Abrigos de idosos recebem alimentos arrecadados por grupo musical

Seis abrigos de idosos da capital receberam, durante a terceira semana de maio, alimentos não perecíveis arrecadados durante uma live da banda Xenhenhem. Primeiramente, o material foi encaminhado pelo grupo à Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), que dividiu as doações, totalizadas em 20 Kg de açúcar, 1 de fardo de massa de milho e 40 Kg de arroz, entre as unidades.

Receberam os materiais o Abrigo de Idosos Manain, Casa Frederico Ozanam, Fundação Abrigo São Lucas, Casa São José, Lar D’ Santana e Lar das Flores de Maria. Visitas de monitoramento vêm sendo realizadas semanalmente nestes locais, pela equipe técnica da Semcaspi, para realização de um levantamento das suas necessidades específicas.  Representantes dos abrigos se dirigiram ao almoxarifado da Secretaria, no dia de sua disponibilidade, para recebimento dos kits de alimentos.

A ação se junta aos reforços sanitários disponibilizados na primeira semana de maio. As seis unidades receberam kit de EPIs contendo 200 máscaras e luvas, 10 litros de água sanitária e sabonete líquido e cinco litros de álcool em gel. Desde o início da quarentena, as unidades vêm adotando medidas de segurança e de isolamento a fim de evitar o contágio pela Covid-19: as visitas estão suspensas e todos os idosos vacinados.

“Cada casa-lar que possui o município de Teresina abriga segmentos importantes da nossa sociedade: idosos, pessoas com deficiências, crianças. O esforço que a Prefeitura tem realizado, para que o Coronavírus não chegue a esses abrigos é gigantesco, desde o cuidado com os servidores ao acompanhamento e fornecimento constante de equipamentos de proteção individual”, explicou o secretário da Semcaspi, Samuel Silveira.

Famílias de alunos participantes do PROFESP recebem kits de alimentação

Ascom/Semec

O 2º Batalhão de Engenharia de Construção (2° BEC) realizou a entrega de 40 kits de alimentos para famílias dos alunos da Escola Municipal Deputado Antônio Gayoso, atendidas pelo Programa Forças no Esporte (Profesp). A ideia é diminuir os impactos causados pelo novo coronavírus.

O PROFESP é um programa social desenvolvido pelo Ministério da Defesa em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SEMEC), os ministérios da Cidadania, da Educação e da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, com o objetivo de oferecer horas a mais de atividades educativas orientadas por professores e militares, utilizando o esporte a favor do aprendizado.

A entrega aconteceu de forma agendada, em dois momentos, o primeiro no dia 16 de abril e o segundo nessa quinta-feira (13), evitando assim aglomerações.

Semcaspi reforça distribuição de materiais de higiene, limpeza e alimentação a seis abrigos de idosos

Seis abrigos de idosos em Teresina receberam, através da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), reforço de materiais de higiene, limpeza, itens de alimentação e equipamentos de proteção individual (EPIs). A ação tem como objetivo garantir que as necessidades dos idosos sigam integralmente atendidas, considerando a diminuição de doações devido a pandemia do novo coronavírus.

“A Semcaspi naturalmente cuida e abriga idosos. Nesse momento de pandemia, esse reforço é alargado. Estamos convictos que cuidar dos idosos é responsabilidade social em frente desse momento, que tanto nos aflige”, ressaltou o secretário Samuel Silveira. Três dos abrigos atendidos também receberam, recentemente, apoio de 100 mil reais, através de Termos de Fomento.

Foram contemplados com as doações o Abrigo de Idosos Manain, Casa Frederico Ozanam, Fundação Abrigo São Lucas, Casa São José, Lar D’ Santana e Lar das Flores de Maria. Em visita a estes locais, a equipe técnica realizou levantamento das necessidades específicas de cada espaço. Além destas, todos receberam mais um kit de EPIs contendo 200 máscaras e luvas, 10 litros de água sanitária e sabonete líquido e cinco litros de álcool em gel.

“Em conformidade às orientações oficiais da Fundação Municipal de Saúde no enfrentamento da pandemia, a Semcaspi tem feito, junto às casas de acolhimento para idosos, esse acompanhamento. Semanalmente, nós faremos o monitoramento, o apoio e a identificação de casos suspeitos e outras necessidades. Nesse primeiro momento, encaminhamos esses materiais para a realização dessas ações de prevenção”, explicou Franciana Beleense, profissional da Gerência de Proteção Social Especial (GPSE) da Semcaspi.

