria. As áreas verdes e públicas da Rua Dirce de Oliveira e da Jornalista Dondon recebem serviços de podas e a atuação do trator roçadeira. A alça da Ponte Estaiada também está sendo limpa pela SDU Leste.

O gerente de Serviços Urbanos, Renato Lopes ressalta que os trabalhos são feitos por etapas para garantir a manutenção de todos os espaços públicos da região. “A gerência de limpeza destina também frentes de trabalho para realizarem a manutenção de viveiros, serviços de poda de árvores e também o processo de transplantio em alguns pontos considerados áreas verdes. Estamos atuando com trabalhos intensos para proporcionar uma melhor qualidade de vida para os moradores da região”, declarou.

Manter a limpeza da cidade é responsabilidade de todos e pequenas atitudes podem transformar o convívio em sociedade. Agir em parceria com órgão é um elemento crucial das frentes de trabalho. A SDU Leste também conclama o apoio do cidadão para atuarem em conjunto.

“Diariamente conscientizamos as pessoas para que elas se sintam mobilizadas a participarem conosco das limpezas nos bairros. Juntos, podemos trabalhar com ações mais direcionadas com a finalidade de manter a nossa região mais limpa. Solicitamos também o apoio da população no sentindo de fazer o acondicionamento do lixo da maneira correta e também em evitar despejar materiais em praças e no meio de ruas e avenidas. A união nestes ideais é a chave para enfrentarmos essa atual realidade com a pandemia do novo coronavírus”, destacou o superintendente João Pádua.

A Superintendência conta sempre com a colaboração da população no trabalho de conservação desses espaços. Nesse sentindo, a comunidade pode ajudar o órgão com informações ou denúncias sobre descarte incorreto de lixo domiciliar ou material sólido pelos números (86) 3215-7875 e 7874 ou pelo aplicativo Colab.

 

Equipes de limpeza da Prefeitura percorrem cidade após forte chuva da madrugada

Teresina registrou aproximadamente 45 mililitros de chuvas na madrugada desta sexta-feira (21). Para evitar transtornos, equipes da Prefeitura percorrem a cidade desde as primeiras horas do dia, avaliando pontos críticos e realizando serviços de limpeza.

Na zona leste os serviços estão concentrados na limpeza de galerias dos bairros São Cristóvão, Piçarreira e Satélite, além do canal da Avenida Noronha Almeida, no bairro São João. O gerente de Serviços Urbanos da SDU, Renato Lopes, explica que as equipes de limpeza estão aplicando ações de limpeza nas galerias e boca de lobo, retirando entulhos e lixos que são descartados incorretamente nas avenidas, ruas e espaços públicos. “Nossas equipes estão atuando nas áreas consideradas mais baixas. Os serviços de monitoramento visam garantir o perfeito escoamento das águas pluviais e impedir que o material sólido retido durante as chuvas cause maiores transtornos”, explicou.

A zona sudeste também está recebendo ações de monitoramento de pontos considerados críticos e sujeitos a alagamentos. As equipes de limpeza da SDU estão percorrendo ruas e avenidas para identificar áreas afetadas pela chuva e tomar as medidas necessárias. “Desde cedo estamos percorrendo todos os pontos de galeria e tudo tem se mantido dentro da normalidade. Os sistemas de drenagem estão funcionando conforme o esperado e as equipes de limpeza continuam fazendo o trabalho de capina e recolhimento de entulho”, garantiu o gerente de serviços urbanos da SDU, Isaú Pereira.

Paulo Lopes, superintendente da SDU Sul, afirma que na região foram detectados alguns pontos de alagamentos, mas que as equipes de limpeza do órgão já estão trabalhando nos locais. O gestor lembra ainda a importância do descarte correto dos lixos, principalmente os resíduos de podas de árvores. “Especialmente em períodos chuvosos devemos lembrar dos transtornos que podem ocorrer quando depositamos lixos em lugares errados. Observamos em alguns bairros da zona sul que os moradores têm o hábito de jogar restos de podas próximo a passagens de água, o que provoca alagamentos. Essa prática, além de errada, custa caro para todos”, disse.

A Prefeitura reforça a necessidade do cuidado por parte da população em descartar o lixo em locais apropriados para não entupir a passagem das galerias e canais da cidade. É fundamental o apoio da população no sentido de evitar o acúmulo ou descarte irregular de lixo em áreas de proteção ambiental.

