Projeto Vem Para o Teatro reuniu artistas e o povo nos teatros municipais

Encerrou no domingo (27/03), a primeira edição do Projeto Vem Para o Teatro, evento que teve como objetivo apoiar os artistas locais e ainda gerar opções culturais para a população teresinense. O projeto foi realizado simultaneamente no Teatro João Paulo II, que fica na zona Sudeste, e também no Teatro do Boi, situado na zona Norte da capital.

Durante dois dias, mais de 20 artistas se apresentaram para o público que compareceu às casas de espetáculos, marcando o retorno das atividades culturais com um maior público, isso após quase dois anos seguindo normas mais rígidas por conta da pandemia do coronavírus. De acordo com dados repassados pelas direções das duas casas, mais de 2 mil pessoas prestigiaram o evento, que agora fará parte do calendário cultural do município.

De acordo com Ênio Portela, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), o projeto foi realizado após determinação do prefeito Dr. Pessoa, que quer uma proximidade maior do povo com as casas de cultura do município. Para o presidente, a atividade foi considerada um sucesso, já que foi bem abraçada pela população teresinense.

“Devido ao sucesso, já orientamos nossos técnicos a viabilizarem a segunda edição do Projeto Vem Para o Teatro, tudo feito com contratação de artistas locais, movimentando a economia e ainda o cenário cultural, que tanto foi afetado por conta das medidas de isolamento social”, confirma Ênio Portela.

A diarista Manoela Silva, esteve com os netos em uma das apresentações realizadas no Teatro do Boi, ela conta que há anos não visitava o teatro e que viu no projeto a oportunidade de mostrar para os netos um pouco da cultura de Teresina. Ela afirma ainda que a gestão municipal está acertando ao apoiar os artistas da cidade, principalmente aqueles que moram na zona Norte.

“Fiquei feliz ao chegar aqui e ver os talentos da minha região se apresentando no palco, isso deixa a gente com esperanças de que a cultura possa ajudar a tirar muitos dos jovens do caminho da criminalidade”, conta Manoela Silva.

A artista Hulda Lopes, do Estúdio Dança Arte 2, foi uma das atrações do Teatro João Paulo II, para ela a proposta da Prefeitura de Teresina foi bem aceita pelo meio artístico, visto aos problemas causados pela pandemia, onde a classe foi a primeira a ser afetada com as mudanças. Ela conta que está torcendo para que outras oportunidades sejam oferecidas aos artistas, isso a fim de garantir o apoio necessário para que o artista possa continuar divulgando sua arte.

“Dentro do projeto foi comemorado o Dia do Circo e ainda o Dia do Teatro, isso fez com que fosse criada várias oportunidades para os artistas das mais diversas áreas. Queria aqui parabenizar ao município por ter oferecido essa oportunidade e dizer que o grupo a qual ela faz parte, sempre estará a disposição para participar de iniciativas que visem valorizar a arte”, conta Hulda Lopes.

Para mais informações sobre as ações realizadas pela Prefeitura de Teresina na área da cultura, basta acessar o site cultura.pmt.pi.gov.br. As informações também podem ser acessadas no instagram @cultura_the.

Marketing Digital: Prefeitura de Teresina capacita artistas locais

Ao longo dos anos as redes sociais têm se transformado em uma ferramenta aliada para aqueles que desejam obter bons resultados com a divulgação de seus trabalhos, porém ainda é grande o número de pessoas que usam essas tecnologias de forma errada ou que não conseguem fazer o básico para se promover da maneira correta no mundo digital. Pensando nisso, a Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), por meio da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), desenvolveu um curso onde os artistas da capital tivessem a oportunidade de se qualificar na área do Marketing Digital, dando a eles mais oportunidades para melhor se posicionarem nas redes sociais.

De acordo com Ênio Portela, presidente da FMC, o curso foi apenas a primeira iniciativa da gestão municipal de qualificar os artistas, pois segundo ele, a vontade do prefeito Dr. Pessoa, é que cada vez mais a classe artística tenha acesso a ferramentas que venham a contribuir com o crescimento profissional daqueles que mantêm viva a cultura da cidade. O gestor da pasta cultural comenta ainda que nesse primeiro passo, o curso contou com a parceria da Associação de Apoio Assistencial, Cultural e Educacional Maria do Amparo (AACEMA) e com emenda parlamentar do vereador Venâncio Cardoso.

