Coleta seletiva de lixo cresce com flexibilização das atividades econômicas em Teresina

Ascom/Semduh

Dados da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh) mostram que voltaram a crescer os números da coleta seletiva de lixo, que ficou parada por 56 dias devido à pandemia do novo Coronavírus. No mês de agosto, 121 instituições entre repartições, bares, restaurantes, empresas e condomínios solicitaram os serviços de coleta. Com a flexibilização dos setores econômicos, a expectativa é que o volume de coleta cresça ainda mais.

“O retorno dos materiais recicláveis para a cadeia de consumo é um ganho ambiental de grande importância. Uma das vantagens é o aumento do tempo de vida útil dos aterros, pois quando se faz a coleta seletiva, separam-se os materiais que são recicláveis e não são dispostos no aterro. A coleta também previne doenças e epidemias, uma vez que o lixo é descartado em locais seguros”, ressalta a coordenadora de limpeza pública da Semduh, Lílian Guimarães, acrescentando que a Semduh realizou várias ações de educação ambiental, com divulgação de vídeos nas mídias digitais para continuar conscientizando as pessoas sobre a importância da coleta seletiva.

Adriano Costa, síndico de um condomínio localizado na zona Leste de Teresina, resolveu aderir a coleta seletiva no mês de julho. Ele não imaginava que a produção de lixo reciclável seria tanta.  “Fiquei surpreso porque não tinha noção do quanto produzimos lixo que pode ser reaproveitável. Acho que é um serviço bom, porque educa as pessoas e os moradores passam a se policiar sobre o descarte do lixo correto. Os zeladores também contribuem ajudando a separar corretamente”, conta o morador.

Para garantir a correta destinação e aproveitamento sustentável de resíduos como plástico, metal, papel e vidro, a Prefeitura de Teresina vem realizando um trabalho de educação ambiental desde 2014. Atualmente, existem 25 Pontos de Entrega Voluntária de Resíduos Recicláveis (Pevs) distribuídos em todas as zonas da cidade, nas praças, parques, supermercados e pontos turísticos, como o Mirante da Ponte Estaiada.

Os materiais recicláveis da coleta são separados por tipos e associados a cores: metal (amarela), plástico (vermelha), papel/papelão (azul), vidro (verde). Podem ser descartadas panelas sem cabo, chapas de metal, molduras de quadros, objetos de alumínio e aço sem resíduos de alimentos, jornais, revistas, impressos em geral, caixas de papelão desmontadas, garrafas de vidro, garrafas PET, sacolas plásticas, canos e tubos PVC, embalagens de produtos de higiene. De acordo com a equipe de Educação Ambiental, papelão e vidro são os materiais mais descartados.

Especialistas ressaltam que o descarte adequado do lixo é uma conduta que beneficia não só o meio ambiente, como também garante o sustento de muitas famílias que fazem a venda desses materiais que são doados pelo município. Para saber quais os endereços de pontos de coleta seletiva e outras informações basta ligar para o número 3218-1126.

Teresina teve isolamento social de 46,5% após flexibilização das atividades aos domingos

Com a flexibilização das medidas restritivas para as atividades econômicas e sociais aos domingos, Teresina registrou índice de isolamento social de 46,5% ontem (20) e ocupou o nono lugar no ranking das capitais do país. A flexibilização já tinha sido iniciada aos sábados e agora se estende por todo o final de semana, respeitando os protocolos de prevenção da disseminação do novo coronavírus.

“Tivemos um retorno tranquilo. Muito embora a abertura já tenha sido formalmente feita, houve pouca circulação na cidade. Não houve uma retomada brusca do domingo. É esperado que, com o passar dos domingos, as taxas de isolamento voltem gradativamente ao normal”, destaca o prefeito Firmino Filho.

Os dados da startup InLoco, que computa os números através do georreferenciamento de smartphones em cidades de todo o país, apontam que em comparação com domingo anterior (13), que registrou índice de 50,1%, houve uma diminuição de 3,6% no isolamento da cidade. O Piauí, com taxa de 44,89%, ficou em décimo lugar entre os estados.

