Dr. Pessoa participa de comemoração de 43 anos do Hospital do Monte Castelo e entrega obras no Centro de Teresina

O prefeito de Teresina, Doutor Pessoa, participou na manhã deste sábado (28) da comemoração de 43 anos de funcionamento do Hospital Dr. Miguel Couto, do bairro Monte Castelo, zona Sul de Teresina.

O Hospital desde 23 de março de 2020 é exclusivo para pacientes Covid e referência na rede municipal para tratamento dessa doença. Funciona com 49 leitos, sendo 30 leitos clínicos Covid e 10 leitos de UTI Covid.

Dados estatísticos do hospital apontam que este ano de janeiro a julho foram 1.007 admissões, 47 altas de pacientes curados e 629 pacientes de alta melhorado quando o paciente pode ter continuidade no tratamento da covid fora do hospital. Em 2020 de março a dezembro foram 1.354 admissões e 953 pacientes tiveram alta melhorado.

Foto: Lucas Dias

Para celebrar a data, houve uma celebração de uma missa no hospital com a participação de todos os funcionários do local. Na ocasião, o prefeito ressaltou o empenho de todos que trabalham no local para que o hospital seja uma referência na capital.

“É um hospital de referência de médio porte, que teve o preparo, amor e carinho de todos para cuidar. Todos preparados, focados e com cobertura divina as coisas acontecem. Ano que vem vamos olhar mais para vocês com mais carinho e mais objetividade para que todos sejam beneficiados”, ressaltou Dr. Pessoa

Foto: Lucas Dias

Foto: Lucas Dias

E dando continuidade à programação, o prefeito realizou uma série de inaugurações e entregas de obras, reformas e revitalização de locais que antes estavam ociosos na região central de Teresina, e que foram executadas pela Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD Centro). O cronograma de inaugurações teve início neste sábado (28) no novo Mirante da Ponte Estaiada e seguirá na próxima terça-feira (31) com a entrega da Guarda Ambiental do Parque da Cidade.

De acordo com o superintendente da SAAD Centro, Roncalli Filho, pelo menos cinco pontos da Teresina ganharam melhorias, que vão desde reformas gerais, focadas em impulsionar o turismo da capital e o fluxo do comércio no Centro, até a instalação de estandes para Guarda Municipal, o que auxiliará diretamente na melhoria da segurança da população.

Foto: Lucas Dias

No total, as novas obras contam com a revitalização do Mirante da Cúpula da Ponte Estaiada, que foi feita no período de 60 dias, a instalação de estande e praça pública na Avenida Marechal, as reformas da Rua climatizada, da Rádio FM Cultura e a instalação da Guarda Ambiental no Parque da Cidade. A agenda ainda seguiu com a assinatura da Ordem de Serviço para reforma do Mercado Central, no valor de 2.2 milhões, com recursos destinados pelo senador Elmano Férrer. Os permissionários foram ouvidos e durante a obra serão realocados para rua Paissandu.

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, ressaltou o ritmo de cronogramas de obras que tem sido entregue pela SAAD Centro, mesmo em um período em que a capital ainda sofre com os efeitos da pandemia de COVID-19.

“Quero ressaltar as obras que serão feitas na minha gestão, principalmente agora no mês de agosto. As obras estão acontecendo até de maneira acelerada. Estamos vivendo em um período de declínio econômico e ainda na pandemia e as obras continuam acontecendo”, frisou o prefeito.

O superintendente da SAAD Centro, Roncalli Filho, frisou sobre as obras de revitalização que serão realizadas. “Vamos assinar a Ordem de Serviço para o Mercado Central e para entrega da Rua Climatizada. Isso mostra o compromisso e cuidado da gestão do Dr. Pessoa com o turismo e comércio na capital. Foi um pedido dele que revitalizássemos os principais pontos históricos da capital”, declarou Roncalli Filho.

Foto: Lucas Dias

GUARDA MUNICIPAL E ACADEMIA

A revitalização do espaço próximo à Avenida Marechal, que era um pedido antigo da população, deu uma nova função para um espaço que antes estava sem uso. A obra contou com a implantação de um posto para Guarda Municipal, semelhante ao que existe na Ponte Estaiada, além da instalação de uma praça, com bancos iluminação e academia popular.