“Em toda área profissional é preciso que o indivíduo busque sempre meios para se qualificar e se diferenciar dos demais no concorrido mercado de trabalho e na classe artística esse fato não é indiferente dos demais e aqueles que não conseguem se encaixar no mundo digital, acabam tendo dificuldades que podem resultar no fim da carreira. O prefeito Dr. Pessoa está muito preocupado com essa situação pandêmica que afetou em primeiro lugar os artistas e hoje muitos ainda não conseguiram se reerguer, por isso em breve pretendemos lançar novas oportunidades para os artistas buscarem meios para se profissionalizar”, conta Ênio Portela, afirmando ainda que os participantes do curso já receberam seus diplomas de participação.

Artistas concluíram curso de marketing digital. Foto: Ascom FMC

O músico Marcos Silva foi um dos integrantes da turma, ele falou que chegou ao curso sem nenhum tipo de conhecimento de como melhor se posicionar nos sites e nas demais redes sociais e ainda de acordo com ele, essa ausência de conhecimento vinha afetando diretamente sua carreira. Com seu diploma na mão, Marcos Silva pretende agora pôr em prática todo o conhecimento adquirido durante o curso.

“Saio daqui maravilhado, foi algo fenomenal, por isso pretendo sempre ficar de olho para não perder oportunidades como essa, pois hoje me sinto um novo profissional, um que já poderá usar a internet de maneira correta para divulgar meu trabalho”, conta Marcos Silva, que fez questão de participar da solenidade de encerramento realizada no auditório do Senac, na Unidade Miguel Sady.

Para saber sobre oportunidades de cursos, bem como as ações do município na área da cultura, basta acessar o site da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves que é o cultura.pmt.pi.gov.br ou seguir o instagram @culturateresina. As informações também são disponibilizadas no site da Prefeitura de Teresina através do endereço pmt.pi.gov.br

Cultura: aulas do curso de Marketing Digital para Artistas iniciam hoje em novo local

A Prefeitura de Teresina, por meio de uma parceria entre a Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves e a Associação Maria do Amparo (AACEMA), divulga, divulga a lista dos alunos com inscrições deferidas. Ao todo são 50 profissionais do setor artístico-cultural que irão frequentar ter acesso ao curso que é oferecido de forma gratuita.

Segundo Eriton Silva, superintendente executivo da FMC, o objetivo do curso é oferecer aos artistas teresinenses a oportunidade para terem uma melhor experiência com as ferramentas digitais, que hoje são bem importantes para quem deseja divulgar um trabalho artístico. Eriton Silva lembra ainda que através do curso, os artistas poderão empreender tendo principalmente as novas tecnologias como aliadas.

“O curso tem uma carga horária de 120 horas e envolve conhecimentos sobre mídias sociais, criação, planejamento e produção de conteúdo em vídeos e análise de métricas, uma ótima oportunidade para quem quer se destacar no disputado mercado cultural”, conta Eriton Silva.

Mudança de local

As aulas ocorrem presencialmente a partir da próxima segunda-feira (14), a partir das 14 horas, no auditório José Alves Filho (Prédio do Senac Piauí – Unidade Miguel Sady), que fica na avenida Barroso, nº 1111, no centro de Teresina.

Protocolos de Segurança

A orientação é de que no dia 14 de fevereiro, os alunos cheguem com antecedência e apresentem portando documento com foto e passaporte de vacinação, seguindo o uso de máscara, conforme os protocolos de segurança.

Há uma lista com nomes também deferidos que estão no cadastro reserva. Em casos de desistências, serão chamados.

Confira a lista dos inscritos que irão fazer parte da primeira turma:

AIVLIS MARIA DOS SANTOS AMORIM

ALEX RODRIGUES DIAS

ANA CLAUDIA DUARTE DE ALMEIDA

ANA PAULA DE SOUZA COSTA DE ARAÚJO

ANTONIO CARLOS OLIVEIRA SOUSA

ARIANNE CAMILO DA SILVEIRA PIRAJA

ARNOLD JORDAN ALVES DE MACEDO

CESAR AUGUSTO DA SILVA

DANIELLE BASTOS DA SILVA

EDNA SOUSA DE CARVALHO

ELIEL GOMES FONTENELE

FÁBIO TELES

FILIPI SOUSA SILVA

FRANCISCA GOMES MARTINS

GILBERTO NUNES DE SOUSA JÚNIOR

GUSTAVO CIPRIANO DE SOUZA SANTOS

HEDIVANA RIBEIRO SILVA

HENRIQUE SOUSA SILVA

ITALO LOURHAN CARDOSO BARBOSA

JAIRO CEZAR SHERLOCK DE CASTRO ARAÚJO

JAMILLY REIS DA SILVA

JESSICA GOMES

JIMMY CHARLES DA SILVA GOMES

JOÃO GABRIEL MONTEIRO PESSOA

JOAO VICTOR BARBOSA DE MACEDO

JOÃO VICTOR CARVALHO

JOEL DOUGLAS DE SOUSA ABREU

JOSÉ RAULINO CASTELO BRANCO NETO

JÚLIO CÉSAR DA PAZ PINHEIRO

KELLY ANDREA LUSTOSA DOS SANTOS

LAIANE DA SILVA RIBEIRO

LEANDRO DE PAULA ALVES DA SILVA

MARCELA SOARES RODRIGUES

MARCOS ANTONIO DOS SANTOS SILVA

MARIA FERNANDA MARQUES VANDERLEI

MARIA VITÓRIA DE ARAÚJO OLIVEIRA

MAYKON DOS SANTOS NASCIMENTO

MELKA LETÍCIA DE SOUSA MONTEIRO

PAULO PEREIRA GOUDINHO

PEDRO AUGUSTO DOS SANTOS DE OLIVEIRA

PEDRO VINICIUS CUNHA

POLIANA SEPÚLVEDA CAVALCANTI

RAIELLY ARAÚJO SILVA

RAVEL DE SOUSA RODRIGUES

REGINA VENERANDA DE CARVALHO

RICHARD HENRIQUE FÉLIX DA CRUZ

ROBERVAL BORGES DE MORAES FILHO

SÉRGIO GABRIEL CAVALCANTE MATOS

SIDELMONIO ALVES RIBEIRO

TERESINHA FORTES E SILVA

Foto: Divulgação (FMC)

Aberta as inscrições para o curso de Marketing Digital para artistas de Teresina

Iniciaram ao meio-dia de hoje (25/01), as inscrições para o curso de Marketing Digital para artistas, o mesmo é promovido pela Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), através de uma parceria com a Associação Maria do Amparo (AACEMA). Com um número de vagas limitadas, o curso pretende oferecer aos artistas teresinenses a oportunidade para que a classe tenha uma melhor experiência com as ferramentas digitais, que hoje são bem importantes para quem deseja divulgar um trabalho artístico.

O lançamento do curso ocorreu no final desta manhã, no auditório do Palácio da Música, no Centro de Teresina, e contou com a presença de diversos representantes do setor cultural. Para se matricular, o artista deve acessar o site da Fundação Municipal de Cultura de Teresina, o cultura.pmt.pi.gov.br, nele está disponível um link de inscrição.

De acordo com Cristiane Alencar, diretora da AACEMA, o curso está sendo realizado para preencher uma lacuna, já que hoje as plataformas digitais oferecem uma infinidade de serviços que aqueles que desejam divulgar a sua arte. Para a diretora, muitas dessas ferramentas são gratuitas, porém subutilizadas, uma vez que muitos artistas não sabem usar essas ferramentas.

“Estamos com essa parceria com a FMC para garantir essa oportunidade para aqueles que desejam aprimorar seus conhecimentos. Ao todo são 50 vagas que estarão disponíveis a partir de hoje”, conta Cristiane Alencar.

Cristiane Alencar, da AACEMA, conta que o curso é uma oportunidade para os artistas promoverem seus trabalhos.

CURSO GRATUITO

Para Ênio Portela, presidente da FMC, outro fato importante deste curso, é o fato dele ser totalmente gratuito, garantindo oportunidade igualitária para todos os artistas teresinenses. O gestor enfatiza que as inscrições seguem até o dia 11 de fevereiro, porém segundo ele, por conta das vagas ilimitadas, o interessado deverá fazer sua matrícula o quanto antes para garantir a vaga.

“O curso terá uma duração de 120 horas e no final os participantes receberão um certificado de participação. As aulas ocorrerão às segundas, quartas e sextas-feiras, das 14 horas até às 17 horas, entre os dias 14 de fevereiro e 11 de março na sala da Palavra Assis Brasil, no Sesc Cultural, que fica na avenida Raul Lopes, n° 513, bairro Noivos”, conta Ênio Portela.

O presidente da Fundação Ênio Portela participou da solenidade.

Para mais informações sobre inscrições ou detalhamento do curso, o interessado poderá entrar em contato com a organização por meio do telefone (86) 3085-3892.

