Projeto “Querido Remetente” realiza I Encontro Integrador

Com o objetivo de trabalhar de forma didática o gênero correspondência, a Escola Municipal Professor Antilhon Ribeiro Soares, localizada no bairro Lourival Parentes, zona Sul de Teresina, realizou na manhã desta quinta-feira (26) o projeto “Querido Remetente”, com os alunos do 6º ao 9º ano.

Fotos: Ascom Semec

O projeto tem como intuito incentivar, de modo lúdico, a leitura, a escrita e trabalhar as habilidades socioemocionais e afetivas dos estudantes. O 1º encontro integrador do projeto aconteceu hoje e teve a temática “família”, em virtude ao Dia das Mães e Dia da Família, ambos no mês de maio.

Com intuito de aproveitar para fazer uma reflexão sobre a temática e trazer a família de encontro com a escola, a equipe pedagógica organizou no pátio a leitura de cartas, como a apresentação de poemas, painel lambe-lambe e cordéis com a temática mensal do projeto.

A pedagoga Glaucya Leandro, explicou à Secretaria Municipal de Educação (SEMEC), que o diálogo sobre a temática “família” foi construído ao longo desse mês com os alunos, trabalhando também as múltiplas configurações de famílias que têm na escola.

“ Aproveitamos o momento para fazer essa reflexão com os alunos e também aproximar a família da escola. Assim podemos estar obtendo melhorias no resultado, tanto no aspecto cognitivo quanto socioemocional”, finaliza a pedagoga.

CMEI Nossa Senhora da Paz lança projeto de leitura com diversão

Dia de festa no Centro Municipal de Educação Infantil Nossa Senhora da Paz, localizado na zona Sul de Teresina. Foi nesta quinta-feira (19) o lançamento do projeto de leitura “Conta pra Mim”, no Complexo Cultural Pe. Pedro Balzi. O evento contou com a participação do Coral da Secretaria Municipal de Educação (Semec), cantando o Hino de Teresina e algumas canções infantis.

O projeto é parte do Alfabetiza Teresina, uma parceria da Semec com as unidades de ensino da Rede Municipal para potencializar a leitura das crianças no ciclo de alfabetização. No CMEI Nossa Senhora da Paz, as leituras serão mescladas com brincadeiras, teatro e muita diversão, estimulando com a turminha o hábito de ler todos os dias.

Fotos: Ascom Semec

O secretário municipal de Educação, professor Nouga Cardoso, esteve no lançamento do projeto do CMEI e incentivou a participação das crianças. “Tenho certeza que essa sementinha que está sendo plantada hoje, em um lugar abençoado, vai frutificar. Quero ver todos lendo com desenvoltura e construindo um futuro brilhante”, disse Nouga.

Para a diretora Antônia Rodrigues, a palavra do dia é gratidão. “Só tenho a agradecer pela oportunidade de começar mais um trabalho que vai nos empolgar, beneficiar nossos alunos com a habilidade da leitura, pois quem sabe ler sabe quase tudo na vida”, pontuou.

Agenda da Educação municipal

Cumprindo uma longa agenda ainda na manhã da quinta-feira, o secretário de Educação visitou o bairro Vale do Gavião, onde conversou com representantes da Associação de Moradores e sinalizou de forma positiva para atender as demandas ligadas à educação. Nouga aproveitou para ir ao CMEI Antônio de Noronha Pessoa Filho e já organizou um cronograma de visitas em diversas unidades de ensino da região.

Na zona Sudeste, o secretário e uma equipe técnica da Semec passaram por Centros Municipais de Educação Infantil que precisam de pequenos reparos como pintura, reforço na segurança e substituição de equipamentos. No CMEI Maria José Arcoverde, Nouga conversou com a diretora Jane Medeiros e alguns pais que estavam em reunião, reafirmando o compromisso do retorno das aulas 100% presenciais.