 

 

Gestores de monitoramento da Prefeitura de Teresina alinham ações para 2020

Na manhã desta quinta-feira (6), a Secretaria Executiva de Planejamento Estratégico e Gestão (SEPLAG), da Secretaria Municipal de Planejamento (SEMPLAN), juntamente com a Empresa Teresinense de Processamento de Dados (PRODATER), reuniu os representantes de diversos órgãos da Prefeitura de Teresina para o alinhamento dos planos de ações da PMT de 2020 no sistema de monitoramento de ações, projetos e programas (SIMAPP), com base no PPA 2018-2021.

Na reunião compareceram os gestores de monitoramento e gerentes de obras para a validação das planilhas de obras para o novo site de obras da Prefeitura de Teresina. De acordo com a Aurélia Araújo, coordenadora da SEPLAG, essa reunião com todos os gestores financeiros, de monitoramento e gerentes de obras é uma forma para alinhar os planos desenvolvidos em 2020.

“Essa reunião tem como objetivo o alinhamento dos planos de ações dos órgãos da Prefeitura de Teresina para checarmos todos os planos que serão desenvolvidos em 2020, através do SINAPP, por onde iremos fazer o monitoramento dos dados informados, prazos de obras, a capacidade de execução dos órgãos e as dificuldades encontradas no sistema. O novo site Teresina em Obras que já está em andamento será uma forma de publicizar as obras que estão em andamento e concluídas”, declarou.

O superintendente executivo da SDU SUDESTE, Isaac Meneses, informou a importância dessas reuniões periódicas com os representantes das SDUs e secretarias. “Essas reuniões periódicas com as SDUs e secretarias é de grande importância para o nivelamento de todas as ações feitas, hoje pudemos padronizarmos as ações, finalizando o que cada secretaria faria de planilha e apresentando as modificações do sistema. O SINAPP irá gerar os dados para o novo site Teresina em Obras, mostrará tudo que foi concluído em obras, melhorando assim, os trabalhos das secretarias ”, relatou o superintendente executivo.

Gerência de Saúde Mental de Teresina realizou diversas ações para melhorar fluxo de atendimentos

A Fundação Municipal de Saúde (FMS), através da Gerência de Saúde Mental, realizou diversas ações em 2019 que melhoraram os atendimentos das pessoas com sofrimento psíquico. Uma delas foi a inauguração do novo Centro de Atenção Psicossocial: a sede própria do CAPS II Norte.

A unidade agora é qualificada como tipo III, com estrutura adequada para fazer o acolhimento noturno de usuários em crise. Sua estrutura mais ampla conta com quatro consultórios para atendimentos individuais, um consultório para atendimentos de enfermagem, uma sala de medicação, farmácia e repousos para usuários masculinos e femininos com banheiros adaptados. A obra custou R$ 1.011.228,27, oriundos de recursos federais com contrapartida da FMS. Até o final de fevereiro também será inaugurada a nova sede do CAPS III Sudeste, que teve investimento de R$ 1.1.311.128,02 para a construção de 728,50 m².

A Gerência de Saúde Mental implantou em 2019 o protocolo de atendimento em urgências e emergências em saúde mental incluindo a população em situação de rua. Além de também ter realizado o I Fórum do Grupo de Geração de Trabalho e Renda, que contou com a participação de empresas, usuários e profissionais dos CAPSs. “O objetivo foi mostrar o exemplo dos usuários dos CAPS que já estão no mercado de trabalho e como eles podem ser produtivos e contribuírem para as empresas, além de promover uma quebra de estigmas e preconceitos”, afirma Luanna Buenos, gerente de saúde mental de Teresina.

Pessoas com deficiência psicossocial apresentam sequelas de transtornos mentais, mas que não as incapacita de trabalhar e ter uma vida produtiva. Para o presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Charles Silveira, saúde e trabalho andam juntos. “Agregado ao trabalho da saúde mental, temos que buscar mecanismos, fazer com que essas pessoas que são tratadas, que têm uma nova forma de enxergar o mundo e têm uma vontade de viver, possam ser reinseridas no mercado de trabalho”.

Em 2019 a Gerência de Saúde Mental realizou 181 ações em alusão às datas da saúde mental: Janeiro Branco, Dia Nacional da Luta Antimanicomial ( 18 de maio), Dia Mundial da Saúde Mental ( 10 de outubro) e Dia Mundial de Prevenção do Suicídio ( 10 de setembro). O órgão implantou também o fluxo de atendimento ao comportamento suicida, no qual os profissionais que atuam na Rede de Saúde Mental de Teresina receberam atualização sobre prevenção ao suicídio com o tema “Manejo do paciente com comportamento suicida”.