O levantamento destaca ainda o índice de isolamento social por regiões da cidade. No domingo, a região com a melhor taxa foi a Sul (47,05%), em seguida a Centro-Norte (46,98%), em terceiro a Leste (46,89%) e por último a Sudeste (42,98%). Entre os bairros, os que mais cumpriram o isolamento social foram Aeroporto (60,40%), Ininga (54,00%), Centro (52,58%), Angélica (52,40%) e Novo Uruguai (52,25%). Já os bairros que apresentaram os menores percentuais de pessoas que ficaram em casa foram Novo Horizonte (36,00%), São Sebastião (38,95%), Nova Brasília (39,10%), Cidade Jardim (39,70%) e Extrema (39,90%).

Com os resultados das pesquisas sorológicas mais recentes indicando uma estabilização e queda nos casos de coronavírus na capital, inclusive com a redução das internações hospitalares, a Prefeitura de Teresina também ampliou os horários para o funcionamento dos serviços de saúde e o número de pessoas nas celebrações presenciais em templos religiosos.

Agora, os atendimentos eletivos dos serviços de saúde humana ambulatoriais passam a funcionar, de segunda-feira a sábado, de acordo com a administração de cada estabelecimento, nos horários de 7h às 18h, no setor público, e de 8h as 18h, no setor privado. Além disso, as atividades religiosas tiveram a participação nas celebrações presenciais ampliada para 50% da capacidade física da igreja ou templo religioso, considerando pessoas sentadas. Todas as atividades devem respeitar o distanciamento de 2 metros entre as pessoas.

Teresina continua com restrição de funcionamento das atividades econômicas aos domingos

As restrições de funcionamento das atividades em Teresina, com medidas mais rígidas, continuam neste domingo, 13 de setembro. Assim, poderão funcionar apenas farmácias e drogarias; serviços de saúde; serviços de segurança e vigilância; serviços de delivery exclusivamente para alimentação pronta, gás de cozinha e água; órgãos e profissionais de comunicação; serviços e rituais religiosos; e situações comprovadas de urgência e emergência.

A determinação consta no Decreto 20.077, publicado pela Prefeitura de Teresina, e faz parte do processo gradual de flexibilização e retomada das atividades econômicas na cidade. Assim, no domingo poderão funcionar também serviços públicos como energia elétrica, saneamento básico, funerários, segurança pública, telecomunicações e radiodifusão, bem como como os estabelecimentos que funcionem operando fornos em turnos ininterruptos de 24 horas.

“Continuamos apresentando queda no número de óbitos pela Covid-19 na nossa cidade, bem como no número dos atendimentos de pessoas com sintomas gripais. Na última semana não aplicamos medidas restritivas aos sábados, apenas no domingo, e nosso Comitê Emergencial está avaliando o impacto dessa medida. Neste domingo, mais uma vez estaremos com restrições no funcionamento das atividades”, disse o prefeito Firmino Filho.

O prefeito acrescenta que a capital tem permanecido com a tendência de queda no índices da Covid-19, mas que o momento ainda exige cuidados. “Mesmo com a continuidade do processo de retomada da economia, nossos índices em relação ao vírus tem mantido uma estabilidade. Isso nos certifica de que estamos avançando dentro da estratégia de retorno gradual. Mas, reforço que a pandemia ainda existe, o vírus continua entre nós e, mesmo com uma eventual queda, precisamos manter todos os cuidados de higiene e distanciamento, daí a necessidade ainda de implantarmos essas medidas mais rígidas aos domingos”, explicou o prefeito Firmino Filho.

Os estabelecimentos que descumprirem o decreto estão sujeitos às penalidades de multas, interdição total das atividades e cassação do alvará de localização e funcionamento.

Decreto autoriza atividades aos sábados após queda de casos de Covid-19

Dando continuidade ao processo gradual de flexibilização das atividades econômicas de Teresina, a Prefeitura baixou decreto que autoriza o funcionamento aos sábados das atividades que já haviam sido liberadas pelo Plano de Retomada. As medidas mais rígidas e com restrições, de acordo com o Decreto 20.061, seguem apenas aos domingos.

Dessa forma, no domingo, continuam as restrições de funcionamento das atividades na cidade e poderão funcionar apenas farmácias e drogarias; serviços de saúde; serviços de segurança e vigilância; serviços de delivery exclusivamente para alimentação pronta, gás de cozinha e água; órgãos e profissionais de comunicação; serviços e rituais religiosos; e situações comprovadas de urgência e emergência.

