Zona Sul lidera em casos de Covid-19 e prefeito pede apoio para isolamento

A zona Sul de Teresina tem chamado atenção pelo maior número de casos registrados do novo Coronavírus na capital. A região representa 34% da população da cidade e testou 42% das pessoas positivadas para a Covid-19, segundo resultado da nona etapa da pesquisa sorológica realizada na última semana pela Prefeitura de Teresina. O prefeito Firmino Filho ressaltou a necessidade de fortalecimento do isolamento social e pediu apoio das lideranças comunitárias para a conscientização da população.

O presidente da Associação dos Moradores do Residencial Betinho, James Mirada, afirmou que tem se mobilizado e se comunicado com as pessoas da sua comunidade através de um grupo de WhatsApp pedindo compreensão para o cumprimento das medidas de isolamento social. “Nesse grupo tem 256 pessoas e estou sempre lembrando a importância de ficar em casa, de ninguém se arriscar. E também passo informações importantes como o número da Guarda Municipal, de como fazer se tiver com os sintomas, entre outras coisas”, contou. James lamenta que algumas pessoas ainda dão pouca importância ao problema. “Conheço uma pessoa que achava que era besteira e acabou contraindo o vírus. Hoje ele pede pra todos ficarem em casa”, destacou.

Na zona Sul, a Prefeitura adotou várias medidas recomendadas pelos órgãos de saúde para conter a proliferação do novo coronavírus. As equipes da SDU reforçaram a fiscalização do decreto municipal que permite o funcionamento de serviços essenciais; atuam na organização das filas nas casas lotéricas para evitar a aglomeração de pessoas e reorganizaram a feira livre que acontece diariamente nos arredores do mercado público do Parque Piauí.

Os mercados públicos da região também estão recebendo as ações de sanitização e receberam lavatórios para que todos possam lavar as mãos com frequência, uma das medidas de grande importância na prevenção ao vírus. “O objetivo é manter um distanciamento entre uma barraca e outra, entre o feirante e seu cliente, e reservar um espaço mínimo para a circulação das pessoas com segurança. Essa é uma feira um pouco diferente das demais pela sua localização, mas o trabalho está dando certo, porque estamos recebendo a compreensão e apoio dos feirantes”, disse o superintendente da SDU, Paulo Roberto.

Com relação ao atendimento ao público na sede da Superintendência, ele lembra que a grande maioria das necessidades pode ser resolvida via internet. Mas para os casos que é realmente preciso atendimento presencial, foi disponibilizado um número de telefone (86 99490-2983) para agendamentos. Os dias de atendimento são sempre as segundas e quintas, obedecendo todas as regras de segurança.

Escolas municipais são pontos de apoio para cadastramento do auxílio emergencial

Ascom/Semec

Escola municipais de Teresina estão sendo ponto de apoio para a população que tem dúvidas sobre o auxílio emergencial do Governo Federal. A Prefeitura de Teresina está disponibilizando o serviço em 19 unidades de ensino, onde trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados podem buscar mais informações e até realizar o cadastramento.

O auxílio no valor de R$ 600 é um benefício financeiro concedido para fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do coronavírus. A inscrição é realizada online, mas em Teresina uma equipe de entrevistadores sociais está ajudando quem não possui acesso à internet ou teve problemas com a utilização do aplicativo da Caixa.

A ação é da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (SEMCASPI) em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SEMEC). O atendimento acontece no turno da manhã, é rápido e individualizado, respeitando as orientações para evitar filas e aglomerações.

Na Escola Municipal Lunalva Costa, bairro Dirceu II, a entrevistadora social Carla Maria tem atendido cidadãos com dúvidas diversas. Ela destaca a importância do serviço. “Muita gente vem em busca de informações e vamos auxiliando cada uma. Essa descentralização do atendimento evita tumulto e faz diferença para muita gente que estava com problemas na realização do cadastro”, disse.

O secretário municipal de Educação Kleber Montezuma afirmou que as escolas estão preparadas para dar esse suporte. “Estão de portas abertas, criando condições para que todas nas pessoas que têm direito ao benefício possam ser orientadas corretamente, basta levar seus documentos”, conclui.