Outro diagnóstico das demandas desses abrigos deve acontecer nesta sexta (15), para continuação do apoio. Entre as necessidades mais expressadas no último documento base, estão as fraldas geriátricas e os materiais de limpeza. Atrelado a esse apoio, está também o encaminhamento de profissionais da saúde para checagem mais frequente dos espaços e dos idosos atendidos.

Desde o início da quarentena, as unidades vêm adotando medidas de segurança sanitárias e de isolamento a fim de evitar o contágio pela Covid-19: as visitas estão suspensas e todos os idosos vacinados. Além disso, as equipes vêm tendo sua atuação redesenhada, seja através do rodízio de profissionais ou da garantia de um transporte isolado e exclusivo, para deslocamento entre a residência e o local de trabalho.

“É preciso dizer que, até o momento, não temos nenhum caso suspeito ou confirmado de pessoas acolhidas nestas casas, nem mesmo da equipe técnica. Continuaremos a postos para que essa situação seja finalizada e todos permaneçam com saúde!”, destacou Franciana.

Teresina Transforma: projetos sociais atuantes na capital recebem kits de alimentação e higiene

Ascom/Semcaspi

Projetos sociais cadastrados na plataforma online de voluntariado Teresina Transforma vem recebendo, desde o primeiro dia de maio, 300 kits alimentação e higiene. O material foi viabilizado por doações feitas a um fundo nacional, mobilizado pelo Transforma Brasil. A ação se soma a outra realizada no dia 18 de abril, em que quatro projetos sociais também foram beneficiados com 200 kits de cada tipo.

“Em pouco mais de 15 dias conseguimos entregar 500 kits. A ideia é que esse número seja progressivo e que possamos aumentar o número de doações e de projetos sociais que estarão conosco na ponta, distribuindo para as famílias assistidas” explica Débora Ferraz, coordenadora do Teresina Transforma e gerente de Políticas Integradas da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi).

Foram beneficiadas com kits os projetos Casa de Zabelê; Mais Amor; Kopping; Mundo Colorido; Manhã Cidadania; e Associação Piauiense pelos Direitos Iguais (APIDI). As entregas devem ser finalizadas hoje (4). Débora Ferraz ressalta ainda que os participantes de projetos sociais atuantes em Teresina interessados em serem contemplados pelas ações da campanha podem acessar o site e realizar o cadastro. “Vamos chamar para uma conversa, tirar as dúvidas e fazer o repasse”, informa.

Embora de início, o fundo Transforma Brasil contasse com previsão de atuação até o mês de junho, após o sucesso da iniciativa espera-se que o projeto continue beneficiando projetos sociais por um período ainda maior. “Deu tão certo que provavelmente esse fundo vai ultrapassar essa data limite. É um momento em que as pessoas estão realmente contribuindo, colaborando, e não seria prudente colocar uma data de validade para essas ações” destaca a coordenadora.

As doações podem ser feitas através do site transformabrasil.com.br/. No endereço também se encontram os dados bancários disponíveis para depósito e outras informações a respeito da atuação geral do projeto. O Teresina Transforma trata-se da frente local, mantida pela Prefeitura de Teresina, através da Semcaspi. Para saber como ser um voluntário ou cadastrar seu projeto social basta acessar o link teresinatransforma.pmt.pi.gov.br/. Os registros das ações também podem ser conferidos nas redes sociais: @teresina.transforma.

Teresina Transforma distribui mais 600 kits de alimentação e higiene para projetos sociais nesta sexta (01)

O Teresina Transforma distribui, nesta sexta (01), mais 300 kits alimentação e 300 kits higiene a seis projetos sociais atuantes na capital. A ação é viabilizada por um fundo nacional de doações, mobilizado pelo Transforma Brasil, e tem como objetivo apoiar famílias vulneráveis afetadas pela suspensão de atividades comerciais.

“Há 10 dias, entregamos 200 kits por intermédio de quatro projetos sociais. Desta vez, seis projetos receberão 300 kits. Cada projeto vai beneficiar 50 famílias, entre as mais vulneráveis que atendem” explica a coordenadora do Teresina Transforma, Débora Ferraz.