Atualmente, Teresina possui uma rede de saúde mental bem estruturada e fortalecida. Fazem parte dela o PROVIDA, sete Centros de Atenção Psicossocial, um CAPS Infantil, um AD (Álcool e Drogas) e quatro CAPS tipo dois e dois CAPS tipo três. “Todos atendendo demandas de pessoas com ideação suicida. O suicídio, em 90% dos casos, é atrelado a algum transtorno mental”, afirma Luanna Bueno. Ela afirma ainda que, segundo as estatísticas, os jovens são os mais afetados. “Então entendemos que a rede de atenção psicossocial da capital precisa continuar esse fortalecimento diante dessa temática”, explica.

 

Lei de drenagem e ações preventivas integram a Operação Bonito para Chover

A Lei de Drenagem, sancionada em Teresina em 2015, já evitou que o equivalente a três vezes a vazão do Rio Parnaíba fosse para o leito das ruas durante as chuvas. A informação é da Semduh (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação), que está coordenando a Operação Bonito pra Chover, através da qual é feita uma série de intervenções na cidade, desde a limpeza de galerias ao cumprimento das leis municipais.

Desde que começou a ser aplicada, a lei de drenagem tem reduzido o volume de água nas ruas. Isso porque, cada obra de empreendimento com mais de 500 m² impermeabilização deve apresentar na Semduh um projeto de armazenamento e escoamento da água das chuvas.

“Uma forma de entender a quantidade de água já retida nesses cinco anos é observar o Rio Parnaíba. No período de verão ele tem uma vazão de 230 m³/s. Com a aplicação da Lei de Drenagem, poupou-se que uma a vazão equivalente a três vezes a do rio fosse para as ruas. É um volume significativo, que faz muita diferença nesse período de chuvas”, ressalta o secretário Marco Antônio Ayres.

Ele explica que a Prefeitura de Teresina tem realizado uma série de medidas para evitar alagamentos na cidade, a exemplo da instalação das estações elevatórias, que escoam a água das chuvas direto para os rios. Elas recebem as águas das regiões da Boa Esperança, do Dique do Mocambinho, do Piscinão, da Avenida Duque de Caxias e Vila Mandacaru.

Outra medida importante é a limpeza de galerias que é feita antes e durante o período chuvoso. “Já foram todas limpas e continuam sendo monitoradas durante esse período”, destaca Marco Antônio.

Ele informa ainda que a Prefeitura faz o monitoramento de 52 áreas de risco. A Defesa Civil Municipal de Teresina faz o mapeamento de demandas e o direcionamento das ações relacionadas às áreas mais críticas. “Estamos atentos e trabalhando para que os danos causados pelas chuvas, que são comuns em todas as cidades Brasil, estejam sob controle com ações diárias para minimizar os casos de inundações”, ressaltou o secretário da Semduh.

A população também deve ficar atenta e, em casos de risco por conta das chuvas, pode acionar a Defesa Civil pelo 153  ou o Corpo de Bombeiros no 193.

 

Programa Teresina 2030 vai investir 45 milhões de euros em ações de desenvolvimento sustentável

A Prefeitura de Teresina está desenvolvendo o Programa Teresina 2030, projeto que visa a realização de diversas ações relacionadas ao desenvolvimento sustentável nas zonas urbana e rural da capital piauiense. O investimento previsto é de 45 milhões de euros financiados com a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), em operação de crédito aprovada na última quarta-feira (18) no Ministério da Economia.

O investimento compreende 36 milhões de euros financiados pela AFD e 9 milhões de contrapartida da Prefeitura de Teresina.  O programa irá desenvolver uma série de intervenções visando a promoção do acesso à energia limpa, o saneamento básico, comunidades sustentáveis, eficiência e transparência na gestão pública e o combate às mudanças climáticas.

Para isso, serão realizadas várias ações, como a instalação de banheiros e fossas ecológicas na zona rural; realização de melhorias em 3 mil unidades habitacionais para famílias de baixa renda; criação de parques ambientais e melhorias nos parques já existentes e fomento à participação popular na gestão pública, entre outras.

“Teresina faz parte de um contexto onde o desenvolvimento sustentável é ainda mais importante. A cidade passou por um processo desordenado de espalhamento urbano, perdeu cobertura vegetal e a temperatura está subindo além da média global. Este programa visa combater estes problemas, melhorar a questão climática e qualidade de vida da população”, explica Flávia Maia, coordenadora da Agenda Teresina 2030, departamento da Semplan responsável pelo projeto.