Prefeitura de Teresina fortalece ações com adolescentes para Selo Unicef

A Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), por meio da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), promoveu nesta quarta-feira, (13), no Centro de Formação Odilon Nunes, Bairro Marquês, zona Norte, o I Fórum Comunitário Selo Unicef. O evento reuniu adolescentes do Núcleo de Cidadania de Adolescentes (NUCA-Teresina).

Fotos: Rômulo Piauilino – Semcom

Os adolescentes do NUCA-Teresina seguirão com atividades, oficinas e debates temáticos para concorrer ao Selo Unicef 2021-2024. Atualmente, o NUCA-Teresina possui cerca de 16 adolescentes, sendo oito meninas e oito meninos, entre 12 a 17 anos de idade, e irão discutir questões importantes para o seu desenvolvimento e reivindicar à gestão municipal.

De acordo com o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, as secretarias envolvidas na iniciativa estão engajadas com a iniciativa e devem fomentar ações que gerem conhecimento e oportunidades.

“Tem uma filosofia que diz ‘o futuro do mundo é a criança e do adolescente’, mas fica só na Constituição e pouco se faz para este público. Se não tem uma base e um alicerce bem feito a casa cai. Nós vamos olhar, de fato, dando direito e deveres para eles, além de fortalecer as ações”, ressaltou.

Segundo Allan Cavalcante, secretário da Semcaspi, a iniciativa é para dar o conhecimento e protagonismo aos adolescentes do NUCA-Teresina, inclusive, na própria gestão municipal.

“O Dr. Pessoa mostra que tem um olhar sensível aos adolescentes, como forma de dar oportunidades. Com o NUCA-Teresina, estes adolescentes integrantes devem ser protagonistas do processo. Desde as escolhas das atividades, temáticas e até ao apresentar suas próprias necessidades. A logomarca do NUCA-Teresina, por exemplo, foi feita por um dos adolescentes, escolhida por meio de votação on-line”, pontuou.

Para André Santos, gerente de Direitos Humanos, o engajamento dos adolescentes no Selo Unicef ajuda a melhorar o atendimento nos serviços da Prefeitura para o público infanto-juvenil.

“O Selo é muito importante porque a gente vai ouvir as crianças e adolescentes do nosso município e são eles quem vai fazer a avaliação de como está a gestão. Nestes quatros anos de gestão, nós teremos o empenho destes jovens cadastrados no NUCA-Teresina e eles farão uma fiscalização e acompanhamento dos serviços. Nada melhor do que eles para dizer quais os problemas que o nosso município enfrenta e daí, melhorarmos ainda mais o atendimento a este público”, pontuou.

PROTAGONISMO

Marcos Antônio da Costa, adolescente do NUCA-Teresina, elaborou uma ideia de logomarca, que ganhou a votação on-line para ser a oficial do NUCA-Teresina.

“Isso é muito importante para mim. É uma honra ter tido a minha logomarca escolhida. Consegui expressar a ideia sobre crianças e adolescentes. Além de incluir temáticas como a diversidade, inteligência, o direito de brincar, de ouvir música, estudar, dançar e a cultura”, destacou.

Semcaspi inicia conversação sobre mudança de prédios com famílias acolhidas em escolas

A Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) iniciou nesta segunda-feira, (04), a conversação com as famílias, que estão acolhidas em escolas, sobre a necessidade de mudar de prédios. A mudança acontecerá por conta do retorno presencial das aulas nas três escolas e deverá ocorrer até o final da próxima semana.

Ao total, das 56 famílias, que moravam em áreas de risco, 36 estão acolhidas nas escolas municipais. Deste número: cinco estão na Escola Municipal Minha Casa; 18  na Escola Municipal Nova Brasília; e 13 na Escola Municipal Domingos Afonso Mafrense.

Fotos: Ascom Semcaspi

De acordo com Allan Cavalcante, secretário da Semcaspi, a ideia é negociar com as famílias para onde elas serão acolhidas, visando a distância e a estrutura disponível.