Foto: Lucas Dias

RUA CLIMATIZADA

A reforma da Rua Climatizada foi um pedido de Dr. Pessoa que solicitou a revitalização de pontos históricos da cidade. A obra permitiu a substituição do piso cerâmico, restauração dos bancos de madeira, instalação elétrica e hidráulica, de refletores de iluminação em LED. Também a recuperação e limpeza do forro em PVC, instalação de ventiladores novos e pintura geral.

Foto: Lucas Dias

RÁDIO FM CULTURA

Já as melhorias no prédio da Rádio FM Cultura foram demandas repassadas para SAAD Centro pelo vice-prefeito, Robert Rios, e pelo coordenador de Comunicação, Lucas Pereira. A reforma levou para a nova sede estúdios proteção acústica, sistema de som, iluminação, instalações elétricas e hidráulicas, salas admirativas, instalações de rede de internet, instalação de ar-condicionado, sistema de câmeras, forro, comunicação visual, pintura e móveis novos.

GUARDA AMBIENTAL

A reforma do prédio da Guarda, localizado no Parque da Cidade, foi feita com recurso próprio e contou com a recuperação da cobertura do telhado, novas instalações hidráulicas e elétricas, implantação de sala de armas, dormitórios com banheiros, implantação de refeitório, reforço na segurança com implantação de grades nas portas e janelas, iluminação, instalação de rede de internet, substituição de esquadrias, portas e janelas, forro, piso cerâmico e pintura personalizada.

 

Foto: Lucas Dias

Foto: Lucas Dias

Foto: Lucas Dias

Foto: Lucas Dias

Foto: Lucas Dias

 

Teresina comemora 169 anos com o tradicional aniversário na praça do Poti Velho

O aniversário de 169 anos de Teresina foi comemorado na tarde desta segunda-feira (16) com o tradicional bolo na praça do Poti Velho, bairro mais antigo da capital. O prefeito Dr. Pessoa, juntamente com seu secretariado e outras autoridades estiveram presentes no evento.

O corte do bolo foi simbólico por conta da pandemia. 2 mil fatias já embaladas foram distribuídas para a população para que não houvesse aglomeração. Além disso, a banda 16 Agosto realizou uma bela apresentação para todos os presentes.

“Deixamos uma mensagem de amor e de afetividade para as pessoas. Estamos buscando resolver todas as demandas da população, para deixar a cidade cada vez melhor. Nós estamos dando continuidade a tradição do corte de bolo aqui no Poti Velho pois Teresina merece. Agradeço a todos que fazem parte dessa cidade”, disse Dr. Pessoa.

O vice-prefeito Robert Rios ressaltou que o aniversário de Teresina marca o trabalho da nova gestão da cidade, e que em breve a população estará de volta à sua normalidade.

“Nesse aniversário de Teresina pudemos prestar contas com a sociedade. Estamos mostrando o resultado de muito trabalho. Equilibramos as finanças, estamos avançando na vacinação da população, retornando com as aulas presenciais e logo estaremos devolvendo ao povo uma cidade melhor, com transporte público, mais pontos de lazer e muito mais. O que queremos é paz, amor e harmonia para Teresina”, pontuou Robert Rios.

A população da cidade aprovou a homenagem, que seguiu todos os protocolos sanitários de prevenção ao coronavírus.

“A pandemia atrapalhou um pouco essa comemoração, mas tudo foi muito bem organizado para que esse evento pudesse acontecer para a população da nossa Teresina. Eu acredito que Teresina ganhou um grande presente com a administração do Dr. Pessoa, que sabe da verdadeira realidade do povo e tem um olhar real para as principais necessidades da sociedade”, destacou Manoel Brito, liderança do bairro Jacinta Andrade.

 

Marina Rodrigues, apaixonada por Teresina, marcou presença na comemoração e ressaltou a organização do evento.

“Está tudo maravilhoso. Dr. Pessoa está sendo um grande prefeito e fazendo um excelente trabalho. Desejo que Teresina seja cada vez melhor e que ofereça coisas boas para todos nós, finalizou.

Balé da Cidade de Teresina e Orquestra Sinfônica gravam vídeo em homenagem a Teresina

O Balé da Cidade de Teresina e a Orquestra Sinfônica se uniram para realizar uma homenagem à Teresina pelo seu aniversário de 169 anos. Ao som da música Teresina, composta por Zé Rodrigues e pelo Maestro Aurélio Melo e com a estação ferroviária ao fundo, os grupos fizeram uma apresentação surpresa para quem passava pelo Parque da Cidadania.