Clique no link e faça agora a sua inscrição: https://forms.gle/frAW5o6fr9Cq83qAA

Teresina terá curso para capacitação de artistas em Marketing Digital

A Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), promove por meio da Associação Maria do Amparo (AACEMA), o curso ‘Marketing Digital para Artistas; Capacitação e Empreendedorismo’. O lançamento oficial acontecerá em solenidade nesta terça-feira (25), a partir das 10 horas, no Palácio da Música, localizado no Centro de Teresina.

De acordo com Ênio Portela, presidente da FMC, o objetivo do curso é formar artistas e profissionais da produção cultural para lidar com as novas ferramentas online para que eles possam empreender a partir do próprio talento. De acordo com o presidente, o curso é gratuito e aberto à comunidade artística.

“As inscrições estarão abertas a partir de segunda-feira (25) e seguem até o dia 11 de fevereiro. Ao final das aulas, os alunos receberão certificado com carga horária de 120 horas”, afirma Ênio Portela, enfatizando ainda que as vagas são limitadas.

Foto: Divulgação (FMC)

Segundo Ravenna Araújo, coordenadora do curso, as disciplinas do curso de Marketing Digital envolvem conhecimentos sobre mídias sociais, criação, planejamento e produção de conteúdo em vídeos e análise de métricas. As aulas ocorrerão às segundas, quartas e sextas-feiras, das 14 horas até às 17 horas, entre os dias 14 de fevereiro e 11 de março na sala da Palavra Assis Brasil, no Sesc Cultural, que fica na avenida Raul Lopes, n° 513, bairro Noivos.

Foto: Ravenna Araújo, coordenadora do curso

“Pensamos em módulos que vão de noções básicas do Marketing Digital até o uso de ferramentas mais complexas com ferramentas de impulsionamento. Teremos convidados especialistas que vão falar sobre a parte de produção fotográfica voltada para rede social e também sobre Facebook ADS”, afirma Ravenna Araújo, esclarecendo ainda que o curso conta com investimentos de emendas parlamentares repassadas pelo vereador Venâncio Cardoso.

Para mais informações sobre inscrições ou detalhamento do curso, o interessado poderá entrar em contato com a organização do mesmo por meio do telefone (86) 3085-3892.

Ação une arte e solidariedade no Shopping da Cidade

A primeira edição do Projeto Ação Arte Solidária, realizado no Shopping da Cidade, no Centro de Teresina, aconteceu nesta terça-feira (11), com objetivo unir a cultura ao momento de solidariedade, já que muitas famílias da capital necessitam de ajuda por conta das cheias provocadas pelas chuvas. O evento foi uma iniciativa da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMC), com o apoio de diversos artistas que abriram mão do cachê, além do INPI – Instituto de Negócios do Piauí e da SAAD Centro (Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas Centro).

O humorista Amaurí Jucá foi uma das atrações do evento / Fotos: Ascom FMC

O presidente da FMC, Ênio Portela, considerou o evento um sucesso, tanto pela aceitação dos artistas, quanto pela participação da população e dos empreendedores do Shopping da Cidade, que fizeram questão de doarem alimentos, roupas, brinquedos e materiais de limpeza. Para Ênio, o evento foi o pontapé inicial para que as atividades culturais realizadas pela Prefeitura de Teresina, passem a receber doações durante todo o ano.

“O prefeito Dr. Pessoa é muito sensível a essas causas, por isso ficou otimista com esse novo formato dos eventos que serão realizados pela pasta da cultura. Nossa intenção é trabalhar a solidariedade o ano inteiro, pois sabemos que o povo de Teresina tem o costume de sempre ajudar ao próximo”, conta Ênio Portela, esclarecendo ainda que agora as doações recebidas no evento de hoje passaram para uma triagem e em breve serão repassadas para a SEMCASPI, já que ela é o órgão que conta com um banco de dados com nomes das famílias que mais carecem de ajuda.

Fazer o bem faz bem

Além dos empreendedores, várias pessoas atenderam o chamado do bem e compareceram ao Shopping da Cidade para fazerem suas doações, como foi o caso da comerciante Ana Lustosa, que trabalha no Centro de Teresina. A comerciante conta que viu pela tv o anúncio do evento solidário e por isso fez questão de participar doando alguns quilos de alimentos não perecíveis.