“O Prefeito Dr. Pessoa tem buscado da melhor maneira possível avaliar o destino destas famílias. De forma emergencial, para que as aulas presenciais sejam retomadas nestas três escolas, a gente está negociando outros prédios com as famílias envolvidas, para que elas sejam alojadas ou mesmo a inclusão delas no Programa Cidade Solidária”, esclareceu o secretário.

Segundo Graciane Neves, gerente de Proteção Social Especial, até o momento, dois prédios foram apresentados como sugestão e o terceiro espaço está sendo avaliado pelos técnicos.

“É importante frisarmos que independente destas famílias estarem em alojamentos ou acolhidas na casa de alguém, elas seguirão recebendo o devido acompanhamento. No momento, apresentamos dois espaços: O CEU NORTE e o Centro de Convivência NAI Wall Ferraz. Já estamos articulando um terceiro espaço, que seja mais perto da região que eles estão”, pontuou Graciane Neves.

Outros três espaços seguem de acolhimento para as 21 famílias, que moravam em áreas de risco: 12 na Fundação Nossa Senhora da Paz; seis no Centro de Convivência NAI Wall Ferraz; e três no Centro Comunitário dos Oleiros.

Prefeitura distribui cesta básicas para artesãos e oleiros de Teresina

A Prefeitura de Teresina (PMT), iniciou nesta segunda-feira (4), através da equipe da Secretaria Municipal de Economia Solidária (Semest) a distribuição das cestas básicas encaminhadas pelo Ministério da Cidadania. A ação teve início no Pólo Cerâmico Artesanal do Poty Velho e Olaria de Teresina, cerca de 200 famílias foram beneficiadas.

A artesão, Maria Vanderlande Carvalho, parabenizou a iniciativa e agradeceu a equipe pela organização. “Só temos que parabenizar a Prefeitura e a Secretaria pelas cestas, chegou em um momento muito importante. Obrigada, a equipe da Semest pela organização, todos nós fomos contemplados”, ressaltou.

A presidente da Associação Teresinense dos Profissionais em Olarias, Eliude Gomes, falou da alegria dos oleiros contemplados. “Estamos, todos, muito felizes. Só aqui 80 famílias foram beneficiadas. Esse período de chuvas é sempre difícil para gente. Então só temos a agradecer”, falou.

A coordenação responsável pela logística de entregas, irá dar continuidade com a distribuição pelos centros de produção.

O secretário, Francisco Wallysson Almeida, destacou o empenho da equipe e a importância das cestas para os permissionários e cooperados.

“Estamos atentos às necessidades dos nossos assistidos, é um momento delicado e estamos dando apoio a essas famílias. Vamos continuar com a distribuição e contemplar mais famílias. Esse é o compromisso da nossa gestão”, destacou o secretário.

Fotos: Ascom Semest

Crianças e adolescentes venezuelanos terão atendimento educacional em Teresina

Técnicos da Secretaria Municipal de Educação (Semec) e Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) se reuniram na manhã desta segunda-feira (04), no Centro de Formação Professor Odilon Nunes, para discutir os detalhes finais das estratégias para alfabetização de cerca de 170 venezuelanos e também a EJA (Educação de Jovens e Adultos).

“A Semec elaborou um projeto que terá início ainda neste mês de abril. Inicialmente serão atendidas as crianças de 4 e 5 anos de idade e até o mês de julho será a vez da faixa etária entre 6 e 14 anos ter acesso à educação”, explica a gerente de Proteção Social Especial da Semcaspi, Graciane Neves.

O projeto de Alfabetização Especial elaborado pela equipe da Gerência de Ensino da Semec apresenta uma proposta de agregar em seu processo de aprendizagem de forma lúdica, ações culturais, dentre outras atividades.

