Semcaspi inicia reforma estrutural de prédios dos conselhos tutelares

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) iniciou a reforma estrutural dos prédios dos conselhos tutelares. A primeira unidade a passar pela reforma foi o I Conselho Tutelar, localizado no Bairro Marquês de Paranaguá, Centro.

Segundo Allan Cavalcante, secretário da Semcaspi, a ideia é possibilitar um ambiente saudável e confortável aos conselheiros tutelares e ao público que busca atendimento.

“Os conselheiros tutelares merecem nosso apoio e atenção, tendo em vista um trabalho exemplar. Mais do que uma função, uma missão, que eles executam no dia a dia. O prefeito Dr. Pessoa determinou que nós reestruturássemos todas as unidades dos conselhos tutelares. O Conselho Tutelar I já foi concluído e vamos dar início agora à reforma no II Conselho. A meta é que todas as unidades sejam reformadas”, pontuou o secretário.

Para André Santos, gerente de Direitos Humanos da Semcaspi, a nova gestão se deparou com conselhos tutelares com estrutura defasada e que em onze meses de atuação houve grandes conquistas.

“Entramos numa gestão, e visualizamos muitos problemas. Recebemos conselhos que nem papel tinha para trabalhar, mas estamos conseguindo organizar. Fizemos, mas ainda fizemos pouco e vamos fazer mais. O município não pode se negar a promover melhorias. É um carro de qualidade, é uma sala ideal para o atendimento. O município já está fazendo de tudo para se organizar e manter. Inclusive, fizemos a nossa capacitação, coisa que há muito tempo os conselheiros pediam e conseguimos organizar”, ressaltou André Santos.

MELHORIAS ESTRUTURAIS

Fotos: Ascom Semcaspi

A conselheira tutelar do I Conselho, Danielle Fernandes, comenta que a reforma na unidade promoveu um ambiente mais confortável para receber o público. “A reforma veio no melhor momento e estamos nos sentindo melhor para receber o público-alvo, que são as crianças. Um dos pontos de grande melhoria foi o retalhamento. Quando chovia, molhava tudo, os computadores, os papéis e o arquivo, e agora, acabou este problema”, destacou.

Itapoam Cavalcante, conselheiro tutelar do I Conselho, relembra que antes da reforma a equipe da unidade se mobilizou para proteger da chuva equipamentos que poderiam danificar.

“A necessidade do retelhamento era o nosso maior problema. Quando chovia corríamos para puxar os computadores, para salvar os arquivos, ter mais cuidado com o que podia estragar. Além da pintura, da instalação das centrais de ar-condicionado, houve melhoria da internet e a disponibilidade de um carro. Tudo isso dá mais conforto e reflete no melhor atendimento”, citou.

META DE AMPLIAÇÃO

Além das reformas nos cinco prédios dos conselhos tutelares, o secretário Allan Cavalcante antecipa que Teresina terá ampliação no número de conselhos tutelares.

“A determinação do prefeito Dr. Pessoa é que possamos avançar nesta meta de sair de cinco conselhos em Teresina para sete. Então, a tendência é que, no ano que vem, a gente possa estar tendo mais dois conselhos tutelares”, contou.

SAAD Norte conclui projeto de reforma e ampliação do Complexo Esportivo do Escolão do Mocambinho

A Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas Norte (SAAD Norte), concluiu o projeto de reforma e ampliação do Complexo Esportivo do Escolão do bairro Mocambinho, na zona Norte de Teresina.

De acordo com a superintendente Ana Paula Santana, o próximo passo será preparar o orçamento geral da obra, e após aprovação do prefeito Dr. Pessoa o mesmo será encaminhado para licitação.

“Lá serão mantidas as quadras de futebol de campo e futebol de salão, sendo que no campo de futebol nós inserimos uma arquibancada, e serão acrescidas mais uma quadra de vôlei de areia, basquete e badminton. Além disso teremos uma pista de cooper, um espaço para prática de zumba e outros exercícios ao ar livre, com palco”, informou.

(Foto: Ascom/SAAD Norte)

Ainda de acordo com ela, todos os espaços para práticas esportivas possuirão dimensões oficiais, onde será possível a realização de treinos para atletas, além da disponibilização para o público em geral.

“Temos no projeto uma academia ao ar livre, e uma parte construída, com espaço para ping-pong, tatame para luta, juntamente com arquibancada, todos em proporção oficiais. Nesse mesmo espaço teremos administração, refeitório, blocos de sanitários, dormitórios, vestiários, cozinha e banheiros”, garantiu a superintendente.

(Foto: Ascom/SAAD Norte)

O complexo contará também com espaço para quiosques onde o público poderá fazer refeições. Externamente, o local terá um estacionamento amplo. Na parte externa serão fixados boxes para vendas de carnes, peixes e outros produtos, além de bares e restaurantes.