Após a aprovação no Cofiex, a operação de crédito entre a Prefeitura e a AFD ainda passará pela Secretaria do Tesouro Nacional e pelo Senado Federal antes da assinatura do contrato. A previsão é que o programa comece a funcionar já em 2020.

 

 

Consulta Pública discute ações do Vila Bairro Segurança na zona Norte

Ascom/Semcaspi

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) finalizou nesta sexta-feira (29) a consulta pública sobre o Programa Vila Bairro Segurança (VBS). O evento reuniu líderes comunitários, representantes de ONGs e movimentos sociais para discutir os resultados e buscar melhorias para o programa, que atende desde 2018 bairros do complexo Lagoas do Norte.

O secretário da Semcaspi, Samuel Silveira, afirmou que a participação da população é de fundamental importância para que ações de combate a violência sejam avaliadas. “Toda vez que uma política pública é executada, obviamente buscamos resultados. E esses resultados nada mais são do que melhorias na qualidade de vida das pessoas. Para que esta melhoria seja atestada, a população precisa falar e o objetivo de estarmos aqui é ouvir”, disse.

A Consulta Pública sobre o VBS começou na quinta-feira (28) na Casa Odilon Nunes e terminou nesta sexta-feira (29) no CENAJUS, e foi conduzida por representantes da Semcaspi e do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, uma organização não-governamental que presta consultoria para a gestão da secretaria desde a implementação do programa. A organização também acompanha as ações através de pesquisas de opinião pública com a população da zona Norte de Teresina.

“Foi importante ouvir a população para subsidiar o monitoramento que precisamos fazer do VBS. Devemos entender o que as pessoas querem para poder linhar a política pública e atender os anseios da população. Muitas vezes se acredita que a violência é um problema das polícias, mas o município tem um papel muito importante, porque pode promover ações integradas para agir nos territórios e atuar de forma preventiva, como é o que caso Vila Bairro Segurança”, afirmou Cristina Neme, pesquisadora do Fórum Brasileiro de Segurança Pública

Segundo as pesquisas, as intervenções do Programa Vila Bairro Segurança mostraram que as ações desenvolvidas através do projeto têm gerado resultados positivos. Os dados mostram, por exemplo, que 62% dos entrevistados da zona Norte afirma que diminuiu a presença de crianças e adolescentes em bares com o início das blitzes e quase 80% das famílias entrevistadas relataram ter recebido notificação sobre a presença de seus adolescentes e crianças nestes locais.

O programa Vila Bairro Segurança foi lançado em fevereiro de 2018 e atualmente atua em 13 áreas da zona norte de Teresina, cobrindo uma população de milhares de pessoas. Durante esses pouco mais de 20 meses foram desenvolvidas desenvolvidos projetos que abarcam os eixos de proteção e prevenção, como o “Teresina Protege” e “Blitz Sufoco” e também “Educando para Prevenir”, “Paz na Escola”, “Meu Bairro é Vivo” e “Sou Capaz”.

Jovens ocuparão cargos de destaque na capital em alusão ao Dia da Menina

No dia 11 de outubro é celebrado o dia Municipal e Internacional da Menina. Em alusão à data, a ONG Plan International, em parceria com a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM), inicia na segunda-feira (07) a ação #meninasocupam, por meio da qual meninas terão, por um dia, a experiência de viver uma situação de poder. Uma menina ocupará o lugar do prefeito Firmino Filho no dia 16 de outubro.

Este ano, 14 meninas com idades que variam entre 13 e 19 anos ocuparão lugares de destaque como os de gestoras de secretarias do município, além de funções como o de vereadora e deputada estadual. A primeira menina a ocupar uma cadeira de destaque é Bárbara Martins, de 19 anos, moradora da zona rural leste, que na segunda-feira (07), ocupará o cargo de secretária municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH). Bárbara é participante do projeto Líderes da Mudança, que é implementado pela Plan International Brasil e financiado pela Dazn e Perform group.

“Representarei as vozes de todas as meninas e mostrarei toda nossa força. Minha proposta é levar projetos e serviços que possam impactar a vida das meninas de forma positiva”, declara.

Para a secretária municipal de Políticas Para Mulheres, Macilane Gomes, essa é uma oportunidade para que essas meninas tenham voz e vez e através da atividade repassem suas demandas e necessidades.  “Essa é uma forma de ampliar o poder das meninas e também mostrar o compromisso da Prefeitura de Teresina em apoiar a igualdade de gênero, dando espaço para que elas elevem sua voz e repassem suas demandas”, afirma a secretária.