Banco Popular adota medidas de apoio aos microempreendedores frente à pandemia

O Banco Popular de Teresina (BP) está adotando medidas de apoio aos pequenos empreendedores que tiveram seus negócios afetados pela pandemia do novo coronavírus. Uma das medidas foi o aumento do prazo de carência para pagamento da primeira parcela dos financiamentos de microcrédito, que passou de 45 para 120 dias. O número de parcelas em que se pode dividir o empréstimo também foi ampliado, agora são 12 meses ao invés de 10.

“Entendemos que a pandemia e o isolamento social afetaram o lucro de nossos microempresários, que agora terão dificuldade de pagar as parcelas dos seus empréstimos. Por isso estamos oferecendo mais flexibilidade acerca dos pagamentos dos contratos. Nosso objetivo sempre foi ajudar essas pessoas”, afirma Michel Sena, gerente do BP.

Aqueles microempreendedores com contrato ativo no Banco que estejam adimplentes até o mês de fevereiro de 2020 também terão a opção de remanejar as parcelas de março, abril e maio para o final do contrato, sem nenhuma alteração no valor dessas parcelas.

O Banco oferece ainda mais uma opção de pagamento dos contratos ativos. “Podemos também pegar o saldo devedor do microempreendedor e refinanciar o valor, sendo que esse novo financiamento contará com 60 dias de carência para começar a pagar e poderá ser dividido em até 12 vezes”, explica Michel Sena.

O Banco Popular é um órgão vinculado à Secretaria Municipal de Economia Solidária (Semest) e proporciona aos pequenos empreendedores, sobretudo os de natureza solidária, o acesso ao microcrédito. São empreendedores de várias áreas ligados à economia solidária e criativa, como artesãos que trabalham com arte santeira, bordados, bonecas e outros.

Prefeito solicita apoio do Exército no combate ao coronavírus

O prefeito Firmino Filho solicitou apoio do Exército para cumprimento do decreto que impõe medidas restritivas para evitar a proliferação do coronavírus na capital. Neste sábado, o secretário de Governo, Fernando Said e o presidente da FMS, Manoel Moura Neto, estiveram com o comandante do exército, tenente-coronel Márcio Costa no 25BC para tratar do assunto.

O pedido é de apoio na segurança e também na orientação dos trabalhos das unidades de saúde. “Teresina está passando por um momento difícil. Por isso, contactamos o Exército para que coloque a disposição da cidade de Teresina o seu efetivo, buscando garantir as condições de segurança dos serviços essenciais, especialmente na questão da saúde e, ao mesmo tempo, colaborando com outras forças para que possamos ter a garantia de ordem na nossa cidade”, destacou o prefeito.

Em Teresina já há, até a manhã deste sábado (21), quatro casos confirmados do novo coronavírus. Dezenas de casos estão notificados e outros suspeitos. Em pronunciamento nas redes sociais, o prefeito também anunciou novas medidas restritivas que deverão ser adotadas na capital, como a suspensão do funcionamento de todos os estabelecimentos comerciais, de serviços e industriais, bem como as atividades de construção civil.

Mercados, supermercado, farmácias, padarias, postos de combustíveis, distribuidoras de água e gás, e estabelecimentos que produzem produtos de limpeza e higiene podem ser mantidos. Bares e restaurantes devem ser fechados e funcionar apenas os serviços de delivery. “O Exército sabe da gravidade do momento. Sei do altruísmo e grandeza do nosso Exército. Temos certeza que ele não deixará de atuar em prol da nossa gente”, finalizou o prefeito.