“A gente vem dialogando com a Semcaspi com o objetivo de articular melhor o atendimento à comunidade venezuelana, integrando-a na Rede Municipal de Ensino, dando às crianças e adolescente mais dignidade com relação à escolarização. Já vimos os espaços e a melhor forma de atendê-los, tendo um acompanhamento mais sistematizado por parte da Secretaria Municipal de Educação”, garante a gerente de Ensino Fundamental da Semec, Geane Alves.

Foto: Ascom Semec

Professores da Rede Municipal recebem suporte didático com formações continuadas

Para garantir que todas as unidades de ensino da Rede Municipal de Teresina desenvolvam um trabalho de excelência com os alunos em sala de aula, os professores passam por formações e recebem orientações da Secretaria Municipal de Educação (Semec). O alinhamento do plano de ação com a equipe escolar é feito pelas gerências de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Formação.

Além de receberem um material de apoio didático exclusivo contendo orientações e direcionamentos com temáticas relevantes, os professores contam com o apoio de uma equipe de coordenadores especializados que estabelecem um vínculo imprescindível com esses educadores. É também através de um cronograma de encontros presenciais e online que ocorrem as trocas de experiências, vivências, saberes e informações.

O planejamento diário que permeia o trabalho do professor em sala de aula é chamado de sequência didática. Esse processo faz do professor um pesquisador e possibilita a realização das adequações necessárias de acordo com a realidade de cada comunidade escolar.

“A equipe de formadores, em apoio às unidades de ensino, concomitantemente aos professores, elaboram sequências didáticas que norteiam todo o trabalho em relação ao ensino das habilidades que os alunos precisam desenvolver a cada ano escolar, desde o maternal ao 2°ano do Ensino Fundamental”, explica a professora Arlene Oliveira, que faz parte da equipe de Formação e Coordenação de Alfabetização da Rede.

Segundo Arlene, todos os educadores recebem uma atenção especial, apoio e supervisão das coordenações de Alfabetização (Alfabetiza Teresina) e Alfabetização na Idade Certa (PRO Alfabetização). “É de suma importância que os professores recebam esse apoio didático, pois possibilita melhor preparo profissional para executar as atividades com as crianças em sala de aula. A ideia é ampliar esse processo de sequências didáticas para outros níveis de ensino”, finalizou a professora.

Fotos: Ascom Semec

SEMAM entrega kits de combate a incêndios em assentamento da kits de combate a incêndios

O assentamento 17 de abril, na zona rural de Teresina, foi a primeira localidade a receber os kits de combate a incêndio doados pela Prefeitura de Teresina através da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SEMAM).

Fotos: Ascom SEMAM

O kit, que contém os principais equipamentos de segurança de proteção individual (EPI’s) como capacetes, luvas, óculos, bomba costal e abafadores, foi entregue aos moradores como mais uma ação efetiva da Campanha contra as Queimadas.

“Essa campanha foi um pedido pessoal do nosso prefeito Doutor Pessoa. Hoje estamos aqui fazendo a entrega do kit na primeira localidade, mas vamos distribuir também em outras. O que precisamos é levar nossa mensagem de que incêndio é crime ambiental e que podemos encontrar outras alternativas para trabalhar na terra. Hoje está sendo um dia muito especial para nós e pra toda essa comunidade”, destacou a secretária Elisabeth Sá.

Dona Deuclécia é uma das moradoras que participou da ação no assentamento. Prestes a completar 81 anos de pura vitalidade, fez questão de ir receber o kit e aprender mais sobre os cuidados que deve tomar com as Queimadas.

“Eu fui uma das primeiras moradoras daqui e participar desse momento é importante pra todos nós. Aqui já sofremos muito com Queimadas e ter esses equipamentos agora e as informações vai nos ajudar”, comemorou.