Geyse Bezerra Costa, gerente da Unidade de Programas da Plan International Brasil em Teresina, destaca que o principal objetivo da ação é para que essas meninas sejam ouvidas em suas demandas e, assim, proporcioná-las garantia de direitos.

“Este ano estamos realizando também a campanha #meninaspelaigualdade e nosso esforço é para que elas ocupem esses espaços de liderança, possibilitando que sejam ouvidas em suas demandas, dando até mesmo visibilidade à violência sofrida por elas simplesmente por serem meninas. Essa é uma luta pela garantia de direitos e em busca de um mundo justo e igualitário para todas e todos”, pontua.

Teresina primeira capital a reconhecer o dia da Menina

De acordo com a ONG Plan International Brasil, Teresina foi a primeira capital a incluir a data no calendário oficial de eventos por meio da Lei 4.962, sancionada em 12 de fevereiro de 2016. E em agosto desse ano, foi aprovada também a Lei que considera a data como o dia estadual das Meninas.

Além disso, como resultado dos esforços da Plan para mobilizar governos e estados sobre o tema, em 2012 a ONU instituiu, em Assembleia Geral, o Dia Internacional da Menina, estabelecido no dia 11 de outubro. A Plan International é uma organização não-governamental de origem inglesa ativa há 76 anos e presente em 70 países.

Alunos participam de ações motivacionais e de autoestima

Ascom/Semec

Alunos da Escola Municipal Luís Fortes participaram de palestra com o tema Valorização da Vida. Através de ações motivacionais, atividades lúdicas e discussão sobre atitudes e valores essenciais à vida como; amizade, compromisso, respeito e companheirismo, os acadêmicos de psicologia da Faculdade Maurício de Nassau, realizaram atividades lúdico-pedagógicas que buscam trabalhar a autoestima dos alunos e discutir temas como bullying e depressão.

A diretora da escola, Maria da Paz da Silva Moura Neves, estimulou os alunos a focarem na conquista de seus objetivos, valorizando suas qualidades. “Não deixem ninguém impedir vocês de realizarem seus sonhos. Tenham em mente que todos somos capazes e temos potencial. Não valorizem as críticas negativas”, ressaltou.

Como os professores e profissionais da educação fazem parte do universo dos adolescentes na maior parte do dia, o trabalho também teve a proposta de orientar esses profissionais, diretores e coordenadores pedagógicos sobre como detectar sinais de depressão em jovens e crianças e, desta forma, agir no sentido de auxiliar o aluno a superar o problema.

Strans e parceiros encerram Semana Nacional de Trânsito com palestra para idosos

Ascom/Strans

O encerramento da Semana Nacional do Trânsito aconteceu hoje (25), no Centro de Convivência do Idoso, no Bairro Redenção, na zona Sul da cidade. A ação educativa foi realizada com os idosos e contou com participação dos órgãos parceiros que fazem parte do Sistema Nacional de Trânsito. O bate papo destacou a importância de um comportamento seguro no trânsito. Na oportunidade, os idosos ainda fizeram a solicitação do cartão de estacionamento de vaga especial.

A gerente de Educação no Trânsito da Strans, Samyra Motta, enfatiza que durante toda a semana foram realizadas ações educativas com todos que fazem parte do trânsito. “Agradecemos o empenho de todos os parceiros nas ações que aconteceram a longo da semana. Conseguimos conversamos com motoristas, crianças, jovens, adolescentes e para encerrar com os idosos, com isso envolvemos todos que fazem parte do trânsito”, alerta.

Samyra reforça ainda que os idosos estão aparecendo como uma maiores vítimas em acidentes de trânsito, por isso a ação de encerramento da semana foi com esse público. “Achei a nossa conversa muito proveitosa, mostramos para eles que no trânsito precisamos ter todo o cuidado e, pelo fato deles serem mais frágeis, precisam ter a atenção redobrada”, disse.

A dona de casa Maria Creuza da Silva, 67 anos, gostou muito da palestra e reconheceu que esse tipo de alerta é importante para segurança de todos. “Costumo sempre sair acompanhada, mas com essas dica vou orientar a pessoa que anda comigo”, acrescenta.

Os órgãos da área da saúde também estavam presentes no evento, como a Fundação Municipal de Saúde (FMS), Hospital de Urgência de Teresina (HUT), SAMU e Sesapi, levando informação e tratamento como auriculoterapia.