“Esta flexibilização está sendo possível em virtude da queda dos números referentes à Covid-19 na nossa cidade. Anteriormente tínhamos assinado decreto com medidas mais rígidas de funcionamento das atividades econômicas aos sábados e domingos. Mas, com o decréscimo nos números e após análise do Centro de Operações em Emergências (COE), da Fundação Municipal de Saúde, que confirmou tendência de queda ao analisar os dados do Painel Covid-19, tivemos segurança para flexibilizar esse funcionamento”, informou o prefeito Firmino Filho.

O gestor ressalta também a necessidade de se manter os cuidados básicos. “Todos precisam ter a consciência de que os cuidados de higiene e distanciamento devem ser mantidos para que não tenhamos que regredir nessa abertura e também para que possamos manter essa estabilidade quanto à doença, pois apesar de estarmos avançando, ainda não vencemos a batalha contra o vírus, que ainda é real e permanece entre nós”, disse o prefeito.

Teresina terá flexibilização das atividades comerciais nos próximos sábados

Nos dois próximos sábados, 29 de agosto e 05 de setembro, Teresina terá flexibilização sobre o funcionamento das atividades econômicas. É o que estabelece o Decreto Nº 20.040, publicado nesta segunda-feira (24) pela Prefeitura de Teresina, e que autoriza, nestes dias, o funcionamento de mercados, supermercados, hipermercados, panificadoras e padarias, entre outros serviços e estabelecimentos comerciais.

De acordo com o Decreto, nos sábados (29 de agosto e 05 de setembro de 2020), estão autorizados a funcionar farmácias e drogarias; mercados, supermercados, hipermercados e congêneres; panificadoras e padarias; postos revendedores de combustíveis e o funcionamento e operação das atividades da base de combustível (terminal) e das atividades de distribuição de combustíveis; serviços de saúde; serviços de segurança e vigilância; serviços de delivery exclusivamente para alimentação pronta, gás de cozinha e água; órgãos e profissionais de comunicação; serviços e rituais religiosos; situações comprovadas de urgência e emergência.

“Estamos iniciando um processo de transição em relação aos finais de semana. Nos próximos sábados, mais estabelecimentos estarão autorizados a funcionar e, com o passar dos dias, vamos flexibilizar o funcionamento para os domingos também. Neste momento, mantemos o objetivo de seguir melhorando os índices de isolamento social, evitando a disseminação do novo Coronavírus na nossa cidade, tendo em vista que continuamos com o processo de reabertura das atividades econômicas”, destacou o prefeito Firmino Filho.

O Decreto também discorre sobre o funcionamento das atividades na cidade nos domingos, dias 30 de agosto e 06 de setembro de 2020. Nestes dias, podem funcionar farmácias e drogarias; serviços de saúde; serviços de segurança e vigilância; serviços de delivery exclusivamente para alimentação pronta, gás de cozinha e água; órgãos e profissionais de comunicação; serviços e rituais religiosos; e situações comprovadas de urgência e emergência.

O Decreto autoriza ainda o funcionamento 24 horas, de segunda-feira a sábado, dos postos revendedores de combustíveis. Ficam autorizados também a funcionar neste período, os serviços públicos tais como energia elétrica, saneamento básico, funerários, segurança pública, telecomunicações e radiodifusão, bem como os estabelecimentos que funcionem operando fornos, em turnos ininterruptos de 24h. Todos os serviços e estabelecimentos devem respeitar as determinações sanitárias expedidas para a contenção do novo Coronavírus, inclusive quanto aos atendimentos emergenciais.

O descumprimento do Decreto, por qualquer estabelecimento, serviço e atividade que esteja em funcionamento ou que não esteja permitido funcionar resultará na aplicação de multas, intervenção total da atividade e cassação de alvará de localização e funcionamento. A fiscalização das medidas determinadas neste Decreto será exercida pela Guarda Civil Municipal e vigilância sanitária municipal, em articulação com os serviços de vigilância sanitária federal e estadual, e com o apoio da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito – STRANS, da Polícia Militar, da Polícia Civil e da Secretaria de Transportes – SETRANS/PI.