Corso 2020 contará com apoio do Corpo de Bombeiros para realização de primeiros socorros

Os teresinenses já estão em contagem regressiva para uma das maiores festas carnavalescas da cidade. Consagrado pelo Guinness Book – O Livro dos Recordes – como o maior desfile de carros alegóricos do mundo, o Corso de Teresina 2020 contará com o apoio de Bombeiros Civis para garantir uma noite de segurança para os foliões. O evento acontece neste sábado (15), a partir das 17h, na Av. Raul Lopes. (mais…)

Mulheres atendidas pelo CREG rompem o silêncio no III Colóquio Vozes

Rômulo Piauilino

Promover um espaço para relato de experiência das mulheres em situação de violência. Com este objetivo, foi realizado nesta terça-feira (07), o III Colóquio Vozes – Rompendo o silêncio da violência contra mulher. O evento aconteceu no Centro de Referência Esperança Garcia (CREG), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM).

Na oportunidade, o prefeito Firmino Filho destacou que o Colóquio é uma oportunidade para ouvir as mulheres de Teresina, especialmente aquelas que tiveram seus direitos desrespeitados. “É uma forma de ouvir os gritos de dor e sofrimento das mulheres que são castigadas na nossa cidade, onde ainda existe muito machismo praticado todos os dias”, disse.

Durante a programação, quatro mulheres deram depoimentos de como a violência começou na vida delas, como foram tratadas ao buscar ajuda e como estão tentando romper o ciclo.

A mulher de iniciais L.P.V.N. destacou o apoio recebido no CREG foi fundamental. Ela confessou que chegou destruída psicologicamente, aos prantos, e no local encontrou força e orientação por parte de toda a equipe.

“Sofri com muita violência psicológica durante 17 anos de casada, fui impedida de trabalhar e estudar, eu era totalmente dependente do agressor, até que decidi dar um basta nessa situação. Já estou com três anos que tomei a decisão de denunciá-lo e agradeço toda a equipe pelo apoio e por trabalharem minha autoestima, o que foi muito importante, pois ele fazia eu me sentir sem beleza nenhuma. Hoje estou descobrindo quem eu sou, não sabia do que eu gostava, voltei a estudar e comecei a trabalhar conquistando, assim, a minha independência”, relatou.

Segundo L.P.V.N., a decisão de agir foi pelas filhas, pois diante de tanto sofrimento e fragilidade também tiveram que ser acompanhadas pela equipe de atendimento.  “Fiz isso pelas minhas filhas, para que não vissem tudo acontecer e considerassem como algo normal. Elas também foram acompanhadas pela equipe do CREG, e hoje são mulheres seguras e decididas, e com a dor aprendemos, hoje estamos bem, estamos em paz. Hoje mais do que nunca me amo, e influencio positivamente pessoas por me considerar exemplo de superação”, disse a vendedora.

Para a secretária Municipal de Políticas Públicas para Mulheres, Macilane Gomes, a denúncia e a busca da ajuda é bastante importante. Segundo ela, a violência é um processo naturalizado em nossa sociedade, e tem a ver com o processo de educação e cultura que necessita ser desconstruído. Para isso, é preciso que a mulher reconheça a violência, denuncie e procure ajuda, tanto para a violência psicológica, física, social e patrimonial.

“No momento que a mulher busca ajuda ela está avançando e rompendo o ciclo da violência. Não aguento, não aceito, reivindico, denuncio, é um grande avanço. E hoje, 07 de agosto, comemoramos 13 anos de lei Maria da Penha, que é um instrumento que serviu para avançar, mas precisamos avançar ainda mais e encorajar algumas mulheres a denunciar e buscar ajuda, porque é um ato muito importante”, afirma a secretária.

O CREG tem como objetivo atender a mulher em situação de violência doméstica, familiar e outras de gênero, por meio do trabalho da equipe multiprofissional: psicóloga, assistente social e assessora jurídica. O Centro atende das 8h às 14h, de segunda a sexta-feira, e fica localizado na Rua Benjamim Constant, 2170, Centro/Norte. O contato para mais informações é 3233-3798.

 

Semana de amamentação: Pai tem papel fundamental no aleitamento materno

Ascom/FMS

A participação da família, em especial do pai, no processo da amamentação é o tema da Semana Municipal de Amamentação e Agosto Dourado, cuja programação conta com diversos eventos nas maternidades e Unidades Básicas de Saúde em Teresina. A abertura foi hoje (05), com um café da manhã e momento educativo na Maternidade do Buenos Aires.