“Estava me preparando para sair de casa quando vi na tv uma reportagem falando dessa campanha solidária. Fui à dispensa e coloquei alguns alimentos que tenho a certeza que irá ajudar a aliviar a fome de algum teresinense que neste momento passa por dificuldades”, finaliza Ana Lustosa.

Atrações voluntárias

Os humoristas Amauri Jucá, Jackstênio Rodrigues, Walbert Dourado e Kátia Picolé fizeram parte da festa, já na parte musical, a animação ficou por conta de Lene Alves, Dam Bezerra, Luana Campos, Banda 16 de Agosto, Musical Clower Emergency, Evaldo Lima, além de um grupo de forró pé de serra formado por alguns integrantes da Orquestra Sanfônica de Teresina.

Final do Festival TEREMUSIC ocorre neste sábado (11) no Parque da Cidadania

No próximo sábado, (11), às 18h, acontece no Parque da Cidadania, na zona Norte de Teresina, a grande final do Festival TEREMUSIC, evento que reunirá novos nomes da música local. Realizado pela Prefeitura de Teresina, o festival terá 14 atrações na final que disputarão prêmios em dinheiro no total de R$ 14 mil reais para os primeiros colocados.

Ênio Portela, presidente da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, conta que o evento é uma oportunidade criada para dar oportunidade para nomes da juventude que desejam seguir carreira musical. Para ele, o festival acaba sendo uma porta de entrada para jovens, principalmente para aqueles que passaram ou estão matriculados nos cursos gratuitos oferecidos pela Prefeitura de Teresina para formar novos talentos.

“Já trabalhamos a capacitação destes jovens por toda a cidade e agora por meio deste evento, é possível dar mais uma oportunidade para aqueles que estão dando o primeiro passo na música. Ele também cita que além da premiação, o festival dá visibilidade para os participantes e em breve muitos deles estarão nos palcos da capital e até em outras cidades”, comenta Ênio Portela.

Votação

Além da votação dos jurados, também ganha pontos os mais votados em uma votação que ocorre na página do festival no Instagram. Para validar o voto, o internauta deverá seguir as páginas @cultura_the e @festivalteremusic, além de curtir a foto do candidato e comentar com hashtags #festivalteremusic2021 .

 

Participantes na categoria solo

Francyelly da Silva

Ester da Silva

Yasmin Ohana

Mayke

Carlos Eduardo

Jamilly Reis

Ellen Maria

Ana Teresa

Festival tem 14 artistas na final incluindo bandas e participantes solo. Foto: Ascom FMCMC

Participantes na categoria banda

Banda Cidade Estéril

Marcos Andrade e Banda

Grupo Três

Narcoliricistas

Sunlight

Bonnibel

Doze atrações musicais irão animar postos de vacinação Drive Thru em Teresina

Este final de semana será de comemoração para os teresinenses de 71 e 72 anos. Eles estão na programação para receberem nesta sexta (23) e no sábado (24), a segunda dose da vacina contra o Novo Coronavírus.
Para não deixar esse momento passar em branco, a Prefeitura de Teresina (PMT), por meio da Fundação Cultural Monsenhor Chaves (FMC), irá disponibilizar, em alguns postos Drive Thru, atrações musicais que prometem animar quem passar por estes locais.

De acordo com Scheyvan Lima, presidente da FMC, a iniciativa do Projeto Música e Saúde visa amenizar a ansiedade daqueles que estavam há um ano aguardando pela imunização contra a Covid-19. Segundo ele, nesta etapa os músicos serão destacados para dez postos de vacinação espalhados em todas as zonas da capital.

“A gente percebeu que muitas pessoas entraram em depressão durante a pandemia, elas se isolaram mais e isso é um fato preocupante que precisa ser visto com delicadeza. Com a música iremos mostrar para elas que apesar das dificuldades enfrentadas no último ano, temos que ter força para lutar e seguir em frente. A saúde mental é muito importante nesse momento”, enfatiza Scheyvan Lima.

Para o violonista Dam Bezerra, coordenador do Projeto de Violões da FMC, levar cultura para estes espaços é algo muito importante, pois para ele não há nada que pague o sorriso no rosto de uma pessoa que se encanta com um bom som musical.

“Notei que ao entrarem nos postos muitos estavam com a fisionomia tensa, mais logo que começava a toca o rosto aflito dava espaço para um grande sorriso e ver um rosto feliz é o melhor prêmio que um músico pode ganhar”, afirma Dam Bezerra, que se apresentou na primeira etapa do projeto.