Restaurantes reabrem na segunda (17) e são orientados sobre cuidados contra a Covid-19

Ascom/FMS

A partir da próxima segunda-feira, 17 de agosto, acontece a reabertura dos estabelecimentos de alimentação ao público em geral em Teresina, que estão incluídos na Etapa 2 da Fase 3 de retomada das atividades econômicas e sociais. As equipes de Vigilância Sanitária do município estiveram à frente da preparação destes locais, com orientações e fiscalizações sobre as boas práticas de preparação de alimentos, bem como as medidas para conter da transmissão de Covid-19 entre funcionários e o público em geral.

Como explica a gerente de Vigilância Sanitária da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Jeanyne Seba, o trabalho tem sido desenvolvido desde o início da pandemia junto às empresas que mantiveram serviço de delivery. “Os técnicos fiscalizam diariamente estes locais para garantir a segurança nas medidas de contenção. Após a publicação do protocolo específico da área, passamos também a apresentar as regras para sua implantação antes da reabertura das atividades para o público”, diz.

De acordo com o protocolo específico, bares, restaurantes, churrascarias, cafés, praças de alimentação dos shoppings e afins devem disponibilizar em sua entrada uma pia com água, sabão e papel toalha ou álcool 70%, para higienização das mãos, além de tapete higienizante e termômetro para aferição de temperatura. O interior dos estabelecimentos também devem sofrer algumas modificações. “A principal delas é que as mesas devem ser posicionadas mantendo uma distância mínima de dois metros entre elas; em casos em que isso não é possível, devem ser instaladas barreiras de acrílico entre elas”, explica a gerente.

Os locais devem ainda manter dispensadores de álcool 70% e retirar pratos e talheres das mesas, entregando-os aos clientes somente na hora da refeição. Também está proibida a disponibilização de itens para degustação. Os cardápios feitos de materiais de difícil higienização devem ser substituídos por formas mais simples ou descartáveis, em banners ou mesmo cardápios virtuais. Eles devem ainda disponibilizar uma pessoa para orientar os clientes, além de manter cartazes educativos sobre a Covid-19.

A Vigilância Sanitária está realizando ainda treinamentos com os funcionários dos restaurantes sobre as medidas de segurança a serem tomadas no deslocamento de casa para trabalho e vice-versa, bem como seu comportamento durante o serviço. “Aqueles que lidam diretamente com os clientes devem usar a máscara e proteção facial, e o distanciamento deve ser mantido, mesmo na cozinha”, alerta Jeanyne Seba.

Os clientes também precisam cumprir as regras estabelecidas no protocolo. “A primeira delas é a de higienizar as mãos antes de entrar, se direcionar à sua mesa e só então retirar sua máscara, que deve ser guardada e nunca deixada sobre a mesa. Caso tenha que se deslocar dentro do estabelecimento, ele deve recolocar a máscara. Além disso, mesas separadas não devem ser unidas umas com as outras pelos clientes, porque isso configura descumprimento do protocolo”, ressalta a gerente. “Pedimos à população que obedeça as regras, pois elas foram elaboradas visando uma retomada segura dos serviços”, acrescenta.

Para mais informações ou tirar dúvidas, os proprietários podem entrar em contato com a Vigilância Sanitária de Teresina por meio dos telefones 3215 9102 ou 3215 9115.

Vigilância Sanitária faz fiscalização nos salões de beleza em Teresina

Ascom/FMS

A Vigilância Sanitária de Teresina está realizando, nesta sexta-feira (07), a fiscalização dos salões de beleza da cidade, que estão previstos para abrir na próxima segunda-feira (10). A Fundação Municipal de Saúde (FMS) alerta para as principais medidas de segurança que devem ser tomadas tanto pelos trabalhadores como pelos clientes para evitar a transmissão da Covid-19 durante procedimentos estéticos.

Para a reabertura segura, a Vigilância sanitária elaborou um protocolo próprio, contemplando a especificidade dos serviços de beleza, que requerem contato direto com o cliente. Como orienta a gerente Jeanyne Seba, eles devem trabalhar apenas com atendimento previamente agendado. Pessoas do grupo de risco devem ir nos horários com menor fluxo de pessoas. Além disso, pessoas que apresentarem sinais gripais no dia do procedimento devem adiá-lo por até sete dias.  Os clientes devem ainda evitar levar acompanhantes, especialmente crianças.