A semana de amamentação acontece no mundo todo e é celebrada desde 1992. Segundo Íris Amaral, gerente de Assistência Hospitalar da Fundação Municipal de Saúde (FMS), o objetivo do evento é despertar a conscientização sobre a importância do ato. “A mãe que amamenta, a mãe que pode doar, o pai que precisa apoiar neste momento, todos estão sendo mobilizados. Inclusive o nosso objetivo deste ano é exatamente chamar atenção para os pais sobre o seu papel neste momento: ele pode ser um grande apoiador, um grande incentivador da amamentação”, disse a gerente.

A nutricionista Theonas Gomes, chefe do Núcleo de Promoção da Saúde da FMS, listou algumas maneiras de como o pai pode ajudar. Segundo ela, ele pode oferecer um copo de água enquanto a mãe está amamentando, colocar o bebê para arrotar, passear com o bebê para tomar sol, entender que a mulher fica um pouco mais cansada nesse período e apoiar isso, deixar o tempo mais livre para a mulher e assumir um pouco mais as tarefas domésticas.

“Hoje a gente tem muito mais pais participando da criação dos filhos, e neste momento estamos discutindo com participação deles, que contam como é completamente diferente quando o pai tá no apoio junto com a mãe, desde o pré-natal até a sala do parto. Vários estudos mostram que isso aumenta o vínculo da família”, comenta a gerente.

Ascom/FMS

Wanderson Leitão diz que já está consciente sobre seu papel como pai neste processo. O pai da pequena Maria Helena, de apenas três dias, disse que tem aprendido muito sobre a importância da amamentação para o crescimento de sua filha. “A questão da amamentação é essencial pro crescimento dela, ali está tudo que ela precisa para o crescimento saudável. E o reconhecimento do tempo necessário pra ela mamar é importante e muitas pessoas não tem conhecimento ainda”, relata o pai.

Benefícios

O aleitamento materno deve ser exclusivo até os seis meses de vida da criança, e intercalado com outros alimentos até os dois anos de idade. Karina Carvalho conta que sua filha Heloíse, de sete meses, sempre foi muito saudável enquanto recebeu amamentação exclusiva. “Recentemente ela parou de mamar espontaneamente e fiquei preocupada, porque até agora ela não adoeceu. Mas venho para a consulta de amamentação todos os meses e estou sendo orientada”.

Ascom/FMS

As maternidades de Teresina mantém consultórios de aleitamento materno, onde as mães recebem orientação de nutricionistas sobre as melhores formas de amamentar, armazenamento de leite e introdução alimentar no momento certo. Ruth Pádua, nutricionista da maternidade do Buenos Aires, diz que a amamentação traz muitos benefícios não apenas para os bebês como também para as mães.

“Ele protege a mãe contra o câncer de mama, ajuda a ter uma recuperação mais rápida no pós-parto, diminuindo o risco de hemorragia, anemia, o útero evolui mais rápido e ela recupera o peso que ganhou durante a gravidez de forma mais rápida”, diz. “É um líquido tão precioso quanto o ouro, e por isso que o mês de agosto foi escolhido como o mês dourado, para conscientizar sobre este valor”, finaliza a nutricionista.

PROGRAMAÇÃO DAS MATERNIDADES MUNICIPAIS

SEMANA MUNDIAL DO ALEITAMENTO MATERNO – SMAM 2019

“EMPODERAR MÃES E PAIS – FAVORECER A AMAMENTAÇÃO”

MATERNIDADE DO BUENOS AIRES

  1. 05.08.2019 às 08h00min– abertura da semana mundial do aleitamento materno na rede municipal.

MATERNIDADE DO SATÉLITE

  1. 05 a 08/08/2019 – Exposição de vídeos na sala de espera do ambulatório da maternidade;
  2. 13/08/2019 às 08h30min – Roda de conversa: Apoio familiar para o sucesso do Aleitamento Materno; público alvo-pacientes do consultório de aleitamento materno.