As famílias poderão receber o material de duas formas: ou diretamente, na sede da entidade contemplada, ou através do recebimento de um código que permite a retirada dos kits no mercado mais próximo. A escolha da modalidade fica a cargo dos projetos sociais. Serão beneficiadas pelos kits do Transforma os projetos Casa de Zabelê; Mais Amor; Kopping; Mundo Colorido; Manhã Cidadania; e Associação Piauiense pelos Direitos Iguais (APIDI).

O Teresina Transforma é uma plataforma online de voluntariado mantida pela Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi). Para saber como ser um voluntário ou cadastrar seu projeto social basta acessar o link https://teresinatransforma.pmt.pi.gov.br/.

PMT vai distribuir mais kits de alimentação escolar e atender a todas as famílias de alunos

Ascom/FMS

Após distribuir cerca de 50 mil kits de alimentos para mães de alunos de escolas da Prefeitura, o prefeito Firmino Filho anunciou que vai ampliar a ação e entregar mais 40 mil kits na Rede Municipal de Ensino.

No primeiro momento, os kits de alimentos foram entregues às mães, priorizando aquelas que estão cadastradas no Programa Bolsa Família. Agora, receberão os kits aquelas que não possuem Bolsa Família. A distribuição começa na próxima terça-feira (07) e vai seguir o mesmo sistema de organização.

“Para que se evite aglomeração e todos sejam atendidos com segurança, a escola liga para a mãe para agendar o horário de entrega. Os kits serão entregues na mesma escola, mediante apresentação de documento de identificação com foto”, explica Kátia Dantas, secretária executiva de Gestão da Secretaria Municipal de Educação.

De acordo com secretário Kleber Montezuma, ao final serão beneficiados mais de 90 mil alunos. “Com essa medida, a Prefeitura de Teresina atende a todas as famílias com filhos matriculados em escolas e Centros Municipais de Educação Infantil”. “Essa medida chega como um alívio para as famílias em um momento difícil de suas vidas”, conclui.

Prefeitura distribui 50 mil kits de alimentação escolar para alunos da rede municipal

Começou nesta terça-feira (31) a distribuição de kits de alimentação escolar para alunos da Rede Municipal de Ensino. A Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semec), vai entregar 50 mil kits para ajudar a permanência das famílias dentro de casa, medida emergencial adotada para conter a transmissão do novo coronavírus.

Estão recebendo os kits de alimentação pais ou responsáveis com alunos cadastrados no Programa Bolsa Família, de acordo com a base de dados dos Ministérios da Cidadania e Educação. As escolas entraram em contato com as famílias para agendar o horário de retirada, evitando aglomerações.

Para Maria Iranilde, mãe de aluna da Escola Municipal Marcílio Flávio Rangel, a ação chega em boa hora. “Estamos sem poder trabalhar e com as crianças em casa, essa ajuda é muito bem-vinda, só tenho a agradecer”, disse.

O diretor da Escola Municipal Ubiraci Carvalho, Samuel Rógeres, destaca a importância da distribuição dos alimentos. “Organizamos a entrega de forma a evitar concentração de pais no mesmo horário, então eles estão vindo como combinado e bastante satisfeitos. Essas famílias realmente precisam do reforço na alimentação em um momento tão difícil para todo o mundo”, declara.

Os kits de alimentação escolar estão em 71 pontos de distribuição espalhados pela cidade. Pais ou responsáveis só recebem com apresentação do cartão do Bolsa Família e documento de identificação com foto.

“O momento é de união, todos juntos em defesa da vida”, afirma o secretário municipal de Educação, Kleber Montezuma.

 

Alunos de escolas municipais beneficiários do Bolsa Família receberão kits de alimentação

Nesta quinta-feira (26), o prefeito Firmino Filho assinou um Decreto autorizando a distribuição de kits de alimentação escolar para mais de 40 mil famílias de alunos matriculados em escolas da Prefeitura de Teresina.  Os kits serão entregues, a partir desta terça-feira (31), pela Secretaria Municipal de Educação (Semec) em escolas da Rede Municipal de Ensino para famílias cadastradas no Programa Bolsa Família.