No momento do agendamento, os consumidores devem ser orientados a trazer seus utensílios de uso individual para atendimentos de manicure, pedicure, podologia e maquiagem, além de uma máscara reserva para algum imprevisto. “As pessoas devem dar preferência a modelos de máscaras presas à orelha, para que não precisem ser retiradas. Além disso, antes de qualquer procedimento capilar, deve-se lavar o cabelo”, orienta Jeanyne Seba.  Os clientes também devem levar sacos para armazenamento de seus pertences e descarte de máscaras usadas. Em caso de esquecimento, o salão também deve disponibilizar esse material.

Ela explica que os salões devem ainda priorizar itens de trabalho descartáveis ou esterilizados em autoclave na temperatura e tempo indicados para o novo coronavírus. Utensílios como pentes, escovas e bobes devem ser higienizados com solução clorada. No ato do atendimento, os trabalhadores devem higienizar as mãos com água e sabão ou sabonete líquido, ou álcool 70%, usar óculos de proteção ou protetor facial (face shield), máscara e avental/jaleco de proteção.

“Esses itens, assim como toalhas, roupões, lençóis para macas e outros, devem ser higienizados a cada uso, acondicionadas e transportadas em recipientes ou sacos fechados e podem ser lavadas como de costume. Lembrando ainda a importância do uso de EPIs durante o manuseio e transporte das roupas sujas, bem como, a lavagem das mãos após essas ações”, alerta a gerente.

O protocolo para a atividade determina ainda que, na entrada dos salões e outros pontos estratégicos, devem ser disponibilizados locais para a higienização das mãos, sejam pias ou dispensadores de álcool 70%, além de tapete sanitizante. Os mostruários impressos devem ser substituídos por formas virtuais e o pagamento eletrônico também deve ser estimulado, com instalação de barreiras em caixas e afins. A ventilação natural deve ser priorizada, com a manutenção de portas e janelas abertas.

A reabertura dos salões de beleza está inclusa na Etapa 1 da Fase 3 de retomada das atividades econômicas e sociais. Além deles, voltam a funcionar transporte rodoviário coletivo de passageiros, sob regime de fretamento, e outros transportes rodoviários, além das atividades da administração pública geral, direta e indireta, relações exteriores e Justiça.

Atividades econômicas funcionam de forma restrita no sábado (08) e domingo (09)

Para aumentar os índices de isolamento social, as medidas restritivas de funcionamento das atividades econômicas voltam a valer neste final de semana. Estão autorizados a funcionar no sábado (08) e domingo (09) apenas farmácias e drogarias, serviços de saúde, serviços de segurança e vigilância, serviços de delivery exclusivamente para alimentação pronta, água e gás de cozinha, órgãos e profissionais de comunicação e situações comprovadas de urgências e emergências.

O objetivo da implementação de medidas mais rígidas é reforçar o isolamento social durante o processo de reabertura das atividades econômicas em Teresina, que dará início a Etapa 1 da Fase 3 na próxima segunda-feira (10). “Precisamos de índices positivos para avançar de forma segura. É necessário reduzir a disseminação do vírus, e o isolamento social ainda é nossa maior arma, além do cumprimento dos demais protocolos de segurança e higiene”, reforça o prefeito Firmino Filho.

No sábado (08) fica autorizado também o funcionamento e operação das atividades da base de combustível (terminal) e de distribuição. Outros serviços públicos como energia elétrica, saneamento básico, funerários, segurança pública, telecomunicações e radiodifusão, além de estabelecimentos que funcionam operando fornos, em turnos ininterruptos de 24h, estão autorizados a funcionar neste período, respeitando as determinações sanitárias para a contenção no novo Coronavírus, inclusive, quanto aos atendimentos emergenciais.

O Parque da Cidadania, Complexo Esportivo Parentão e o Parque Ambiental da Macaúba, que voltaram a funcionar recentemente, também estarão fechados no final de semana. A fiscalização das medidas restritivas é feita pela Guarda Civil Municipal. A população pode entrar em contato através dos telefones 153, (86) 3215-9317 ou (86) 99438-0254 para fazer denúncias. O descumprimento das restrições resulta em aplicação de multa, podendo evoluir para interdição total da atividade e cassação de alvará de localização e funcionamento.