Para Aurélio Melo, os ensaios abertos levam o tema de Teresina e o clima de aniversário da cidade. “Como não podemos fazer um grande concerto para comemorar nossa cidade, nos juntamos com o Balé, com uma música que fala da cidade mas com arranjos do bolero de Ravel, para mostrar que nossa cidade também pode ter o clima de Paris, Roma, através da música e da dança”, conta empolgado.

A coreografia é criação de José Nascimento, do Balé da Cidade de Teresina. Segundo ele, essa é uma forma de homenagear e celebrar esse momento dançando a cidade. “Nomeei a coreografia de Revoada, onde os bailarinos se movimentam em bandos, grupos fazem percursos que reverenciam Teresina indo e vindo como as andorinhas, com corpos ágeis e contínuos um para outro em uma dança feita com as cores do nosso céu. É uma homenagem, um reencontro, um convite a celebrar nosso lugar dançando, voltando aos palcos após todo esse tempo distantes”, explica.

Balé da Cidade de Teresina e a Orquestra Sinfônica de Teresina são mantidas com recursos da Prefeitura Municipal de Teresina, por meio de contratos entre a Fundação Municipal de Cultura e associações culturais.

Abertura do Piauiense de Ciclismo de Estrada vai começar com testes grátis para todos os atletas

Nos próximos sábado (14) e domingo (15), após longos meses sem competições oficiais, enfim, a Federação de Ciclismo do Piauí (FCP) obteve autorização oficial do Governo do Estado, por meio do Centro de Operações Emergenciais (COE) para a abertura dos três campeonatos estaduais.

A grande expectativa é para o início do Piauiense de Estrada, que terá sua abertura no próximo fim de semana, em Teresina, com o GP Teresina de Ciclismo, prova em homenagem aos 169 de aniversário da capital, a se completar no dia 16 de agosto. O diferencial é que a organização realizará teste contra a Covid-19 gratuitamente para todos os inscritos.

Os testes acontecerão na manhã de sábado (14), de 8h às 12 horas e serão realizados pela Fundação Municipal de Saúde (FMS), no Complexo da Ponte Estaiada, onde, após alguns minutos da testagem, e caso o resultado seja negativo, o atleta já recebe o kit da prova e segue para casa. No domingo, a partir 7 horas da manhã, a velocidade sobre duas rodas promete agitar toda a avenida Raul Lopes, zona Leste da capital.

O GP Teresina de Ciclismo não terá presença de público com arquibancada e será realizado em via pública aberta, mas com toda a segurança garantida pela Polícia Militar, RONE, STRANS e Guarda Municipal de Teresina, órgãos com os quais a diretoria da FCP já realizou reuniões para acertos.

As corporações darão todo o suporte necessário de liberação da via para os ciclistas e de acesso à avenida Raul Lopes e Complexo Turístico da Ponte Estaiada, onde acontecerá a concentração das equipes, como staff, apuração, direção de prova, apoio e filmagem.

O presidente da FCP, Fernando Correia Lima, destacou ainda que todos os atletas e a organização da prova farão uso de máscara facial e será disponibilizado na área de concentração álcool em gel. “São as regras do protocolo que foram recomendadas pelo COE. Assim, esperamos que seja uma prova linda e segura para todos. O GP Teresina de Ciclismo é o pontapé do Campeonato Piauiense de Ciclismo de Estrada, que terá cinco etapas na temporada, então é a oportunidade para os atletas que gostam do ciclismo de estrada e almejam o título de Campeão Piauiense já poderem acumular pontos para o campeonato”.

Podem se inscrever atleta do Feminino nas categorias: Máster A, B, C, Elite/Sub-23. No Masculino: Junior, Juvenil, Infanto-Juvenil, Máster D, C2, C1, B2, B1, A1, A2, Sub-30 e Elite/Sub-23. O GP Ciclismo de Teresina tem o apoio da Prefeitura Municipal de Teresina, por meio da SEMEL, SEMDEC, SEMCOM e SAAD Leste. A realização é da Federação de Ciclismo do Piauí – FCP, com supervisão da CBC e Co-produção: X-Brasil. Inscrições: www.fcp-pi.esp.br .