Vale lembrar que para se vacinar as pessoas contempladas nesta etapa devem comparecer aos locais de vacinação portando o cartão de vacina que comprove a primeira dose, documento de identificação com foto, CPF e comprovante de residência da cidade de Teresina. Para mais informações sobre os locais de vacinação, bem como os horários, basta acessar o site pmt.pi.gov.br

A Fundação Cultural Monsenhor Chaves (FMC), irá disponibilizar, em alguns postos Drive Thru, atrações musicais que prometem animar quem passar por estes locais. Foto: Ascom (FMC)

Lei Aldir Blanc: artistas desenvolvem projetos culturais em Teresina

A pandemia de Covid-19 tem afetado muitos setores em Teresina, um deles foi o da cultura, um dos primeiros atingidos com as medidas de distanciamento social. Na capital piauiense, 188 projetos culturais foram contemplados com o Edital da Lei Aldir Blanc, dentre eles, os que envolvem a gravação de DVDs promocionais, realização de lives, confecção de livros, apresentações folclóricas, dentre outros.

A cantora Beth Moreno foi uma das beneficiadas com o edital. Ela, que tem quase 30 anos de carreira, conta que a classe passou por momentos difíceis durante a pandemia, porém, com o auxílio recebido, ela pôde gerar renda para sua equipe gravando um DVD que também servirá como fonte de renda extra.

“Hoje, graças ao Edital da Lei Aldir Blanc, me sinto uma artista realizada, pois realizei meu sonho de gravar um DVD totalmente profissional com alto nível musical”, afirma a cantora, enfatizando ainda que seu novo material de trabalho vem com músicas autorais compostas por seu pai, o Maestro Luiz Santos e seu irmão José dos Santos.

Enquanto uns gravam DVDs, a Banda Os Cabas do Forró resolveu aplicar os recursos na realização de uma live que foi transmitida pelo YouTube no começo desta semana. Segundo o cantor Vicente Visgueira, de 61 anos, que é o responsável pela banda, os recursos recebidos ajudaram os músicos e ainda serviram para promover o trabalho dos artistas.

“Fiquei muito feliz por ter o meu projeto aprovado, pois como vivemos apenas da música, tem sido muito ruim enfrentar toda essa situação”, conta o músico reafirmando que os recursos da Lei Aldir Blanc chegaram na hora certa.

De acordo com Scheyvan Lima, presidente da Fundação Monsenhor Chaves, que é o órgão da administração pública municipal responsável pela política cultural, em Teresina foram investidos cerca de seis milhões de reais em projetos apresentados por artistas locais.

“Sabemos das dificuldades enfrentadas pela classe artística em nossa cidade, por isso os técnicos da FMC trabalharam para atender um grande número de profissionais e projetos”, conta o presidente, afirmando ainda que, por medida de segurança, está sendo estudando o adiamento de projetos que possam gerar aglomerações de pessoas.

A Lei Aldir Blanc (Lei nº 14.017, de 29 de junho de 2020), criada pelo Governo Federal, define ações emergenciais destinadas ao setor cultural durante o estado de calamidade, em função da Covid-19. Na capital piauiense, o edital foi executado pela Prefeitura Municipal de Teresina, por meio da Fundação Monsenhor Chaves.

A cantora Beth Moreno foi uma das beneficiadas com o edital Foto (Ascom/FMC)

Fundação Monsenhor Chaves inicia pagamentos da Lei Aldir Blanc

A Prefeitura de Teresina, através da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves, iniciou os pagamentos para os contemplados pela Lei Aldir Blanc. O benefício foi criado para garantir renda emergencial aos artistas e para manutenção de espaços culturais, buscando amenizar os impactos no setor, que foi um dos mais afetados pela pandemia do novo Coronavírus.

Dividida em duas linhas, o edital do programa financiado pelo Governo Federal destinou mais de R$ 6,5 milhões para os trabalhadores e as trabalhadoras da cultura, iniciativas e espaços culturais. “Estamos na parte de pagamento dos contemplados e já recebemos fotos da realização de projetos”, afirmou Paulo Dantas, superintendente da FMC.

Na linha II, referente aos espaços e territórios culturais, foi disponibilizado o valor de quase R$ 1,6 milhão e contou com 14 projetos aprovados, sendo utilizados somente R$ 420 mil. O restante do valor será destinado para a linha III, referente às propostas coletivas individuais. A linha III teve 174 projetos aprovados e foi disponibilizado o valor de R$ 4,9 milhões.