A ideia inicial é de que a proposta seja encaminhada para análise do prefeito Dr. Pessoa, e que seja aprovada pelo Palácio da Cidade no início de dezembro de 2021. Ao todo, cerca de R$ 6 milhões deverão ser investidos.

“Vamos apresentar o projeto ao prefeito. Foi um pedido dele para que possamos dar agilidade nessa reforma e ampliação do espaço. Nossa expectativa é de que até dezembro possamos aprovar o projeto e encaminhar para a licitação”, destacou.

(Foto: Ascom/SAAD Norte)

IPMT discute a ampliação de serviços de saúde para os servidores

Expansão dos serviços do IPMT foi a pauta da reunião Foto(Ascom/IPMT)

Nesta terça (26), foi realizada uma reunião do Conselho de Administração do Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Teresina (IPMT) para apresentação de alternativas para a reformulação do plano de saúde dos servidores. Entre as mudanças, estão a expansão de alguns serviços oferecidos pelo Instituto, como home care e atendimento terapêutico psicológico e psiquiátrico.

“Queremos expandir o rol de serviços disponíveis para os servidores beneficiários do plano, mostrando o valor agregado desse novo plano, condizente com o plano de gestão do nosso prefeito Dr. Pessoa, que tem na sua essência a missão de cuidar de gente”, afirmou Kennedy Glauber, presidente do IPMT.

O Conselho de Administração é composto por representantes do IPMT, Fundação Municipal de Saúde (FMS), Secretaria de Administração Municipal (SEMA), Câmara Municipal e representantes dos servidores ativos e inativos.

Rede Municipal: escolas reformadas e ampliadas irão garantir mais matrículas nos próximos anos

Para expandir o número de matrículas e atender a demanda crescente em Teresina, muitas unidades de ensino da Rede Municipal passaram por um processo de reforma e ampliação. Nos últimos quatro anos, 55 escolas tiveram melhorias em sua infraestrutura e 11 ainda serão finalizadas até o próximo ano.

No Mocambinho, o CMEI Francisco de Assis vai praticamente dobrar sua capacidade de atendimento, passando de 270 para 520 alunos, após a construção de mais cinco salas de aula. O mesmo acontece com os CMEIs Dalai Lama e Santa Terezinha, ambos na zona Rural. Os prédios foram reestruturados, com ampliação dos pátios cobertos, novas salas e pintura. No CMEI Santa Terezinha, ainda foram construídos dois espaços para berçário, uma reivindicação das mães trabalhadoras da região.

Outra obra de impacto para a comunidade está localizada na zona Sudeste, no bairro Dirceu. O CMEI Maria Augusta de Jesus, que antes funcionava em um pequeno prédio alugado, terá sede nova, com seis salas de aula, pátio coberto, banheiros adaptados, cozinha e muito espaço para as atividades ao ar livre. As obras estão em fase de finalização.

“Conforto e segurança são essenciais para a qualidade do aprendizado das crianças, portanto modificamos, ampliamos e melhoramos a infraestrutura das escolas, pensando sempre em espaços coloridos e modernos, com boa circulação de ar, onde a rotina escolar seja mais agradável”, pontua a secretária municipal de Educação, Kátia Dantas.

Prefeito entrega nova CMEI e alcança marca de 30 creches inauguradas em oito anos

Rômulo Piauilino

O prefeito Firmino Filho inaugurou, nesta sexta-feira (18), a trigésima creche implantada pela Prefeitura de Teresina no período de 2013 a 2020. O Centro Municipal de Educação Infantil Eduardo Campos fica localizado no Residencial Santa Isabel, zona Leste, e atenderá 250 alunos de 6 meses a 5 anos, com berçário de tempo integral. Ao todo, a capital conta com 167 creches. Ainda nesta manhã, foram entregues também as ampliações de outras duas unidades na zona Sul.

“Com essa inauguração, fechamos 30 creches entregues à população, o que aumentou consideravelmente a capacidade de atendimento da educação infantil na cidade. Também ampliamos a oferta em inúmeras unidades já implantadas”, destacou o prefeito.

O CMEI Eduardo Campos tem capacidade para atender 250 alunos de 6 meses a 5 anos, com berçário de tempo integral. Com investimento de R$ 2,1 milhões oriundos do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE) e da Prefeitura de Teresina, o CMEI possui oito salas de aulas climatizadas, pátio coberto e sala multimídia. O nome é uma homenagem a Eduardo Henrique Accioly Campos, economista e ex-governador de Pernambuco, candidato a presidência da república em 2014.