 

Prodater completa 29 anos com solenidade de comemoração

Em comemoração aos 29 anos da Empresa de Processamento de Dados (Prodater) foi realizada nesta sexta-feira (2) uma solenidade para homenagear a empresa, participaram da comemoração o prefeito, Dr. Pessoa, o vice-prefeito, Robert Rios, além do presidente da Prodater, Jobson Filho, e os colaboradores.

O prefeito, Dr. Pessoa, falou sobre a Prodater: “Parabenizo a Prodater pelos seus 29 anos. Acredito bastante na sua atual gestão, um órgão indispensável para a administração pública. Tenho muito respeito por todos os colaboradores da empresa, são um orgulho para a gestão municipal”, declarou o prefeito Dr. Pessoa.

A Prodater completa 29 anos prestando serviço com a finalidade de atender as demandas na área da tecnologia da informação e comunicação da Administração Direta do Município de Teresina bem como para terceiros.
Nesses seis meses de gestão do presidente, Jobson Filho, junto com o Dr. Pessoa a Prodater se orgulha de estar à frente de alguns projetos que ajudam no desenvolvimento da nossa cidade e entre eles podemos destacar:
Abrace Nós, Teresinense Participativo, Vacine Já e Internet nas escolas Municipais.

O presidente da Prodater, Jobson Filho, destacou: “São seis meses de gestão e o início encontramos bastante dificuldades e desafios porque a pandemia acabou nos trazendo muitas limitações. A Prodater tem executado vários projetos junto à prefeitura, como por exemplo o Vacine Já que foi desenvolvido por nós e é gerido pela Fundação Municipal de Saúde. Então, são ferramentas que ajudam no dia a dia do munícipe, na comunicação com a Prefeitura e na administração municipal como um todo”, pontuou Jobson Filho.

Continuamos praticando ações contínuas que contemplam os princípios básicos de respeitar as pessoas, visualizar o sucesso, planejar bem e implementar o plano, referendado pelos pilares de orgulho dos colaboradores, da equipe, da marca, do atendimento à legislação, da segurança e da visão de gerenciamento.

Funcionária do HUT recebe alta um dia antes do aniversário e ganha homenagens

Foto: Ascom HUT

A funcionária do Hospital de Urgência de Teresina, Rejane Maria dos Santos Rocha Barbosa, recebeu alta médica na tarde desta quinta-feira (13) após vencer a batalha contra a Covid-19.  Um dia antes de completar aniversário, a zeladora recebeu homenagens dos colegas de trabalho ao deixar a unidade de saúde.

A paciente esteve internada por dois meses no HUT, sendo metade desse período na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em estado grave. Emocionada, ela agradeceu o carinho que recebeu ao passar pelos corredores do hospital. “Estou muito feliz por vencer essa batalha e sentir de perto todo o amor dos meus amigos. O melhor presente que ganhei nesses 47 anos”, conta Rejane, que trabalha há seis anos no hospital e mora no bairro Aeroporto, zona Norte de Teresina.  

Por conta da covid-19, Rejane ficou com algumas sequelas, entre elas, uma úlcera profunda. Diversos setores do hospital têm se mobilizado para ajudá-la nos custos do tratamento, sobretudo com itens de higiene. 

Quem puder colaborar com a paciente deve entrar em contato pelo telefone geral do HUT 3218 5199 e pedir para encaminhar a ligação para o Serviço Social, no ramal 2131. 

 

Casa da Cultura de Teresina completa 26 anos com programação virtual ressaltando a memória afetiva

Josy Brito, diretora da Casa da Cultura

Desde 17 de março deste ano a Casa da Cultura de Teresina se encontra de portas fechadas devido à pandemia do novo coronavírus que assolou o mundo. O que não significa que a celebração de seu aniversário, neste 12 de agosto, passará em branco. Pelo contrário, o histórico endereço da Rua Rui Barbosa, reduto da arte piauiense há 26 anos, abrirá suas janelas virtuais para compartilhar com todos a data festiva e extravasar a memória afetiva daqueles cujas histórias se entrelaçam à própria história do lugar.

Através das redes sociais, o público poderá acompanhar uma programação especial pensada para o momento que a humanidade atravessa. Desde exposições de pinturas inéditas a depoimentos de funcionários e frequentadores saudosos, além da exibição de curtas realizados no curso de cinema, a Casa da Cultura será, ao alcance de um clique, a casa de cada um. Com o bordão “Entre, a Casa ainda é sua”, o objetivo é tanto comemorar os 26 anos completados, quanto diminuir, na segurança da conectividade, a ausência do contato presencial numa época de distanciamento social.

