Ambulatório para atender pessoas com ideação suicida muda de endereço

Ascom/FMS

A partir de segunda-feira (17), o Provida, ambulatório especializado que atende especificamente pessoas com ideação suicida ou com histórico de tentativa de suicídio em Teresina, irá funcionar no 1º andar do prédio do CMAM localizado na Rua Desembargador Freitas, nº 1599, Centro. A Fundação Municipal de Saúde (FMS) informa que o novo espaço é mais confortável, amplo e conta com maior número de consultórios psiquiátricos.

O Provida irá funcionar de segunda a sexta-feira, em dias úteis, das 8 às 17 horas. O atendimento é por demanda espontânea, ou seja, não precisa de marcação prévia. O usuário é atendido por psicólogo e psiquiatra e, dependendo do seu quadro de saúde, inicia o acompanhamento no ambulatório. A equipe também oferece suporte aos familiares do indivíduo.

Segundo a gerente de saúde mental da FMS, Isabel Karine, a gestão do órgão fortaleceu a rede de saúde mental para aperfeiçoar o atendimento a quem precisa. “Durante a pandemia, além do Provida, os sete CAPS também permaneceram funcionando. Há ainda atendimento psicológico através do 0800 291 0084. Já em caso de urgência psiquiátrica, o SAMU 192 pode ser acionado”.

“Sabemos que todos podem contribuir com a prevenção do suicídio, desde que tenham conhecimento, saibam diferenciar fatores de proteção e de risco para esse problema. O assunto ainda é tabu, mas não falar é tão nocivo quanto falar de forma errada. Defendemos que a população se informe sobre o tema e tenha atitude acolhedora diante de pessoas com problemas psíquicos”, ressalta Isabel.

O suicídio é um grave problema de saúde pública, que pode ocorrer por diversos fatores e, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 90% dos casos estão atrelados a transtornos mentais. A população não pode divulgar casos isolados de suicídio, para evitar que pessoas com doenças psíquicas tenham a mesma conduta, mas pode falar sobre a importância da saúde mental e locais nos quais os usuários podem buscar tratamento.

Veículos cadastrados pela Strans atenderão trabalhadores de serviços essenciais no feriado desta sexta-feira (22)

Os ônibus e vans cadastrados pela Superintendência Municipal Transportes e Trânsito (Strans) permanecerão disponíveis aos usuários do transporte coletivo que atuam nos serviços essenciais durante o feriado do Dia da Nossa Senhora da Conceição, que acontece nesta sexta-feira (22). Em virtude da pandemia da Covid-19, o feriado celebrado no dia 08 de dezembro, foi antecipado.

Os 54 veículos cadastrados no início do mês de maio pela Strans vêm garantindo o atendimento aos usuários, mesmo com a paralisação do transporte público pelo Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários (Sintetro).

O superintendente da Strans, Weldon Bandeira, explica que o cadastro foi uma medida de planejamento dentro da logística de funcionamento do transporte público. “Esses veículos foram cadastrados para atender a população nos momentos de maiores necessidades e reforços. Neste contexto de paralisação, eles têm sido fundamentais para garantir o atendimento aos usuários de serviços essenciais da cidade”, pontua.

Vacinação contra gripe é retomada para atender idosos acamados em Teresina

A partir de terça-feira (31), a vacinação contra gripe em Teresina será retomada para atender exclusivamente idosos acamados em suas residências, idosos em asilos e idosos da zona rural. A medida foi uma estratégia adotada pela Fundação Municipal de Saúde (FMS) após receber do Ministério da Saúde 14 mil doses, quantidade insuficiente para vacinação de todos os idosos e profissionais de saúde.

As Unidades Básicas de Saúde (UBS) possuem a relação de idosos acamados na cidade, já que realizam trabalho de acompanhamento a esse público por meio das equipes de saúde. “Agora, se tem um idoso que é acamado e não costuma receber visita em casa da nossa equipe de saúde, o responsável por essa pessoa pode ir à Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua casa, para fazer o cadastro”, explica o diretor de Atenção Básica, Kledson Batista.

Kledson Batista esclarece ainda que idoso acamado é a pessoa com idade superior a 60 anos, que não se locomove, não podendo sair de casa em razão da sua condição de saúde. Já os idosos que estão em quarentena e que ainda não foram vacinados deverão aguardar a chegada de mais doses de vacina contra a gripe, para que possam se dirigir aos postos de saúde, escolas e drive-thrus.

O presidente da FMS, Manoel Moura, afirma que assim que chegar a quantidade suficiente de doses, a vacina será disponibilizada para a população-alvo, nos postos de saúde e escolas. “Nós reconhecemos a importância da vacina na proteção à saúde, mas pedimos a compreensão de todos nesse momento. Há um trâmite por trás do fornecimento, para assegurar a qualidade do material, de modo que o Governo Federal adquire e distribui para o Governo do Piauí, que envia para Teresina”.

A vacina não protege a pessoa contra o novo Coronavírus e sim contra a Influenza, doença respiratória infecciosa cuja origem é viral. A transmissão direta de pessoa a pessoa é a mais comum e ocorre por meio de gotículas expelidas pelo individuo infectado com o vírus, ao falar, espirrar ou tossir. Há evidência de transmissão também pelo modo indireto, por meio de contato com a secreção de doentes.

Segundo dados que constam em sistemas de informação da FMS, Teresina já vacinou 55,8% dos idosos contra a gripe. Ao total, cerca de 65 mil doses desta vacina foram aplicadas em idosos e profissionais de saúde, somente nos dois primeiros dias da Campanha. No dia 25 de março, a vacinação foi suspensa em decorrência do desabastecimento de doses por parte do Ministério da Saúde.