A secretária municipal de Educação, Kátia Dantas, ressalta que o alto nível de qualidade das creches municipais, com estrutura e material de construção diferenciados, permitem mais conforto e uma melhor experiência para todos. “Quando o professor e o aluno têm um espaço adequado à sua disposição, o processo de ensino e aprendizagem se desenvolve de forma mais eficaz. Isso reflete diretamente nos resultados positivos que alcançamos nos índices de avaliação da educação”, explica.

O prefeito entregou também as ampliações de duas creches na zona Sul. Os CMEIs Tia Francisquinha e Bom Jesus/Wall Ferraz ganharam mais salas de aula climatizadas, banheiros novos, cantina e pátio coberto. O investimento nas duas obras foi superior a R$ 900 mil, com recursos próprios da Prefeitura de Teresina.

A dona de casa Andreia Santos tem um filho de cinco anos que já está matriculado no CMEI Tia Francisquinha há dois. Ela comemora as melhorias na creche e comenta como é bom para a educação do seu filho ter uma escola bem estruturada como essa. “Ele entra aqui às 7h da manhã, sai às 11h20 e têm um ótimo aproveitamento. A equipe da creche também está de parabéns, as professoras são ótimas e têm elogiado bastante a evolução do meu filho nos estudos. É muito gratificante”, comentou durante a solenidade de inauguração.

Decreto amplia horários do comércio varejista após queda nos índices da Covid-19

Com a queda nos índices da Covid-19, a Prefeitura ampliou os horários do funcionamento das empresas e estabelecimentos do comércio varejista, inclusive os localizados nos Shopping Centers, além dos comércios atacadistas e varejistas de materiais de construção que não estejam localizados no Centro de Teresina. O decreto foi assinado nesta sexta-feira. A mudança faz parte da continuidade do processo gradual de flexibilização das atividades econômicas de Teresina.

De acordo com o Decreto Nº 2.052, as empresas e estabelecimentos dos comércios varejistas, inclusive os existentes no Shopping da Cidade, poderão funcionar de 9h às 18h. No caso dos localizados na zona Leste da cidade, estes estão autorizados a funcionar de 10h às 20h. Já os comércios varejistas localizados nos Shopping Centers, o horário de funcionamento será de 12hàs 20h.

A flexibilização dos horários de funcionamento de alguns setores se tornou possível graças a estabilização e queda nos casos de infecção do Coronavírus na capital. “A última pesquisa sorológica realizada na cidade mostrou uma queda no número de positivados na nossa cidade, uma queda do número de atendimentos por síndromes gripais e também da taxa de ocupação dos leitos de Unidades de Terapia Intensivas (UTIs) para a Covid-19, o que nos deu segurança para abrir um pouco mais no que diz respeito às normas e horário de funcionamentos de alguns estabelecimentos”, informou o prefeito.

O documento autoriza também que as empresas e estabelecimentos dos comércios varejistas e atacadistas de materiais de construção, que não estão localizados no Centro de Teresina, funcionem das 8h30 às 17h30.

O prefeito destaca ainda a necessidade da população continuar com os cuidados, para não ter uma falsa sensação de segurança. “A pandemia ainda existe, os riscos são reais. Diminuíram os índices relacionados à doença, o que permitiu essa flexibilização no funcionamento de alguns setores, mas isso não exclui a necessidade de respeitarmos todos os protocolos de segurança para que não tenhamos um rebote da doença e nem um retrocesso no nosso processo de retomada das atividades econômicas”, lembrou o prefeito.

Em caso de descumprimento do Decreto, os estabelecimentos ficarão sujeitos à interdição total das atividades e cassação do alvará de localização e funcionamento.

FMS amplia para 21 o número de UBS exclusivas para atender casos de síndrome gripal

Renato Bezerra

A Prefeitura de Teresina ampliou de 19 para 21 o número de Unidades Básicas de Saúde (UBS) que dão assistência exclusiva a casos de síndrome gripal leves. Essas unidades utilizam o “Fast-track”, protocolo do Ministério da Saúde para agilizar os atendimentos. Além dessas 21 UBS, Teresina conta com mais 69 que estão atendendo pessoas com outras doenças.

Essa divisão de atendimento feita nas unidades é uma estratégia que contribui para diminuir aglomerações e evitar que pacientes suspeitos de estarem infectados pelo novo Coronavírus tenham contato com outros, sem a doença.

“Acrescentamos a UBS Redonda, zona sudeste, e a UBS São Pedro, zona sul, e há previsão de abrirmos mais nove, totalizando 30 UBS, porque temos acompanhado o crescimento do número de atendimento. A população pode verificar a lista das UBS e horários de funcionamento no site da FMS no endereço http://www.fms.teresina.pi.gov.br/”, informa Kledson Batista, diretor de Atenção Básica da Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina.

Nessas 21 UBS para atendimento de síndromes gripais, o paciente é colocado em local separado, preferencialmente arejado. “A equipe, utilizando equipamentos de proteção, faz a triagem e o atendimento, que pode envolver orientação médica, prescrição de medicamentos, indicação de isolamento domiciliar ou mesmo encaminhamento para hospital, em casos mais graves”, explica Kledson.