Na programação que será postada ao longo dia, uma série de vídeos feitos pela comunidade, instrutores de dança, teatro, música, resgatando a importância dessas quase três décadas de incentivo à cultura do estado piauiense. Bem como alguns curtas realizados pelos alunos do Curso de Cinema Pela Lente, apresentação do Balé da Cidade e grupos de capoeira. Fora a estreia da exposição “Corpos”, do artista plástico Gabriel Arcanjo.

A entusiasta diretora da Casa, Josy Brito, evoca a sinergia do grupo que forma a comunidade, interna e externa, da Casa da Cultura. “Essa verve de potência que aqui a gente tem em todos os segmentos. Nós temos um grupo que adora estar aqui, a comunidade que gosta de se fazer presente”. Durante os 168 anos da cidade, Josy reitera que fazer parte desse patrimônio é continuar possibilitando o “encontro entre público, artista e todas as vertentes juntas”, afirma.

O presidente da FMC, Luis Carlos Alves, destaca que o momento ainda é de cuidados e, por conta disso, vários espaços culturais estão se reinventando com fórmulas que reúnem arte, distanciamento e tecnologia. “Através das lives e dos encontros virtuais, a cultura continua se manifestando na nossa cidade porque os nossos artistas, apesar de estarem em casa, não param. Essa é a força da nossa gente”, destaca.

Até ser transformada na Casa da Cultura como hoje conhecemos, no dia 12 de agosto de 1994, o antigo Casarão da Praça Saraiva, além de residência de João do Rego Monteiro, o Barão de Gurgueia, no século XIX, já foi quartel, enfermaria, seminário da Diocese de Teresina, sede do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS) e colégio, sendo tombado pelo Departamento do Patrimônio Histórico, Artístico e Natural do Piauí em 1986.

MEMÓRIA AFETIVA

Mantida pela Prefeitura de Teresina por intermédio da Fundação Monsenhor Chaves (FMC), a Casa da Cultura acumula histórias de pessoas que tiveram suas vidas marcadas por todo o trabalho desenvolvido nesses 26 anos de existência. E não somente da parte dos frequentadores, que terminam se tornando assíduos, “de casa”, para não perder o trocadilho – como também dos funcionários. Mesmo aqueles que não trabalham mais por lá.

Caso de Edilene Santos, funcionária da Casa entre 2005 e 2011. “Eu trabalhava ali na administração, mas eu era aquela pessoa muito envolvida com a magia do teatro, da música, da dança, das artes plásticas, do cinema. Vivi bons momentos. Tive a oportunidade de estar perto dos nossos artistas piauienses, construí amizades que até hoje eu encontro e batemos um bom papo”, conta.

Fernando Freitas, instrutor de dança, também possui uma relação com a Casa de muita vivência. “De muito compromisso, muito carinho com todas as pessoas que trabalham nessa Casa e todos que passaram por ela. Queria dizer que, acima de tudo, toda a minha gratidão e todo o meu respeito e meus parabéns pra Casa da Cultura.”

Diretora do balé e instrutora de sapateado, Chica Silva saúda a energia transformadora da Casa. “É um prazer ver a possibilidade que esse lugar tem de nos transformar, criar, desenhar um contexto que é totalmente diferente e possibilitar essa construção de um segmento artístico que é tão importante. Sou grata por fazer parte desse lugar”.

O diretor de teatro Adriano Abreu “reside” há seis anos na Casa com o Coletivo Piauhy Estúdio das Artes. “Nós construímos muitos espetáculos, muitos projetos de sucesso. Aqui residem vários grupos de teatro, de dança, de cinema, de artes visuais. É uma Casa muito importante para cultura do Piauí, pra cultura de Teresina”.

Para o também diretor de teatro Wander Lima, a Casa da Cultura se mistura à sua própria trajetória. “Foi aqui que eu comecei minha história artística e eu tenho certeza que ela também faz parte da vida de muitos teresinenses. A Casa está fazendo 26 anos, é um momento especial para todos nós”.