Convidados: Nutricionista Luciana Ribeiro

  1. 19,20 e 21/08/2019 às 10h00min – Roda de conversa: Atendimento Humanizado para a promoção do Aleitamento Materno; Público alvo: Funcionários da maternidade.

Mediadora: Enfermeira Aline Dantas

  1. 29/08/2019 às 08h30min – Palestra: Aleitamento Materno: mitos, crendices e verdades; Público alvo: Pacientes do ambulatório da maternidade.

Mediadora: Nutricionista Luciana Ribeiro.

MATERNIDADE DO PROMORAR

  1. 07/08/2019 às 08h30min – Roda de conversa e sorteio de brindes: manhã acolhedora com mães e pais e especialistas que irão esclarecer dúvidas sobre a gestação, o parto, o pós-parto, aleitamento materno e sobre cuidados com o Bebê.

Local: Auditório da Maternidade/UPA

MATERNIDADE WALL FERRAZ

  1. 07/08/2019 às 10h00min – Bate papo sobre empoderamento e amamentação.

Participantes: Mães doadoras de leite humano, mães de bebês receptores de leite humano e servidora com sucesso na amamentação.

  1. 30/08/2019 às 08h30min – Curso para gestantes e acompanhantes;
  • Temas:
  • Sinais de parto/Trabalho de parto/Tipos de parto;
  • Participação do pai (na gravidez, no parto e no pós-parto);
  • Aleitamento materno
  • Aspectos psicológicos da gestação, parto e nascimento;
  • Direitos da gestante e Lei do Acompanhante (Lei Federal nº 11.108, de 07 de abril de 2005);

Oito grupos de Quadrilha Junina são selecionados para receber apoio da Prefeitura

Oito grupos de quadrilhas foram contemplados e receberão apoio da Prefeitura de Teresina para atividades culturais. Eles foram selecionados através do Edital de Chamamento para a Seleção de Quadrilhas Juninas de Teresina, instrumento que prevê apoio financeiro para o desenvolvimento das ações das agremiações.

O objetivo do edital é criar um mecanismo para estimular a organização dos grupos de cultura popular a criar projetos de apresentações, assim como dar suporte para a produção de Quadrilhas Juninas, fomentando a Cultura Popular, especificamente em Teresina. “É uma forma que encontramos de valorizar o trabalho desses grupos que levam muito da nossa identidade cultural para vários cantos do país”, destaca o presidente da Fundação Monsenhor Chaves, Luis Carlos Alves.

De acordo com o edital, serão distribuídos R$ 89.000,00 (oitenta e nove mil reais) entre os grupos. Serão R$ 10 mil para cinco agremiações com mais de quatro anos de atividades realizadas; além de R$ 7 mil para três grupos com mais de dois anos e menos de quatro anos de atividades realizadas.

O gerente de promoção cultural da Fundação Monsenhor Chaves, Paulo Dantas, destaca que o a seleção foi feita com base no portfólio e itens do edital, e que é notável a qualidade e organização dos grupos. “A gente percebe que eles estão se movimentando desde cedo, com ações de arrecadação de fundos, seja nas comunidades ou até nos sinais da cidade. Eles estão correndo atrás”, finaliza.

RESULTADO DO EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA FOMENTO DE QUADRILHAS JUNINAS:

  1. EXPLOSÃO ESTRELAR (2015) – DIRCEU II – 10 MIL REAIS
  2. CHAPADÃO DO CORISCO (2004) – PARQUE ALVORADA – 10 MIL REAIS
  3. LUAR DO SÃO JOÃO (2012) – MEMORARE – 10 MIL REAIS
  4. ASA BRANCA DO AGRESTE (2008) – MONTE CASTELO – 10 MIL REAIS
  5. BALANÇA MATUTO (2007) – ITARARÉ – 10 MIL REAIS
  6. JUNINA PUXA O FOLE (2016) – MONTE ALEGRE – 7 MIL REAIS
  7. ESTRELA MATUTINA (2017) – VILA MEIO NORTE, PEDRA MOLE – 7 MIL REAIS
  8. FOLE DA SANFONA(2018) – DIRCEU I – 7 MIL REAIS