 

Fase 3 de reabertura das atividades econômicas em Teresina inicia nesta segunda (10)

A partir da próxima segunda-feira, dia 10, mais serviços estarão autorizados a abrir em Teresina. Incluídos na Etapa 1 da Fase 3 de retomada das atividades econômicas e sociais, voltam a funcionar os serviços de cabeleireiros e outras atividades de tratamento de beleza, transporte rodoviário coletivo de passageiros, sob regime de fretamento, e outros transportes rodoviários, além das atividades da administração pública geral, direta e indireta, relações exteriores e Justiça.

O prefeito Firmino Filho lembra que, assim como nas etapas anteriores, é preciso que os protocolos de segurança sejam cumpridos de forma rigorosa. “Essa é uma etapa importante e que inclui o serviço público. Então, todos os setores devem seguir as orientações de segurança e higiene para evitar a disseminação do novo Coronavírus. Essas medidas são fundamentais para que possamos avançar para a etapa seguinte”, disse.

Serviços de reparação e manutenção de equipamentos de informática e comunicação e de objetos pessoais e domésticos também poderão reabrir na segunda, além do setor de fabricação de máquinas e equipamentos. Atividades de manutenção, reparação e instalação de máquinas e equipamentos são outras que voltam a funcionar no próximo dia 10.

A segunda etapa da Fase 3, marcada para o dia 17 de agosto, prevê a reabertura de bares e outros estabelecimentos especializados em servir bebidas, sem entretenimento. Restaurantes a La Carte, prato feito, buffet sem autosserviço, restaurantes self-service, lanchonetes, cafeterias e similares também poderão reabrir. Esses estabelecimentos estão sujeitos a funcionamento mediante os protocolos específicos constantes no anexo do decreto Nº 19.922.

Todos os estabelecimentos autorizados a reabrir na Fase 3 deverão atuar em turno único de trabalho de seis horas consecutivas por dia, além de seguir protocolos de segurança, com redução de trabalhadores, distanciamento social, uso de máscara, testagem dos funcionários, bem como cumprir as demais regras estabelecidas pela União, pelo estado do Piauí, pelo município de Teresina.

O descumprimento do decreto por qualquer estabelecimento, serviço e atividade, que esteja em funcionamento ou que não esteja permitido funcionar, resultará na aplicação de multa, interdição total da atividade e cassação de alvará de localização e funcionamento.

Teresina registra mais nove óbitos e 71 novos casos de Covid-19 

Teresina registrou mais 71 novos casos e nove óbitos por Covid-19 nas últimas 24 horas. Segundo dados divulgados, neste sábado (01), pelo Comitê de Operações Emergenciais em Saúde Pública (COE) da Fundação Municipal de Saúde (FMS), a capital contabiliza 17.593 casos confirmados e 725 óbitos pelo novo coronavírus. O número de pessoas recuperadas chegou a 3.370.

Entre os óbitos confirmados, seis eram do sexo masculino e três feminino.  Todos os pacientes apresentavam comorbidades, entre elas: hipertensão, obesidade e cardiopatia. Eles tinham entre 64 e 93 anos. 

Com o objetivo de melhorar os índices de isolamento social, evitando a disseminação da Covid-19, o prefeito Firmino Filho publicou decreto estabelecendo a continuidade das restrições para o funcionamento das atividades econômicas em Teresina nos primeiros dois finais de semana de agosto. As medidas estão em vigor neste sábado (01) e domingo (02) e também serão aplicadas nos dias 08 e 09 de agosto. Apenas farmácias, drogarias, distribuidoras de água e gás, serviços de delivery (exclusivamente para comidas prontas), saúde, comunicação, velórios e atividades religiosas estão  permitidos a funcionar. 

“Precisamos continuar nesse esforço para conter a disseminação do Coronavírus. Estamos no processo de retomada das nossas atividades econômicas e é muito importante que continuemos avançando. O esforço da população nesse sentido é importante para que possamos seguir com segurança na reabertura na capital”, disse o prefeito Firmino Filho.