A direção de cada unidade de ensino fará contato com as famílias para agendar o horário individual, informando quando cada uma deve comparecer à escola para receber os alimentos. Com isso, a Semec quer garantir a normalidade da ação, bem como evitar a concentração de muitas pessoas, ao mesmo tempo no local de entrega.

A Semec informa ainda, que a entrega será feita somente para pais ou responsáveis, com a apresentação do Cartão do Bolsa Família e documento de identificação com foto.

“A Prefeitura de Teresina faz o possível para minimizar o impacto dessa pandemia no seio das famílias com alunos na sua rede de ensino”, declarou o secretário de Educação, Kleber Montezuma.

As aulas municipais foram suspensas no último dia 19 de março, depois que a Prefeitura de Teresina adotou medidas preventivas contra o novo coronavírus, pedindo para que a população permaneça em casa.

Veja lista com número de alunos beneficiários por zona:

Sul

-Sudeste 

-Leste 

-Norte 

Alimentação escolar: divulgado resultado parcial de chamada pública para agricultura familiar

Ascom/Semec

A Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) divulgou hoje (10) o resultado parcial da chamada pública para aquisição de gêneros alimentícios provenientes da agricultura familiar, destinados ao preparo das refeições oferecidas aos alunos matriculados na Rede Municipal durante o ano letivo de 2020.

Além de garantir uma alimentação mais saudável para os estudantes, a ação incentiva à geração de renda entre fornecedores individuais, grupos formais ou informais de agricultores familiares e do empreendedor familiar rural. A lei determina que 30% da alimentação escolar seja proveniente deste tipo de cultivo, mas em Teresina 49,65% dos alimentos que compõem o cardápio dos alunos vêm da agricultura familiar.

O processo é conduzido pelo Conselho de Alimentação Escolar (CAE) em parceria com a Secretaria do Desenvolvimento Rural (SDR), Emater/PI e técnicos da Divisão de Nutrição da SEMEC.

Os fornecedores selecionados passam por uma rigorosa fiscalização do Conselho de Alimentação Escolar de Teresina. O grupo confere desde a documentação à entrega dos alimentos nas escolas, garantindo a qualidade de cada produto que compõe o cardápio. Os agricultores devem fornecer alimentos sempre frescos e bem acondicionados, cumprindo todas as regras exigidas no edital.

Segundo a equipe de Nutrição da SEMEC, responsável pela elaboração do cardápio dos estudantes, a aquisição de gêneros alimentícios provenientes da agricultura familiar enriquece a alimentação diária das crianças e jovens nas escolas. O cardápio inclui alimentos regionais e ricos em nutrientes, como batata doce, macaxeira, abóbora e feijão verde.

Veja o resultado parcial

SEMEC lança chamada pública para alimentação escolar 2020

Ascom/ Semec

A Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) divulgou hoje (12) o edital de chamada pública para aquisição de gêneros alimentícios provenientes da agricultura familiar, destinados ao preparo das refeições oferecidas aos alunos matriculados na Rede Municipal de Teresina em 2020. Além de garantir uma alimentação mais saudável para os estudantes, a ação incentiva à geração de renda entre fornecedores individuais, grupos formais ou informais de agricultores familiares e do empreendedor familiar rural.

O processo é conduzido pelo Conselho de Alimentação Escolar (CAE) em parceria com a Secretaria do Desenvolvimento Rural (SDR), Emater/PI e técnicos da Divisão de Nutrição da SEMEC. O grupo avalia certificações, condições higiênico-sanitárias das produções e condições de venda, incluindo transporte e entrega, visitando pessoalmente cada produtor para garantir a qualidade da alimentação adquirida.

Segundo a equipe de Nutrição da SEMEC, responsável pela elaboração do cardápio dos estudantes, a aquisição de gêneros alimentícios provenientes da agricultura familiar enriquece a alimentação diária das crianças e jovens nas escolas. O cardápio inclui alimentos regionais e ricos em nutrientes, como batata doce, macaxeira, abóbora e feijão verde.

Os interessados em participar da chamada pública deverão apresentar os documentos de habilitação e projeto de venda no período de 18 de novembro a 17 de dezembro, das 9h30 às 13h, na Gerência de Assistência ao Educando-GAE, da SEMEC, localizada na Rua Areolino de Abreu, 1507, Centro, Teresina-PI.

Veja aqui oedital.