Já as outras 69 UBS estão atendendo as demandas de saúde regulares da Atenção Básica. “São ofertadas vacinas, consultas médicas e de enfermagem para atender pessoas com problemas de saúde que não sejam gripais. Os serviços de coleta de exame, retirada de pontos, curativos, trocas de sonda e entrega de medicamentos permanecem funcionando”, finaliza Kledson.

Confira a lista das UBS com atendimento exclusivo para síndrome gripal, todos os dias da semana, de 7h às 19h, inclusive domingos e feriados.

1.UBS Portal da Alegria (sul)
2. UBS Parque Piauí (sul)
3. UBS Monte Castelo(sul)
4 . UBS São Pedro (sul)
5. UBS Irmã Dulce (sul)
6.UBS Dagmar Mazza (sul)
7. UBS Redonda (sudeste)
8.UBS Carlos Alberto Cordeiro (sudeste)
9.UBS Todos os Santos (sudeste)
10.UBS Novo Horizonte (sudeste)
11.UBS Poty Velho (norte)
12.UBS Santa Maria da Codipi (norte)
13. UBS Real Copagre (norte)
14.UBS Karla Ivana (norte)
15.UBS Mocambinho (norte)
16.UBS Taquari (leste)
17.UBS Planalto Uruguai (leste)
18. UBS Cidade Jardim (leste)
19.UBS Satélite (leste)
20.UBS Santa Isabel (leste)
21.UBS São João (leste)

Prefeitura amplia testagens de Covid-19 para os mototaxistas

A Prefeitura de Teresina está ampliando as testagens de Covid-19 com profissionais do transporte e agora estende a ação para os mototaxistas. Assim como os taxistas, eles podem realizar agendamento pela internet para fazer seu teste em um dos dois pontos instalados pela Fundação Municipal de Saúde (FMS), localizados nos estacionamentos dos shoppings Teresina e Rio Poty.

Os profissionais de mototáxi podem fazer seu agendamento pelo site http://www.testerapido.fms.pmt.pi.gov.br/ . Lá, eles devem clicar em “Agendar meu teste” e seguir as instruções. “O sistema é interligado com a base de dados da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans). A primeira seção é a de Dados Pessoais, que já estará em parte preenchida, bastando o cidadão completar o que estiver faltando e seguir os demais passos”, explica Câncio Júnior, diretor técnico da Empresa Teresinense de Processamento de Dados (Prodater).

O trabalho com os taxistas do município começou na última segunda-feira (01). Segundo dados da FMS, até hoje (03) já foram feitos 568 agendamentos e 356 testagens com motoristas de táxi, dos quais 14 deram positivo para o novo Coronavírus.

Segundo Kledson Batista, o objetivo da testagem é garantir a segurança de profissionais e passageiros. “Do mesmo modo que estamos fazendo com os taxistas, pretendemos identificar pessoas positivas assintomáticas entre os mototaxistas, evitando assim que eles possam transmitir a COVID-19 durante suas corridas de trabalho”, comenta Kledson Batista, diretor de Atenção Básica da FMS.

Para mais informações e dúvidas sobre o agendamento para o teste da Covid-19, os mototaxistas podem entrar em contato com a gerência de Licenciamento e Concessão da Strans por meio do número (86) 99439 5826, que recebe ligações e também mensagens pelo aplicativo whatsapp.

 

FMS compra 70 ventiladores mecânicos para ampliação de leitos de UTI

A Fundação Municipal de Saúde está negociando a aquisição de 70 ventiladores pulmonares mecânicos fabricados por estatal turca para a ampliação dos leitos de UTI da capital. A aquisição representa um investimento de R$ 8.177.400,00. Os estados de São Paulo e Bahia e a Prefeitura de Recife, também estão adquirindo juntamente ao mesmo fabricante.

Pelos termos do contrato, a Prefeitura de Teresina repassará 10% do valor da compra à empresa Shayra, única representante mundial autorizada pelo Ministério da Saúde da Turquia a comercializar os ventiladores. Os 90% restantes ficarão custodiados por uma empresa americana mundialmente conceituada e só serão liberados após a comprovação do embarque do produto para o Brasil.

“Os ventiladores são fundamentais para a ampliação dos leitos de UTI e a Prefeitura de Teresina está envidando todos os esforços para sua aquisição. Em virtude da pandemia de Covid-19, esse é um produto escasso no mercado mundial, de difícil fornecimento. Por isso nos cercamos de segurança jurídica para realizar essa compra e fazer o equipamento chegar à capital”, comenta Manoel de Moura Neto, presidente da Fundação Municipal de Saúde.