Semcaspi promove blitz de divulgação da 2ª edição do Teresina Cuida de Você

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) realizou nesta segunda-feira (22), no cruzamento entre avenidas Mestre Dezinho e a Francisca Marcolino Oliveira, a blitz de divulgação do Programa Teresina Cuida de Você. O evento acontecerá no sábado (27), de 8h às 14h, no Centro Esportivo Unificado Ana Maria Rêgo (CEU/Sul), no Bairro Portal da Alegria.

Foto: Ascom Semcaspi

A blitz de divulgação teve como objetivo informar a população da zona Sul de Teresina sobre os serviços que serão oferecidos no Teresina Cuida de Você. A próxima blitz de divulgação está prevista para acontecer nesta quinta-feira (25), das 9h às 13h, na Praça do Esplanada, no Bairro Esplanada, zona Sul da capital.

De acordo com Karol Pinheiro, gerente de Políticas Integradas da Semcaspi, a blitz de divulgação é para convidar as pessoas a participar do Teresina Cuida de Você, que contará com mais de 100 serviços da Prefeitura de Teresina e de instituições parceiras.

“Quando nós decidimos promover esta blitz, pensamos em uma forma de trazer estas informações sobre o evento do dia, 27, tanto para quem reside na região, quanto para quem está em deslocamento para o trabalho e atividades outras. A nossa intenção é fazer a divulgação da nossa segunda edição do Teresina Cuida de Você, onde o público vai encontrar de tudo um pouco, serviços de cidadania, saúde, lazer, cultura, esporte e até meio ambiente”, pontuou.

Para Shênia Sousa, gerente do Cras Sul I, a blitz seguirá nas escolas e unidades básicas para informar o máximo de público possível na região Sul.

“A blitz de divulgação foi um sucesso. Foi alcançado um número significativo de pedestres e comerciantes. A comunidade está entusiasmada com a vinda dos serviços para a região”, ressaltou.

MAIS DE 100 SERVIÇOS

Dentre os mais de 100 serviços que Teresina Cuida de Você ofertará estão: consulta, atualização e inserção no Cadastro Único; cadastro e informações do Programa Abrace Nós; emissão da 1ª e 2ª via do R.G; testes de Covid-19; orientação e esclarecimento jurídicos, por meio da Justiça Itinerante e Defensoria Pública do Piauí; Identidade Digital; alistamento militar; emissão de autorização para estacionamento em vaga especial; danças aeróbicas; distribuição de mudas e sementes; orientações do Procon.

Semcaspi inaugura reforma da sede do Conselho Municipal do Idoso

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) inaugurou nessa sexta-feira (19), a reforma da sede do Conselho Municipal dos Direitos do Idoso (CMDI), que funciona no prédio da secretaria. A sede possui estrutura mais ampla, com sala de atendimento individualizado.

Fotos: Ascom Semcaspi

Segundo Allan Cavalcante, secretário da Semcaspi, o Conselho Municipal dos Direitos do Idoso é mais um dos serviços que estão sendo reformados e reformulados, tais como as unidades de Cras, os Conselhos Tutelares e a própria sede da secretaria.

“A reforma da sede do Conselho do Idoso representou na gestão do Prefeito Dr. Pessoa compromisso, dignidade e um olhar diferenciado e sensível para a população idosa de Teresina. Este conselho, historicamente, foi abandonado e excluído pela gestão pública. E agora, a gestão do Dr. Pessoa abraça este conselho e a pessoa idosa”, pontuou.

Auxiliadora Sampaio, presidente do CMDI, conta que apenas com a pintura externa e a colocação da placa de identificação houve um aumento de 30% no atendimento.

“Estamos muito felizes em receber esta reforma do Conselho Municipal do Idoso, que representa grande motivação e aumento na autoestima, tanto dos conselheiros quanto dos idosos assistidos. Agora, teremos dignidade ao recebê-los e agradeço realmente a esta gestão. Hoje, as pessoas que passam em frente ao conselho já sabem do que se trata nosso trabalho. São coisas simples que fazem toda a diferença”, destacou.