A memória afetiva proporcionada pela Casa não é vívida apenas naqueles que contribuem no seu dia a dia. O bacharel em Direito e professor de Filosofia  Marcelo Raynã, que foi aluno do curso de cinema ministrado por Monteiro Júnior, tece o fio de suas recordações com o Casarão da Praça Saraiva. “Nem lembro quantas vezes passei diante daquele imponente casarão fincado no coração da cidade. Entre tantas idas e vindas, resolvi entrar. Muitos veem a arte como um objeto. Foi só atravessar os enormes portões de madeira antiga e encarar aquela icônica escadaria para perceber que o objeto na verdade era eu. Um objeto inacabado no interior de uma casa que pulsava, que respirava: um organismo vivo que fala, que dança e que abraça.”

“Cabe a nós enquanto moradores, cidadãos teresinenses, abraçarmos o que a gente tem, cuidarmos do que a gente tem”, defende Moisés Chaves, ator e instrutor de teatro. “A importância da casa é enorme. Então, um exercício de cidadania prazerosa, amorosa com a minha cidade é amar o patrimônio público. Parabéns pra Casa da Cultura de Teresina, como cidadão teresinense que sou, amante da casa. Que ela continue sendo nossa, sua, minha. De todos nós”.

 

Teatro do Boi realiza programação online para comemorar aniversário

Durante o mês de agosto, o Teatro do Boi estará com uma extensa programação para a comemoração dos seus 33 anos de contribuição cultural, mas desta vez, através da internet, levando em conta as recomendações de isolamento social devido a pandemia de Covid-19. Serão realizadas diversas lives na rede social (@teatrodoboi) com a participação de pessoas que fazem o espaço e algumas apresentações.

As atividades iniciam nesta segunda, 03, e seguem até o dia 15 de agosto, data de aniversário do Teatro. “Em seus 33 anos de história, o Teatro foi responsável pela iniciação de muitos jovens e formação de diversos artistas da nossa cidade. É um importante instrumento de fomento da cultura e, principalmente do nosso folclore”, destaca Luis Carlos Alves, presidente da Fundação Monsenhor Chaves.

A programação desta semana destaca a história e a importância do Teatro na cidade, com a divulgação de depoimentos de pessoas que contribuem para a preservação do local. Na próxima semana, serão realizadas lives e publicados vídeos sobre as ações do teatro, encerrando com apresentações online de capoeira, dança e declamação de poema.

Localizado no bairro Matadouro e mantido pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Monsenhor Chaves, o Teatro do Boi é uma das mais tradicionais ferramentas culturais da cidade oferecendo diversas atividades como oficinas de dança, teatro, música, artes visuais, capoeira, exposições, bem como a realização de diversos eventos e a apresentação de espetáculos, proporcionando uma das mais fortes expressões de cultura da zona Norte.

Feriado da última sexta-feira (17) aponta isolamento social de 54%

A última sexta-feira (17) registrou índice de isolamento social de 54% em Teresina, um dos menores até agora, ficando atrás apenas da segunda e quarta-feira desta semana, que registraram 48%. A Prefeitura havia antecipado o feriado do aniversário de Teresina, comemorado em 16 de agosto, para ontem com o objetivo de manter a população em casa, porém o resultado não foi o esperado.

Os dados do isolamento figuram bem abaixo de 73%, que é o percentual mínimo recomendado para diminuir a disseminação do novo coronavírus na cidade de acordo com especialistas. Os baixos índices apontam que, mesmo com as medidas restritivas adotadas pela Prefeitura sob recomendações de autoridades da saúde, as pessoas continuam saindo de casa.

O prefeito Firmino Filho também decretou ponto facultativo na próxima segunda-feira (20), data que antecede o feriado de Tiradentes, comemorado em 21 de abril. Com esta medida, espera-se que a população fique em casa, evitando a circulação pela cidade e reduzindo ao máximo possível a disseminação da Covid-19.

“Entendemos que o isolamento social é a arma mais eficaz para combater o avanço do novo coronavírus. O vírus já está circulando de forma comunitária em Teresina, chegando a todas as regiões da cidade, ao mesmo tempo em que os índices de isolamento social estão caindo. Isso é muito preocupante, por isso precisamos adotar medidas para fazer a população ficar em casa”, aponta o prefeito.

Os índices de isolamento são observados diariamente através de um sistema de georreferenciamento da startup recifense InLoco, que atua em parceria com a Prefeitura de Teresina, monitorando a localização de 217 mil celulares na cidade. A empresa também utiliza ferramentas de marketing para enviar alertas para aparelhos das pessoas que moram nas regiões que mais vêm descumprindo o isolamento social.